Programa Primeiro Emprego já contratou 8 mil egressos do ensino técnico em toda a Bahia

/ Emprego

Autoridades e representantes do Governo do Estado participaram, nesta quarta-feira (9), do I Seminário de Inovação e Melhorias do Programa Primeiro Emprego, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Durante o evento, foram apresentados resultados da contribuição dos jovens que estão trabalhando em órgãos e secretarias estaduais e colaborando para a elevação da qualidade da prestação do serviço público.

O secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, destacou que ”o programa proporciona qualificação profissional para jovens que estão saindo do ensino profissionalizante. Já foram mais de 8 mil beneficiados e, nos locais onde o projeto está presente, recebemos elogios por parte da administração em relação ao desempenho, a proatividade, a disposição e a competência desses jovens”.

O vice-governador e secretário do Desenvolvimento Econômico, João Leão, comentou que além de combater o desemprego entre jovens, o programa estimula melhores resultados em sala de aula. ”O Primeiro Emprego contempla os estudantes com melhores desempenhos e isso dá ainda mais ânimo para nossos estudantes melhorarem suas notas. Isso é maravilhoso, porque dá forças para que continuem avançando e queiram cursar o ensino superior”.

O Primeiro Emprego é uma oportunidade que Kauê Novais tem aproveitado na Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), onde atua há quase dois anos como Técnico em Agricultura. ”Para nós, que estamos entrando no mercado de trabalho, tudo é muito mais complicado, mas, com esse projeto, eu sinto que minhas chances são maiores de ter experiência. É o inicio de minha vida profissional, em que eu posso crescer e aprender na práica como tudo funciona”, afirmou.

 

Cadastro

Presente no seminário, o secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, comentou sobre a importância de os estudantes atualizem seus dados cadastrais junto à secretaria. ”O cadastro é fundamental para o fortalecimento do programa. Estamos com a missão de atualizar os dados dos estudantes e também vamos fazer um grande mutirão tratando do tema para estimular os jovens a participarem, pois esta é uma grande oportunidade para eles se inserirem no mundo do trabalho”.

 

Sobre o programa

A iniciativa visa ampliar a inserção no mercado de trabalho de egressos da educação profissional da rede estadual. Lançado em 2015, o Primeiro Emprego já oportunizou trabalho digno para mais de 8 mil pessoas em órgãos e secretarias do Estado, com direito à carteira assinada, férias, vale-transporte, tíquete-refeição e plano de saúde.

 

Proposta por Tinho, segurança contra incêndios será tema de audiência na Câmara de Jequié

/ Jequié

Vereador Emanuel Campos – Tinho. Foto: Emanuel Jr

Atendendo proposta (Requerimento 199/2019) do presidente da Câmara Municipal de Jequié, Emanuel Campos – Tinho – foi aprovada a realização de uma Sessão Especial – Audiência Pública – que acontecerá na Câmara local, no dia (27) de novembro, uma quarta-feira, às 17 horas, portanto, em horário regimental, para discutir juntamente com o 8º Grupamento de Bombeiros de Jequié o tema: ”A segurança contra incêndio na cidade de Jequié”.

Segundo Tinho é de interesse do Poder Legislativo participar dessa importante discussão em torno da Lei Estadual 12.929/2013 e posterior regulamentada pelo Decreto Estadual nº 16.302/2015, que norteiam a segurança contra incêndio e pânico das edificações, estruturas, áreas de risco, locais de aglomeração de público, eventos programados da cidade de Jequié e região.

”Atendemos solicitação do Corpo de Bombeiros, órgão responsável por planejar, normatizar, analisar, aprovar e fiscalizar o cumprimento das disposições normativas sobre segurança contra incêndio e pânico nas edificações e áreas de risco no Estado, acatamos a proposta da realização de uma Sessão Especial – Audiência Pública para ampliarmos junto à sociedade jequieense essa discussão”, justifica o vereador.

”Vimos hoje um ambiente de normalidade. Vimos polícia na rua”, diz ACM sobre greve da PM

/ Política

”Eu não tenho que me envolver nisso”, diz Neto. Foto: Roberto Viana

Em entrevista ao site bahia.ba na tarde desta quarta-feira (9), o prefeito da capital baiana, ACM Neto (DEM) minimizou declarações do governador Rui Costa sobre a motivação do deputado estadual Marco Prisco (PSC) no movimento em que uma associação de policiais militares que ele preside declarou greve.

