Dois óbitos e 25 novos casos da covid-19 foram registrados nas últimas 24h em Jequié

/ Jequié

Boletim Epidemiológico do Coronavírus em Jequié, atualizado pela Secretaria Municipal de Saúde às 19h desta segunda-feira (30) registra dois óbitos, sendo uma mulher de 61 anos, residente no bairro São Luis, com histórico de Hipertensão Arterial; e um homem de 64 anos, residente no bairro Joaquim Romão, com histórico de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus. Ambos ocorreram no Hospital Geral Prado Valadares (HGPV).

Houve o registro de mais 25 novos casos, perfazendo um total de 6689 pessoas confirmadas com a doença, até agora. Mais 37 pessoas tiveram alta, sendo liberadas para suas atividades, contabilizando 6278 pacientes que se encontram recuperados e não apresentam mais  sintomas da doença.

Os que estão em quarentena somam 403 pessoas. Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto é de 55,17%. Destes, 9 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 7 leitos ocupados por pessoas de outros municípios.

Mais acidente com vítima na BR-116, em Jequié; motociclista morre após colidir moto com carreta

/ Jequié

Rene Damascena morreu no Prado Valadares. Foto: Reprodução

Mais um acidente de trânsito resultou em morte na BR-116, em Jequié. Um homem identificado como Rene Souza Damascena faleceu na tarde desta segunda-feira (30), no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, para onde havia sido socorrido por prepostos da Via Bahia depois de se envolver em acidente com a motocicleta que pilotava.

De acordo com informações, Rene conduzia uma moto que colidiu lateralmente com uma carreta, nas proximidades do Trevo do Poliduto. Ele era morador no bairro Jequiezinho e trabalhava com móveis planejados.

Jequié: Depois de cinco meses paralisada, ponte do São Judas Tadeu é liberada pelo prefeito

/ Jequié

Ponte passou por reforma no São Judas. Foto: Divulgação/Secom

A espera acabou! A Prefeitura de Jequié, enfim, realizou a entrega da ponte do bairro São Judas Tadeu. A obra de reestruturação, que tinha duração de 60 dias, conforme indicava uma placa instalada no canteiro pela gestão municipal durou cinco meses, provocando sérios transtornos aos transeuntes, inclusive, por ser localizada numa área de grande fluxo, próxima a FTC.

A ponte, responsável pela ligação do referido bairro ao centro, foi entregue à população na tarde desta segunda-feira (30), pelo prefeito Sérgio da Gameleira.

Na estrutura do seu vão, a ponte não sofreu alteração. Contudo, a Prefeitura garante que a intervenção proporciona mais segurança aos usuários e que o investimento total da obra foi com recursos próprios, na ordem de R$ 187.210,00 (cento e oitenta e sete mil e duzentos e dez reais).

Além de proporcionar mais segurança para condutores, ciclistas e pedestres, segundo a gestão, a reforma contempla um antigo sonho da comunidade que reclamava das péssimas condições, por falta de manutenção há vários anos.

Bahia registra 1.652 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.652 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) e 1.857 recuperados (+0,5%). Dos 403.071 casos confirmados desde o início da pandemia, 383.774 já são considerados recuperados, 11.029 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (24,59%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (9.319,49), Itabuna (6.916,70), Aiquara (6.905,08), Madre de Deus (6.826,91), Almadina (6.808,20).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 800.887 casos descartados e 106.953 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda-feira (30).

Na Bahia, 31.881 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos
O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 21 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 8.268, representando uma letalidade de 2,05%. Dentre os óbitos, 56,40% ocorreram no sexo masculino e 43,60% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,68% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,21%, preta com 14,86%, amarela com 0,71%, indígena com 0,11% e não há informação em 11,42% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,67%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,93%).

Justiça Eleitoral aciona PF para investigar supostas infrações da campanha de Herzem Gusmão

/ Justiça

Ação contra Herzem é movida pelo PT. Foto: Achei Sudoeste

A Justiça Eleitoral acionou a Polícia Federal para investigar a campanha do prefeito reeleito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), após o Partido dos Trabalhadores entrar com uma ação alegando uso indevido da máquina pública, abuso de poder político e dos meios de comunicação, pedindo a cassação da chapa vencedora do pleito. A ação está sendo julgada pela 39ª Zona Eleitoral.

O site bahia.ba informou que teve acesso aos documentos que tramitam na Justiça Eleitoral. Neles, o PT alega que Hérzem Gusmão utilizou ”toda a estrutura da Administração para quebrar a normalidade e legitimidade das eleições”. O partido ainda diz no documento que essas atitudes do emedebista ”faz o eleitor crer que, os atos obrigatórios da administração seria uma bondade do candidato e, assim, explora a miséria humana para, de forma espúria e repugnante, manter-se no poder”.

