Bahia registra 1.337 novos casos de Covid e 54 mortes pela doença em 24h, diz boletim

/ Bahia

A Bahia registrou 1.337 novos casos de Covid-19 e 54 mortes pela doença em 24 horas, segundo dados divulgados nesta terça-feira (27) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Apesar de as mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram realizados hoje.

No total, o estado tem 1.187.550 casos confirmados desde o início da pandemia, com 25.594 óbitos. A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes adultos com coronavírus é de 52%.

Vacinação
Com 6.099.484 vacinados contra o coronavírus com a primeira dose, dos quais 2.399.267 receberam também a segunda aplicação, e mais 246.879 vacinados com o imunizante de dose única, até as 17 horas desta terça-feira, a Bahia já vacinou 56,9% da população baiana com 18 anos ou mais.

Homem de confiança de Zé Cocá, Hassan vai pavimentando caminho para candidatura

/ Política

Hassan se articula para ter apoio de Zé Cocá. Foto: Rede social

Em vias de apresentação dos nomes que ocuparão os holofotes na disputa por uma vaga à Assembleia Legislativa da Bahia, o secretário de Governo da Prefeitura de Jequié, Hassan Iossef, tenta pavimentar o caminho de uma candidatura para representar o grupo político liderado pelo prefeito de Jequié, Zé Cocá (PP), que é, também, presidente da UPB e presidente do CIMURC, consórcio do Médio Rio de Contas.

Empresário do setor imobiliário e de família de comerciantes, em Jequié, Hassan tenta ocupar espaços com o respaldo de Cocá e, é claro, com a visibilidade que o cargo de secretário de uma das prefeituras mais importantes do interior baiano lhe oferece.

Ex-vice-prefeito, Hassan também foi prefeito interino de Jequié e foi a principal figura que fez intermediação entre o então deputado estadual Zé Cocá e pessoas do setor comercial da cidade, no período de pré-campanha, em 2020, quando Cocá, ex-prefeito de Lafaiete Coutinho fazia suas primeiras articulações para viabilizar candidatura a Prefeitura de Jequié. Na atual gestão municipal, Hassan vai de tímido a homem de confiança de Cocá, pois tem sido o mais consultado nas tomadas de decisões do prefeito.

Contudo, sua movimentação como provável candidato a deputado estadual mexe com as estruturas do grupo, uma vez que outros nomes já vinham sendo postos como possíveis candidatos a uma vaga no coração de Zé Cocá, como é o caso de Patrick Lopes, prefeito de Jitaúna e do ex-prefeito de Jaguaquara, Giuliano Martinelli, este que no último sábado (24) foi visto em foto abraçado com o presidente da UPB, ao lado do cacique do PP e vice-governador da Bahia, João Leão, depois de declarar ruptura com o grupo governista.

Segundo se comenta em Jaguaquara, a foto registrou um pedido de paz entre o ex-prefeito e o grupo comandando pelo presidente do PP,  mas interlocutores de Zé preveem que não será uma tarefa fácil convencer Cocá a defender a bandeira de Martinelli, que teria feito foto com o presidente do DEM, ACM Neto, e ainda fez declarações em emissoras que estremeceram uma relação que já não ia bem.

O fato é que, Hassan, que assiste a birra de Giuliano e as pretensões de Patrick de camarote, vem dando passos em direção a se tornar o escolhido de Zé para representar o grupo nas eleições de 2022. Imagens que circulam pela rede social mostram as articulações do secretário de Governo, que já se reúne com lideranças.

*por Marcos Frahm

Prefeitos vão a Brasília abrir diálogo com ministro da Infraestrutura sobre andamento da Fiol e BR-030

/ Brasília

Gestores discutem Ferrovia de Integração Oeste-Leste. Foto: UPB

Como encaminhamento do Encontro de Prefeitos do Traçado da Fiol e BR-030, realizado na última semana, uma comissão de gestores dos municípios impactados por essas obras se reuniu na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB), em Salvador, nesta terça-feira (27), para definir as ações conjuntas a serem tomadas. O grupo definiu uma ida a Brasília no início de agosto para tratar com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, da necessidade de estabelecer um prazo para conclusão das obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) e BR-030.

