Flagrado furando fila de vacinação, comandante-geral da PM do Distrito Federal é exonerado

/ Brasília

O coronel Julian Rocha Pontes foi exonerado. Foto: Reprodução

O comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal, Julian Rocha Pontes, foi exonerado do cargo após ser flagrado furando a fila da vacinação contra a Covid-19. A exoneração do policial foi publicada em edição extra do Diário Oficial nesta sexta-feira (2). As informações são da CNN.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que a vacinação de agentes de segurança está sendo programada para começar no início da próxima semana, em pontos que serão definidos e seguindo listas que estão sendo preparadas pelo comando de cada uma das forças.

Além de Julian, que tem 47 anos, outros oficiais também teriam tomado a vacina, antes mesmo de policiais que atuam na linha de frente. O coronel Márcio Cavalcante de Vasconcelos vai assumir o cargo.

Covid-19 provoca mortes de ao menos dez prefeitos no país em 2021, com idades entre 42 e 73 anos

/ Saúde

Herzem, de Conquista, morreu aos 72 aos. Foto: Facebook

A morte do prefeito de Hortolândia (SP), Angelo Perugini (PSD), 65, na quinta-feira (1º), em decorrência de complicações provocadas pela Covid-19, chamou atenção por ter ocorrido apenas três meses depois do início da atual gestão.

A morte do político, que estava em seu quarto mandato à frente da cidade na região metropolitana de Campinas (2005-2012 e desde 2016), faz parte de um cenário comum a ao menos dez cidades de oito estados brasileiros que perderam seus principais governantes para a Covid-19 logo nos primeiros meses do ano. Desses, quatro estavam em sua primeira gestão. Os governantes tinham entre 42 e 73 anos.

Perugini, que completaria 66 anos na próxima terça-feira (6), ficou dois meses internado, com as últimas semanas em um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em São Paulo, intubado. Uma de suas últimas agendas foi o recebimento do primeiro lote de vacinas contra a Covid-19, que chegou à cidade em 20 de janeiro.

Hortolândia, que agora será comandada em definitivo pelo até então vice, Zezé (PL), decretou luto de sete dias pela morte do prefeito. “Seu carisma e sua fé serão sempre lembrados, com carinho, pelos amigos que fez ao longo da jornada”, disse, por meio de nota, a prefeitura.

Sete das mortes ocorreram a partir de 14 de março, mês em que os óbitos causados pela pandemia se aceleraram em todo o país. A morte de Perugini ocorreu apenas um dia após o prefeito de Pitimbu (PB), Jorge Luiz (PDT), 43, perder a vida depois de passar três dias internado com Covid-19. O prefeito estava se recuperando em sua casa, mas sentiu falta de ar e procurou atendimento hospitalar em João Pessoa, a 58 km de distância.

Dois dias antes da morte do prefeito paraibano, Tarek Dargham (PTB), 68, que governava Guararapes, na região de Araçatuba, morreu em São Paulo, onde estava internado. O político tinha sido reeleito em novembro do ano passado com 51,56% dos votos.

No último dia 23, a prefeita de Coremas (PB), Francisca das Chagas Andrade de Oliveira, a Chaguinha de Edilson (PDT), 62, morreu em João Pessoa, onde estava internada.

Chaguinha –que também estava em seu segundo mandato, já que tinha sido eleita pela primeira vez em 2016– tinha manifestado no último dia 2 o interesse de a cidade aderir a um consórcio público para comprar vacinas.

No dia 9, ela foi internada na capital e intubada. Seu quadro se agravou e ela morreu na manhã do dia 23. Neste domingo (4), haverá uma missa virtual pelos 67 anos de emancipação política de Coremas e em memória de Chaguinha.

Na posse, o novo prefeito da cidade paraibana, Irani Alexandrino (Republicanos), chorou ao discursar e disse que o momento estava sendo muito difícil para ele. ”Não tenho palavras suficientes para expressar a dor que estamos passando. Coremas está de luto e ainda chora a partida precoce, trágica, da doutora Chaguinha […] Para mim vai ser sempre a nossa prefeita. Era uma grande amiga, líder.”

O prefeito de Campanário (MG), Luiz Antônio Souza Campos (PSC), 65, morreu na madrugada do dia 20 de março no hospital Mater Dei, em Belo Horizonte. Em 18 de março, foi a vez de o prefeito licenciado de Vitória da Conquista (BA), Herzem Gusmão (MDB), 72, ter sido vítima do coronavírus. Ele morreu na noite daquele dia no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Gusmão estava internado desde 26 de dezembro e tomou posse virtualmente em 1º de janeiro.

Treze dias antes de morrer, o prefeito gravou um áudio para informar a população da cidade baiana que retornaria para a UTI. ”Quero dizer para minha terra que, por necessitar de mais oxigênio, a equipe médica indicou o meu retorno para tratamento na UTI”, disse na ocasião.

Ele estava iniciando seu segundo mandato, em quatro tentativas de chegar à prefeitura –disputou o cargo também em 2008 e 2012, antes de ser eleito pela primeira vez em 2016. Com a morte de Gusmão, sua vice, Sheila Lemos (DEM), assumiu a função.

A primeira das sete mortes de março foi a de Jorge Postal (MDB), 73, que governava São Jorge (RS) e morreu no último dia 14. O prefeito, que já tinha governado a cidade entre 2009 e 2012, teve diagnóstico de Covid-19 no fim de fevereiro e logo teve de ser internado. Após alguns dias no hospital São João Batista, em Nova Prata, onde foi intubado, foi transferido para a UTI do hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, no dia 7.

Outros três óbitos ocorreram ainda em janeiro. O primeiro prefeito a morrer dentro do atual mandato foi Marcelo Puppi (DEM), 61, de Campo Largo (PR), no dia 7 daquele mês. Ele estava internado desde 25 de novembro, dez dias após ter sido reeleito prefeito do município de 133 mil habitantes.

Apenas três dias após ter sido internado, Puppi foi transferido para a UTI, mas não conseguiu se recuperar e estava no hospital na data em que deveria iniciar um novo mandato. Em seu lugar, assumiu Maurício Rivabem (PSL). A situação foi a mesma enfrentada por Maguito Vilela (MDB), 71, de Goiânia, que não chegou a administrar a capital de Goiás.

Ele tomou posse no hospital, onde estava internado desde outubro devido a complicações decorrentes da Covid-19. Isso significa que ele não participou da reta final da sua campanha eleitoral, tampouco foi às urnas para votar nele próprio nos dois turnos da eleição goiana.

