Vale do Jiquiriçá: Prefeitura de Santa Inês tem o grande desafio de extinguir o lixão a céu aberto

Lixo é descartado nas margens da BR-420. Foto: Blog Marcos Frahm

Vários municípios que não dispõem de aterro sanitário para a destinação de seus resíduos sólidos têm recebido do Ministério Público da Bahia (MP-BA) A recomendação no sentido de por fim aos lixões a céu aberto, sob pena de punição.

No Vale do Jiquiriçá, uma das cidades que ainda não conseguiu se livrar desse problema é Santa Inês, onde o lixo coletado é, todo ele, depositado em um lixão a céu aberto nas margens da BR 420, fato que provoca desconforto a quem transita pela rodovia e prejuízos ambientais a localidade.

A recomendação do MP é clara: as cidades deverão encerrar a atividade de lixões e reduzir o impacto ambiental causado pela disposição ilegal de resíduos sólidos em locais não qualificados como aterros sanitários pelos órgãos ambientais, tendo em vista que gera poluição do solo, subsolo, águas superficiais e subterrâneas, além da atmosfera, causando danos à flora e fauna locais.

Em Junho deste ano, o Ministério Público moveu ações civis públicas contra 12 municípios do Sul do Estado, para combater lixões. As ações, na ocasião, foram assinadas pelo promotor de Justiça Yuri Lopes e contra os municípios de Almadina, Arataca, Barro Preto, Buerarema, Itapé, Itapitanga, Itajuípe, Floresta Azul, Jussari, Mascote, Potiraguá e São José da Vitória.

Ainda solicitaram que os municípios interrompessem as atividades de modo definitivo em 30 dias, para que fosse realizada em um ano a destinação adequada dos resíduos coletados a serem depositados em aterro sanitário devidamente licenciado pelo órgão ambiental competente.

No caso de Santa Inês, o problema é antigo, vem de outras gestões, mas a preocupação da população da região, que utiliza a BR-420 e presencia diariamente o lixo sendo descartado a beira da pista é permanente.

Educação: Malotes com provas do Enem já estão a caminho dos locais de aplicação

/ Educação

A um mês do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) deu início a distribuição das provas para os locais de aplicação distribuídos em todo o país. Nessa quinta-feira, 3 de outubro, 408 mil impressões saíram do 4º Batalhão de Infantaria Leve do Exército, em Osasco (SP), com a escolta da Polícia Militar, em direção a municípios da Bahia e do Pará. Para o exame deste ano, são 10,2 milhões de provas impressas.

“O Enem envolve o país inteiro, é um projeto nacional. São milhares de participantes que contam com a gente, que esperam uma boa prova, um bom ambiente para aplicarmos essas provas com segurança”, disse o presidente do Inep, Alexandre Lopes. O Enem 2019 tem 5,1 milhões de inscritos.

O diretor de Gestão e Planejamento do Inep, Murillo Gameiro disse que a logística do Enem é ”uma verdadeira operação de guerra”. ”Sem a participação de todos os parceiros não seria possível. Estamos trabalhando para que o sucesso seja antes, na entrega das provas, até o final, quando realizamos a divulgação dos resultados”, completou.

Enem 2019

Este ano, o exame ocorre em 3 e 10 de novembro. São 10.133 locais de aplicação em 1.727 municípios. O Enem avalia o desempenho do estudante e viabiliza o acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e instituições portuguesas. O exame também possibilita o financiamento e apoio estudantil, por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Para o dia da prova, é necessário levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente, a única permitida. O Inep recomenda também que o participante imprima o Cartão de Confirmação da Inscrição e a Declaração de Comparecimento (caso precise de comprovante) e leve os dois para a sala do exame.

Harmonia do Samba e Gilmelândia desembarcam em Jequié neste sábado para show beneficente

/ Jequié

Evento beneficiará o Núcleo de Câncer da Mulher. Foto: Reprodução

Harmonia do Samba, Gilmelândia e Lé Kum Cré subirão ao palco em mais um Show Beneficente em prol do Núcleo de Câncer da Mulher da Santa Casa de Jequié.

As apresentações terão início às 19 horas, deste sábado (05/10), na AABB de Jequié. A arrecadação será destinada às pacientes atendidas pelo citado Núcleo. O evento faz parte das atividades alusivas ao Outubro Rosa, mês dedicado à informação, engajamento e conscientização da sociedade para a importância das medidas preventivas ao câncer de mama.

