Até o momento, Brasil registra 60 mil mortes por covid-19, segundo boletim do Ministério da Saúde

/ Saúde

Até o momento, 60.632 pessoas morreram em decorrência da pandemia do novo coronavírus no Brasil, segundo atualização diária do Ministério da Saúde divulgada nesta quarta-feira (1º). Nas últimas 24 horas, 1.038 pessoas perderam a vida por conta da covid-19. Ainda há 3.931 óbitos em investigação.

Contudo, na avaliação do Ministério da Saúde, o país atingiu um platô, quando a curva do número de mortes entra em um momento de estabilização. Nas últimas semanas, o total de novos óbitos vêm oscilando.

Ainda de acordo com o balanço do Ministério da Saúde, foram registrados 46.712 novos casos confirmados da doença. Com isso, o total de casos acumulados de covid-19 subiu para 1.488.753. Diferentemente da curva de mortes, na evolução dos números de pessoas infectadas o Brasil segue subindo.

Dados do Ministério da Saúde mostram que 561.255 pacientes estão em observação, enquanto o total de recuperados desde o início da pandemia é de 826.866.

Conforme mostra tabela do do Ministério da Saúde, os estados onde mais ocorreram óbitos por covid-19 foram São Paulo (15.030), Rio de Janeiro (10.198), Ceará (6.180), Pará (4.960) e Pernambuco (4.894). Já as Unidades da Federação com menos óbitos foram Mato Grosso do Sul (85), Tocantins (204), Roraima (314), Santa Catarina (347) e Acre (370). Da Agência Brasil

Câmara aprova adiamento das eleições municipais para novembro; PEC será promulgada nesta quinta

/ Brasília

Maia conduziu sessão da votação. Foto: Najara Araújo/Ag. Câmara

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (1º) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20, que adia as eleições municipais deste ano devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. O placar de votação da PEC no segundo turno foi de 407 votos a 70. Pouco antes, no primeiro turno, foram 402 votos favoráveis e 90 contrários.

Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o texto será promulgado nesta quinta-feira (2), às 10 horas, pelo Congresso Nacional.

Oriunda do Senado, a PEC determina que os dois turnos eleitorais, inicialmente previstos para os dias 4 e 25 de outubro, serão realizados nos dias 15 e 29 de novembro. Por meio de uma emenda de redação, deputados definiram que caberá ao Congresso decidir sobre o adiamento das eleições por um período ainda maior nas cidades com muitos casos da doença.

”A alteração do calendário eleitoral é medida necessária no atual contexto da emergência de saúde pública”, defendeu o relator, deputado Jhonatan de Jesus (Republicanos-RR). ”Os novos prazos e datas são adequados e prestigiam os princípios democrático e republicano, ao garantir a manutenção das eleições sem alteração nos mandatos”, continuou.

Calendário eleitoral
Além de adiar as eleições, a PEC, de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), estabelece novas datas para outras etapas do processo eleitoral de 2020, como registro de candidaturas e início da propaganda eleitoral gratuita. Apenas a data da posse dos eleitos permanece a mesma, em 1º de janeiro de 2021.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Irajuba e Planaltino são os únicos municípios do Vale do Jiquiriçá sem registro de casos do coronavírus

Irajuba segue monitorando entrada de pessoas. Foto: Renata Rocha

Irajuba e Planaltino são os únicos municípios localizados no Vale do Jiquiriçá sem registro de casos do coronavírus, até esta quarta-feira (1º), conforme apurou o Blog Marcos Frahm.

Em Irajuba, uma das primeiras cidades a realizar barreira sanitária 24 horas por dia, a Secretaria de Saúde diz haver casos suspeitos, que envolve moradores da cidade que estão em quarentena em Jequié, sem ter acesso à cidade, mas ainda não há confirmação de infectados.

Num território com 20 municípios, 18 já confirmaram casos, inclusive com 06 óbitos (2) em Milagres, (1) em Maracás, (1) em Amargosa, (1) em Lafaiete Coutinho e (1) em Santa Inês.

