Bahia registra 353 novos casos da Covid e cinco mortes pela doença em 24h

/ Bahia

A Bahia registrou 353 novos casos de Covid-19 e cinco mortes pela doença em 24 horas, segundo o boletim divulgado nesta terça-feira (5) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

No total, o estado acumula 1.235.722 infecções confirmadas desde o início da pandemia, com 26.886 óbitos pela doença e 2.502 casos ativos.

A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes adultos com coronavírus caiu para 25%.

Prefeito de Jequié autoriza obra 7 milhões em asfalto no Centro, com recursos próprios do município

/ Jequié

Cocá anuncia obra no mês de aniversário de Jequié. Foto: Divulgação

Iniciando o mês de outubro, quando o município de Jequié celebra 124 anos de emancipação político-administrativa da cidade, o prefeito de Jequié, Zé Cocá, numa iniciativa de comemoração pela passagem da data, assinou, na tarde desta terça-feira (5), a ordem de serviço para início das obras de recapeamento asfáltico e recuperação de calçamento do Centro. Estiveram presentes à solenidade oficial, na sede administrativa da Secretaria de Infraestrutura, o secretário de Governo, Hassan Iossef; e o secretário de Infraestrutura, Lucindo Menezes.

Com investimentos de R$ 7,2 milhões de reais, em recursos próprios, as obras vão contemplar as vias públicas do Centro, totalizando mais de 100 mil metros quadrados de pavimentação asfáltica e de recapeamento, dando um novo ritmo ao tratamento da infraestrutura viária nas ruas e avenidas localizadas no eixo central do município.

”No mês do aniversário de Jequié, o presente é para a população. Essa obra será executada 100% com recursos próprios e será uma obra de extrema importância, que vai melhorar a mobilidade urbana do Centro da cidade, mas nós estamos indo além e levando pavimentação asfáltica para todos os bairros. Estamos trabalhando para deixar arrumadas, pavimentadas, recuperadas, não somente as ruas do Centro, mas diversas vias públicas por toda a cidade, como o nosso povo merece e, assim, transformar Jequié na capital da nossa região.”, disse o prefeito de Jequié, Zé Cocá.

Lafaiete Coutinho: Tribunal de Justiça nega aumento de salários para prefeito, vice e vereadores

/ Justiça

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Lourival Trindade, negou recurso para permitir aumento de salários do prefeito, vice e vereadores de Lafaiete Coutinho, no Vale do Jiquiriçá. A decisão é desta terça-feira (5).

O desembargador seguiu a sentença da Comarca local que invalidou os efeitos das leis municipais n°s 309/ 2016 e 310/2016 que havia concedido o reajuste. Na decisão inicial, o juiz local atendeu uma ação do Ministério Público do Estado (MP-BA).

Segundo o parquet, a aprovação das leis de reajuste foi feita sem discussão, baseada apenas em um parecer da Comissão permanente de Contas, Finanças e Orçamento e não pela mesa-diretora da Casa, como manda o regimento da Câmara.

Ainda segundo o MP-BA, o relator da Comissão também não demonstrou o impacto financeiro, o que implicaria em desrespeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), cujo limite com gastos de pessoal vai até 54% da receita recebida pelo município.

Na argumentação, a prefeitura alegou intromissão do Poder Judiciário em assuntos do Município, o que foi rechaçado pelo presidente do TJ-BA. Atualmente, os salários pagos aos agentes políticos da cidade são: R$ 9 mil para o prefeito, R$ 4,5 mil ao vice-prefeito e R$ 4 milvereadores e secretários.

Lafaiete Coutinho é um dos municípios com menor população da Bahia. Na última estimativa do IBGE [2021], a cidade tinha 3,9 mil moradores. As informações são do site Bahia Notícias

Leão diz que não tem o mínimo interesse em apoiar Bolsonaro; ”Tenho uma aliança política na Bahia”

/ Política

Leão deixa claro que não apoia o presidente. Foto: Rede social

O presidente do PP baiano e vice-governador da Bahia, João Leão, afirmou na manhã desta terça-feira (5) que uma possível filiação de Jair Bolsonaro ao seu partido seria indiferente para ele.

Mesmo com a forte articulação de alguns nomes para convencer Bolsonaro a se filiar ao PP, Leão fez questão de deixar claro que não tem o ”mínimo interesse” em apoiar o atual presidente da República na eleição do ano que vem.

