Câmara de Jaguaquara devolve à Prefeitura R$ 50 mil para doação de cestas básicas a população

/ Jaguaquara

Câmara realizou sessão extraordinária. Foto: Edson Marques

A Câmara de Jaguaquara destinará R$ 50 mil à Prefeitura para ajudar ações da Secretaria de Desenvolvimento Social do Município diante da crise do novo coronavírus, com caso suspeito na cidade, conforme informações do próprio Executivo, por meio da Secretaria de Saúde, que tem revelado notificações.

A transferência do aporte será feita na manhã desta quarta-feira (1º), segundo o presidente da Casa Legislativa, Raimundo Louzado.

De acordo com Raimundo, a Câmara, que está com as atividades suspensas como forma de prevenção ao Covid-19 convocou uma sessão extraordinária na tarde desta terça-feira, com a devolução do recurso ao Município tendo anuência dos demais parlamentares.

Tanto vereadores da oposição quanto governistas chegaram ao entendimento de que é necessário o apoio ao Executivo para o enfrentamento da pandemia. ”Quem me conhece, sabe do meu perfil, sempre solidário. O que eu puder fazer, enquanto parlamentar, para ajudar a população, farei. A destinação desse recurso acontece com o apoio de todos os colegas vereadores, que se demonstraram preocupados diante do que está sendo vivenciado por famílias da nossa cidade, em situação de vulnerabilidade social. Não estamos querendo fazer sensacionalismo com a doença, estamos aqui pra ajudar. Eu posso imaginar a situação que os nossos irmãos carentes estão passando, pois estamos enfrentando uma guerra e é fundamental que estejamos unidos contra o Covid. Sugerimos que o recurso seja gasto com cestas básicas distribuídas aos mais necessitados”, diz o presidente da Câmara. 

Secretaria da Educação disponibiliza roteiro de estudos para estudantes em quarentena

/ Educação

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) disponibilizou, no Portal da Educação, sugestões de roteiros de estudos para os estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, para o período de suspensão das aulas, ocasionado pelo combate ao Coronavírus (COVID-19).

Os roteiros foram elaborados voluntariamente por professores da rede estadual, por área do conhecimento, e apresentam uma proposta de cronograma para a realização dos exercícios.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Falcão, explica que o material visa contribuir para manter o engajamento dos estudantes e estimular a adoção de rotinas de estudo durante o período de isolamento social.

”A equipe técnica construiu este conteúdo para que pudéssemos dar opções de roteiros qualificados para os estudantes, observando o Documento Curricular Referencial do estado (DCRB) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC)”, afirma.

Ainda de acordo com Manuelita, os roteiros não comprometem, mas complementam as iniciativas que o Instituto Anísio Teixeira (IAT) e algumas escolas também estão adotando, ”que podem ser chamados de ações de solidariedade pedagógica, dado que a realização das atividades é opcional.”

Cronograma
Nesta primeira semana, os estudantes já têm uma rotina de estudos à disposição com conteúdos e atividades que envolvem a área de Linguagens, reunindo os seguintes componentes curriculares: Língua Portuguesa, Produção Textual, Literatura, Arte, Educação Física e Inglês.

O cronograma propõe uma rotina das 9h às 12h e as atividades são explicativas, descrevendo tópicos da atividade, objetivo e sugestão de exercícios, buscando contemplar tanto estudantes que têm acesso à internet, quanto os que não têm.

A cada semana será contemplada uma área de conhecimento diferente, começando nesta semana por Linguagens e continuando; na próxima, com Matemática e Ciências da Natureza; e, na outra, com Ciências Humanas.

Jequié: Rui diz que Estado implantará centro de atendimento e triagem no Hospital São Vicente

/ Jequié

Rui Costa comenta ações de combate ao Covid. Foto: Camila Souza

O Governo do Estado requisitou administrativamente, nesta terça-feira (31), o Hospital São Lucas, em Itabuna, para que seja utilizado no tratamento de pacientes com diagnóstico confirmado do novo coronavírus. A informação foi confirmada pelo governador Rui Costa e a decisão amparada no decreto nº 19.533, publicado em 18 de março, que prevê a requisição administrativa de bens, em função do enfrentamento da emergência de saúde pública ocasionada pela pandemia da Covid-19.

Equipes da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) e da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder) já estão no local avaliando quais serão as intervenções necessárias para adequação do espaço. ”A partir desta avaliação dos nossos profissionais, teremos noção do custo das intervenções que serão realizadas neste hospital, que está fechado há algum tempo. Essa unidade atenderá exclusivamente pacientes com coronavírus de Itabuna e municípios vizinhos”, explica o governador.

