Covid-19: Brasil registra mais 32.913 casos e 1.274 mortes , diz o Ministério da Saúde

/ Saúde

O balanço diário divulgado pelo Ministério da Saúde trouxe, nesta quarta-feira (10), mais 32.913 pessoas infectadas pelo novo coronavírus, totalizando 772.416. O resultado marcou um acréscimo de 4,2% em relação a ontem (9), quando o número de pessoas infectadas estava em 739.503.

A atualização do Ministério da Saúde registrou 1.274 novas mortes, chegando a 39.680. O resultado representou um aumento de 3,2% em relação a ontem, quando foram contabilizados 38.406 falecimentos por covid-19.

Do total de casos confirmados, 407.341 estão em acompanhamento e 325.395 foram recuperados. Há ainda 3.608 investigação de óbitos para identificar se a causa foi covid-19.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de mortes (9.862). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (7.138), Ceará (4.480), Pará (3.027) e Pernambuco (3.531).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (156.316), Rio de Janeiro (74.373), Ceará (71.402), Pará (62.095) e Maranhão (53.508). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Amazonas (52.849), Pernambuco (41.935), Bahia (32.685), Paraíba (24.032) e Espírito Santo (23.344).

Número de mortos por covid-19 no Rio supera 7 mil

O número de mortes por covid-19 no estado do Rio de Janeiro passou hoje de 7 mil, segundo o painel de monitoramento da Secretaria Estadual de Saúde. Com a confirmação de mais 210 óbitos, o número acumulado chegou a 7.138 desde 19 de março, quando foi registrada a primeira morte no estado.

Vacina brasileira contra a covid-19 será testada in vivo pela Fiocruz

Uma vacina contra a covid-19 será testada em seres vivos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos). O teste será em modelo animal, fase de desenvolvimento chamada de estudos pré-clínicos. A informação foi divulgada em nota, nesta quarta-feira, pela Fiocruz. Da Agência Brasil

Mãe e filha morrem por Covid-19 em intervalo de uma semana em Itapetinga, no sudoeste da Bahia

/ Bahia

Mãe e filha morrem vítimas da Covid-19. Foto: TV Sudoeste

Uma mulher de 38 anos morreu por Covid-19, na cidade de Itapetinga, no sudoeste da Bahia, no fim da tarde de terça-feira (9). A vítima já tinha perdido a mãe na semana passada, também pela doença.

Lidiane Moreira estava internada no Hospital das Clínicas na cidade, quando não resistiu às complicações da doença. A vítima era casada e deixou dois filhos. A mãe de Lidiane, Maria da Glória, faleceu na última quinta-feira (4). Ela trabalhava como merendeira do Colégio Augusto Carvalho. As duas fizeram teste para a doença, que deram resultados positivos.

Conforme o ultimo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do município, já são 32 casos confirmados da doença em Itapetinga, com quatro mortes registradas. Além disso, 205 pessoas estão sendo monitoradas e 13 se curaram da doença. Com informações do G1

Boletim epidemiológico: Estado da Bahia registra 32.685 casos confirmados de Covid-19

/ Bahia

A Bahia registra 32.685 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 19,14% do total de notificações no estado. O boletim epidemiológico ainda contabiliza 14.228 pessoas recuperadas, 975 óbitos e 17.482 indivíduos monitorados pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 346 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (57,19%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ipiaú (8.523,53), Itajuípe (8.296,33), Uruçuca (7.407,77), Urandi (6.423,34) e Salvador (6.319,22).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 48.707 casos descartados e 89.334 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (10).

Na Bahia, 4.715 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.990 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.192 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 60%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 839 leitos exclusivos para o coronavírus, 601 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 72%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 975 mortes pelo novo coronavírus. Conforme perfil detalhado abaixo, os óbitos não ocorreram nas últimas 24 horas.

