Jequié tem 03 novos casos de covid-19, chegando a 12; duas mulheres e um homem estão infectados

/ Jequié

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, informou, na noite desta sexta-feira (17), a ocorrência de mais três casos positivos de Covid-19 no município. Duas mulheres, de 33 anos e 73 anos e um homem, de 35 anos que tiveram seus materiais coletados na quinta-feira, receberam o resultado enviado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), em Salvador, tendo sido positivados 8 casos, somente neste dia, e um total de 12 casos positivos de Covid-19 na cidade, desde o começo da pandemia.

A Secretaria Municipal de Saúde informou anda que os casos desta sexta-feira foram originados pelos contatos domiciliares com os profissionais de saúde que testaram positivo. Como todos apresentaram sintomas leves da doença, não foram encaminhadas para a internação hospitalar, permanecendo em isolamento domiciliar desde a terça-feira (14), quando souberam dos resultados positivos de seus familiares, seguindo os protocolos recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde.

Por fim, a Secretaria assegurou que continua monitorando todos os casos suspeitos e os que estão em isolamento domiciliar, assim como vem mapeando os casos confirmados, para que qualquer indivíduo que teve contato com pessoa contaminada seja acompanhada pelas equipes da Vigilância Epidemiológica e da Assistência à Saúde.

Planaltino: Prefeito, vice-prefeito, secretários e cargos do primeiro escalão terão salários reduzidos

Zeca Braga baixa decreto que reduz salários. Foto: Blog Marcos Frahm

O prefeito do município de Planatino e presidente do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá – Convale, Zeca Braga (PSD), tomou uma nova decisão para o enfrentamento ao coronavírus.

Por meio de decreto, datado de (16) de abril, o gestor decidiu pela racionalização dos recursos públicos, reduzindo, pelo período de três meses, os salários de ocupantes de cargos do primeiro escalão da Prefeitura. O prefeito Braga e o vice Roberval Andrade (SD) terão seus subsídios reduzidos em 30%, os secretários em 20% e os servidores comissionados terão valores de gratificações reduzidos em 50%, isso a partir de maio.

Conforme apurou o Blog Marcos Frahm, a redução da remuneração também atinge outros prestadores de serviços contínuos no âmbito da administração pública municipal.

Planaltino ainda não teve nenhum caso confirmado da Covid-19, mas o chefe do Executivo, em contato com o BMFrhm, disse que vem adotando medidas restritivas para evitar a disseminação do vírus na cidade, que já teve decretada situação de calamidade, através de decreto nº 264, de 06/04/2020, reconhecido pela Assembleia Legislativa da Bahia. ”É um sacrifício que nós estamos fazendo, com a colaboração de toda a nossa equipe, cortando na própria carne, para que possamos investir mais em ações de combate ao coronavírus”. A proposta foi encaminhada à Câmara Municipal.

Hipertensão fala mais alto e secretário de Saúde deixa o cargo em meio à pandemia em Conquista

/ Saúde

Alexsandro Costa pediu exoneração do cargo. Foto: Divulgação/PMVC

O secretário de Saúde do município de Vitória da Conquista, Alexsandro Costa, decidiu pedir exoneração do cargo, nesta sexta-feira (17), alegando problemas de saúde.

O secretário enfrentou, desde o início da pandemia do novo coronavírus, muitas críticas pela tomada de decisão na terceira maior cidade do Estado, que já registra 20 casos confirmados da doença.

Alexsandro, inclusive, travou guerra com o Governo do Estado, de quem o prefeito Herzem Gusmão é adversário político e fez cobranças sobre transferência de recursos para enfrentar a Covid-19 e foi acusado pelo Governo de politizar a crise sanitária. Hoje, a pressão subiu e o agora ex-secretário pediu para sair.

Ainda não há informações sobre quem assumirá a pasta em meio ao coronavírus, com a difícil missão de achatar a curva do vírus em Conquista.