”Eu tenho uma aliança política na Bahia há 14 anos e quero continuar minha aliança. O PP em cada estado é independente, mas eu não tenho o mínimo interesse nisso [apoiar Bolsonaro]. Meu apoio é junto com meus companheiros de 14 anos de aliança, mas tem que se dar oportunidade aos outros”, explicou em entrevista à Rádio Digital.

Estado da Bahia tem três municípios entre os cinco maiores produtores de manga do país

/ Agricultura

Os números consolidados da agropecuária baiana, apresentados a partir da recém-divulgada atualização da pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM), do IBGE, demonstram o quanto o setor tem experimentado crescimento no estado. Um exemplo é a cultura da manga, que teve resultados positivos na Bahia entre 2019-2020, tanto na quantidade produzida quanto no valor gerado. A pesquisa indica que a Bahia possui três municípios entre as cinco cidades com maior produção de manga no país: Juazeiro (2º), Casa Nova (3º) e Livramento de Nossa Senhora (5º).

Os dois principais municípios da fruticultura na Bahia são Juazeiro e Casa Nova. Nacionalmente, Juazeiro é o segundo com maior valor de produção frutífera, atrás apenas da vizinha Petrolina (PE). Já Casa Nova, segundo o mais recente levantamento da PAM, ocupa a décima colocação nesse ranking. Tanto Juazeiro quanto Casa Nova têm a manga como principal produto nas suas áreas plantadas.

”A manga da Bahia vem ganhando mercados nacionais e internacionais. É uma fruta muito conhecida e apreciada em nosso estado, e seu consumo vem alargando fronteiras, inclusive ganhando mercado internacional. A Seagro acompanha há muito toda essa escalada de produção, contribuindo para o crescimento do plantio e da produção não somente dessa, como também de outras frutas por todo o estado”, afirma o secretário da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura, João Carlos Oliveira.

Em quantidade produzida e valor gerado, a Bahia fica atrás apenas de Pernambuco. De 2019 para 2020, a produção baiana de manga cresceu 6,4%, chegando a 470.487 toneladas, mais 28,2 mil toneladas em relação a 2019. Quanto ao valor de produção, no período, avançou em 15,8%, chegando a R$ 755,4 milhões, um acréscimo de R$ 102,9 milhões em relação a 2019.

Juazeiro, além de ser o segundo município em valor de produção frutífera no Brasil, também é o segundo, na comparação nacional, no tangente à produção de manga. Na Bahia, Juazeiro é destacadamente o município maior produtor de manga do estado. No período abrangido pela pesquisa PAM (2019-2020), Juazeiro apresentou um crescimento na produção de 1,3%, chegando a um total de 181.716 toneladas.

Casa Nova registrou um crescimento de 4,7% no valor gerado pela manga, chegando a R$ 155,1 milhões em 2020. Porém, a produção em volume teve queda de 6,1%, chegando a 107 mil toneladas. Ainda assim, Casa Nova permaneceu, em 2020, como o terceiro maior município produtor de manga de todo o Brasil.

Ainda sobre manga, a PAM trouxe outra boa notícia para a Bahia: o crescimento da produção em Livramento de Nossa Senhora. No período 2019-2020, passou da sétima para a quinta colocação entre os municípios brasileiros com maior produção de manga.

Tabela de receitas da Taxa do Lixo em Jequié está no novo Código Tributário e Rendas para janeiro de 2022

/ Jequié

Taxas cobras sofrem majoração de valores. Foto: Reprodução/PMJ

A Lei  Nº 2.168 sancionada com data de  28/09/2021, pelo prefeito Zé Cocá (PP), instituindo o novo Código Tributário e Rendas do município de Jequié.

Segundo o site Jequié Repórter, além da readequação de alíquotas que resultam em majoração de valores de taxas de tributos cobrados pela prefeitura, a exemplos do ISS (Imposto Sobre Serviços), ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), IPTU (Imposto Predial Urbano, Cosip (Taxa de Iluminação Pública), taxa da Vigilância Sanitária e a taxa de alvarás de licença e funcionamento, também está inserida a recentemente cria Taxa de Coleta, Remoção e Destinação dos Resíduos Sólidos Domiciliares (Taxa do Lixo), que tem a sua receita baseada na tabela abaixo:

Corpo de Bombeiros seguem no combate a incêndios em treze municípios da Bahia

/ Bahia

O combate aos focos de incêndio no interior baiano segue acontecendo e equipes do Corpo de Bombeiros realizam os trabalhos em treze municípios no estado. O mais novo foco foi identificado, nesta segunda-feira (4), na região da Casa do Vaqueiro, no município de Uibaí, no norte da Bahia.