De acordo com o presidente da UPB e prefeito de Jequié, Zé Cocá, é preciso existir um diálogo com o governo federal sobre o andamento desses empreendimentos e a formação de uma organização dos prefeitos para que isso ocorra é fundamental, além de dar representatividade maior ao debate. ”Hoje estamos muitos soltos. Precisamos saber qual a previsão, o cronograma, porque há 4 anos as obras deram uma estagnada. Toda a informação que nós temos é pela imprensa. Somos 40 municípios e precisamos dessa representatividade para pressionar por respostas”, afirmou. O vice-presidente da UPB, prefeito Quinho de Belo Campo, conclamou os gestores à unidade para avançar com “a obra fundamental ao desenvolvimento econômico da Bahia”.

O prefeito de Brumado, Eduardo Vasconcelos, ainda destacou o impasse com os resíduos deixados pela obra da Fiol. ”Temos a sobra de materiais de alta resistência se deteriorando no município sem um destino porque a empresa Andrade Gutierrez não responde se é dela e a Fiol também não se manifesta. Se o ministério puder fazer essa interlocução facilita”. Questão semelhante passa o prefeito de Lagoa Real, Pedro Cardoso, com poços artesianos e montanhas de britas deixadas pelo caminho. Segundo ele, o diálogo é essencial para fazer a Fiol avançar. ”A obra é a redenção da nossa região”, pontuou.

A prefeita Braulina Lima de Aracatu e o prefeito Wagner Ramos de Mirante, também defenderam que os municípios estejam unidos neste processo. O prefeito Junior Marabá de Luís Eduardo Magalhães reforçou que sozinhos os prefeitos ficam fragilizados na defesa da conclusão da Fiol. ”Essa união e representação política podem nos levar a evoluir muito mais”, pontuou.

Conclusão da BR-030
O prefeito de Cocos, Dr. Marcelo, classificou a ideia de unir os prefeitos impactados pela Fiol e BR-030 como ”excepcional”. A rodovia, que passa por Brasília, Minas Gerais, Bahia e termina 1.156 km depois, em Maraú, vai alavancar o escoamento da produção de grãos. Dr. Marcelo tem uma reunião agendada com o ministro Tarcísio no próximo dia 3 de agosto e a UPB fará uma articulação para que um grupo de prefeitos seja ouvido neste dia. ”A porta de entrada do Centro-Oeste para a região Nordeste será a Bahia através dessa rodovia. É uma obra de grande importância e juntos vamos estar fortalecidos para caminharmos nestas pautas”.

O prefeito Adonias de Boa Nova ressaltou que a obra da BR-030 está em estágio avançado, com as licenças ambientais deferidas, mas falta o recurso, então ele sugeriu que a UPB apresente aos deputados o convite para colocar uma emenda de bancada e prosseguir com a obra. A proposta deve ser apresentada na reunião que a UPB promoverá, em Brasília, com a bancada baiana no próximo dia 4 de agosto.

”Nem Ciro Nogueira consegue recomeçar um governo que apodreceu”, diz Renan sobre Bolsonaro

/ Política

Rennan Calheiros. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) disse que o colega Ciro Nogueira (PI), presidente do Progressistas, é muito hábil na política, mas não vai conseguir arrumar o governo de Jair Bolsonaro, mesmo ocupando a chefia da Casa Civil.

”Ciro é um político talentoso e habilidoso, mas terá muita dificuldade. Nem Ciro consegue recomeçar um governo que apodreceu pela corrupção”, afirmou Renan.

Na sua avaliação, o “link” entre o governo e o Congresso, atualmente, não se chama Centrão, mas, sim, orçamento secreto. “Só tem um link agora com o Parlamento, que é esse orçamento. Isso não resiste a nenhuma avaliação de constitucionalidade”, disse o relator da CPI. A prática do orçamento secreto, que esconde acordos feitos para divisão das emendas de relator, sob o carimbo de RP9.