Em um documento de 31 páginas, o Partido dos Trabalhadores acusou pessoas ligadas a Hérzem Gusmão de praticarem atos ilícitos antes mesmo do período eleitoral, tendo sido alvo de diversas representações judiciais. Um dos casos citados foi o suposto uso do site da prefeitura para divulgação de obras com cunho social, em meados de agosto, período legalmente vedado.

O PT também alega que a campanha do emedebista utilizou indevidamente prédios e equipamentos públicos para realização de campanhas e que usou a base de dados com informações dos eleitores para abordá-los com fins eleitoreiros. De acordo com o documento, o coordenador de Serviços Auxiliares, vinculado à Secretaria Municipal de Administração armou uma estratégia para reverter a derrota de Herzem Gusmão no bairro de Vila América. Após a concessão de seis mil escrituras residenciais, o coordenador teria, suspostamente, ameaçado os beneficiados de cancelar a regularização dos imóveis, tomando as escrituras, caso não votassem no atual prefeito.

Na ação, a legenda ainda pede a busca e apreensão de dispositivos eletrônicos pessoais e institucionais dos acusados, mas teve o pedido indeferido pelo juiz Leonardo Coelho Bonfim, que justificou a decisão baseado em que ”o poder punitivo do Estado deve estar regido e limitado pelo princípio da intervenção mínima” e que ”não se justifica que a autoridade policial (ou MP) postule a busca e apreensão como primeiro ato da investigação”.

Além de Herzem Gusmão, estão sendo acusados no processo judicial a empresária Ana Sheila Lemos Andrade, Augusto Cardoso dos Santos Filho, Moizés Santos Neto, o servidor público Esmeraldino Correia Santos, a servidora pública Luciane Macário Silva e a coligação “O trabalho tem que continuar” (MDB, DEM, PTB, Podemos, Republicanos, PSDB e PMB).

Morre em Itaquara o ex-vereador Edinho Barreto, pai do candidato do PP que disputou as eleições 2020

/ Itaquara

Edinho Barreto faleceu aos 77 anos. Foto: Arquivo familiar

Faleceu nesta segunda-feira (30), na fazenda onde residia na zona rural do município de Itaquara, no Vale do Jiquiriçá, o ex-presidente da Câmara de Vereadores, Edson Andrade Barreto.

Figura querida e bastante conhecida em Itaquara, Seu Edinho, como era apelidado, enfrentava problemas de saúde e faleceu as 77 anos. Ele era pai de Leonardo Barreto, candidato do PP que disputou à Prefeitura local nas eleições 2020, sem vencido pelo atual prefeito, Marco Auréio (PSB).

Em 2004, Edinho, que era filiado ao MDB, chegou a ser candidato ao Executivo apoiado pelo prefeito da época, Astor Araújo (in memoriam), mas não foi eleito.

O corpo de Seu Edinho está sendo velado na zona rural e será transladado na manha de terça-feira (1) para o plenário da Câmara Municipal, na sede do município, para sepultamento na cidade. *Nota original do Blog Marcos Frahm

Receita Federal paga a partir de hoje restituições de lote residual do Imposto de Renda

/ Economia

As restituições do lote residual do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) do mês de novembro de 2020, começou a ser paga pela Receita Federal nesta segunda-feira (30) para 198.967 contribuintes. O crédito bancário totaliza mais de R$ 399 milhões.

Desse total, R$ 143,8 milhões referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal, sendo 3.559 idosos acima de 80 anos, 26.599 com idade entre 60 e 79 anos, 2.924 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 12.312 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Foram contemplados ainda 153.573 não prioritários, que entregaram a declaração até o dia 12 de novembro.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal. No Portal e-CAC, é possível acessar o serviço Meu Imposto de Renda e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IR e à situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente, nas bases da Receita Federal, informações sobre liberação das restituições e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Eduardo Paes liga para Jair Bolsonaro e diz que o livrou do ”pior prefeito do Rio de Janeiro”

/ Eleições 2020

Eduardo Paes foi eleito prefeito. Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Após ter sido eleito em segundo turno para a prefeitura do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) afirmou que ligou para o presidente Jair Bolsonaro na manhã desta segunda-feira (30) e disse que o livrou do pior prefeito da história do Rio. As informações são da colunista Berenice Seara.