Vilela morreu na madrugada do dia 13 de janeiro no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Com isso, Rogério Cruz (Republicanos), 56, assumiu o governo na capital. Eleito com 100% dos votos -foi candidato único- para governar Ereré (CE), o professor Otoni Queiroz (PDT), 42, foi outro que não chegou a assumir o cargo. Internado ainda em dezembro, ele morreu em 20 de janeiro.

Em sua última postagem pública numa rede social, em 8 de dezembro, relatou quadro de dor de cabeça, febre e calafrio. A febre aumentou e ele passou a ter dor nos olhos, o que o fez ir para Fortaleza para passar por exames.

”Dentre os exames, fiz uma tomografia do tórax que apresentou ‘características de imagem comumente reportadas na pneumonia por Covid-19’, com envolvimento de 25-50% do parênquima pulmonar. Falta receber ainda o resultado do exame swab, mas mesmo assim o médico já confirmou que estou com o coronavírus.” *Bahia Notícias

Em 24 horas, Bahia registra mais 127 mortes por Covid-19 e 3.347 casos, diz boletim

/ Bahia

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 127 mortes por Covid-19 contabilizando 15.599 óbitos desde o inicio da pandemia.

Segundo boletim divulgado hoje (2) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), ainda foram registrados mais 3.347 casos da doença. Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizadas hoje.

Dos 811.808 casos confirmados desde o início da pandemia, 780.270 já são considerados recuperados, 15.939 encontram-se ativos. A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto para pacientes com coronavírus é de 83%.

Lista do auxílio emergencial 2021 é liberada pelo governo; veja se você está entre os contemplados

/ Economia

O governo federal liberou a lista de aprovados para a nova rodada do pagamento aos brasileiros que vão ter direito a receber o Auxílio Emergencial 2021.

A partir desta sexta-feira, o trabalhador pode saber se foi selecionado para o programa. Existem quatro formas de consulta: pelos sites do Ministério da Cidadania, da Caixa Econômica Federal e da Dataprev, ou pelo telefone 113.

Para consultar, o trabalhador precisa informar o CPF, nome completo, nome da mãe e a data de nascimento.

Pelo menos 45,6 milhões de pessoas devem receber o benefício – que vai ser concedido automaticamente ao trabalhador que já estava recebendo o auxílio em dezembro de 2020.

Para facilitar os pagamentos, a Caixa Econômica dividiu o cronograma em dois grupos: 1) beneficiários do Bolsa Família; e 2) trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico.

O novo auxílio será concedido em quatro parcelas, com quantias específicas conforme o perfil de quem recebe a contribuição. O valor médio dessa rodada é de R$ 250, mas pode variar de R$ 150 a R$ 375, a depender da composição de cada família.

O crédito estará disponível a partir da próxima terça-feira (6/4) para trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), e, no próximo dia 16, para beneficiários do Bolsa Família.

O auxílio será limitado a uma pessoa por família. O governo prevê o pagamento de quatro parcelas mensais de R$ 250.

Mulheres chefes de família monoparental, no entanto, terão direito a R$ 375, e indivíduos que moram sozinhos (ou seja, família unipessoal) receberão R$ 150.

Em 2020, o auxílio emergencial socorreu, diretamente, 68 milhões de cidadãos, totalizando gasto público sem precedentes, que atingiu montante superior a R$ 300 bilhões em pagamentos. Os beneficiados receberam ao menos cinco parcelas de, no mínimo, R$ 600.

Em setembro, o governo decidiu prorrogar o auxílio até dezembro, no valor de R$ 300, mas redefiniu as regras, e só 56% dos aprovados fora do Bolsa Família tiveram direito a receber quatro parcelas extras.

Técnico em equipamentos de radiologia morre na BR-116, no Ent. de Jaguaquara, após acidente

/ Trânsito

Automóvel bateu com carreta na BR-116. Foto: Blog Marcos Frahm

Um homem de 43 anos morreu vítima de um acidente de trânsito na noite desta quinta-feira (1), na BR-116, no trecho entre Entroncamento de Jaguaquara e Irajuba. Claudemi de Jesus da Hora seguia para Salvador quando teria tentado evitar uma colisão do seu caro com outro veículo e acabou batendo com uma carreta.

Conforme informações preliminares, Claudemi, que atuava como técnico de manutenção em equipamentos de radiologia hospitalar desenvolvia atividades do ramo em clínicas e hospitais da região de Jequié e retornava para a capital baiana no início da noite, a bordo de um carro Hyundai de cor branca. Na carreta, ninguém ficou ferido.

O corpo foi removido por volta das 22h, após a chegada de peritos do Instituto Médico Legal de Jequié. O acidente foi registrado pela Polícia Rodoviária Federal, que apura as causas da colisão. A suspeita é de que ele tenha tentado ultrapassagem, provocando o desastre. *Blog Marcos Frahm

Agência Nacional de Vigilância Sanitária recebe pedido de uso emergencial de remédios contra a Covid

/ Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu pedido de uso emergencial de um medicamento para pacientes com Covid-19 desenvolvido pela empresa Produtos Roche Químicos e Farmacêuticas. A agência reguladora avaliará a solicitação da autorização para o uso emergencial e temporário de medicamento no prazo de até 30 dias.

O tratamento é uma combinação dos medicamentos biológicos casirivimabe e imdevimabe.

Para fazer a avaliação, a Anvisa utilizará o relatório técnico emitido pela FDA — agência que regula medicamentos nos Estados Unidos — e os dados apresentados pelo laboratório em reunião de pré-submissão.

Mais de 400 médicos baianos assinam carta aberta contra negacionismo em defesa da vida

/ Saúde

Um total de 425 médicos assinaram uma carta. Foto: Reprodução

Um total de 425 médicas e médicos baianos assinaram uma carta aberta contra o negacionismo e em defesa da vida, diante da pandemia do coronavírus no Brasil. O texto critica a postura do Conselho Federal de Medicina (CFM) por seguir as posições contrárias à ciência do governo federal, como o apoio ao uso de medicamentos sem eficácia contra a doença, e defende a adoção de medidas rigorosas de enfrentamento à Covid-19.

”A Associação Médica Brasileira (AMB), e várias Sociedades de Especialidades têm assumido posição em defesa da vida e do cuidado à saúde com base na ciência. Têm reiterado que medicações como hidroxicloroquina/cloroquina, ivermectina, nitazoxanida, azitromicina e colchicina, entre outras drogas, não possuem eficácia científica comprovada de benefício no tratamento ou prevenção da Covid-19, propondo o banimento da utilização desses fármacos”, afirma a carta.

O texto repudia o negacionismo do governo federal e a postura do Conselho Federal de Medicina (CFM), que, classifica como ”de completo alinhamento com o governo federal, minimizando o problema, omitindo-se quanto ao banimento das medicações sem efetividade comprovada, criticando o lockdown, e enaltecendo a desastrosa atuação do Ministério da Saúde”.

