Coronavírus tem avançado mais rápido em cidades pequenas, diz Fundação Oswalvo Cruz

/ Saúde

Nas últimas duas semanas, o novo coronavírus teve avanço maior em divindades menores, segundo estudo da Fundação Oswalvo Cruz (Fiocruz). O aumento de novos casos em municípios com até 20 mil habitantes subiu 50% no período. Segundo os responsáveis pelo estudo, o avanço da Covid-19 em direção às cidades menores é mais preocupante em razão da menor disponibilidade e capacidade de seus serviços de saúde.

”O impacto do avanço da doença nos pequenos municípios está ligado ao fluxo de mais pessoas que precisam de atendimento especial”, explica Mônica Magalhães, especialista em Geoprocessamento Aplicado à Saúde e Ambiente e pesquisadora do MoitoraCovid-19.

Segundo a pesquisadora, o volume de pessoas que vão buscar assistência em centros maiores sempre existiu, mas na pandemia o volume desse fluxo cresceu muito. ”Já vemos muito mais gente saindo dos municípios pequenos para os maiores, porque o número de casos de urgência é muito mais elevado do que a gente costuma acompanhar pelos indicadores de saúde, de uma maneira geral”.

Pelo segundo dia seguido, Estado do Rio de Janeiro tem mais de 100 mortes por covid-19

/ Brasil

O Estado do  Rio de Janeiro registrou nas últimas 24 horas 109 mortes por covid-19. Este é o segundo maior número de vítimas da doença no estado. Em um dia, na quinta-feira, foram 189 mortos.

De acordo com boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, até esta sexta-feira (8), foram confirmados 15.741 casos e registrados 1.503 óbitos por coronavírus no estado. Há ainda 656 óbitos em investigação e 160 foram descartados. Até o momento, entre os casos confirmados, 8.968 pacientes se recuperaram da doença provocada pelo novo coronavírus.

A cidade do Rio de Janeiro tem o maior número de casos (9.672). Em seguida, aparecem os municípios de Duque de Caxias (685); Niterói (630);  Nova Iguaçu (574); São Gonçalo (423),; Volta Redonda (385); São João de Meriti (306); Belford Roxo (267); Itaboraí (264); Mesquita (212); Magé (190); Petrópolis (147); Campos dos Goytacazes (140); Nilópolis (131); Angra dos Reis (111); Maricá (109); Queimados (104); Macaé (103); Cabo Frio (100); Teresópolis (77); Barra Mansa ( 71); Nova Friburgo e Rio das Ostras (66, cada); Itaguaí ( 59); Japeri e Saquarema (47, cada); Araruama e Paracambi (41, cada); Resende (36); Barra do Piraí (34); Rio Bonito (33); São Pedro da Aldeia (32); Casimiro de Abreu e Três Rios (30, cada). Em 50 municípios fluminenses, foram registrados menos de 30 casos da covid-19.

Óbitos

Das 1.503 mortes por covid-19 no estado, a capital tem o número mais expressivo, 1.002. Em seguida, vêm Duque de Caxias (96); Nova Iguaçu (60); Niterói (40); São Gonçalo (36); São João de Meriti (27); Belford Roxo (23); Mesquita (20); Volta Redonda (16); Itaboraí (15); Macaé (14); Maricá (13); Petrópolis (12); Magé (11); Nilópolis (9); Itaguaí e Nova Friburgo (8, cada); Rio das Ostras e Teresópolis (7, cada);,Tanguá (6); Cabo Frio e Queimados (5, cada); Iguaba Grande, Resende,  Rio Bonito e Saquarema (4, cada); Angra dos Reis, Barra do Piraí, Campos dos Goytacazes, Cachoeiras de Macacu, Guapimirim, Paracambi e São Pedro da Aldeia (3, cada); Araruama, Bom Jardim, Casimiro de Abreu, Japeri, Mangaratiba e Sapucaia (2, cada) e  Arraial do Cabo, Barra Mansa, Bom Jesus de Itabapoana, Itaocara, Miguel Pereira, Paraíba do Sul, Paraty, Santo Antônio de Pádua, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra, Silva Jardim, Três Rios, Valença e  Vassouras (1, cada). Da Agência Brasil

Prefeito de Itaquara decreta luto pela morte do ex-prefeito Astor; ”Não podemos negar a importância”

/ LUTO

Marco Aurélio decretou luto em Itaquara. Foto: Blog Marcos Frahm

O prefeito de Itaquara, Marco Aurélio Costa (PSB), decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-prefeito do município, Astor Moura Araújo, ocorrida nesta sexta-feira (08), na capital baiana. Marco Aurélio, também demonstrou suas condolências.

No story do Instagram,o gestor publicou uma mensagem: ”É com muito pesar que receemos a notícia do passamento do ex-prefeito Astor Araújo. Deixo aqui meus sentimentos para toda a sua família e amigos. Militamos em campos opostos na política de Itaquara, mas não podemos negar a importância de Astor para a história recente da nossa cidade. Que Deus possa confortar a todos nessa hora tão difícil”, publicou.