Em relação ao número de casos confirmados, o município mais populoso, Jaguaquara, aparece na dianteira, com 250 casos, seguido por Milagres (45), Amargosa (44), Maracás (33), Mutuípe (25), Laje (17), Lajedo do Tabocal (11), Brejões (10), Nova Itarana (8) Lafaiete Coutinho (6), Santa Inês (6), Ubaíra (5), Itaquara (5). Itiruçu (4), Cravolândia (4), São Miguel das Matas (4), Elísio Medrado (2), Jiquiriçá (2), totalizando cerca de 483 casos. O número de recuperados na região é de 272.

Até o momento, 5.021 municípios brasileiros registram casos do novo coronavírus, o que equivale a 90,1% de todas as cidades do país. E 2.551 municípios registraram óbitos por covid-19, o equivalente a 45,8% das cidades.

Jequié com mais 55 pessoas com o vírus, perfazendo um total de 958 casos; 594 estão recuperados

/ Jequié

O vírus mudou a rotina dos jequieenses. Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, apresentou o boletim epidemiológico do coronavírus desta quarta-feira, atualizado às 19h, que registrou mais 55 pessoas confirmadas com a doença, perfazendo um total de 958 casos positivos.

Destes, 355 foram diagnosticados por meio do método laboratorial RT-PCR. 594 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença. Os que estão em. quarentena somam 1910 pessoas.

O boletim local conta, agora, com os dados encaminhados pelo Hospital Geral Prado Valadares (HGPV) relativos a ocupação de adultos nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Até às 12h a taxa de ocupação era de 89,5%.

Bahia registra 3.178 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.178 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +4,3%), 49 óbitos (+2,6%) e 3.165 curados (+6,6%). Dos 76.485 casos confirmados desde o início da pandemia, 50.924 já são considerados curados, 23.659 encontram-se ativos e 1.902 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 388 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,53%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.932,56), Gandu (1.737,49), Ipiaú (1.536,85), Uruçuca (1.369,46) e Itabuna (1.236,73).

O boletim epidemiológico contabiliza 76.485 casos confirmados, 166.313 casos descartados e 78.797 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (1).

Na Bahia, 9.005 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.284 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.427 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 62%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 916 leitos exclusivos para o coronavírus, 720 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.902 mortes pelo novo coronavírus.

1854º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 18/05 e foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1855º óbito – mulher, 87 anos, residente em Inhambupe, portadora de doença renal crônica, foi internada dia 29/05 e foi a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Alagoinhas;

1856º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, data de admissão não informada, foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1857º óbito – homem, 86 anos, residente em Teixeira de Freitas, portador de hipertensão arterial, data de admissão não informada, foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1858º óbito – homem, 74 anos, residente em Teixeira de Freitas, sem comorbidades, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1859º óbito – homem, 69 anos, residente em Juazeiro, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

1860º óbito – homem, 58 anos, residente em Itabuna, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 03/06 e foi a óbito dia 14/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

1861º óbito – homem, 54 anos, residente em Dias D’Ávila, portador de diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Camaçari;

1862º óbito – homem, 77 anos, residente em Juazeiro, sem comorbidades, foi internado dia 22/06 e foi a óbito dia 26/06, em unidade da rede privada, em Juazeiro;

1863º óbito – mulher, 55 anos, residente em Alagoinhas, portadora de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1864º óbito – mulher, 60 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1865º óbito – homem, 95 anos, residente em Itapebí, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede pública, em Itapebí.