O prefeito afirmou que viu ”ambiente de normalidade” e ”polícia na rua”. ”O que a gente viu ontem foi uma assembleia, num ambiente fechado. Depois, o governo, através do comandante geral da polícia e do próprio governador, prontamente informou que não há greve, que não há adesão, e a gente precisa aguardar. O que a gente viu hoje na cidade foi um ambiente de normalidade, nós vimos polícia na rua. Os serviços públicos funcionando normalmente. A guarda municipal não tem função de substituir o poder de polícia, que é exclusivo da Polícia Militar e da Polícia Civil, e, é claro, pelo que nós vimos no dia de hoje, sequer existiria essa necessidade ou essa cogitação”, afirmou ACM Neto, em visita às obras do futuro Centro de Convenções de Salvador, na Boca do Rio.

O democrata reafirmou que não vai entrar em rota de colisão com Rui Costa por causa de suas declarações sobre o deputado. ”É com o governador e o deputado. Eu não tenho que me envolver nisso. Não sou comentarista de declaração do governador. Só tenho que comentar eventuais declarações que o governador faça em relação a minha pessoa ou a minha gestão. Não adianta você especular sobre um assunto dessa gravidade. Como eu disse aqui desde ontem, aliás, que não iria tecer nenhum comentário de natureza política a respeito desse movimento. Seria irresponsabilidade da minha parte como prefeito. Não faria e não Farei”.

Apesar de tentar se manter neutro, ACM Neto, opinou, contudo, que o movimento da associação não é político. ”É um movimento da categoria. Não tem nada a ver com política. Se tiver alguma coisa a ver com política, é política da corporação, não política partidária. Mas sem qualquer tipo de participação nem concordância na nossa parte. Eu já disse que meu desejo como prefeito e como cidadão é de que não exista greve, e que as coisas funcionem normalmente e que não exista nenhum prejuízo para a cidade”.

Governador de Goiás é internado em hospital com dor no peito, em Goiânia; assessoria nega infarto

/ Saúde

Governador Ronaldo Caiado. Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), de 70 anos, foi internado no Hospital do Coração, em Goiânia, após sentir uma dor no peito no início da tarde desta quarta-feira (09/10). Segundo a assessoria de imprensa do político, ele passa por uma avaliação médica e exames, que já descartaram infarto. Entre os procedimentos foi realizado um cateterismo.

Ainda de acordo com a assessoria, o governador estava trabalhando quando sentiu a dor. Porém, não foi informado onde ele estava no momento em que passou mal. A nota divulgada pelo governo informa ainda que o ”governador está bem, tem quadro estável e está consciente”. Em uma rede social do governador, a equipe dele postou que os ”exames mostraram que ele não teve nada grave e que ele deve ter alta amanhã [quinta] de manhã”.

Em nota, o Hospital do Coração de Goiás disse que Caiado ”chegou à unidade como o quadro de mal estar inespecífico, e optou-se pela internação hospitalar para a realização de exames laboratoriais e de imagem, que descartaram a hipótese de infarto agudo do miocárdio”.

O comunicado da unidade de saúde particular, localizada no Setor Oeste, diz ainda que o ”paciente encontra-se em boas condições clínicas”. A primeira-dama, Gracinha Caiado, acompanha o governador. Ela adiou uma viagem que tinha nesta quarta-feira para Roma, onde participaria de reuniões na Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO/ONU). As informações são do G1 de Goiás

Congresso aprova texto-base do Orçamento 2020 com previsão de salário mínimo de R$ 1.039

/ Brasília

Deputado Cacá Leão é o relator da LDO. Foto: Agência Câmara

O Congresso Nacional aprovou o texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020. Na sequência, deputados e senadores ainda vão analisar seis sugestões de alteração na proposta. Um dos pontos que levantam polêmica é o reajuste do salário mínimo para o ano que vem. De acordo com a proposta, o salário mínimo não terá aumento real em 2020, mas apenas compensação da inflação. A proposta é que o pagamento suba dos atuais R$ 998 para R$ 1.039. A oposição tenta reverter a situação e conceder um reajuste real para o salário mínimo.

