Consumidora de Jequié ganha dez salários no último sorteio da Campanha Natalina 2019 da CDL e ACIJ

/ Jequié

CDL entrega cheque simbólico da Campanha 2019. Foto: Emanuel Jr.

E a grande vencedora do último sorteio da Campanha Natalina 2019 da CDL e ACIJ de Jequié é: Andreza de Santana Carvalho. O prêmio no valor de dez salários, cujo sorteio eletrônico ocorreu no último sábado (28/12), foi entregue nesta terça-feira,  (31), na empresa onde fora efetuada a compra, ou seja, na Barreto Material de Construção, coroando a iniciativa destas duas entidades representativas que, mais uma vez, se uniram e mobilizaram comerciantes de toda a cidade, visando contemplar consumidores que fazem suas compras no comércio local.

No geral, 31 pessoas foram beneficiadas com a Campanha Natalina, com premiação total de 40 SALÁRIOS, sendo 30 sorteios no valor de um salário nos dias 29 de novembro, 13 e 20 de dezembro e dez salários neste último.

O engajamento dos comerciantes na Campanha é de grande valor não somente na perspectiva de aumento nas vendas e premiação de clientes que fazem a opção de comprar no comércio da cidade, mas também, exerce influência no sentido de reforçar a importância de manter o espírito natalino.

Salário mínimo será de R$ 1.039 em 2020; valor corresponde ao reajuste da inflação do ano

/ Economia

O presidente Jair Bolsonaro editou medida provisória (MP) que aumenta o salário mínimo de R$ 998 para em R$ 1.039 a partir desta quarta-feira (1º). O novo valor corresponde ao reajuste da inflação do ano, que encerrou 2019 em 4,1%, segundo o Índice Nacional do Preços ao Consumidor (INPC), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

É a primeira vez na história que o salário mínimo ultrapassa a faixa de R$ 1 mil desde o início do Plano Real, em 1994. A MP foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União ainda nesta terça-feira (31).

Em relação à Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020, aprovada pelo Congresso Nacional há duas semanas, o valor ficou R$ 8 mais alto. Isso porque a previsão anterior do governo federal para a inflação de 2019 era de 3,3%, mas o percentual acabou ficando em 4,1%, de acordo com a última estimativa medida pelo IBGE.

Em nota, o Ministério da Economia informou que o aumento do valor da carne nos últimos meses pressionou o crescimento geral nos preços no final do ano, ampliando o percentual de inflação apurado.

“Anteriormente, o governo projetou o salário mínimo de R$ 1.031 por mês para 2020, conforme a Mensagem Modificativa ao Projeto da Lei Orçamentária de 2020 (PLOA-2020). A recente alta do preço da carne pressionou a inflação e, assim, gerou uma expectativa de INPC mais alto, o que está refletido no salário mínimo de 2020. Mas como o valor anunciado ficou acima do patamar anteriormente estimado, será necessária a realização de ajustes orçamentários posteriores, a fim de não comprometer o cumprimento da meta de resultado primário e do teto de gastos definido pela Emenda Constitucional nº 95”, informou a pasta.

Até o ano passado, a política de reajuste do salário mínimo, aprovada em lei, previa uma correção pela inflação mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país). Esse modelo vigorou entre 2011 e 2019. Porém, nem sempre houve aumento real nesse período porque o PIB do país, em 2015 e 2016, registrou retração, com queda de 7% nos acumulado desses dois anos.

O governo estima que, para cada aumento de R$ 1 no salário mínimo, as despesas elevam-se em R$ 355,5 milhões, principalmente por causa do pagamento de benefícios da Previdência Social, do abono salarial e do seguro-desemprego, todos atrelados ao mínimo.

Laudo médico da morte do apresentador Gugu Liberato é divulgado; confira detalhes

/ Entretenimento

O apresentador faleceu no dia 21 de novembro. Foto: Record

O laudo do médico perito relativo à morte de Gugu Liberato foi liberado ao público pelo Estado da Flórida no último dia (27), pouco mais de um mês após a morte do apresentador, que sofreu um acidente ao cair do sótão de sua casa em Orlando, nos Estados Unidos.

Segundo o documento, solicitado pelo E+ e recebido neste mês de dezembro, a data oficial da morte de Gugu Liberato é indicada como 21 de novembro de 2019, um dia antes do anúncio da morte feito pela assessoria do apresentador.