Já a Prefeitura, em nota, enalteceu Alexsandro, destacando que o ex-secretário foi ”primordial nas decisões que fazem com que Conquista tenha hoje um baixo índice de casos confirmados de Covid-19. Mas a hipertensão de Costa, no meio de um processo turbulento provocado pelo Governo do Estado, falou mais alto”.

A nota pública diz ainda que Alexsandro deixou o cargo afirmando que ”Conquista enfrenta duas guerras: a luta contra a Covid-19 e a falta de sensibilidade da gestão estadual”.

Boletim epidemiológico: Estado da Bahia tem 1064 casos confirmados de Covid-19

/ Bahia

A Bahia registra 1.064 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 10,5% do total de casos notificados. Até o momento, 5.291 casos foram descartados e houve 36 óbitos, registrados nos municípios de Salvador (18), Lauro de Freitas (4), Gongogi (1), Itapetinga (1), Utinga (1), Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (2), Ilhéus (2), Belmonte (1), Vitória da Conquista (1) e Itapé (1), Juazeiro (1). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas desta sexta-feira (17).

Ao todo, 273 pessoas estão recuperadas e 116 encontram-se internadas, sendo 48 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Os casos confirmados estão distribuídos em 87 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (60,34%). Quanto ao sexo dos casos confirmados, 56,69% foram do sexo feminino. A mediana de idade foi 39 anos, variando de 4 dias a 97 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 29,24% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (139,29/ 1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa, seguida de 30 a 39 anos (131,64/ 1.000.000 habitantes).

Governo do Estado concede galpão em Planaltino para confecção de coletes para uso hospitalar

Galpão será usado por empresa que vai gerar emprego na cidade

No combate a Covid-19, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE) concedeu um galpão para a prefeitura do município de Planaltino, onde será instalada uma fábrica para confecção de coletes descartáveis para uso hospitalar. O termo de concessão do galpão foi assinado pelo titular da SDE, o vice-governador, João Leão, na quinta-feira (16). Os coletes serão destinados a médicos e demais profissionais de saúde.

”O uso desses coletes protege os profissionais de saúde que estão na linha de frente de combate ao avanço do coronavírus. A Bahia está fazendo um forte trabalho de enfrentamento à pandemia e estamos, constantemente, buscando ações para cuidar de toda a população baiana”, destaca Leão.

Segundo o prefeito de Planaltino, Zeca Braga, a operação da fábrica começa em no máximo 30 dias, após a entrega do imóvel. Em contrapartida, a prefeitura iniciou outro polo, com um espaço menor, no Povoado de Campinhos, que fica a 17 Km da sede do município. “Estamos somando esforços para iniciarmos os trabalhos o mais rápido possível. Essa é uma forma de colaborar no combate ao coronavírus e também de sustentar a economia, uma vez que a empresa convidada para se instalar em Planaltino irá gerar empregos para pessoas que residem aqui’’, disse o gestor.

Sem detalhes, prefeitura de Jaguaquara revela aumento de casos da Covid-19 no município

/ Jaguaquara

A Prefeitura de Jaguaquara, utilizando uma criação artística gráfica, publicada na sua rede social, no fim da tarde desta sexta-feira (17), divulgou o aumento do número de casos da Covid-19 no município, que aumentou de 02 para 03 casos. Contudo, até o momento, a Prefeitura revelou apenas o gênero de uma das pessoas infectadas, que seria uma mulher, moradora do distrito Stela Dubois e de lá pra cá adotou uma nova maneira de se comunicar sobre os dados relacionados ao coronavírus, sem dar detalhes das outras duas vítimas da Covis-19.

Diferente de outros municípios que utilizam este formato gráfico, chamado de card, para agregar mais informações, fornecendo subsídios para que a população tenha acesso às ações de controle do coronavírus, assim como possa, também, acompanhar a evolução dos casos e suas respectivas recuperações, quando houver.

