Polícia Militar não está em greve, garante Comandante Geral; policiamento normal em todo o estado

/ Polícia

Comando Geral da PM, Anselmo Brandão. Foto: SSP/BA

O Comando Geral da Polícia Militar afirma que recebeu a informação de uma greve decretada por um deputado estadual. ”Trata-se

de um movimento político sem a adesão da PM”, diz o Coronel Anselmo.

A Polícia Militar informa que o movimento político tem a intenção de criar clima de insegurança. Isso não será permitido.

”A Polícia Militar da Bahia garante o policiamento ostensivo em todo o estado e tranquiliza a população, que deve manter sua rotina normalmente. Reforça que o responsável pelas operações nas ruas  é o Quartel do Comando Geral, que está pronto para atender a todas as demandas da sociedade”.  Adianta ainda que, os policiais que não atenderem suas escalas responderão conforme Legislação Militar.

PMs deflagram greve em assembleia; Secretaria de Segurança nega e monitora ”pequeno movimento”

/ Polícia

Prisco diz que PM entrou em greve. Foto: Carol Garcia

Policiais militares decidiram, em assembleia da categoria realizada nesta terça-feira (08/10), decretar greve em todo o estado. De acordo com o deputado estadual Soldado Prisco (PSC), que conduz o movimento, a mobilização deflagrada, chamada de ”segurança por segurança”, conta com a adesão de 10 mil policiais que votaram por unanimidade pela greve, conforme publicou o site Bahia Notícias. A Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) nega a existência de um movimento paredista na Polícia Militar da Bahia (PM-BA) e trata a mobilização como um ”pequeno movimento”.

”Vocês que estão nos quartéis, fiquem nos quartéis, pois não tem segurança para você na rua”, declarou Prisco em vídeo compartilhado nas redes sociais. O deputado estadual conclamou os policiais a aderirem ao movimento e permanecerem na sede da Associação Desportiva e Cultural da Coelba (Adelba).

Os policiais reivindicam, entre outros pontos, melhorias do Planserv, reforma do estatuto, reajuste do auxílio alimentação, um novo plano de carreira e Isenção de ICMS para aquisição de arma de fogo. Na última semana, o comandante-geral da PM, Anselmo Brandão, negou o movimento. Sobre a possibilidade de greve por parte da PM-BA, Brandão amenizou e disse que ”não somos irresponsáveis para parar uma cidade por causa de pauta que sequer a gente analisa”, ao se referir os pleitos sobre Planserv e RH Bahia de grupos de profissionais de segurança pública (lembre aqui).

 

 

Programa do Ministério da Educação abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

/ Educação

O Ministério da Educação (MEC) vai ofertar mais 1,5 milhão de vagas em educação profissional e tecnológica até 2023. O aumento das vagas faz parte do programa Novos Caminhos, lançado hoje (8). Com o programa, as atuais 1,9 milhão de vagas passarão para 3,4 milhões em todo o país, representando um aumento de 80%. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, assinou quatro portarias para dar andamento ao programa.

Segundo o ministro, o objetivo é acabar com preconceitos em relação a cursos técnicos e melhorar a qualificação dos profissionais. “Um curso técnico bom permite ao jovem ter renda superior a alguém formado em curso superior, que não tem foco na realidade.”

Essas vagas deverão ser ofertadas tanto no ensino médio quanto para jovens e adultos que já estão fora da escola. A pasta pretende também articular a oferta dos cursos com a demanda do mercado de trabalho. “A educação tem que estar voltada para o mercado de trabalho, não pode dar as costas e ignorar as demandas do setor produtivo”, disse o secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Ariosto Antunes Culau.

O programa prevê uma série de ações, que incluem mudanças na regulação da oferta de cursos técnicos, formação de professores e ampliação de cursos profissionais e técnicos. O novo programa se baseia em três eixos: Gestão e Resultados; Articulação e Fortalecimento, e Inovação e Empreendedorismo.

Formação de professores

A meta da pasta, além da abertura de novas vagas para estudantes é preparar 40 mil professores da rede pública até 2022 com aulas sobre atualização tecnológica, técnicas pedagógicas voltadas para a educação profissional, empreendedorismo e orientação vocacional e profissional. Serão abertas também 21 mil vagas para formação de professores de ciências e de matemática.