Com base na ciência, os médicos baianos defendem no documento:

  • A adoção rigorosa de medidas que reduzam a transmissão da doença, como a proibição de aglomerações, o uso obrigatório de máscaras, e as restrições à circulação de pessoas, incluindo o lockdown;
  • A garantia do auxílio emergencial de R$ 600,00 para trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, e de créditos para que as pequenas e médias empresas mantenham empregos e salários, enquanto durar a pandemia;
  • A vacinação urgente e para todos, conduzida pelo SUS, obedecendo as prioridades definidas com base em critérios éticos e epidemiológicos;
  • O banimento do uso de medicações que não possuem eficácia científica comprovada no tratamento ou prevenção da COVID-19;
  • O apoio às iniciativas de governadores, parlamentares e prefeitos visando à ampliação da rede de assistência e vigilância à saúde, aquisição de vacinas e demais medidas de proteção à saúde da população;
  • O compromisso das entidades médicas com a saúde da população e com a medicina informada por evidências científicas.

Confira‌ ‌quem‌ ‌assinou‌ ‌a‌ ‌carta:‌ ‌

  1. Abidias Wan De Rey de Barros – CRM-BA 12223
  2. Acássia Maria Prisco Vilasboas de Oliveira – CRM-BA 5808
  3. Adalberto Augusto Alves – CRM-RJ 52-19696 0
  4. Adalgisa Maria Abreu Tanure – CRM-BA 8341
  5. Ademir Abreu Magalhaes – CRM-BA 6742
  6. Adson Roberto França Santos – CRM-BA 8450
  7. Alba de Fatima Rodrigues Lima – CRM-BA 12485
  8. Alberto Molteni – CRM-BA 13046
  9. Alexandre Magno da Rocha Passos Souza – CRM-BA 25693
  10. Alfredo Boa Sorte Junior – CRM-BA 7029
  11. Alice Setsuko Okumura – CRM-BA 7387
  12. Almiro Fraga Filho – CRM-BA 8232
  13. Altamira Andrade Pinheiro – CRM-BA 3462
  14. Amanda Benemérita Alves Vilela Torres – CRM-BA 19151
  15. Amanda Crispina Antas de Matos Cardoso – CRM-BA 34126
  16. Amarildo Souza Rocha Filho – CRM-BA 34789
  17. Amelia Bartolamei Ramos – CRM PR 20487
  18. Amélia Laura Carneiro de Lima – CRM-BA 5955
  19. Ana Beatriz Neves – CRM-BA 31651
  20. Ana Carolina Argolo de Souza Cruz – CRM-BA 33025
  21. Ana Clara Fonseca Santos – CRM BA 24779
  22. Ana Clara Pinto Reis de Rescala – CRM 6668
  23. Ana Cristina G. Siqueira CRM-BA 4221
  24. Ana Emília Oliveira de Andrade – CRM-BA 7795
  25. Ana Luiza Moura Fontes – CRM-BA 5419
  26. Ana Luiza Queiroz VilasBôas – CRM-BA 8300
  27. Ana Márcia Aragão de Oliveira – CRM-BA 10768
  28. Ana Maria Fernandes Pitta – CRM-BA 16229
  29. Ana Valéria Barretto de Almeida – CRM-BA 8785
  30. Ana Veronica Mascarenhas Batista – CRM-BA 8645
  31. André Luís Bastos Sousa – CRM-BA 21639
  32. André Luiz Barreto Cunha – CRM-BA 10071
  33. Andréa Vaz Castro CRM-BA 12645
  34. Andrés Castro Alonso Filho – CRM-BA 13838
  35. Angelina Xavier Acosta – CRM BA 14750
  36. Anna Paloma Martins Rocha Ribeiro CRM-BA 13292
  37. Anna Paula Brito de Andrade e Souza – CRM-BA 34128
  38. Antônio Carlos de Sales Nery – CRM-BA 3126
  39. Antonio Carlos Sansevero Martins – CRM-RR 665
  40. Antônio do Vale Filho – CRM-BA 4169
  41. Antonio Guilherme M. Guimarães – CRM-BA 12293
  42. Antonio Jorge Caldas Figueiredo – CRM-BA 5611
  43. Antônio José Fernandes Ivo Lemos – CRM-BA 9019
  44. Antonio José Santiago Lima – CRM-BA 8150
  45. Antonio Nery Filho – CRM-BA 2873
  46. Ariane Marxsen Chagas – CRM-BA 13101
  47. Arivan de Moraes Rodrigues – CRM-BA 9532
  48. Arlete Avelar Sampaio CRM-DF 2899
  49. Augusto Conceição – CRM-BA 5116
  50. Aurea Inez Muniz Meireles – CRM-BA 8903
  51. Aurelio Laborda – CRM-BA 3199
  52. Bernardo Assis Filho – CRM-BA 4080
  53. Bernardo Galväo Castro Filho – CRM-BA 10527
  54. Bernardo Júnior Peixinho Mira – CRM-BA 9515
  55. Bernardo Palmeira Guimaraes – CRM-BA 5429
  56. Betina Rodrigues Oliveira – CRM-BA 32642
  57. Bruna Jovane Amorim Landim. CRM-PE 26707
  58. Bruno de Amorim Badaró – CRM-BA 21652
  59. Cacilda Felix Santos – CRM-BA 2733
  60. Camilo José C de Souza – CRM   4575
  61. Cândida Maria Carvalho de Cerqueira – CRM-BA 5386
  62. Carla Calabrich Gomes – CRM-BA 34837
  63. Carlos Alberto Lopes de Araujo – CRM-BA 14145
  64. Carlos Tadeu da Silva Lima – CRM-BA 8724
  65. Carmen Fontes Teixeira – CRM BA 5616
  66. Carmen M. Silva – CRM-BA 4739
  67. Carmen Sande Cruz – CRM-BA 5686
  68. Caroline Lang Burak – CRM-BA 17753
  69. Cassia Regina Dourado Moitinho – CRM-BA 7805
  70. Catia Costa Ferreira – CRM-BA 5843
  71. Cecilia Souza Freire – CRM-BA 35077
  72. Celso Rubens Vieira e Silva – CRM-BA 16674
  73. Ceuci de Lima Xavier Nunes – CRM-BA 8876
  74. Cintia Regia Frota de Albuquerque – CRM-BA 24528
  75. Clara Aleida Prada Sanabria – CRM-BA 26774
  76. Clara Manuela Silva Sampaio – CRM-BA 35266
  77. Cláudio Firmino Dantas – CRM-BA 25110
  78. Cléa Garcia Cerdeira de Ataíde – CRM 10032
  79. Cléber Mendes Mota – CRM-TO 131
  80. Cleinice Xavier Barbosa – CRM-SP 80677
  81. Cristiane Sentelhas de Oliva – CRM BA 7700
  82. Dácio Macedo Rolemberg – CRM-BA 3634
  83. Daíse Malheiros Meira – CRM-MG 20783
  84. Dalva de Andrade Monteiro – CRM-BA 7552
  85. Damiana P. de Miranda – CRM-BA 13944
  86. Daniel Andrade Barreto de Sousa – CRM-BA 32864
  87. Daniel Bezerra Bonifácio – CRM-BA 28354
  88. Daniela Perlungieri Casanova – CRM-BA 13980
  89. Danton Wilson Figueiredo Ribeiro – CRM-BA 6509
  90. Déa Mascarenhas Cardozo – CRM-BA 2494
  91. Deisiane Nunes dos Santos – CRM-BA 33772
