Deputados assumem cargos após eleição de Zé Cocá em Jequié e Jânio Natal em Porto Seguro

/ Política

As eleições municipais de 2020 – finalizadas em novembro – reconfiguram as cadeiras da Assembleia Legislativa a partir de janeiro de 2021. Dos dez deputados estaduais que postularam cargo majoritário em cidades baianas, dois deles tiveram êxito nas urnas e, por conseguinte, suas vagas serão preenchidas pela suplência na coligação que disputou votos em 2018. São eles Zé Cocá (PP), que venceu a disputa em Jequié, e Jânio Natal (PL), que será mais uma vez prefeito de Porto Seguro, onde governou de 2005 a 2008.

Assumem uma cadeira no Legislativo baiano Bira Corôa (PT) e Pastor Ubaldino (PSD), da coligação que reuniu os seguintes partidos no último pleito: PT / PMB / PSD / PR / PDT / PODE / PRP / PP / PSB / Avante. Corôa obteve 43.743 votos e Ubaldino, 42.721. Ambos já exerceram três mandatos na Casa, com atuação destacada nas três últimas legislaturas: 16ª (2007-2011), 17ª (2011-2015) e 18ª (2015-2019).

Excetuando Fabíola Mansur (PSB), que foi candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada pelo PT na capital baiana, os outros parlamentares concorreram a prefeito: Hilton Coelho (Psol) e Olívia Santana (PC do B) disputaram a Prefeitura de Salvador; Eduardo Alencar (PSD), Simões Filho; José de Arimateia (Republicanos), Feira de Santana; Mirela Macedo (PSD), Lauro de Freitas; Osni Cardoso (PT), Serrinha; e Zé Raimundo (PT), Vitória da Conquista.

Segundo estatística divulgada pelo TSE, a Bahia tem 10.893.320 eleitores aptos. Pouco mais de 800 mil eleitores – a maioria de cidades que finalizaram a revisão após as eleições 2018 – não realizaram a revisão biométrica com a Justiça Eleitoral. Porém, puderam votar normalmente, já que houve a suspensão dos efeitos do cancelamento, por conta da pandemia do coronavírus.

Eleições em Jequié

Em Jequié, o progressista Zé Cocá, 44 anos, foi eleito com 38,29%, totalizando 30.301 votos. Ex-prefeito de Lafaiete Coutinho por dois mandatos (2009-2012 e 2013-2016), o deputado reuniu uma composição com PP / PT / PSDB / Podemos / DEM / PV, que conquistou a preferência na disputa que envolveu mais cinco candidatos. Segundo o TSE, o colégio de 112.141 eleitores teve um comparecimento de 88.678 votantes (81,45%); não foram às urnas 20.197 eleitores (18,55%). A apuração registrou 89,24% de votos válidos, 2,78% de votos em branco e 7,98% de nulos. A campanha de Cocá recebeu do Fundo Partidário R$ 275,2 mil (R$ 163,2 mil do PP e R$ 112 mil do DEM), além de doações de pessoas físicas que totalizaram R$ 10 mil.

O pepista se despediu do Legislativo estadual durante sessão virtual extraordinária ocorrida no dia 28 de dezembro, quando recebeu o apoio de diversos colegas da ALBA. ”Tive o prazer de construir muitos amigos. Saio dessa Casa maior do que entrei. Foi uma das grandes experiências de vida que eu tive. Tenho o orgulho de dizer que onde fui, fiz minha parte: nas comissões, no plenário. Volto para Jequié com a sensação de dever cumprido nessa Casa”, afirmou. Ainda em seu discurso, dirigiu agradecimentos aos deputados pela acolhida no Parlamento, bem como a sua equipe do gabinete. ”Agradeço principalmente a todo o povo da Bahia, em especial aos quase 60 mil eleitores que depositaram o voto de confiança em mim”, disse.

Prefeito de Lagedo toma posse de chapéu de couro e diz que uso do acessório é resposta a adversários

/ Política

Marquinhos foi empossado prefeito e Flávio vice. Foto: Divulgação

O novo prefeito de Lagedo do Tabocal, Marquinhos Sena do PP, de 39 anos, tomou posse para o cargo na última sexta-feira (1º), em cerimônia realizada na Câmara de Vereadores e chegou para o ato fazendo uso de um chapéu de couro.