Foram constatadas ”contusões na cabeça e pescoço, com equimose periorbital à direita. Hemorragia subaracnóide, fraturas do osso parietal direito, fraturas na têmpora direita, hematomas subdurais bilaterais”.

Na região do torso, ”contusões na parte superior direita do tórax, parte lateral direita do tórax, parte superior esquerda do tórax e parte lateral esquerda do tórax e centro do tórax”.

Também são citadas ”fratura na primeira vértebra lombar” e ”contusões na coxa anterior esquerda”.

”Em consideração às circunstâncias que cercam sua morte, e após examinação do corpo, análise toxicológica e revisão da avaliação dos registros médicos, é minha opinião que a morte de Antonio Liberato, homem branco de 60 anos, que caiu através do teto de seu sotão para o chão e foi transportado para o hospital na sequência, é resultado de um traumatismo craniano”, concluiu Joshua D. Stephany, médico perito responsável por analisar o caso de Gugu. A morte também é declarada como ”acidente”.

O exame toxicológico de Gugu Liberato indicou negativo para substâncias como etanol, acetona, metanol, isopropanol, anfetaminas, barbitúricos, benzodiazepinicos, buprenorfina, canabióides, opioides, metabolito de cocaína e fentanil.

Após a morte do apresentador, sua família decidiu doar os seus órgãos, seguindo desejo de Gugu. Seus familiares têm planos de de criar uma campanha para estimular a doação de órgãos para aumentar o número de doadores no Brasil no futuro.

Mesmo após a morte de Gugu Liberato, a Record TV manteve a exibição do reality show Canta Comigo, apresentado por ele, que já estava gravado. O especial Família Record também mostrou Marcos Mion recebendo um presente de ‘amigo secreto’ que já havia sido comprado por Gugu.

Rose Miriam Di Matteo, mãe dos filhos de Gugu e companheira do apresentador, entrou na Justiça para administrar a herança deixada pelo apresentador após sua morte. A irmã de Gugu, Aparecida Liberato, também se pronunciou e deu mais detalhes sobre o testamento.

Maracás: Às vésperas do Réveillon, prefeito quebra o silêncio e confirma pré-candidatura à reeleição

/ Entrevista

Prefeito Uilson Novaes, o Soya (PDT). Foto: Gean Galvão

O prefeito de Maracás, Uilson Novaes, o Soya (PDT), desde quando assumiu a Prefeitura de uma das mais importantes cidades do Vale do Jiquiriçá em janeiro de 2017 permaneceu sem dar uma palavra sequer para a imprensa sobre a disputa sucessória de 2020, inclusive, rumores chegaram a circular veementemente nos meios políticos da região de que o chefe do Executivo da Cidade das Flores estaria desistindo de disputar à reeleição, sob alegação de dificuldades enfrentadas no exercício do seu mandato.

Tudo isso até esta terça-feira (31/12), quando Soya abriu o jogo em entrevista exclusiva ao Blog Marcos Frahm e confirmou que será candidato à reeleição. Ao confirmar, pela primeira vez, publicamente, que será candidato em 2020 Soya disse que o trabalho lhe credenciará a disputar novamente o cargo de gestor público do seu município. ”Nunca fui vaidoso, pois vim da iniciativa privada e ser prefeito de Maracás não é a realização de um sonho pessoal, mas a concretização da vontade de administrar minha cidade de forma séria, transparente e de acordo com a lei, cumprindo as normas da constituição. De fato eu não demonstrava o desejo de reeleição, mas nunca havia me manifestado publicamente sobre ser ou não candidato. Em conversa com a minha família e com a nossa equipe administrativa, quando fizemos um balanço das nossas ações, chegamos à conclusão de que o que realizamos ao longo dos últimos três anos nos dar o crédito para uma nova candidatura. Gostaria de realizar muito mais, porém os problemas que enfrentamos quando assumimos o município nos impediram de avançar da maneira que queríamos, mais rápida. Como tudo acontece no tempo certo, hoje podemos dizer que fizemos uma revolução na saúde, que vem sendo tratada com prioridade e, nas outras áreas, como educação, infraestutura e agricultura também estamos proporcionando melhorias”, pontuou.

