Reabertura das agências do INSS com atendimento presencial é adiada para dia 3 de agosto

/ Brasil

Foi adiado para 3 de agosto, o atendimento presencial nas agências da Previdência Social. O adiamento está na Portaria Conjunta n° 27 da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), publicada hoje (8), no Diário Oficial da União.

O atendimento exclusivo por meio de canais remotos fica prorrogado até o dia 31 de julho e continuará sendo realizado mesmo após a reabertura das agências. Segundo o ministério, em um primeiro momento, o tempo de funcionamento das agências será parcial, com seis horas contínuas, e o atendimento será exclusivo aos segurados e beneficiários com prévio agendamento pelos canais remotos (Meu INSS e Central 135). Também serão retomados os serviços que não possam ser realizados por meio dos canais de atendimento remotos como, por exemplo, realização de perícias médicas, avaliação social e reabilitação profissional.

De acordo com o ministério, as unidades que não reunirem as condições necessárias para atender o cidadão de forma segura, continuarão em regime de plantão reduzido. O INSS disponibilizará um painel eletrônico contendo informações sobre o funcionamento das Agências da Previdência Social, os serviços oferecidos e o horário de funcionamento.

A banda precursora da arrochadeira, Trio da Huanna, fará a 2º live solidária, no dia 18 de Julho

/ Entretenimento

Trio da Huanna realizará a 2º live solidária. Foto: Divulgação

A banda precursora do estilo musical denominado arrochadeira, Trio da Huanna, fará a 2º live solidária, intitulada Fuleragem da Huanna 2, que será realizada no dia 18 de Julho (sábado), em casa, às 16h, e transmitida através do Canal do Youtube (Trio da Huanna Oficial).

Depois do sucesso na primeira edição em abril, o grupo formado pelos irmãos Luizinho (vocalista), Lúcio (teclados), Neto (guitarra) e do amigo Fuscão (sax) promete um encontro pra lá de animado com um repertório repleto de sucessos que marcaram a carreira até as canções mais atuais, como a de trabalho ”Vapo”, que foi apresentada no verão, além de muitos outros hits conhecidos de todo o público fiel da banda.

Conforme informou a assessoria, durante a live, será lançado o hit ”Sonsinha”. Mais uma canção que promete vai agitar a galera!

Transporte intermunicipal é suspenso em mais seis cidades baianas; total é de 371

/ Trânsito

As cidades de Boa Nova, Caetanos, Guajeru, Lajedinho, Lençóis e Várzea da Roça terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de quinta-feira (9). A decisão, que pretende conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (8).

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 12 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Mundo Novo, cidade com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Lista de municípios

No total, a Bahia possui 371 cidades com transporte suspenso. São elas: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antas, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araçás, Aracatu, Araci, Aramari, Aratuípe, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Biritinga, Boa Nova, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Botuporã, Boquira, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetanos, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Cordeiros, Coribe, Correntina, Coronel João Sá, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Feira de Santana, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória e Gongogi.

A restrição também inclui Governador Mangabeira, Guajeru, Guanambi, Guaratinga, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicaraí, Ibicoara, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibitiara, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipecaetá, Ipiaú, Ipirá, Irajuba, Iraquara, Irará, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itaetê, Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaguaçu da Bahia, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itamari, Itambé, Itanagra, Itanhém, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itororó, Ituberá, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jaguaripe, Jandaíra, Jequié, Jeremoabo, Jiquiriçá, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jucuruçu, Jussara, Jussari, Laje, Lajedão, Lajedinho, Lajedo do Tabocal, Lamarão, Lapão, Lauro de Freitas, Lençóis, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macururé, Madre de Deus, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mascote, Mata de São João, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Monte Santo, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mulungu do Morro, Muniz Ferreira, Muquém de São Francisco, Muritiba, Mutuípe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã, Nova Ibiá e Nova Itarana.