Conforme um boletim do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), divulgado na sexta-feira (1º), os satélites identificaram 74 focos de calor em todo o estado.

Veja a situação das queimadas nos municípios baianos

Macaúbas – As equipes foram divididas em dois grupos de trabalho, um está monitorando as localidades de Pageu, Canatiba e Queimadas, a outra está cobrindo a zona urbana que tiveram incêndios debelados nesta segunda-feira (4)

Uibaí – Os bombeiros estão realizando o monitoramento da região da Casa do Vaqueiro, do Carreiro do Boi e do Alto da Cruz.

Iraquara – Foi iniciado o monitoramento na região do Rio do Carrapato com formação de aceiros. O monitoramento também acontece em todo perímetro, no parque gentil e lago da piroca.

Lençóis – Continua o monitoramento às margens da BR-242 com o apoio de drone também para a identificação de possíveis novos focos.

Mucugê – Foi iniciado o monitoramento nas áreas afetadas. Os bombeiros com o apoio de brigadistas percorrem todo o perímetro para identificar possíveis novos focos de calor.  A ação é conjunta com o ICMBio e Prevfogo.

Luís Eduardo Magalhães  – A ação acontece no Distrito Industrial de Luís Eduardo Magalhães, através do combate direto.

Barreiras – Na região de Serra Talhada os bombeiros com o apoio de funcionários de uma fazenda local está o realizando o combate direto evitando que as chamas alcancem a barreira natural mais próxima, a estrada.

Riachão das Neves – Continua o combate direto na localidade de Mata 7.

Barra – Na comunidade do Igarité os bombeiros estão atuando com o combate indireto com a confecção de aceiros. Aeronaves dão apoio com o lançamento de água e identificando possíveis novos focos.

Ibotirama – Na região do Cercado os bombeiros realizam o combate direto às chamas evitando que cheguem em residências e em torres de rádio e internet.

Formosa do Rio Preto – No Vilarejo Pavão os bombeiros seguem realizando o combate direto e fazendo aceiros nas áreas afetadas.

Serra Dourada -O combate direto continua evitando que as chamas atingiam fazendas e pastos.

Campo Alegre Lourdes (Baixão, Baixãozinho, Angico dos Dias) – As guarnições continuam combatendo os focos na região.  A área é muito acidentada e de difícil acesso, o que dificulta a chegada dos militares. Drones estão realizando o monitoramento aéreo.

Incêndio atinge área de vegetação às margens da Rodovia BR-420, no trecho de Jaguaquara

Fogo destruiu vegetação às margens da pista. Foto: BMFrahm

Um incêndio atingiu nesta segunda-feira (4) uma área às margens da Rodovia BR-420, em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá.

As chamas atingiram inclusive placas de sinalização na estrada, no trecho que interliga a sede do Município ao distrito Stela Dubois – BR-116.

Não se sabe a causa do incêndio, mas pessoas que transitavam pelo local disseram que o fogo pode ter sido proposital.

Vale do Jiquiriçá: PRF apreende barcos em caminhão na BR-420 e diz que o transporte era irregular

/ Trânsito

Apreensão das duas lanchas ocorreu em Mutuípe. Foto: PRF

Na tarde desta segunda-feira (04), policiais rodoviários federais flagraram duas lanchas sendo transportadas de forma irregular na BR 420, trecho do município baiano de Mutuípe. Durante operação de fiscalização de trânsito, os PRFs abordaram um caminhão FORD/Cargo que transportava duas lanchas esportivas.

A equipe solicitou a documentação necessária para o transporte das embarcações e constatou que a autorização especial de trânsito (AET) estava em desacordo com o estabelecido para aquele transporte.

Além disso, o motorista não comprovou possuir o curso para condutores de veículos de transporte de cargas indivisíveis. Também foi autuado em razão de não possuir a CNH categoria E.

Os policiais também constataram que o cronotacografo estava defeituoso, pois o equipamento não estava registrando a velocidade, o tempo e nem a distância percorrida. O cronotacografo também estava sem a aferição do INMETRO.

