Maracás: Na rede social, ex-prefeito Paulo dos Anjos se lança pré-candidato à Prefeitura

/ Política

Paulo lança pré-candidatura na rede social. Foto: Facebook

Que a disputa pela Prefeitura de Maracás, nas eleições de outubro, será uma das mais emblemáticas do Vale do Jiquiriçá, não há como duvidar. Para amparar a tese, trata-se de uma das mais importantes cidades do território, que ocupa boa posição econômica, na comparação com os demais municípios da região.

Faltando meses para o pleito, Maracás vive clima de ebulição política. Na noite desta sexta-feira (13), o ex-prefeito Paulo dos Anjos, por exemplo, usou as redes sociais para declarar que é pré-candidato à Prefeitura. ”Me dirijo a vocês para comunicar a minha pré-candidatura a prefeito da minha terra, em 2020, juntos por uma Maracás cada dia melhor”, disse Paulo em um vídeo publicado em sua página no Facebook.

Contudo, o ex-mandatário não revelou por qual legenda partidária irá se candidatar. Apesar de ter representado o PSL nas últimas eleições municipais, quando saiu derrotado pelo atual prefeito Soya Novaes (PDT), ele é ligado à base do governador Rui Costa (PT). Paulo se lança no mesmo período em que o comerciante Fábio Pena, outra liderança local, anunciou para domingo (15), a confirmação do seu nome, pelo cacique do PSD baiano, o senador Otto Alencar, como pré-candidato. Mas Pena decidiu cancelar o evento, sob alegação do aumento de casos do coronavírus na Bahia.

Com isso, as eleições na Cidade das Flores e do Vanádio ocorrerão com três postulantes ao cargo de prefeito – já que o atual chefe do Executivo, Soya, revelou em entrevista recente que não abre mão de disputar à reeleição e as últimas informações são de que o seu grupo se movimenta para viabilizar, também, um ato de lançamento. *Nota original do Blog Marcos Frahm

Mais de 570 mil títulos de eleitor já foram cancelados na Bahia, diz Tribunal Regional Eleitoral

/ Justiça

Cerca de 576.251 títulos foram cancelados na última fase do recadastramento biométrico na Bahia. Os dados são do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

De acordo com o levantamento, mais de 2,1 milhões de atendimentos foram realizados, entre maio de 2019 e fevereiro de 2020, pelas zonas eleitorais incluídas no 3º ciclo da revisão.

Os mais de 570 mil títulos cancelados são de moradores das 281 cidades envolvidas na terceira e última fase do processo que ocorreu nesse período de 10 meses. Em fevereiro desde ano, dos 417 municípios da Bahia, 175 já tinham concluído a revisão biométrica, o que corresponde a 66% do total. Na ocasião, 242 cidades ainda estavam em processo de recadastramento.

O tribunal alerta que nas eleições municipais de 2020, todo o eleitorado baiano deve estar com a biometria cadastrada. Quem não atendeu a convocação teve o título cancelado, mas poderá regularizar a situação até 6 de maio.

Suspeito de cometer homicídio e outros crimes morre ao confrontar com policiais da CIPE em Jequié

/ Jequié

Motocicleta foi apreendida na ação. Foto: Divulgação/CIPE

Um suspeito de 23 anos morreu em ação da Campainha Independente de Policiamento Especializado – CIPE Central, nesta sexta-feira (13), em Jequié.

De acordo com nota pública divulgada pela instituição militar, por volta das 16h30, uma equipe da CIPE foi informada através de denúncia anônima de que um indivíduo conhecido como ”Vine” estaria a bordo de uma motocicleta de cor prata ostentando arma de fogo e impondo medo e terror a população do bairro Cachoeirinha.

”Uma patrulha foi destacada para a localidade e durante o patrulhamento avistou um suspeito em uma motocicleta conforme descrita na denúncia. Os policiais deram voz de parada, mas o suspeito de forma abrupta, abandonou o veículo e reagiu atirando contra a patrulha rural visando romper o cerco imposto a fogo, o que motivou pronta a injusta agressão, diz a nota da CIPE.

Informou ainda que ao realizar uma busca no perímetro, o indivíduo fora encontrado ferido dentro de uma oficina local, portando uma pistola calibre .380.

O mesmo socorrido imediatamente ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, porém não resistiu aos ferimentos e evoluiu a óbito.

Posteriormente o resistente foi identificado como Marcos Vnicíus dos Santos Silva, apontado pela polícia como o líder de uma facção criminosa no bairro Cachoerinha, que realizava roubos, tráfico de drogas e ameaças aos moradores locais.

