Ensino Médio da rede estadual inicia aulas semipresenciais na segunda-feira (26)

/ Educação

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) publicou, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (20), a portaria que estabelece orientações gerais e dispõe sobre o retorno híbrido das atividades letivas, na rede estadual de ensino. A portaria institui a segunda fase do ano letivo de forma híbrida, a partir da próxima segunda-feira (26); recomenda a observância de protocolos de biossegurança para o enfrentamento da pandemia da Covid-19; e estabelece a volta para as escolas de forma escalonada.

De acordo com a portaria, neste primeiro momento, no dia 26 de julho, só devem ir para as aulas semipresenciais na escola apenas os alunos do Ensino Médio das diferentes ofertas e modalidades. Para as demais etapas, incluindo o Fundamental nas suas diferentes modalidades e ofertas, o início das aulas sempresenciais será no dia 9 de agosto e, até esta data, esses alunos continuam com as atividades do ensino remoto.

Para todas as situações, a realização das atividades letivas fica condicionada à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e à observância aos protocolos sanitários. Cada turma de estudantes será dividida em duas, sendo uma turma formada por alunos cujo nome próprio seja iniciado por letra constante do grupo de letras de ”A” a ”I” e a outra turma formada por alunos cujo nome próprio seja iniciado por letra constante do grupo de letras de ”J” a ”Z”. A unidade escolar poderá fazer o ajuste relacionado a esta escala conforme a realidade de cada turma e em função de outro critério que a unidade escolar considere relevante.

A unidade escolar implementará a mesma organização de aulas programadas para as rotinas regulares, de modo que, a cada dia, metade da quantidade de alunos de uma turma participará das atividades de maneira presencial e a outra metade desenvolverá atividades de maneira não presencial, em sistema de alternância diária e com igual carga horária.
Quanto à alternância, ela ocorrerá entre os dias da semana e entre as semanas. Assim, na semana 1, metade da turma irá na segunda, quarta e sexta e a outra metade, terça, quinta e sábado. Na semana 2, os dias serão invertidos e quem foi na segunda, quarta e sexta-feira irá na terça, quinta e sábado, e o contrário. Essa alternância assegura que todos os estudantes tenham aulas presenciais de todos os componentes curriculares.

Caberá a cada Núcleo Territorial de Educação (NTE) validar a escala do retorno híbrido definida por cada unidade escolar, bem como efetuar o devido e respectivo acompanhamento. A escala do retorno híbrido deverá ser rigorosamente efetivada por cada unidade escolar, a fim de que nenhum aluno seja desassistido, respeitando-se o revezamento, sendo de absoluta importância o controle interno da frequência do aluno.

A alternância das atividades é exclusiva dos estudantes. Os professores lecionarão nas turmas e nos horários definidos na programação e não modificarão os citados horários, exceto em função da inclusão dos sábados letivos, quando haverá atividades presenciais e remotas, conforme a escala do retorno híbrido descrita na portaria.

Em visita à UPB, prefeito de Maracás busca apoio da Engenharia da entidade para construção de hospital

/ Saúde

Prefeito Soya [blusa laranja] recepcionado na UPB. Foto: Divulgação

Em visita a União dos Municípios da Bahia (UPB), na manhã desta terça-feira (20), o prefeito de Maracás, Soya Novaes, conheceu as instalações da entidade e buscou informações específicas na coordenação de Engenharia, para auxílio no projeto complementar de construção de um novo hospital para o município.

Na companhia do secretário municipal de Finanças, Reginaldo Novaes, Soya disse ter sido bem recepcionado pela equipe da UPB e que a Prefeitura de Maracás está na fase estudo completo e detalhado de viabilidade econômica, financeira e social para construção de um novo hospital, em decorrência da estrutura já defasada do atual, que conta com 45 leitos, espaço considerado insuficiente para atender a toda população. ”Agradeço a equipe da UPB pela receptividade. Sobre o hospital, a luta é árdua, ainda estamos na fase de projetos, já analisamos uma área na cidade e agora estamos buscando também parcerias para o custeio da obra. Com a fé em Deus, no futuro próximo, começaremos a colocar em prática esse sonho”.