”Falei com ele por uma ligação por vídeo com o senador Flávio Bolsonaro. Disse que vamos trabalhar juntos, em parceria. Brinquei com ele dizendo que em 2018 não consegui livrá-lo do Witzel. Tenho uma boa relação com o presidente. Disse que já podia ter livrado ele do Wilson Witzel (governador afastado e alvo de impeachment), se ele não tivesse errado. Mas que ele votou errado de novo, mas eu livrei ele do pior prefeito da história da vida dele e do Rio”, afirmou ao GLOBO. Paes disse ainda que já se encontrou com o governador do Rio, Cláudio Castro (PSC).

”Quem perdeu na Bahia foi o PT, não foi o governador Rui Costa’, declara Colbert Martins, prefeito de Feira

/ Eleições 2020

”O governador eu respeito muito”, diz Colbert. Foto: BNEws

Em entrevista à Rádio Sociedade na manhã desta segunda-feira (30), o prefeito reeleito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), comentou sobre o pleito municipal que saiu vencedor.

”Apresentamos o que há de melhor em termos de propostas para Feira de Santana”, disse. ”Apesar das dificuldades desse ano, trabalhamos muito e quero continuar trabalhando para o povo da nossa terra”.

Em Feira de Santana e em Vitória da Conquista, o governador Rui Costa (PT) e o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), atuaram como cabo eleitoral. Em Feira de Santana (BA), o candidato Zé Neto (PT), e em Vitória da Conquista o candidato Zé Raimundo (PT) contaram com o apoio do petista. Enquanto o democrata apoiou Colbert Martins, em Feira, e Herzem Gusmão (MDB), em Conquista, ambos vencedores.

De acordo com Colbert, a participação de ACM Neto na campanha foi essencial para que alguns votos fossem alavancados. Além disso, ressaltou que não considera que a eleição municipal foi uma derrota do governador Rui Costa.

”Não tenho dúvidas (que ACM Neto alavancou alguns votos). Nós tivemos forte apoio de vários seguimentos, deputados estaduais e federais, e dos vereadores. Eu entendo que essa disputa aqui em Feira é muito direta com o candidato Zé Neto”, declarou. ”O que eu entendo que aconteceu é que quem perdeu na Bahia foi o PT, não foi o governador Rui Costa. O governador eu respeito muito e ele me respeita muito também. O governador é maior do que o PT”.

O prefeito comentou também sobre a abstenção dos eleitores. Com 18,8% de eleitores ausentes, a Princesa do Sertão foi a terceira cidade com menor índice de não votantes.

”Um número muito próximo do que foi no primeiro turno. O tempo colaborou e as pessoas compareceram. Nós entendemos que a população estava motivada. Eleição em dois turnos é assim”, declarou o prefeito.

Em todo o Brasil, cerca de 29,50% dos eleitores, equivalente a 11,1 milhões de pessoas abdicaram direito ao voto. Nas 3 últimas eleições, o índice ficou em torno de 21%.

ANTT define novas medidas para prevenção da Covid-19 no transporte interestadual

/ Trânsito

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) estabeleceu novas medidas a serem adotadas nos serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional, para prevenção à disseminação do novo coronavírus. A nova resolução entra em vigor em 1º de dezembro e valerá enquanto durar a situação de emergência de saúde pública, definida pelo Ministério da Saúde.

De acordo com a norma, as empresas que operam os serviços de passageiros devem adotar medidas para limpeza e desinfecção dos veículos, além de criar estratégias para minimizar o contato entre os passageiros e instruí-los, a cada viagem, acerca das medidas básicas de higienização.

O serviço de transporte internacional continua suspenso, enquanto houver a restrição de entrada de estrangeiros no País. Entretanto, a ANTT pode autorizar o transporte em casos excepcionais, como o retorno de brasileiros ou estrangeiros aos seus respectivos países de origem.

Mortes por covid-19 podem aumentar na Bahia nas próximas semanas, alerta secretário da saúde

/ Bahia

Secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas. Foto: Secom 

As aglomerações causadas pelas atividades de campanhas políticas e festas em geral fizeram com que as taxas de contaminação pela covid-19 registrassem aumento na Bahia nas duas últimas semanas. Neste domingo (29), o estado registrou 11.255 casos ativos da Covid-19, maior número desde 29 de agosto em que eram contabilzados 12.8299 pacientes com o vírus ativo.

De acordo com o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, os atos políticos durante as campanhas eleitorais ocasionaram no crescimento no número de casos da doença no território baiano. Segundo o gestor, o mesmo fenômeno ocorreu em outros estados.

 “Com as carreatas, com as festas, a população não conseguiu se desmobilizar da forma como se mobilizou e esses fenômenos pré-eleitorais foram responsáveis por alavancar isso em todo o país. Nós vimos acontecer em São Paulo, no Paraná, no Espírito Santo, no Rio de Janeiro e aqui na Bahia já temos uma semana, indo para duas semanas de aumentos sucessivos de casos ativos, do número de casos notificados e do número de testagens no Laboratório Central do Estado e de notificações por parte dos municípios”.

