Como previsto, secretária em Jaguaquara é exonerada do cargo para disputar Prefeitura

/ Jaguaquara

Edione Oliveira Agostinone será candidata. Foto: Rede social

Quem pretende concorrer os cargos de prefeito, vice-prefeito ou a vereador já começa a ser movimentar, com a atenção voltada aos prazos de desincompatibilização estipulados pela Justiça Eleitoral para disputar o pleito.

Em Jaguaquara, quem já deixou a gestão pública municipal de forma oficial por causa do período de desincompatibilização foi a escolhida pelo prefeito Giuliano Martinelli (PP) para lhe representar na disputa sucessória deste ano, a secretária de Desenvolvimento Social, Edione Oliveira Agostinone.

A agora ex-secretária, foi exonerada do cargo, em edição do Diário Oficial do Município de sexta-feira (29). Filiada ao PP, ela deve concorrer à Prefeitura nas próximas eleições. A pasta antes ocupada por Edione agora terá como titular a primeira-dama da cidade, Geisa Martinelli, que também já passou por lá e atualmente estava na titularidade da Secretaria de Governo, onde permanecerá como secretária interina, conforme decreto assinado pelo seu marido, Giuliano, e apurado pela redação do Blog Marcos Frahm.

A pré-candidatura de Edione não é nenhuma novidade nos meios políticos do maior colégio eleitoral do Vale do Jiquiriçá. Em março de 2019, Martinelli, em entrevista, já evidenciava o desejo de ter como representante do grupo uma mulher. Pelo entusiasmo que demonstra durante suas falas, derramando-se em elogios a secretária, ao destacar o trabalho de Agostinone na gestão, Martinelli demonstra que espera, tão somente, o calendário eleitoral permitir o registro das candidaturas para sacramentar seu desejo de ter uma mulher à frente dos destinos da cidade.

Edione atua na gestão pública desde 2013, quando Giulino, que inclusive é irmão do seu genro assumiu o primeiro mandato de chefe do Executivo, tendo o mesmo sido reeleito para o cargo em 2016. Outros nomes, como por exemplo, de vereadores da base na Câmara, chegaram a ser cogitados. Contudo, aliados dizem que o prefeito não recua da decisão de lançar uma candidata a prefeita e que o grupo está empolgado com a proposta de Agostinone.

Jequié: Novo boletim apresenta número crescente de casos de Covid-19, totalizando 385

/ Jequié

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, divulgou, na noite deste sábado (30), o novo boletim epidemiológico do coronavírus, atualizado às 19h, apresentando um número crescente de novos casos positivos, com mais 24 pessoas confirmadas com a doença, perfazendo um total de 385.

Destes, 193 foram diagnosticados por meio do método laboratorial RT-PCR. 130 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença.

Os que estão em quarentena somam 1784 pessoas. Desde o início da pandemia, Jequié já contabilizou 12 óbitos por Covid-19, sendo que quatro ocorreram apenas nesta semana.

Colisão frontal deixa 2 feridos, sem gravidade, na BR-116; vereador de Itaquara se envolveu

/ Trânsito

Automóveis Corsa Classic colidiram frontalmente na BR-116

Um acidente automobilístico ocorrido no fim da manhã deste sábado (30), na altura do KM 661 da BR-116, deixou dois feridos.

O acidente ocorreu no trecho do município de Jequié, e coincidentemente envolveu dois automóveis Corsa Classic , sendo um deles conduzido pelo vereador do município de Itaquara, no Vale do Jiquiriçá, Lúcio Oliveira Ferreira, 43, que chegou a ficar preso no veículo e posteriormente foi socorrido por uma equipe da Concessionária Via Bahia ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, mas sem gravidade.

Carro rodopiou e parou na margem da estrada. Foto: Marcos Frahm

O condutor do outro carro, que não teve a identidade revelada também foi socorrido para a mesma unidade hospitalar. Os veículos de passeio colidiram frontalmente. As causas da batida serão apuradas pela Polícia Rodoviária Federal – PRF.

Técnica de Enfermagem do Hospital Prado Valadares encontrada morta dentro de casa em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Mulher prestava serviço ao Prado Valadares. Foto: Blog Marcos Frahm

A taxa das mortes auto-provocadas vem crescendo, desde 2019, em Jaguaquara e outros municípios do Vale do Jiquiriçá. Em Jaguaquara, num curto período de sete dias, a polícia registrou casos de suicídios, em pontos diferentes da cidade.