Construído há décadas, o Hospital Municipal Álvaro Bezerra passou por recente obra de reforma realizada pela Prefeitura, mas sua estrutura demonstra a necessidade de uma unidade hospitalar mais ampla e moderna. No entanto, a unidade é uma das poucas no território Vale do Jiquiriçá a contar com respiradores mesmo antes da pandemia da Covid-19 e uma UTI Móvel para transferência de pacientes nesse período pandêmico.

Encontro da UPB e Seplan em Jequié vai discutir ações em benefício dos municípios do traçado da FIOL

/ Jequié

Zé Cocá e João Leão vão se reunir em Jequié. Foto: Divulgação

Com o objetivo de planejar ações nos municípios que serão beneficiados pelo traçado da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e da BR-030 será realizado um encontro na próxima sexta-feira (23), promovido pela União dos Municípios da Bahia (UPB) e o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Planejamento (Seplan). Presencial, o evento ocorrerá no Hotel Gran Terrara, às 14h, em Jequié, e contará com a presença do vice-governador João Leão, secretário do Planejamento.

Na pauta, serão discutidos questões estruturantes das duas obras, como a continuidade da obra da linha 2 da Fiol, trecho Caetité-Barreiras; a apresentação das ações e necessidades dos municípios do traçado da Fiol 1 e 2 e da BR-030; a importância da retomada das obras da BR-030, que liga Marau a Cocos. Os encaminhamentos e pleitos serão enviados ao Ministério de Infraestrutura.

“A Bahia vai deixar de ser vagão e se tornar locomotiva econômica do país. Para isto, vai contar com obras estruturantes, como a ponte Salvador-Itaparica, o Polo Agroindustrial do São Francisco, a Fiol e a retomada das obras da BR-030. Todo esse arcabouço de projetos impactará nos municípios de diversos territórios e nossa ideia é ouvir as demandas de cada um, traçar o potencial, a vocação econômica de cada município e ajudá-los na efetivação”, reforça Leão. O titular da Seplan destaca ainda a importância da participação dos prefeitos e prefeitas dos municípios impactados pela Fiol e BR-030.

Já o presidente da UPB, Zé Cocá, destaca o potencial econômico da Fiol para a região. “A Ferrovia da Integração Oeste Leste é extremamente importante para o desenvolvimento dos nossos municípios e vai atrair investimentos para a região que é rica em minérios, além de escoar a produção agrícola com menor custo”, pontua. Ainda de acordo com ele, o impacto social será relevante, com a geração de empregos e melhores condições de vida para a população.

O traçado da Fiol passará pelos seguintes municípios: Aracatú, Aurelino Leal, Barreiras, Boa Nova, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Brumado, Caetanos, Caetité, Carinhanha, Côcos, Coribe, Correntina, Dário Meira, Feira da Mata, Gongogí, Guanambí, Ibiassucê, Ilhéus, Itagí, Itagibá, Jaborandi, Jequié, Lagoa Real, Livramento de Nossa Senhora, Luiz Eduardo Magalhães, Malhada, Manoel Vitorino, Maraú, Mirante, Palmas de Monte Alto, Riacho de Santana, Rio do Antônio, Santa Maria da Vitória, São Desidério, São Félix do Coribe, Serra do Ramalho, Tanhaçu, Ubaitaba e Uruçuca.

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, a participação no evento é exclusiva para os prefeitos e prefeitas, sem acompanhante, em cumprimento ao Decreto Estadual 20.585/2021, o qual define 100 pessoas como público máximo participante, com utilização de máscara, álcool 70% e distanciamento mínimo de 1,5m.