Estão com restrição no transporte ainda Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Palmas de Monte Alto, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paripiranga, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedrão, Pedro Alexandre, Piatã, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Piritiba, Planalto, Poções, Pojuca, Ponto Novo, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Jânio Quadros, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Ribeirão do Largo, Rio de Contas, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Salinas da Margarida, Salvador, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santa Teresinha, Santaluz, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Desidério, São Felipe, São Félix, São Félix do Coribe, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São José do Jacuípe, São Miguel das Matas, São Sebastião do Passé, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanquinho, Taperoá, Tapiramutá, Teixeira de Freitas, Teodoro Sampaio, Teofilândia, Teolândia, Terra Nova, Tremedal, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Uibaí, Umburanas, Una, Urandi, Uruçuca, Utinga, Valença, Valente, Várzea da Roça, Várzea Nova, Varzedo, Vera Cruz, Vereda, Vitória da Conquista, Wagner, Wenceslau Guimarães e Xique-Xique.

Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe termina com 17 milhões sem se vacinar

/ Saúde

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, terminou e cerca de 17 milhões de pessoas que precisavam se vacinar não foram imunizadas. De acordo com dados do Ministério da Saúde, o número representa 11,2% do público- alvo da campanha. A meta do governo era de alcançar ao menos 90% desse grupo. Foram alcançados 88,8%.

O grupo com a menor cobertura vacinal foi de pessoas entre 55 e 59 anos de idade: pouco mais de metade do grupo se vacinou, 55,86% de cobertura. 60,91% das gestantes se vacinaram. Entre crianças de até cinco anos de idade a cobertura foi de 61,60%. Professores de escolas públicas tiveram 68,56% de cobertura vacinal.

Como o período da campanha acabou, agora as doses da vacina contra a Influenza que sobraram estão disponíveis para o restante da população, mesmo aqueles que não se encaixam no público-alvo. A vacinação é ainda mais importante durante a pandemia de covid-19, já que as duas doenças possuem sintomas semelhantes e a imunização ajuda os médicos a identificarem rapidamente quais casos podem ser causados pelo novo coronavírus.

”Ou vamos conter esse crescimento ou a situação vai piorar muito”, diz Rui sobre o interior

/ Bahia

Rui fala sobre avanço de casos no interior. Fotos: Paula Fróes

O crescimento dos últimos cinco dias, nos casos de coronavírus no interior da Bahia tem trazido preocupação ao governador Rui Costa e aos prefeitos. Durante transmissão nas redes sociais nesta terça-feira (7), o gestor ressaltou que mesmo com a antecipação de feriados, houve grande deslocamento para cidades do interior, no período dos festejos juninos, o que acabou elevando os índices. Rui anunciou que fará reuniões com 90 prefeitos, 30 a cada dia para definir medidas de contenção do vírus.

”Quarta, quinta e sexta, eu e o secretário da Saúde, Fábio Vilas Boas, iremos nos reunir com os prefeitos dos municípios com as piores situações, que estão crescendo mais rápido, para discutir e combinar medidas para barrar esse crescimento. Precisamos também garantir que quem está positivado fique isolado, até dos seus familiares, para segurarmos a taxa de contaminação. Agora há pouco falei com os prefeitos de Ribeira do Pombal, de Tancredo Neves. Ontem falei com o prefeito de Camamu. E uma das principais razões para o aumento de notificações foram as reuniões familiares em junho, nas datas do São João e São Pedro”, alertou.

De acordo com o chefe do Executivo estadual, mais de 30 cidades baianas estão com 100% de crescimento nos últimos 10 dias, contrariando as expectativas de queda da curva de contaminação.

”u estava contando os dias que a taxa iria cair. Infelizmente, mesmo antecipando os feriados de São João e do 2 de Julho. Com os apelos para as que as pessoas não viajassem, nem fizessem aglomeração. Se juntarmos 100 pessoas em uma festa, o vírus vai avançar. Foi o que aconteceu e nos preocupa a taxa de crescimento no interior do estado, em diversas regiões. Esse é um número absurdo, pois quando se passa de 50 casos ativos com uma velocidade dessas, vira contaminação comunitária e não se consegue mais controlar”, pontuou o governador.

Testes

Ainda segundo o governador, a Bahia é o segundo estado no Brasil que mais realizou testes PCR, mais de 100 mil. Rui revelou que irá aumentar ainda mais o número de testes, buscando chegar à meta de de 3 mil testes diários.