938º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular. Foi internado dia 03/06 e veio a óbito na mesma data, em unidade da rede pública, em Salvador;

939º óbito – homem, 46 anos, residente em Feira de Santana, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 02/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

940º óbito – homem, 55 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

941º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades. Foi Internada dia 24/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

942º óbito – mulher, 50 anos, residente em Brumado, portadora de diabetes, data de admissão informada, veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Brumado;

943º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, veio a óbito dia 03/06, em domicílio, em Salvador;

944º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, obesidade e neoplasias, foi internada dia 21/05 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

945º óbito – homem, 54 anos, residente em Feira de Santana, portador de diabetes, foi internado dia 30/05 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

946º óbito – homem, 61 anos, residente em Jequié, portador de diabetes, foi internado dia 01/05 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

947º óbito – mulher, 94 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e demências, incluindo Alzheimer, data de admissão não informada, veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

948º óbito – mulher, 82 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio óbito dia 14/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

949º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, em comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

950º óbito – mulher, 93 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

951º óbito – homem, 36 anos, residente em Salvador, portador de obesidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

952º óbito – mulher, 96 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

953º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

954º óbito – mulher, 48 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internada dia 28/05 e veio a óbito na mesma data, em unidade da rede pública, em Salvador;

955º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, data de admissão não informada, veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

956º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

957º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, portadora de demência, incluindo Alzheimer, data de admissão não informada, veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

958º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 25/05, em domicílio, em Salvador;

959º óbito – homem, 44 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

960º óbito – homem, 56 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

961º óbito – homem, 46 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

962º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e demências incluindo Alzheimer, data de admissão não informada, veio a óbito dia 28/05, em domicílio;

963º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

964º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 28/05, em domicílio.

965º óbito – homem, 62 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internado dia 01/06, veio a óbito no mesmo dia (01/06), em unidade da rede pública;

966º óbito – homem, 64 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e doença renal crônica. Internado dia 30/05, veio a óbito dia 01/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

967º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

968º óbito – mulher, 35 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença renal crônica. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

969º óbitos – mulher, 73 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades.  Veio a óbito dia 26/05, em seu domicílio, em Salvador;

970º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Sem informação acerca da data da internação, veio a óbito dia 22/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

971º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

972º óbito – homem, 90 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Veio a óbito dia 26/05, em seu domicílio, em Salvador;

973º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito 04/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

974º óbito – mulher, 74 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

975º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 24/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

Presidente da Assembleia descarta convocar Rui sobre respiradores: ”acima de qualquer suspeita”

/ Bahia

Nelson Leal descarta convocar Rui Costa. Foto: Divulgação/AL-BA

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado estadual Nelson Leal (PP), descartou, durante transmissão ao vivo nas redes sociais na noite desta quarta-feira (10), convocar o governador Rui Costa (PT) para prestar esclarecimentos sobre a compra fracassada de respiradores pelo Consórcio do Nordeste, do qual é presidente, que resultou em um inquérito no Ministério Público Federal (MPF).

”Não tem nem esse papel, no regimento na Casa. Não se pode convocar nem convidar o governador, não temos essa prerrogativa. Nem de apreciarmos nem convite nem convocação. Até porque acho que o governador está acima de qualquer suspeita, correto, sério. O governador agora tem que focar em ações no combate à covid-19”, disse, após ser questionado pelo site BNews.

”Queremos devolução do recurso e identificação dos envolvidos”, diz Rui sobre a respiradores

/ Nordeste

Rui Costa esclarece compra de respiradores. Foto: Mateus Pereira

”Para mim, independe quantas investigações serão realizadas e quem irá participar. O que nós queremos é a devolução imediata do recurso público e identificação dos envolvidos”. A declaração sobre as investigações em torno da compra de respiradores junto à empresa HempCare, denunciada pelo Consórcio Nordeste, foi dada pelo governador Rui Costa durante entrevista ao Bahia Meio Dia, da TV Bahia, na tarde desta quarta-feira (10). Foram investidos R$ 48 milhões para a aquisição dos equipamentos e o valor pago à vista, entretanto, os equipamentos não foram entregues. Uma operação da Polícia Civil baiana culminou na prisão de três empresários no dia 1º de junho.

