Acidente entre carro e carreta deixa quatro mortos no KM-888, da BR-116, em Vitória da Conquista

/ Trânsito

Carro ficou completamente destruído. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma batida frontal entre um carro e uma carreta deixou quatro pessoas mortas, na tarde desta segunda-feira (25), no KM-888, da BR-116, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. As informações são da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com a PRF, as vítimas estavam no carro de passeio, que ficou completamente destruído após a batida. A pista ficou interditada nos dois sentidos, mas foi liberada por volta das 18h16.

O local fica perto de uma praça de pedágio da Viabahia, concessionária que administra algumas rodovias no estado, na altura do distrito de Veredinha. Ainda não há informações sobre o que causou a batida.

A PRF informou que as vítimas foram identificadas como: J. A.F., homem, 36 anos; M. S. O., homem, 83 anos; M. S. B., mulher, 52 anos; C. S. F, mulher, 19 anos.

Ainda segundo a PRF, não é possível confirmar se as vítimas fazem parte da mesma família. O carro tinha placa de Cândido Sales, cidade do sudoeste da Bahia. No entanto, não há informações de onde o veículo saiu, nem para onde estava indo. As informações são do G1

Tribunal Superior Eleitoral anuncia centralização de informações sobre condenações e óbitos

/ Justiça

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou nesta segunda-feira (25) a centralização do sistema eletrônico de informações sobre óbitos e condenações. A medida permitirá a modernização do Sistema de Informações de Óbitos e Direitos Políticos (Infodip), que entrou em funcionamento em 2013 na Justiça Eleitoral do Paraná e foi incorporado pelo TSE no ano passado.

O sistema reúne dados sobre óbitos e condenações criminais e improbidade administrativa e sobre outras situações que interferem nos direitos políticos dos cidadãos, permitindo avaliar se um candidato pode disputar as eleições e se o eleitor está apto a votar. Com a centralização das informações no sistema do TSE, as comunicações poderão ser feitas entre as zonas e corregedorias eleitorais do país.

De acordo com o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, antes da adoção do sistema eletrônico, as comunicações sobre condenações e óbitos era feitas manualmente, facilitando a perda de documentos e eventuais fraudes.

”É um passo importante no aperfeiçoamento do funcionamento da Justiça Eleitoral, da qual todos nós nos orgulhamos. A Justiça Eleitoral presta um serviço célebre e eficiente”, comentou.

A centralização dos dados cumpre a Resolução Conjunta TSE/CNJ nº 6/2020. A medida criou as sistemáticas que devem ser seguidas para inserção das informações no sistema unificado.

Secretário de Infraestrutura de Jaguaquara deixa o cargo, após proferir discurso que desagradou o grupo

/ Jaguaquara

Discurso de Nelson desagrada o sistema. Foto: Facebook/Prefeitura

A semana que passou e a que se inicia, vem sendo marcadas por burburinhos nos meios políticos de Jaguaquara, após visita do secretário de Infraestrutura do Município ao plenário da Câmara de Vereadores.

Nelson Matos Teixeira teria atendido a convocação feita pelo vereador Julival do Bregresso (PCdoB), para que o titular da pasta respondesse a questionamentos de parlamentares sobre as ações da Secretaria.

Contudo, as declarações de Nelson desagradaram o governo e geraram incômodo na gestão, cujos membros reagiram nos bastidores com críticas ao posicionamento do então secretário, que além de expor problemas herdados da gestão anterior, representada pelo ex-prefeito, Giuliano Martinelli (PP), padrinho político da atual prefeita, Edione Agostinone (PP), fez elogios ao posicionamento considerado por ele respeitoso dos vereadores da bancada de oposição.