O último, ainda não confirmado pelo Instituto Médico Legal, pode ter ocorrido neste sábado (30), e  refere-se a uma técnica de enfermagem, identificada como Rosimeire Barbosa Portugal, 43, que foi encontrada na manhã de hoje, sem sinais vitais, em sua residência, no bairro Malvina I.

Ao ser acionada após a descoberta do corpo, a polícia encontrou no local, seringas, ampolas e comprimidos que supostamente teriam sido utilizados por Rosimeire. A mulher teria retornado recentemente de São Paulo e integrava o quadro de profissionais de saúde do Hospital Geral Prado Valadares-HGPV, em Jequié, com atividade na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O corpo foi levado para autopsia no Instituto Médico Legal de Jequié, que deverá revelar a família as causas do óbito. Por meio de nota, a direção do HGPV lamentou a morte da servidora.”É com pesar que o Hospital Geral Prado Valadares informa o falecimento da técnica de enfermagem Rosimeire Barbosa Portugal, óbito que ocorreu na madrugada deste sábado, decorrente de causas externas”, lamentou a unidade hospitalar.

Na sexta-feira (29), um homem de 65 anos, identificado por Manoel Ferreira de Jesus, apelidado de Caburé, foi encontrado morto no interior da casa onde residia, na localidade de Baixa da Fartura, no bairro Lagoa e o caso foi registrado como suicídio. No último domingo (24), no bairro Popular, Marcos Santos Sales, de 33 anos, foi encontrado morto por enforcamento.

Toque de recolher em Jequié foi ampliado e prorrogado já a partir deste sábado

/ Jequié

Restrição de circulação ocorre das 17h às 05h. Foto: Blog Marcos Frahm

O toque de recolher em Jequié, foi ampliado e prorrogado já a partir deste sábado (30), para tentar conter a disseminação do novo coronavírus.

Até o dia 7 de junho, fica proibida a circulação de pessoas, bem como o funcionamento de estabelecimentos comerciais, com exceção de farmácias, das 17h às 5h, em qualquer ponto da cidade. ”Os números seguem crescendo em Jequié e, em conversa com o prefeito, ficou decidido que o mais prudente é aumentar a restrição de circulação de pessoas, para melhorar os números na cidade, que cresceram cerca de 25% nos últimos dias”, informou.

Boletim epidemiológico: Estado da Bahia tem 17.626 casos confirmados de Covid-19

/ Bahia

A Bahia registra 17.626 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 15,44% do total de notificações no estado. Os 29 óbitos contabilizados no boletim epidemiológico deste sábado (30) referem-se a um período de 14 dias, conforme observado nos perfis detalhados. Ou seja, não ocorreram em 24 horas. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria.

Considerando o número de 17.626 casos confirmados, 5.709 recuperados e 638 óbitos, 11.279 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 2.556 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 297 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (62,09%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (4.922,27), Ipiaú (4.294,27), Itabuna (4.145,89), Salvador (3.733,53) e Itajuípe (3.464,94).

O boletim epidemiológico registra 40.746 casos descartados e 114.157 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h30 deste sábado (30).

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.725 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 996 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 58%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 766 leitos exclusivos para o coronavírus, 524 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 68%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 52.462 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 30 de maio de 2020. Estão em análise 3.707 exames.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 638 mortes pelo novo coronavírus.

610º óbito – homem, 30 anos, residente em Candeias, portador de hipertensão arterial e doença do sistema nervoso, foi internado dia 15/05 e veio a óbito dia 16/05, em unidade da rede pública, em Candeias;

611º óbito – homem, 82 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e Doença de Parkinson, data de internamento não informada, foi a óbito dia 24/05, em unidade do SAMU, em Salvador;

612º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

613º óbito – homem, 57 anos, residente em Dias D’Ávila, portador de diabetes, foi internado dia 26/05 e veio a óbito na mesma data (26), em unidade da rede pública, em Salvador;

614º óbito – homem, 89 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 27/05 e veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

615º óbito – homem, 79 anos, residente em Candeias, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 14/05 e veio a óbito dia 24/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

616º óbito – mulher, 73 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, doença cardiovascular, doença do sistema nervoso e imunodeficiência, data de internamento não informada, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

617º óbito – mulher, 56 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 23/05 e veio a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

618º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença respiratória crônica, foi internado dia 28/04 e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

619º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de neoplasia e hipertensão arterial, data de internação não informada e veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

620º óbito – mulher, 49 anos, residente em Vera Cruz, sem informação de comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