”Iremos trabalhar com o número máximo de testes e devemos processar 3 mil testes de RT-PCR todos os dias. A Bahia inclusive é o segundo estado no país em número de realização desse tipo de teste que é o mais seguro para detecção da doença. Já fizemos mais de 100 mil testes na Bahia e vamos seguir ampliando a testagem”, afirmou Rui Costa.

Emissoras de TV afastam equipes que se aproximaram de Bolsonaro para anúncio de teste

/ Imprensa

Bolsonaro foi diagnosticado com o vírus. Fotos: Isac Nóbrega

As equipes das três emissoras de TV que tiveram contato com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta terça-feira (7) para o anúncio de que ele testou positivo para o novo coronavírus serão afastadas de suas atividades por medida de segurança. No Palácio da Alvorada, diante de profissionais da TV pública EBC (Empresa Brasil de Comunicação) e de outros dois canais privados, CNN Brasil e Record, Bolsonaro anunciou que está doente.

Durante a maior parte do tempo, o presidente estava próximo aos repórteres, mas usava máscara. No fim da entrevista, ele se afastou um pouco e retirou o equipamento de proteção para seguir falando. ”Espera um pouco que vou afastar aqui para vocês verem minha cara. Estou bem, tranquilo, graças a deus”, disse o presidente após tirar a máscara do rosto para seguir a entrevista. Mesmo com o uso de máscara, especialistas recomendam um afastamento de pelo menos 1,5 metro.

Em nota, a EBC informou que todos os profissionais que participaram da transmissão foram afastados tão logo terminaram a cobertura. Eles ficarão em isolamento durante os próximos quatro dias, segundo informou a empresa. Depois deste período, farão exame para detectar o vírus causador da Covid-19. ”O retorno desses profissionais às atividades será definido oportunamente, de acordo com os resultados. Todos os exames serão custeados pela EBC”, informou a TV no comunicado.

A assessoria de imprensa da CNN Brasil informou por mensagem que o repórter Leandro Magalhães e o cinegrafista Carlos Alberto de Souza ficarão isolados por sete dias e só retornarão ao trabalho depois que apresentaram resultado negativo para seus exames de Covid-19.

A Record foi procurada, mas não respondeu à reportagem até o início da noite. Ao portal UOL, a emissora informou que o repórter Thiago Nolasco e os demais profissionais que tiveram contato com pessoas contaminadas serão afastados também por sete dias e, assim como no caso da CNN Brasil, só voltarão ao trabalho depois que testarem negativo para o novo coronavírus.

Pessoas infectadas, como o presidente da República, expelem o novo coronavírus enquanto falam, espirram ou tossem. Gotículas maiores de saliva e aerossóis, partículas líquidas menores que podem ficar suspensas no ar e ser inaladas por pessoas nas proximidades, podem carregar o vírus ativo, segundo estudos publicados recentemente.

Testes têm demonstrado que máscaras caseiras feitas de diversos tipos de tecido podem funcionar como uma barreira para conter a disseminação das partículas, mas nenhuma delas é capaz de fornecer proteção completa, principalmente com relação às partículas menores que podem passar pelo tecido com maior facilidade.

Jequié: Prefeito manda recado para o grupo Borges, para Zé Cocá e critica emissora de rádio

/ Jequié

Sérgio manda duro recado para adversários. Foto: Blog Marcos Frahm

O prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), do município de Jequié, retornou às atividades à frente do Executivo, na manhã desta terça-feira (7) após o período de afastamento por cinco dias do cargo, numa determinação do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). O vice-prefeito Hassan Iossef (PP), esteve no comando da cidade, até o final do expediente na segunda-feira (6).

Ao longo do dia, o prefeito concedeu entrevistas a Rádio 93 FM e fez duras críticas aos opositores, entre eles, à família Borges, proprietários da Rádio 95 FM, e ao ex-secretário de Infraestrutura, Fabrício Borges, inclusive seu apoiadores nas eleições de 2016.

Segundo o prefeito, Fabrício, que é citado nas investigações da Polícia Federal pela suposta participação nas irregularidades envolvendo verbas públicas na reforma das escolas municipais, seria um dos responsáveis por uma campanha com o objetivo de tirá-lo da Prefeitura, juntamente com o apresentador da emissora, Junior Mascote, como parte de um projeto político.