Entendemos as dificuldades que o departamento de Comunicação da Prefeitura de Jaguaquara deve enfrentar, uma vez que toda essa situação é assustadoramente nova, mas há de se procurar, também, em atender as outras demandas informativas que um boletim epidemiológico deve trazer, como o faz outras administrações públicas, como a de Jequié, por exemplo, que traz, junto com os números diários de atendimento, outros dados que auxiliam na compreensão e acompanhamento do avanço da pandemia, a nível local.

Muitas vezes, além de passar a informação seca e sem muitos detalhes, o boletim epidemiológico deve se configurar como instrumento de vigilância para promover a disseminação de informações relevantes qualificadas, com potencial para contribuir com a orientação de ações em Saúde Pública, assim como preconiza o Ministério da Saúde.

Prefeitura de Jequié fará entrega de kits emergenciais aos alunos das escolas municipais

/ Jequié

A prefeitura de Jequié distribuirá, a partir da próxima segunda-feira (20), kits emergenciais para os alunos da escola municipal. A decisão decorre da paralisação das aulas na rede municipal de ensino, deixando diversos estudantes sem merenda escolar. O benefício atenderá 100% dos alunos.

Na primeira etapa, serão distribuídos cerca de 2 mil kits emergenciais, contendo dois quilos de açúcar, dois quilos de arroz, um quilo de feijão, um pacote de leite em pó, um litro de óleo de soja, vinagre, um pacote de café, dois quilos de farinha de mandioca, um quilo de sal, dois pacotes de biscoito, um pacote de fubá de milho, uma lata de extrato de tomate, um pacote de macarrão, um pacote de proteína de soja e um pacote de milho mungunzá.

Uma segunda etapa deverá contemplar aproximadamente mais 2 mil alunos, ainda com critérios a serem elaborados pelo Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e pela administração municipal, assim como determina a resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A distribuição será feita na escola, conforme o cronograma apresentado, sempre no turno vespertino. Para que possam retirar seus kits emergenciais, os pais ou responsáveis devem se dirigir às unidades de ensino onde estudam seus filhos, portando o seu documento de identidade com foto e o documento de identificação do estudante pelo qual está responsável.

”Estamos dando início à entrega desses kits emergenciais aos alunos das escolas municipais, priorizando os alunos das creches e das escolas em tempo integral, nesta primeira etapa. Contamos com o valoroso apoio do Conselho de Alimentação Escolar, que, compreendendo a urgência desse momento que estamos atravessando, não mediu esforços para estar junto com a administração municipal, nos ajudando executar essa ação tão fundamental para esses pais e mães de alunos das nossas escolas”, disse o prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira (PSB).

Bracell entrega quatro respiradores e 50 mil máscaras ao Governo da Bahia para combate a Covid-19

/ Bahia

Doação foi feita através de videoconferência. Foto: Divulgação

Durante uma videoconferência, realizada na manhã desta sexta-feira (17), foram entregues ao Governo da Bahia quatro respiradores mecânicos e 50 mil máscaras faciais para auxiliar no combate ao Covid-19.

O encontro virtual contou com a participação dos secretários estaduais de Saúde e Planejamento, Fábio Vilas-Boas e Walter Pinheiro, respectivamente, além de Guilherme Araújo, diretor-geral da Bracell Bahia. Os prefeitos de Alagoinhas, Joaquim Neto, de Catu, Geranilson Dantas, e Esplanada, Francisco da Cruz, também estiveram presentes.

”Esta doação fortalece ainda mais a força-tarefa que estamos coordenando em toda a Bahia, em várias frentes, no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Tanto os respiradores mecânicos, cada vez mais disputados no mundo inteiro, quanto as máscaras, são indispensáveis para esta guerra que estamos travando contra o coronavírus. São iniciativas como estas que demonstram que estamos unidos, numa ampla rede de solidariedade, com o envolvimento da sociedade e das empresas para salvar vidas”, destacou o secretário Walter Pinheiro.