Rui Costa ainda criticou a politização realizada neste momento que deveria ter como foco o combate à disseminação da Covid-19. ”Neste momento se criou uma disputa política e uma confusão jurídica. Há muita contaminação política e, infelizmente, a preservação da vida humana acaba ficando em segundo plano. A prioridade está na disputa política, que muitas vezes é levada para o campo dos procedimentos legais. Queremos o mais rápido possível a identificação dos culpados e devolução do dinheiro, pois estamos precisando desse recurso para continuar salvando vidas humanas”.

O governador ainda revelou que os empresários presos durante as investigações se mostraram dispostos a devolver parte do recurso, mas a ação fica inviabilizada diante da suspensão das investigações pela justiça. ”Não é possível paralisar uma operação em curso e não há nenhum prejuízo que no âmbito federal também se replicasse a operação. Eu não consigo entender a lógica da paralisação já que eventuais criminosos estavam sendo alcançados pelo estado e pela a justiça. Há um pano de fundo no país de criminalizar a ação de prefeitos e governadores, mesmo quando estes denunciam que foram vítimas de crimes”, ressalta Rui Costa.

Prazo para pagamento da taxa de inscrição do Enem 2020 termina nesta quarta-feira

/ Educação

Termina hoje (10) o prazo para pagamento da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, no valor de R$ 85. O procedimento deve ser feito pelos participantes que não se enquadram nos critérios de isenção. A taxa pode ser quitada em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios.

O estudante deverá gerar a Guia de Recolhimento da União (GRU) na Página do Participante. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) reforça para que os participantes fiquem atentos ao horário e às regras dos correspondentes bancários.

Devido às medidas restritivas impostas pela pandemia de covid-19, o Ministério da Educação garantiu a gratuidade da taxa de inscrição aos 4,8 milhões de participantes que se enquadraram nos requisitos para a isenção. O reconhecimento foi assegurado sem a necessidade de um pedido formal.

A edição 2020 do Enem recebeu 6,1 milhões de inscrições e 5,7 milhões já estão confirmadas. As datas das provas em modelo impresso e digital serão definidas após a consulta aos participantes por enquete a ser realizada no sistema do exame, mesmo ambiente virtual onde é feita a inscrição.

Na sexta-feira (12), serão divulgados os resultados para as solicitações de atendimento especializado. A publicação é individual na Página do Participante e, para casos de indeferimento, o Inep abrirá o prazo de 15 a 19 de junho para interposição de recurso.

Além dos canais de informação pela internet, os estudantes podem tirar dúvidas relativas ao processo de inscrição pelo Fale Conosco do Inep, por meio do autoatendimento online ou do 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).

Repórter da Globo é mantida refém após homem invadir emissora com faca nas mãos

/ Imprensa

Um homem invadiu a sede da Rede Globo na tarde desta quarta-feira (10) e mantém uma repórter refém. A polícia foi acionada e tenta negociar com o suspeito. As informações são do site Metrópoles.

De acordo com o site, o homem teria entrado na sede da emissora, no Rio de Janeiro, gritando ”Globo lixo”. Um cinegrafista que estava no local informou que todos os funcionários estavam isolados.

Segundo informações repassadas por uma fonte ao Metrópoles, o suspeito queria ver a jornalista Renata Vasconcellos. ”A Renata apareceu e o cara soltou a faca, como combinado. Foi preso. Largou a faca e levantou a blusa”, afirmou.

Operação Faroeste: MPF denuncia desembargadora do TJ-BA e mais quatro por corrupção

/ Justiça

Maria da Graça Osório Pimentel Leal é denunciada. Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou à Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) denúncia contra a desembargadora Maria da Graça Osório Pimentel Leal, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), e sua sobrinha Karla Janaína Leal, na Operação Faroeste. Também foram denunciados outros três envolvidos, por corrupção ativa e lavagem. Todos, segundo a ação, integravam esquema de venda de decisões judiciais para regularização de terras do Oeste Baiano, revelado pela Operação Faroeste.