O prefeito também teceu críticas ao vice-prefeito, ao deputado estadual e pré-candidato a prefeito Zé Cocá (PP) e aos vereadores da oposição. ”A 95 fm fica o tempo inteiro propagando ódio na cidade, sendo que há 60, 90 dias atrás eram parceiros da prefeitura e, inclusive, o secretário de Infraestutura da época era o Fabrício Borges, proprietário da 95. Eu não sou engenheiro, sou formado em economia e não tenho a menor capacidade de poder verificar se uma planilha está de acordo ou não. Quero deixar bem claro que os secretários que assumiram a Educação não tem formação na área de engenharia e estavam ali cientes de que estava com documentos de obras que passaram pelo crivo de dois engenheiros,  o secretário e o fiscal da obra”, disparou.

Gameleira também alfinetou vereadores da bancada de oposição, o vice-prefeito Hassan e o deputado Zé Cocá (PP). ”Eu fiquei feliz quando o vice-prefeito passou pela prefeitura naquele primeiro afastamento equivocado orquestrado pela Câmara e depois foi para as redes sociais dizer que não gostou do que viu. Eu fiquei feliz que ele divulgou que a nossa receita é de R$ 25 milhões, ao contrário do que os vereadores da oposição dizem a todo instante que a receita ultrapassa os R$ 40 milhões. Mas o vice-prefeito esteve aqui, acho que muito em assessorado pelo deputado Zé Cocá, que pelo que eu soube foi ele quem geriu a pasta nesses dois momentos e verificaram que a receita do município é de R$ 25 milhões e se sentarem para fazer contas vão verificar que com a estrutura que nós temos na cidade, a folha de pagamento é cruel”, desabafou o prefeito.

Em momentos da entrevista, Sérgio citava, veementemente, os Borges, o radialista Mascote e o deputado Cocá, fazendo afirmação de que o grupo estaria tentando denegrir a sua imagem fazendo uso da emissora de rádio.

Com aumento de casos, Gandu tem maior incidência da Covid-19 na Bahia e prefeito prorroga lockdown

/ Bahia

Leonardo Cardoso prorrogou o ”lockdown”. Foto: Prefeitura

O município de Gandu, no sul da Bahia, registra grande crescimento de casos da Covid-19 nos últimos dias. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), nesta terça-feira (7), a cidade tem o maior coeficiente de incidência de casos da doença por 100 mil habitantes em toda Bahia.

Inclusive nesta terça, o prefeito da cidade, Leonardo Cardoso, prorrogou o ”lockdown”, que significa a proibição das atividades não essenciais e circulação de pessoas e veículos. A medida está em vigor desde o dia 2 deste mês e vale até o sábado (11), conforme publicação do G1.

Na última segunda-feira (6), Gandu contabilizou 54 casos novos do coronavírus. No total, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura da cidade, foram contabilizadas 773 pessoas contaminadas pela Covid-19, com 456 curadas e 14 mortes. O município ainda tem 303 casos ativos, que são pacientes infectados que ainda podem transmitir o vírus para outra pessoa.

”A gente tem a curva de contaminação que ainda é uma crescente. Isso é reflexo de duas semanas atrás, talvez a semana do São João. A janela imunológica, o aparecimento dos sintomas, leva de sete a 15 dias. O efeito de ontem, que ultrapassou 50 casos, foram coletas de pessoas que tiveram contaminação há duas semanas. Agora, o lockdown, a medida que está sendo abraçada, vai ter efeito daqui a uma ou duas semanas”, explicou o prefeito Leonardo Cardoso durante transmissão na internet nesta terça-feira.

Durante o ”lockdown” em Gandu, os únicos estabelecimentos com funcionamento permitido são farmácias, clínicas médicas, laboratórios, postos de combustíveis e serviços de delivery. Carros oficiais e de urgência e emergência também têm liberação para circulação.