621º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de obesidade, data de internamento não informada, veio a óbito dia 19/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

622º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

623º óbito – mulher, 64 anos, residente em Salvador, portadora de neoplasia, data de internamento não informada, veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

624º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, portador de doença genética e imunodeficiência, foi internado dia 17/05 e veio a óbito dia 26/05, em unidade filantrópica, em Salvador;

625º óbito – homem, 68 anos, residente em Candeias, portador de diabetes e hipertensão arterial, foi internado dia 24/05 e veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

626º óbito – homem, 93 anos, residente em Candeias, portador de neoplasia, fi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede pública, em Candeias;

627º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, portadora de obesidade, doença autoimune, hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 17/05 e veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

628º óbito – homem, 40 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 02/05 e veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

629º óbito – homem, 30 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de internação não informada, foi a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

630º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 14/05 e veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede privada;

631º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e hipertensão arterial, foi internado dia 02/05 e veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

632º óbito – homem. 82 anos, residente em Saubara, portador de diabetes e hipertensão arterial, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 24/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

633º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 13/05 e veio a óbito dia 19/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

634º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença renal crônica, foi internado dia 19/05e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

635º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, portadora de doenças endócrinas e nutricionais, diabetes e hipertensão arterial, foi internada dia 16/05 e veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

636º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica, foi internado dia 30/04 e veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

637º óbito – mulher, 64 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e obesidade, foi internada dia 26/05 e veio óbito dia 27/05, em unidade da rede privada, em Lauro de Freitas;

638º óbito – mulher, 59 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, foi internada dia 04/05 e veio a óbito dia 24/05, em unidade da rede pública, em Salvador.

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 45,94% foram do sexo feminino, 38,54% do sexo masculino e 15% não se tem informação. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 19,99% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (1.679,45/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (1.536,10/1.000.000 habitantes).

Governo da Bahia recebe doação de mais 30 mil máscaras de proteção facial da Ford

/ Bahia

Governo diz que a Ford já doou 40 mil máscaras. Foto: Divulgação

O Governo do Estado recebeu, nesta sexta-feira (29), a doação de mais 30 mil máscaras de proteção facial da Ford, totalizando 40 mil unidades entregues pela montadora neste mês. As máscaras, produzidas na fábrica de Camaçari, são extremamente necessárias para equipar os profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus na Bahia.

”Estamos atuando em diversas frentes no enfrentamento desta pandemia e, para isso, temos contado com a contribuição de empresas, fortalecendo o combate à Covid-19 em nosso estado. Estes protetores faciais são importantes para os profissionais que estão na linha de frente. Por isso agradecemos à Ford por esta doação”, destacou o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

O vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico, afirmou que ”esse novo lote de máscaras, doado pela Ford, vem reforçar nossa luta para reduzir a curva de contágio aqui na Bahia. Também reforça essa união entre Estado e iniciativa privada para conter a pandemia”.

A montadora ainda entregou 15 mil máscaras para municípios da região metropolitana de Salvador. Na Bahia, os municípios de Simões Filho, Candeias e Lauro de Freitas também serão contemplados com as próximas remessas.

A Ford ainda produzirá máscaras para equipar profissionais de saúde dos estados de São Paulo e do Ceará. Ao todo, serão doadas 110 mil máscaras por meio de uma parceria firmada entre a Ford, a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) e o Senai Cimatec.

Governo do Estado paga nova parcela do vale-alimentação estudantil no dia 8 de junho

/ Bahia

Mais uma vez, os 800 mil alunos da rede estadual de ensino vão ter direito ao auxílio de R$ 55 do vale-alimentação. O governador Rui Costa fez o anúncio do pagamento de mais uma parcela do benefício estudantil durante uma transmissão nas redes sociais, no início da noite desta sexta-feira (29). Os estudantes poderão utilizar a quantia exclusivamente para comprar itens do gênero alimentício em qualquer mercado instalado na Bahia a partir do dia 8 de junho, quando o valor será depositado pelo Estado.

Para pagar a nova parcela do benefício, o governo estadual investirá R$ 44 milhões, mesmo montante do primeiro pagamento feito aos estudantes, em 20 de abril, como destacou o governador. ”Vamos concluir a entrega dos cartões já nessa próxima semana, para que o pagamento da segunda parcela seja feito direta e integralmente por meio do cartão. Portanto, quem ainda não recebeu o cartão deve entrar em contato com a escola o quanto antes já que não será possível ter acesso ao benefício indo diretamente aos mercados, como ocorreu no primeiro pagamento”, alertou.