  92. Deivisson Freitas da Silva – CRM 29846
  93. Delsuc Evangelista Filho – CRM-BA 6236
  94. Denise Sampaio Martins – CRM-BA 9334
  95. Deoclides Cardoso Oliveira Junior – CRM-BA 6347
  96. Diane Nunes Lourenço Lima – CRM-BA 28510
  97. Dionísio dos Santos Silva Filho CRM-BA 11243
  98. Dolores Fernandez Fernandez – CRM-BA 6666
  99. Edene Lopes de Miranda – CRM-BA 8643
  100. Edilene Carvalho da Ressurreição Dias – CRM-BA 9561
  101. Edineide Carvalho da Ressurreição – CRM-BA 9129
  102. Edmilson Godofredo Silva – CRM-BA 3108
  103. Ednalva Carvalho Santiago – CRM-BA 7627
  104. Ednei César Amaral Chagas – CRM-BA 14083
  105. Edson Silva Marques Filho – CRM-BA 9577
  106. Eduarda Silva Rodrigues – CRM-BA 35417
  107. Eduardo Antonio Rolemberg G. de Santana e Araujo Costa – CRM-BA 36946
  108. Eduardo Freire Mello – CRM-BA 14994
  109. Eduardo José Andrade Lopes – CRM-BA 8152
  110. Eduardo José Farias Borges dos Reis – CRM-BA 10582
  111. Eduardo Ledo Alves Pereira – CRM-BA 8945
  112. Edvaldo Brito Gonçalves Pereira – CRM-BA 6687
  113. Elena Antunes de Vasconcelos – CRM-BA 34166
  114. Eliana Dias Matos – CRM-BA 4930
  115. Eliana Sampaio Lemos – CRM-BA 10874
  116. Eliane Cardoso de Araújo – CRM-SP 31630
  117. Eliane Cardoso Sales – CRM-BA 11198
  118. Elisa M. Villares Barral Villas Boas – CRM – BA 4607
  119. Elise Schaer Carvalho dos Santos. CRM-BA 8376
  120. Elizabete Cristina Band Debarba – CRM-BA 15123
  121. Elvira Barbosa Côrtes – CRM BA 3656
  122. Enádio da Costa Moraes Filho –  CRM 5902
  123. Estela Maria Ramos Nascimento – CRM-BA 5485
  124. Eugenia Ferraz Silva CRM- BA 6269
  125. Fabiola de Aguiar Nunes – CRM-BA 2526
  126. Fabricio Nery Marques – CRM-BA 21908
  127. Felipe Freire da Silva – CRM BA 28671
  128. Fernanda Grimaldi Fraga – CRM-BA 22746
  129. Fernando Corrêlo – CRM-BA 12165
  130. Fernando Donato Vasconcelos – CRM-BA
  131. Filipe Carvalho da Silva – CRM-BA 26885
  132. Flavia Cristiane da Silva – CRM-BA 34466
  133. Francisco Jorge Silva Magalhaes – CRM-BA 8166
  134. Francisco José Farias Borges dos Reis – CRM-BA 7573
  135. Francisco Paulo Cerqueira Mota – CRM-BA 17806
  136. Francisco Rafael Oliveira Tapioca – CRM-BA 6694
  137. Franklin Passos de Araújo Jr. – CRM-BA 10818
  138. Gabriel Lopes Martins – CRM-PB 13572
  139. Gabriela G. Castro Meira – CRM-BA 16426
  140. Gerluce Alves Pontes Da Silva – CRM-BA 6847
  141. Gessilane da Silva Cerqueira – CRM-BA 8511
  142. Gil Freire Barbosa – CRM-BA 5864
  143. Gildete Silva de Carvalho – CRM-BA 5002
  144. Glaucio Mosimann Júnior – CRM-BA 36809
  145. Greice Maria de Souza Menezes – CRM-BA 6788
  146. Haidê Maria Ferrari de Almeida – CRM-BA 4629
  147. Hêider Aurélio Pinto – CRM-BA 32016
  148. Helena Maria G. Pimentel dos Santos CRM 8930
  149. Hermila Tavares Vilar Guedes – CRM-BA 6740
  150. Ieda Maria Barbosa Aleluia – CRM-BA 9489
  151. Ilana Rodrigues Santos – CRM-BA 8213
  152. Ilana Seixas Ladeia – CRM-BA 8715
  153. Ilka Santana Maciel – CRM-BA 6093
  154. Ilza Maria Andrade Santos – CRM-BA 8167
  155. Ilza Maria Santos Queiroz – CRM-BA 4998
  156. Iordan Gurgel – CRM-BA 4076
  157. Iracema Bahia de Sena – CRM-BA 4671
  158. Ísis Poliane da Silva Magalhães – CRM-BA 21615
  159. Ítalo Antonio de Jesus Almeida Junior – CRM-BA 7837
  160. Italo Jose Dantas de Andrade – CRM-BA 18859
  161. Ivana Coutinho Fernandes – CRM-BA 13158
  162. Ivana Lucia de Oliveira Nascimento – CRM-BA 10845
  163. Ivete Maria Santos – CRM-BA 9934
  164. Iwana Souto Almeida Darzé – CRM-BA 8284
  165. Jackline Pereira Leto – CRM-BA 13377
  166. Jackson Marcony Cordeiro dos Santos – CRM-BA 9904
  167. Jairnilson Silva Paim – CRM-BA 3638
  168. Jairo Brandão Freitas – CRM-BA 7139
  169. Jairo Martinez Zapata CRM-DF 2020
  170. Janaina Silveira Kroger – CRM-BA 30819
  171. Jaqueline Vieira Menezes – CRM-BA 24157
  172. Jeovana Ferreira Brandão – CRM-BA 12091
  173. Jisomar Ferreira de Aquino – CRM-BA 14570
  174. Joanice Barreto Macedo – CRM-BA 8212
  175. João Alberto Batista Medina – CRM-BA 8263
  176. João André Santos de Oliveira – CRM BA 19860
  177. João Machado Neto – CRM-BA 8700
  178. João Moises Oliveira – CRM-BA 2235
  179. Jorge Alberto de Rescala – CRM-BA 6589
  180. Jorge Carvalho Guedes – CREMEB 6741
  181. José Alberto Martins da Matta – CRM-BA 3530
  182. José Leonam Silva Batista CRM-BA 22499
  183. José Magalhães Filho – CRM 9454
  184. José Raimundo Mota de Jesus – CRM-BA 5449
  185. José Santos Souza Santana – CRM-BA 19651
  186. José Siqueira – CRM-BA 3646
  187. José Venâncio Bomfim Andrade CRM-BA 34507
  188. Josefa Graciene Silveira Santos – CRM-DF – 10592
  189. Josefa Maria Melo Graça – CRM-BA 7267
  190. Josianne Souza Guimarães – CRM BA 8756
  191. Josilene Falcão de Almeida – CRM-BA 7021
  192. Juarez Pereira Dias – CRM-BA 4582
  193. Juliana Silveira de Freitas – CRM-SP 179064
  194. Julieta Maria Cardoso Palmeira – CRM-BA 5925
  195. Julieta Silvany Rodrigues Lima – CRM-BA 10077
  196. Júlio Cézar Miranda Sampaio CRM-BA 13593
  197. Julyana Maria Lopes Quintino CRM-BA 24529
  198. Jussamara Brito Santos – CRM-BA 10529
  199. Kamila Rustamovna Saatova CRM-BA 32609
  200. Katia Madero – CRM-BA 3887
  201. Kezia Anselmo Freitas de Brito CRM-BA 13891
  202. Leandro Dominguez Barretto –  CRM-BA 14170
  203. Ledívia S. Nogueira Espinheira – CRM-BA 8844