Para ter acesso a ”Tenda Rosa” (área de camarote) o interessado deve entregar 4kg de alimentos não perecíveis em troca do ingresso. A recomendação é que os produtos sejam trocados pelos ingressos com antecedência na Santa Casa, Supermercado Jambo, Colégio Matisse, GBarbosa, Itajubá  Hotel, Rei do Mate, Escola Mundo Infantil, Êba, Café Jequié e Granterrara Hotel.

Diretoria do Jequié fecha com o técnico Paulo Sales para a disputa do Campeonato Baiano 2020

/ Jequié

Diretores do Jequié após encontro com Sales. Foto: Divulgação

A diretoria da Associação Desportiva Jequié (ADJ) anunciou, nesta sexta-feira (04/09) a contratação do técnico Paulo Sales para comandar a equipe no Campeonato Baiano da série B 2020.

”Acreditamos no trabalho de Paulo Sales. Com ele a ADJ obteve o acesso e vamos trabalhar muito para voltarmos à elite do Futebol Baiano. Já iniciaremos os trabalhos em novembro”, disse o presidente Leur Lomanto Júnior.

Paulo Sales foi campeão da série B do Baianão 2017 garantindo à ADJ o acesso à elite do futebol da Bahia. Ele também foi o responsável pelo acesso de outros clubes baianos ao Futebol Estadual e também colocou o Hercílio Luz na série A do Campeonato Catarinense, sendo chamado de ”Rei do Acesso”. Sales é ex-volante bicampeão Brasileiro pelo Bahia.

Deputado do DEM acusa João Leão de transformar Secretaria em diretório e búnker político

/ Política

Vice-governador João Leão da Bahia, João Leão. Foto: Instagram

O deputado estadual Alan Sanches (DEM) acusou o vice-governador João Leão (PP) de transformar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), cujo o chefe é o progressista, em ”diretório e búnker político”.

De acordo com o democrata, há uma ”debandada de empresas deixando o CIA [Centro Industrial de Aratu] em busca de condições fiscais melhores em outros estados”.

”E isso desmente a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que acaba de divulgar informações enganosas de que nos últimos anos o CIA recebeu cerca de R$ 3,15 bilhões em investimentos privados e gerou mais de 13,7 mil empregos”, declarou. ”Isso não é verdade. Nos últimos anos, fecharam as portas no CIA unidades da DOW, Alcan, Xerox e, no início deste ano, a Taurus Helmets”, emendou. As informações são do site Bahia Notícias

Inquérito investiga transações entre Prisco e Associação de Policiais; deputado nega

/ Política

Deputado Prisco [de óculos] é denunciado. Foto: Divulgação

Um inquérito policial, obtido com exclusividade pelo site Metro1, investiga denúncias contra o deputado estadual Soldado Prisco. De acordo com dois depoimentos anexados à acusação – um de um policial e outro de um ex-assessor do político –, Prisco realiza constantes saques irregulares das contas da associação que comanda. Além disso, há indícios de desvio de finalidade de funcionários do escritório do deputado-militar. Procurado pelo site Metro1, Marco Prisco negou as acusações.

Depoimento colhido em 13 de novembro de 2015, de um militar que tem seu nome preservado, aponta que a prestação de contas da Aspra não é transparente. ”Contou que pediu a um sargento da PM e ao coordenador e aluno a oficial (nome mantido sob sigilo) uma prestação de conta do que era feito com o dinheiro dos associados, mas obteve um  não como resposta. Chegou a comentar com a dupla sobre desvios, mas ouviu deles que estaria ‘inventando coisas”.

A Polícia Civil baiana apura ainda a compra de um imóvel de luxo em Santo Antônio de Jesus, na Bahia, que teria sido efetiva com dinheiro proveniente das mensalidades pagas por praças para a Aspra.

Em outro depoimento, prestado em 17 de novembro de 2015, um ex-funcionário de Prisco relata que era obrigado a trabalhar, sem remuneração, na Aspra. Além disso, reafirma as suspeitas sobre a prestação financeira da Aspra. ”Sobre prestação de contas da Aspra, ele informou que não existia balanço das atividades financeiras. Que presenciou estagiários do gabinete do parlamentar na Alba catalogando notas fiscais para o contador da Aspra, Alessandro Borges, ex-PM”, diz o inquérito.