Deverão ainda ser reconhecidos mais de 11 mil diplomas de pessoas que concluíram a formação técnica na rede privada de ensino superior desde 2016, mas não tinham chancela da pasta por conta da ausência de ordenamento jurídico.

Pesquisa aplicada

O MEC pretende criar um escritório, que atuará na articulação entre os setores público e privado. Esse escritório deverá estimular a pesquisa aplicada, a inovação e a iniciação tecnológica. Serão lançados editais para estudantes, professores e pesquisadores com investimento total de R$ 60 milhões até 2022.

Além disso, a pasta anunciou a criação de cinco polos de inovação nos institutos federais voltados para empreendedorismo e pesquisas aplicadas.

Catálogo de cursos

A pasta vai atualizar o catálogo nacional de cursos técnicos, que orienta a oferta em todo o país. O catálogo vigente, segundo o MEC, foi atualizado em 2014, com base no cenário do Brasil em 2013. “[Vamos fazer a] identificação dos conhecimentos e habilidades, das novas profissões, que devem ser incorporadas ao catálogo”, disse o secretário Culau. Para a atualização, o setor produtivo deverá ser procurado para expor a atual demanda.

A pasta pretende também consolidar um novo marco regulatório para a oferta de cursos técnicos por instituições privadas de ensino superior.

Parceria com estados

Em parceria com os estados, a intenção é ofertar, até 2022, 2 mil vagas de mestrado profissional em redes estaduais.

Mais de 100 mil vagas voltadas para a qualificação profissional deverão ser ofertadas com recursos do Bolsa Formação, que estão, de acordo com o MEC, nas contas dos estados e do Distrito Federal. Para isso, serão repactuados R$ 550 milhões. Os entes federados poderão buscar parcerias com o Sistema S e com a rede federal.

Cenário internacional

De acordo com dados apresentados pelo MEC, o Brasil está distante da oferta de educação profissional e técnica de outros países. Enquanto no Brasil a oferta de ensino técnico chega a 8% das matrículas de ensino médio, no Reino Unido esse percentual é de 63%; na União Europeia, 48%; e, no Chile, 31%. Da Agência Brasil

Euclides anuncia visita de Rui a Jequié para entregar do CPM e assinatura para obra da Ponte do Mandacaru

/ Jequié

Rui Costa recebe Euclides Fernandes. Foto: Alberto Coutinho

O novo Colégio Militar de Jequié já tem data para ser inaugurado. A unidade escolar, com sua construção em fase de conclusão no bairro Jequiezinho será entregue a população na primeira quinzena de novembro.

A informação foi transmitida pelo deputado estadual Euclides Fernandes, em sua página pessoal no Instaram, após audiência com o governador Rui Costa, nesta terça-feira (08/10), na governadoria. Segundo o deputado, na ocasião, o governador também participará da solenidade de entrega de títulos de regularização fundiária a famílias do bairro KM 3 (Agenor Aragão), uma luta do parlamentar, cuja ação é classificada por Euclides como inclusão social.

Ainda segundo o deputado, em Jequié, Rui atenderá um anseio antigo dos jequieenses com a assinatura da ordem de serviço do alargamento da Ponte do Mandacaru, além de autorizar a requalificação da Avenida Tote Lomanto.

Governo Federal reconhece situação de emergência por estiagem em Maracás e mais municípios baianos

/ Bahia

Quatro municípios baianos com estiagem tiveram decretos de emergência reconhecidos pela União. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (7) no Diário Oficial da União. Conforme relação, os municípios listados são: Aracatu e Caraíbas, no sudoeste; Barrocas, na região sisaleira e Maracás, no Vale do Jiquiriçá.

Dos quatro municípios, Caraíbas tem a maior população afetada em termos relativos. Conforme decreto da prefeitura local, 94% dos moradores tiveram algum prejuízo com a estiagem, ou 9,6 mil dos 10,2 mil habitantes, segundo o último censo do IBGE. Em Barrocas, o número de prejudicados é de 57,9%, ou 8,2 mil dos 14,2 mil moradores. Já em Maracás, o contingente impactado fica em 22,6%, que representa 5,5 mil dos 24,6 mil residentes. Não há informações sobre o percentual de Aracatu.