Teixeira revelou falhas, que foram desde serviço de recuperação de estradas vicinais, com deficiência da patrulha mecanizada – o que gerou atraso no trabalho de recuperação de vias no interior do Município, ao papel da Guarda Municipal, que de acordo com ele era usada como ”bico” por alguns de seus contratados, que iriam aos órgãos no período noturno para dormir. ”Ficamos até abril com caçambas na coleta de lixo em detrimento ao que acontecia na zona rural. A gente não conseguiu montar um plano de trabalho que fosse eficiente”, lamentou.

Nos meios políticos da cidade, os comentários de quem acompanhou a sessão transmitida pela rádio comunitária Jaguar FM são de que Nelson não proferiu ofensas aos integrantes dos setores em seu discurso, mas revelou ”duras verdades” que desagradaram o sistema – inclusive, 48 horas depois, o agora ex-secretário havia pedido demissão do cargo. Nelson era uma das poucas caras novas na gestão, que mantém a maioria dos membros de governos passados.

Para ocupar o espaço, a Prefeitura buscou solução caseira e nomeou, nesta segunda-feira (25), após exoneração de Nelson, o engenheiro civil Matheus Santos Oliveira, de forma interina. Vale ressaltar que essa é a segunda mudança no alto escalão da administração de Jaguaquara. No dia (29/09), Juliana Santiago deixou o cargo de secretária de Educação e foi substituída por Valdir dos Santos, professor da rede municipal.

Em comemoração ao aniversário da cidade, Prefeito de Jequié autoriza ordens de serviço para obras

/ Jequié

Prefeito Zé Cocá anuncia ampliação de praças públicas. Foto: PMJ

A cidade sol completa neste mês de outubro, 124 anos de emancipação política e a Prefeitura de Jequié realizou, na manhã deste domingo, 24, na Praça Duque de Caxias, no Alto da Prefeitura, uma solenidade como parte dos eventos comemorativos. Estiveram presentes o prefeito de Jequié, Zé Cocá; o deputado federal, Leur Lomanto; o deputado federal, Cacá Leão; a vice-prefeita e Secretaria de Saúde, Polliana Leandro; o secretário de Governo, Hassan Iossef; a secretária de Desenvolvimento Social, Patrícia Miranda Brandão Santana; o prefeito de Jitaúna, Patrick Lopes; os vereadores, Emanoel Campos Silva, o Tinho de Waldeck, presidente da Câmara Municipal; Daubti Rocha Guimarães, Colorido; Josiel Cavalcante, o Ziel; Gilvan Santana, Soldado Gilvan; Eduardo Simões, o Duda; José Augusto de Aguiar, Gutinha; Maria Aparecida Souza, a Pró Cida; Joaquim Caires; Ladislau Bulhões, o Bui; demais secretários municipais, autoridades políticas regionais e servidores municipais.

O prefeito assinou as ordens de serviços para reforma e ampliação de três praças públicas, a Praça Governador Juracy Magalhães, a Praça da Rua Valdir Leite, no Conjunto Inocoop, Jequiezinho, e a Praça da Rua Juventino Rocha, no Cansanção.

Foi autorizada, ainda, a reforma e a ampliação do Colégio Professora Anita Rabello Barreto, no bairro KM 4, e do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente Doutor Alaor Coutinho (CAIC), no Jequiezinho; a pavimentação da comunidade da Pedreira; a reforma e ampliação do prédio sede da Prefeitura; e o prefeito autorizou, ainda, a implantação do sistema de monitoramento por vídeo e radar para fiscalização de trânsito pela Superintendência Municipal de Trânsito (SUMTRAN).

Após segundo aumento do diesel no mês, líder dos caminhoneiros confirma greve dia 1º

/ Trânsito

O presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim, conhecido como Chorão, disse nesta segunda (25) que a greve convocada para a partir de 1º de novembro está mantida.

”A greve está mantida. A categoria já deliberou. E não esperávamos um percentual tão alto nesse novo reajuste. Os caminhoneiros estão trabalhando para colocar combustível. A questão agora é de sobrevivência”, afirmou ao Antagonista.