O relator da LDO, Cacá Leão (PP-BA), afirmou que o Congresso aguarda o envio de uma nova política para o salário mínimo por parte do governo e que, ”com muita dor no coração”, não poderia aceitar a sugestão de alterar o texto enviado pelo governo. ”Gostaria muito de acatar os destaques, mas a gente não tem amparo legal para fazê-lo. Preciso seguir o que está na Constituição e torcer para que o governo envie até o final do ano a nova política do salário mínimo”, declarou o relator.

Ele disse que um novo cálculo poderá ser incorporado à Lei Orçamentária Anual (LOA) quando o governo enviar uma nova proposta. O relatório da LDO, a ser votado por deputados e senadores traz uma brecha para que as emendas indicadas por comissões da Câmara e do Senado e pelo relator do Orçamento também tenham execução obrigatória. Hoje, somente as emendas indicadas individualmente pelos congressistas e pelas bancadas estaduais são impositivas.

A manobra foi relevada pelo Estadão/Broadcast. O relator contestou a interpretação de que as emendas serão todas impositivas. ”É uma inovação, realmente, feita nesse relatório para trazer ainda uma maior transparência do acompanhamento fiscal do orçamento”, afirmou Cacá Leão. O relator do orçamento, Domingos Neto (PSD-CE), tem uma avaliação diferente. “Essas emendas (de comissão e de relator) poderão ser contingenciadas (bloqueadas) com um valor maior do que as impositivas, mas não poderão ser, como acontece hoje, remanejadas ou ter dotação cancelada”, disse Neto na semana passada.

Vereador encaminha ao governador pedido para concluir obras do módulo de Medicina da UESB

/ Jequié

Vereador Reges tem requerimento aprovado. Foto: Emanuel Jr

O Vereador Reges Silva teve aprovado na Câmara de Jequié, requerimento de sua autoria, no qual solicita ao Governador Rui Costa, e do Secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues, a retomada e conclusão das obras do modulo de Medicina da UESB.

O Vereador Reges explana que o curso de Medicina, instalado no Campus da UESB, no ano de 2009, e que este ano celebra 10 anos de sua criação, e que o mesmo dá ao nosso município um grande mote no processo educacional elevando à nossa cidade no rol dos grandes centros educacionais, e que para haja o pleno funcionamento faz-se necessário de que se tenha uma estrutura de qualidade para que haja à formação de profissionais altamente qualificados, e que esta é uma prerrogativa importante no campo do conhecimento, e que está entrelaçada no processo educacional, de modo que todo investimento realizado será colhido com êxito e nos bons serviços prestados à nossa população.

Reges destaca o modulo de medicina tem uma grande importância para o desenvolvimento do conhecimento e do ensino aprendizagem para os egressos do curso de Medicina, fazendo –se necessário o esforço para a retomada e conclusão deste espaço, localizado no semi-anel rodoviário, obra iniciada no idos do ano de 2010, e que por diversos fatores foi paralisada, causando grandes transtornos à professores e alunos do referido curso, que almejam ver esta importante obra concluída.

Ele enfatiza que a conclusão desta obra dará à discentes e docentes o suporte técnico, acadêmico e cientifico (gabinetes, laboratórios, salas de aula e salas de equipamentos de tecnologia) dentre outros elementos, que incorporados ao alto nível do quadro docente irá permitir explorar e desenvolver ao máximo dos discentes em suas habilidades e competências nos transcorrer da sua vida acadêmica.

Reges reforça à importância deste pleito e sua necessidade para o desenvolvimento acadêmico e científico, e para elevar ainda mais o nível de excelência já existente no desenvolvimento do curso de medicina da UESB, Campus de Jequié. O Vereador Reges destaca que este pleito e de alta relevância, e que espera contar com o apoio necessário para à realização deste sonho da comunidade acadêmica de nossa cidade, e notadamente de alunos e professores do curso de Medicina da UESB, Campus de Jequié.