  204. Leila Lima Mello – CRM-BA 9843
  205. Leonardo Matos Peixoto – CRM-BA 34132
  206. Leonardo Meira de Faria – CRM-MG 43059
  207. Leonel Ribeiro Junior – CRM-BA 9016
  208. Letícia Bulhões Guimarães – CRM-BA 16631
  209. Leticia Coelho da Costa Nobre – CRM-BA 10243
  210. Letícia Silva de Matos Sobrinho CRM-BA 13585
  211. Lídia Antônia M de Menezes – CRM-BA 10216
  212. Ligia Gabrielli Fernandes CRM-BA 6698
  213. Lígia Maria Vieira da Silva – CRM-BA 4932
  214. Lilia Maria Alves das Neves – CRM-BA 9178
  215. Lilia Portela da Silva CRM-RJ 52 42407- 2
  216. Lilian Grace Monteiro CRM-MG 17812
  217. Lísia Marcílio Rabelo – CRM-BA 10732
  218. Lorena Cardoso de Arary Muricy – CRM-BA 8337
  219. Lorena de Oliveira Meyer Nascimento – CRM-BA 26015
  220. Lorena do Rosario Gomes – CRM-BA 33710
  221. Lorene Louise Silva Pinto – CRM-BA 7106
  222. Lua Sá Dutra – CRM-BA 22310
  223. Luan Franco Carvalho dos Santos – CRM-BA 33708
  224. Luana Andrade Santos de Jesus – CRM-BA 14643
  225. Luanda Flores da Costa – CRM-BA 13.979
  226. Luanna Emanuelle Gama – CRM-BA 21662
  227. Lucas de A. Rabello Leite – CRM-BA 13.383
  228. Lucas de Andrade Pedreira – CRM BA 34074
  229. Lucas Nonato Nunes – CRM-BA 21215
  230. Lucas Santos Argolo CRMBA- 22751
  231. Lucia Hunold Lara – CRM-BA 34338
  232. Lúcia Maria Almeida de Santana CRM-BA 2423
  233. Luciana Brito Araujo – CRM-BA 14462
  234. Luciana Mares de Freitas – CRM-MG 26157
  235. Luciano José Pontes Pinto – CRM -BA 5909
  236. Luis Carlos Dantas de Almeida – CRM-BA 8348
  237. Luis Eugenio Portela F. de Souza – CRM-BA 8278
  238. Luís Fernando Fernandes Adan – CRM-BA 8427
  239. Luiz Alberto Cravo Pinto de Queiroz – CRM-BA 9566
  240. Luiz Alberto Tavares – CRM-BA 6729
  241. Luiz Américo Pereira Câmara – CRM-BA 15195
  242. Luiz Carlos Carneiro Bastos Filho – CRM-BA 33951
  243. Luiza Helena Coutinho Ribeiro CRM-BA 27679
  244. Maleta Costa Hita – CRM-BA 34562
  245. Manuela Lyrio Ximenes – CRM: 34308
  246. Marcela de Almeida Lopes – CRM-BA 29254
  247. Marcela Fernanda Vieira de Rezende CRM-BA 27152
  248. Marcelo Frederico Augusto dos Santos Veras – CRM-BA 8081
  249. Márcia Conrado – CRM-BA 10516
  250. Márcia de Castro Neves – CRM-BA 9276
  251. Márcia Maria Pedreira da Silveira CRM-BA 8685
  252. Marcia Sampaio de Carvalho – CRM-BA 9514
  253. Marcia Silveira Costa Hita – CRM-BA 9186
  254. Marco Antônio Guarino Tanure – CRM-MG 20823
  255. Marco Antonio Pacheco – CRM-BA 6949
  256. Marco Antônio Vasconcelos Rêgo – CRM-BA 8136
  257. Marcos Aurélio Costa Luna – CRM-BA 6451
  258. Marcus Vinicius do Carmo CRM-BA 12905
  259. Maria Adelaide Vieira – CRM-SE 707
  260. Maria Antônia da Costa Lima Campos Sousa – CRM-BA 8138
  261. Maria Auxiliadora C. Penalva CRM 5643
  262. Maria Cecília Paes Pinho – CRM-BA 7820
  263. Maria Célia Pacheco Negrão – CRM-BA 6499
  264. Maria da Conceição Nascimento Costa – CRM-BA 3595
  265. Maria da Glória Lima Cruz Teixeira CRM-BA 3658
  266. Maria Da Graça Caires de Brito – CRM-BA 4470
  267. Maria da Penha Tavares Leite Leal – CRM-BA 6710
  268. Maria das Graças Bonfim Fraga Lima – CRM-BA 7746
  269. Maria de Fátima Oliveira – CRM 5895
  270. Maria de Lourdes Freitas Fontes – CRM-BA 3765
  271. Maria de Lourdes Lima de Souza e Silva – CRM-BA 9079
  272. Maria de Lourdes Ribeiro e Silva – CRM
  273. Maria do Carmo Leal – CRM/RJ 5224177-6
  274. Maria do Carmo Ribeiro e Ribeiro – CRM-BA  8216
  275. Maria do Socorro Fontoura – CRM-BA 5160
  276. Maria do Socorro Vieira da Silva Ribeiro – CRM BA 4253
  277. Maria Doralice de Sousa – CRM-BA 7610
  278. Maria Elvira Costa Souza – CRM-BA 6750
  279. Maria Engrácia de Carvalho Chaves – CRM-BA 6787
  280. Maria Ermecilia Melo – CRM-BA 6732
  281. Maria Etiene Pinto de Oliveira – CRM-BA 6736
  282. Maria Eunice Xavier Kalil – CRM-BA 4615
  283. Maria Fernanda Grassi – CRM-BA 9894
  284. Maria Guadalupe Medina – CRM 7450
  285. Maria Ilma Andrade Santos Araujo – CRM-BA 9378
  286. Maria Inês Costa Dourado – CRM-BA 6751
  287. Maria Ivete Castro Boulos – CRM-SP 23510
  288. Maria Ivonilda Piñeiro González – CRM-BA 7630
  289. Maria José Araújo – CRM-BA 22032
  290. Maria Letícia Pereira da Silva CRM-MG 28852
  291. Maria Ligia Rangel Santos – CRM-BA 9811
  292. Maria Lucia de Souza Fernandes – CRM-BA 7989
  293. Maria Lúcia Lima de Souza – CRM-BA 7447
  294. Maria Lúcia Ribeiro Rocha – CRM-BA 8142
  295. Maria Luiza Gomes Jenkins – CRM-BA 34431
  296. Maria Luiza Gonzaga de Menezes – CRM-BA 8001
  297. Maria Machado – CRM-BA 2884
  298. Maria Manuela Alves de Paiva Medina – CRM-BA 7754
  299. Maria Nazareth Ramos Silva – CRM-RJ 5235146-0
  300. Maria Olivia Fernandes da Cunha – CRM-BA 7896
  301. Maria Raymunda Saraiva Gonçalves da Silva – CRM-BA 5845
  302. Maria Silvia Mascarenhas Magalhães – CRM-BA5049
  303. Maria Solange N Vieira Lima CRM-BA 3127
  304. Maria Tereza Araújo de Lorenzo Barcia – CRM 9924
  305. Maria Vaneide Anjos Blanco – CRM-SP 28785
  306. Mariana Bittencourt Trindade – CRM-BA 22872
  307. Mariana Carvalho Gouveia – CRM-BA 6733
  308. Mariana Conrado Eloy Vieira – CRM-BA 16493
  309. Mariana Machado Aragão – CRM-BA 25705
  310. Marilena Pereira Nunes de Souza – CRM-BA 7391
  311. Marília Bahiense Oliveira – CRM-BA 9062
  312. Marília Dourado Santos Loula – CRM-BA 32283
  313. Marina da Rocha Lordelo – CRM-BA 22545