A Petrobras anunciou hoje o segundo aumento consecutivo no valor da gasolina e do diesel já nesta terça (26) em 9,1% e passará de R$ 3,06 para R$ 3,34, uma alta de R$ 0,28 por litro.

Secretária de Saúde prega cautela e diz que Carnaval pode criar ”incubadora” de novas cepas

/ Saúde

Secretária estadual da Saúde, Tereza Paim. Foto: Sesab

À frente da pasta estadual da Saúde desde a saída de Fabio Vilas-Boas, Tereza Paim, em entrevista ao Bahia Notícias, traçou um panorama das ações governamentais diante da crise sanitária, classificando como exitosas. A Bahia vive atualmente um momento de redução dos índices epidemiológicos, assim como na ocupação de leitos de UTI Covid-19, utilizados em manifestações graves da doença, e leitos clínicos.

A secretária interina reconhece o momento atual como resultado, sobretudo, do avanço da vacinação. Ela, no entanto, prega cautela quando o assunto são grandes aglomerações, a exemplo do tradicional Carnaval de Salvador. “As pessoas estão começando a ter uma certa comodidade e achar que o vírus não está circulando. Não é isso”, diz. Segundo Tereza Paim, uma festa desse porte, aberta a visitantes de outros estados e países, pode criar uma ambiente de ”incubadora” de novas variantes.

Ao Bahia Notícias, Tereza Paim comenta ainda a relação com o Ministério da Saúde na compensação de vacinas e no repasse de medicamentos, o legado da pandemia, entre outros assuntos.

Bruno Reis sobre Carnaval de Salvador: ”É importante que decisão seja em conjunto com o Estado”

/ Bahia

Prefeito fala sobre o Carnaval. Foto: Bruno Concha/Secom

Defensor da retomada das tradicionais festas populares em Salvador, diante do avanço da vacinação contra a Covid-19, o prefeito Bruno Reis (DEM) ponderou nesta segunda-feira (25) que a realização do Carnaval depende do alinhamento com o governador da Bahia, Rui Costa (PT).

”Tenho dito que a Prefeitura é o principal organizador, mas ela não faz sozinha a festa. É importante que essa decisão seja em conjunto com o governo do Estado, porque tem uma grande participação. Vamos sentar com todos esses atores para tomar essa decisão, se dá para fazer nos moldes tradicionais ou se precisa fazer algum ajuste ou se não dá para fazer”, afirmou.

Em coletiva à imprensa, durante entrega de 120 unidades habitacionais do Residencial Novo Mané Dendê, na região do Subúrbio Ferroviária, Bruno reforçou que tudo vai depender dos índices relacionados à pandemia entre os meses de outubro e novembro.

”Há uma pergunta a ser respondida. Após a vacinação, podemos voltar ao normal, viver como vivíamos antes? Se sim, dá para vislumbrar Réveillon, Lavagem do Bonfim, festa de Largo, Carnaval. Nossa expectativa é chegar ao dia 30 de novembro com todos os públicos vacinados com 1ª, 2ª e 3ª dose, os públicos que forem autorizados”, destacou.

Com mais de 80 mil pessoas autorizadas a tomar a 2ª dose, mas que não voltaram a procurar os postos, o prefeito fez um apelo. Ele pede que a população acima de 18 anos procure pela vacina entre esta segunda e terça-feira (25), quando ocorre o ‘Arrastão da 2ª dose‘.

”Até amanhã à noite estamos com o arrastão da segunda dose. Isso nos dá uma segurança maior para dar passos seguintes, flexibilizando mais as medidas de isolamento social e vislumbrando a possibilidade de realizar esses eventos”, disse. As informações são do bahia.ba

Bolsonaro diz que haverá novo reajuste nos combustíveis; Petróleo já subiu quase 4%

/ Economia

Jair anuncia novo aumento dos combustíveis. Foto: Anderson Riedel

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo que os combustíveis devem ter novo reajuste devido à alta recente do petróleo. Desde o último aumento da gasolina, o petróleo já subiu quase 4%. Nesta segunda-feira, o barril do tipo Brent, referência no mercado internacional, segue em alta, cotado a US$ 86,35 o barril.

