Jequié apresenta 16 novos casos de Covid-19, chegando a 120, mantendo curva ascendente

/ Jequié

Casos confirmados ocorreram em 180 municípios. Foto: Paula Fróes

Jequié apresenta 16 novos casos de Covid-19, e mantém curva de contaminação ascendente. O município agora contabiliza 120 casos confirmados da doença, conforme boletim epidemiológico divulgado na noite desta terça-feira (12), pela Secretaria Municipal de Saúde, atualizado às 19h.

Dos 120 pacientes que testaram positivo desde o início da pandemia, 75 foram diagnosticados por meio do método laboratorial RT-PCR. O boletim passa a constar com o óbito da última vítima de Covid  no município, como atestaram os resultados que chegaram nesta terça-feira.

Informou também que 69 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença. Ainda segundo a Secretaria, o número dos que estão em quarentena, também, mantém ritmo crescente, com 812 pessoas.

 

Covid-19: Brasil registra 881 mortes em 24h; total chega a 12,4 mil, diz Ministério da Saúde

/ Saúde

O Brasil teve 881 novos registros de mortes nas últimas 24 horas e o total de óbitos chegou a 12,4 mil. O resultado representou um aumento de 7,6% em relação a ontem, quando foram contabilizados 11.519 falecimentos pela covid-19. O balanço diário foi divulgado no início da noite de hoje (12) pelo Ministério da Saúde. Já os novos casos confirmados são 9.258, totalizando 177.589. O resultado marcou um acréscimo de 5,4% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 168.331.

Do total de casos confirmados, 92.593 (52,1%) estão em acompanhamento e 72.597 (40,9%) foram recuperados. Há ainda 2.050 mortes em investigação.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de óbitos (3.949). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (1.928), Ceará (1.280), Pernambuco (1.157) e Amazonas (1.098).

Além disso, foram registradas mortes no Pará (864), Maranhão (423), Bahia (225), Espírito Santo (212), Paraíba (154), Alagoas (150), Minas Gerais (127), Paraná (113), Rio Grande do Sul (111), Rio Grande do Norte (93), Amapá (86), Santa Catarina (73), Goiás (52), Acre (51), Rondônia (50), Piauí (49), Distrito Federal (46), Sergipe (37), Roraima (50), Mato Grosso (19), Tocantins (14) e Mato Grosso do Sul (11).

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, o secretário-substituto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, apresentou a nova plataforma de disponibilização de dados sobre a pandemia. O site continua disponibilizando dados atualizados diariamente de casos confirmados, mortes e a letalidade (número de falecimentos por pessoas infectadas).

Essas informações são detalhadas por região e por estado. Foram adicionadas novas informações, como o número de recuperados e a mortalidade. Os recuperados passaram a ser informados diariamente desde a troca no comando do Ministério da Saúde.

Na plataforma, são publicados também dados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), grupo de infecção em que a covid-19 se insere. Contudo, deixaram de ser atualizados diariamente os números totais de hospitalizados por SRAG, hospitalizados com covid-19 e hospitalizados com SRAG em investigação. Da Agência Brasil

Jequié: Justiça acata mandado de segurança e suspende sessão que votaria impeachment

/ Jequié

Presidente assina mandado de segurança. Foto: Blog Marcos Frahm

Ainda não foi desta vez. Uma sessão extraordinária convocada pela mesa diretora da Câmara de Vereadores de Jequié, marcada para ser realizada a partir das 17h desta terça-feira (12), foi suspensa, por decisão judicial – liminar.

Na sessão, seria levado ao plenário o um pedido de afastamento do prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), com base em denúncia protocolada na Casa, que aponta supostas irregularidades cometidas pelo chefe do Executivo Municipal, que teria sido alvo recente de uma ação do Ministério Público do Estado da Bahia (MPE), que o acusou de improbidade administrativa por suposto prejuízo aos cofres públicos de aproximadamente R$ 4,9 milhões.