Para Renan, nem com a distribuição de recursos o governo tem situação confortável na Câmara. ”O Arthur não despacha o impeachment porque teme perder na própria Câmara”, afirmou o senador, numa referência ao presidente da Casa, Arthur Lira (Progressistas-AL), de quem é adversário.

A seguir, os principais trechos da entrevista:

Ter o senador Ciro Nogueira como ministro da Casa Civil ajuda o governo Bolsonaro a driblar a CPI da Covid?

Ciro é um político talentoso e habilidoso, mas terá muita dificuldade. Nem Ciro consegue recomeçar um governo que apodreceu pela corrupção, incompetência, falta de projeto para o País. Eu não vejo alteração, não vejo como recomeçar um governo que apodreceu. Não é tarefa fácil, sobretudo se o Supremo Tribunal Federal desfizer o único link que existe do Executivo para o Legislativo, que é o orçamento secreto. Isso não pode continuar, isso é uma involução. Tiraram todas as regras de transparência, de coletividade e controle social do orçamento. Virou uma peça de alguns.

O orçamento secreto tem segurado o governo?

Não tem segurado. O governo é minoritário no Senado. O Arthur (Lira, presidente da Câmara) não despacha o impeachment porque teme perder na própria Câmara. Por que você acha que ele não despacha o impeachment? Ele poderia recusar os pedidos. Mas, nesse caso, cabe recurso ao plenário e eles (aliados) temem não ter mais maioria. Só tem um link absurdo agora com o Parlamento, que é esse orçamento. Isso não resiste a nenhuma avaliação de constitucionalidade.

O relatório da CPI será apresentado antes do prazo final da comissão?

Não pretendemos gastar esses 90 dias. Talvez tenhamos que antecipar (o fim da CPI), mas o relatório é no final dos trabalhos. Todas as linhas foram comprovadas, essa da vacina indiana Covaxin também foi (resultando no rompimento do laboratório Bharat Biotech com a Precisa Medicamentos). Tudo foi irregular: da mensagem do presidente, em 8 de janeiro, ao primeiro-ministro indiano – no momento em que o governo recusava a Pfizer – até o cancelamento do contrato (com a vacina Covaxin).

O senador Flávio Bolsonaro está mesmo na mira da CPI?

A CPI tem procurado investigar fatos. Não estamos investigando pessoas. Continuaremos investigando fatos com absoluta isenção.

Um desses fatos é a reunião virtual no BNDES, na qual o senador Flávio apresentou Francisco Maximiano, dono da Precisa Medicamentos.
Ele (Flávio) fez uma intervenção informando que na reunião não foi tratado da Precisa, mas, sim, de uma outra empresa (Xis Internet Fibra). Confessando (fazer parte da rede de relacionamentos do dono da Precisa).

O rompimento da Bharat Biotech com a Precisa muda algo na CPI?

O cancelamento do contrato da Bharat com a Precisa é o reconhecimento da indústria indiana das irregularidades apontadas pela CPI. As investigações serão aprofundadas. Não muda nada. Já temos a prevaricação do presidente (Bolsonaro) e vamos responsabilizar todos que participaram dessa ignomínia com a vida dos brasileiros.

Não é estranho a farmacêutica indiana ser a única a ter uma empresa intermediária no contrato com o governo e só agora decidir negociar diretamente com a Anvisa?

O governo botou um atravessador, botou a Precisa. O Bolsonaro, quando mandou a mensagem ao primeiro ministro da Índia, pediu para comprar (a vacina) já com a Precisa na Índia. Depois o Élcio (Franco, ex-secretário executivo da Saúde) pediu, em março, mais 50 milhões de doses. E ainda não responderam sobre esse pedido adicional. Além disso, houve a questão das clínicas privadas, que a Câmara aprovou e o Senado não apreciou. Tudo no mesmo pacote.

