Humorista Pedro Manso precisou retirar o rim após procedimento médico dar errado

/ Saúde

Humorista Pedro Manso vive um momento delicado. Foto: Reprodução

O humorista Pedro Manso vive um momento delicado com problemas de saúde. Conhecido por sua participação no programa Show do Tom, o comediante precisou fazer a retirada do rim após uma cirurgia mal-sucedida.

Em entrevista ao programa ‘A Tarde É Sua’ da RedeTV, o artista contou que deu entrada no centro cirúrgico após sentir fortes dores renais, porém o procedimento não deu certo e por isso ele precisou remover o órgão.

”Estou em um dos piores momentos da minha vida. Tinha esperança de que hoje estaria de alta, mas não deu certo. O médico chegou a mim e disse que fez o possível, mas infelizmente não conseguiu. A solução foi tirar o rim mesmo”, contou.

O artista afirma que pensa em consultar outros médicos após o procedimento dar errado e irá ser transferido do hospital. Apesar das complicações, Pedro se mostra bastante confiante com sua situação.

”Isso me abalou muito, mas estou em contato com alguns profissionais. Meu empresário está vendo um hospital com um amigo dele. Não posso perder as esperanças. A qualquer momento serei transferido. Só estou aguardando a vaga, praticamente certa. Tem que ser às pressas porque, como o médico mexeu ontem pode infeccionar o outro rim”.

Atual corregedor do CNJ, Humberto Martins é eleito presidente do Superior Tribunal de Justiça

/ Justiça

Martins é alagoano, formado em Direito e Administração. Foto: STJ

em sessão por videoconferência, o pleno do Superior Tribunal de Justiça (STJ) elegeu por aclamação atual corregedor da corte, ministro Humberto Martins, para presidencial do tribunal no biênio 2020-22. O ministro Jorge Mussi para os exercerá a vice-presidência. Os dois também assumirão o comando do Conselho da Justiça Federal (CJF).

Na mesma sessão, o pleno escolheu​ Maria Thereza de Assis Moura para o cargo de corregedora nacional do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Também foram eleitos o ministro Og Fernandes para diretor-geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) e o ministro Benedito Gonçalves para diretor da Revista do STJ. Todos foram escolhidos por aclamação.

Nascido em Maceió (AL), o novo presidente é formado em Direito pela Universidade Federal de Alagoas e em Administração de Empresas pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió.Martins foi promotor de justiça adjunto até 1982 e exerceu a advocacia até 2002, quando ocupou o posto de procurador do estado de Alagoas.

No mesmo ano, virou desembargador do Tribunal de Justiça de Alagoas, por meio do quinto constitucional. Humberto Martins tomou posse no STJ em 2006.

Covid-19: governo anuncia plano de testes como estratégias de prevenção à pandemia

/ Saúde

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (6), em entrevista coletiva em Brasília, o plano de testagem da população como parte das estratégias de prevenção e combate à pandemia do novo coronavírus. A iniciativa foi construída em parceria com secretários estaduais e municipais de Saúde e tem como meta realizar exames em 22% da população brasileira.

O governo já havia anunciado a meta de adquirir 46 milhões de testes. O número não foi alterado. Em maio, a estimativa do ministério é chegar a 1,5 milhão de testes encaminhados aos estados e municípios. O cronograma prevê mais 4 milhões em junho, outros 4 milhões em julho, 3,2 milhões em agosto,  3,1 milhões em setembro, 3,1 milhões em outubro, 3,1 milhões em novembro e 3 milhões em dezembro.

”Temos capacidade instalada de 2,7 mil testes por dia. Com essa estratégia, vamos chegar a quase 70 mil testes por dia”, declarou o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, durante a coletiva.

O programa é divido em duas ações. A primeira, batizada de Confirma Covid, abarca o teste laboratorial chamado RT-PCR. No total, o intuito é comprar 24 milhões desta modalidade de teste, adequada para pessoas que apresentam sintomas até o oitavo dia desde a infecção.

”Do total, 68% dos casos com tosse e cansaço. São sintomas leves que parecem comuns a gripes. A partir deste momento, a pessoa vai realizar o teste RTPCR, que coleta no nariz e manda paro laboratório. Esse teste identifica o vírus. A partir do oitavo dia, o teste pode dar negativo, porque número de vírus vai caindo muito”, explicou Oliveira.

Para os pacientes com a covid-19, fica mantido o protocolo já divulgado pelo Ministério da Saúde. Com sintomas de síndrome gripal, a pessoa deve permanecer em casa por 14 dias. Caso o quadro evolua para outros sintomas, como dificuldade de respirar, pressão no peito, cor azulada no lábio ou rosto ou saturação de oxigênio abaixo de 95%, é preciso buscar a internação.

Se o indivíduo não chegar a essa situação, mas os sintomas persistirem, a partir do oitavo dia, deverá ser realizado o teste sorológico, utilizando o dedo. O governo pretende adquirir 22 milhões de kits desse procedimento. Ele identifica os anticorpos produzidos para combater o vírus, não a carga viral.

Esse tipo de exame contribui para o monitoramento da disseminação da pandemia no país, incluindo a velocidade de expansão, além de mapear as infecções sem sintomas. Da Agência Brasil