”O resistente possuía um mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime de homicídio, expedido pela comarca de Ipiaú e respondia a diversos procedimentos por homicídios, tráfico de drogas e roubos, sempre com extrema violência”, concluiu a CIPE.

Além da arma, uma bucha de maconha e uma motocicleta Honda Titam 150 de cor prata, com placa JLA-9386 com licença de Aiquara foi apreendida.

 

Coronavírus: Hospital Prado Valadares adota medidas para restringir a circulação de pessoas

/ Saúde

Apesar de não ter nenhum caso confirmado do novo coronavírus (Covid-19) no Município de Jequié e região, a direção do Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), está adotando medidas para restringir a circulação de pessoas na unidade.

Desde que surgiram os primeiros casos do cornavírurs no Brasil, uma comissão multiprofissional do HGPV tem se reunido para discutir fluxos de atendimento a pacientes, caso necessário, além de definir cuidados para a proteção dos profissionais de saúde potencialmente expostos ao agente transmissor.

A partir da segunda-feira, 16 de março, será tomada as seguintes medidas de barreira de prevenção:

📌Redução do tempo de visita;

📌Redução da quantidade de visitante por pessoa;

📌 Suspensão de projetos sociais pelo período de 30 dias

📌Fica suspenso as visitas do fluxo religioso pelo período de 30 dias

Ainda como forma de prevenção é recomendado que:

📌 Idosos acima de 60 anos evitem realizar visitas, pois são um dos principais grupos de risco.

📌 Ao visitar o paciente fica recomendado evitar beijo, abraço e aperto de mão.

📌 Higienize sempre as mãos, faça o uso do álcool em gel.
Cubra o rosto ao tossir ou espirrar.

A população deve continuar cuidando da higiene correta das mãos (lavar com água e sabonete por pelo menos 40 a 60 segundos ou passar álcool em gel 70% por pelo menos 20 a 30 segundos) e ter cuidado ao espirrar ou tossir (cobrir o nariz e a boca com o antebraço ou com lenço ou papel descartável). Para informações mais completas sobre o novo coronavírus, acesse: https://saude.gov.br/

Coronavírus: Brasil tem primeiros casos de transmissão comunitária, diz Ministério

/ Saúde

O Brasil teve os primeiros casos de transmissão comunitária de coronavírus. De acordo com a última atualização do Ministério da Saúde, essa nova situação foi registrada nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro. Transmissão comunitária ocorre quando as equipes de vigilância não conseguem mais mapear a cadeia de infecção, não sabendo quem foi o primeiro paciente responsável pela contaminação dos demais.

No total, quatro pessoas adquiriram o vírus por essa modalidade de transmissão. Segundo os dados, 79 são casos importados (que foram contaminadas no exterior) e 15 pessoas foram infectadas por transmissão local (por meio de contato com pessoas de casos importados).

”Não temos evidência de aumento de internação por síndrome respiratória aguda grave”, comentou o secretário de vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira.

No balanço do ministério disponibilizado hoje (13), o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) chegou 98. Foram 21 pessoas infectadas a mais do que o último dado, anunciado ontem (12). Os casos suspeitos aumentaram para 1.485. Os descartados ficaram em 1.344.

Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro são os epicentros do surto no país, respectivamente com 56 e 16 casos confirmados. Em seguida vêm Paraná (seis), Rio Grande do Sul (quatro), Goiás (três) e Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia, Distrito Federal e Pernambuco (dois casos cada um). Completam a lista Alagoas e Espírito Santo (um caso).

Nos casos suspeitos, São Paulo também lidera (753), seguido de Minas Gerais (116), Rio Grande do Sul (81), Santa Catarina (77), Rio de Janeiro (76) e Distrito Federal (75). Apenas Roraima e Amapá não possuem casos confirmados ou suspeitos.

Do total, 15% dos casos confirmados demandam maior nível de atenção, podendo evoluir para agravamento. Há 12 pessoas hospitalizadas. As informações são da Agência Brasil

Secretário de Saúde da Bahia confirma 3 casos de coronavírus em Salvador; Feira tem 4

/ Saúde

Secretário Fábio Vilas-Boas. Foto: Chayenne Guerreiro / Bahia.ba

De janeiro até às 17 horas desta sexta-feira (13), a Bahia registrou 289 casos notificados com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus, sendo sete confirmados (4 em Feira de Santana e 3 em Salvador). Outros 153 foram descartados e 129 aguardam análise laboratorial. Ao todo, 26 municípios da Bahia fizeram notificações oficiais ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA).