Macaco nativo de florestas no nordeste é resgatado pela polícia na Chapada Diamantina

/ Bahia

Macaco foi resgatado na na região de Lençóis. Foto: Divulgação/CIPPA

Um macaco da espécie Guigó, nativo das florestas do nordeste do Brasil, foi resgatado após ser encontrado ferido e desidratado na região da cidade de Lençóis, na Chapada Diamantina.

De acordo com a Companhia Independente de Polícia e Proteção Ambiental (CIPPA), o animal foi encontrado na última quarta-feira (27).

Segundo o comando da CIPPA de Lençóis, um homem que passava na altura da subestação da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), em Lençóis, achou o animal ferido e o socorreu para uma unidade da CIPPA.

O macaco estava com escoriações na perna e próximo ao queixo, além de estar muito fraco. Após ser socorrido, o animal foi encaminhado para um médico veterinário que o avaliou e iniciou tratamento.

Após os procedimentos médicos, as equipes da Cippa entraram em contato com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), onde mantiveram comunicação com o Parque Zoobotânico de Salvador, para onde foi encaminhado o macaco. Com informações do G1

Bahia tem mais 20 municípios com transporte intermunicipal suspenso; total chega a 247

/ Bahia

Buritirama, Caculé, Canudos, Casa Nova, Irecê, Itaquara, Muniz Ferreira, Novo Triunfo, Ourolândia, Paripiranga, Pedro Alexandre, Poções, Rafael Jambeiro, Santa Rita de Cássia, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São José do Jacuípe, Tanhaçu, Tanquinho e Uauá terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de domingo (31).

A medida tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana. Ficam proibidas nesses municípios a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

A decisão foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (30). O decreto ainda autoriza a retomada do transporte em Abaíra, Água Fria, Arataca, Aurelino Leal, Banzaê, Barra, Caetanos, Cravolândia, Jaguarari, Lafaiete Coutinho, Lajedo do Tabocal, Livramento de Nossa Senhora, Maracás, Mirangaba, Morpará, Mucugê, Nova Ibiá, Piatã e Taperoá, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Assembleia Legislativa de São Paulo indefere pedidos de impeachment contra Doria

/ Política

Doria é alvo de denúncia. Foto: Governo do Estado de São Paulo

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Cauê Macris (PSDB), indeferiu três pedidos de impeachment apresentados contra o governador do Estado João Doria (PSDB).

De acordo com informações do jornal O Estado de São Paulo, os requerimentos foram feitos pelo advogado Edilberto Acácio da Silva, pelo senador Major Olímpio (PSL-SP) e por um grupo de deputados estaduais – a maioria deles do PSL.

Os pedidos foram feitos com base em decisões de Doria relacionadas ao combate ao novo coronavírus no Estado. Em comum, os três requerimentos alegam que o governador feriu os direitos constitucionais de liberdade de ir e vir e de privacidade, ao determinar restrições circulação e monitorar a localização dos cidadãos por geolocalização.

Os parlamentares também citaram contratações de serviços sem licitação que não seriam essenciais no combate à doença. Já o senador Major Olímpio alegou o uso de helicóptero da Polícia Militar com finalidades pessoais pelo governador.

Em despacho, o presidente da Assembleia afirma que o Supremo Tribunal Federal (STF) reconhece que medidas para conter o contágio a covid-19 são de competência dos Estados e municípios.  Quanto às contratações sem licitação, ele afirma que os processos licitatórios foram suspensas, e que o Judiciário está analisando a questão. Por fim, sobre o uso dos helicópteros, segundo Macris, o governador possui essa prerrogativa.

Bolsonaro viaja ao interior de Goiás, para em rodovia e causa aglomeração em lanchonete

/ Política

Sem máscara, Bolsonaro abraça apoiadores. Foto: TV Anhanguera

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deixou o Palácio do Planalto na manhã deste sábado (30) e fez um voo de helicóptero até Abadiânia, cidade goiana no Entorno do Distrito Federal.

Segundo informações do portal G1, após pousar, Bolsonaro foi até uma lanchonete na BR-060, onde foi fotografado com uma máscara pendurada no ombro enquanto comia um salgado. A visita do presidente gerou aglomeração no local. Sem máscara, o presidente tirou fotos com apoiadores. Ele chegou a abraçar algumas pessoas, contrariando as recomendações de isolamento social.