Continua: ”O assessor relatou que todos os funcionários na época da Câmara de Vereadores foram obrigados a trabalharem na campanha de Prisco para deputado estadual. Ele não soube explicar como foi financiada a campanha, mas contou que não houve problemas financeiros. Informou que fez dois depósitos de R$ 10 mil na conta de Prisco e que o parlamentar o orientou, se fosse perguntado, a falar que o montante era o seu próprio salário. Completou citando que presenciou outros funcionários do gabinete do vereador fazendo o mesmo processo”.

Contatado pelo reportagem, o deputado negou qualquer irregularidade na contratação de funcionários. Além disso, afirmou que desconhece o inquérito em questão. Prisco diz ainda que não foi chamado para depor.  ”Esse tal inquérito eu desconheço, tem um processo que ex-integrantes da Aspra moveram. De 5 mil páginas, o MP só aproveitou uma acusação. Só isso. Fora isso, não tem mais nada. Quebraram meu sigilo, tudo. Minha casa é comprada com meu dinheiro e não foi esse valor”, alegou.

Ele reconhece que, eventualmente, funcionários do gabinete na Assembleia frequentam a Aspra, mas diz não existir prestação de serviço. ”Eventualmente alguém vai lá levar um documento, mas isso não existe. Se trabalha [na Aspra], recebe”, assegurou.

Polícia Militar divulga números das ações no mês de setembro em Jequié e comemora resultado

/ Jequié

O 19° Batalha da Polícia Militar (BPM) divulgou em suas redes sociais as ações realizadas em todo mês de setembro no município de Jequié.

Segundo os números divulgados, foram registrados 17 conduções por tráfico de drogas, 13 recuperações de veículos furtados/roubados, 4 apreensões de armas de fogo e 2 mortes por intervenção de agente do estado.

A nota divulgada reafirma o trabalho do batalhão para o mês de outubro e lamenta a recente morte do Evanildo de Jesus Encarnação. ”Esse resultado é fruto de um trabalho continuo de busca pela qualidade no atendimento a população e ao nosso público interno. Neste mês em que mesmo aumentando a atenção e cuidado com os nossos, através do Setembro Amarelo, tivemos uma baixa, que nos causou infinita dor.”, afirma nota divulgada pelo 19° BPM.

Em Jequié, suspeito de homicídio morre em ação da Cipe e jovem é preso com droga em Ibirataia

/ Polícia

Cipe Central apreendeu arma e drogas em ações. Foto: Divulgação

A polícia registrou, em Jequié, nesta semana, um auto de resistência após ações da Companhia Independente de Policiamento Especializado – Cipe Central. A primeira ação foi registrada na quarta-feira (02/10), em Jequié, quando uma guarnição patrulhava no bairro Inocoop, por volta das 05h30. Segundo informações policiais, pessoas que faziam caminhada na área relataram haver um suspeito comercializando droga na localidade.

Os policiais foram averiguar a denúncia, sendo surpreendidos com disparos de arma de fogo, havendo revide, tendo como alvo Adriano Santana Almeida, que foi atngido e socorrido ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, mas não resistiu aos ferimentos à bala. O mesmo era também suspeito de homicídio, roubo, furto e agressão a mulher. Com ele foi apreendido um revólver calibre 38, dois celulares, crack, cocaína e maconha.

Já na cidade de Ibirataia, nesta quinta-feira (03), policiais da Cipe detiveram Eron Felipe Souza Santos, após denúncia de envolvimento do mesmo com o tráfico de drogas. Eron foi preso em flagrante quando tentava dispensar um pacote com entorpecente.

Com ele, os policiais disseram apreender: Uma balança de precisão marca Águia Urso, um celular Samsung branco, 135g de substância análoga à cocaína, diversas unidades de sacolés pra embalagem e a quantia de R$ 426,00 em espécie.  Eron Felipe foi apresentado na Delegacia Territorial local.

Misericórdia: Adolescente é apreendido pela PM ao vomitar 14 pedras de crack em Ipiaú

/ Polícia

Um adolescente, de 14 anos, foi internado após ingerir 14 pedras de crack na cidade de Ipiaú. De acordo com o site Giro em Ipiaú, Taira de Jesus, de 25 anos, foi presa na mesma ocorrência. Os policiais foram até a Rua Noélia Coelho Silva, no bairro São José Operário, após serem informados de ocorrência de tráfico de drogas.

Ao chegar ao local, os policiais militares se depararam com duas pessoas saindo de um imóvel, sendo que o adolescente foi visto engolindo drogas. Na abordagem, o menor acabou vomitando o entorpecente, o que se verificou que havia ingerido 14 pedras de crack.