Esta é a terceira denúncia apresentada pelo MPF no bojo das investigações. Em maio último, a Corte, de forma unânime, deu início a um processo (Ação Penal 940) contra 15 pessoas – entre elas, cinco desembargadores do TJBA e três juízes estaduais – por organização criminosa e lavagem de dinheiro. As investigações se iniciaram a partir da descobert, segundo o Ministério Público Federal, de indícios da existência de uma organização criminosa, que operou entre 2013 e 2019.

O grupo era dividido em três núcleos: núcleo judicial, formado por desembargadores, juízes e servidores do TJBA; núcleo causídico, composto por advogados responsáveis pela intermediação entre os julgadores e produtores rurais; e núcleo econômico, que conta com produtores rurais. Todos tinham a intenção de negociar decisões, em especial, para a legitimação de terras no Oeste da Bahia.

Segundo consta do documento enviado nessa sexta-feira (5) ao relator do caso, ministro Og Fernandes, entre julho e novembro de 2013, a magistrada baiana, em razão do cargo ocupado no TJBA, com auxílio de uma sobrinha, solicitou, aceitou promessa e recebeu vantagem indevida no valor de R$ 1,4 milhão para proferir decisão judicial em favor de um grupo de empresários interessados na legitimação de terras no município de Formosa do Rio Preto (BA), num litígio envolvendo área de 800 mil hectares e cifras bilionárias. Já os crimes de lavagem de dinheiro ocorreram entre 2013 e 2019, tendo como propósito distanciar o dinheiro, fruto de crimes praticados de sua origem ilícita e dissimularam sua real origem.

Ao final, o MPF requer o recebimento integral da denúncia e, em caso de condenação, a decretação da perda função pública para a desembargadora. Além disso, pede o perdimento dos bens frutos de lavagem de dinheiro no valor mínimo de R$ 991 mil e pagamento de indenização por danos morais coletivos, no valor equivalente a R$ 1,4 milhão, correspondente ao montante de dinheiro envolvido na decisão negociada.

Produção de motocicletas no país tem queda de 85% em maio, em comparação com 2019

/ Economia

A produção de motocicletas no país foi de 14.609 unidades no mês de maio, uma queda de 85,5% em comparação ao mesmo mês de 2019, quando foram produzidas 100.998 unidades. Os dados, divulgados hoje (10), são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) e levam em conta a produção no Polo Industrial de Manaus.

Apesar da queda, a produção no quinto mês de 2020 mostra recuperação do setor. No mês anterior, em que a produção ficou praticamente paralisada em razão da pandemia do novo coronavírus, a produção foi de 1.479 unidades, ou 90% inferior.

No acumulado dos cinco primeiros meses do ano foram fabricadas 313.687 motocicletas, uma redução de 33,1% na comparação com o mesmo período de 2019, o equivalente a 468.984 unidades.

“As atividades começaram a ser retomadas na primeira quinzena de maio, com o retorno de aproximadamente metade das fábricas que estavam paradas. Na última semana do mês a volta das atividades fabris chegou a 80%. Os dados de maio refletem essa retomada gradual de atividades do setor e apontam para tendência de uma nova melhora no comparativo mensal de produção em junho”, disse o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian.

Vendas

As vendas de motocicletas aos usuários finais foram de 29.192 unidades em maio, 70,2% menor em relação ao registrado no mesmo mês de 2019, e 3,3% acima das vendas de abril de 2020. “É importante destacar que devido à paralisação dos Detrans de diversas cidades, existe um volume de motocicletas vendidas que ainda não foi emplacado [registrado como venda]”, ressaltou o presidente da Abraciclo.

No acumulado do ano, as vendas somaram 304.286 unidades, uma retração de 32,4% na comparação com o mesmo período de 2019, de 450.011 unidades.

Exportações

Em maio, foram exportadas 236 motocicletas, uma retração de 44,6% na comparação com abril, e de 92,7% ante as 3.232 motocicletas embarcadas para o exterior no mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, as exportações somaram 7.487 unidades, representando uma queda de 57,3% na comparação com o mesmo período do ano passado, de 17.538 unidades.

