Maracás: PRE apreende carga de maconha escondida em grama sintética na BA-026

/ Polícia

Droga estava escondida em grama sintética. Foto: Divulgação SSP

Placas de grama sintética foram usadas para disfarçar oito toneladas de maconha. A carga do entorpecente foi localizada, na noite de quarta-feira (5), por equipes da Companhia Independente de Polícia Rodoviária Estadual. A droga é avaliada em R$ 12 milhões.

O flagrante ocorreu na BA 026, nas proximidades do município de Maracás. O comandante da CIPRv, major Edson Brito Júnior, contou que os policiais realizavam a operação Entardecer Seguro, quando perceberam o nervosismo do condutor do veículo, após ser parado. ”Revistamos o caminhão e encontramos a droga entre as placas de grama sintética”, contou o oficial.

O entorpecente, segundo informações preliminares, saiu de São Paulo e seria entregue na capital baiana. O motorista foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia Territorial de Maracás.

Jequié confirma mais 03 óbitos por coronavírus, de 03 idosos e número de casos chega a 3.705

/ Jequié

Taxa de ocupação de leitos é de 84,6%. Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, informou que registrou, nesta quinta-feira (6), mais três óbitos sendo uma mulher, de 76 anos, moradora do Joaquim Romão, portadora de diabetes e hipertensão arterial sistêmica, e que estava internada no Hospital Santa Helena; um homem, de 90 anos, morador do Joaquim Romão, sem comorbidades, que estava internado no Hospital São Vicente; e uma mulher, de 87 anos, moradora do Joaquim Romão, sem comorbidades e que estava internada no Hospital São Vicente, elevando para 91 o número de mortes.

Houve o registro de mais 76 novos casos, perfazendo um total de 3.705 pessoas confirmadas com a doença, até agora. Mais 54 pessoas tiveram alta, sendo liberadas para suas atividades contabilizando 2.204 pacientes que encontram-se recuperados e não apresentam mais o sintomas da doença.

Os que estão em quarentena somam 4.615 pessoas. Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto é de 84,6%. Destes, 21 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 12 leitos ocupados por pessoas de outros municípios.

Bahia registra 3.953 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram notificados 3.953 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +2,2%), 53 óbitos (+1,4%) e 3.146 curados (+1,9%). Dos 183.690 casos confirmados desde o início da pandemia, 165.984 já são considerados curados, 13.917 encontram-se ativos e 3.789 tiveram óbito confirmado para coronavírus.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 411 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (33,49%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Almadina (4.154,47%), Dário Meira (4.005,60%), Gandu (3.647,81%), Itajuípe (3.596,70%) e Ipiaú (3.333,12%).

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) disponibiliza para acesso público, a base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus (Covid-19). Para fazer o download, é simples: basta acessar o link https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/ e clicar no ícone localizado no topo da página. A iniciativa amplia transparência e possibilita que qualquer cidadão, em qualquer lugar do mundo, possa acompanhar e analisar a evolução da pandemia na Bahia.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 360.125 casos descartados e 82.843 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (6).

Na Bahia, 16.203 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 3.789 mortes pelo novo coronavírus. Em virtude da disponibilização da base de dados relacionada aos óbitos da Covid-19, os interessados no detalhamento dos perfis podem fazer o download do arquivo completo. Esclarecemos que a data de ocorrência dos óbitos, ou seja, o dia da morte de um paciente, geralmente não é o dia da notificação nos sistemas oficiais. Esta divergência é evidenciada, quando ocorre, no banco de dados que está disponível para download no link https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Testagem para o novo coronavírus em Jequié atende estudantes da zona rural do município

/ Jequié

Testagem continua em Jequié. Foto: Ascom/Secretaria da Educação

A Secretaria da Educação do Estado segue, até o dia 14 de agosto, com a testagem para o novo coronavírus dos estudantes das escolas estaduais, em Jequié. A iniciativa, que começou na segunda-feira (3) com professores e funcionários, faz parte do protocolo para a tomada de decisões relacionadas à retomada do ano letivo e já foi realizada em Itajuípe, Ipiaú e Uruçuca.

Em Jequié, no total, serão testadas 10.771 pessoas, sendo 9.964 estudantes, 560 professores e 247 funcionários, em 13 escolas estaduais e quatro anexos do município. A ação também envolverá os municípios de Itabuna e Ilhéus. Nesta quinta-feira (6), o atendimento foi voltado aos estudantes da zona rural e da Educação Inclusiva.

