Guarda municipal mata esposa professora a tiros e depois comete suicídio na cidade de Poções

/ Polícia

Caso ocorreu nesta quinta-feira. Foto: Blog do Jeferson Almeida

Um homem matou a própria companheira e depois tirou a própria vida no interior de uma casa na cidade de Poções, Sudoeste do Estado.

Segundo o Blog do Jeferson Almeida, o caso, que envolveu uma professora e um guarda municipal ocorreu na tarde desta quinta-feira (12), quando vizinhos do casal acionaram a Polícia Militar depois de terem ouvido estampidos de disparos de arma de fogo no bairro Nova Sião.

A professora do município, Rosemary Mendes, e o guarda Mário morreram no local. As informações são de que Mário fez uso da arma de fogo para matar a mulher e cometer suicídio.

Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) de Vitória da Conquista. A Polícia Civil investiga os motivos do caso, que chocou a população de Poções.

Servidor da prefeitura de Wenceslau Guimarães morre após colisão entre dois veículos na BR-101

/ Trânsito

Carro partiu ao meio após colisão. Foto: Reprodução/Rede social

Uma colisão entre dois veículos deixou um homem morto na BR-101, na tarde desta quinta-feira (12), O acidente ocorreu por volta das 15h30, nas proximidades do Posto Tenente, trecho do município de Ibirapitanga.

Segundo informou o blog Sulbahia1, a vítima fatal foi Naomar Ferreira dos Santos, servidor público da Prefeitura de Wenceslau Guimarães, onde atuava como coordenador pedagógico na Secretaria de Educação. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Chovia no momento da colisão.

O carro onde Naomar estava, um Prisma de cor prata, foi atingido na lateral por uma picape Strada. Não foi informado se o motorista da picape ficou ferido.

Também não foi divulgado se havia outras pessoas no automóvel modelo Prisma. O corpo foi retirado do local pelo DPT e encaminhado para o IML. A causa do acidente será apurada pela PRF.

Ministério da Saúde divulga dados e diz que Brasil registra 60 casos do novo coronavírus

/ Saúde

O Ministério da Saúde divulgou na manhã desta quinta-feira (12), durante entrevista à imprensa, que há oito novos casos confirmados do coronavírus no Brasil. O número subiu de 52 para 60. Os novos registros são do Paraná (seis casos) e no Rio Gande do Sul (mais dois pacientes).

Atualmente são monitorados 930 casos suspeitos e 947 foram descartados. Do total de casos confirmados, nove (15%) são por transmissão local, quando é possível relacionar o doente a um caso confirmado; e 51 (85%) dos casos são importados, ou seja, de pessoas que viajaram ao exterior.

Os casos confirmados no Brasil estão divididos em nove estados: São Paulo (30), Rio de Janeiro (13), Bahia (dois), Minas Gerais (um), Distrito Federal (dois), Rio Grande do Sul (quatro), Paraná (seis), Alagoas (um), Espírito Santo (um).

Pandemia

Ontem (11), A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia de coronavírus. O termo é utilizado quando uma epidemia – grande surto que afeta uma região – se espalha por diferentes continentes com transmissão sustentada de pessoa para pessoa. Atualmente, há mais de 115 países com casos declarados da infecção.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu para os países redobrarem o comprometimento conta a doença. Da Agência Brasil

Jogador da Juventus testa positivo para o novo coronavírus; contágio é confirmado pelo time

/ Saúde

Daniel Rugani da Juventus, com coronavírus. Foto: Reprodução

O jogador Daniel Rugani, zagueiro da Juventus, equipe da Itália, testou positivo para o novo coronavírus. O contágio foi confirmado pelo clube de Turim em seu site oficial, que ainda informou que o atleta de 24 anos, está em isolamento.

”O jogador Daniele Rugani testou positivo para Covid-19 e atualmente está assintomático. A Juventus já ativou o procedimento de isolamento exigido por lei, incluindo o levantamento das pessoas que tiveram contato com ele”,

Nas redes sociais, Rugani tranquilizou os fãs. O zagueiro está assintomático, ou seja, não apresenta sintomas. O zagueiro é da equipe reserva da Juve e jogou sete partidas na temporada. Após o anúncio da contaminação, a Inter confirmou a suspensão de todas as atividades do clube até segunda ordem. O Campeonato Italiano também foi suspenso devido ao surto no país. Ao todo são 12.462 casos confirmados do vírus, com 827 mortes.

Os jogadores brasileiros Danilo e Alex Sandro, que atuam na Juventus e foram convocados por Tite para defender o Brasil contra Bolívia e Peru, pelas eliminatórias da Copa do Mundo estão sendo monitorados pela CBF.