1866º óbito – homem, 39 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de diabetes, foi internado dia 12/06 e foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1867º óbito – homem, 35 anos, residente em Aporá, portador de tabagismo, data de admissão não informada, foi a óbito dia 20/05, em unidade da rede pública, em Aporá;

1868º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e obesidade, foi internado dia 22/06 e foi a óbito na mesma data (22/06), em unidade da rede privada, em Salvador;

1869º óbito – homem, 77 anos, residente em Eunápolis, sem comorbidades, foi internado dia 03/06 e foi a óbito dia 03/06, em unidade da rede privada, em Vitória da Conquista;

1870º óbito – homem, 61 anos, residente em Brumado, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 14/06, em unidade da rede particular, em Vitória da Conquista;

1871º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, neoplasia, doença do sistema nervoso e doença genética, foi internado dia 04/06 e foi a óbito dia 01/07, em unidade da rede particular, em Salvador;

1872º óbito – menino, 9 anos, residente em Eunápolis, sem comorbidades, foi internado dia 25/06 e foi a óbito na mesma data (25/06), em unidade da rede pública, em Itabuna;

1873º óbito – mulher, 80 anos, residente em Ilhéus, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 04/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

1874º óbito – homem, 51 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença renal crônica. Internado dia 24/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1875º óbito – homem, 79 anos, residente em Vitória da Conquista, portador de doença cardiovascular e fumante. Internado dia 18/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede particular, em Vitória da Conquista;

1876º óbito – mulher, 93 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 27/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1877º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1878º óbito – mulher, 77 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 17/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1879º óbito – homem, 42 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 08/06, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1880º óbito – mulher, 35 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 29/06, foi a óbito no mesmo dia (29/06), em hospital da rede pública, em Salvador;

1881º óbito – mulher, 42 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e obesidade. Internada dia 24/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1882º óbito – homem, 62 anos, residente em Itabuna, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular. Internado dia 16/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital filantrópico, em Itabuna;

1883º óbito – mulher, 95 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 16/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1884º – óbito – homem, 66 anos, residente em Candeias, portador de hipertensão arterial e obesidade. Internado dia 20/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1885º óbito – mulher, 70 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença cardiovascular e doença respiratória crônica. Internada dia 12/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1886º óbito – mulher, 89 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença renal crônica. Internada dia 22/06, foi a óbito dia 28/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1887º óbito – homem, 42 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e obesidade. Internado dia 13/06, foi a óbito dia 27/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1888º óbito – homem, 86 anos, residente em Monte Santo, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 13/06, em hospital da rede pública, em Monte Santo;

1889º óbito – homem, 85 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial. Internado dia 13/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1890º óbito – homem, 38 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica. Internado dia 12/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1891º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e doença renal crônica. Internado dia 21/05, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1892º óbito – homem, 82 anos, residente em Dias D´Ávila, portador de doença cardiovascular. Internado dia 26/05, foi a óbito dia 15/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1893º óbito – homem, 53 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial. Internado dia 21/06, foi a óbito dia 24/06, em hospital da rede pública, em Feira de Santana;

1894º óbito – mulher, 82 anos, residente em Camaçari, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 22/05, foi a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1895º óbito – mulher, 39 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de doença cardiovascular. Internada dia 01/06, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1896º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença cardiovascular e doença respiratória crônica. Internada dia 07/06, foi a óbito dia 21/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1897º óbito – homem, 53 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença renal crônica. Internado dia 03/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1898º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 20/05, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1899º óbito – homem, 20 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades. Internado dia 30/05, foi a óbito dia 06/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1900º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e neoplasias. Internado dia 19/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1901º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 05/06, foi a óbito dia 12/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1902º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular. Internado dia 07/06, veio a óbito dia 18/06, em Hospital da rede particular, em Salvador.

Prefeitura de Nova Itarana confirma mais 06 casos do coronavírus no município, nesta quarta-feira

Nova Itarana tem 08 casos confirmados. Foto: Divulgação/Prefeitura

A Prefeitura de Nova Itarana, através da Secretaria de Saúde, informou, nesta quarta-feira (1º), ter registrado a ocorrência de mais 06 casos do novo coronavírus. Segundo a nota pública divulgada pela gestão, todos os pacientes infectados estão em situação estável, com sintomas leves, já fazendo uso da medicação pertinente e monitorados pela Vigilância em Saúde.