Indagado sobre o que tem feito para corresponder as expectativas dos seus eleitores e o que fará para marcar sua gestão em 2020, sem guardar segredo, Soya afirmou que, apesar de ter sido eleito prefeito, não faz política no exercício do cargo e prefere não tratar do assunto quando abordado pelas pessoas ou lideranças políticas sobre o tema. ”A política deve ser discutida na hora da política, porque entendemos que o nosso perfil não é político e sim administrador”.

Revelou que equilíbrio financeiro é a sua principal estratégia para administrar Maracás.

”Estamos em uma época em que muitas prefeituras estão encontrando dificuldades para fechar as contas, para pagar salários e nós também enfrentamos as dificuldades financeiras. Contudo, buscamos equilibrar os gastos públicos e a prova disso é o resultado de contas aprovadas e de salários em dia, na conta do trabalhador, sem atrasar o pagamento de quem derrama o seu suor em prol do desenvolvimento do nosso município e vamos continuar assim até o último dia desse mandato, sem complicar a vida das pessoas e sem ver na mídia nenhuma notícia relacionada à corrupção no meu governo”, profetizou.

Ao finalizar, o mandatário enfatizou que uma obra de construção de casas populares através de convênio firmado entre município e Governo Federal beneficiará 100 famílias e acredita que será o marco da administração pública em 2020, tendo revelado que aguarda a autorização da Câmara Municipal para que o município celebre operação de crédito/empréstimo junto a Caixa Econômica Federal, no valor de R 9 milhões, para pavimentação de ruas. ”São casas que irão mudar a vida de muita gente e também pretendemos pavimentar mais ruas em paralelepípedo e dar um banho de asfalto no Centro da cidade, para melhorar o aspecto urbanístico e dar cara nova a Maracás. Já pavimentamos dezessete ruas em 2019 e vamos percorrer toda a cidade com essas obras. Para isso, precisamos do apoio da Câmara e contamos com o bom senso dos vereadores que querem o bem de Maracás”, concluiu.

O projeto de Lei para contrair o empréstimo já foi enviado à Casa Legislativa, mas ainda não foi levado a votação.

 

Prefeitura de Jequié paga parte do 13º; prefeito diz que manifestações tiveram cunho político

/ Jequié

Servidores protestaram nas ruas de Jequié. Foto: Divulgação/SINSERV

A Prefeitura de Jequié, que enfrentou protestos na retal final do ano de 2019, pelo atraso no pagamento do 13º salário dos servidores efetuou, na segunda-feira (30/12), o pagamento da primeira parcela do décimo e a segunda parcela será paga no dia (28) de janeiro, conforme anunciado pela gestão do prefeito Sérgio da Gameleira. Na última semana, servidores públicos municipais saíram as ruas da Cidade Sol em forma de protesto contra o prefeito, pelo atraso no pagamento do décimo. Os manifestantes, liderados pelo SINSERV, APLB e Sind-ACS/ACE fizeram velório simbólico do gestor, em frente ao prédio da Prefeitura e utilizaram a logomarca da empresa Gameleira, fábrica de biscoitos de propriedade da família de Sérgio.

Ao conceder entrevistas a emissoras de rádio da cidade, o prefeito alegou dificuldades econômicas enfrentadas pela gestão, em razão de débitos previdenciários herdados de gestões anteriores, citando outras prefeituras da região com problemas para fechar as contas de 2019 e com atraso de proventos dos servidores, classificado as manifestações em Jequié como atos de cunho político.”Tivemos descontos, parcelamentos de Embasa, de INSS e nós conseguimos segurar isso até 2018, mantendo as contas em dia, porém, em 2019 não. Utilizamos recursos do precatório para complementar a folha de pagamento”, justificou.

Sérgio alfinetou professores que participaram das manifestações, revelando que os mesmos recebem supersalários: ”Não existe uma disputa direta dos servidores com a gestão, por trás disso existe uma manifestação política dos três sindicatos. Ao longo dos últimos 12, 15 anos, sindicados viviam pressionando e os governos cedendo, o que não poderia. Em Jequié, a gente experimenta a questão dos supersalários. Eu tenho um levantamento em que, no Estado, o professor de 40 horas recebe em média R$ 08 mil reais e em Jequié recebe de R$ 13 a R$ 14 mil. Um professor de 20 horas pelo Estado recebe R$ 3 mil e poucos reais e em Jequié o salário é de R$ 06 mil em média. Isso dificulta a manutenção de uma estrutura dessas e nós não vamos ceder à pressão. A empresa que fez a auditoria da folha do Estado foi à mesma que fez a nossa, tudo monitorado pelo Ministério Público, pelos sindicatos e você não ver manifestação contra o governo do Estado. A partir do momento que nós detectamos as inconsistências a nossa ação era atuar, e nós atuamos. Isso é perseguição”, bradou Sérgio, que teria determinado a suspensão da gratificação/regência, dos professores, através de Decreto Municipal nº 20.091.