*Estadão Conteúdo

No quinto dia de competições na Olimpíada de Tóquio, Brasil ganha ouro no surfe e bronze na natação

/ Esporte

Potiguar Ítalo Ferreira – ouro – surfe. Foto: Jonne Roriz

No quinto dia de competições na Olimpíada de Tóquio, o destaque brasileiro foi para o potiguar Ítalo Ferreira, que conquistou a primeira medalha de ouro do país no esporte que estreia nos Jogos Olímpicos.Além disso, na natação, tivemos o bronze do gaúcho Fernando Scheffer na prova de 200 metros livres.

No futebol feminino, invictas na competição, as brasileiras enfrentarão as canadenses nas quartas de final no Estádio de Miyagi, na cidade de Rifu, na sexta-feira (30), às 5h (horário de Brasília). A classificação veio após vitória contra Zâmbia por 1 a 0.

Já no vôlei de praia, tivemos o êxito de Evandro e Bruno Schmidt por 2 sets 0 (21/14 e 21/16). Entretanto, a dupla Ághata e Duda perdeu para as chinesas Wang e Xia por 2 sets 0 (21/18 e 21/14) e Alisson e Álvaro foram derrotados para os norte-americanos Phil Dalhausser e Nick Lucena por 2 sets a 1 (22/24, 21/19 e 13/15).

No vôlei feminino, as meninas conseguiram uma vitória apertada contra a República Dominicana em sua segunda partida dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020: 3 sets a 2. As brasileiras perderam o primeiro set (por 22/25) e venceram os dois seguintes (25/17 e 25/13), sendo derrotadas novamente no quarto set (23 a 25). O jogo foi decidido duas horas e meia depois no tie-break, por 15 a 12. Com isso, o Brasil garantiu seis pontos e o segundo lugar no grupo A da primeira fase.

No boxe, o peso-pesado Abner Teixeira estreou com vitória e avançou às quartas de final na manhã desta terça-feira (27) contra o número cinco do mundo Chaeavon Clarke (Grã-Bretanha). Estreante em Olimpíadas, o pugilista paulista, de 25 anos, 14º no ranking mundial, ganhou por 4 a 1, na categoria acima de 91 quilos. Todas as lutas do boxe estão ocorrendo na Ryögoku Kokugikan, onde também ocorrem as lutas de sumô na capital japonesa.

No tênis de mesa, o carioca Hugo Calderano classificou o Brasil pela primeira vez às quartas de final do tênis de um torneio olímpico. O atleta, de 25 anos, avançou nos Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão) ao vencer por 4 sets a 3 o sul-coreano Jang Woojin, na manhã desta nesta terça-feira (27), com parciais de 11/7, 9/11, 6/11, 11/9, 4/11, 11/5 e 11/6. Calderano volta a competir amanhã (28), às 9h (horário de Brasília), valendo uma vaga na semifinal. O adversário será o alemão Dimitrij Ovtcharov. Da Agência Brasil

Homem em situação de rua é preso por matar outro a facadas em Ilhéus, diz polícia

/ Polícia

Um homem de 33 anos, que vive em situação de rua, foi preso em flagrante por matar um outro homem, na Avenida Litorânea Norte, na cidade de Ilhéus, sul da Bahia. O crime aconteceu na segunda-feira (26).

De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi assassinada por vingança. O homem, que não teve identidade divulgada, foi morto com uma facada no pescoço, em um bar no bairro Malhado.

O suspeito do crime também não teve nome divulgado. Testemunhas contaram à polícia que ele estava acompanhado de uma mulher, quando a vítima chegou. A polícia não detalhou se a mulher teve participação no crime.

Quando encontrado pelos policiais, o suspeito confessou que matou a vítima, e revelou um desentendimento anterior. A polícia não divulgou detalhes sobre o que motivou a vingança. Detido em flagrante, ele está preso em Ilhéus à disposição da Justiça. *G1

Caminhões batem de frente e um dos motoristas morre na BA-026, trecho de Pé de Serra, em Maracás

/ Trânsito

Caminhões colidiram em curva da BA-026. Foto: Leitor via WhatsApp

Uma colisão envolvendo dois caminhões deixou uma pessoa morta e outra ferida, na madrugada desta terça-feira (27), na Rodovia BA-026, trecho que compreende o município de Maracás.