”É importante deixar claro que esses novos casos não têm relação com o último caso confirmado nessa segunda-feira (29). São situações totalmente diferentes. Logo anunciaremos as ações que serão realizadas diante desse aumento repentino do número de casos. De antemão, solicitamos que, de forma imediata, todos mantenham o cumprimento das medidas já adotadas pela gestão municipal: não descuidem da lavagem das mãos e do uso da máscara. Fiquem em casa”, disse a prefeitura de Itarana em nota. Agora, são 08 casos confirmados. Destes, 01 é considerado curado.

Comércio de Jaguaquara funcionará seguindo decreto municipal nesta quinta, feriado de 2 de Julho

/ Jaguaquara

Comércio funciona nesta quinta-feira. Foto: Blog Marcos Frahm

O comércio de Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, que funciona com restrições impostas por decretos municipais para contenção do coronavírus desde o dia (18) de março, irá funcionar nesta quinta-feira, feriado de 2 de Julho.

Os estabelecimentos não terão o seu funcionamento alterado. Os que são considerados essências, funcionarão normalmente. Já os que não são essenciais seguirão o último decreto da Prefeitura, funcionando das 12h às 18h, conforme informou a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL local.

Ex-prefeito de Wenceslau Guimarães sofre representação do Tribunal ao MPE e MPF

/ Bahia

Na sessão desta quarta-feira (01/07), realizada por meio eletrônico, o Tribunal de Contas dos Municípios julgou procedente termo de ocorrência lavrado contra o ex-prefeito de Wenceslau Guimarães, Nestor Vicente dos Santos, em razão de irregularidades em convênio celebrado entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal, no exercício de 2014. O acordo firmado pelo gestor reconheceu a existência de dívida decorrente da ausência de repasses à instituição financeira de parcelas de empréstimos consignados em folhas de pagamento de servidores públicos, sem expressa autorização no texto da Lei Orçamentária, como exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

O relator do processo, conselheiro substituto Cláudio Ventin, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Federal e também ao Ministério Público Estadual para a apuração do crime de apropriação indébita e de ato de improbidade administrativa pelo ex-prefeito. O gestor foi multo em R$6 mil.

De acordo com o processo, a prefeitura celebrou dois acordos para regularização de repasse de valores decorrentes de convênio de consignação, sendo o primeiro no valor de R$413.135,63, referente aos valores retidos no período de 10/03/2014 a 10/06/2014, e o segundo no valor de R$541.730.56, referente aos valores retidos no período de 10/08/2014 a 10/12/2014.

O ex-prefeito, em sua defesa, reconheceu a retenção de valores nos pagamentos aos servidores municipais e a ausência do consequente repasse para a instituição financeira competente. Para a relatoria, o fato é incontroverso e apto a configurar “ilícito penal”, independentemente da suposta crise financeira que estaria sendo enfrentada pelo município.

Segundo o conselheiro substituto Cláudio Ventin, mesmo após reconhecer a ausência de repasse dos valores retidos no contracheque dos servidores municipais, no período de 10/03/2014 a 10/06/2014, o ex-prefeito incorreu em nova ilegalidade ao celebrar um segundo acordo e manter, ainda assim, a retenção e ausência de repasse de valores no período de 10/08/2014 a 10/12/2014. Cabe recurso da decisão.

Tribunal aprova contas do Consórcio Médio Rio das Contas, presidido pelo prefeito de Jequié

O CIMURC é uma entidade sem fins lucrativos. Foto: Divulgação

O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia (TCM-BA) aprovou, na manhã dessa terça feira (30), através do conselheiro-relator, Dr. Raimundo Moreira, as contas do Consórcio Intermunicipal do Médio Rio das Contas (CIMURC), relativas ao exercício de 2018, que tem como seu presidente, o prefeito de Jequié, Sergio da Gameleira.