O Hospital São Lucas dispõe de 100 leitos e, deste total, 20 serão usados como Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Localizada no sul da Bahia, Itabuna tem uma população de aproximadamente 200 mil habitantes e, até o momento, dois casos de coronavírus foram confirmados no município. A previsão é de que nas próximas semanas a unidade hospitalar esteja apta a receber pacientes.

Ainda de acordo com o governador, será instalada em Ilhéus, em parceria com a prefeitura, uma unidade para receber pacientes com diagnóstico da Covid-19. A unidade funcionará no Centro de Convenções do município.

Rui também anunciou que para Jequié está em fase de negociação a implantação de um centro de atendimento e triagem no Hospital São Vicente. Em Ipiaú, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) entrará em funcionamento a partir desta quarta-feira (1º), para reforço no atendimento da atenção básica de saúde. Na edição do Papo Correria desta quarta (1º), às 12h, o governador irá apresentar todos os centros de triagem e atendimento que estão em fase de instalação no interior da Bahia.

Bolsonaro volta a usar discurso da OMS para criticar ”destruição de empregos” e é alvo de panelaços

/ Brasília

Bolsonaro se pronuncia e é alvo de panelaço. Foto: Marcos Corrêa

O presidente Jair Bolsonaro voltou a citar o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, em novo pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV nesta terça-feira, 31. O discurso do presidente foi acompanhado de panelaços em vários pontos do País.

Mais cedo, em conversa com jornalistas e apoiadores, Bolsonaro não colocou o contexto em que a declaração foi dada e omitiu trecho do discurso em que Tedros afirma que governos de todo o mundo precisam garantir assistência a pessoas mais vulneráveis e informar sobre a duração das medidas de restrição de movimentação das pessoas.

Tedros usou sua conta no Twitter para esclarecer o assunto na tarde desta terça-feira. “Pessoas sem renda regular ou qualquer reserva financeira merecem políticas sociais que lhes garantam dignidade e permitam a elas seguir as medidas de saúde pública contra covid-19 aconselhadas pelas autoridades médicas e a OMS.”

Fim do isolamento

Na contramão do que defende o ministério da Saúde e a OMS, o presidente está tentando afrouxar as medidas de isolamento para o combate ao novo coronavírus. No último domingo, 29, um dia após o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pedir para não menosprezar a gravidade da pandemia do novo coronavírus em suas manifestações públicas, Bolsonaro foi às ruas de Brasília e causou aglomerações ao visitar vários comércios locais ainda abertos. A atitude, de acordo com especialistas, pode enquadrar o mandatário no artigo 268 do Código Penal ou na Lei de Responsabilidade.

Apesar da tensão com o ministro da Saúde, Bolsonaro indicou nesta terça que Mandetta vai continuar no cargo. ”Comigo ninguém vai viver sob tensão, está bem o Mandetta”, disse Bolsonaro. Com informações do Estadão Conteúdo

Em Jequié, boletim da Prefeitura revela que município continua com 16 casos suspeitos de Covid

/ Jequié

A Prefeitura de Jequié informou que vem, desde a chegada da pandemia de coronavírus na cidade, implementando ações para evitar a disseminação da doença entre a população, por meio de um trabalho coletivo da Secretaria de Saúde e das demais secretarias, departamentos e órgãos municipais e estaduais.

Como resultado desse esforço conjunto, até às 18h desta terça-feira (31), 46 casos foram notificados, desses 29 foram descartados e 16 casos suspeitos seguem em investigação. Um caso foi confirmado positivo para coronavírus no município, até o momento.

Bahia registra total de 217 confirmações de Covid-19 nesta terça-feira, diz boletim da Sesab

/ Bahia

A Bahia registra 217 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 3,7% do total de casos notificados. Até o momento, 1393 casos foram descartados e houve dois óbitos, ambos de pessoas residentes em Salvador que apresentavam comorbidades associadas. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta terça-feira (31). Ao todo, 17 pessoas estão curadas e 42 encontram-se internadas.

Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Dentre os casos confirmados, 54,38% são do sexo masculino e 45,62% do sexo feminino. O coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos (3,44), indicando o maior risco de adoecer entre os idosos.

Ressaltamos que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Unidades prisionais baianas já têm casos suspeitos de coronavírus; quatro internos com sintomas

/ Polícia

Médica pede isolamento em presídio de Salvador. Foto: Divulgação

Três unidades prisionais de Salvador já têm casos suspeitos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Até então, quatro pessoas apresentam sintomas da doença, como gripe, febre e dificuldade para respirar. São três internos e um servidor da área de saúde, que foram submetidos ao exame para constatação da doença.