Um dos caminhões transportava um carregamento de laranja quando bateu frontalmente com o outro veículo, que levava caixas plásticas vazias.

O acidente aconteceu em uma das sinuosas curvas da rodovia, num local onde já foram registrados vários acidentes com vítimas.

Com o impacto da colisão, um motorista identificado como Gilson Ferreira Vasconcelos não resistiu e faleceu no local. Ele era natural de Santo Antônio de Jesus e tinha 55 anos, conforme apurou o Blog Marcos Frahm junto à Polícia Técnica.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Jequié foi acionada para a retirada das vítimas às ferragens, e o cadáver da vítima fatal foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Jequié por uma equipe do Departamento de Polícia Técnica após realização de serviços periciais no local.

As causas do acidente estão sendo apuradas, mas a Polícia Rodoviária Estadual – PRE trabalha com hipótese de ultrapassagem proibida por um dos veículos. Nesse período de inverno, a serração na via que é considerada pelos usuários bastante perigosa pelas curvas que possui atrapalha a visibilidade.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária suspende autorização para importação da vacina Covaxin

/ Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu nesta terça-feira (27), por meio da Diretoria Colegiada, suspender cautarlamente a autorização para importação e aplicação da vacina contra a Covid-19 Covaxin, solicitada pelo Ministério da Saúde. A decisão foi motivada pelo descredenciamento da Precisa como representante no Brasil da Bharat Biotech, laboratório que criou a Covaxin.

”A medida prevalece até que haja novas informações que permitam concluir pela segurança jurídica e técnica da manutenção da deliberação que autorizou a importação”, afirmou a Anvisa, em nota. A suspensão determinada nesta terça segue o mesmo caminho da medida adotada na sexta-feira (23), que barrou os estudos clínicos do mesmo imunizante no país.

Na reunião desta terça, o relator do caso, diretor Alex Machado Campos, considerou que a perda de legitimidade da empresa Precisa para atuar perante a Anvisa pode influenciar no cumprimento dos requisitos e condicionantes exigidos para a importação do imunizante. ”A decisão levou em conta ainda notícias de que documentos ilegítimos podem ter sido juntados ao processo de importação”, complementa a Anvisa.

19º BPM ministrou instrução sobre Ocorrência de Trânsito para equipe da SUMTRAN, em Jequié

/ Jequié

SUMTRAN vai substituir PM em acidente sem vítima. Foto: 19ºBPM

O 19º Batalhão de Polícia Militar – 19 BPM ministrou, instrução, na manhã desta terça-feira (27), sobre preenchimento do Registro de Ocorrência de Trânsito – RAT para prepostos da Superintendência Municipal de Trânsito – SUMTRAN, órgão municipal responsável pelo trânsito de Jequié. O documento deixará de ser feito pela Polícia Militar, em caso de acidentes sem vítimas, em 1º de agosto.

A instrução foi ministrada pelo Subtenente PM França sob supervisão do Cap PM Augusto, Chefe da Coordenação de Planejamento Operacional – CPO do 19º BPM.

Conforme noticiado anteriormente, seguindo a postura adotada em grandes cidades, a Polícia Militar só fará o registro de acidentes com vítima, já que, no caso de acidentes sem vítimas, o documento não tem utilidade para os órgãos de trânsito, interessando apenas aos particulares.

Por determinação do Comandante da Unidade, Major Reinaldo, será disponibilizado um Policial Militar para atuar junto a SUMTRAN neste período de transição, orientando sobre o preenchimento correto do documento.

Salvador e mais 77 municípios contarão com ampliação de serviço de reconhecimento facial

/ Bahia

Governador Rui Costa assinou ordem de serviço. Foto: Secom

Andar nas ruas sabendo que o espaço público é monitorado por câmeras capazes de registrar e identificar criminosos, armas, placas de carros e atitudes suspeitas. O que um dia foi ficção científica já levou à prisão de mais de 200 suspeitos em Salvador e está sendo ampliado pelo Governo do Estado para outros 77 municípios baianos, 39 ainda neste ano. O investimento de cerca de R$ 665 milhões foi autorizado nesta terça-feira (27) pelo governador Rui Costa, em solenidade no Centro de Operações e Inteligência (COI), da Secretaria de Segurança Pública (SSP), na capital.