Questionado pelo Blog Marcos Frahm sobre o uso inusitado do acessório em uma Casa Legislativa o prefeito recém empossado justificou afirmando que seria uma resposta aos adversários, que durante o período eleitoral diziam que, ele, então candidato, era um vaqueiro e que só sabia cuidar de gado e não poderia ser gestor. ”Isso é uma resposta a uma crítica de que vaqueiro só sabia cuidar de gado. Não é uma forma de negar que cuidei de gado, mas de mostrar que isso não me envergonharia e não é por ter sido vaqueiro que eu não sei cuidar de gente”, explicou Marquinhos, que já exerceu cargo de vereador em Lagedo, tendo sido inclusive presidente da Câmara.

No Município com 6.480 eleitores aptos a votar no último pleito, Marquinhos foi eleito com 52,33% dos votos. Foram 2.505 votos no total. Ele derrotou o ex-secretário da ex-prefeita Mariane Fagundes (PSD), Dedê Capos (PSD), que ficou em segundo lugar com 24,59% dos votos e o ex-prefeito Adalício Almeida (PSB), que uniu-se ao então presidente da Câmara para formar chapa e obteve 23,08% dos votos. O vice-prefeito eleito e empossado com Marquinhos é Flávio Dias, também do PP, de 42 anos.

Itiruçu: Prefeita nomeia ex-adversário Paulinho para o cargo de secretário e mantém parentes nas secretarias

/ Política

Lorena faz pouca alteração no secretariado. Foto: Blog Marcos Frahm

Empossada para o segundo mandato na Prefeitura de Itiruçu, a prefeita Lorena Di Gregório (PSD) não promoveu grandes mudanças no quadro de secretários municipais. Segundo o Blog Itiruçu Online, Lorena manteve a grande maioria dos membros do alto escalão, inclusive pessoas com laços sanguíneos com ela, conforme informou o portal local.

A tia da prefeita, Loredana Di Gregório, continua na Secretaria de Finanças, e o cunhado, Antônio Leal Rodrigues da Silva Júnior permanece na Secretaria de Serviços Gerais. Na Secretaria de Assistência Social foi nomeada Rita de Cássia Conceição de Moura, que responde também pela pasta da Administração.

Na Saúde, foi mantida Ida Ribeiro Di Girolamo Umburanas e Ana Paula Santos Oliveira vai continuar a comandar a pasta da Educação, além de Alexandre Maimone mantido na Secretaria de Obras, Ubiratan Silva na Secretaria de Transporte, Robson Mauro, que fica na chefia de Gabinete e Ederval Jorge foi nomeado para o cargo de Procurador.

 A novidade fica por conta do ingresso do ex-vereador e crítico da gestão de Lorena no mandato anterior, Paulo Ézio, que não disputou à reeleição na Câmara e assume a Secretaria de Agricultura de Itiruçu. Paulinho é considerado político habilidoso e já ocupou cargos à época em que os adversários de Lorena, os ex-prefeitos Wagner Novaes e Ailton Cezarino exerceram mandatos de chefe do Executivo e também foi vice-prefeito de 2008 a 2012, quando Carlinhos do PT governou o Município.

Anvisa quer mais dados para autorizar uso de vacina contra Covid-19 produzida na Índia

/ Saúde

Em nova reunião com representantes da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforçou hoje (4) o pedido de mais informações para liberar a autorização emergencial do uso das doses da vacina contra a covid-19 que serão importadas do Serum Institute of India, que produz o imunizante da Oxford eAstraZeneca na Índia. Lá, o uso emergencial já foi aprovado.

No dia 31 de dezembro de 2020, a Anvisa autorizou a importação, em caráter excepcional, de 2 milhões de doses da vacina britânica da Oxford, produzida em parceria com a Fiocruz no Brasil. As doses importadas foram fabricadas. Em nota, a agência reguladora informa que fez, na manhã desta segunda-feira, uma reunião para tratar da submissão do protocolo do uso emergencial das doses da vacina.

Na reunião, representantes da Fiocruz apresentaram os dados já de posse da fundação. Na ocasião, a agência reguladora listou informações, ainda aguardadas pela Fiocruz, que são necessárias para que esta possa pedir autorização para uso emergencial da vacina no Brasil.

”Na reunião, a Fiocruz mostrou que está empenhada para que essas informações sejam reunidas e apresentadas à Anvisa com a maior brevidade”, diz a nota.

A Anvisa que saber se o produto do fabricante indiano é semelhante ao fabricado no Reino Unido, que teve os dados clínicos aprovados, e se o método de produção e os materiais utilizados são os mesmos.

A vacina com a importação aprovada foi a produzida na Índia pela Serum Institute of India. A empresa produz a vacina da AstraZeneca, na Índia. Lá, o uso emergencial já foi aprovado.