De acordo com o secretário Fábio Vilas-Boas, o grande gargalo enfrentado é o fornecimento de respiradores. “Esses quatro respiradores vão ser muito importantes nestes municípios. Muito obrigado em nome do povo da Bahia”, agradeceu. Segundo Guilherme, a doação dos equipamentos segue a visão da empresa de que a produção de celulose solúvel deve ser benéfica também para a comunidade. ”Fizemos todos os esforços necessários para trazer esses respiradores, e, para nós, é um orgulho e muito bom ouvir que estamos contribuindo no combate ao coronavírus”, afirma.

”No próximo dia 29, vamos inaugurar um centro de referência de atendimento a pacientes com a Covid-19. Serão 13 leitos. É muito importante para nós termos essa retaguarda, pois somos referência para outros 18 munícipios da região. Esse gesto da Bracell pode ser feito por outras empresas da região”, indicou Joaquim Neto, prefeito de Alagoinhas. “Queria agradecer essa participação da Bracell, pois é importante quando o empresário também se envolve nos problemas do estado”, explicou Geranilson, prefeito de Catu.”Estamos juntos para vencer esse coronavírus”, finalizou Francisco da Cruz.

A doação se soma a outras realizadas há duas semanas, pela Bracell, ao Governo da Bahia, direcionadas a municípios do Litoral Norte e Agreste e à Polícia Civil, com o intuito de contribuir para o combate ao novo coronavírus. Ao Estado foram doados, protetores faciais, água sanitária, panos e pares de luvas. Aos municípios, foram entregues máscaras e kit de higiene e EPIs. A Polícia Civil baiana recebeu da empresa pares de luvas.

Novo decreto do prefeito de Jequié estende suspensão das aulas por mais 30 dias devido à Covid-19

/ Jequié

Prefeito Sérgio e o secretário de Saúde, Victor. Foto: Reprodução

Com as aulas das redes pública e privada de ensino em Jequié suspensas desde março, o prefeito Sérgio da Gameleira prorrogou o decreto de suspensão das aulas por mais 30 dias, a partir desta sexta-feira, como medida de prevenção ao novo coronavírus.

O gestor havia publicado o primeiro decreto com medidas restritivas como suspensão de aulas na Cidade Sol no dia (17) de março, prorrogando nesta semana a determinação após o surgimento de novos casos da Covid-19 no município.

A Secretaria Municipal de Saúde, informou, nesta sexta-feira, a ocorrência de mais cinco casos positivos de coronavírus em Jequié, somando 09 casos. As pessoas infectadas passam por tratamento, segundo informou a gestão pública local.

Conquista: prefeito, vice-prefeita e cargos do primeiro escalão vão ter subsídios reduzidos em 20%

/ Bahia

Herzem Gusmão reduz o próprio salário. Foto: Ascom/PMVC

Em decreto a ser publicado hoje, (17) de abril, no Diário Oficial do Município, o prefeito Herzem Gusmão, em Vitória da Conquista, que voltou atrás depois de determinar a abertura do comércio decide tomar uma decisão para o enfrentamento do novo Coronavírus: a racionalização dos recursos públicos que, agora, inclui a redução de salários dos cargos de primeiro escalão e a redução dos valores da gratificação dos cargos comissionados. O prefeito Herzem Gusmão, e a vice-prefeita, Irma Lemos, também vão ter os vencimentos reduzidos. O corte é de 20 por cento para todos os agentes políticos.

”Todos os cargos comissionados que trabalham na linha de frente do combate à Covid-19 têm se empenhado muito. Reconheço o sacrifício de todos, alguns trabalhando 16 horas por dia e sem folga há mais de um mês. Apesar disso, é necessário que a gente amplie nosso compromisso com Vitória da Conquista. Neste momento de pandemia, reduzir os gastos públicos para enfrentar a doença é fundamental”, afirmou o prefeito, reconhecendo o envolvimento dos cargos de confiança na luta contra o novo coronavírus.