”Nós temos agora talvez a melhor tecnologia do país nesta área. Há cerca de três anos, implementamos um projeto piloto de reconhecimento facial na cidade de Salvador, fruto de visitas que fizemos à Europa e à China. Essa tecnologia serve para prevenir crimes, socorrer pessoas e para a funcionalidade da cidade. No projeto piloto tivemos absoluto êxito, inclusive durante os carnavais, com a prisão de mais de 200 pessoas e a elevação substantiva da atividade da Segurança Pública”, afirmou o governador.

Ainda de acordo com Rui Costa, a Bahia já conta com 23 centros de comunicação instalados, todos eles conectados. ”O planejamento é que todas as cidades que fazem parte do projeto tenham acesso a essa inteligência artificial, a esse recurso tecnológico. O que muda é que, antes, a identificação era feita pelo policial, visualmente. Agora, o próprio sistema identifica criminosos, suspeitos, armas e placas de veículos”.

Rui destacou que apenas cerca de 5% dos crimes são julgados e se tornam condenações. “A impunidade estimula e perpetua a prática criminosa. Então, esse investimento, além de prevenir os crimes, vai possibilitar a prisão do suspeito e ainda propiciar que o sistema judiciário baiano possa ter elementos comprobatórios dos delitos cometidos”.

Para o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino, o investimento vai dar muito mais resolutividade para a Segurança Pública. ”O sistema é capaz de identificar facilmente as pessoas que são procuradas e tem uma coisa que o governador falou que é muito importante, identificar crianças perdidas e pessoas desaparecidas. Há pouco tempo, um coreano estava perdido da família aqui em Salvador e foi encontrado com a ajuda de algumas câmeras”.

Também na oportunidade, Rui convocou a iniciativa privada, dizendo que a tecnologia tem capacidade para integrar imagens de pontos comerciais, agências bancárias e outros locais de risco. ”Nós podemos multiplicar os olhos da Segurança Pública na Bahia com o ingresso da iniciativa privada a esse projeto”, ressaltou.

Tecnologia

As câmeras estarão em postes, viaturas e na palma da mão dos policiais. O tenente-coronel Marcos Oliveira, superintendente de Tecnologia da SSP, explicou como funciona a tecnologia. ”Dentro do nosso contrato estão previstos quatro tipos de pontos de imagem. São câmeras de reconhecimento facial de fluxo aberto, para locais públicos, de fluxo controlado, tem câmeras de análise situacional e de leitura de placas. Além disso, os dispositivos que estão sendo colocados nas mãos dos nossos policiais são dispositivos com capacidade de fazer captura de face, levar para nossa Central, e fazer o reconhecimento facial através do nosso sistema. Todo policial, com equipamento em mãos, poderá fazer a atividade do reconhecimento facial em tempo real’.

Segundo Oliveira, outra inovação contratada é a tecnologia LTE. ”Essa tecnologia não é exclusiva da Segurança Pública, mas contratamos uma faixa exclusiva para a segurança pública, para transmissão de dados e imagens sem que seja necessário concorrer com o fluxo da telefonia. Tudo isso encriptado para dar ao policial na ponta a informação que ele precisa sem concorrer com a telefonia comum, que também usa essa tecnologia, mas em outras faixas”.

Municípios beneficiados

Rui explicou que o critério de escolha dos municípios para receber a tecnologia foi o tamanho. “O tamanho do município coincide com as ocorrências de homicídios. Os maiores municípios são os que apresentam maiores índices”, afirmou.