  314. Maristela Rodrigues Sestelo – CRM-BA 8680
  315. Mariuche de Castro Santos Silva – CRM-BA 9062
  316. Marli dos Santos Gally – CRM-BA 8151
  317. Marlon Oliveira Mascarenhas – CRM-BA 24633
  318. Marta Teixeira Rocha – CRM-BA 25987
  319. Martinho Fernandes Ivo Lemos – CRM-BA 10790
  320. Mateus Santana do Rosario – CRM BA 21915
  321. Maurício Lima Barreto – CRM 4769
  322. Miguel Andino Depallens – CRM-BA 26111
  323. Mila Paixão Sallenave CRM-BA 18809
  324. Milena Pereira Pondé – CRM-BA 11679
  325. Mônica Angelim Gomes de Lima – CRM-BA 8744
  326. Mônica Rebouças Nery – CRM-BA 6716
  327. Monique Magnavita Borba da Fonseca Cerqueira. CRM-BA 20851
  328. Mylena Caroso Melhem – CRM-BA 24942
  329. Nadia de Andrade Khouri – CRM-BA 7601
  330. Nailton de Paula Santos – CRM-BA 10459
  331. Nana de Carvalho Guimaraes – CRM-BA 28.208
  332. Naomar Monteiro de Almeida Filho
  333. Natália Mendes Netto CRM-BA 27416
  334. Ney Boa Sorte – CRM-BA 13075
  335. Norma Suely Souto Souza – CRM-BA 9627
  336. Omar Ismail Santos Pereira Darzé – CRM-BA 7417
  337. Oriana Maria Mattos e Silva Brandão CRM 9634
  338. Osvaldo Aurelio Santana – CRM-BA 6727
  339. Patricia Sampaio Tavares Veras – CRM-BA 7816
  340. Paulo de Tarso Monteiro Abrahão – CRM-BA 15057
  341. Paulo Eduardo Truglio Alvarenga – CRM-SP 46553
  342. Paulo Gilvane Lopes Pena – CRM-BA 6397
  343. Paulo José Bastos Barbosa – CRM-BA 8677
  344. Paulo Maciel Fernandes Filho CRM BA 6703
  345. Paulo Raymundo de Oliveira Villas Boas – CRM-BA  4593
  346. Paulo Raymundo Santana Santos – CRM-BA 5875
  347. Paulo S. Freire Dias – CRM-BA 6752
  348. Paulo Sérgio de Andrade Conceição – CRM-BA 10640
  349. Pedro Marcelo Britto – CRM-BA 36106
  350. Poliana Brito Barbosa – CRM BA 16599
  351. Rafael Campos Hermida – CRM-BA 22749
  352. Rafael Luiz Oliveira Damazio – CRM-BA 24209
  353. Rafaela Cordeiro Freire – CRM-BA 19496
  354. Raimundo Machado dos Santos Júnior – CRM-BA 9200
  355. Raimundo Souza Costa – CRM-BA 2310
  356. Ranna Isle Costa Carneiro – CRM-BA 36395
  357. Raul Vieira Rocha – CRM-BA 5430
  358. Regina Fátima de Almeida Ribeiro – CRM-BA 6423
  359. Reinaldo Santos – CRM-BA 5497
  360. Renan Oliveira de Araújo – CRM-BA 7557
  361. Renata Peixoto Barbosa – CRM-BA 32260
  362. Renato Penha de Oliveira Santos – CRM-BA 35220
  363. Renato Pires Freitas – CRM-BA 5631
  364. Rita de Cássia Franco Rêgo – CRM-BA 9279
  365. Rita de Cássia Monteiro de Carvalho – CRM-BA 6605
  366. Rita de Cássia Pereira Fernandes – CRM-BA 9255
  367. Robério Lessa Lima – CRM-BA 6822
  368. Robert Eduard Schaer – CRM-BA 7243
  369. Roberto de Almeida Dultra – CRM-BA 6818
  370. Roberto José Meyer Nascimento – CRM-BA 16090
  371. Rodrigo Maciel de Oliveira – CRM-BA 32671
  372. Rogério Cássio Leal Rodrigues – CRM-BA 12164
  373. Ronaldo Ribeiro Jacobina – CRM-BA 5615
  374. Rosa Castália França RIbeiro Soares – CRM-BA 8739
  375. Rosana Aquino Guimarães Pereira – CRM-BA 7824
  376. Rosana M. Lantyer Oliveira – CRM-BA 8414
  377. Rosângela Solano Paiva – CRM-BA 7366
  378. Rosella de Oliveira Santos – CRM-BA 9332
  379. Rutiene Maria Giffoni Rocha de Mesquita – CRM-RR 638
  380. Ruy Guilherme Silveira de Souza – CRM-RR 305
  381. Sady Manoel Theodoro Ribeiro – CRM-SP 21686
  382. Sandra Renata Noronha Marques CRM-BA 9699
  383. Selma Sousa Matos – CRM-BA 10204
  384. Sheilla Campos de Carvalho – CRM-BA 13258
  385. Silvana de Sá Andrade Antero – CRM-BA 7924
  386. Silvia Maria de Queiroz Brandão – CRM-BA 6609
  387. Silvio Roberto Medina Lopes – CRM-BA 15659
  388. Simone Ganem Assmar Santos – CRM-BA 4003
  389. Sonia Maria Neves da França – CRM-AM 3686
  390. Sônia Maria Portugal Vilas Boas – CRM-BA  9075
  391. Sônia Paixão Sallenave CRM-BA – CRM-BA 7392
  392. Stela Maris Seixas Martins – CRM-RR 664
  393. Sueli Abensur Athanazio – CRM 4273- 93
  394. Suely Oliveira Ribeiro – CRM-BA 6931
  395. Tales Soares Pagliarini – CRM BA 34131
  396. Talita Barreto Macedo – CRM-BA 24568
  397. Talvã Araripe Cavalcante – CRM-BA 7425
  398. Tamiles Teixeira Barroso Oliveira – CRM-BA 31453
  399. Tamires Ladeia Moreira – CRM-BA 30414
  400. Tânia Amália Passos CRM-SP 85058
  401. Tatiana Bathomarco – CRM-BA 8315
  402. Tatiane Martins de Cerqueira e Silva Araujo – CRM-BA 24537
  403. Tayrine da Silva Gonçalves – CRM-BA 24565
  404. Telma Carneiro Cardoso – CRM 13667
  405. Telma Maria de Oliveira – CRM-BA 5582
  406. Thaila Guimarães de Oliveira – CRM-BA 24518
  407. Thereza Christina Bahia Coelho – CRM-BA 7704
  408. Thiago Carvalho Milet – CRM-BA- 20762
  409. Thiara Guimarães de Oliveira – CRM-BA 24632
  410. Túlio César Azevedo Alves. CRM-BA 9993
  411. Vagner Oliveira Bomfim – CRM-BA 7419
  412. Valma Lopes Nascimento – CRM-BA 4654
  413. Vanessa Adeodato Garrido – CRM-BA 24005
  414. Vanessa Oliveira Gomes – CRM-RJ 5277064 7
  415. Vania Gondim Pires – CRM BA 11890
  416. Vera Lúcia Pires de Carvalho – CRM-BA 7568
  417. Victor Luiz Correia Nunes – CRM-BA 14009
  418. Victor Rocha Santana – CRM BA 21517
  419. Vilma Sousa Santana – CRM-BA 4017
  420. Viviane Borges Ferreira – CRM BA 14399
  421. Washington Luís C. dos Santos – CRM-BA 6897
  422. Washington Luiz Abreu de Jesus – CRM-BA 14056
  423. Yanna Kendally Oliveira Santos – CRM-BA 29305
  424. Yara C. M. Napoleão Silva – CRM-MG -7247
  425. Zenaide Calazans Oliveira – CRM-BA 6516 Leia mais