O CIMURC é uma entidade sem fins lucrativos, com a finalidade de prestar serviços e desenvolver ações conjuntas que visem o interesse coletivo e que gere benefícios públicos. Constituem-se, basicamente, numa associação pública, com personalidade jurídica de direito público e de natureza autárquica, ou como pessoa jurídica de direito privado sem fins econômicos.

Formada pelos municípios que compõem o território do Médio Rio das Contas, o CIMURC vem sendo reestruturado, desde 2017, quando o atual presidente foi eleito, e vem atuando fortemente na região, com os serviços de manutenção e prevenção, nas rodopiais estaduais, as ”BAs”, na busca constante de convênios como o SIM (Sistema de Inspeção Municipal) e o de estruturação da sede do Consórcio, entre outros. Além de apoiar os consorciados com todos os maquinários disponíveis na sua frota, mantendo um pronto atendimento das necessidades de cada cidade.

Consórcio Intermunicipal do Médio Rio das Contas também desenvolve a execução de ações, por meio de contratos de cooperação técnica e de serviços, entre a entidade e o Governo do Estado, através de suas secretarias, autarquias e órgãos públicos, possibilitando que os cidadãos tenham um atendimento mais ágil, uma resposta em um menor tempo, além da prestação de serviços de qualidade.

”Feliz pela aprovação das nossas contas, enquanto responsável pelas ações do CIMURC. Mas isso tudo é resultado de um trabalho coletivo, pois diversos colaboradores participam, de forma ativa, na construção e solidificação do Consórcio, desde que assumimos a sua reestruturação.”, destacou o seu presidente, o prefeito de Jequié, Sergio da Gameleira.

Mesmo com pandemia, sob aplausos, Rui entrega a primeira ponte estaiada da Bahia, em Ilhéus

/ Bahia

Rui entrega primeira ponte estaida da Bahia. Foto: Mateus Pereira

Conhecida pelas belas praias e pela tradição na produção de chocolates, Ilhéus agora pode ser reconhecida também como detentora da primeira ponte estaida da Bahia. Na manhã desta quarta-feira (1º), o governador Rui Costa foi ao município e fez uma última vistoria antes da abertura oficial da Ponte Ilhéus-Pontal, que recebeu cerca de R$100 milhões em investimentos e possui 533 metros de extensão. O trânsito no local será liberado ainda hoje.

”Gostaria de registrar o reconhecimento pela dedicação dos trabalhadores nesta obra e também o trabalho realizado pelo então governador Jaques Wagner, que foi o responsável pelo início do projeto. Hoje, temos a satisfação de entregar a ponte concluída, um importante vetor de crescimento e que já figura como o novo cartão postal de Ihéus. A obra tem uma função muito importante não só para os moradores da cidade mas também para turistas que precisam ir para o litoral sul”, destacou o governador, revelando ainda que o nome oficial da estrutura, que será decidido pela Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), poderá ser Ponte Jorge Amado, em homenagem ao escritor baiano que nasceu na região.

Ponte Ilhéus-Pontal

Além dos 533 metros de extensão, a ponte conta com 25 metros de largura e abrange um sistema viário com 2,7 quilômetros e acessos ao Centro e ao Litoral Sul, dotado de quatro pistas de rolamento para veículos, uma ciclofaixa e ainda faixa para pedestres. O pintor Marcos Coutinho disse que Ilhéus precisava da obra. ”O pessoal e a cidade estavam necessitados dessa obra. Além de se tornar um incrível ponto turístico, ainda facilita a chegada ao Centro e, no sentido oposto, ao Pontal. O governo estadual está de parabéns”, garantiu.