O prefeito disse ainda que irá tomar as medidas cabíveis, prometendo ir à Justiça contra servidores que usaram a logomarca da empresa Gameleira nas manifestações do último final de semana. ”Não sou contrário a manifestação e, o sindicato, a categoria, tem direito de se manifestar. Agora, sou contra a forma como estão se manifestando, utilizando a marca da empresa da minha família, de forma jocosa, irresponsável. A Gameleira tem mais de 60 anos gerando empregos na cidade e merece respeito. Os líderes sindicais vão responder por isso, da mesma forma que o administrador de grupo de WhatsApp responde”, disparou.

Quanto ao pagamento do 13º salário, a diretora da APLB, professora Caroline Moraes, se manifestou nesta terça-feira (31), informando que os servidores receberam o equivalente a 43% do total que será complementado no fim de janeiro de 2020, conforme reprogramação de pagamento anunciada pela prefeitura. A líder sindical usou as redes sociais para aplicar críticas a gestão.

Prefeitura de Maracás fará festa de Revéillon; Cacau com Leite e Chica Light estão entre as atrações

Estrutura de palco é montada na praça. Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Maracás anunciou a grade oficial da festa de Réveillon que será promovida nesta terça-feira (31/12), em praça pública.

O evento contará com apresentações das bandas Cacau com Leite, Chica Light, Redenção e a dupla Nailson e Mailson.

Maracás será uma das poucas cidades do Vale do Jiquiriçá a promover o Réveillon. A gestão pública municipal informou também que fechará o ano de 2019 com as contas em dia, sem restos a pagar.

Estados e municípios receberam nesta terça-feira repasses do Governo relativos à cessão onerosa

/ Economia

Estados, municípios e o Distrito Federal receberam hoje (31) os R$ 11,73 bilhões relativos aos repasses do bônus de assinatura do leilão do excedente de petróleo da cessão onerosa, realizado em novembro. No leilão, o governo arrecadou R$ 69,96 bilhões pelos campo de Búzios e Itapu, duas áreas do pré-sal da Bacia de Campos.

A partilha só foi possível porque o Congresso aprovou uma emenda à Constituição que excluiu do teto federal de gastos o repasse aos entes locais.

Pelo acordo, ficou determinado que 15% do valor arrecadado com o leilão seria repassado aos estados e ao Distrito Federal, de acordo com percentuais estabelecidos na Lei nº 13.885/2019. Outros 15% ficaram para ser distribuídos aos municípios, de acordo com os coeficientes que regem a repartição de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A legislação ainda previu que 3% dos recursos seriam repassados aos estados confrontantes à plataforma continental, mar territorial ou zona econômica exclusiva onde estejam geograficamente localizadas as jazidas de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluídos. Neste caso, o valor foi repassado ao estado do Rio de Janeiro, onde estão localização as áreas que foram leiloadas.

A União recebeu R$ 23,69 bilhões e a Petrobras teve direito a R$ R$ 34,42 bilhões, a título de ressarcimento da empresa por uma disputa com a União que já durava cinco anos e que impedia a exploração de volumes excedentes de petróleo e gás nas áreas concedidas na Bacia de Campos.

De acordo com o Ministério da Economia, os recursos devem ter forte impacto fiscal nos contas dos entes subnacionais. Os valores devem ser aplicados para reduzir o déficit previdenciário de estados e municípios e/ou para a realização de investimentos. Fica vedada a utilização dos recursos para outras despesas, como remuneração do funcionalismo público.

“Essas condicionalidades são importantes para garantir que os entes federativos utilizem pelo menos parte da receita extraordinária para mitigar um de seus principais elementos de desestruturação das finanças públicas, o déficit previdenciário, bem como, eventualmente, aumentar os investimentos públicos. Desta forma, será possível aos estados e municípios optarem por reduzir seus passivos previdenciários ou por alocar mais recursos em investimentos para melhorar a prestação de serviços públicos”, informou a pasta.