Contudo, a Justiça determinou a suspensão da sessão atendendo mandado de segurança requerido por vereadores da base governista, Ramon Fernandes, Lignaldo Lopes, Jakson Roberto, José Simões, Eliezer Filho, Márcio Melo e Valdemir Braga, tendo os parlamentares alegado que a extraordinária convocada pelo presidente Emanuel Campos ”viola normas regimentais e legais, notadamente, quanto ao exercício da função legislativa dos impetrantes”. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Câmara de Jequié adotou medidas restritivas e a sessão suspensa seria realizada sem a presença do público externo e com transmissão pelo Facebook da Câmara. Seria a quarta vez e que foi pedido abertura de processo de impeachment contra o prefeito de Jequié.

Sessão extraordinária convocada foi suspensa pela Justiça

O presidente da Câmara, Emanuel Campos – Tinho (PV), informou que vai revogar a Portaria 051/20, que estabeleceu medidas restritivas contra o novo coronavírus, inclusive mudando o funcionamento da Casa. O Art. 1º da Portaria, estabelece que ”fica temporariamente suspensas todas as atividades da Câmara Municipal de Jequié incluindo-se as sessões ordinárias”. O documento levou em consideração o Decreto Municipal nº 20.352, datado de 20 de março, tendo fundamentado o despacho liminar que suspendeu a sessão extraordinária que ocorreria nesta terça-feira. Com a alteração da Portaria, a mesa convocará os vereadores para uma nova sessão, que deve acontecer na próxima terça-feira. ”Nesse período de coronavírus não estamos realizando sessões ordinárias, estamos analisando projetos referentes as demandas do município e no mês passado realizamos oito sessões, inclusive para votar projeto voltados para o coronavírus visando recursos federais que chegaram para o município. Eu cumpri com o que determina o regimento interno, a lei orgânica e a constituição federal. Chegando uma denúncia, ela tem que ser votada na próxima sessão. O prazo cumpre com o regimento interno, teve essa decisão, a gente vai cumprir a decisão, que não impede a votação, só suspendeu e ficará marcada para outra data”, disse o presidente Tinho ao Blog Marcos Frahm.

A Câmara de Jequié, através do seu site oficial publicou nota

”A alusão ao prazo de antecedência de cinco dias, expresso no inciso I do Art. 30 do Regimento Interno, só é aplicável nos seguintes casos: convocação para eleição da Mesa Diretora; nas convocações feitas pelo Prefeito ou a requerimento da maioria absoluta da edilidade, durante recesso. Já o Art. 148 estabelece que: As sessões extraordinárias serão realizadas em qualquer dia da semana e a qualquer hora, inclusive domingos e feriados, ou após as sessões ordinárias;

O Parecer Jurídico da Câmara, assinado pelo Procurador Augusto César Almeida Ribeiro, esclarece que ”o objetivo da realização de sessão extraordinária é exatamente deliberar sobre matérias urgentes ou de interesse público relevante. Por essa razão, não se estabeleceu prazo mínimo para convocação”.

O presidente da Câmara, Emanuel Campos Silva – Tinho – ressalta que a justiça deferiu unicamente para suspender o ato convocatório mencionado na impetração e que cumprirá a decisão, embora não veja nenhuma ilegalidade no Ato. “A sessão foi convocada embasada no Parecer Jurídico desta Casa. Todos os vereadores foram notificados previamente, tanto que tiveram tempo para questionar o ato na justiça”, disse. E acrescentou: ”Caso não haja nova interferência do Poder Judiciário, a votação ocorrerá em outro momento”.

 

Boletim epidemiológico: Bahia tem 6.204 confirmações de Covid-19 e 225 óbitos

/ Bahia

 

A Bahia registra 6.204 casos confirmados de Covid-19, o que representa 29,91% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 1.644 pacientes recuperados e 225 óbitos, 4.335 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 180 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (71,84%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são Ipiaú (2.485,12), Uruçuca (2.339,30), Ilhéus (1.805,00), Itabuna (1.655,54) e Salvador (1.428,10).