Sobre o Rio Cachoeira, o equipamento vai fomentar o turismo na região sul e também melhorar a mobilidade de aproximadamente 511 mil pessoas que moram nas cidades de Ilhéus, Itabuna, Una, Canavieiras, Buerarema, Itacaré e Uruçuca. A abertura da ponte ainda vai viabilizar que a produção da região possa ser escoada para diferentes modais, a exemplo do Porto de Malhada e o futuro Porto Sul.

A região contava com uma ponte antiga, construída nos anos 60, que será substituída por um equipamento arquitetônico que incorpora elementos de iluminação cênica e urbanismo, de acordo com a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), que foi o órgão responsável pela execução da obra.  Além das áreas verdes, a urbanização da antiga ponte inclui quadras esportivas e parques infantis.

Para o titular da Seinfra, Marcus Cavalcanti, ”trata-se de uma obra digna de uma cidade tida como uma das mais belas do Brasil, que precisava de uma ligação entre as partes Norte e Sul. É uma ponte belíssima, que ainda foi dotada de urbanização”.

Duplicação da BA-001

A construção da primeira ponte estaiada da Bahia levou à necessidade de restaurar e duplicar um trecho da BA-001, em Ilhéus, até o entroncamento da BR-251. O objetivo da intervenção foi dar mais fluidez ao fluxo de motoristas na rodovia. Os serviços seguem em andamento na Orla Sul da cidade e contam com recursos da ordem de R$ 11 milhões.

 

Inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 querem prova em maio de 2021

/ Educação

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram, nesta quarta-feira (1º), o resultado da enquete para a escolha do novo período de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Para 49,7% dos estudantes, o Enem impresso deve ser aplicado em 2 e 9 de maio de 2021 e o Enem digital em 16 e 23 de maio.

As outras opções de data eram o Enem impresso em 6 e 13 de dezembro deste ano e Enem digital em 10 e 17 de janeiro de 2021, com 15% dos votos; e Enem impresso em 10 e 17 de janeiro de 2021 e Enem digital em 24 e 31 de janeiro, com 35,3% dos votos dos estudantes.

As provas, que aconteceriam em novembro deste ano, foram adiadas em função das medidas de enfrentamento à pandemia da covid-19.

A pesquisa com os estudantes foi aberta no dia 20 de junho na Página do Participante e 1,113 milhão de estudantes, que representam 19,3% dos inscritos no exame, responderam de forma voluntária. O Enem 2020 tem pouco mais de 5,7 milhões de inscritos.

Data

De acordo com o presidente do Inep, Alexandre Lopes, a data escolhida pelos estudantes ainda não é a oficial, mas será levada em conta para a definição. ”Mais de 80% pediram para fazer a prova no ano que vem. É uma opinião importante, mas não é a única fonte de decisão”, disse, ressaltando que poderá ser, inclusive, uma data diferente daquelas que foram colocadas na enquete.

Lopes explicou que o MEC e o Inep irão, agora, consultar o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que estão tratando do cronograma das aulas no ensino médio, e as associações que representam as instituições de ensino superior, para saber quando pretendem começar o primeiro semestre ano que vem. ”A data sairá desse processo de construção coletiva”, disse.

A expectativa é que a definição do período de aplicação da prova seja anunciado daqui duas ou três semanas. Segundo Lopes, independentemente da data, o governo está se preparando para garantir a segurança sanitária dos participantes e das pessoas que trabalham na aplicação do Enem, com a disponibilização de álcool em gel e máscaras, além de diminuir a quantidade de estudantes nas salas.

Para o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, caso o Enem 2020 seja realizado em maio do ano que vem, isso prejudicaria o primeiro semestre letivo das universidades. “É uma variável que será levada em consideração no debate com as instituições”, explicou.

Sisu e Enade

Paulo Vogel disse que o portal do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já está aberto para a consulta de vagas para ingresso no segundo semestre deste ano, nas universidades e institutos federais de ensino. As inscrições vão de 7 a 10 de julho.