Os casos confirmados em Salvador são de uma mulher de 52 anos, sua filha de 11 anos, com registro de viagem recente à Espanha (estes em isolamento domiciliar); um homem de 72 anos com viagem recente à Itália, internado em hospital privado, evoluindo bem. O novo caso registrado em Feira de Santana é de um homem de 73 anos, com ligação familiar com os primeiros casos, também em isolamento domiciliar.

Ressalta-se que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado às 17 horas desta segunda-feira (16).

É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades primárias de atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar. Outras informações podem ser obtidas no link: www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA).

Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.

A fim de ampliar as medidas de prevenção contra infecções virais como Coronavírus, H1N1, H3N2 e Influenza B, as autoridades sanitárias municipais e estadual vem sensibilizando a sociedade sobre a importância da higiene regular das mãos e ratificar a necessidade de cumprimento da Legislação Estadual nº 13.706/2017, que determina a disponibilização de dispensadores de álcool gel por parte de estabelecimentos comerciais que prestam serviços diretamente à população.

Advogada do presidente Bolsonaro, Karina Kufa testa positivo para o coronavírus

/ Saúde

Karina Kufa testou positivo para coronavírus. Foto: Reprodução

Advogada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Karina Kufa testou positivo para coronavírus nesta sexta-feira (13), de acordo com a revista Crusoé.

Segundo a reportagem, ela viajou com a comitiva presidencial de Bolsonaro para os Estados Unidos no último final de semana. Ela, no entanto, não esteve no avião presidencial.

Segundo a própria advogada, ela teve contato com o chefe da Secom, Fabio Wajngarten, diagnosticado com o COVID-19, durante a viagem. Por conta disto, fez o teste para a doença na última quinta-feira (12), quando desembarcou em São Paulo.

Ela é a terceira pessoa do entorno do presidente da República a testar positivo para a doença. Antes dela, além de Wajngarten, o prefeito de Miami, Francis Suarez, que esteve com Bolsonaro na semana passada, também testou positivo para o coronavírus. O chefe de Estado, no entanto, testou negativo nesta sexta. Após confirmar a informação nas redes sociais, ele pediu, em seu Twitter, que a população ”não acredite na mídia fake news”. ”São eles que precisam de você” disparou.

Alan Sanches avalia que acesso à informação ajuda a impedir avanço do coronavírus

/ Saúde

Deputado estadual Alan Sanches. Foto: Divulgação/AL-BA

Com o avanço do novo coronavírus pelo mundo, o vice-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado estadual Alan Sanches (DEM), avaliou, em entrevista ao site Política Livre nesta sexta-feira (13), que o acesso da população à informação a respeito da doença é um dos mais importantes passos para coibir o surto.

À reportagem, o democrata ressaltou que campanhas informativas sobre o Covid-19 são necessárias ”para tentar se prevenir ou até mesmo se cuidar”. ”Eu acho que o mais importante de tudo é o acesso à informação sobre o novo coronavírus. O Ministério da Saúde, logo no primeiro momento, quando o primeiro caso a confirmar aqui no Brasil ocorreu, iniciou as tratativas, levando informação para a população”, lembrou Sanches.

”Eu acho que essa campanha de informação é extremamente importante para que as pessoas tenham conhecimento dessa virose, também para tentar se prevenir ou até mesmo se cuidar. A gente só não pode entrar em pânico. As medidas que nós estamos tomando junto com as secretarias tanto do município quanto do estado estão no sentido de tentar controlar e coibir que um maior número de pessoas tenham essa virose”, salientou.

”Então, eu acho que, por enquanto, o mais importante é o acesso à informação e os cuidados gerais, de higiene pessoal. São esses cuidados que nós temos que ter para coibir que um maior número de pessoas seja infectado, mas a possibilidade de que haja uma contaminação de um grande número de pessoas aqui no Brasil isso há, sim. Isso sem dúvidas nenhuma. A expectativa é essa”, reforçou.

O parlamentar fez questão de considerar a importância de ”observar qual o comportamento desse vírus em um país tropical’. ”Nós ainda não sabemos qual é o comportamento desses vírus em uma cidade mais quente, como temos aqui na região do Nordeste. Só a partir de estudos que nós vamos ter um número maior de informações”, concluiu.

Presidente Bolsonaro comemora resultado negativo do coronavírus em post no Facebook

/ Saúde

Bolsonaro comemora o resultado negativo do teste. Foto: Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comemorou, nesta sexta-feira (13), o resultado negativo para o teste do coronavírus. No Facebook oficial de Bolsonaro, foi postado uma imagem na qual o presidente aparece dando ”banana” e na legenda está escrito: ”HFA/SABIN atestam negativo para o COVID-19 o Sr. Pres. da República Jair Bolsonaro”.