Coronel diz que já está em autoisolamento após se encontrar com senador com suspeita de coronavírus

/ Política

Coronel sobre o coronavírus. Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

O senador pela Bahia Angelo Coronel (PSD) afirmou, em entrevista ao site BNews nesta quinta-feira (12), que já está em ”autoisolamento”, após se encontrar com Nelsinho Trad (PSD-MS) nos corredores do Congresso, na quarta-feira (11). Hoje, tanto o sul-matogrossense quanto Jorginho Mello (PL-SC) estão em isolamento domiciliar e foram orientados a não irem ao parlamento.

”Encontrei com um deles, foi distante, acho que não deu pra pegar. Se ele der alguma coisa, vou fazer exame também. Vou fazer imediato”, disse, em conversa por telefone.

Coronel ainda disse que vai orientar os colegas de Casa a também se precaverem. ”Vou aconselhar a todos os senadores fazer [exame], já que ele transitou ontem juntamente com Jorginho. Como também a Câmara dos Deputados deve fazer”, completou.

Ele disse que decidiu, por conta própria, se ”isolar” em Brasília, para evitar transmitir o vírus em solo baiano. ”Não embarquei, tô só em Brasília, pra aguardar a novidade. Não quero ser veículo de disseminação”, disse.

Comitiva nos EUA

Os senadores Jorginho Mello (PL-SC) e Nelsinho Trad (PSD-MS), que estavam na comitiva brasileira que foi aos Estados Unidos acompanhar o jantar de Jair Bolsonaro e Donald Trumo, foram orientados a não irem ao Congresso nos próximos dias.

Eles estavam juntos ao secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, infectado com o novo coronavírus. Segundo o site O Antagonista, os senadores trabalharam normalmente no Congresso na quarta-feira (11). Eles ainda farão o exame para saberem se também foram infectados.

Presidente Jair Bolsonaro faz teste para coronavírus; resultado sai nesta sexta-feira (13)

/ Saúde

Bolsonaro fez teste para o coronavírus. Foto: Alan Santos

O presidente da República, Jair Bolsonaro, realizou nesta quinta-feira, o teste para o coronavírus Covid-19. O resultado sairá na sexta-feira (13). O receio dos médicos é que o presidente possa ser assintomático, ou seja estar infectado, mas sem apresentar os sintomas.

Até a conclusão do exame, a recomendação é o presidente permanecer no Palácio do Alvorada. Bolsonaro completa 65 anos no próximo dia 21. O exame foi realizado após o secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, ter tido teste confirmado para a doença. Ele viajou com o presidente aos Estados Unidos e esteve boa parte do tempo ao seu lado.

Outros integrantes da comitiva que viajaram para os Estados Unidos também estão sendo chamados para fazer o exame. Participaram da comitiva os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Bento Albuquerque (Minas e Energia). Também viajaram os senadores Nelsinho Trad (PTB-MS) e Jorginho Mello (PL-SC); os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Daniel Freitas (PSL-SC), o assessor especial Filipe Martins, o presidente da Embratur, Gilson Machado, e o secretário especial de Pesca, Jorge Seif Jr., entre outros.

Wajngarten e Bolsonaro estiveram com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no jantar em Mar-a-Lago, no sul da Flórida no sábado. Nesta quinta, Trump afirmou não estar preocupado. Com informações do Estadão

Coronavírus afeta variação nos preços do barril de petróleo no mundo, diz pesquisador

/ Economia

A turbulência dos preços do barril do petróleo esta semana é uma consequência de um cenário que vem se construindo desde meados do ano passado, embora não com a velocidade e a violência que se nota agora, a partir da pandemia do coronavírus. A análise foi feita à Agência Brasil pelo pesquisador do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (INEEP), Henrique Jager.

”Desde meados do ano passado, o preço do barril do petróleo vem se apresentando com alta volatilidade e uma tendência de queda, por conta de uma percepção do mercado de que a oferta estava crescendo em um ritmo maior do que a demanda”, disse o pesquisador.

Segundo pesquisador, esse movimento pode ser atribuído ao incremento da pesquisa e exploração do petróleo ocorrido entre 2005/2008, levando o preço do barril do produto a atingir, em 2010, perto de US$ 140. A consequência foi o aumento na oferta.