”Para a autorização, a agência precisa avaliar os estudos de comparabilidade entre a vacina do estudo clínico, que é fabricada no Reino Unido, com a vacina fabricada na Índia, bem como os dados de qualidade e condições de boas práticas de fabricação e controle”, acrescenta o texto.

Segundo a Anvisa, as informações servirão para avaliar a equivalência da vacina produzida na Índia quanto à resposta da imunogenicidade. O termo diz respeito à habilidade de a vacina ativar resposta ou reação imune contra o coronavírus, tais como o desenvolvimento de anticorpos específicos, respostas de células T, reações alérgicas ou anafiláticas. ”Ou seja, é necessário entender se o produto do fabricante indiano é semelhante ao fabricado no Reino Unido e que teve os dados clínicos aprovados”, reforça a Anvisa.

A agência diz ainda que não fará nenhum retrabalho durante sua análise e que já tem trabalhado para aproveitar a análise de agências de referência e focar em questões que são específicas para o Brasil. ”A Anvisa e a Fiocruz seguem em comunicação para otimizar as avaliações e a entrega dos documentos necessários par avaliação e decisão da agência”, informa a Anvisa. Da Agência Brasil

Prado Valadares atendeu 1.489 pacientes vítimas de acidentes de moto durante o ano de 2020

/ Jequié

HGPV divulgou o balanço de atendimentos. Foto: Blog Marcos Frahm

O Hospital Geral Prado Prado Valadares (HPV), atendeu 1.489 pacientes vítimas de acidentes motociclísticos durante o ano de 2020. O balanço divulgado nesta segunda-feira (4) para a imprensa tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora do dia (1) de janeiro de 2020 até as últimas horas de (31) de dezembro.

Os casos envolvendo motos lideraram as entradas nos plantões. Os leitos das enfermarias de trauma do HGPV sempre estão ocupados por pacientes com lesões incapacitantes, provocadas por acidentes envolvendo motos em Jequié e região, já que a unidade hospitalar atende 27 municípios, que integram os territórios Médio Rio de Contas e Vale do Jiquiriçá.

O secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, afirmou, em certa ocasião, durante visita a Jequié que os acidentes motociclísticos geravam a superlotação do Prado. Não há estatísticas sobre o número de mortos, mas sabe-se apenas que no ano anterior foram 1.489 vítimas de motos atendidas.

Conforme apurou o Blog Marcos Frahm junto ao balanço divulgado, o número de atendimentos a pessoas que sofreram acidente de carro foi de 383; acidente de trabalho 269 acidentes diversos 1045; acidente doméstico 70; agressão 180; arma branca 127; arma de fogo 114; assalto 09; atropelo 116, entre outros atendimentos.

Ataque a tiros termina com dois mortos e um ferido no distrito de Itajuru, zona rural de Jequié

/ Jequié

Crime foi registrado no domingo, em Itajuru. Foto: Blog Marcos Frahm

O fim de semana foi sangrento no distrito de Itajuru, na área rural do Município de Jequié. Os moradores da localidade presenciaram momentos de terror durante uma ação criminosa praticada por homens armados que passaram na Praça do distrito.

Segundo informações policiais, o crime ocorreu por volta das 20h50 de domingo (3), tendo como vítimas Gerisvaldo Pereira Souza, de 39 anos, que foi atingido pelos primeiros disparos de arma de fogo e morreu no local. Um jovem de 18 anos, Ricardo Bispo dos Santos, que foi alvejado na cabeça e socorrido ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, não resistiu aos ferimentos e faleceu na manhã desta segunda-feira (4).

Uma terceira vítima, de 38 anos, residente em Itajuru, foi atingido nas penas e socorrido ao HGPV, onde segue internado. A polícia investiga a autoria e motivação do atentado. Os autores fugira, tomando rumo ignorado.

PRF realizará mais um leilão ”on-line” com mais de 150 veículos recolhidos na Bahia

/ Trânsito

Leilão ocorrerá a partir das 09h do dia 13 de janeiro. Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (SPRF/BA), realizará um leilão de veículos, classificados como sucatas, que foram retidos na unidade policial da PRF sob circunscrição da Delegacia de Senhor do Bonfim, na região Norte da Bahia.

As ofertas ocorrerão, somente, na modalidade on-line (internet) a partir das 09h do dia 13 de janeiro e se encerrará às 14h do dia 16/01/2021, através do site (https://www.batistaregisleiloes.com.br), com lances mínimos entre 50 e 500 reais.