Procurador de Justiça pede quebra de sigilo bancário e fiscal de Ricardo Salles, ministro de Bolsonaro

/ Justiça

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Foto: Gilberto Soares

O procurador de Justiça de São Paulo Ricardo Dias Leme se manifestou a favor da quebra de sigilo bancário e fiscal do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em um inquérito civil que apura suposto enriquecimento ilícito. Salles reagiu enfaticamente à argumentação do procurador: ”alegações absurdas, que destoam, inclusive, do que já consta do próprio inquérito”.

Em primeira instância, o pedido do Ministério Público Estadual foi rejeitado. O promotor Ricardo Manuel Castro, autor do requerimento, recorreu ao Tribunal de Justiça. Na Corte, a Procuradoria-Geral de Justiça tem competência para avaliar o recurso. Em parecer, Dias Leme opinou para que o apelo seja acolhido.

”É no mínimo curioso que alguém que percebeu a média de R$ 1.500,00 de rendimentos mensais da advocacia em 2013, antes de assumir o cargo de Secretário Particular do Governador, que não possuía rendimentos superiores a cerca de R$ 12.445,00, líquidos em agosto de 2014, possa ter tido uma variação patrimonial de 604% entre 2012 e meados de 2018, tendo passado 13 meses e meio (16/07/2016 a 30/08/2017) exercendo cargo público no qual percebia uma remuneração média de R$18.413,42 e estava impedido de advogar”, afirma o procurador.

Dias Leme ainda ressalta que Salles ‘ostenta condenação por improbidade administrativa’. Ele se refere a processo em que Salles, enquanto secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo, durante a gestão do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), foi sentenciado sob a acusação de favorecer empresas de mineração em 2016, ao acolher mudanças feitas nos mapas de zoneamento do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Tietê. Sobre tal condenação, o ministro afirmou que trata-se de uma decisão de primeira instância, com recurso ainda não apreciado pelo Tribunal.

O procurador rebate a decisão que rejeitou a quebra de sigilo de Salles em primeira instância. ”Todo este conjunto consistente e sólido de indícios de enriquecimento, em períodos nos quais o agravado exerceu relevantes cargos públicos, cuja licitude precisa ser investigada, está muito longe da precariedade de dados de convicção alegada pela decisão agravada para negar a liminar postulada pelo Ministério Público, justificando a sua reforma para se deferir o pedido”.

”Considerando que o agravado não era, antes de ocupar as relevantes funções governamentais que exerceu, um advogado afamado, nem depois do referido exercício ganhou projeção especial na advocacia, é necessária a investigação de suas receitas e despesas no período postulado pelo Ministério Público, para o que, imprescindível a quebra dos sigilos bancário e fiscal, considerada a vultosa elevação de seu patrimônio para se averiguar a possível prática de ato de improbidade administrativa ou para se assentar a legitimidade da sua evolução patrimonial”, afirma.

O procurador ainda lembra. ”Note-se, ainda, que na referida sentença da ação revisional, proferida em 15 de agosto de 2014 (fls. 61 do processo 1040214-90.2019.8.26.0053, da 5ª Vara da Fazenda Pública, da Capital), o ora agravado postulou que a pensão alimentícia a seus filhos fosse reduzida de R$ 8.500,00 para R$ 3.700,00, mensais, o que representaria 30% de seus ganhos líquidos”.

Caixa Econômica Federal paga hoje até R$ 500 do FGTS para parte dos correntistas

/ Economia

Os correntistas da Caixa Econômica Federal nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro recebem hoje (9) o pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O valor será depositado automaticamente na conta poupança dos clientes.

Os clientes do banco com data de aniversário em janeiro, fevereiro, março e abril já receberam o crédito de até R$ 500 em 13 de setembro. O pagamento dos correntistas nascidos em maio, junho, julho e agosto foi feito no último dia 27.

Governo do Estado inaugura nova UTI Infantil Cardiológica Cirúrgica no Hospital Ana Nery

/ Saúde

Governador inaugura UTI infantil na capital. Foto: Manu Dias

O Hospital Ana Nery, localizado no bairro da Caixa D’Água, em Salvador, passa a contar com uma nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Infantil Cardiológica Cirúrgica, que foi inaugurada pelo governador Rui Costa, nesta manhã de quarta-feira (09). Com um investimento de R$1,6 milhão, o novo centro de tratamento possui 15 leitos que garantem a duplicação da capacidade de realização de cirurgias no equipamento hospitalar.