Redução do valor de aluguéis e contratos – No mesmo decreto, e com o mesmo objetivo, o prefeito determina a renegociação dos contratos de imóveis alugados pelo Município cujo valor seja igual ou maior do que R$ 4 mil. A meta é reduzir em 50 por cento já a partir de primeiro de maio. Caso os locadores não concordem, a Prefeitura pode rescindir unilateralmente os contratos.

Os contratos de prestação de serviços, contínuos ou não; também vão ser atingidos. Os que não forem imprescindíveis vão ser suspensos; os que possuírem necessidade parcial passam por negociação, com redução dos valores de 25 por cento do valor do contrato; já os imprescindíveis, serão mantidos.

Mais cinco pessoas testaram positivo e sobe para 09 número de casos da Covid-19 em Jequié

/ Jequié

Prefeitura de Jequié desinfeta ruas contra Covid. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, informou, nesta sexta-feira (17) a ocorrência de mais cinco casos positivos de Covid-19 no município. Na manhã desta sexta, cinco pessoas receberam o resultado positivo para a doença. Desses, quatro pacientes tiveram contato com uma profissional de saúde que já havia testado positivo, na terça-feira. A outra pessoa, que também deu positivo, veio de Salvador, onde, possivelmente, contraiu o vírus. Dos cinco novos casos, três são mulheres (de 30 anos; 30 anos; e 55 anos) e os outros dois são homens (de 27 anos e 39 anos).

Como todos apresentaram sintomas leves da doença, não foram encaminhadas para a internação hospitalar, permanecendo em isolamento domiciliar desde a quarta-feira, seguindo os protocolos recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde. A Secretaria informou que continua monitorando todos os casos suspeitos e os que estão em isolamento domiciliar, assim como vem mapeando os casos confirmados, para que qualquer indivíduo que teve contato com pessoa contaminada seja acompanhada pelas equipes da Vigilância Epidemiológica e da Assistência à Saúde.

A pessoa que tiver dúvida sobre a doença ou apresentar os sintomas do coronavírus em Jequié devem acionar o Disque Covid Jequié, através dos telefones (73) 98866 2779 3 (73) 98866 2164.

Aiquara e mais quatro cidades tem transporte intermunicipal suspenso pelo Governo

Transporte de ônibus está suspenso em Aiquara. Foto: Divulgação

As cidades de Aiquara, Amélia Rodrigues, Buerarema, Conceição do Jacuípe e Curaçá terão o transporte intermunicipal proibido a partir de sábado (18). Com isso, o número de municípios baianos afetados pela medida chega a 79. A suspensão das atividades de transporte rodoviário e hidroviário foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feria (17) e vale até 3 de maio.

O decreto diz que “ficam suspensas, a partir da primeira hora do dia 18 de abril de 2020, a circulação e a saída, e, a partir da nona hora do dia 18 de abril de 2020, a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans”,

A suspensão do transporte rodoviário é uma das medidas adotadas por governo do estado para retardar a propagação do coronavírus pela Bahia. As cidades com casos confirmados da doença têm as rodoviárias fechadas.

Em algumas cidades sem casos de coronavírus, o sistema de transporte intermunicipal foi suspenso porque está integrado ao de municípios com registros da doença.

Inicialmente, a medida, estava programada até 5 de abril, mas foi estendida por mais 10 dias por determinação do governador Rui Costa. Na quarta-feira (15), o governador estendeu a suspensão até o dia 3 de maio.

Até a manhã desta sexta-feira (17), a Bahia havia registrado mais de 960 casos confirmados de coronavírus, com 35 mortes em decorrência da doença.