A Petrobras anunciou reajuste de 7,2% da gasolina em 8 de outubro. O novo preço nas refinarias passou a valer no dia seguinte, um sábado. No ano, o preço do combustível já subiu 62% para as distribuidoras.

Para o consumidor final, o reajuste é diferente, pois reflete o lucro das distribuidoras e impostos. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, o preço médio da gasolina no país alcançou R$ 6,36 o litro. Em algumas cidades, já passou de R$ 7.

Bahia registra 188 novos casos de Covid-19 e mais 14 óbitos pela doença, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 188 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,02%) e 279 recuperados (+0,02%). O boletim epidemiológico desta segunda (25) também registra 14 óbitos. Dos 1.243.193 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.213.635 já são considerados recuperados, 2.525 encontram-se ativos e 27.033 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações devido a instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.570.219 casos descartados e 242.822 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda. Na Bahia, 52.258 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Com 10.514.327 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose ou dose única, a Bahia já vacinou 82,5% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas.

Sociedade Brasileira de Infectologia desmente relação entre vacina e HIV feita por Bolsonaro

/ Saúde

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) divulgou uma nota onde desmente a fala do presidente Jair Bolsonaro durante live na quinta-feira (21), em que o mandatário relacionou a vacina contra a Covid-19 com a Aids. ”Não se conhece nenhuma relação entre qualquer vacina contra a Covid-19 e o desenvolvimento de Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (HIV/Aids)”, afirma a entidade.

Bolsonaro faz lives semanais todas às quintas-feiras. Em um momento da última, ele afirmou que comentaria notícias. ”Mas não é apenas notícias de jornal, nós checamos a veracidade aqui”, afirmou em um momento. Na sequência, o presidente leu um texto que sugeria a relação entre a vacina contra Covid-19 e o desenvolvimento da Aids.

”Relatórios oficiais do governo do Reino Unido sugerem que os totalmente vacinados, (ou seja,) aqueles com 15 dias após a segunda dose, estão desenvolvendo a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (Aids) muito mais rápido que o previsto”, leu. Em seguida, ele recomendou a leitura da matéria e disse que não o faria porque poderia ter problemas.

Após repercussão da live, o governo britânico e especialistas desmentiram o caso. Assim como fez oficialmente a SBI neste domingo. “Repudiamos toda e qualquer notícia falsa que circule e faça menção a esta associação inexistente”, afirmaram.

A SBI afirma na nota que as pessoas que vivem com HIV/Aids devem tomar as duas doses da vacina. Além disso, destacam que quem pertence a esse grupo também precisa tomar a dose de reforço (terceira dose) após 28 dias da segunda.

Público nas salas dos cinemas brasileiros cai mais 10% no fim de seman, segundo dados da Comscore

/ Brasil

Os cinemas brasileiros registraram um público de 855,8 mil pessoas e arrecadação de R$ 16,2 milhões de quinta a domingo, segundo dados inéditos da Comscore.

De acordo com a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, os números deste fim de semana tiveram uma queda de 10% na comparação com a semana anterior. Trata-se do segundo fim de semana de queda consecutivo desde que os cinemas passaram a registrar público superior a 1 milhão de espectadores nesta retomada surgida com o avanço da vacinação.

”Venom — Tempo de Carnificina” foi a maior bilheteria do período, com 361,5 mil espectadores e R$ 6,3 milhões em ingressos vendidos. O segundo filme com maior público foi a estreia de ”Duna”. O novo longa levou 240 mil pessoas aos cinemas e arrecadou R$ 5 milhões em bilheteria.