O edital 4/2020 do tipo maior lance ofertado, visa arrematação de veículos retidos, abandonados, removidos ou recolhidos a qualquer título, que se encontram há mais de 60 (sessenta) dias nos pátios administrados pela Regional do estado da Bahia.

Proprietários de veículos não vão pagar Seguro DPVAT em 2021, após aprovação

/ Trânsito

Foi aprovado pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) prêmio zero para o DPVAT em 2021. A decisão foi tomada em reunião extraordinária realizada nesta semana. Além disso, foi autorizada a contratação de novo operador pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), em caráter emergencial e temporário.

De acordo com a Susep, existem excedentes de recursos cobrados em anos anteriores que são suficientes para pagar indenizações em 2021. Por meio de nota, a Susep afirma que “está envidando os melhores esforços para viabilizar a contratação de pessoa jurídica, já na primeira semana de janeiro de 2021, com capacidade técnica e operacional para assumir o DPVAT.

O Seguro DPVAT foi criado pela Lei n° 6194/1974 e tem como objetivo o amparo às vítimas de acidentes de trânsito em todo o País, independentemente de quem seja a culpa dos acidentes.

Infectado pelo coronavírus, prefeito do PSD tomou posse em cidade baiana dentro de um carro

/ Política

Fábio Gusmão foi empossado gestor de Itarantim. Foto: Reprodução

A cerimônia de posse do prefeito eleito da cidade de Itarantim, Fábio Gusmão (PSD), aconteceu dentro de um carro e de forma rápida.

Segundo o site Políticos do Sul da Bahia, Gusmão está infectado com o coronavírus. Ele está em isolamento, tem sintomas leves e deverá receber alta na próxima semana.

Novo prefeito de Jacobina chegou à cerimônia de posse montado em boi e vestindo gibão de couro

/ Política

Tiago Dias (PC do B) chamou a atenção. Foto: Gazzetta Nordeste

O prefeito eleito de Jacobina, Tiago Dias (PC do B) chamou a atenção da cidade ao chegar à cerimônia de transmissão de cargo montado em um boi e vestido com um gibão de couro, tradicional vestimenta sertaneja.

Com raízes políticas na zona rural, Tiago Dias foi presidente da Associação Rural de Cachoeira dos Alves e elegeu-se vereador nas eleições em 2012 e 2016. Em 2018 foi o candidato a deputado estadual mais votado da cidade nos últimos 30 anos, embora não tendo sido eleito.

O novo prefeito foi empossado ao lado de sua vice, Katia da Saúde (Podemos), e dos 17 vereadores que compõe a legislatura municipal. A cerimônia contou com a presença do deputado federal Daniel Almeida (PC do B) e do deputado estadual Júnior Muniz (PP). *Mário Pinho, com informações da Gazzetta Nordeste

Governo suspende cirurgias eletivas em hospitais baianos para direcionar esforços contra Covid

/ Saúde

Secretário de Saúde do Estado, Vilas-Boas. Foto: Divulgação

As cirurgias eletivas nos hospitais estaduais da Bahia estão suspensa por tempo indeterminado. A informação foi confirmada pelo secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, segundo publicação do site bahia.ba na manhã desta segunda-feira (4). Segundo a Sesab, todos os leitos, além dos recursos, estão voltados para o atendimento de pacientes com coronavírus.

Vilas-Boas afirma que a decisão foi adotada em outros estados brasileiros e havia sido tomada na semana passada. ”Precisamos redirecionar esforços, redirecionar anestésicos, medicamentos, respiradores – que estão começando a faltar em todo o país -, leitos, recursos humanos, técnicos, para poder atender aos leitos de Covid. Como essas não são cirurguias urgentes, eles podem tranquilamente ser remarcadas”, diz o secretário em entrevista ao Jornal da Manhã, da TV Bahia.

Bahia registra 722 novos casos da Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 722 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,1%) e 1.030 recuperados (+0,2%). Dos 496.008 casos confirmados desde o início da pandemia, 482.039 já são considerados recuperados, 4.751 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,48%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (10.344,83), Muniz Ferreira (8.447,86), Conceição do Coité (8.444,42), Jucuruçu (8.152,53), Pintadas (8.019,55).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 886.162 casos descartados e 122.781 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste domingo (03).

Na Bahia, 36.794 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 31 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

Bahia desde o início da pandemia é de 9.218, representando uma letalidade de 1,86%. Dentre os óbitos, 56,49% ocorreram no sexo masculino e 43,51% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,76% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,00%, preta com 14,63%, amarela com 0,67%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,80% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,79%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,59%).