”A medida está dando certo, está fluindo, dando efeito. É necessário se aproveitar esses três dias a mais, completar dez dias, e ter mais efeitos positivos lá na frente e derrubarmos com mais velocidade a curva de contaminação. […] Gandu tem tido contaminação frequente e acelerada. Ainda temos número grande de atendimento diário. Lockdown é para barrar velocidade de contaminação e que a gente não tenha muitas pessoas doentes. Graças a Deus a comunidade tem abraçado essa medida”, disse o prefeito.

A cidade também segue com o toque de recolher, em vigor desde o dia 4 de junho. A medida proíbe, das 19h às 5h, a circulação de pessoas e veículos nas ruas, exceto quem esteja a serviço e em casos de emergência.

Retomada da economia

O prefeito de Gandu também anunciou que, com o encerramento do lockdown, no sábado, a cidade vai retomar, gradualmente, a reabertura da economia.

Amargosa chega a 70 casos e registra 02 óbitos por covid em 24 horas; 29 pacientes estão recuperados

Equipe da Saúde municipal de Amargosa. Foto: Divulgação

O município de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, já registrou 70 casos do novo coronavírus, conforme o novo boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (7), pela Prefeitura. Destes, 29 pacientes são considerados recuperados.

O boletim local também trouxe o registro de 02 óbitos num período de 24 horas. Na noite de segunda-feira (6), faleceu em uma unidade hospitalar particular de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, onde estava internado desde junho o empresário e irmão do ex-prefeito Rosalvo Salles, Joca Salles, de 51 anos, que teria contraído o vírus.

Hoje, uma idosa de 81 anos, Maria de Jesus Santos, morreu em decorrência de complicações causadas pela Covid-19, segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde. Já são 03 mortes desde o início da pandemia. *Blog Marcos Frahm

Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus, diz boletim do Ministério da Saúde

/ Saúde

O Brasil chegou a 66.741 mil mortes e 1.668.589 milhão de casos em decorrência da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Foram 1.254 novas mortes e 45.305 novas pessoas infectadas registradas nas últimas 24 horas, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada hoje (7).  Até o momento 976.977 pessoas já se recuperaram e há 624.871 pessoas em acompanhamento.

Ontem, o balanço trazia 65.487 falecimentos e 1.623.284 de casos confirmados em função da pandemia.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 4%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 31,8. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 794.

De acordo com o Ministério da Saúde, O Brasil é o 2º do mundo em mortes e casos, atrás apenas dos Estados Unidos. Conforme o mapa global da universidade norte-americana Johns Hopkins, os Estados Unidos contam com 2.980.906 pessoas infectadas e registraram desde o início da pandemia 131.248 vidas perdidas.

Os números diários do balanço do Ministério da Saúde em geral são menores aos domingos e segundas-feiras pelas restrições nas equipes que fazem a alimentação nas secretarias municipais e estaduais, e maiores às terças-feiras, quando há um acréscimo dos registros alimentados em razão do acúmulo do que não foi encaminhado no fim-de-semana. Com informações da Agência Brasil

Jaguaquara impõe toque de recolher; cassação de alvará para o comércio que descumprir regras

/ Jaguaquara

Comércio de Jaguaquara fechou as portas. Foto: Blog Marcos Frahm

Após a determinação de fechamento do comércio local, como uma das ações de enfrentamento à Covid-19, a Prefeitura de Jaguaquara, sob a justificativa do aumento de casos do coronavírus no município, 371 casos, também voltou a restringir a circulação de pessoas nas vias da cidade, por meio de decreto que impõe o toque de recolher, das 19h às 06h, pelos próximos 15 dias, a partir desta terça-feira (7).

O decreto pede que a população permaneça em casa, exceto quem estiver atuando em serviço de delivery ou em deslocamento de trabalho, cuja jornada esteja compreendida no horário estabelecido.

A Prefeitura endureceu as regras impostas aos comerciantes, inclusive aos que representam estabelecimentos  classificados  como serviços não essenciais, que estão proibidos de funcionamento, até em regime de delivery ou retirada de produtos no local.

O setor supermercadista está autorizado a funcionar das 08h às 16h e no sábado até as 14h. Bares, academias e templos religiosos estão impedidos pelo novo decreto municipal. Restaurantes, lanchonetes, pizzarias e outros apenas com delivery. Nenhum estabelecimento comercial está autorizado aos domingos, exceto farmácias e postos de combustíveis.

