Lagedo do Tabocal não registra casos de coronavírus; dos 06 confirmados, 02 estão curados

O município de Lagedo do Tabocal não registra novos casos de Covid-19 desde a última segunda-feira (11), quando a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, anunciou o 6º caso.

Em novo boletim epidemiológico divulgado na noite desta sexta-feira (15), a Secretaria informou que Lagedo não registrou aumento de casos e que, dos confirmados, 02 já foram recuperados. A Prefeitura realiza barreiras sanitárias na entrada da cidade, monitorando a entrada de pessoas de outros municípios.

Dois hospitais em Jequié passam a contar com túneis de desinfecção do Senai Cimatec

/ Jequié

São Vicente e Prado Valadares contam com túneis. Foto: Secom

Os hospitais São Vicente e Prado Valadares, que atendem pacientes com Covid-19, em Jequié, receberam nesta sexta-feira (15) túneis de desinfecção para uso exclusivo por profissionais que utilizem equipamentos de proteção individual (EPIs). A implantação das duas unidades faz parte de uma parceria entre o Governo do Estado e o Senai Cimatec, responsável pelo desenvolvimento do equipamento.

”Os profissionais de saúde que atuam nestes dois hospitais passam a contar com uma maior segurança durante a retirada dos EPIs, já que eles carregam em sua superfície uma alta carga viral. Jequié vem apresentando um número elevado de pessoas contaminadas e a chegada dos túneis vai fortalecer o combate à Covid-19, oferecendo mais segurança para quem está atuando na linha de frente para salvar vidas. Outros hospitais em toda a Bahia também vão receber o equipamento”, destacou o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

Com estes, 12 unidades de saúde passam a contar com o túnel de desinfecção. Os outros são: Instituto Couto Maia, Unidade de Pronto Atendimento do Vale dos Barris, hospitais Santo Antônio (Obras Sociais Irmã Dulce), Espanhol, Subúrbio, Ernesto Simões Filho e Martagão Gesteira em Salvador, além do Costa do Cacau, em Ilhéus, Calixto Midlej Filho, em Itabuna, e Riverside, em Lauro de Freitas.

Os túneis possuem formato de um corredor de 2,5 metros, pelo qual o profissional de saúde passa ao final do seu expediente, antes da retirada do Equipamento de Proteção Individual (EPI), para desinfecção. Cada equipamento possui estrutura de alumínio, com tubulação de PVC, uma bomba de alta pressão e bicos aspersores que fazem o processo de nebulização. O desinfetante utilizado (hipoclorito) já é amplamente recomendado e utilizado por décadas para uso na desinfecção de superfícies de ambientes hospitalares e domiciliares pela OMS, ANVISA e órgãos internacionais de saúde, inclusive com eficácia comprovada para o novo Coronavírus.

Os túneis de desinfecção foram desenvolvidos sob a supervisão do infectologista Roberto Badaró, pesquisador chefe do Instituto de Tecnologia da Saúde do Senai Cimatec, e atendem adequadamente aos requisitos especificados pela ANVISA. ”A gente sabe que a contaminação do profissional da área da saúde, cerca de 50% ocorre não no contato com o paciente, mas quando ele vai se desparamentar. Ao passar pelo túnel de desinfecção e receber o spray, o profissional pode retirar estes equipamentos de proteção individual sem risco de contaminação”, explica Badaró.

Covid-19: Polícia Militar realiza a ”Operação Lockdown” na área central de Jequié

/ Jequié

Ruas do Centro são alvo da Operação Lockdown. Foto: Polícia Militar

O 19º Batalhão de Polícia Militar deu início ontem, sexta-feira (15), Operação Lockdown, com a interrupção do tráfego de veículos em várias ruas do centro comercial da cidade. De acordo com o comando da unidade militar, a operação tem o objetivo de conscientizar a população para evitar se deslocar para o centro ou saírem de suas residências, o que deve ser feito apenas em um caso de extrema necessidade.

Os policiais militares aturam em cinco pontos de bloqueio no centro da cidade, utilizando sete viaturas, e contou com o apoio da Guarda Municipal e da SUMTRAN. ”A Polícia Militar através do 19° BPM reafirma seu compromisso com a sociedade Jequieense e mantém-se firme  na luta contra a COVID-19, juntos na corrente do bem”.

MP-BA orienta municípios baianos a adotar cuidados especiais com vítimas fatais de covid-19

/ Bahia

Prefeituras, hospitais e empresas funerárias dos municípios de Valença, Cairu e Presidente Tancredo Neves foram orientados pelo Ministério Público estadual (MP-BA) a adotar providências para cumprir as exigências sanitárias compatíveis com o trato das vítimas fatais da Covid-19, desde a liberação dos corpos pelos hospitais, passando pelos cuidados funerários até o enterro.

A recomendação da promotora de Justiça, Lívia Luz Farias segue as orientações do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária e busca reduzir o risco de transmissão da Covid aos profissionais de saúde, do sistema funerário, bem como aos parentes e às famílias das vítimas.

O MP recomenda que os familiares das vítimas não tenham contato físico com os corpos no momento da despedida, nem com os equipamentos e materiais próximos que possam estar contaminados. Os trabalhadores que irão lidar com os corpos deverão ser informados que a vítima morreu em decorrência da Covid.

O transporte do corpo, seu tratamento funerário e os procedimentos necessários ao enterro devem ser realizados por profissionais habilitados a lidar com vítimas da doença, munidos de todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) necessários. Todo o velório deverá ser realizado com caixão fechado, no ”tempo mais breve possível”, com a presença de, no máximo, 10 pessoas, respeitando-se um distanciamento mínimo de 1 metro. A recomendação é que integrantes de grupos de risco ou com sintomas de doenças respiratórias não deverão acompanhar as cerimônias.