Bahia vence o Jacuipense por 2×0 e abre vantagem na semifinal do Campeonato Baiano

/ Esporte

Marco Antônio comemora gol sobre o Jacuipense. Foto: EC Bahia

Quando decidiu deixar a capital baiana e voltar a atuar em Riachão do Jacuípe, o Jacuipense tinha intenção clara: fazer valer a força da sua casa. Defendia uma invencibilidade de um ano e cinco meses no estádio Eliel Martins, o Valfredão. A última derrota havia sido em fevereiro do ano passado, para o Vitória da Conquista. O Leão do Sisal só precisava ter combinado com o Bahia.

O tricolor não levou o retrospecto em consideração. Venceu o time do interior por 2×0 nesta quinta-feira (30) e abriu vantagem na semifinal do Campeonato Baiano. Os gols do triunfo do Esquadrão foram anotados por Marco Antônio, no primeiro tempo, e Alesson, na etapa final.

O duelo de volta será no domingo (2), às 16h, no estádio de Pituaçu. O Bahia pode perder por um gol de diferença para se garantir na decisão. Quem avançar vai enfrentar o vencedor de Atlético de Alagoinhas e Juazeirense. O Carcará venceu o jogo de ida por 4×1, no Adauto Moraes, em Juazeiro. Com informações do Correio

Morre em Jequié, no Prado Valadares, o comerciante Vando do Café Preferido, figura querida no comércio

/ Jequié

Evangivaldo Barreto e a sua esposa Tânia. Foto: Acervo familiar

O município de Jequié registrou, nesta quinta-feira (30), o falecimento de duas pessoas bastante conhecidas na cidade: o empresário Celso Lobão, proprietário de uma loja de auto peças no Centro cidade. Celso faleceu em Vitória da Conquista, onde estava sendo tratado da Covid-19.

O outro registro de óbito foi o do comerciante Evangivaldo Barreto Souza, popularmente conhecido como Vando, que juntamente com a esposa Tânia, foi responsável pelo Café Preferido, na Rua Presidente Dutra, próximo à loja Americanas. O Café sempre foi um ponto de encontro tradicional frequentado, de forma eclética, por muitas pessoas, entre elas, diversas figuras do cenário político, sendo até apelidado de ”Senadinho”, por conta das resenhas e debates políticos ao pé do balcão.

Consta que o Café Preferido, nascido há 40 anos, sempre no mesmo ponto onde existe até hoje, foi fundado pelo Seu Lourival e Dona Lita, pais de Tânia, e o local assistiu o passar do tempo mantendo quase todos os equipamentos irretocáveis, tendo, inclusive, uma cafeteira que funciona desde o primeiro dia em que o estabelecimento foi aberto, até hoje.

Vando tinha 62 anos e estava internado numa UTI, do Hospital Geral Prado Valadares, onde faleceu, em decorrência de complicações advindas de uma cirrose hepática,

Muitos profissionais das emissoras de rádio, bem como jornalistas e dezenas de políticos e amigos prestaram condolências, nas redes sociais, à família.