Na Bahia, 643 profissionais da saúde foram confirmados para COVID-19.

O boletim epidemiológico registra 10.864 casos descartados e 20.743 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.090 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 475 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 44%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 462 leitos exclusivos para o coronavírus, 255 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 55,2%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 28.720 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 12 de maio de 2020. Atualmente, 2.029 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 225 mortes pelo novo coronavírus em 38 municípios. Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas

215º óbito: homem, 69 anos, residente em Itabuna, comorbidades: doenças cardíacas crônicas; veio a óbito no dia 05/05, em hospital filantrópico de Itabuna.

216º óbito: mulher, 86 anos, residente em Salvador, sem comorbidades; veio a óbito dia 04/05, em hospital da rede pública de Salvador.

217º óbito: mulher, 46 anos, residente em Salvador, comorbidades: doenças cardiovasculares e diabetes; veio a óbito dia 08/05, em hospital da rede privada de Salvador.

218º óbito: homem, 44 anos, residente em Salvador, comorbidades diabetes e hipertensão arterial; veio a óbito dia 10/05, em hospital da rede privada de Salvador.

219º óbito: mulher, 87 anos, residente em Salvador, comorbidades: diabetes e doença cardiovascular; veio a óbito dia 09/05, em hospital da rede pública de Salvador

220º óbito: mulher, 79 anos, residente em Salvador, comorbidades: doença pulmonar obstrutiva crônica, doença arterial coronariana; veio a óbito dia 08/05, em hospital da rede privada de Salvador.

221º óbito: homem, 64 anos, residente em Salvador, comorbidades diabetes, hipertensão arterial, doença cardiovascular crônica, veio a óbito dia 09/05, em hospital da rede pública de Salvador.

222º óbito: mulher, 85 anos, residente em Ilhéus, comorbidades cardiopatia, diabetes e hipertensão arterial; veio a óbito dia 04/05, em hospital filantrópico de Ilhéus.

223º óbito: homem, 71 anos, residente em Ilhéus, comorbidade hipertensão arterial; veio a óbito dia 05/05, um unidade de pronto atendimento do município de Ilhéus.

224º óbito: homem, 44 anos, residente em Salvador, comorbidade diabetes; veio a óbito hoje, dia 12/05, em hospital da rede estadual de Salvador.

225º óbito: mulher, 68 anos, residente em Ilhéus, comorbidades diabetes, hipertensão arterial, doença renal crônica; veio a óbito dia 28/04, em hospital público de Ilhéus.

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 50,98% foram do sexo feminino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 25,73% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 e mais (772,07/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (695,69/1.000.000 habitantes).

Câmara de Vereadores aprova processo de impeachment do prefeito de Madre de Deus

/ Política

Jeferson Andrade sofreu impeachment. Foto: Reprodução

Foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Madre de Deus o pedido de impeachment do prefeito Jeferson Andrade (PP). Afastado da gestão desde o fim de abril por acusações de irregularidades na obra do Parque Industrial, o alcaide sofreu uma derrota no Legislativo municipal por nove votos e teve os direitos políticos suspensos por oito anos.

A prefeitura estará agora sob a administração do seu companheiro de chapa, o vice-prefeito Jailton Polícia (PTB), que deve se manter no cargo até o final do mandato.

O afastamento de Jefferson Andrade foi solicitado pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) por meio de uma Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa e executado pela 6ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, órgão vinculado ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Ele ainda é investigado por formação de quadrilha pela 7ª Vara.

Além do prefeito, também estão sendo investigados o secretário de infraestrutura, João Gustavo de Cerqueira Lima Márcio Garrido Gonçalves Braga; o assessor técnico de coordenação de obras, José Carlos Barreto da Silva; e o presidente da comissão de licitação, Celestino Souza Filho.