A partir da vigência dos decretos, as prefeituras podem realizar compras sem licitação, além de contar com a Operação Carro-pipa.

Neto reconhece peso de Rui e não descarta compor com partido ligado ao ”campo das esquerdas”

/ Entrevista

ACM Neto comenta sobre eleição 2020. Foto: Vagner Souza

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), minimizou a proximidade que o secretário de Saúde, Leo Prates (DEM), tem mantido com o PDT, hoje na base do governador Rui Costa (PT), e não descartou a possibilidade de o DEM compor com algum partido mais alinhado à esquerda nas eleições de 2020 na capital baiana.

”Não sei por que as pessoas ficam ‘ah, não pode conversar’. Em 2012, quando fui candidato a prefeito, fiz uma aliança com o PV, tirando-o do campo das esquerdas, e compõe meu governo até hoje. Não acho que deva existir embargo a qualquer tipo de conversa, mas também não significa dizer que reuniões necessariamente determinarão as coisas. As conversas devem acontecer, é bom que aconteçam. Tenho uma boa relação com vários membros do PDT, mas concreto não há nada. É muito difícil que uma composição de chapa aconteça logo depois do anúncio do candidato a prefeito”, disse, em entrevista coletiva durante a 76ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que acontece no Wish Hotel da Bahia, no Campo Grande.

Especulado para se filiar ao PDT, Leo Prates chegou a viajar a Fortaleza para se encontrar com o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). O presidente do partido na Bahia, Félix Mendonça Jr., também fala abertamente na possibilidade de trazer Leo para a sigla.

Questionado sobre a especulação de que Bruno Reis (DEM), provável candidato à sucessão à prefeitura, possa compor com Leo Prates (DEM), Neto disse que ”tudo vai depender do contexto político. Bruno e Leo são duas pessoas muito identificadas comigo. Tudo vai depender, vamos ter que avaliar. No campo da especulação tudo pode ser”.

O democrata disse ainda que está tranquilo e reafirmou que anunciará o candidato do grupo em dezembro. ”Passei por momentos de bastante angústia, foi acertada a minha decisão de ficar na prefeitura. O que me credencia a apresentar um nome são as entregas que estamos fazendo. Pretendo anunciar até a virada do ano”, acrescentou.

Neto também admitiu que o governador Rui Costa (PT) terá peso nas eleições em Salvador, mas ressaltou que acredita na força do seu próprio grupo. ”Qualquer governador tem peso na eleição. Quem sou eu para tirar o peso de um governador. Mas confio no meu taco”, disse. Com informações do site Política Livre

Bolsonaro pede para apoiador esquecer o PSL, diz que Bivar está queimado e pede para não divulgar

/ Brasília

Jair pede para esquecer o próprio partido. Foto: Carolina Antunes

O presidente Jair Bolsonaro deu indícios nesta Terça-feira (8) de que pode deixar o PSL. O partido tem enfrentado disputas internas e sua bancada na Câmara está rachada. Bolsonaro pediu a um apoiador nesta manhã para que esquecesse o partido e afirmou que o presidente da sigla, o deputado Luciano Bivar (PE), ”está queimado pra caramba” e vai ”queimar o seu filme também”. Na saída do Palácio da Alvorada, onde apoiadores esperam para conversar e tirar fotos com o presidente, um homem se apresentou a Bolsonaro como pré-candidato no Recife pelo PSL. Bolsonaro, então, cochichou em seu ouvido: ”Esquece o PSL”.

Ainda assim, o rapaz gravou um vídeo junto ao presidente em que diz: ”Eu, Bolsonaro e Bivar juntos por um novo Recife”. Bolsonaro então pediu para que ele não divulgasse a gravação. ”Ó cara, não divulga isso, não. O cara Bivar está queimado para caramba lá. Vai queimar o meu filme também. Esquece esse cara, esquece o partido”, recomendou. A conversa foi gravada por um dos apoiadores e publicada no canal do Youtube ‘Cafezinho com pimenta”. A imprensa é proibida de ficar no mesmo local onde esses apoiadores gravam esses diálogos com o presidente.