Após consultas nos sistemas, os PRFs descobriram que o motorista já é reincidente nesse tipo de transporte e o veículo possuí mais de 25 multas. As embarcações e o veículo ficaram retidos no pátio credenciado da PRF e só poderão seguir viagem após sanar as pendências.

Uma das áreas de atuação da PRF é a fiscalização dos veículos de transporte de cargas superdimensionadas, excedentes e execução dos serviços de escolta, com foco a coibir condutas irregulares na execução desse tipo de transporte e possíveis ilícitos criminais, contribuindo assim para a fluidez do trânsito, conservação do pavimento asfáltico da rodovia e segurança dos usuários nas rodovias federais.

O serviço de escolta dedicada de conjuntos transportadores de cargas indivisíveis e excedentes em peso e/ou dimensões, é atribuição própria da PRF, diretamente ligada à segurança viária e prevenção de acidentes em todas as rodovias federais. Visa assegurar a livre circulação nas rodovias com o máximo de segurança para os usuários.

As empresas que realizam esse serviço de escolta devem atender a diversos requisitos para garantir a segurança viária durante o translado, como possuir uma Autorização Especial de Trânsito (AET), utilizar veículos de escolta credenciados, comprovar que o motorista é capacitado para a condução do veículo, possuindo o curso de transporte de carga indivisível e a licença de motorista de escolta, dentre outros.

A Polícia Rodoviária Federal regulamenta o credenciamento de empresa especializada, o planejamento, a execução, o controle, a fiscalização e a aplicação de penalidades dos serviços de escolta aos veículos transportadores de cargas indivisíveis, superdimensionadas e excedentes em peso e/ou dimensões e outras cargas que, pelo seu grau de periculosidade, dependam de Autorização Especial de Trânsito (AET) e escolta para transitar nas rodovias e estradas federais.

Facebook divulga nota informando que falha interna em atualização de configurações gerou queda

/ Tecnologia

Uma nota divulgada pelo Facebook no final da noite desta segunda-feira (4), informou que o apagão global de mais de seis horas que tirou do ar as redes sociais do grupo – que incluem o Whatsapp e o Instagram –  foi causado por uma falha interna: um defeito durante alteração em suas configurações. A plataforma informou também que não houve um ataque hacker nem vazamento de dados de usuários.

De acordo com o Facebook, a falha ocorreu durante uma mudança numa estrutura que coordena o tráfego entre seus centros de dados, por isso o efeito cascata que interrompeu a comunicação e fez com que outros centros fossem afetados.

Na nota, a plataforma pediu desculpas aos usuários pelo apagão.”A todas as pessoas e empresas que dependem de nós, lamentamos o transtorno causado pela interrupção de nossas plataformas”. A empresa não especificou quem executou a alteração na configuração e se essa mudança estava planejada.

Comprar iPhone nos EUA demanda 12 dias de trabalho com salário mínimo; no Brasil, 6 mese

/ Economia

Um comercial de lançamento do iPhone 13, exibido nos EUA, mostra um entregador de moto que usa o novo aparelho para trabalhar: ele prende o smartphone no guidão e sai fazendo entregas, enquanto o aparelho resiste à chuva, lama e quedas. Ao final do dia, ainda há um terço da carga da bateria, mostra a propaganda.

No Brasil, o vídeo causaria algum estranhamento, pois iPhones de última geração não costumam ser usados por entregadores, em parte por causa do alto preço.

No país, o iPhone 13 mais moderno custa a partir de R$ 6.599, equivalente a seis salários mínimos. Nos EUA, o mesmo modelo demanda US$ 699. No país, a remuneração mínima é de US$ 7,25 por hora. Assim, em jornadas de oito horas, seria preciso trabalhar cerca de 12 dias para comprar um aparelho novo. No Brasil, um trabalhador que ganha o salário mínimo teria de juntar a renda de seis meses para adquirir o modelo.

Para facilitar, o iPhone 13 nos EUA pode ser pago em parcelas mensais de US$ 29, com um cartão de crédito oferecido pela própria Apple, sem taxas nem juros. Além disso, descontos dados por operadoras de telefonia ajudam a tornar os aparelhos acessíveis. Assim, apesar de a empresa promover a imagem de que tem produtos sofisticados, seus aparelhos são acessíveis para uma ampla parcela dos americanos.