De acordo com a decisão, assinada pelo juiz Rui Eduardo Almeida Britt, a prefeitura investiu R$2,7 milhões, mas reincidiu o contrato com a construtora logo em seguida, alegando agravamento econômico. As obras de pavimentação asfáltica e drenagem que deveriam ter ficado prontas no prazo de 10 meses, não foram concluídas. Segundo o juiz, o valor da obras também foi superfaturado. As informações são do Bahia Notícias

Governador anuncia retomada do atendimento das policlínicas com medidas de segurança

/ Bahia

Rui Costa anuncia reabertura de policlínicas. Foto: Paula Fróes

Na noite desta terça-feira (12), o governador Rui Costa anunciou, durante transmissão ao vivo nas redes sociais, que a reabertura das Policlínicas Regionais de Saúde na Bahia já foi iniciada e ocorre em alinhamento com os gestores municipais. Rui ainda informou que a Policlínica de Barreiras voltou a atender à população nesta terça-feira (12).

Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), na próxima segunda-feira (18), as unidades de Irecê, Valença, Senhor do Bonfim e Teixeira de Freitas serão reabertas. Esses equipamentos de saúde tiveram o atendimento suspenso como forma de conter o avanço do novo coronavírus na Bahia.

”As policlínicas dependem do Estado e das Prefeituras. Por isso, conversei com todos os presidentes de consórcios que administram essas unidades, sinalizando meu posicionamento para o que o atendimento fosse retomado nesta semana. Algumas unidades terão a sua reabertura postergada diante do cenário do avanço do novo coronavírus. Estamos retomando as atividades para garantir à população o tratamento para outras doenças e que não podem esperar”, explicou o governador.

De acordo com a Sesab, para a reabertura das policlínicas, foi estabelecido que as cidades que não tivessem registro de novos casos do coronavírus durante 14 dias poderiam retomar as atividades. As unidades de Jacobina, Juazeiro, Alagoinhas, Itabuna, Jequié, Paulo Afonso e Vitória da Conquista ainda não possuem previsão de reabertura, pois ainda apresentam casos confirmados recentemente. A Bahia possui 16 policlínicas regionais, que atendem cerca de dois milhões de pessoas.

A Sesab também estipulou a testagem das equipes como critério para a reabertura dos serviços e atendimentos das policlínicas. As equipes médicas e de apoio administrativo, incluindo agentes de segurança e motoristas, que atuam nas policlínicas estão sendo submetidos a exames para detecção da Covid-19 e, a cada 15 dias, os exames serão repetidos. Os funcionários que tiverem o diagnóstico confirmado serão afastados por 14 dias.

Além dessas ações, para diminuir o risco de contaminação, as unidades deverão reduzir o fluxo de pessoas, manter os assentos das recepções organizados de modo que os pacientes se acomodem intercalados, cumprindo o distanciamento mínimo de 1,5 metro, minimizando o possível contato entre os pacientes. Também será reduzido o acesso de pessoas aos refeitórios simultaneamente para evitar aglomerações, dispondo as cadeiras para uso intercalado, com manutenção do distanciamento recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Transporte

Os pacientes transportados nos micro-ônibus das policlínicas passarão por uma triagem no seu município de origem antes de entrar no veículo. As pessoas que apresentarem mais de um sintoma compatível com a doença, como temperatura acima de 37.8, não poderão embarcar e serão encaminhadas a uma unidade de referência. A lotação máxima do micro-ônibus será reduzida para 50%. As janelas devem ficar abertas para circulação do ar e o uso do ar-condicionado evitado. Os usuários do veículo devem ficar distantes uns dos outros, de forma que em cada assento duplo permaneça apenas uma pessoa.

 

Presidente diz que não fala em investigação em reunião, mas não nega preocupação com filhos

/ Brasília

Reunião ministerial pode comprometer Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira (12) que, no vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril gravada pelo Palácio do Planalto, não aparecem as palavras ”Polícia Federal” ou ”superintendência”, mas, questionado por jornalistas se havia falado sobre apurações envolvendo seus parentes, não negou preocupação com a segurança dos filhos.

”Esse informante, esse vazador… Não existe no vídeo a palavra Polícia Federal, nem superintendência. Não existem essas palavras”, declarou Bolsonaro, na rampa do Palácio do Planalto.