Assim que o presidente repreendeu o rapaz, ele respondeu que iria esquecer o PSL e gravou um novo vídeo suprimindo o nome do partido e do dirigente. ”Viva o Recife, eu e Bolsonaro”. Na segunda-feira, 7, o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, afirmou que não havia da parte do presidente nenhuma ”formulação com relação a uma suposta transição de partido”.

WhatsApp admite envio maciço ilegal de mensagens nas eleições presidenciais de 2018

/ Brasil

O WhatsApp admitiu pela primeira vez que a eleição brasileira de 2018 teve uso de envios maciços de mensagens, com sistemas automatizados contratados de empresas. ”Na eleição brasileira do ano passado houve a atuação de empresas fornecedoras de envios maciços de mensagens, que violaram nossos termos de uso para atingir um grande número de pessoas”, afirmou Ben Supple, gerente de políticas públicas e eleições globais do WhatsApp, em palestra no Festival Gabo. Em uma série de reportagens desde outubro do ano passado, a Folha revelou a contratação durante a campanha eleitoral de empresas de marketing que faziam envios maciços de mensagens políticas, usando de forma fraudulenta CPFs de idosos e até contratando agências estrangeiras.

Uma das reportagens noticiou que empresários apoiadores do então candidato Jair Bolsonaro (PSL) bancaram o disparo de mensagens em massa contra o petista Fernando Haddad, que foi derrotado e também acabou multado pelo TSE pelo impulsionamento irregular de conteúdo desfavorável ao seu então adversário. O TSE veda o uso de ferramentas de automatização, como os softwares de disparo em massa. Além disso, conforme mostrou a Folha, empresários contrataram disparos a favor e contra candidatos, sem declarar esses gastos à Justiça Eleitoral, o que configura o crime de caixa dois.

No mesmo evento, o executivo do WhatsApp condenou os grupos públicos da plataforma acessados por meio de links que distribuem conteúdo político, na maior parte das vezes relacionados ao governo Bolsonaro. ”Vemos esses grupos como tabloides sensacionalistas, onde as pessoas querem espalhar uma mensagem para uma plateia e normalmente divulgam conteúdo mais polêmico e problemático”, disse. ”Nossa visão é: não entre nesses grupos grandes, com gente que você não conhece: saia desses grupos e os denuncie.”

O executivo do WhatsApp afirmou que a plataforma desencoraja “o uso dos grupos como listas de transmissão” de conteúdos, como ocorre com muitos grupos de apoiadores de políticos. ”O WhatsApp foi criado para abrigar conversas orgânicas, entre famílias e amigos.” Indagado se o uso do WhatsApp por campanhas políticas violava as regras, ele afirmou: ”Não viola desde que se respeitem todos os termos de uso [que vedam automação e envio massivo]. Todos estão sujeitos aos mesmos critérios, não importa se quem usa é um candidato à Presidência ou um camponês do interior da Índia.”

Supple reconheceu a influência do aplicativo em processos eleitorais. ”Sabemos que eleições podem ser vencidas ou perdidas no WhatsApp”, disse. E afirmou que o WhatsApp despachou equipes para acompanhar as eleições de Índia, Indonésia e Parlamento Europeu no primeiro semestre.

Segundo o executivo, a plataforma já esperava que as eleições brasileiras de 2018 fossem palco de campanhas de desinformação. ”Sempre soubemos que a eleição brasileira seria um desafio. Era uma eleição muito polarizada e as condições eram ideais para a disseminação de desinformação”, disse.

”No Brasil, muita gente usa o WhatsApp como fonte primária de informação e não tem meios para verificar a veracidade do conteúdo.” No entanto, apenas uma minoria comete irregularidades, afirma.

O executivo disse que a empresa vem adotando uma série de medidas para bloquear contas que violam as normas ao fazer envio automatizado ou maciço. E relatou que desde janeiro, quando o número de reencaminhamentos de uma mensagem foi limitado a cinco, o número total de reencaminhamentos caiu 25%. Supple afirmou que o WhatsApp tem banido 2 milhões de contas por mês.

Saúde: Mortalidade por câncer de mama no Brasil fica abaixo da média mundial

/ Saúde

A mortalidade por câncer de mama no Brasil está abaixo da média mundial. Isso é o que apontou hoje (7) o Instituto Nacional de Câncer (Inca), em evento de lançamento da Campanha Nacional Outubro Rosa.