”A Apple é a marca mais popular e a mais cara ao mesmo tempo. Ela atrai consumidores mais ricos, na comparação com compradores de Android, mas os incentivos tornam os iPhones mais acessíveis nos EUA do que em outros países. Além disso, o preço de entrada é geralmente mais baixo se comparado ao de outros mercados pelo mundo”, diz Anthony Scarsella, da consultoria IDC.

Na última década, a Apple aumentou sua participação no mercado americano de celulares de cerca de 40% em 2012 para 50% agora, segundo dados da IDC, e a expectativa é que siga avançando. Em nível global, ela ocupa o terceiro lugar, com 14,1% de participação, atrás de Samsung (18,8%) e Xiaomi (16,9%).

Nos últimos anos, a Apple buscou expandir sua linha de celulares mais caros, o que reforça a imagem de que tem itens premium. Em 2019, lançou a linha Pro, com aparelhos que superam US$ 1.000 e trazem mais câmeras e maior resolução de tela. Teve boa resposta.

”As vendas da Apple nos EUA continuam a ter alta no tíquete médio, conforme os consumidores têm escolhido mais os modelos Pro em vez dos comuns nos últimos seis trimestres. E eles também estão buscando aparelhos com maior armazenamento, o que também aumenta o gasto”, aponta Scarsella.

O movimento de sofisticação veio após uma tentativa de se popularizar. Lançado em 2013, o iPhone 5C vinha com traseira feita de plástico e cores vibrantes, como azul e amarelo. Com preço a partir de US$ 99, foi uma tentativa de avançar no mercado de aparelhos mais baratos, mas teve recepção ruim do público e saiu de linha dois anos depois.

No Brasil, onde a fabricante tem cerca de 14% do mercado de smartphones, o alto valor ajuda a manter o status do produto. ”Se baixar muito o preço, faz as pessoas acharem que não é Apple. O consumidor tem a crença de que se tem qualidade e status, será mais caro”, avalia Isabella Vasconcellos, professora de administração da ESPM.

Apesar da alta do dólar, o iPhone 13 foi lançado no Brasil com preço ligeiramente menor do que a versão anterior. A versão 12, em 2020, chegou por R$ 6.999, R$ 400 a mais do que o atual. Procurada, a Apple não detalhou como é composto o preço do aparelho no Brasil, que inclui taxas de importação e impostos locais.

A empresa criada por Steve Jobs também se beneficia do costume dos usuários com suas plataformas. O uso do iMessage, aplicativo de mensagens nativo da Apple, é bem mais comum nos EUA do que no Brasil, e aparelhos como iPads e MacBooks abrem mais possibilidades quando usados em conjunto, o que desestimula a migração para aparelhos com sistema Android.

Em um sinal de que a aura da Apple segue capaz de engajar consumidores, na tarde do dia 24 de setembro, quando o iPhone 13 chegou às lojas do país, havia uma fila de cerca de 40 pessoas na porta da loja da marca no centro de Washington, apesar de o produto também estar à venda pelo site, com o mesmo valor e frete grátis.

Provável filiação de Bolsonaro ao PP encontra resistência no diretório da legenda na Bahia

/ Política

PP de Leão deve manter aliança com o PT. Foto: Rede social

Bolsonaro está cada vez mais próximo de fechar sua filiação ao PP. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, cerca de 90% do partido quer a presença do presidente da República nos quadros da sigla. Apenas os diretórios da Bahia, da Paraíba e de Pernambuco estão resistindo ao bolsonarismo.

A principal razão para a resistência nesses três estados é o desempenho ruim de Bolsonaro nas pesquisas de opinião. No caso, as lideranças baianas, paraibanas e pernambucanas no PP preferem se aliar ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Especificamente na Bahia, o PP, do vice-governador João Leão, possui uma forte aliança com o PT, do governador Rui Costa. Pelas declarações de líderes de ambas as siglas, eles devem continuar no mesmo palanque em 2022.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), também não é um entusiasta da filiação de Bolsonaro, mas já deixou claro que não oferecerá resistência à chegada de Bolsonaro.

O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, presidente nacional do PP, é o principal articulador da ida de Bolsonaro ao partido. Ele se comprometeu a dar poder de escolha ao presidente da República a quem se candidatará a senador em estados considerados chaves por ele, como o Rio de Janeiro e o Distrito Federal. *Bahia Notícias