Segundo pessoas que tiveram acesso à gravação da reunião ministerial, Bolsonaro vinculou na ocasião a mudança na superintendente da PF do Rio a uma proteção de sua família.

Bolsonaro teria afirmado que seus familiares e amigos estariam sendo perseguidos e poderiam ser prejudicados. O presidente, segundo relatos à Folha, disse que não poderia ser “surpreendido” porque, de acordo com ele, a Polícia Federal não repassava informações.

Bolsonaro teria dito então que trocaria, se fosse necessário, o comando da polícia e até o ministro da Justiça, na ocasião, Sergio Moro, que deixou o governo três dias depois daquela reunião ministerial, acusando Bolsonaro de intervenção política na Polícia Federal.

Do alto da rampa do Planalto, Bolsonaro rebateu as informações sobre o conteúdo do vídeo que veio à público na tarde desta terça.

Questionado se, naquela reunião, falou sobre investigações envolvendo sua família, Bolsonaro respondeu: ”Não tem a palavra investigação”.

”A preocupação minha sempre foi, depois da facada, de forma bastante direcionada, para a segurança minha e da minha família”, complementou. Ele também disse que Adelio Bispo, que lhe deu uma facada em Juiz de Fora (MG) durante a campanha de 2019, talvez também quisesse assassinar um de seus filhos.

Estudo indica eficácia do isolamento social contra o novo coronavírus no Brasil

/ Brasil

Com base nos dados do Ministério da Saúde, o engenheiro químico e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) Eduardo Lima verificou que há uma tendência de diminuição do número de mortes pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, após a adoção de medidas restritivas à circulação de pessoas.

De acordo com o professor, os estudos têm indicado que a adoção de estratégias de isolamento social surte efeito, em média, de 10 a 14 dias, após o início da medida – mesmo período de incubação do vírus.

Ao analisar os dados oficiais de óbitos por milhão de habitantes, Lima concluiu que os resultados mostram uma tendência mais constante de achatamento da curva após a decretação das medidas restritivas. ”Os casos vinham em uma crescente exponencial, mas o gráfico mostra que isso desacelerou, o que é a constatação científica e aferida por números de que o isolamento é eficaz”, disse.

Segundo o pesquisador, a comparação entre as regiões Norte e Sul evidencia o impacto positivo do isolamento social. ”Até o 11º dia após atingir uma morte por milhão de habitantes – o que na região Sul aconteceu em 12 de abril e, na região Norte, em 15 de abril -, ambas seguiam praticamente a mesma curva, apresentando uma taxa de aumento de cerca de 30% de mortes ao dia”, afirmou.

Com a adoção de medidas de restrição à circulação mais rigorosas, o Sul conseguiu desacelerar o avanço da doença, ao contrário da Região Norte, onde foi registrada menor adesão ao isolamento social. No 20º dia após atingir uma morte por milhão de habitantes, o Sul apresentava taxa de aumento das mortes por dia perto de 10% enquanto, no Norte, esse índice estava perto de 20%.

”Em cerca de dez dias, o Sul reduziu de 30% para perto de 10%. Enquanto o Norte reduziu de 30% para 20% a taxa de aumento do número de mortes por dia”, disse. ”Esse foi o problema. Isso fez a curva exponencial de casos da Região Norte explodir. Por isso, deu o problema de sobrecarga no sistema de saúde”.

De acordo com o professor da Uerj, em 27 de abril, a Região Sul tinha 16 óbitos por milhão de habitantes ao passo que a Região Norte apresentava 26 óbitos por milhão de habitantes.

O pesquisador afirma ver com preocupação a situação atual da epidemia no Brasil. ”A gente ainda tem aumento expressivo de número de casos, ainda não tem um indicativo de que a gente esteja próximo de chegar ao pico de propagação e governadores e prefeitos estão discutindo medidas de relaxamento do isolamento”, disse Lima.