Ainda de acordo com Vilas-Boas, apesar de a Bahia atualmente está com o número de mortes ocasionadas pelo vírus em estabilidade, o índice de mortalidade pode aumentar nas próximas semanas. “Embora nós não tenhamos até esse momento uma elevação na taxa de mortalidade é possível que isso venha a acontecer ao longo das próximas semanas. Até porque a doença não mata nos primeiros dias. Na maioria das vezes, a pessoa fica internada e morre dias depois”, explica.

De acordo com o último boletim emitido pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), nas últimas 24 horas foram registrados 2.915 novos diagnósticos e 20 mortes provocadas pela doença. Dos 401.419 casos confirmados desde o início da pandemia, 381.917 são considerados recuperados.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (24,66%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (9.319,49), Itabuna (6.900,29), Aiquara (6.882,59), Madre de Deus (6.826,91), Almadina (6.789,90).

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 8.247, representando uma letalidade de 2,05%.

Wagner minimiza perda de capital político para 2022: ”Tem gente comemorando antecipado”

/ Política

”Na Bahia, tem gente comemorando precipitadamente”. Foto: Divulgação 

O senador e ex-governador Jaques Wagner (PT) afirmou nesta segunda-feira (30) considerar precipitado o Democratas capitalizar sua vitória nas eleições municipais deste ano como uma eventual vantagem para desbancar o governador Rui Costa (PT) na disputa estadual de 2022.

A declaração do petista faz menção aos revés petista para aliados do democratas nas três principais cidades baianas — Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista —, cenário que projeta o prefeito ACM Neto com forte capital político na corrida ao Palácio de Ondina.

”Na Bahia, tem gente comemorando precipitadamente. É bom lembrar que apressado come cru. Em 2016, também não ganhamos Salvador, Feira, Conquista e Camaçari. Nem sequer fomos ao 2º turno em Feira e Conquista. E em 2018, Rui Costa teve uma eleição retumbante e elegemos dois senadores. Agora aumentamos nossas votações em todas estas cidades. Então, para quem quer logo tirar a consequência para 2022, eu acho muito precipitado”, reagiu Wagner em entrevista à rádio Metrópole.

”Não sou muito catastrofista. Já tem gente comemorando, achando que já está tudo dado, mas é bom lembrar que a eleição de daqui a 2 anos roda em um circuito diferente das eleições municipais”, acrescentou.

No domingo (29), Colbert Martins (MDB) foi reeleito prefeito de Feira com 54,42% dos votos, ante 45,58% do deputado federal Zé Neto (PT). Já em Conquista, o atual prefeito Herzem Gusmão (MDB) venceu a disputa com 54% e derrotou Zé Raimundo (PT), que somou 46%. Na capital, Bruno Reis (DEM) já havia desbancado a Major Denice (PT) no primeiro turno.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, ACM Neto voltou a admitir que, entre seus planos, o principal será concorrer ao Palácio de Ondina. Ele, entretanto, não descarta se lançar como pré-candidato à Presidência.

Adriano Silva vence com 55,43% em Joinville, e o ”Novo” elege primeiro prefeito da história

/ Eleições 2020

Adriano Silva (Novo) vai governar Joinville. Foto: Reprodução 

O candidato a prefeito de Joinville Adriano Silva (Novo) foi eleito com 55,43% dos votos válidos contra 44,57% de Darci de Matos (PSD). Essa é a primeira vez na história que o partido Novo consegue eleger alguém para o Executivo municipal.

Em nota divulgada nas redes sociais, o partido comemorou o resultado e agradeceu aos apoiadores.

“A mobilização pela candidatura [de Adriano Silva] encheu as ruas de Joinville com a cor laranja e a cidade escolheu um novo jeito de fazer política”, diz a publicação.

Bahia registra 2.915 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.915 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,7%) e 1.952 recuperados (+0,5%). Dos 401.419 casos confirmados desde o início da pandemia, 381.917 já são considerados recuperados, 11.255 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (24,66%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (9.319,49), Itabuna (6.900,29), Aiquara (6.882,59), Madre de Deus (6.826,91), Almadina (6.789,90).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 800.393 casos descartados e 107.246 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste domingo (29).

Na Bahia, 31.751 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 20 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 8.247, representando uma letalidade de 2,05%. Dentre os óbitos, 56,38% ocorreram no sexo masculino e 43,62% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,67% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,21%, preta com 14,87%, amarela com 0,72%, indígena com 0,11% e não há informação em 11,42% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,69%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,95%).