Educação: Pedido de isenção de taxa de inscrição do Enem termina nesta sexta-feira

/ Educação

Os interessados em fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 têm até as 23h59 desta sexta-feira (17), para pedir a isenção de pagamento da taxa de inscrição. A solicitação é feita, exclusivamente, por meio da plataforma virtual Página do Participante, dentro do site do Enem. O procedimento não garante a participação no exame. As inscrições devem ser realizadas de 11 a 22 de maio.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Enem, o participante habilitado para a isenção em 2019 que não compareceu aos dois dias de exame deve comprovar o motivo da ausência para pedir nova gratuidade neste ano. O processo também deve ser realizado pela Página do Participante.

Tem direito à isenção da taxa quem cursar a última série do ensino médio em 2020, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar; tiver cursado todo o ensino médio em escolas públicas ou como bolsista integral na rede privada, além de ter renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

A pessoa precisa também declarar estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Cadastro

Para justificar a ausência em 2019 e/ou solicitar a isenção em 2020, os participantes deverão ter o login único do governo federal, pelo portal gov.br. O acesso poderá ser realizado por meio da Página do Participante do Enem. A senha deverá ser memorizada ou anotada em local seguro, pois será necessária para acompanhar todas as etapas do exame, desde a solicitação de isenção da taxa de inscrição até a consulta dos resultados, em 2021.

Enem Digital

O exame digital será oferecido a partir deste ano, com implantação gradual e aplicação-piloto para 100 mil pessoas de todo o país. A estrutura das provas é a mesma do modelo impresso.  A modalidade tem edital próprio, mas as regras para pedidos de isenção e justificativas de ausência são as mesmas. As provas da versão digital estão previstas para 11 e 18 de outubro e as do Enem impresso, para 1º e 8 de novembro.

Projeto de lei de deputado propõe transferência das festas juninas para dezembro na Bahia

/ Política

Projeto é de autoria de Marcell Moraes (PSDB). Foto: Reprodução

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), diversas cidades baianas anunciaram o cancelamento das festas de São João, no entanto, o evento que tradicionalmente ocorre no mês de junho pode ser transferido para dezembro. Pelo menos é o que sugere um projeto de Lei que tramita na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). A proposta estabelece que deverá ser feriado no dia 12 de dezembro (sábado) e pontos facultativos nos dias 10 e 11, quinta e sexta-feira respectivamente.

O deputado estadual Marcell Moraes (PSDB), autor da proposição, afirma que a Bahia perde um importante momento para aquecer a economia. ”As cidades de pequeno e médio porte do interior são beneficiadas de forma direta ou indireta, por que há mais pessoas circulando pelas estradas, procurando casas para alugar ou hotéis, além da alimentação e outros. São muitos setores envolvidos e com lucro. Por prudência por causa da pandemia, infelizmente, toda essa dinâmica será prejudicada”, disse, conforme publicação do site BNews.

No último dia 9, prefeitos de 15 cidades da região da Chapada Diamantina firmaram um acordo para cancelar os festejos. O documento assinado pelos gestores diz que a decisão foi tomada seguindo a ”recomendação administrativa do Ministério Público de Contas do Estado da Bahia, que recomenda aos municípios baianos a não realizar festejos juninos ou evento de qualquer natureza utilizando recursos públicos durante o período de combate à COVID-19”.

A mesma decisão foi tomada por prefeitos das cidades onde ocorrem as maiores festas juninas da Bahia: Senhor do Bonfim, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Irecê, Seabra, Miguel Calmon, Itaberaba, Piritiba e Ibicuí.

Neste caso, os gestores municipais destacaram que as ”análises científicas sinalizam que o pico da infecção no Brasil poderá ocorrer entre os meses de maio e junho” e ressalta ”a necessidade de destinar todos os recursos disponíveis e necessários para combater o novo coronavírus e salvar vidas”.

Segundo a Federação do Comércio da Bahia (Fecomércio), a medida, além de afetar o turismo, deve provocar uma retração nas vendas de 23% nestas cidades, especificamente nos setores mais afetados pela data, como vestuário e supermercado.