Segundo uma funcionária da lanchonete, que não quis se identificar, a visita foi rápida e bastante movimentada. ”Ele já saiu, mas tem muita gente com ele em uma comitiva enorme”, afirmou. Ela informou que a lanchonete segue o decreto de Goiás que determina o uso de máscaras nos estabelecimentos, além do distanciamento de dois metros entre cada mesa. ”Porém eles não se sentaram, ficaram todos em pé, foi um lanche rápido”, disse. Procurado, o Palácio do Planalto não deu informações sobre a agenda do presidente.

Celso envia para avaliação de Aras pedido de investigação sobre Eduardo Bolsonaro

/ Política

Investigação sobre Eduardo Bolsonaro avança. Foto: Estadão

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), enviou na noite desta sexta-feira (29) ao procurador-geral da República, Augusto Aras, um pedido de investigação sobre o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por ”incitação à subversão da ordem política ou social previsto na Lei de Segurança Nacional”. A medida é uma praxe, uma vez que o tribunal, ao receber uma notícia-crime, deve reportá-la às autoridades de investigação.

No despacho, Celso, que é relator da suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Polícia Federal por denúncia do ex-ministro da Justiça Sergio Moro, afirmou ser ”imprescindível, em regra, a apuração dos fatos delatados, quaisquer que possam ser as pessoas alegadamente envolvidas, ainda que se trate de alguém investido de autoridade na hierarquia da República, independentemente do Poder (Legislativo, Executivo ou Judiciário) a que tal agente se ache vinculado”.

”Cabe ter presente, neste ponto, por oportuno, que o Ministério Público e a Polícia Judiciária, sendo destinatários de comunicações ou de revelações de práticas criminosas, não podem eximir-se de apurar a efetiva ocorrência dos ilícitos penais noticiados”, escreveu Celso, no pedido contra o filho do presidente. Na semana passada, Celso autorizou a divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril. No encontro com o presidente, o ministro Abraham Weintraub (Educação) disse que, por ele, ”colocaria todos esses vagabundos na cadeia, começando no STF”. Nesta sexta, ele prestou depoimento à PF e ficou em silêncio.

Nesta semana, o deputado criticou decisões recentes dos ministros Celso e Alexandre de Moraes. Em live na noite de quarta-feira (27) ao lado de alvos da ação do Supremo contra fake news, Eduardo defendeu reagir energeticamente contra a corte. ”Temos de pontuar, diagnosticar o problema e depois começar a tomar algumas atitudes”, afirmou o deputado federal.

”Até entendo quem tem uma postura moderada para não chegar num momento de ruptura, de cisão ainda maior, de conflito ainda maior. Eu entendo essas pessoas que querem evitar esse momento de caos, mas, falando abertamente, opinião de Eduardo Bolsonaro, não é mais uma opinião de se, mas de quando isso vai ocorrer”, disse o deputado.

No despacho da notícia-crime, Celso não relatou o que configuraria a incitação à subversão cometida por Eduardo. A notícia-crime, apresentada na quinta-feira (28) pelo advogado Antonio Carlos Fernandes, do Ceará, cita as declarações de Eduardo na live.

Celso escreveu que se evidencia ”o dever jurídico do Estado de promover a apuração da autoria e da materialidade dos fatos delituosos narrados por ‘qualquer pessoa do povo”. ”Vê-se, pois, que a presente comunicação nada mais traduz senão formal provocação dirigida ao senhor procurador-geral da República, para que Sua Excelência, examinando o que consta dos autos, possa formar sua convicção a propósito dos fatos e, em consequência, manifestar-se (a) pelo oferecimento de denúncia, (b) pela solicitação de maiores esclarecimentos e/ou diligências ou (c) pelo arquivamento dos autos”, escreveu o ministro.

Reprovação a Congresso e STF tem forte queda em meio a crise com Bolsonaro, diz Datafolha

/ Brasília

A reprovação à atuação do Congresso e do STF (Supremo Tribunal Federal) despencou em meio à crise política do governo Jair Bolsonaro, de acordo com pesquisa do Datafolha. Em levantamento feito entre a segunda (25) e a terça-feira (26), o instituto detectou forte queda na taxa de avaliação ruim/péssima sobre os trabalhos do Legislativo e do Judiciário em relação a pesquisa anterior com esse questionamento, feita em dezembro passado.

