Operação Eleições 2020 da Polícia Rodoviária intensifica fiscalização nas rodovias estaduais

/ Eleições 2020

Batalhão de Polícia Rodoviária tua nas estradas. Foto: Divulgação

A Polícia Militar da Bahia está intensificando neste domingo (15), as ações preventivas de acidentes e fiscalização de transportes irregulares nas rodovias estaduais. Denominada ”Operação Eleições 2020”, a ação seguirá até o início desta noite, com equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv).

Conforme o órgão, o BPRv irá coibir possíveis práticas de crimes eleitorais, como o uso de veículos para realização de carreatas, comícios, transportes e distribuição de material de propaganda, bem como o transporte de eleitores por veículos clandestinos ou não autorizados pela legislação e com finalidades eleitoreiras.

Através da utilização de radares, a fiscalização também terá foco a redução de acidentes relacionados ao consumo de bebidas alcoólicas associadas à direção e ao excesso de velocidade nas rodovias.

Eleições 2020: Compra de votos e propaganda ilegal são registradas no Recôncavo baiano

/ Eleições 2020

Flagrantes de compra de votos e propagandas irregulares foram registradas pela polícia baiana, até as 11h deste domingo (15). Os crimes eleitorais aconteceram nas cidades de Santo Antônio de Jesus, Correntina e Tabocas do Brejo Velho.

No Oeste da Bahia, no município de Correntina, dois homens, um deles candidato a vereador, foram conduzidos por suspeita de compra de votos. Com a dupla foram apreendidos 1,5 mil reais em espécie, uma agenda com nomes de possíveis eleitores e ”santinhos”.

Em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano, um homem foi preso entregando 24 cestas básicas para moradores do Loteamento dos Prazeres, no bairro de Cajueiro. O veículo usado no transporte dos alimentos estava plotado com propaganda de um candidato a prefeito.

Na cidade de Tabocas do Brejo Velho, a polícia apreendeu ”santinhos”, bandeiras, adesivos e fogos de artifício com dois adultos e dois adolescentes. Em todos os casos, os flagrantes foram comunicados à Justiça Eleitoral, que promoverá a aplicação da lei. Com informações do site Bahia Notícia

Com candidatura impugnada, prefeito de Itabuna é vaiado em rua ao sair para votar

/ Eleições 2020

Fernando Gomes teve sua candidatura impugnada. Foto: Rede social

O prefeito de Itabuna e candidato à reeleição com direitos políticos suspensos pela Justiça, Fernando Gomes (PTC), foi vaiado em uma das ruas da cidade do Sul da Bahia.

Informações preliminares não confirmadas pelo candidato dão conta que Fernando Gomes se dirigia de carro a seção eleitoral que vota na cidade quando foi recepcionado com as vaias. Com informações do Bahia Notícias

Isidório diz não ter dúvidas de que estará no 2º turno e desacredita pesquisas: ”80% mentira”

/ Eleições 2020

Isidório é candidato pelo Avante na capital. Foto: Vagner Souza

O candidato a prefeito de Salvador pelo Avante, o deputado federal Pastor Sargento Isidório, disse neste domingo (15) que não tem dúvidas de que estará no segundo turno pelo Executivo da capital baiana. O candidato votou no final desta manhã. Na ocasião, ele também desacreditou o resultado das pesquisas eleitorais.

”Segundo Turno é claro. Quem tá me ouvindo vai perguntar: ‘Foi pesquisado?’. Não foi. Pesquisa na Bahia é 80% mentira, pago pelos caras que querem resultado. É só olhar o que a rua está fazendo. A rua está gritando 70 muito”, disse a jornalistas.

Levantamento divulgado pelo Ibope/TV Bahia na noite do último sábado (14) mostra que o parlamentar apresenta a maior rejeição entre todos os candidatos, com 38% dos eleitores dizendo que não votariam nele em nenhuma hipótese.

O levantamento está registrado no TSE sob número BA-06193/2020. Ele acrescentou que ”os mafiosos” precisam entender que “quando Deus e o povo quer, ninguém muda a realidade”. ”Às vezes até algum profissional de imprensa percebe isso mas o s donos, que são políticos, de rádio e jornal botam o que quer”, acusou.

Questionado sobre a possibilidade de apoiar outro candidato da base do governador Rui Costa (PT) caso não seja ele a ir para o segundo turno, Isidório disse que terá de sentar para discutir a respeito antes de bater o martelo.