O atual estado de saúde do presidente foi alvo de especulações após o secretário Secretário de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten ter testado positivo para o vírus.

Wajngarten integrou a comitiva brasileira que acompanhou Bolsonaro, nesta semana, em viagem à Flórida (EUA). O secretário posou para fotos ao lado do presidente norte-americano, Donald Trump.

Bolsonaro questionou ainda a atuação da mídia na cobertura do caso. Em postagem no seu Twitter, o presidente pediu para que as pessoas ”não acreditem na mídia fake news” e afirmou que ”são eles que precisam de vocês”.

Presídio de Jequié barra acesso de pessoas gripadas e adota medidas de prevenção ao coronavírus

/ Jequié

O Conjunto Penal de Jequié passa a adotar medidas contidas no Procedimento Operacional Padrão do Departamento Penitenciário Nacional para controle e prevenção do novo coronavírus.

A Unidade prisional passa a adotar a quarentena de 15 dias na triagem para os presos recebidos e a triagem na portaria para todas as pessoas que adentram à unidade. Foi determinado o impedimento de entrada de visitantes com os sintomas do Coronavírus e características estabelecida pelo Ministério da Saúde.

Além das medidas estabelecidas para a entrada e saída de pessoas no Presídio foram estabelecidas pela Direção outras medidas de prevenção para todos os funcionários da unidade:

– Instruir todas as pessoas que durante a tosse ou espirro cubram o nariz e a boca com o cotovelo flexionado ou utilize tecido ou lenço de papel, descartando-os após o uso;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão no momento, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Orientar sobre os sinais e sintomas do novo coronavírus que acionam o fluxo de atendimento para casos suspeitos da doença;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência;

– Manter os ambientes bem ventilados.

– Os servidores envolvidos em escoltas deverão utilizar máscara cirúrgica durante o contato com interno com suspeita de infecção;

– Além disso, é de suma importância a higienização das mãos.

Enviado pela SESAB, carro fumacê chega para ajudar no combate ao Aedes aegypti em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Carro fumacê já circula nas ruas da cidade. Foto: Flávio Silva

A Prefeitura de Jaguaquara passou a adotar medidas, ou seja, ações para prevenir Dengue, Zika e Chikungunya no município depois de a Secretaria Municipal de Saúde revelar casos suspeitos de Dengue na cidade e ouvir cobranças dos moradores para ações eficazes.

Segundo a Prefeitura, a realização de mutirões comunitários envolvendo agentes de saúde e outros servidores públicos está entre as ações desenvolvidas, inclusive nos bairros: Malvinas, Lagoa e Palmeira, áreas que supostamente estariam com os maiores índices de infestação do Aedes aegypti.

Uma das ações é a circulação do carro fumacê, solicitado pelo Município à Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB). Destinado a Jaguaquara, um veículo, equipado com uma bomba pulverizadora de veneno, passou a percorrer, nos últimos dois dias, as vias da cidade com o trabalho de borrifação.

O carro borrifa as gotículas de um líquido composto por pequenas quantidades de um inseticida capaz de eliminar os mosquitos que estiverem voando no local no momento da aplicação.

O fumacê, que segue as diretrizes do Ministério da Saúde (MS), tem como função específica eliminar as fêmeas do mosquito Aedes aegypti e deve ser utilizado somente para bloqueio de transmissão e para controle de surtos ou epidemias.

E as informações são de que o número de casos suspeitos e alguns registrados em Jaguaquara exige atenção redobrada da população e das autoridades, deixando a maior cidade do Vale do Jiquiriçá em sinal de alerta. *Nota original do Blog Marcos Frahm

Morre em hospital a terceira vítima de acidente com ônibus da Viação Itapemirim na BR-101

/ Trânsito

Acidente ocorreu entre Itamaraju e Teixeira de Freitas. Foto: PRF

Morreu no fim da tarde de quinta-feira (12), no Hospital Municipal de Itamaraju, no Extremo Sul, a terceira vítima do acidente com um ônibus da Itapemirim, ocorrido na manhã de ontem. O corpo de uma idosa vai passar por perícia no Instituto Médico Legal.

Outra idosa e um menino de quatro anos morreram no momento do capotamento, que ocorreu por volta das 4h da madrugada, na BR-101, entre Itamaraju e Teixeira de Freitas. Segundo o hospital, oito pessoas já foram liberadas e estão acomodadas em hotéis da cidade.