Os policiais continuaram as buscas no imóvel onde foi encontrada uma quantidade de dinheiro, com valor não informado, e mais 34 pedras de crack. Parte da droga estava entre os colchões no quarto de crianças. Os dois e o material foram apresentados na delegacia de Ipiaú.

Inscrições do Enem para pessoas privadas de liberdade terminam nesta sexta-feira

/ Educação

Encerra nesta sexta-feira (4) o prazo para as inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade e Jovens sob Medida Socioeducativa (Enem PPL). É também o último dia para que os participantes solicitem atendimento especializado. As provas serão aplicadas em 10 e 11 de dezembro.

As inscrições são feitas pelo responsável pedagógico de cada unidade prisional ou socioeducativa. Além de realizar e acompanhar as inscrições, caberá a ele determinar a sala de provas dos participantes, transferir participantes entre as unidades, quando necessário, dentro do prazo previsto, e excluir participantes que tiverem sua liberdade decretada.

Nesta edição, além do público com baixa visão, que já era atendido pelo Enem PPL, o exame também atenderá pessoas com cegueira, visão monocular, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia, deficiência física, deficiência auditiva, surdez e deficiência intelectual.

Os participantes do Enem PPL que já concluíram ou concluirão o ensino médio no ano letivo de 2019 poderão utilizar o desempenho no exame como mecanismo único, alternativo ou complementar para acesso à educação superior. Os resultados dos demais servirão apenas para autoavaliação de conhecimentos.

O responsável vai acessar os resultados obtidos pelos participantes e pleitear a participação deles no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e em outros programas de acesso à educação superior, se for o caso. Além disso, deverá divulgar as informações sobre o exame aos participantes.

Provas

No Enem PPL os estudantes fazem prova de redação e quatro provas objetivas com 45 questões de múltipla escolha. No primeiro dia do exame, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias. No segundo dia, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e matemática.

No ano passado, o Enem PPL teve mais de 41 mil inscrições e foi aplicado em mais de 1,4 mil unidades em todos os estados brasileiros.

Carreta-baú tomba e deixa três mortos na BR-101, no Sul da Bahia; cabine do veículo ficou destruída

/ Trânsito

Acidente ocorreu na altura de Caravelas. Foto: Divulgação/PRF

Três pessoas morreram depois que a carreta-baú onde estavam tombou na BR-101, altura de Caravelas, cidade da região sul da Bahia, na noite de quinta-feira (4). Por conta do impacto, a cabine do veículo ficou destruída.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caso ocorreu nas proximidades do Km-896, por volta das 21h40, na região conhecida como Curva da Tarifa. Informações preliminares apontam que o veículo tombou depois de sair da pista. Chovia e a pista estava molhada no momento do acidente.

Os corpos de Valdomiro Sales, 45 anos; Edvaldo Batista, 32 anos, e de Jaiara Porto, 26 anos, foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas, cidade da mesma região. Não há informações sobre a identificação das pessoas, nem sobre o sepultamento.

Arquidiocese de Salvador apoia Projeto de Lei que prevê fim do ”arrastão” no Carnaval

/ Religião

Arcebispo de Salvador, Dom Murilo S.R. Krieger. Foto: Divulgação

A Arquidiocese de São Salvador se pronunciou nesta sexta-feira (4) sobre o Projeto de Lei nº. 45/2016, de autoria do Vereador Henrique Carballal, que prevê o fim do Arrastão na quarta-feira de cinzas.

Por meio de nota divulgada na imprensa, a Arquidiocese afirma entender o posicionamento do vereador por defender os costumes e tradições da Igreja Católica, mas pontua também que pelo Brasil ser um Estado laico, não deva existir a intervenção da Igreja nessas questões.

O texto prega ainda o respeito e alerta para o dever do Estado em garantir o efetivo respeito às crenças e costumes religiosos praticados por cada um. Leia a nota na íntegra:

NOTA OFICIAL DA ARQUIDIOCESE DE SÃO SALVADOR DA BAHIA

PROJETO DE LEI SOBRE A QUARTA-FEIRA DE CINZAS

É de conhecimento de todos que recentemente foi aprovado pela Câmara Municipal de Salvador o Projeto de Lei nº. 45/2016, de autoria do Vereador Henrique Carballal, que “Disciplina a realização de eventos na quarta-feira de cinzas, no âmbito do município de Salvador, e dá outras providências”. Esse Projeto de Lei teve grande repercussão na cidade e em todo país, em especial nos ambientes político e econômico, principalmente entre aqueles diretamente interessados pelos festejos do Carnaval. A Arquidiocese de São Salvador da Bahia, tendo acompanhado essas manifestações, compreende ser imperioso posicionar-se a respeito da referida matéria.