No dia 22 deste mês, a Central Médica Penitenciária, localizada no Complexo Penitenciário da Mata Escura, pediu o isolamento de dois internos do Presídio Salvador, uma unidade do complexo destinada a custodiar presos provisórios. O pedido foi de afastamento dos demais presos por 14 dias. No documento, a que o CORREIO teve acesso, um médico constata que os dois internos apresentavam sintomas respiratórios leves e, com base nas medidas adotadas pelo Ministério da Saúde a respeito da Covid-19, era necessário o isolamento deles.

Uma foto que chegou à reportagem (topo deste texto) mostra os dois internos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pirajá no dia 19. Neste dia, eles tiveram coletadas amostras da garganta para exame da constatação do coronavírus. ”O Presídio Salvador tem 800 presos só no prédio principal. Se um deles estiver realmente contaminado, pode ser uma catástrofe, pois rapidamente os demais estarão infectados”, declarou o presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários (Sinspeb) Reivon Pimentel.

Ainda no complexo, um servidor da área da saúde, que trabalha no Presídio Feminino, está também com suspeita de Covid-19. ”Fomos informados que um servidor apresenta os sintomas de gripe e febre, mas não temos conhecimento do afastamento e isso nos preocupa porque as suspeitas estão aumentando. Por enquanto, nosso conhecimento é só na capital, mas não vai demorar muito para os casos do interior chegarem ao nosso conhecimento”, disse Reivon.

Na Colônia Penal Lafayete Coutinho, destinada ao recolhimento de presos condenados em regime semiaberto, um interno foi encaminhado nesta terça-feira (31) para a Central Médica Penitenciária. ”Ele faz parte do grupo de risco. Foi atendido na enfermaria, mas, como ele tem tuberculose e está com gripe e com falta de ar, foi necessário levá-lo para a Central Médica Penitenciária”, declarou Reivon. Com informações do Correio

Brasil tem 201 mortes por coronavírus, segundo boletim divulgado pelo Ministério da saúde

/ Brasil

O Brasil registrou nesta terça-feira (31), em plataforma do Ministério da Saúde, 5.717 casos confirmados da covid-19, transmitida pelo novo coronavírus. O número mostra 1.138 novas confirmações em relação à última atualização, feita na segunda, dos dados da pandemia no País. As mortes pela doença chegam a 201, com aumento de 42 óbitos em relação à última contagem. A taxa de mortalidade da doença continua em 3,5%.

Para conter o avanço da pandemia, o Ministério da Saúde orienta que a população siga em isolamento social, diminuindo assim o ritmo de contágio do vírus e evitando que o sistema de saúde se sobrecarregue. A medida vai na mesma direção que o recomendado por especialistas e pela Organização Mundial da Saúde.

As autoridades da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) também afirmaram hoje que as medidas de isolamento social são as mais adequadas para reduzir o avanço da pandemia do novo coronavírus, que já atinge 823 mil pessoas em 177 países, com 39 mil mortes.

Na contramão dessas recomendações e contrariando governadores, o presidente Jair Bolsonaro defende que a população volte ao trabalho mesmo durante medidas de isolamento social. Questionado na manhã de hoje sobre declarações do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, defensor das medidas de isolamento social, Bolsonaro estimulou apoiadores a hostilizarem a imprensa e mandou repórteres ficarem quietos. Jornalistas que fazem a cobertura diária do Palácio da Alvorada se retiraram de entrevista concedida pelo presidente.

Presidente do Banco do Brasil afirma que ciência médica é tão imprecisa quanto a econômica

/ Economia

Presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes. Foto: Reprodução

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, atacou governadores e prefeitos que resistem ao fim do isolamento e à retomada das atividades no Brasil. Segundo ele, apesar das medidas já tomadas pela equipe econômica, nada iria corrigir uma depressão provocada pelos decretos.

O economista de formação liberal tem 74 anos e faz parte do grupo de risco propício a contrair Covid-19. Ele defende o presidente Jair Bolsonaro que, contrariando as indicações das autoridades médicas e sanitaristas do país, vai contra a posição do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Além disso, ele prega o fim da quarentena.

Segundo o site Folha de S. Paulo, para Novaes, a ciência médica é tão ou mais imprecisa que a ciência econômica. Ele afirma ainda que no momento a ciência econômica indica que permanecer em isolamento horizontal pode provocar efeitos piores que o da pandemia.