FIOL

A Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) tem extensão de 1.527 quilômetros, entre Ilhéus/BA e Figueirópolis/TO. O empreendimento está dividido em três trechos:

Trecho I: Ilhéus/BA – Caetité/BA, com extensão de 537 km, dos quais mais de 73,6% de execução física da obra (jul/2019). Este é o trecho que foi qualificado para subconcessão; Trecho II: Caetité/BA – Barreiras/BA, com extensão de 485 km, dos quais cerca de 36% das obras estão executadas (jul/2019); Trecho III: Barreiras/BA – Figueirópolis/TO, com extensão aproximada de 505 km, em fase de estudos e projetos.

Agência Nacional de Vigilância autoriza análise da eficácia de dose de reforço da AstraZeneca

/ Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta segunda-feira (19), a realização de estudo clínico para avaliar a segurança, a eficácia e a imunogenicidade da aplicação de terceira dose da vacina contra covid-19 da AstraZeneca.

Segundo a Anvisa, o estudo inicial será feito em participantes que já receberam as duas doses do imunizante, com um intervalo de quatro semanas entre as aplicações. A dose de reforço será aplicada de 11 a 13 meses após a segunda dose.

A Anvisa explica que trata-se de um estudo de fase três, em que o voluntário não saberá o que tomou: se uma dose da vacina ou de placebo.

Voluntários

”Serão incluídos voluntários com idade entre 18 e 55 anos, que estejam altamente expostos à infecção com o novo coronavírus, como profissionais de saúde. Não serão incluídas gestantes ou pessoas com comorbidades”, explica a agência, em nota.

Segundo informou a Anvisa, o estudo, patrocinado pela AstraZeneca, será realizado somente no Brasil, nos estados da Bahia (1,5 mil voluntários), Rio de Janeiro (1,5 mil), Rio Grande do Sul (3 mil), Rio Grande do Norte (1,5 mil) e São Paulo (2,5 mil).

Após a quebra do “cegamento da pesquisa”, quando os voluntários ficam sabendo se receberam a vacina ou o placebo, todos os participantes do grupo placebo serão convidados a tomar a dose de reforço.

Proxalutamida

Nesta segunda-feira, também foi autorizada a realização de um estudo clínico para avaliar a segurança e a eficácia do medicamento proxalutamida na redução da infecção viral causada pelo novo coronavírus e no processo inflamatório provocado pela covid-19.

O estudo é de fase três e avaliará a eficácia e a segurança da substância em participantes ambulatoriais do sexo masculino com covid-19 de leve a moderada.

O estudo é patrocinado pela empresa Suzhou Kintor Pharmaceuticals, sediada na China, e será realizado na Alemanha, Argentina, África do Sul, Ucrânia, México, Estados Unidos e Brasil, onde participarão 12 voluntários do estado de Roraima e 38, de São Paulo.

Nesse domingo (18), o presidente Jair Bolsonaro disse que pediria estudos sobre o uso do medicamento no Brasil. Da Agência Brasil

Polícia Civil de Jequié concluiu inquérito sobre assassinato de Girlane, ocorrido no Sítio Paraíso

/ Jequié

Setor de investigação concluiu inquérito policial. Foto: Polícia Civil

O Setor de Homicídio da DT de Jequié, concluiu o Inquérito Policial que apurava o homicídio de Girlane de Jesus e a tentativa sofrida por Hélio Freire Rabelo Sobrinho,  ocorridos  no dia 12 de junho de 2020, no Sítio ”Paraíso das Pimentas”, na estrada da Fazenda Velha  Por volta das 15h40, dois indivíduos adentraram no local em uma motocicleta e um deles foi de imediato em direção a Girlane, fazendo vários disparos que a atingiram mortalmente.

Em ato contínuo o criminoso se dirigiu a Hélio, que em fuga atirou-se na piscina, sendo atingido por alguns dos projéteis. Socorrido e conduzido ao Hospital Geral Prado Valadares, ele recebeu atendimento médico, conseguindo sobreviver ao atentado.