A gestão municipal tem enfrentando, nas redes sociais, uma enxurrada de críticas de comerciantes que discordam de tais medidas, mas o argumento do poder público é de que o momento exige prioridade na prevenção ao coronavírus e o fechamento do comércio reforça o isolamento social para contenção da disseminação do vírus.

Conforme o decreto, o descumprimento prevê interdição imediata do estabelecimento infrator e até cassação do alvará, além de processo administrativo.

Jequié confirma mais 1 óbito, de um homem de 73 anos, e chega a 1.322 casos do vírus

/ Jequié

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, apresentou, o novo boletim epidemiológico do coronavírus, atualizado às 19h desta terça-feira, que registrou mais um óbito, sendo um homem, 73 anos, morador do bairro Jequiezinho, portador de hipertensão arterial sistêmica e que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Geral Prado Valadares.

O Boletim Epidemiológico traz, também, o registro histórico do maior número de casos, de um dia para o outro, em Jequié: 87 pessoas confirmadas com a doença, estabelecendo, tristemente, um novo recorde, perfazendo um total de 1.322 casos positivos. Destes, 500 foram diagnosticados por meio do método laboratorial RT-PCR. 746 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença. Os que estão em quarentena somam 1726 pessoas.

O bboletim local conta, agora, com os dados encaminhados pelo Hospital Geral Prado Valadares (HGPV) relativos a ocupação de adultos nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Até às 12h a taxa de ocupação era de 89,5%.

Bahia registra 3.675 casos novos de Covid-19 e 48 óbitos nas últimas 24 horas, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.675 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +4,2%), 48 óbitos (+2,2%) e 3.428 curados (+5,7%). Dos 91.954 casos confirmados desde o início da pandemia, 63.207 já são considerados curados, 26.531 encontram-se ativos e 2.216 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 394 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (44,25%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.293,00), Itajuípe (2.152,16), Ipiaú (1.796,26), Uruçuca (1.520,54) e Itabuna (1.496,56).

O boletim epidemiológico contabiliza 91.957 casos confirmados, 186.383 casos descartados e 90.571 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (7).

Na Bahia, 10.222 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.312 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.486 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. No que se refere aos leitos de UTI adulto, dos 887 leitos exclusivos para o coronavírus, 717 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 81%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 2.216 mortes pelo novo coronavírus.

2169º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 26/06 e foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2170º óbito – homem, 60 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial e obesidade, foi internado dia 22/06 e foi a óbito na mesma data (22/06), em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

2171º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 23/05 e foi a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

2172º óbito – mulher, 72 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede privada;

2173º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, portador de imunodeficiências, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2174º óbito – mulher, 52 anos, residente em Camaçari, sem comorbidades, foi internada dia 31/05 e foi a óbito na mesma data (31/05), em unidade da rede privada, em Salvador;

2175º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 04/06 e foi a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2176º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de doenças endócrinas e nutricionais, foi internada dia 13/06 e foi a óbito dia 04/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2177º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

2178º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de doença respiratória crônica, diabetes, doença cardiovascular e obesidade, foi internado dia 18/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2179º óbito – homem, 38 anos, residente em Feira de Santana, sem comorbidades, foi internado dia 17/06 e foi a óbito dia 06/07, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

2180º óbito – homem, 93 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 02/06 e foi a óbito dia 8/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2181º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, data de admissão não informada, foi a óbito dia 05/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2182º óbito – mulher, 97 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes, doenças endócrinas e nutricionais, foi internada dia 02/06 e foi a óbito dia 06/06, em unidade da rede privada, em Lauro de Freitas;

2183º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 04/06 e foi a óbito dia 14/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2184º óbito – homem, 54anos, residente em Eunápolis, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 11/06 e foi a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Eunápolis;

2185º óbito – homem, 67 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 29/06 e foi a óbito dia 03/07, em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;

2186º óbito – mulher, 71 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 18/05 e foi a óbito dia 03/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2187º óbito – mulher, 96 anos, residente em Itaparica, portadora de doença cardiovascular, data de admissão não informada, foi a óbito dia 04/07, em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;