”Enquanto a gente ainda não tem uma vacina ou um remédio com comprovação científica de que funcione, a gente não tem outra estratégia que seja tão indicada quanto o isolamento social”, destacou.

Por Ana Cristina Campos

Amargosa e mais 18 cidades baianas têm transporte suspenso; total chega a 128

Amargosa impõe regras duras contra o coronavírus. Foto: Divulgação

O transporte intermunicipal será suspenso em 19 cidades baianas a partir de quarta-feira (13). A decisão inclui Amargosa, Anguera, Barrocas, Cachoeira, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Dom Basílio, Irará, Irecê, Itapicuru, Itapitanga, Luís Eduardo Magalhães, Manoel Vitorino, Potiraguá, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Santo Estevão, São Félix e Umburanas.

Ficam suspensas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. A medida, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (12), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.

O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Amélia Rodrigues, Barro Preto, Catu, Ibotirama, Itamari, Mucugê, Santaluz e São José da Vitória, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de covid-19.

Cidades com transporte suspenso

No total, a Bahia possui 128 municípios com restrição no transporte. São eles: Abaíra, Aiquara, Alagoinhas, Amargosa, Anguera, Aracatu, Arataca, Barra do Choça, Barreiras, Barrocas, Boa Vista do Tupim, Buerarema, Cachoeira, Caetanos, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Castro Alves, Coaraci, Conceição do Coité, Coração de Maria, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Eunápolis, Feira de Santana, Gandu, Governador Mangabeira, Guaratinga, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ibirataia, Ilhéus, Ipiaú, Irará, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itaparica, Itapé, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itatim, Ituberá, Jacobina, Jaguarari, Jequié, Jitaúna, Juazeiro, Jussari, Jussiape, Laje, Lajedo do Tabocal, Lauro de Freitas, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Madre de Deus e Manoel Vitorino.

Também estão com transporte suspenso: Maracás, Maragogipe, Maraú, Mata de São João, Morpará, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Soure, Nova Viçosa, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pilão Arcado, Pojuca, Porto Seguro, Potiraguá, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Ribeira do Pombal, Rio Real, Salvador, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santa Teresinha, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Felipe, São Félix, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São Sebastião do Passé, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Serra do Ramalho, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Tucano, Ubaitaba, Ubatã, Umburanas, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Várzea Nova, Vera Cruz e Vitória da Conquista.

Médico, prefeito de Candeias confirma que testou positivo para o novo coronavírus

/ Saúde

Dr. Pitágoras testou positivo para coronavírus. Foto: Divulgação

O prefeito de Candeias, Dr. Pitágoras (PP), testou positivo para o novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo gestor nas redes sociais na manhã desta terça-feira (12).

”Todos sabem que estamos, desde o início da pandemia, na linha de frente do combate ao coronavírus tomando os cuidados necessários de prevenção, mas infelizmente todos nós estamos expostos”, escreveu.

ACM Neto diz que decreto de Bolsonaro não vale nada; ”Salvador não irá acatar esse decreto”

/ Política

Neto não acata decreto de Jair Bolsonaro. Foto: Max Haack

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), afirmou na manhã desta terça-feira (12) que o decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ampliando os serviços considerados essenciais, ou seja, que não podem ser fechados durante a pandemia de novo coronavírus, ”não vale nada”. ”Salvador não irá acatar esse decreto. Nós não vamos acatar”, disse o democrata.

Neto destacou ainda que tem como objetivo chegar até o começo do mês de junho com 250 leitos de UTI para pacientes infectados com o coronavírus em Salvador. Ele ressaltou que a taxa de transmissão do vírus na capital baiana baixou para 7% em Salvador. Segundo o prefeito, a pior fase da pandemia na capital ainda ”está por vir”.

”Ontem nós chegamos a uma taxa de 7%. Essa taxa já foi de mais de 10% em Salvador. Se a gente conseguir continuar baixando a taxa, criando novos leitos, nós vamos evitar o colapso no sistema de Saúde. Nós conseguimos chegar a uma taxa de ocupação de 45% dos leitos clínicos e 73% dos leitos de UTI. Meu objetivo é que a gente possa chegar em junho com os 250 leitos de UTI projetados para a cidade”, salientou durante a entrega do hospital de campanha montado na área do Wet’n Wild, na Avenida Luiz Eduardo Magalhães (Paralela).