Ministério da Saúde entregou menos de 50% das vacinas prometidas para março

/ Brasil

MS distribuiu 20.321.310 doses aos estados. Foto: Tony Winston

O Ministério da Saúde enviou para os estados e municípios menos da metade das doses de vacina contra a Covid-19 que havia prometido para março, que foi o mês mais letal da pandemia do coronavírus no Brasil, com mais de 66 mil mortes. 

Segundo dados do portal Localiza SUS, o MS distribuiu 20.321.310 doses aos estados, quando havia prometido 46.033.200 doses para o mês, em anúncio feito pelo ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello no dia 17 de fevereiro.

No entanto, logo depois, o ex-ministro reduziu a expectativa de distribuição para 28 milhões de doses, que também não foi alcançada.

De acordo com o portal IG, uma nova frustração na distribuição deve ocorrer em abril, que conta com uma estimativa oficial de 47,3 milhões de doses, mas o novo ministro, Marcelo Queiroga, já estimou que devem ser recebidas apenas 25,5 milhões, sem detalhar os motivos.

Após Bahia alcançar 1º lugar entre estados que mais vacinaram, Rui agradece prefeitos e profissionais

/ Bahia

”Meu agradecimento a todos”, disse Rui Costa. Foto: Mateus Pereira

O governador Rui Costa (PT) exaltou, em uma publicação feita nas redes sociais nesta quinta-feira (1º), a Bahia ter alcançado o primeiro lugar entre os estados com mais pessoas vacinadas contra a Covid-19 no país.

”Meu agradecimento a todos os prefeitos e prefeitas da Bahia. Meu agradecimento a todos os profissionais da saúde e de apoio, que trabalharam exaustivamente para a Bahia conquistar o primeiro lugar em vacinação no Brasil”, escreveu.

Governo do Estado e prefeituras definem alterações para medidas restritivas na Bahia

/ Bahia

Após reunião do governador Rui Costa com os gestores municipais, na tarde desta quinta-feira (1º), o Governo do Estado e prefeituras fizeram mudanças nas restrições vigentes. As medidas serão publicadas na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (2). Um das novidades é a redução do toque de recolher, que passa a valer das 20h às 5h, em todo o estado, no período de 5 a 12 de abril.