O Congresso e o STF vêm sendo desde março alvos de protestos de militantes bolsonaristas, e o próprio presidente compareceu a alguns desses atos. Ativistas mais radicalizados defendem inclusive o fechamento do tribunal e do Legislativo —prerrogativa que o presidente da República, no entanto, não possui.

Segundo a pesquisa do Datafolha, 32% consideram o desempenho dos senadores e deputados federais ruim ou péssimo, ante 45% seis meses atrás. Hoje, 18% acham o trabalho deles ótimo ou bom —eram 14% no levantamento anterior. A avaliação como regular está em 47%.

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Foram ouvidas 2.069 pessoas de todo o país. Por causa da pandemia do novo coronavírus, as entrevistas foram feitas por telefone, método que exige questionários rápidos, sem a utilização de estímulos visuais.

Já em relação ao Judiciário, 30% entendem que o STF tem feito um trabalho ótimo ou bom —eram 19% em dezembro. A taxa de avaliação ruim ou péssima caiu de 39% para 26% agora. Outros 40% consideram hoje regular o desempenho dos ministros.

Frequentemente criticado pela morosidade ao julgar casos de corrupção, o tribunal tem freado nos últimos meses algumas iniciativas relevantes do governo Bolsonaro.

A corte, por exemplo, por meio de ordem do ministro Marco Aurélio Mello, definiu que estados e municípios têm autonomia para decidir sobre restrições à circulação de pessoas na pandemia. Em abril, o ministro Alexandre de Moraes barrou a nomeação de um amigo da família do presidente, Alexandre Ramagem, para a direção da Polícia Federal.

Além disso, o ministro Celso de Mello, decano da corte, tem agilizado um inquérito policial contra o presidente e determinou que ministros generais prestassem depoimentos. Bolsonaro tem reagido a essas medidas e já reclamou publicamente do comportamento do relator de seu inquérito. Em um dos protestos em que esteve, em Brasília, chegou a falar em uma situação ”limite”.

As circunstâncias recrudesceram na última semana, já depois da conclusão da pesquisa, quando a Polícia Federal fez buscas em endereços de apoiadores de Bolsonaro, como empresários, blogueiros e ativistas, por ordem de Alexandre de Moraes em um inquérito que investiga ameaças e um esquema de fake news.

O levantamento do Datafolha mostra também que os entrevistados que avaliam positivamente o governo federal tendem a ser mais críticos do Supremo Tribunal Federal. Entre aqueles que consideram a gestão de Bolsonaro ótima ou boa, a taxa de ruim e péssimo sobre o trabalho do tribunal passa de 26% para 42%.

Da mesma maneira, entre os entrevistados que acham o governo federal ruim ou péssimo tende a haver uma avaliação melhor dos juízes da corte. Entrevistados que possuem curso superior e têm alta renda familiar mensal também são mais críticos ao tribunal. Nesse último grupo, a taxa de ruim/péssimo dos juízes vai a 48%.

Diferentemente do Supremo, o Congresso Nacional possui uma ala claramente de apoio ao presidente.
A gestão de Bolsonaro, porém, não construiu uma base sólida de partidos apoiadores, ao contrário de governos anteriores.

Ele tenta agora ampliar sua aliança no Senado e na Câmara dos Deputados por meio de uma aproximação com partidos do chamado centrão. Desde a posse, o comando das duas Casas tem agido de modo independente em relação ao governo.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), costuma fazer críticas à gestão Bolsonaro, mas atuou pela aprovação da reforma da Previdência, no ano passado, e não deu seguimento até agora a pedidos de impeachment contra o presidente da República. Maia se tornou um dos principais alvos de simpatizantes do presidente em atos e protestos.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), tem atuado de modo parecido ao de seu colega da Câmara. Embora tenha feito acenos ao governo, já chegou a dizer que o país “precisa de uma liderança séria” após Bolsonaro minimizar a dimensão da pandemia em um pronunciamento em rede de TV, em março.

Segundo o Datafolha, entre entrevistados que declararam ter votado em 2018 em Fernando Haddad (PT), adversário de Bolsonaro no segundo turno da eleição presidencial, a taxa de ruim/péssimo na avaliação do Congresso diminui para 27%.

O índice de ótimo/bom dos congressistas sobe para 26% entre aqueles que declararam ter escolaridade de nível fundamental e cai para 8% no grupo de eleitores que declaram ter renda familiar mensal superior a dez salários mínimos. No recorte regional, o índice de ótimo/bom dos congressistas cai para 13% levando em conta apenas entrevistados do Sul do país. Com informações da Folha