Jequié: Academias elaboram Plano de Procedimentos e Orientações visando a reabertura do segmento

/ Jequié

Academias estão fechadas durante a pandemia. Foto: Divulgação

A reabertura responsável e gradual das academias de musculação e esportes afins em Jequié será objeto de uma reunião na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, agendada para sexta-feira (12j). Na ocasião será apresentado um Plano de Procedimentos e Orientações como parte da preparação visando a retomada de suas atividades suspensas pela Prefeitura de Jequié em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Os representantes de academias, que tem se reunido com frequência nos últimos dias, demonstram preocupação com a situação dessas empresas que têm importância vital na promoção de saúde, assim como grande relevância social com a geração de empregos e geração de renda.

Para garantir o retorno de suas atividades em segurança para seus colaboradores e dos frequentadores, o grupo elaborou um Plano com normas a serem cumpridas por todas as academias. Tais procedimentos de segurança têm por objetivo reduzir o risco de contaminação da Covid-19 no interior das empresas. A saúde é prioridade na avaliação dos envolvidos.

Da proposta consta que todos devem seguir as orientações da Organização Mundial de Saúde quanto as normas de higienização, uso de proteção pessoal, uso dos equipamentos, adoção de medidas operacionais preventivas como limitar a quantidade de clientes no interior das academias, observando a ocupação simultânea de 1 cliente a cada 4 m² (áreas de treino, etc.; delimitar com sinalização o espaço em que cada cliente deve se exercitar nas áreas de peso livre e nas salas de atividades coletivas; utilização de metade dos aparelhos de cardio, ou seja, deixar o espaçamento de um equipamento sem uso para o outro. Fazer o mesmo com os armários.

Tais ações são imprescindíveis a partir da chegada da Covid-19, pois, com ela vieram novas maneiras de pensar e reinventar a forma de agir. As informações são do site Jequié e Região

Jaguaquara: Prefeitura transfere jovem vítima de acidente que aguardava transferência para cirurgia

/ Jaguaquara

Jovem fraturou o fêmur após bater moto com carro. Foto: BFrahm

O jovem Rafael Caetano, 21, vítima de acidente de trânsito em Jaguaquara e que aguardava ser transferido ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, para ser submetido a procedimento cirúrgico no fêmur já foi encaminhado ao hospital regional.

O paciente sofreu acidente na segunda-feira (8), no Centro de Jaguaquara, quando colidiu a motocicleta que pilotava com um carro no Centro da cidade e, desde o dia do ocorrido, estava na fila de espera, internado na Santa Casa de Saúde/Maternidade, que acolhe pacientes do Hospital Municipal [fechado para reforma] e foi transferido na manhã desta quarta, em ambulância da Prefeitura, após publicação de matéria no BMFrahm [confirma]

após polêmica, Ministério da Saúde recua e volta a divulgar dados totais do coronavírus

/ Saúde

O Ministério da Saúde voltou a divulgar os dados acumulados de casos confirmados e de mortos pelo novo coronavírus em seu site na internet. O recuo ocorreu na tarde desta terça-feira (9), após o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinar que a pasta deveria voltar a informar os números como vinha fazendo desde o início da pandemia.

Os dados da epidemia deixaram de ser divulgados na integra pelo MS, na última sexta-feira, quando o portal foi tirado do ar para manutenção, e o governo passou a divulgar apenas os dados de casos e mortes registrados nas 24 horas anteriores, ocultando os dados totais.

O Ministério da Saúde não confirmou se a medida se dá em cumprimento à decisão do STF. A pasta também voltou a divulgar número de casos e mortes nas últimas 24 horas, que tem como base a data de notificação. E disponibilizou no portal tanto as informações sobre mortes em decorrência do novo coronavírus que aconteceram no último dia como também os casos antigos que ainda aguardavam a confirmação.

Em audiência nesta terça-feira na Câmara dos Deputados, o ministro interino, Eduardo Pazuello, disse que todas as informações referentes ao novo coronavírus estariam disponibilizadas em uma nova plataforma que será lançada nos próximos dias. E acrescentou que, dessa forma, nem seria ”obrigado a cumprir (a decisão do STF)”.