De acordo com o relatório conclusivo apresentado pelos DPCs Nadson Peligrini/Setor de Investigação de Homicídios e Moabe Lima/Titular da DT/Jequié, foram qualificados como autores materiais dos crimes, dois homens identificados pelas iniciais  L. S. S. e M. E. R. S. que teriam agido a mando do gerente da organização criminosa da qual fazem parte, D. S. S., que deu a ordem com o aval do líder S. S. Q.

Foi levantado com base nas oitivas,  que a motivação do homicídio contra Girlane foi  vingança, pelo fato dos mandantes  acreditarem que ela era informante da polícia e que supostamente fornecia dados relacionadas à facção criminosa, inclusive as que resultaram na morte de dois indivíduos dias antes, em confronto armado com a polícia.

Com relação a Hélio Sobrinho, que também foi baleado, não existia nenhuma relação dele com os autores e mandantes da execução. Um dos elementos que determinou o assassinato da mulher, foi preso em Salvador pela Polícia Civil de Jequié enquanto os demais  criminosos permanecem foragidos

Jequié suspende aplicação da 1ª dose da vacina contra Covid-19; 2ª dose segue mantida

/ Jequié

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, irá suspender, temporariamente, nesta terça-feira (20), a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19, em função do desabastecimento de imunizantes.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que manterá a aplicação da segunda dose com a vacina para as pessoas agendadas. Portanto, nesta terça-feira-feira, os postos de vacinação vão imunizar apenas as pessoas que estão no prazo de agendamento da segunda dose da vacina.

A vacinação das mulheres gestantes e puérperas segue, normalmente, nos Centros de Saúde, conforme a demanda espontânea e até enquanto houver disponibilidade de doses da vacina.

Jequié registra óbito de homem de 51 anos por Covid e taxa de ocupação de UTI é de 83%, diz boletim

/ Jequié

Covid-19 ainda assusta em Jequié. Foto: Blog Marcos Frahm

O óbito, sendo um homem, de 51 anos, residente na Cidade Nova, com histórico de Doença Cardiovascular Crônica, Diabetes Mellitus e Obesidade, ocorrido em 18/07, no Hospital São Vicente foi registrado nesta segunda-feira (19), no Boletim Epidemiológico da Covid-19 em Jequié.

Em função de manutenção no Departamento de Informática do SUS (DATASUS), do Ministério da Saúde, o número de novos casos não foi registrado. Segundo o Ministério da Saúde, o sistema voltaria ao normal às 22h desta segunda-feira e por conta disso o total de pessoas confirmadas com a doença permanece em 17.228. 16.582 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença.

Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto está em 83%. Destes, 13 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 11 leitos ocupados por pessoas de outros municípios. Até o presente momento 68.232 pessoas foram vacinadas com primeira dose e com as vacinas em dose única, em Jequié.

Colisão no erigoso cruzamento entre a BR-116 e a BA-250, no Entroncamento de Jaguaquara

/ Trânsito

Automóvel teve parte frontal destruída. Foto: Blog Marcos Frahm

Um cruzamento entre a Rodovia Santos Dumont BR-116 e a BA-250, estrada que interliga a via federal ao Município de Itiruçu é, historicamente, um dos pontos mais perigosos e com registro frequente de acidentes na região do Entroncamento de Jaguaquara, no Sudoeste baiano.

No local, várias colisões com vítimas fatais já foram registradas. Na tarde desta segunda-feira (19), por pouco, outra tragédia não aconteceu para ficar nas estatísticas da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Por volta das 16h, um automóvel Ford KA e um caminhão colidiram quando o carro de passeio tentava a travessia da pista, BR116, que ficou interditada por um período.

Não se sabe ainda as causas da batida, que deixou feridos, mas sem gravidade. Muita gente que passa pelo local todos os dias concorda que o cruzamento precisa de melhor sinalização, com urgência, e acha que o radar instalado no trecho pela Concessionária Via Bahia tem que voltar a funcionar e pede um redutor eletrônico de velocidade.

*por Marcos Frahm