Os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar as atividades com até 30 minutos de antecedência do início da restrição de circulação de pessoas, que é das 20h às 5h, para garantir o deslocamento dos funcionários e colaboradores às suas residências.

Os estabelecimentos comerciais que funcionem como restaurantes, bares e congêneres deverão encerrar o atendimento presencial às 18h, permitidos os serviços de entrega em domicílio (delivery) de alimentação até as 24h.

A circulação dos meios de transporte metropolitanos deverá ser suspensa das 20h30 às 5h, no período de 5 de abril até 12 de abril.

Fica proibida, em todo o território da Bahia, a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), das 18h de 9 de abril até as 5h de 12 de abril.

Também segue proibida, em todo o estado, a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras do dia 5 de abril até 12 de abril, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações.

Fica autorizado, em todo o território baiano, o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, de 5 de abril até 12 de abril, desde que limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade do local, observados os protocolos sanitários estabelecidos.

Ficam suspensos eventos e atividades, em toda a Bahia, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como: eventos desportivos coletivos e amadores, cerimônias de casamento, eventos recreativos em logradouros públicos ou privados, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas coletivas em academias de dança e ginástica, durante o período de 5 de abril até 12 de abril.

Os atos religiosos litúrgicos poderão ocorrer, desde que, cumulativamente, sejam atendidos os seguintes requisitos: respeito aos protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras; instalações físicas amplas, que permitam ventilação natural cruzada; limitação da ocupação ao máximo de 30% da capacidade do local.

Os meios de transporte metropolitanos aquaviários obedecerão às normas editadas pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). A circulação dos ferry boats deverá ser suspensa das 20h30 às 5h, no período de 5 de abril a 9 de abril. Fica proibido o funcionamento nos dias 10 e 11 de abril.

A circulação das lanchinhas deverá ser suspensa das 20h30 às 5h, de 5 de abril a 12 de abril, e limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade da embarcação no período de 10 e 11 de abril.

Ficam autorizados, durante os períodos de restrição previstos no decreto, os serviços necessários ao funcionamento de toda e qualquer atividade industrial, do setor eletroenergético, das centrais de telecomunicações (call centers) que operem em regime de 24h e dos Centros de Distribuição e o deslocamento dos seus trabalhadores.

Handebol brasileiro conhece adversários na fase de grupos da Olimpíada de Tóquio

/ Esporte

Jogos ocorrerão entre 24 de julho e 8 de agosto. Foto: Abelardo Mendes

As seleções brasileiras masculina e feminina de handebol conheceram nesta quinta-feira (1) os adversários na fase de grupos dos respectivos torneios na Olimpíada de Tóquio (Japão). As partidas serão realizadas no Yoyogi National Gymnasium, na capital japonesa, entre 24 de julho e 8 de agosto.

Entre as mulheres, o Brasil caiu no Grupo B e terá pela frente rivais como França (campeã mundial em 2017), Espanha (vice do mundo há dois anos) e Rússia, atual campeã olímpica, que competirá sob bandeira neutra e o nome Comitê Olímpico Russo. Suécia e Hungria também integram a chave. As brasileiras obtiveram a vaga em Tóquio graças à sexta medalha de ouro seguida em Jogos Pan-Americanos, obtida em Lima (Peru), em 2019.

A seleção masculina, qualificada com o segundo lugar no pré-olímpico de Montenegro, medirá forças com a arquirrival Argentina no Grupo A. A Espanha, atual campeã europeia, e a Alemanha, adversárias do Brasil no Mundial deste ano, no Egito, estão novamente no caminho, assim como a França, algoz nos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016. A Noruega completa o grupo.

A melhor campanha olímpica de ambas as seleções foi atingida na Rio 2016. A equipe masculina caiu nas quartas de final para os franceses e terminou a competição em sétimo. O time feminino, campeão mundial em 2013, foi eliminado na mesma fase pelos Países Baixos, finalizando a disputa em quinto, uma posição à frente do feito em Londres (Reino Unido), quatro anos antes. Da Agência Brasil

Boletim da Covid em Jequié informa morte de mulher de 55 anos, com histórico de comorbidades

/ Jequié

Jequié registrou mais 21 novos casos. Foto: Blog Marcos Frahm

O óbito de uma mulher, de 55 anos, residente no Mandacaru, com histórico de Doença Cardiovascular Crônica e Diabetes Melittus, ocorrido em 26/03 e que estava internada no Hospital São Vicente, foi atualizado pela Secretaria Municipal de Saúde, nesta quinta-feira (1º), no Boletim Epidemiológico da Covid-19, de Jequié.

Foram registrados mais 21 novos casos, nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 13.157 pessoas confirmadas com a doença, até agora.

Ainda de acordo com o boletim, 12.395 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença. Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto está em 93%.

Destes, 13 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 14 leitos ocupados por pessoas de outros municípios. Até o presente momento 21.586 pessoas foram vacinadas em Jequié.

Ainda liderando em óbitos por Covid-19 no Vale do Jiquiriçá, Maracás chegou a 44 mortes, diz boletim

Maracás é a cidade com mais mortes no Vale. Foto: BMFrahm

O número de casos do coronavírus não parou de crescer no Vale do Jiquiriçá. A doença segue infectando e, agora, já são 16 mil pessoas que testaram positivo em toda a região.

Deste total, 15.292 pacientes estão recuperados e 471 ativos, conforme apurou o Blog Marcos Frahm junto ao último boletim emitido pelo Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá.

O número de óbitos é de 241, distribuídos entre 19 dos 20 municípios do território e Maracás é a cidade com o maior número de mortes, 44 no total, seguida de Jaguaquara, com o registro de 37 mortes provocadas pela doença. Cravolândia é a única cidade sem óbito.

Com sistema de saúde saturado, 44% dos municípios estão na iminência de faltar kits intubação

/ Saúde

Um levantamento feito com prefeituras de todas as regiões do país aponta que 44,7% das cidades apontaram que enfrentam ”risco iminente do hospital da sua região” ficar sem medicamentos do kit intubação ainda nesta semana. A informação foi divulgada pelo portal Uol.

A coleta dos dados foi feita pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e realizada entre os dias 29 a 31 de março. Dos 5.568 municípios, 2.553 responderam ao questionário —ou 45,9% do total. Foi a segunda pesquisa feita pela entidade sobre a situação das cidades nessa fase crítica da pandemia.

Os kits intubação são aqueles remédios (como anestésicos e relaxantes musculares) e insumos necessários para manter um paciente em ventilação mecânica. O alerta sobre a falta desses produtos foi feito por secretários de todo o país em março.