Os 39 municípios que vão contar com a tecnologia ainda este ano são Salvador, Camaçari, Lauro de Freitas, Simões Filho, Candeias, Dias D´Ávila, Mata de São João, São Sebastião do Passé, Vera Cruz, São Francisco do Conde, Pojuca, Itaparica, Madre de Deus, Feira de Santana, Alagoinhas, Santo Antônio de Jesus, Vitória da Conquista, Jequié, Guanambi, Brumado, Juazeiro, Paulo Afonso, Jacobina, Senhor do Bonfim, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Ilhéus, Teixeira de Freitas, Porto Seguro, Eunápolis, Valença, Itamaraju, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Bom Jesus da Lapa, Santa Maria da Vitória, Ibotirama e Seabra.

As outras 39 cidades que serão contempladas em 2022 são: Serrinha, Cruz das Almas, Santo Amaro, Euclides da Cunha, Catu, Santo Estevão, Maragogipe, Entre Rios, Amargosa, Esplanada, Cachoeira, Olindina, Ubaíra, Saubara, São Miguel das Matas, Nova Fátima, Caetité, Rio de Contas, Itiruçú, Érico Cardoso, Jussiape, Casa Nova, Capim Grosso, Pindobaçu, Novo Triunfo, Ponto Novo, Prado, Itacaré, Ubatã, Alcobaça, Cairu, Santana, Serra Dourada, Taboca do Brejo Velho, Lapão, Andaraí, Lençóis, Mucugê, Vale do Capão (Caetê-Açu/Palmeiras).

Inovação

Além de aumentar o número de municípios atendidos pela tecnologia, o projeto traz mais uma inovação, a adoção de 3.917 terminais de rádio comunicação de voz, vídeo e dados que serão implantados em viaturas das unidades da Polícia Militar da capital e região metropolitana. Os chamados rádios transceptores permitirão o acesso imediato das equipes policiais nas ruas aos alertas emitidos pelos sistemas de reconhecimento facial e de placas, em tempo real.

Rui diz que menor número na volta às aulas foi na capital, mas que isso vai crescer ao longo dos dias

/ Entrevista

Rui Costa comenta volta às aulas. Foto: Anderson Ramos/bahia.ba

A segunda-feira (26) marcou a retomada das aulas presenciais na rede estadual de ensino, suspensas desde o início da pamdenia, em 18 de março de 2020. As aulas foram retomadas em 15 de março deste ano, de forma remota.

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (27), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), comentou sobre o retorno dos estudantes às escolas e sobre a baixa adesão de alunos e professores em alguns municípios como Salvador.

”O menor número foi o da capital, tanto de professores quanto de alunos, mas vamos, ao longo dos dias, crescer isso. A decisão sobre o retorno [às aulas] em cada município cabe à prefeitura, não ao governo do Estado. Por isso eu não quero comentar aqui sobre o retorno às aulas de cada cidade. Vários municípios voltaram, mas essa decisão cabe a cada prefeito e prefeita. Depende se cada prefeitura licitou previamente o transporte ou se contrataram pessoas para trabalhar nas escolas. Em algumas cidades ainda não houve a contratação de nenhum profissional. Em alguns locais o pessoal de apoio é contratado quando as aulas vão começar. Isso depende de cada realidade”, disse Rui.

O governador afirmou ainda que fez um balanço positivo do movimento das escolas na segunda-feira (26). ”Independente da Covid-19, a presença sempre é crescente no início das aulas. No primeiro dia vai uma parte dos alunos, no segundo dia já vai um número maior e assim sucessivamente. Eu diria que em 90% das cidades houve uma presença massiva dos estudantes. Ontem eu estava em Nova Ibiá, e 100% dos alunos foram para as escolas. Além disso 100% dos professores compareceram para dar aulas”.

Rui Costa comemorou o baixo número de casos de Covid-19 ativos no estado. ”Estava olhando os números da Covid-19 e fiquei ainda mais alegre. Nesta segunda (26), a Bahia chegou a 7.700 casos ativos. É o menor número do ano. Isso só corrobora a nossa convicção e certeza de que é mais do que chegada a hora de dar uma oportunidade a esses jovens.” Com informações do bahia.ba

Brasil vence a Zâmbia e está nas quartas de final do futebol feminino nos Jogos Olímpicos

/ Esporte

Andressa Alves marcou em cobrança de falta. Sam Robles/CBF

O Brasil aproveitou a expulsão de uma jogadora de Zâmbia ainda no começo do primeiro tempo, e venceu a seleção africana por 1 a 0, na manhã desta terça-feira (27).