O estudante da Educação Especial Aaron da Silva Soares, 17 anos, que faz o curso técnico em Informática, no Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Régis Pacheco, aprovou a iniciativa. ”Duas vezes na semana, faço atendimento na sala de Recursos Multifuncionais, no período vespertino. Fiz o teste para o Coronavírus e meu resultado foi negativo. Com isso, fui parabenizado pelo profissional de Saúde, que me disse as seguintes palavras: ‘seu resultado foi negativo, pois você cumpriu todas as normas de isolamento social. Continue assim e sempre que for sair use máscara e faça o uso do álcool em gel’. Agradeço pela iniciativa e, desde já, aproveito a oportunidade para parabenizar os profissionais de Saúde que estão trabalhando na linha de frente”, afirmou.

Em Brasília, deputado Antonio Brito participa da assinatura da MP da vacina de Oxford

/ Brasília

Brito com o ministro da Saúde, Pazuello. Foto: Erasmo Salomão

O presidente Jair Bolsonaro assinou, na tarde desta quinta-feira (6), no Palácio do Planalto, a medida provisória que libera cerca de R$ 2 bilhões para a produção da vacina de Oxford contra a Covid-19.

Único parlamentar baiano presente na solenidade, o deputado federal Antonio Brito (PSD-BA) dialogou com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e com a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, sobre a vacina.

Os recursos provenientes deste ato serão destinados à Fiocruz, que tem acordo com a farmacêutica AstraZeneca para compra de lotes e transferência de tecnologia da vacina, que encontra-se na fase 3 de testes no Brasil, e com previsão de início da vacinação no Brasil para janeiro de 2021.

Ru diz que aguardar vacina exigiria cancelamento do ano letivo; voltaremos quando a situação for segura

/ Educação

Rui volta a falar sobre volta as aulas. Foto: Mateus Pereira

Na edição do programa online Papo Correria, nesta quinta-feira (6), o governador Rui Costa voltou a comentar a retomada das aulas da rede estadual de ensino e argumentou que aguardar a existência e distribuição de uma vacina exigiria o cancelamento do ano letivo de 2020, podendo refletir também no ano de 2021.

A um espectador, Rui explicou que todo o processo para que uma vacina garanta imunização total da população pode se estender até o segundo semestre do ano que vem, já que é feito de forma escalonada, por grupos etários e de maior exposição aos riscos e consequências da Covid-19.

O governador voltou a reafirmar que, mesmo com o desenvolvimento de um protocolo para o retorno já está em curso e bastante avançado no Estado, ainda não há uma data específica para o retorno.

”Estamos avaliando o comportamento da doença, testando os alunos e professores e só voltaremos quando a situação for segura”, disse Rui.

Nesta semana, em entrevista coletiva, o governador afirmou que a probabilidade é de que o ano letivo de 2019 seja estendido até fevereiro do ano que vem, integrando todos os sábados ao calendário, além da suspensão das férias de janeiro.

Jaguaquara: Câmara devolve mais R$ 50 mil à Prefeitura para Covid, mas cobra abertura da UPA

/ Jaguaquara

Raimundo anuncia devolução de R$ 50 mil. Foto: Blog Marcos Frahm

O presidente da Câmara Municipal de Jaguaquara, Raimundo Louzado (PSD), em nota publicada em sua redes social, anunciou que o Legislativo pretende destinar, nesta sexta-feira (7), depois de serem retomados os trabalhos após o período de recesso, nesta quinta, mais R$ 50 mil à Prefeitura, para ajudar nas ações de combate ao novo coronavírus, com mais de 1 mil casos confirmados da doença e 10 óbitos no município, conforme informações do próprio Executivo, por meio da Secretaria de Saúde, que tem revelado notificações através de boletim epidemiológico e com apelo para que as pessoas cumpram as medidas restritivas impostas pelo prefeito Giuliano Martinelli (PP).

Segundo Louzado, com a devolução de mais R$ 50 mil, a Câmara estará perfazendo um total de R$ 150 mil ao Executivo durante a pandemia.  – “Nesse momento em que o município vive uma das maiores crises, temos testemunhado o empenho que os políticos têm se conduzido, dedicando especial atenção às necessidades de suas regiões e, em Jaguaquara, apesar da falta de diálogo, de harmonia entre nós e o prefeito, porque o mesmo não demonstra interesse em dialogar com quem não se alia a sua gestão, nós estamos fazendo a nossa parte e devolveremos mais recursos, para que possam ser aplicados em ações de apoio as famílias que enfrentam extremas dificuldades”, ressalta a nota.