Ele afirmou ainda que períodos de crise podem assanhar os ”piores instintos intervencionistas”, mas considerou que há chances de reversão do quadro econômico caso as atividades voltem à normalidade e as reformas sigam no Congresso

Com um caso de coronavírus registrado, Itagibá, na região de Ipiaú, terá transporte suspenso

/ Trânsito

Mais cinco cidades do estado vão ter suspenso o transporte intermunicipal de veículos. São os casos de Itagibá, no Médio Rio de Contas – com um caso registrado, e Itororó, no sul; Itamaraju, no extremo sul; e Pojuca e Dias D’àvila, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). A inclusão das cidades na lista foi publicada nesta terça-feira (31) pelo o governador Rui Costa. Nas quatro cidades, a suspensão começa nesta quarta-feira (1°) a partir das 9h. A medida tem como objetivo minimizar o contágio do novo coronavírus no estado.

Com isso, fica proibida a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público, privado, rodoviário e hidroviário, seja regular, por frete, complementar, alternativo e de vans. No total, já são 34 cidades baianas com interrupção de transporte.

Além das cinco mencionadas, a lista tem: Salvador, Feira de Santana, Porto Seguro, Prado, Lauro de Freitas, Simões Filho, Vera Cruz, Itaparica, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Camaçari, Luís Eduardo Magalhães, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Vitória da Conquista, Santa Maria da Vitória, Correntina, Entre Rios, Jequié, Brumado, Conceição do Jacuípe, Juazeiro, Teixeira de Freitas, Nova Soure, São Domingos, Canarana e Ipiaú.

Jovem de Mutuípe foi encontrado morto em São Paulo; parentes buscam esclarecer causas da morte

Luckas Wagg, de 28 anos, foi encontrado morto. Foto: Instagram

O DJ e empresário baiano de Mutuípe, no Vale do Jiquiriçá, Luckas Wagg, de 28 anos, foi encontrado morto dentro de uma piscina na tarde do último sábado (28), em uma casa localizada na cidade de São Carlos, no interior de São Paulo. A morte, segundo familiares, ainda é cercada de mistério. A família acusa os quatro sócios – que estavam com o DJ em uma casa de luxo – de não informar o que aconteceu no dia. Luckas era o criador da revista de música eletrônica Phouse.

”Os sócios dele [Luckas] eram praticamente todos de São Paulo, eles estavam lá nesse lugar, a família não tem explicação se era a casa de algum deles, se a casa foi alugada, a gente não tem essa informação, mas ele estava lá com os sócios, isso a gente sabe, inclusive um dos que estava lá era o Bruno, e ele não atende nossas ligações. A gente ligou no dia do acontecido e ele não atendia e a gente precisa saber o que aconteceu de fato”, disse um primo do DJ ao site BNews.

Ainda de acordo com o familiar, parentes do Luckas que moram em São Paulo precisaram acionar a polícia para conseguir entrar no local onde o corpo foi encontrado. ”Tem uma emissora de São Paulo que foi até o local onde ele foi morto, mas o pessoal não deixaram eles entrarem. A equipe e meus familiares foram até a delegacia e conseguiram um mandato pra poder fazer essa investigação aí no local. Porque eles não estão deixando entrar? É outra coisa estranha entendeu? Essa morte é estranha, a gente da família não consegue entender, não temos uma resposta concreta de como é que o Lucas foi morto, documentos dizem uma coisa e o corpo do Luckas condiz com outra. Nós temos conhecimento na área de saúde e sabemos que fazer uma necropsia ele a segue uma linha e não foi feito isso no corpo, não tinha sinais de afogamento como estava no papel, o corpo fica de determinada situação e não estava dessa forma isso nos leva a crer que não foi uma morte normal, foi uma morte estranha”, ressaltou.

Sem as devidas respostas, a família do DJ utilizou o perfil do músico no Instagram para cobrar esclarecimentos. ”A família enlutada de Luckas Wagg, criador da @phousebr, pede esclarecimento sobre a morte do mesmo. Onde foi? Como foi? Quem socorreu? Qual foi o horário? Porquê o corpo foi reconhecido por alguém que não é da família? Porquê a demora em devolver todos os pertences dele? Porquê a mídia soube primeiro que a família? Cadê os sócios que não apareceram e não atende telefonemas, muito menos mensagens? NÓS QUEREMOS RESPOSTAS! COMPARTILHEM! VAMOS HONRAR O LEGADO DO NOSSO AMADO LUCKAS!”.