China

Outro fator que impactou no mercado internacional de petróleo foi a China, grande importadora de petróleo no mundo, cuja economia vinha evoluindo à taxa de 9% ou 10% ao ano e reduziu para 5% a 6% ao ano. ”E agora, com o coronavírus, no primeiro trimestre de 2020, as estimativas são de redução da ordem de 20% no consumo do maior importador de petróleo”. Jager acrescentou que, no Japão, a redução da demanda no curto prazo deve alcançar quase 22%. ”Claro que isso tem impacto no preço”, afirmou.

A Organização dos Países Produtores de Petróleo (Opep) tentou fazer uma redução na produção, mas não conseguiu fechar um acordo nesse sentido nem dentro da própria entidade nem, principalmente, entre a Rússia e a Arábia Saudita, que são os dois grandes exportadores mundiais de petróleo. Sem acordo, a Arábia Saudita decidiu manter a decisão de aumentar a produção. ”E os preços despencaram de uma hora para a outra, por falta desse acordo entre Arábia Saudita e a Rússia”.

Como os preços já vinham caindo neste primeiro trimestre do ano em curso, a tendência de queda se acentuou na última semana devido à crise do coronavírus e, também, pela leitura de uma oferta maior que a demanda. Segundo analisou o pesquisador do INEEP, trata-se de uma questão conjuntural ”porque o coronavírus vai passar”.

Henrique Jager disse que, de modo geral, há a percepção de que os preços vão recuperar parte da perda no médio prazo. ”Mas, no longo prazo, os preços devem se manter com uma volatilidade grande”. Ontem à tarde, o valor do barril estava em US$ 36,17 (- 2,9%) para o petróleo tipo Brent e US$ 33,36 (- 2,9%) o petróleo WTI. O petróleo WTI (‘West Texas Intermediate’) é o comercializado na Bolsa de Nova York e referente ao produto extraído principalmente na região do Golfo do México. Já o Brent é comercializado na Bolsa de Londres e tem como referência o petróleo extraído no Mar do Norte e no Oriente Médio. A expectativa é que os preços do barril não retomem o patamar de meados do ano passado, da ordem de US$ 60 a US$ 70, e fiquem em torno de US$ 50, considerando uma recuperação rápida da economia da China, “o que a gente não vislumbra”.

Recessão

De acordo com o pesquisador, isso vai depender muito do ritmo de retomada das demais economias do mundo. Destacou que a crise do coronavírus está saindo da China e entrando de forma muito pesada na Europa e Estados Unidos. Henrique Jager avaliou que como as empresas de energia têm peso grande na taxa de investimento da economia norte-americana, a redução do preço do petróleo vai diminuir o capital disponível para investimento e isso vai ter impacto forte na economia como um todo daquele país. Alguns economistas já começam a apontar que o risco de recessão para a economia americana é muito grande.

“As empresas de petróleo vão ter dificuldade para pagar suas dívidas e, consequentemente, vão diminuir suas taxas de investimento”. Como o setor de energia é muito importante para os Estados Unidos, a possibilidade é haver grande impacto na economia americana como um todo nos próximos meses. ”Você tem impacto por um lado, porque a economia para, por causa da doença, mas isso pode se estender a depender disso (vírus), porque você vai descapitalizar as empresas de petróleo, que têm um peso importante na economia americana”.

Brasil

O cenário pode ser aplicado também no Brasil, no caso da Petrobras, analisou o pesquisador do INEEP. ”Se o preço ficar na casa dos US$ 30 por muitos meses, isso vai afetar muito fortemente a Petrobras”, afirmou. Indicou que a estratégia que a Petrobras vem adotando nos últimos dois a três anos de concentrar as atividades em exploração e produção (E&P), vai contra a posição de ser uma empresa verticalizada, atuando em vários setores da economia, como ocorria até então.

Como o petróleo é o principal produto da empresa, a queda do preço internacional tem impacto negativo sobre a companhia. ”Como você está focando todo o seu esforço em E&P, acaba ficando mais fragilizada do que as demais companhias de petróleo”, disse Jager. Esclareceu que as grandes companhias internacionais têm um peso grande no petróleo, mas atuam também na petroquímica, no refino, em logística, na busca de energias alternativas, por exemplo. E a Petrobras está se desfazendo de todas as suas empresas nessas áreas, bem como na distribuição, explicou.