Desde sexta-feira da semana passada, os boletins diários deixaram de informar o acumulado de mortes e de casos confirmados da Covid, assim como a quantidade de óbitos em investigação. As informações também foram retiradas do site na ocasião.

Na noite de segunda-feira, Moraes determinou que o Ministério da Saúde retomasse a divulgação dos dados acumulados do coronavírus em até 48 horas. A decisão foi tomada ao analisar ação apresentada pela Rede Sustentabilidade, PSOL e PCdoB. Com informações do A Tarde

Brasil tem mais 1,2 mil mortes e 32 mil casos confirmados de covid-19, diz Ministério da Saúde

/ Saúde

Balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta terça-feira (9) aponta 1.272 novas mortes e 32.091 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Com esses acréscimos às estatísticas, o país chegou a 38.406 óbitos em função da pandemia do novo coronavírus e 739.503 pessoas infectadas.

O balanço traz um aumento de 4,5% no número de casos em relação a segunda (8), quando o total estava em 707.412. Já as mortes aumentaram 2,4% em comparação com o dado de segunda-feira, quando foram contabilizadas 37.134.

A taxa de letalidade (número de mortes pela quantidade de casos confirmados) ficou em 5,19%. A taxa de mortalidade (falecimentos por 100.000 habitantes) foi de 18,3. E a taxa de incidência (casos confirmados por 100.000 habitantes) correspondeu a 351,9.

De acordo com o Ministério da Saúde, 311.064 pacientes foram recuperados e 390.033 estão em acompanhamento.

Os estados com maior número de óbitos são São Paulo (9.522), Rio de Janeiro (6.928), Ceará (4.309), Pará (3.853) e Pernambuco (3.453). Também apresentam altos índices de mortes em função da pandemia Amazonas (2.315), Maranhão (1.285), Bahia (937), Espírito Santo (904), Alagoas (640) e Minas Gerais (399).

Os estados com mais casos confirmados de covid-19 são São Paulo (150.138), Rio de Janeiro (72.979), Ceará (68.384), Pará (59.148) e Maranhão (52.069).

Os dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretarias Estaduais de Saúde (Conass) coincidem com informações apresentadas pelo Ministério da Saúde. Da Agência Brasil

Jaguaquara: Vítima de acidente aguarda transferência ao HGPV para cirurgia após fraturar o fêmur

/ Jaguaquara

Moto e carro colidiram no Centro. Foto: Leitor/Blog Marcos Frahm

Um jovem de 21 anos, morador de Jaguaquara, sofreu fratura no fêmur após se envolver em um acidente de trânsito entre a motocicleta que ele pilotava e um veículo de passeio, no fim da tarde da última segunda-feira (08). O acidente aconteceu em um cruzamento, na Rua Avelar, Centro da cidade, quando Rafael Caetano, a bordo de sua moto Honda Pop, seguia do bairro Popular em direção a área central e colidiu com o carro, que segundo ele invadiu a via contrária, provocando a batida frontal.

O impacto foi tão forte que o condutor da moto foi arremessado na via pública. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar. O motorista do carro não sofreu lesões. Rafael foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

Fila de espera

Rafael teve a sorte de sobreviver ao acidente. Porém, o jovem sofre agora com a espera para conseguir uma cirurgia fora de Jaguaquara. Ele encontra-se internado na Santa Casa de Saúde/Maternidade, que está acolhendo pacientes do Hospital Municipal [fechado para reforma] e aguarda transferência para realização de procedimento cirúrgico no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, distante 53 Km de Jaguaquara.

Até a publicação da matéria, na noite desta terça-feira (09), o Blog Marcos Frahm foi informado de que o paciente ainda não havia sido transferido ao hospital de referência, mesmo estando regulado pelo município. Em contato com o HGPV, o BMFrahm recebeu informes revelando que o órgão segue os protocolos preconizados pela Sesab no que concerne a regulação, considerado um dos problemas no sistema de saúde do Estado. Vale ressaltar que, o Prado Valadares, único hospital público de referência na região tem concentrado atenção a pacientes vítimas da Covid-19.