Na avaliação do presidente, a Prefeitura não conseguiu abrir a Unidade de Pronto Atendimento – UPA instalada no distrito Stela Dobois em tempo hábil para acolher os pacientes infectados pelo coronavírus no município. ”Já foram mais de 1 mil pessoas infectadas, 10 morreram e inclusive uma jovem faleceu com problemas cardíacos quando era transferida para Jequié e a vaga era aguardada pela família, que perdeu uma jovem de 18 anos pela ausência de um leito de UTI. Ouvimos o prefeito falar que busca parceria com o Governo do Estado e que município entrará com uma parte dos recursos para abrir a UPA, mas que ainda não foi possível porque nenhuma entidade não havia demonstrado interesse em assumir a gestão temporária da unidade. E aí eu pergunto, o que a população tem com isso? O tempo está passando, o comércio está aí sacrificado e será que vão esperar morrer mais dez para abrir a UPA?”, questionou.

Ele conclui afirmando que não quer transformar a pandemia em palanque político e diz que o desabafo é justificado em face das cobranças feitas pelos munícipes. ”Nós vereadores somos cobrados diariamente, nas ruas, no comércio, sobre tudo o que está acontecendo, sobre a demora para colocar essa UPA para funcionar, mas infelizmente, Jaguaquara com a receita que possui só resolve as coisas com ajuda de governo, com apoio daqui ou dali, mas ela não apresenta nada que possa ser motivo de aplauso com recursos próprios. Não queremos transformar a pandemia em palanque político, e nem queremos promover conflitos entre a salvaguarda da saúde da população e as ações do senhor prefeito”, bradou Raimundo.

Amargosa: Vereadores denunciam esquema em transporte e TCM dá 20 dias a prefeito para defesa

Júlio Pinheiro foi denunciado por vereadores. Foto: Rede social

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) deu um prazo de 20 dias para que o prefeito de Amargosa, Júlio Pinheiro dos Santos Júnior, tome conhecimento de uma denúncia apresentada à corte sobre supostas irregularidades cometidas na execução de recursos do transporte escolar no município.

A série de denúncias, com 813 páginas, foi formulada por oito vereadores de Amargosa, reunindo documentos que apresentam fortes indícios sobre um possível esquema nos processos de contratação, entre os anos de 2017 e 2020. Além do TCM-BA, os vereadores acionaram também o Ministério Público Federal (MPF), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Tribunal de Contas da União (TCU), Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público Estadual (MP-BA).

Em edital publicado no Diário Eletrônico do TCM de terça-feira (4), a presidência da órgão estipula prazo de vinte dias corridos, contados a partir da data de publicação, para que o gestor tome conhecimento das alegações e apresente defesa ou manifestações que julgar cabíveis, e documentos para respaldar suas afirmações.

Denúncias

De acordo com a denúncia, as ilegalidades apontam a prática constante de contratação, por meio de processos de dispensas de licitação, de empresas ligadas á família de Raimundo Santos Almeida, servidor efetivo do município que ocupava o cargo de coordenador de transporte.

No texto, consta que em 2017, o prefeito Júlio Pinheiro contratou a empresa Transtop Locação de Veículos e Máquinas Ltda, no valor de R$ 862.242,00, para um período de 90 dias, por dispensa de licitação.

“Foram feitos mais sete aditivos de contrato, que estenderam a vigência de um acerto de natureza emergência e transitória por mais de 260 (duzentos e sessenta) dias, que aumentou as despesas do contrato em mais de 70% (setenta por cento)”, diz o documento.

Os vereadores constataram que nenhuma das prorrogações foi realizada nova cotação de preço para que fosse possível que o município tivesse uma proposta mais vantajosa. O grupo de denunciantes é formado pelos vereadores Diego Mercês, Marcos Paulo, Viviane Santana, Miguel Silva, Odaque Maia, Val Cintra, Carlos Cabral e Luís Antônio.