Homem de 45 anos morre às véspera do Réveillon ao despencar da construção de uma igreja em Irajuba

Homem chegou a ser socorrido por ambulância. Foto: BMFrahm

Um homem de 45 anos morreu ao cair da construção de uma igreja católica na cidade de Irajuba, na tarde desta segunda-feira (30/12).

Edilson Bispo dos Santos despencou da construção enquanto trabalhava na obra, realizando serviço de serralheiro. Populares ao perceber a queda da vítima se dirigiram rapidamente ao local, acionaram uma ambulância da prefeitura de Irajuba, sendo o homem socorrido ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Não há informações se Edilson utilizava ou não os equipamentos de segurança no momento da realização do serviço. A obra da igreja é realizada pela Diocese de Jequié, cidade onde o mesmo residia. O corpo foi encaminhado ao IML e liberado na manhã desta terça-feira (31) para sepultamento na Cidade Sol.

Polícia Rodoviária Estadual recupera caminhonete Hilux abandonada às margens da BA-130, em Jequié

/ Trânsito

Automóvel Hilux foi recuperado pela PRE. Foto: Divulgação

Uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual – PRE recuperou uma caminhonete Toyota Hilux abandonada às margens da BA-130, via que liga o município de Jequié a BR-330.

Segundo a PRE, o veículo de placa OQF-7167, com licença de Belo Horizonte-MG tinha restrição de furto e foi encaminhado à Delegacia Territorial de Jequié, após realização dos procedimentos de busca e identificação veicular da caminhonete.

Acidente entre automóvel e carreta deixa cinco pessoas de Jequié feridas na Rodovia BR-330

/ Trânsito

Acidente correu no trecho de Palmeirinha. Foto: Giro em Ipiaú

Um acidente na noite desta segunda-feira (30/12) na Rodovia BR-330, no trecho do distrito de Palmeirinha, na região do município de Aiquara deixou pelo menos 05 pessoas feridas. O acidente envolveu um carro de Jequié e uma carreta, que colidiram na estrada.

As vítimas estavam no automóvel e foram socorridos ao Hospital Geral Prado Valadares  HGPV, em Jequié, por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192. O carro tinha como condutor Carlos Ferreira da Silva, Rita de Cássia, Maria Aparecida, uma criança e um adolescente.

Vídeo: PRF apreende maconha, cocaína e comprimidos de ecstasy em veículo transportado por guincho

/ Trânsito

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu no início da tarde de domingo (29/12), aproximadamente 31 quilos de maconha, 19 quilos de cocaína e mais 1.000 comprimidos de ecstasy, que estavam escondidos em compartimento oculto de um veículo GM/Classic LS.

O flagrante ocorreu durante uma fiscalização da Operação Rodovida 2019/2020 no KM 677 da BR 116, em Jequié, sudoeste da Bahia.

Inicialmente foi dada ordem de parada ao caminhão guincho, com placas de Corinto (MG), sendo realizado pelos agentes os procedimentos de fiscalização. Durante a entrevista, percebeu-se certo nervosismo do motorista, um homem de 38 anos.

O guincho transportava um GM/Classic LS, com placas de São Paulo (SP). No interior deste veículo, a equipe policial descobriu compartimentos ocultos. Dentro foram encontrados vários tabletes de maconha, cocaína e mil unidades de anfetaminas (ecstasy).

Ao ser questionado, o homem informou que foi contratado para realizar o transporte do carro de Corinto (MG) com destino a Valença na Bahia.

Diante dos fatos, a ocorrência foi encaminhada a Delegacia de Polícia Civil local, para adoção das providências cabíveis. Inicialmente, o infrator responderá pelo crime previsto no art. 33 da Lei 11.343/2006, cuja pena pode chegar a 15 anos de prisão.

No ano de 2019, mais de 15 toneladas de maconha e quase 1,3 toneladas de cocaína já foram apreendidos pela PRF na Bahia, em ações isoladas ou conjuntas com outras instituições.

A Operação Rodovida tem duração de 72 dias, compreendendo os períodos das férias escolares e das festas de Natal, Ano Novo e Carnaval. Nesse período, além da preocupação em garantir aos usuários das rodovias federais a segurança, o conforto e a fluidez do trânsito, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estará engajada também no Programa da Organização das Nações Unidas – ONU, Década Mundial de Segurança Viária 2011/2020, cuja meta prioritária é reduzir em 50% o número de mortos e de feridos em decorrência de acidentes de trânsito.