2188º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e neoplasias, foi internado dia 23/06 e foi a óbito dia 02/07, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

2189º óbito – mulher, 57 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade, foi internada dia 08/06 e foi a óbito dia 18/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

2190º óbito – mulher, 43 anos, residente em Salvador, portadora de doença respiratória infecciosa e obesidade, foi internada dia 08/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2191º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2192º óbito – homem, 77 anos, residente em Salvador, portador de doenças do sistema nervoso, foi internado dia 06/06 e foi a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2193º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 14/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2194º óbito – mulher, 58 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 16/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2195º óbito – mulher, 85 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 07/06 e foi a óbito dia 12/06, em unidade da privada, em Salvador;

2196º óbito – mulher, 92 anos, residente em Cairú, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 03/06 e foi a óbito dia 02/07, em unidade da rede privada, em Lauro de Freitas;

2197º óbito – homem, 74 anos, residente em Itabuna, portador de doenças do sistema nervoso, foi internado dia 09/06 e foi a óbito dia 26/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

2198º óbito – mulher, 67 anos, residente em Crisópolis, sem comorbidades, foi internada dia 27/06 e foi a óbito dia 28/06, em unidade da rede pública, em Alagoinhas;

2199º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 11/06 e foi a óbito dia 13/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2200º óbito – mulher, 91 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença real crônica, foi internada dia 11/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2201º óbito – mulher, 71 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 15/06 e foi a óbito dia 05/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2202º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, data de admissão não informada, foi a óbito dia 05/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2203º óbito – mulher, 89 anos, residente em Itabuna, sem informação de comorbidades, foi internada dia 20/06 e foi a óbito dia 03/07, em unidade da rede pública, em Itabuna;

2204º óbito – mulher, 35 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2205º óbito – mulher, 51 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 23/06 e foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2206º óbito – mulher, 47 anos, residente em Feira de Santana, sem informação de comorbidades, foi internada dia 09/06 e foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede privada, em Feira de Santana;

2207º óbito – homem, 80 anos, residente em Alagoinhas, portador de diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, foi internado dia 23/06 e foi a óbito dia 02/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2208º óbito – homem, 67 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial, data de admissão não informada, foi a óbito dia 05/07, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

2209º óbito – mulher, 69 anos, residente em Feira de Santana, portadora de hipertensão arterial e neoplasias, foi internada dia 30/06 e foi a óbito dia 01/07, em unidade da rede privada, em Feira de Santana;

2210º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internado dia 06/06 e foi a óbito dia 13/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2211º óbito – homem, 90 anos, residente em Teixeira de Freitas, sem informação de comorbidades, foi internado dia 28/06 e foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

2212º óbito – homem, 81 anos, residente em Teixeira de Freitas, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 23/06 e foi a óbito dia 02/07, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

2213º óbito – homem, 67 anos, residente em Juazeiro, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 11/06 e foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

2214º óbito – homem, 56 anos, residente em Petrolina (Pernambuco), sem informação de comorbidades, foi internado dia 24/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

2215º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e obesidade, foi internada dia 12/06e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2216º óbito – homem, 86 anos, residente em Juazeiro, sem informação de comorbidades, foi internado dia 26/06 e foi a óbito dia 01/07, em unidade da rede pública, em Juazeiro.

Caminhão-guincho capota na BR-116 e homem que estava dentro de carro que era transportado morre

/ Trânsito

Acidente ocorreu no trecho de Conquista. Foto: Divulgação/PRF

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida após o capotamento de um caminhão-guincho, que transportava um carro, na madrugada desta terça-feira (7), na BR-116, região de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem que morreu estava dentro do carro que era transportado pelo caminhão-guincho. A vítima não foi identificada.

O acidente ocorreu por volta da 1h30 da madrugada, na altura do Km-834, próximo a um posto de combustível.

Ainda segundo a PRF, o motorista do caminhão-guincho sofreu ferimentos leves, entretanto não há informações sobre se ele precisou de atendimento médico. A PRF ainda destacou que o caminhão capotou após o motorista perde controle da direção. Com informações do G1