Câmara de Jequié vota hoje abertura de processo de impeachment contra o prefeito

/ Jequié

Gameleira enfrenta pedido de afastamento. Foto: João Lourenço

A Câmara de Vereadores de Jequié deverá colocar em pauta na sessão desta terça-feira (12), um novo pedido de impeachment contra o prefeito Luiz Sérgio Suzarte Almeida – Sérgio da Gameleira (PSB), com base em denúncia protocolada na Casa.

A realização da sessão extraordinária foi confirmada pelo presidente da Câmara, vereador Emanuel Campos – Tinho (PV), para ter início às 17h, sem a presença do público externo, que poderá acompanhar a sessão através da transmissão pelo Facebook da Casa.

O prefeito foi alvo recente de uma ação do Ministério Público do Estado da Bahia (MPE), que o acusou de improbidade administrativa por suposto prejuízo aos cofres públicos de aproximadamente R$ 4,9 milhões.

Em processos anteriores em que estiveram em pauta pedidos de afastamento, Sérgio da Gameleira levou a melhor pelo fato de contar com o número maior de vereadores a seu favor e os pedidos foram arquivados.

Esta será a quarta vez que é feito o pedida abertura de processo de impeachment contra o prefeito. Se a denúncia for acatada pela maioria da Câmara, será instaurada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) e o prefeito pode ficar afastado por noventa dias, podendo sofrer impeachment após esse prazo. Com informações do site Jequié Repórter

Caravana pró-Bolsonaro sairá do RJ para Brasília e não terá obrigatoriedade do uso de máscara

/ Brasília

Apoiadores de Bolsonaro preparam caravana. Foto: Isac Nóbrega

Uma caravana de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sairá na sexta-feira (15) do Rio de Janeiro para Brasília, de ônibus, a R$ 300 por pessoa. O objetivo do grupo é participar de uma manifestação que vem sendo convocada para domingo (17) contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

De acordo com a coluna, no ônibus, cabem 30 pessoas, e não há obrigatoriedade de usar máscaras contra o coronavírus. Uma das organizadoras não usará.

As três bandeiras da excursão são “Fora, Maia/ Maia na cadeia”, ”Contra a ditatoga do STF” e ”Apoio ao presidente Bolsonaro”. O movimento se declara não-intervencionista, ou seja, não prega a intervenção militar.

Ainda segundo a publicação, o ônibus semi-leito turismo incluirá, segundo os organizadores, ”poltrona soft com descanso de pernas, ar-condicionado, banheiro, frigobar, som e DVD”.

Por mais R$ 65, será é possível se hospedar de sábado até segundo num hostel ”a 15 minutos da Praça dos Três Poderes”. É possível também ficar no acampamento da Esplanada.

Prefeito de Itabuna autoriza férias de 30 dias a servidores do grupo de risco da Covid-19

/ Política

Fernando Gomes concede férias a servidores. Foto: Reprodução

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, decidiu conceder férias a servidores municipais integrantes do considerado grupo de risco da Covid-19. A decisão consta no Diário Oficial desta terça-feira (12).

Segundo o decreto, as férias serão de 30 dias e os servidores beneficiados terão acesso ”ainda que o período aquisitivo não tenha transcorrido”. O pagamento do adicional de um terço de férias ocorrerá ”até a data a data em que é devida a gratificação natalina”, conforme o texto do decreto.

Itabuna é uma das cidades mais atingidas pela pandemia do coronavírus na Bahia. A partir desta terça-feira (12), o decreto do governador Rui Costa (PT) com toque de recolher na cidade começará a valer.

De acordo com a decisão, ”fica determinada a restrição de locomoção noturna, vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, das 20h às 05h, até 21 de maio”. Com informações do site Bahia Notícias