”Este e o início de uma série de intervenções que nós faremos no Hospital Ana Nery, que é o maior e mais complexo hospital público no setor de cardiologia na Bahia. É um hospital de referência, com profissionais de altíssima qualidade, e essas intervenções buscam ampliar os serviços e dar um padrão que corresponda ao novo padrão dos hospitais públicos do estado”, afirmou Rui.

Com a nova UTI Cardiológica Cirúrgica, o número de intervenções feitas no Ana Nery pode chegar a 40 por mês. A subsecretária estadual da Saúde, Tereza Paim, ressalta que pacientes cardiopatas de 0 a 18 anos podem ser acolhidos. ”Desses 15 novos leitos, quatro são neonatais. A cirurgia cardíaca pediátrica é muito específica e precisa que exista uma expertise de continuidade, que é o que temos aqui”, destacou.

Além da duplicação da capacidade de cirurgias cardíacas, o Ana Nery também amplia, com esta na UTI, o volume para realização do cateterismo intervencionista pediátrico, como destaca a coordenadora do Serviço de Cardiologia Pediátrica do hospital, a cardiologista pediátrica Isabel Guimarães. ”Esse é um momento histórico quando se trata da atenção da criança cardiopata na Bahia”, celebra a médica.

Os 15 leitos são divididos em neonatais, que contam com berços aquecidos; pediátricos e de isolamento, com camas adequadas para diferentes faixas de idade. Há, ainda, ventiladores mecânicos pulmonares, incubadoras, ultrassom, ecocardiograma e outros equipamentos.

PF combate esquema que fraudou mais de R$ 7 milhões da Previdência Social na Bahia

/ Polícia

PF realiza a Operação Caduceu na Bahia. Foto: Divulgação

A Polícia Federal (PF), em ação conjunta com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, integrantes da força-tarefa previdenciária, deflagrou na manhã desta quarta-feira (09), a Operação Caduceu na Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco, contra uma quadrilha que fraudava benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O prejuízo estimado aos cofres púbicos ultrapassa R$ 7 milhões, relativos a pelo menos 140 benefícios com constatação de fraude, números estes que, com o avançar das investigações, poderão se revelar muito superiores.

Um dos alvos na capital baiana foi um apartamento no quinto andar, do edifício Morada dos Bosques, no bairro da Barra. Estão sendo cumpridos 15 mandados judiciais, sendo três de prisão preventiva e 12 de busca e apreensão, em Salvador e Camaçari, na Bahia, e em Aracaju, Sergipe

Segundo a PF, durante as investigações foi comprovado que as fraudes eram executadas em dois momentos: criação de vínculos empregatícios fictícios, inseridos no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) por meio de GFIP’s extemporâneas, para comprovação da qualidade de segurado; uso de documentos médicos falsos com o objetivo de simular patologias para obtenção de benefícios previdenciários, em especial o auxílio-doença e a aposentadoria por invalidez.

A organização criminosa era composta por um técnico em contabilidade – daí o nome da Operação –, um servidor do INSS, além de uma pessoa responsável por falsificar os laudos e relatórios médicos utilizados pelos criminosos.

Os envolvidos responderão por diversos crimes, dentre eles integrar organização criminosa, estelionato previdenciário, uso de documento falso, falsidade ideológica e falsificação de documento público, com penas que, se somadas, podem chegar a mais de 30 anos de prisão.

Líder de duas greves da Polícia Militar, Prisco já foi preso e responde a processos judiciais

/ Polícia

Deputado Soldado Prisco liderou duas greves. Foto: Reprodução

Líder de duas greves da Polícia Militar da Bahia (PM-BA) em 2012 e 2014, o deputado estadual Soldado Prisco (PSC) foi preso nas duas vezes em que liderou as paralisações e responde, até hoje, a alguns processos judiciais por causa destas atuações. A Constituição veda a greve de militares.

Comandante da Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra/Bahia), Prisco foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) por falsidade ideológica. O parlamentar é acusado de fraudar documentos da Aspra e, em abril deste ano, virou réu no caso. A entidade diz ter 15 mil filiados dos 33 mil PMs da Bahia.