Acidente entre caminhonete e caminhão mata homem e deixa outra pessoa ferida na BR-101

/ Trânsito

Acidente ocorreu na região Sul da Bahia. Foto: Rede social

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em um acidente envolvendo uma caminhonete e um caminhão, no Km 557 da BR-101, em trecho próximo à cidade de Jussari, no sul da Bahia, na tarde desta segunda-feira (30).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as duas vítimas estavam na caminhonete, que bateu de frente com o caminhão. Ainda não há informações sobre o que causou o acidente. A vítima que morreu é um homem, identificado como Gilberto Ferreira Filho. Ele estava no banco do passageiro.

A outra vítima foi socorrida para um hospital da região. A identidade e o estado de saúde dela não foi revelado. A PRF não soube detalhar se a segunda vítima dirigia o veículo, ou também estava de carona na caminhonete. O motorista do caminhão não teve ferimentos.

Secretaria da Educação do Estado distribui 173 kits de instrumentos musicais para Fanfarras Escolares

/ Educação

Com investimento de R$ 3,1 milhões, a Secretaria da Educação do Estado (SEC) está distribuindo instrumentos musicais para 173 escolas, de 27 municípios, localizados nos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), para serem utilizados pelas fanfarras da rede estadual. O kit contém quatro trompetes; quatro trombones; uma trompa de marcha; um euphonium; uma tuba ¾; uma caixa tenor de marcha; um bumbo de marcha; um par de pratos 14; e catorze estantes de partitura.

O coordenador de projetos estratégicos da SEC, Marcius Gomes, destacou a importância do incentivo das fanfarras nas escolas. ”O projeto das fanfarras escolares vai além do ensino da música, segue uma pedagogia da transversalidade no desenvolvimento cultural e social dos estudantes. E, compreendendo a concepção no Novo Ensino Médio, queremos incentivar ainda mais estas ferramentas formativas no currículo escolar”, ressaltou.

Fanfarras da rede

As fanfarras da rede estadual desempenham um papel que vai além dos desfiles cívicos e campeonatos, funcionando como um ambiente de aprendizagem e de incentivo ao protagonismo estudantil. Trata-se, sobretudo, de uma oportunidade de trabalhar a disciplina dos estudantes e a educação artístico-cultural, estabelecendo-se uma relação direta da escola com as comunidades do entorno.

Vídeo: Mais um cantor morre após passar mal durante show; Juliano César sofreu infarto

/ Entretenimento

Mais um cantor morreu após passar mal enquanto apresentava um show. O sertanejo Juliano Cezar morreu na madrugada desta terça-feira (31), depois de sofrer uma parada cardíaca em um palco em Uniflor, no norte do Paraná. Ele havia completado 59 anos na sexta-feira (27).

Vídeos que estão sendo compartilhados nas redes sociais mostram o momento exato em que o cantor começou a sentir uma dor e caiu, sofrendo um infarto fulminante.

A morte foi confirmada horas depois pela produção do artista. Segundo Mauro Vasconcelos, Juliano Cezar chegou a ser socorrido em uma unidade hospitalar próximo ao local do evento, chegando a receber injeções de adrenalina, mas não resistiu.

O produtor contou ainda que a equipe do cantor estava em uma sequência de três shows. O velório será realizado na cidade natal do cantor, Passos (MG).

Carreira – Ele despontou há três décadas com a canção “Não Aprendi Dizer Adeus”, de Joel Marques, depois gravada pela dupla Leandro e Leonardo. Nessa época, ganhou o Prêmio Sharp como revelação e foi indicado ao Grammy Latino.

Ao longo de sua trajetória, gravou dez CDs, três DVDs e fez sucesso com músicas como “Cowboy Vagabundo” e “Bem aos Olhos da Lua”. Antes da carreira artística, Juliano Cezar foi peão de rodeios e fazendeiro.

No último domingo, cantora também morreu no palco

Essa foi a segunda morte no meio musical brasileiro em três dias. No último domingo (29), a cantora Andreia Ribeiro também morreu após passar mal no palco, em José de Freitas, no Piauí.

Ela teve um mal súbito durante um show, foi levada ao hospital da cidade e transferida para a UTI do Hospital de Urgências de Teresina, mas sofreu paradas cardíacas e morreu.