Jager disse que se o preço do barril do petróleo cai muito, o preço do produto na bomba de gasolina não cai, porque a empresa não repassa toda a queda. O mesmo ocorre em um cenário de alta do preço. Nesses casos, os setores de refino e petroquímica atuam como fatores anticíclicos, ou seja, quando o preço do barril do petróleo cai, os preços destes produtos caem menos, ajudando a preservar a margem de lucro da empresa, e vice-versa. Ao se desfazer de participação nesses setores, a Petrobras está aumentando sua fragilidade no quadro internacional de baixa de preço do barril do petróleo que está apontado no horizonte de curto e médio prazo. Da Agência Brasil

Governo da Bahia decreta situação de emergência em três municípios; Irecê é pela chuva

/ Bahia

Município de Irecê receeu fortes chuvas. Foto: Reprodução

O governador da Bahia, Rui Costa decretou situação de emergência em três municípios nesta quinta-feira (12), sendo que Queimadas e Capela do Alto Alegre têm sofrido por causa da estiagem, enquanto Irecê foi objeto do decreto em decorrência das chuvas intensas que atingem a cidade.

Os decretos foram publicados no Diário Oficial do Estado, tendo validade de 180 dias para os casos de estiagem e de 60 dias para a situação das fortes chuvas. De acordo com o governador, as medidas foram tomadas para ”preservar o bem-estar da população”.

Acidente grave com ônibus deixa 25 pessoas feridas e duas mortas na BR-101; veículo capotou

/ Trânsito

Acidente ocorreu entre Itamaraju e Teixeira de Freitas. Foto: PRF

Ao menos 25 pessoas ficaram feridas e duas morreram após o ônibus onde estavam capotar na BR-101, entre Itamaraju e Teixeira de Freitas, cidades do sul da Bahia, na manhã desta quinta-feira (12). A informação foi confirmada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo a polícia, não há detalhes sobre as circunstâncias do acidente, que ocorreu por volta de 4h. Apesar disso, a PRF informou que, após capotar, o veículo saiu da pista e caiu em uma ribanceira.

O veículo é da empresa Itapemirim e fazia a linha Maranhão x Rio de Janeiro. O site G1 disse que entrou em contato com a empresa para pegar mais detalhes, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno.

Ainda de acordo com a PRF, os feridos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e encaminhados para unidades médicas de Itamaraju. Não há detalhes sobre o estado de saúde das vítimas.

As duas pessoas mortas foram uma criança e uma idosa. Os corpos foram levados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). A polícia não tinha mais detalhes sobre a identidade da pessoa.

108 detentos do Conjunto Penal de Jequié são beneficiados com ”saidão” nesta quinta-feira

/ Jequié

O Juiz da Vara de Execuções Penais – Comarca de Jequié, determinou a saída temporária de 108 internos do Conjunto Penal de Jequié. Os detentos beneficiados sairão às 7h dessa quinta-feira (12) e deverão retornar à unidade prisional às 18h do dia 18 de março de 2020.

O direito à saída temporária é concedido cinco vezes ao ano,  aos detentos primários que cumpriram um sexto da pena e aos reincidentes que cumpriram um quarto. Além disso, eles precisam ter bom comportamento, estarem no regime semiaberto e ter autorização judicial.

Jequié: Vereador apresenta Moção de Solidariedade pelo falecimento do poeta Jorge Salomão

/ Jequié

Moção é de autoria do vereador Beto de Lalá. Foto: Emanuel Jr

A Câmara Municipal de Jequié fez inserir na Ata de seus trabalhos da Sessão Ordinária de 11 de março de 2020 Moção de Pesar e Solidariedade em decorrência do falecimento do poeta jequieense Jorge Dias Salomão, no dia 07 de março do corrente ano, na cidade do Rio Janeiro, onde morava. A proposta é de autoria do vereador Beto de Lalá, cujo teor é o seguinte:

”Queremos através desta Moção, externar votos de mais profundo pesar pelo falecimento do jequieense Jorge Dias Salomão, que em fevereiro foi vítima de um infarto. O nosso conterrâneo trocou o plano terrestre, mas deixou um grande legado no mundo das artes, assim como de um amigo verdadeiro. Tal como seu irmão, o também saudoso Waly Salomão, ele projetou o nome de Jequié para o Brasil inteiro, sempre fazendo questão de declarar o imenso amor que nutria por sua terra natal”.

Nascido em Jequié, em 03 de novembro de 1946, Jorge Salomão, filho de família tradicional de nossa cidade, faleceu no dia 07 de março de 2020, no Rio de Janeiro, onde estava radicado desde 1969. Por alguns anos, residiu nos Estados Unidos. Além de Waly, tinha ainda como irmãos Omar (falecido), Kadija (falecida), além de Guilherme, Samira e Rilene.