O país ocupa a segunda menor faixa, com uma taxa de 13 por 100 mil, resultado semelhante ao de países como Estados Unidos, Canadá e Austrália, e mais positivo do que França e Reino Unido.

Apesar do número baixo em óbitos, o Brasil ocupa a segunda faixa mais alta de incidência do tipo de câncer no mundo, com uma taxa de 62,9 ocorrências a cada 100 mil habitantes.

Marquise desaba e deixa 12 pessoas feridas durante um desfile da primavera em Candeias

/ Bahia

Acidente ocorreu nesta segunda-feira. Foto: Candeias Mix

A marquise de uma casa desabou e deixou 12 pessoas feridas durante um desfile da primavera da escola particular São Lázaro, na tarde desta segunda-feira (7), no centro da cidade de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). As vítimas mais graves tiveram fraturas.

De acordo com o superintendente da Defesa Civil do município, Everton Souza, sete funcionários da instituição, jurados da cerimônia e que estavam em cima da marquise, ficaram feridos. A dona do imóvel e a neta dela também ficaram feridas, além de outros três familiares.

”O desfile já estava acontecendo e as funcionárias da instituição eram as juradas. A dona do imóvel e a família dela também estavam sobre a marquise vendo o desfile passar quando ela cedeu. Tinha uma criança entre as vítimas, mas não teve ferimentos graves”, contou Everton.

Os casos mais preocupantes foram de uma mulher que teve uma fratura exposta no pé e o de outra que fraturou o fêmur. Todos os feridos foram atendidos ainda na calçada por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil de Candeias. Eles foram encaminhados para o hospital do município e, os casos mais graves, transferidos para Salvador.

O acidente aconteceu por volta das 15h, na Rua da Esperança, a cerca de 300 metros da escola. A marquise apresentava ferragens expostas e rachaduras. Por conta do acidente, o imóvel foi interditado para realização da perícia. As informações são do Correio

Três cidades na Bahia têm votação para Conselho Tutelar adiadas após irregularidades na votação

/ Bahia

Três cidades da Bahia tiveram as eleições para escolha de novos membros dos Conselhos Tutelares adiadas. A decisão foi tomada pelos Conselhos Municipais do Direitos das Crianças e Adolescentes após recomendação do Ministério Público da Bahia (MP-BA), em decorrência de irregularidades no processo de votação.

De acordo com o MP-BA, as cidades são: Itabela; São Sebastião do Passé, na região metropolitana de Salvador e Tucano. Segundo o MP-BA, as eleições foram adiadas em  Itabela e São Sebastião do Passé porque alguns candidatos estavam com número errado na cédula de votação, que foi manual.

Já em Tucano, a votação foi suspensa temporariamente porque algumas seções eleitorais não foram contempladas com local para os eleitores votarem. Ainda não há previsão de quando as eleições serão retomadas, já que depende da normalização das irregularidades encontradas.

Divulgada lista dos candidatos eleitos para representar o Conselho Tutelar de Jaguaquara; confira

/ Jaguaquara

Colégio Luzia Silva foi local de votação. Foto: Blog Marcos Frahm

A lista com os 05 candidatos eleitos para o Conselho Tutelar de Jaguaquara foi divulgada no fim da tarde desta segunda-feira (07/10). A eleição foi realizada no domingo (06), com urnas espalhadas no distrito Stela Dubois, zona rural e na sede, onde o Colégio Luzia Silva foi utilizado como local de votação, na Praça JJ – Seabra e registrou um grande número de eleitores. Entre os eleitos, três candidatos já integravam o Conselho Tutelar e foram reconduzidos.

Classificados

1º Sônia: [reeleita] 1.898 votos; 2º Webister [reeleito] 1.654 votos; 3º Emerson 1.499 votos; 4º Ariosmar 1.485 votos; Daniela 1.277 votos [reeleita].

Foram 17 candidatos que disputaram as 05 vagas em Jaguaquara, maior cidade do Vale do Jiquiriçá. Os classificados serão empossados e vão assumir tarefas importantes, que inclui atender as crianças e adolescentes, atender e aconselhar os pais ou responsáveis e requisitar serviços públicos nas áreas de saúde, educação, serviço social, previdência, trabalho e segurança.