Jequié: Homens são presos pela CIPE Central com drogas nas proximidades do Oásis no Jequiezinho

/ Jequié

Dois indivíduos em atitude suspeita abordo de uma motocicleta Honda Fan 150 de cor vermelha, placa NTF-3394, foram pesos por volta das 11h20 desta sexta-feira (8), por uma guarnição da CIPE-CENTRAL que realizava patrulhamento tático urbano no bairro Jequiezinho, imediações da Agência Oasis.

Ao perceberem a aproximação dos policiais a dupla empreendeu fuga, sendo alcançados em ponto mais à frente. Iniciada a busca pessoal nos mesmos, foi encontrado, em uma mochila que o passageiro trazia, um embrulho contendo 01 kg de cocaína; 02 celulares Samsung; 02 capacetes para motociclista sem marca aparente; R$ 21 em espécie e duas carteiras com documentos pessoais.

Os dois indivíduos do sexo masculino  de 19 e 24 anos e o material apreendido foram conduzidos à DT/ 9ª Coorpin em Jequié. *Jequié Repórter

Estudo de professores da UESC atribui vacinação à redução do número de óbitos pela Covid-19

/ Saúde

Um estudo desenvolvido pelo @projetocidadescovid realizado pelos professores André Malvezzi e Mirela Vanina, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), com base nos dados divulgados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), em relação ao número diário de óbitos decorrentes de complicações da Covid-19, revelam que a partir do mês de abril de 2021, ocorre uma redução significativa dessas mortes, devido a aplicação das vacinas.

É o menor número de óbitos desde abril de 2020, mês em que estávamos no início da pandemia. No mês de março 2021, foram 3490 óbitos pela Covid-19, enquanto no mês de setembro, foram 145 óbitos pela doença.  ”Graças às vacinas, ao Sus, à Ciência, aos pesquisadores, os óbitos pela Covid-19 estão diminuindo, então não vamos deixar os números voltarem à subir, tomem a vacina, se já tomou a primeira dose, não deixem de tomar a segunda dose, continuem usando máscara, higienizando bem as mãos, cuidem de si, cuidem do próximo”,  enaltecem os autores do documento.

 

Quem aguenta? Petrobras reajusta o preço da gasolina e do gás de botijão em mais de 7%

/ Economia

A Petrobras vai reajustar o preço do gás de botijão e da gasolina em mais de 7% a partir deste sábado (9). Em ambos os casos são reajustes para as distribuidoras, ou seja, o aumento do preço final para o consumidor será diferente. O preço médio de venda do gás passará de R$ 3,60 para R$ 3,86 por kg, equivalente a R$ 50,15 por 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 26 por kg, após 95 dias com preços estáveis.

No caso da gasolina, o preço médio de venda passará de R$ 2,78 para R$ 2,98 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,20 por litro. Foram 58 dias de preços estáveis.

O anúncio do reajuste sai no mesmo dia em que foi divulgada a inflação de setembro, medida pelo IPCA, que acelerou e subiu 1,16% em setembro, segundo o IBGE. É a maior taxa para o mês em 27 anos, tendo sido puxada por energia elétrica e combustíveis.