Poeta, escritor, letrista, diretor de espetáculos e performer, Jorge Salomão trilhou caminhos múltiplos na arte. Como letrista, teve canções gravadas por nomes como Barão Vermelho, Marina Lima, Zizi Possi, Adriana Calcanhotto e Cássia Eller. Nos teatros, dirigiu diversas peças em Salvador além de apresentações musicais como o inesquecível espetáculo que marcou a volta de Luiz Gonzaga aos palcos do rio de Janeiro, no início dos anos 70.

Jorge era um vendaval apaixonado, que tinha por regra viver tudo muito intensamente, afirma o sobrinho Omar Salomão, poeta, músico e artista plástico.

Jorge Salomão se foi, porém, suas obras são eternas. De acordo com informações do Acervo Digital da Memória Brasileira, a cantora Laura Finocchiaro, que conviveu com o amigo em seus últimos dias, no segundo semestre deste ano, ela lançará um disco que incluirá ”A vagar”, canção inédita com letra de Jorge Salomão cedida especialmente para ela.

Outra novidade virá à tona também em breve. Em fase de produção, e com apoio do Sesc, um disco reunirá todas as composições musicais de Jorge, em gravações realizadas por nomes como Wanderlea e Zeca Baleiro.

Que Deus, com sua imensa sabedoria e misericórdia, possa confortar seus familiares e amigos nesse momento de dor e de saudades.  Que seja dado conhecimento da presente MOÇÃO aos familiares do saudoso Jorge Salomão”.

Ministro da Justiça, Sérgio Moro nega ter tentado interferir na prisão de Ronaldinho Gaúcho

/ Justiça

Ministro da Justiça, Sérgio Fernando Moro. Foto:Isaac Amorim

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou que não tentou interferir na prisão de Ronaldinho Gaúcho, que está preso ao lado do irmão, em Assunção, depois de tentar entrar no país com passaportes falsos.

Durante entrevista ao canal GloboNews, na noite da quarta-feira (11), o ministro admitiu que, ao saber da prisão do jogador brasileiro, entrou contato com o ministro do interior do país, Euclides Acevedo, mas que não chegou a interferir junto às autoridades paraguaias.

”Houve um equívoco de comunicação. Recebi informação de que o jogador estaria preso e, veja, é um cidadão brasileiro, um ídolo nacional. Eu apenas fiz uma ligação para colher informações sobre o que tinha acontecido. Em nenhum momento houve qualquer interferência à soberania paraguaia”, afirmou o Moro.

Otto critica Bolsonaro e promete trabalhar para ”cessar política de retaliação” contra o Nordeste

/ Entrevista

Otto faz duras críticas a Jair. Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Presidente do PSD na Bahia, o senador Otto Alencar fez duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) após o Governo Federal priorizar o Sul e o Sudeste na concessão de novos benefícios do Bolsa Família em janeiro, em detrimento da região Nordeste, que concentra 36,8% das famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza na fila de espera do programa.

O parlamentar, em uma publicação feita nas redes sociais nesta quarta-feira (11), prometeu “lutar de forma intensa no Senado Federal para fazer cessar essa política de retaliação contra o povo nordestino”.

”A prioridade dada pelo governo federal às regiões Sul e Sudeste na concessão de novos benefícios do programa Bolsa Família, mostra claramente que o presidente Jair Bolsonaro passou um risco no Brasil: de Minas Gerais para cima é um país que deve ser isolado, perseguido de forma odiosa”, escreveu Otto.

”Reportagens veiculadas pela imprensa revelam que o governo priorizou, em janeiro, famílias das regiões Sul e Sudeste, que ficaram com 75% das novas concessões, em detrimento das famílias do Nordeste, que responderam por apenas 3% das inclusões. Vou lutar de forma intensa no Senado Federal para fazer cessar essa política de retaliação contra o povo nordestino”, acrescentou.

Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio estimado em R$ 4,5 milhões; é o sorteio da Mega da Mulher

/ Esporte

A Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira (12) prêmio estimado em R$ 4,5 milhões. É o segundo sorteio da Mega Semana da Mulher. No primeiro sorteio, realizado na terça-feira (10), nenhuma aposta acertou as seis dezenas.

Na ocasião, 33 apostas acertaram cinco números e vão receber um prêmio de R$ 31,9 mil cada. Outros 1.575 apostadores acertaram a quadra, garantindo prêmio individual de R$ 956,20.

De acordo com a Caixa, o valor acumulado de R$ 4,5 milhões, caso investido na poupança, renderia uma renda mensal de mais de R$ 11 mil.

O sorteio de hoje será realizado, a partir das 20h (horário de Brasília, no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

O sorteio é aberto ao público, que pode acompanhar também pelas redes sociais: no Facebook e canal Caixa no Youtube.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa, em todo o país. A cartela, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.