Oposição entra com notícia-crime contra o presidente Bolsonaro por associar vacina e Aids

/ Brasília

A bancada do PSOL na Câmara e o deputado Túlio Gadêlha (PDT-PE) protocolaram nesta segunda-feira (25) uma notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro por ter associado, durante live semanal, vacinas contra Covid-19 ao desenvolvimento de Aids.

Em uma rede social, a líder do PSOL na Câmara, Talíria Petrone (RJ), disse que o partido e o deputado do PDT entrariam com a notícia-crime no STF contra Bolsonaro ”pela mentira que associa as vacinas contra Covid ao HIV/Aids”. “Esse genocida não pode sair impune de um absurdo como esse”, escreveu a deputada do PSOL.

Em sua live semanal, Bolsonaro leu uma suposta notícia que alertava que “vacinados [contra a Covid] estão desenvolvendo a síndrome da imunodeficiência adquirida [Aids]”.

Médicos, no entanto, afirmam que a associação entre o imunizante contra o coronavírus e a transmissão do HIV, o vírus da Aids, é falsa, inexistente e absurda.

Na noite deste domingo (24), o Facebook derrubou a live semanal do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) transmitida na última quinta-feira (21). Na notícia-crime, PSOL e o deputado do PDT acusam Bolsonaro de cometer infração de medida sanitária preventiva voltada a proteger a “incolumidade pública no que concerne à saúde da coletividade”.

Também citam artigo do Código Penal sobre perigo para a vida ou saúde de outrem, por ”clara exposição da população brasileira ao vírus, ao propagar mentiras sobre a vacina” e afirmam que Bolsonaro cometeu ”clara violação do princípio da moralidade, com orientação contrária à Constituição Federal.”

Segundo a notícia-crime, os princípios constitucionais ”têm força normativa e devem ser seguidos em todos os âmbitos da administração pública”. ”A violação de tais dispositivos configura o enquadramento na Lei de improbidade administrativa (Lei 8.429/1992), além de crime de responsabilidade (art.7º e 9º).”

“O presidente da República mentir sobre a vacinação —utilizando um site conspiracionista e conhecido pelas fake news—–, além de um ato criminoso, é um absoluto desrespeito para com o país e com as famílias enlutadas”, escrevem PSOL e Gadêlha na notícia-crime.

”Jair Bolsonaro coloca sua ideologia autoritária acima das leis do país, mentindo de forma criminosa
sobre as vacinas, colocando em risco uma estratégia que vem diminuindo drasticamente o número de mortes no país.”

No documento, eles afirmam que “a postura irresponsável, mentirosa e criminosa” do presidente, sem amparo em medidas científicas e contrariando autoridades sanitárias nacionais e internacionais, tem colocado a população brasileira cada vez mais em risco.

”Todos esses fatos trazidos à baila deixam claro que há em curso um amplo e sistemático modelo de disseminação de fake news que, aliado ao recrudescimento autoritário, tem graves consequências para a democracia brasileira e que coloca em risco a vida da população.”

Integrantes da CPI da Covid também indicaram que pretendem incluir as declarações de Bolsonaro no relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito.

”Além disso, encaminharemos ofício ao ministro Alexandre de Moraes [STF], pedindo que Bolsonaro seja investigado por esse absurdo no âmbito do inquérito das fake news e recomendaremos às plataformas de redes sociais a suspensão e/ou o banimento do presidente”, escreveu o vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

No domingo, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) já havia sinalizado que pediria à CPI que enviasse ao STF a notícia falsa associando vacinas contra Covid à Aids, para que seja inserida no inquérito das Fake News.

”Como cobrar do cidadão comum o indispensável cumprimento das determinações legais se o presidente não o faz?”, pergunta Vieira em seu requerimento. ”A consequência, como sabemos, é o aumento do número de infectados, doentes e mortos.”

No requerimento, o senador afirma que, se Bolsonaro não fosse presidente, a persistência do cometimento de infrações penais ”já seria suficiente para ‘decretar sua prisão preventiva”.

*por Danielle Brant e Washington Luiz, Folhapress