Dezessete seguem internadas. O estado de saúde de três passageiros é considerado grave. A Policia Rodoviária Federal informou que, após capotar, o veículo saiu da pista e caiu em uma ribanceira. *Com informações do Radar 64

Sete estados nordestinos questionam no STF redução e não alocação de recursos do Programa Bolsa Família

/ Nordeste

O Governo do Estado da Bahia e dos Estados do Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte moveram, junto ao Supremo Tribunal Federal,  uma ação judicial, contra a União Federal, para sanar as inconstitucionalidades e ilegalidades decorrentes da redução e não alocação de recursos do Programa Bolsa Família.

No último mês de janeiro, o Governo Federal destinou apenas 3% dos novos benefícios do Bolsa Família ao Nordeste, região que concentra 36,8% das famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. Já as regiões Sul e Sudeste receberam 75% das novas concessões do programa. O somatório das novas concessões realizadas para todos os estados do nordeste é de apenas 3.035 famílias.

Desse total, a Bahia foi contemplada com apenas 1.123 novas concessões e 59.484 famílias tiveram seus benefícios cancelados, de janeiro 2019 a janeiro 2020.

Segundo o Procurador Geral do Estado da Bahia  Paulo Moreno, ”na ação cível originária, com pedido de tutela provisória, as Procuradorias Gerais dos Estados alegaram que o Programa Bolsa Família deve observar as balizas constitucionais de modo a contribuir também com a redução das desigualdades regionais e não criar distinções entre brasileiros”, informou.

”O Programa Bolsa Família possui relevância social e econômica principalmente nos estados autores da ação, e o represamento da concessão de novos benefícios àquelas famílias já inscritas – de maneira tão díspar em relação às demais regiões do país – implica em um aumento significativo da demanda social destes estados, sem uma justificativa plausível da União para os dados até então divulgados”, explicaram os procuradores na peça processual.

As PGE’s informaram ainda que essas desproteções concentradas na região nordeste comprometem outros serviços e fazem com que aumente o número de pessoas em situação de rua, o número de pedidos de cesta básica para superar a fome, especialmente aos municípios, causando desequilíbrio social e, claro, financeiro nas já combalidas finanças estaduais e municipais.

Dados

Em todo o Brasil a redução de benefícios do Bolsa Família, de maio a dezembro de 2019, chega a 1.111.043 famílias. Na região Nordeste, onde estão cerca de 50% dos vinculados ao programa, 428.565 pessoas deixaram de receber o benefício, o que corresponde a uma redução de 6%.

No Nordeste, em dezembro de 2019, eram 939.594 famílias em situação de pobreza extrema sem o benefício. Apesar desse número, apenas 3.035 benefícios foram concedidos em janeiro de 2020 para toda a Região. Ou seja, apenas 0,32% da demanda. Na Região Sul, 186.724 famílias estavam em situação de extrema pobreza sem o Bolsa Família, e foram concedidos 29.308 benefícios (15,7% da demanda). Tais números mostram uma redução que não se justifica legal e constitucionalmente mesmo em um cenário de cortes no Orçamento da Assistência Social.

Inscrições de médicos para combater coronavírus começam na próxima segunda-feira

/ Saúde

Inscrições serão feitas por meio do Mais Médicos. Foto: Reprodução

Iniciam na segunda-feira (16) as inscrições de médicos, com CRM Brasil, que desejem trabalhar no combate ao novo coronavírus (Covid-19) nas capitais e grandes centros, além dos municípios mais carentes e aldeias indígenas. A convocação está sendo feita pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa Mais Médicos, para mais de 5 mil profissionais. A remuneração será de R$ 12 mil e o contrato terá duração de 1 ano.

De acordo com a pasta, de forma emergencial, os profissionais serão distribuídos em 1.864 municípios de todo o país, além de 19 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei). Capitais e grandes centros urbanos voltam a fazer parte do programa, que vinha priorizando municípios mais carentes.

A mudança ocorre porque grandes cidades, com maior concentração de pessoas, são locais mais propensos à circulação do coronavírus. O edital foi publicado, em edição extra do Diário Oficial da União na quarta (11). A expectativa é que os médicos já comecem a atuar nos municípios no início de abril.

“O Mais Médicos é um programa de provisão emergencial de médicos e pode ser usado em emergências de saúde como a que estamos passando com o coronavírus”, disse o secretário de Atenção Primária à Saúde, Erno Harzheim. Para garantir a contratação de todos os médicos, o ministério vai investir R$ 1,2 bilhão.

Junto com o edital para chamamento dos médicos, a pasta publicou outro edital para que os municípios que já participavam do Programa Mais Médicos manifestem a intenção de renovar as vagas para os novos profissionais. Também a partir de segunda-feira, os secretários municipais de Saúde já podem indicar o interesse em receber os médicos.