Depois de ser preso em 2014, o social-cristão foi proibido pela Justiça Federal de ter contato com diretores das associações, inclusive da Aspra, e de frequentar quartéis. O deputado recorreu, mas o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e pelo Supremo Tribunal Federal (STF) negaram.

Eleito vereador de Salvador pela primeira vez em 2012 pelo PSDB, Prisco liderou as duas greves da PM no governo de Jaques Wagner, do PT. Hoje deputado de oposição à administração de Rui Costa (PT), ele já foi filiado a partidos de esquerda, o PCdoB e o PSOL.

Crítico do governo do PT, Prisco afirma que a sigla ”nunca foi de esquerda” e usa ”essa bandeira de esquerda para enganar as pessoas”. O parlamentar reclama que sua categoria sofre com falta de equipamentos e de reajuste salarial. Nesta terça-feira (8), a Aspra deflagrou uma nova greve, mas o Comando da Polícia Militar diz que não houve adesão dos militares. As informações são do Bahia Notícias

Maracás e região ganham mais uma opção na arquitetura e urbanismo, com inovação

A mais nova opção na arquitetura para a cidade de Maracás e região a arquiteta Priscila Novaes chegou para valorizar a arquitetura brasileira, transformando os conhecimentos arquitetônicos em espaços de interações para conectar pessoas, conforto, bem estar e humanização, trazendo projetos de construções residenciais e comerciais, projetos de reformas, acompanhamentos de obras, design de interiores, colocando em plantas arquitetônicas os sonhos dos seus clientes, auxiliando a realização dos sonhos de suas vidas. Contrate um arquiteto, telefone para contato: (73) 99924-2834

Jequié: Professores ainda lutam em defesa do retorno da Regência. Prefeito quer fixar percentual em 30%

/ Jequié

Professores travam luta contra Prefeitura. Foto: Divulgação/APLB

Os professores da rede municipal de ensino de Jequié aprovaram, por unanimidade, a continuidade pela luta em defesa do retorno da gratificação/regência. A decisão foi tomada quando a APLB apresentou a proposta da gestão do prefeito Sérgio da Gameleira em que altera a concepção e reconfigura a tabela de valorização do magistério municipal.

A ideia, que já havia sido colocada à mesa na reunião da Comissão Permanente de Negociação no último 17 e revelada pelo programa Bom Jequié (Jequié FM 89,7) no dia seguinte, modifica todos os percentuais, fixando em 30% (de forma linear) independente em que posição se encontra o profissional nas classes e níveis da carreira.

O Sindicato reclama que a gestão municipal também impôs não retornar o pagamento da Regência enquanto não for aprovada a sua proposta na Câmara de Vereadores. A diretora da APLB, Caroline Moraes, explicou que, com essa proposta, todos que receberem acima de 30% teriam os seus vencimentos “achatados”, pois passariam a ter o percentual máximo de 30%.

Na reunião com a Comissão, a proposta do Sindicato é que a Gratificação Regência retorne de imediato, de forma integral, para que a partir daí se possa discutir a sua destinação na Comissão de Adequação do Plano de Carreira, “do contrário, vamos para a luta, defender a nossa carreira, nossa dignidade e nossos direitos históricos”, assegurou a diretora. A categoria aprovou uma agenda de luta e permanência em estado de mobilização. As informações são do Blog Jequié e Região

Presidente do Jequié, Leur Lomanto se reúne com o presidente da Federação Bahiana de Futebol

/ Jequié

Leur Lomanto se reúne com Ricardo Lima. Foto: Divulgação

O presidente da Associação Desportiva Jequié (ADJ), Leur Lomanto Júnior, esteve na sede da Federação Bahiana de Futebol (FBF), na tarde da segunda-feira (07/10), reunido com o presidente da entidade, Ricardo Lima. Na reunião, Leur Lomanto Júnior também revelou que já iniciou o planejamento do clube para a próxima temporada.

No final da última semana, a ADJ anunciou o acerto com o técnico Paulo Sales para comandar a equipe na disputa pelo acesso. Sales comandou a o Jipão na mesma competição, em 2017, quando conquistou o título e o acesso à elite do estadual.

No encontro, os dirigentes trataram sobre o calendário de 2020 do futebol baiano. A equipe da ADJ disputará a Série B do Baianão no ano que vem.