”Vamos discutir, vou sentar com assessoria. […] Estou trabalhando contra duas máquinas – a máquina da prefeitura e a máquina do governo do Estado. Vamos ter que analisar. Obras feitas com o dinheiro do povo não podem estar em nome de candidato”, concluiu. *BNews

Denice minimiza Ibope, aposta em 2º turno e acredita no diálogo com demais candidatos da oposição

/ Eleições 2020

Major Denice, candidata em Salvador pelo PT. Foto: Divulgação

Candidata à Prefeitura de Salvador pelo PT, a Major Denice minimizou, em conversa com a imprensa na manhã deste domingo (15), a última pesquisa Ibope divulgada ontem (14) pela TV Bahia a qual aponta a vitória de Bruno Reis, do DEM, no primeiro turno.

”A campanha foi linda, belíssima e verdadeira que construímos. E mais do que isso, o olhar das pessoas nas ruas. Nós olhamos as pessoas nas ruas e estivemos com elas em cada espaço e em cada bairro dessa cidade”, disse a petista.

”Nós participamos de todos os bairros dessa cidade e a verdade é que estava no olhar daquelas pessoas, porque elas entendem a necessidade de a gente acabar de uma vez por todas com as desigualdades sociais tão perversas em nossa cidade”, continuou.

Para ela, a sua candidatura contará, em caso de segundo turno, com o apoio dos demais candidatos da oposição. ”Nós sempre estivemos próximos, sempre estivemos em diálogo, sempre nos respeitamos”, contou.

”Foi uma campanha belíssima, baseado no respeito e na democracia. E assim vai continuar”, concluiu, acompanhada do governador Rui Costa (PT).

”Salvador não pode parar e quer avançar’, diz Bruno Reis, candidato pelo Democratas, ao votar

/ Eleições 2020

Bruno Reis votou acompanhado da família. Foto: Divulgação

O candidato a prefeito da capital baiana pelo Democratas, Bruno Reis, ressaltou as realizações da atual gestão em Salvador e demonstrou otimismo com as eleições municipais deste ano, ao votar na manhã deste domingo (15), no Sartre COC Itaigara, acompanhado do prefeito ACM Neto, da companheira de chapa Ana Paula Matos, da esposa Rebeca Reis e dos filhos. O presidente da Câmara, vereador Geraldo Júnior, também esteve ao lado de Bruno.

”Com muito trabalho, a nossa querida cidade passou por uma enorme transformação nos últimos anos. Não foi fácil chegar até aqui. O meu nome representa a garantia de que essas conquistas estão asseguradas. O povo sabe disso e vai defender nas urnas esse legado. Salvador não pode parar e quer avançar”, afirmou Bruno.

De acordo com o candidato, se eleito, vai ser o prefeito ”de toda a cidade”, mas dedicará atenção especial à população mais pobre. ”São mais de 20 anos de vida pública, entrando e saindo de cada rua, beco, baixada e viela. Conheço os problemas de perto. E aprendi os caminhos para solucioná-los. Se a cidade me escolher, em primeiro de janeiro, chegarei sabendo o que fazer para Salvador não parar um só segundo”, destacou Bruno.

Na dúvida em quem votar? Acesse o perfil dos políticos e leia mais sobre a sua biografia

/ Eleições 2020

Eleitores de todo o país vão às urnas neste domingo (12) para eleger prefeitos e vereadores. No pleito deste ano, 19 mil pessoas são candidatas ao cargo de prefeito e de vice-prefeito, e 518,3 mil para vereadores. Com tantos candidatos, como escolher à aquele que melhor vai lhe representar.

Para isso, a Folha de S.Paulo desenvolveu uma ferramenta na qual o leitor poderá pesquisar por nome, estado ou partido e acessar o perfil e declaração de bens de cada candidato.

Bahia registra 1.349 novos casos de Covid-10 nas últimas 24 horas, diz boletim da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.349 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) e 1.351 recuperados (+0,4%). Dos 372.327 casos confirmados desde o início da pandemia, 372.727 já são considerados recuperados e 7.029 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (25,42%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (8.999,48), Itabuna (6.717,85), Madre de Deus (6.703,65), Almadina (6.698,39), Aiquara (6.567,70)).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 767.374 casos descartados e 89.713 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste sábado (14).

Na Bahia, 30.042 profissionais da saúde foram para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos
O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 20 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.922, representando uma letalidade de 2,13%. Dentre os óbitos, 56,11% ocorreram no sexo masculino e 43,89% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,41% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,14%, preta com 14,91%, amarela com 0,74%, indígena com 0,10% e não há informação em 11,70% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,80%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,51%).