Rádio Jequié FM 89.7 estende horário de programa apresentado pelo jornalista Souza Andrade

/ Imprensa

Souza Andrade é um dos principais nomes do rádio em Jequié

A Rádio Jequié FM 89.7 apresentou mudança em sua programação jornalística nesta semana. O programa matinal da emissora, antes denominado Bom Dia Jequié, agora ganha novo nome, Horário Estendido, porque também ganhou mais Meira hora no ar, das 06h30 às 08 horas.

O programa continua com o mesmo formato, gozando da audiência do experiente e prudente jornalista Souza Andrade, um dos principais nomes do radiojornalismo em Jequié, com passagens por outras emissoras e pelo conceituado Jornal A Tarde, onde atuou por muitos anos como correspondente. Atualmente, Andrade é editor-chefe do Blog Jequié e Região.

Com a participação dos repórteres Nancy Dias e Dell Santos, o Horário Estendido que tem Souza como âncora passou a ter mais tempo para flashes das ruas e entrevistas. Há 10 anos no ar, sob a direção da empresária Wilma Stock, a 89.7 tem conquistado o seu público em um município que se notabiliza pela disputa entre as emissoras de rádio.

Morro do Chapéu: Tribunal multa o prefeito por nepotismo e apresenta denúncia ao MPE

/ Política

O Tribunal de Contas dos Municípios julgou parcialmente procedente denúncia formulada contra o prefeito de Morro do Chapéu, Leonardo Rebouças Dourado Lima, em razão da prática de nepotismo no exercício de 2018. O conselheiro Francisco Netto, relator do processo, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual para que seja apurada a ocorrência de ato de improbidade administrativa. O gestor foi multado em R$10 mil.

Os conselheiros do TCM também determinaram a exoneração de todos os servidores nomeados em situação irregular. A decisão foi proferida na sessão desta quinta-feira (06/08), realizada por meio eletrônico.

A denúncia foi formulada pelo vereador André Valois Coutinho Costa, que se insurgiu contra a nomeação, para o exercício de cargos comissionados, de parentes do prefeito, assim como de secretários e dirigentes municipais, em afronta, segundo ele, aos ditames da Súmula Vinculante nº 13, do Supremo Tribunal Federal.

A relatoria considerou como irregulares as nomeações dos servidores Carlos Victor Ribeiro Oliveira, Laura Garcia de Matos Nunes, Maria Conceição Coelho Ribeiro Oliveira e Catiana Sousa, todos parentes da namorada do prefeito, vez que não foram apresentadas justificativas convincentes para as nomeações. O mesmo entendimento foi aplicado aos servidores Álvaro de Sousa Ferraz, Rodolfo Rocha de Barros e Anabel Ribeiro da Rocha por se revelarem parentes de vereadores, o que viola os princípios administrativos da impessoalidade e da moralidade.

O prefeito não apresentou defesa quanto aos demais servidores apontados na denúncia, razão pela qual esses fatos foram acolhidos como verdadeiros também em relação a Samara Pereira Rocha Martins; Mila da Silva Bagano; Luana Bagano de Moraes; Risonilde Ribeiro Cardoso; Leandro Wolker de Souza Silva; Cristiano Matos Dantas Dourado Lima; Carlos Victor Ribeiro Oliveira; Maria Isaura Dourado Viena de Menezes; Fernanda Oliveira de Castro Dourado; e Nara Tosta Santos.

Por fim, no que diz respeito à nomeação das irmãs Bárbara Rocha Amorim Moreira dos Santos e Bruna Rocha Amorim Moreira dos Santos, para os cargos de assessora técnica e de coordenadora do CREAS, respectivamente, a caracterização do nepotismo se deu no ato da segunda nomeação, de modo que a irregularidade recairá apenas sobre um dos atos de nomeação, ou seja, aquele que ocorreu de forma mais tardia.

O Ministério Público de Contas se manifestou também no sentido da procedência parcial da denúncia, sugerindo a aplicação de multa ao gestor. Recomendou, ainda, a representação ao Ministério Público Comum Estadual, haja vista a prática, em tese, de ato de improbidade administrativa.

Cabe recurso da decisão.

Morre aos 73 anos o historiador e professor Jaime Sodré, que lecionou na Uneb e no Ifba

/ Bahia

Jaime Sodré ensinou na Uneb e no Ifba. Foto: Rede social

Morreu na tarde desta quinta-feira (6), aos 73, o professor, escritor e doutor em História da Cultura Negra, Jaime Sodré. Profissional de destaque, Sodré foi professor da Universidade do Estado da Bahia (Uneg) e do Ifba.