Com a vitória, as brasileiras estão classificadas para as quartas de final do futebol feminino dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

No outro jogo do grupo F, a Holanda venceu sua partida contra a China por 8 a 2 e, com isso, o Brasil ficou na segunda colocação da chave. Na próxima fase, marcada para a próxima sexta-feira (30), o Brasil enfrenta o Canadá, que passou em segundo no grupo E (atrás da Grã-Bretanha), às 5h.

Estudo aponta que vacinação com doses mistas pode aumentar nível de anticorpos

/ Saúde

Um estudo divulgado por pesquisadores sul-coreanos apontou que a utilização de doses mistas de vacinas, no caso a primeira dose da AstraZeneca e a segunda da Pfizer, ampliou em seis vezes os níveis de anticorpos neutralizantes em comparação com a utilização de duas doses da AstraZeneca.

Segundo informações da CNN, o levantamento foi feito com 499 profissionais médicos que receberam 100 doses mistas, 200 doses duplas da injeção Pfizer/BioNTech e o restante duas injeções da AstraZeneca.

Em todos os cenários, foi possível observar a presença de anticorpos neutralizantes, porém, a quantidade de anticorpos observadas nas doses mistas foi superior aos da AstraZeneca e semelhantes ao da Pfizer, algo que também foi observado em estudo britânico no mês passado. O estudo busca oferecer alternativas para a vacina das AstraZeneca que apresentou casos, ainda que raríssimos, de coágulos sanguíneos após a aplicação. * A Tarde

Prefeita de Conquista tenta emplacar polêmico projeto de cobrança de taxa de coleta de lixo na cidade

/ Política

Prefeita Sheila justifica polêmico projeto. Foto: Rede social

A Prefeitura de Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, encaminhou um projeto de lei à Câmara Municipal que dispõe sobre a regulamentação da cobrança da Taxa de Manejo de Resíduos Sólidos (TMRS). O débito relativo à taxa poderá ser cobrado na mesma fatura em que a Embasa cobra pelo serviço de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto. A proposta encaminhada ao Legislativo pela prefeita Sheila Lemos (DEM) define os valores, em tabelas separadas por tipo e dimensões do imóvel, incluindo: terrenos; residências; comércio e serviços; e indústria, considerando o valor por metro quadrado do terreno e a frequência. No caso de residências, a taxa anual pode variar de R$ 130,00 a R$ 234,00, a depender da área, localização e frequência da coleta de lixo. Estarão isentos da TMRS os imóveis que já sejam isentos do IPTU.

O projeto tem gerado muitas divergências entre políticos e munícipes de Conquista, e a justificativa de Sheila é de que, aprovado, o projeto vai permitir maior eficiência à prestação do serviço de coleta de lixo, limpeza pública e manejo dos resíduos sólidos, cujos custos são muito altos e acabam comprometendo outros investimentos, cerca de R$ 25 milhões por ano, em Conquista e a proposta tem como base o Marco Legal do Saneamento Básico, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, instituindo que os municípios instituam a taxa de resíduos sólidos.

Segundo o Blog do Anderson, ainda não há data definida para votação da matéria na Câmara de Vereadores, mas o projeto deve ser emplacado sem dificuldades, em face de a chefe do Executivo ter maioria absoluta entre os pares na Casa. ”É um momento difícil para todos os brasileiros, mas não havia como a Prefeitura deixar de fazer o projeto e enviar à Câmara, que, temos certeza, fará um debate aprofundado e sério, que permita o cumprimento da determinação federal e, ao mesmo, tempo, dê ao Município as condições financeiras para que continuemos ampliando e melhorando a limpeza, a coleta e o manejo dos resíduos sólidos” diz a prefeita.