Ao programa Cidade Alerta da Record TV, familiares disseram que eles não acreditam em afogamento, pois a vítima sabia nadar. Ainda de acordo com esses familiares, no boletim de ocorrência o motivo da morte continua desconhecido. O corpo de Luckas Wagg foi transladado para a Bahia e sepultado na manhã do último domingo (29), em Mutuípe.

Prefeito de Paramirim reduz salário em 50% devido a custos do município com novo coronavírus

/ Bahia

Gilberto Brito reduz o salário em Paramirim. Foto: Reprodução

O prefeito de Paramirim, no Oeste baiano, reduziu o salário dele e do vice-prefeito, em 50%. A medida foi tomada em decreto, publicado na segunda-feira (30) pelo prefeito, Gilberto Brito.

Segundo o Decreto 028, a redução dos salários vale a partir desta quarta-feira (1°) e vai até quando durar a situação de emergência no município devido ao novo coronavírus. Até o momento, a cidade não registrou nenhum caso da Covid-19. As informações são do site Bahia Notícias

Comitê Científico do Consórcio Nordeste dá primeiras orientações para enfrentamento ao coronavírus

/ Nordeste

O governador da Bahia é o presidente da entidade. Fotos: Camila Souza

Uma videoconferência realizada na manhã desta terça-feira (31) reuniu os membros do Comitê Científico do Consórcio Nordeste e o presidente da entidade, o governador da Bahia, Rui Costa. Durante o encontro virtual, o grupo, formado por renomados cientistas, pesquisadores e físicos brasileiros, fez uma apresentação preliminar da metodologia que irão usar para ajudar os nove governadores da região a embasarem cientificamente as ações executadas para combater a pandemia gerada pelo novo coronavírus.

De acordo com Rui, o Comitê, criado na última segunda-feira (30), terá papel fundamental na guerra contra o coronavírus. ”Montar um conselho científico de pesquisadores que são ou possuem relação com a região e que participam de grupos internacionais de pesquisa que estão acompanhando as ações e medidas relacionadas ao novo coronavírus foi uma decisão dos nove governadores do Nordeste. Esperamos que esse grupo apresente sugestões de enfrentamento à Covid-19, por meio de canais como boletins diários com orientações aos governadores, que contenham protocolos de procedimentos médicos atualizados e alternativas para repor insumos para confecção de equipamentos individuais de proteção e para mobilizar a cadeia produtiva envolvida na produção de respiradores, por exemplo”, explicou o governador.

Rui contou também que o grupo de cientistas vai ajudar na criação de um software para ser utilizado, inicialmente, por habitantes do Nordeste. ”Nós discutimos, também, a criação de um aplicativo, que deve ser disponibilizado nas lojas virtuais para que as pessoas que apresentem sintomas façam o download e informem, por exemplo, quais são esses sintomas e se foram testadas. Desta forma, deveremos ter todos os dados automaticamente processados e monitorados, facilitando a identificação dos locais com mais casos e, consequentemente, viabilizando uma reação mais efetiva nessas localidades, quebrando a cadeia sucessória do vírus”, destacou.

O Comitê Científico é coordenado por Miguel Nicolelis, neurocientista e referência mundial na pesquisa da interface entre cérebro e computadores, e por Sérgio Rezende, físico formado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e ex-ministro da Ciência e Tecnologia. O comitê ainda está em formação, mas já possui 13 membros, incluindo um indicado por cada estado, e deve permanecer ativo até o fim da pandemia. Os representantes da Bahia no grupo são o infectologista Roberto Badaró, a pesquisadora e titular da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Adélia Pinheiro, e o médico Maurício Barreto.

ACM Neto prorroga decreto que fecha escolas, universidades e academias durante pandemia

/ Bahia

ACM prorroga decreto na capital baiana. Vagner Souz

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), decidiu nesta terça-feira (31) prorrogar por mais 15 dias o decreto que determinou o fechamento de escolas públicas e privadas, universidades, autoescolas, parques públicos e privados, espaços culturais e academias no período da pandemia do novo coronavírus.

A proibição foi publicada no Diário Oficial no dia 18 deste mês, com validade até esta quarta (1º). A prorrogação da medida restritiva foi anunciada pelo prefeito durante a inauguração de uma lavanderia industrial móvel para atender pessoas em situação de rua no terminal do Aquidabã.

Segundo ACM Neto, na sexta (3), ele anunciará se estenderá ou não os decretos que suspendem o funcionamento de shoppings e centros comerciais semelhantes, clubes sociais, recreativos e esportivos, comércio de rua com mais de 200 metros quadrados, assim como o acesso às praias da capital.