Não há informações sobre a causa da morte e em relação ao sepultamento. Nas redes sociais, seu falecimento foi lamentado por autoridades, como o governador Rui Costa e a deputada federal Alice Portugal (PCdoB).

Senador Flávio Bolsonaro pede troca de investigadores do MP-RJ em caso da ”rachadinha”

/ Justiça

Flávio é investigado caso da ”rachadinha”. Foto: Reprodução

A defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) pediu ao Conselho Nacional do Ministério Público que troque os promotores que investigam há um ano e meio o suposto caso da ”rachadinha” em seu antigo gabinete na Assembleia Legislativa do Rio.

Os advogados do filho do presidente Jair Bolsonaro argumentam que o Ministério Público do Rio desrespeitou a regra do promotor natural do caso ao manter os membros do Gaecc (Grupo de Atuação Especializada de Combate à Corrupção) à frente da apuração mesmo após a concessão de foro especial ao senador pelo Tribunal de Justiça do Rio.

No procedimento, a defesa pede que o caso seja conduzido por um procurador de Justiça — que atua na segunda instância do Tribunal de Justiça. O relator do caso no CNMP, Luiz Fernando Bandeira de Mello, notificou o MP-RJ na última terça-feira (4) para que se pronuncie sobre o pedido.

Flávio Bolsonaro é investigado sob suspeita dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa pela prática da ”rachadinha”. O esquema consiste na devolução do salário de assessores ao parlamentar. O senador nega as suspeitas levantadas pelos promotores.

O TJ-RJ entendeu em junho que Flávio tem direito ao foro especial destinado aos deputados estaduais, cargo que ocupava no período da investigação da ”rachadinha”. O MP-RJ recorreu ao STF (Supremo Tribunal Federal) apontando violação de decisões anteriores da corte.

Na Justiça, os processos saíram da 27ª Vara Criminal, do juiz Flávio Itabaiana, para o Órgão Especial, um colegiado de 25 desembargadores

Em investigações de pessoas com foro especial, o procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, costuma delegar os atos de sua competência ao Gaocrim (Grupo de Atuação Originária Criminal), atualmente coordenado pelo procurador Ricardo Martins. É Martins quem assina a denúncia contra o deputado estadual Márcio Pacheco (PSC-RJ) e conduz a apuração contra outros deputados também suspeitos de praticarem a rachadinha.

No caso de Flávio, Gussem optou por pedir o auxílio dos promotores do Gaecc, que conduzem o caso desde fevereiro de 2019. O Gaecc é uma estrutura criada para auxiliar promotores em investigações de maior complexidade. Na prática, assumem a condução da apuração quando solicitado pelos membros das promotoria.

O grupo assumiu o caso do senador em auxílio ao promotor Luiz Otávio Figueira Lopes, da 24ª Promotoria de Investigação Penal, que recebeu a atribuição para atuar no procedimento após o promotor Cláudio Calo, da 23ª, se declarar impedido de conduzir a investigação. Ele havia se reunido com o senador durante as eleições de 2018.

O inquérito chegou às mãos de Calo após ficar um ano com o Gaocrim, quando Flávio ainda era deputado estadual. O pedido da defesa pode afetar atos praticados pelo Gaecc após a concessão de foro ao senador. Entre eles está a oitiva de Flávio e outros investigados, como Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio apontado como operador financeiro do esquema.

Na Justiça, o senador ainda tenta invalidar todos os atos autorizados por Itabaiana na condução do caso. Isso anularia as provas obtidas por meio das quebras de sigilo bancário e fiscal e das buscas e apreensões realizadas. A decisão sobre a validade das provas será tomada pelo Órgão Especial do TJ-RJ, caso o STF decida que Flávio tem direito ao foro especial.

Foi por meio delas que o MP-RJ descobriu que Queiroz pagou despesas pessoais de Flávio com dinheiro vivo. Para os promotores, o recurso em espécie usado pelo ex-assessor do senador era proveniente da rachadinha.

O senador nega as suspeitas levantadas pelos investigadores. Em entrevista ao jornal O Globo, ele disse que Queiroz eventualmente pagou despesas suas, mas com dinheiro seu de fonte lícita. Dados de suas contas, porém, não mostram saques no período.