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, também anunciou que a prova do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) de 2020, que aconteceria em novembro, será adiada para 2021 em razão da pandemia da covid-19 e dos problemas para a conclusão do cronograma do segundo semestre letivo. A nova data ainda será definida. O Enade avalia o desempenho dos estudantes e dos cursos de ensino superior.

Carro de taxista aposentado precipita-se de barranco na Avenida Tote Lomanto, em Jequié

/ Jequié

O veículo GM/Classic Sedan despencou. Foto: Blog Júnior Mascote

O veículo GM/Classic Sedan de propriedade do taxista aposentado Jonas Alves de Souza, conhecido pelo apelido de ”Jonas Gatão”, precipitou-se de um barranco na rua onde reside na região do Barro Preto em Jequié, ficando em posição vertical na Avenida Tote Lomanto, a uma altura de cerca de 4 metros.

Vizinhos que mantiveram contato por telefone com o Blog Jequié Repórter, revelaram que Jonas Gatão estava tentando retirar o veículo da garagem quando ocorreu falha na bateria e ele tentava fazer com que pegasse no tombo, com o auxílio de outra pessoa, momento em que o carro despencou na manhã desta quara-feira (1º).

Gatão que estava do lado fora do carro caiu e sofreu ferimentos leves enquanto a outra pessoa ficou ilesa. Uma ambulância do SAMU esteve no local onde realizou os procedimentos necessários.

Com 100% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados, prefeitura de Itabuna adia reabertura do comércio

/ Bahia

Itabuna não vai flexibilizar abertura do comércio. Foto: Prefeitura

A prefeitura de Itabuna decidiu voltar atrás e não flexibilizar a abertura do comércio. Em entrevista coletiva concedida na tarde da última terça-feira (30), o prefeito Fernando Gomes, afirmou que a elevada taxa de ocupação dos leitos de UTI para pacientes com coronavírus motivou a mudança de postura da gestão municipal.

”Infelizmente, nas últimas 24 horas, aumentou a ocupação dos leitos de UTI na Santa Casa e no Hospital de Base e isso impossibilitou a retomada do nosso comércio”, declarou Fernando Gomes, ao afirmar que 100% dos leitos para Covid-19 do município estão ocupados. ”Se houver necessidade, vamos fazer transferências para outra cidade com leitos disponíveis”, completou.

O prefeito afirmou que o Hospital de Base deve ser reforçado com dez novos leitos de UTI para coronavírus nos próximos dias. Na semana passada, a previsão do prefeito era de colocar em prática a flexibilização das atividades comerciais já nesta quarta-feira (1º). Com a prorrogação, os estabelecimentos não essenciais devem ser autorizados a abrir as portas somente a partir do próximo dia 9, com um protocolo já estabelecido para evitar a propagação da Covid-19.

”No dia 8, nós concluiremos a instalação de novos leitos de UTI e, no dia seguinte, com todos os protocolos definidos iremos reabrir o comércio de Itabuna. Já vamos deixar decretado”, concluiu.

No início de junho, a prefeitura de Itabuna chegou a anunciar a flexibilização das atividades comerciais, mas desistiu após uma recomendação do Ministério Público estadual (MP-BA).

Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do estado (Sesab), Itabuna possui 2.580 casos confirmados de coronavírus, com 56 mortes em decorrência da doença.

Bahia tem mais 7 cidades com transporte intermunicipal suspenso; total é de 348

/ Trânsito

O transporte intermunicipal foi suspenso em mais 7 cidades baianas. Um decreto publicado no Diário Oficial do Estado, nesta quarta-feira. determinando o fechamento das rodoviárias de Cotegipe, Igaporã, Itaguaçu da Bahia, Paramirim, Remanso, São José do Jacuípe e Wagner.

Ficam proibidas nestes municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Também permanecem suspensas, até domingo, 6, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Ibiquera, Santana, São Domingos e São Gabriel, que estão há 14 dias ou mais sem novos casos da Covid-19. No total, Bahia possui 348 cidades com transporte intermunicipal suspenso.