Queiroz, que é policial militar aposentado e ex-assessor do atual senador, foi preso em junho, em Atibaia (interior de São Paulo), em um imóvel do advogado Frederick Wassef, então responsável pelas defesas de Flávio e do presidente.

Queiroz e Jair Bolsonaro se conheceram no Exército e são amigos há mais de 30 anos. Foi por meio de Jair que o ex-assessor ingressou no gabinete de Flávio. Em 10 de julho, Queiroz deixou o Complexo Penitenciário de Gericinó, no Rio, para cumprir prisão domiciliar. O presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha, concedeu o benefício a pedido da defesa. Com informações da Folha de SP

Poupança volta a atrair investimentos dos brasileiros e bate recorde para mês de julho

/ Economia

Aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros, a caderneta de poupança voltou a atrair o interesse dos brasileiros em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus. No mês passado, os investidores depositaram R$ 27,14 bilhões a mais do que retiraram da aplicação, informou nesta quinta-feira (6) o Banco Central. Em julho do ano passado, os brasileiros tinham sacado R$ 1,61 bilhão a mais do que tinham depositado.

O resultado de julho é o maior já registrado para o mês desde o início da série histórica, em 1995. Com o resultado do mês passado, a poupança acumula entrada líquida de R$ 111,58 bilhões nos sete primeiros meses do ano.

A aplicação tinha começado o ano no vermelho. Em janeiro e fevereiro, os brasileiros retiraram R$ 15,93 bilhões a mais do que depositaram. A situação começou a mudar em março, com o início da pandemia da covid-19, quando os depósitos passaram a superar os saques.

O interesse dos brasileiros na poupança se mantém apesar da recuperação da bolsa de valores nos últimos meses e da melhora das condições de outros investimentos, como títulos do Tesouro. Nos dois primeiros meses da pandemia, as turbulências no mercado financeiro fizeram investidores migrar para a caderneta.

Rendimento

Com rendimento de 70% da Taxa Selic (juros básicos da economia), a poupança atraiu mais recursos mesmo com os juros básicos em queda. Com as recentes reduções na taxa Selic, o investimento está rendendo menos que a inflação.

Nos 12 meses terminados em julho, a aplicação rendeu 3,12%, segundo o Banco Central. No mesmo período, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que serve como prévia da inflação oficial, atingiu 2,13%. O IPCA cheio de junho será divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) amanhã (7).

Para este ano, o boletim Focus, pesquisa com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central, prevê inflação oficial de 1,63% pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Com a atual fórmula, a poupança renderia 1,4% este ano, caso a Selic de 2% ao ano, definida ontem (5) pelo Banco Central, estivesse em vigor desde o início do ano. No entanto, como a taxa foi sendo reduzida ao longo dos últimos meses, o rendimento acumulado será um pouco maior.

Histórico

Até 2014, os brasileiros depositaram mais do que retiraram da poupança. Naquele ano, as captações líquidas chegaram a R$ 24 bilhões. Com o início da recessão econômica, em 2015, os investidores passaram a retirar dinheiro da caderneta para cobrir dívidas, em um cenário de queda da renda e de aumento de desemprego.

Em 2015, R$ 53,57 bilhões foram sacados da poupança, a maior retirada líquida da história. Em 2016, os saques superaram os depósitos em R$ 40,7 bilhões. A tendência inverteu-se em 2017, quando as captações excederam as retiradas em R$ 17,12 bilhões, e em 2018, com captação líquida de R$ 38,26 bilhões. Em 2019, a poupança registrou captação líquida de R$ 13,23 bilhões.

Banco do Nordeste eleva crédito para o chamado segmento empresarial em 34,8%

/ Economia

A liberação de crédito do Banco do Nordeste para o chamado segmento empresarial – médios e grandes empreendimentos – cresceu 34,8% no primeiro semestre do ano. Foram liberadores, segundo a instituição, R$ 3,2 bilhões. Em 2019, o segmento recebeu R$ 2,5 bilhões em igual período.

Foram contratadas de janeiro a junho deste ano 3.884 operações em toda a área de atuação do banco – os nove estados nordestinos e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. No Bahia, as aplicações alcançaram R$ 538,9 milhões para o total de 550 operações.

Para o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, ”o incremento das aplicações no segmento evidencia a capacidade dos empreendedores e também do Banco de superarem as dificuldades de um ano atípico”.