O Vereador que apresentou o Projeto de Lei assim agiu, segundo seu próprio testemunho, em nome de sua fé e de seu dever como cidadão, procurando responder a inúmeras solicitações de seus representados. Tal ato, embora não tenha sido uma proposição requerida por nossa Arquidiocese, nos causou surpresa, reflexão e alegria, pois cumpre-nos o dever de defender costumes e tradições praticados pelo nosso povo. Esse também foi o entendimento da maioria dos senhores vereadores que aprovou o mencionado Projeto de Lei.

Sendo o Brasil um Estado laico, pressupõe-se, por um lado, a não intervenção da Igreja no Estado e, por outro, o dever deste de garantir o efetivo respeito às crenças e costumes religiosos praticados por cada um. Assim, torna-se imperioso compreender que as leis que regulam os festejos populares, como são os do Carnaval, não podem estar alheios a esse contexto; sua ocorrência deve adequar-se, pois, às tradições e celebrações religiosas – o que não vêm acontecendo nos últimos anos.

O Projeto de Lei nº 45/2016 deseja renovar a consciência de todos sobre o valor das tradições religiosas, e pretende evitar que o período da Quaresma seja desrespeitado, em flagrante prejuízo, especialmente da comunidade cristã católica. Acreditamos que os demais segmentos religiosos também desejam que suas tradições sejam mantidas e preservadas.

Por essas razões, nossa Arquidiocese vê, no Projeto de Lei agora aprovado, a oportunidade que a sociedade de Salvador, representada pela Câmara Municipal e por diversos outros organismos e entidades, tem de restaurar na cidade o ambiente propício para a vivência das tradições do povo cristão católico, evitando qualquer forma de agressão ou desrespeito, seja durante a realização do Carnaval, seja em qualquer outra manifestação cultural.

Em face do exposto, ciente de sua missão, a Arquidiocese de São Salvador da Bahia manifesta seu apoio a essa iniciativa da Câmara Municipal de Salvador, ao tempo em que aguarda, com expectativa, a manifestação de sensibilidade do Senhor Prefeito Municipal, no sentido de compreender a oportunidade do Projeto, sancionando-o e cooperando, assim, para o bem de toda a cidade e para o efetivo respeito de nossos valores.

Salvador, 04 de outubro de 2019.

Pelo Conselho Presbiteral da Arquidiocese de São Salvador da Bahia,

Dom Murilo S.R. Krieger, scj
Arcebispo de São Salvador da Bahia – Primaz do Brasil

Governador Rui Costa inaugura restauração do trecho de 30 quilômetros da Rodovia BA-225

/ Trânsito

Estrada é restaurada pelo Estado. Foto: Paula Fróes/Secom

Um dos compromissos da extensa agenda que o governador Rui Costa cumpriu em Presidente Dutra, na manhã desta sexta-feira (4), foi a entrega da restauração do trecho de 30 quilômetros da BA-225, que liga o município à vizinha Uibaí. A obra recebeu R$ 7,5 milhões em investimentos, beneficiando diretamente 38 mil baianos que moram nas duas cidades do centro-norte do estado.

”São diversas ações em Presidente Dutra, como a estrada, o acesso à cidade, o anúncio de uma nova escola estadual e outras obras para melhorar a vida das pessoas, além de uma carreta de rastreamento de câncer de mama e do colo de útero, que vai atender as cidades da região. É assim, cuidando de gente e da infraestrutura do estado, que vamos melhorar a vida de baianos e baianas”, disse Rui.

O trecho recuperado também dá acesso ao distrito de Campo Formoso, em Presidente Dutra, como lembrou o titular da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), Marcus Cavalcanti. ”Essa intervenção facilita o escoamento de toda a produção agrícola da região e também o acesso à Policlínica Regional de Saúde em Irecê”, afirmou o secretário.

Um dos 38 mil beneficiados pela restauração da estrada é o comerciante Domingos Chagas. ”Eu vou a Uibaí constantemente, porque tenho um terreno lá, e antes tinha que rodar em uma estrada horrível. Hoje, a pista está maravilhosa”, garantiu.

Ainda na área de infraestrutura, foi entregue a obra de pavimentação e drenagem da Rua João Alves, na sede de Presidente Dutra, numa parceria entre o Governo do Estado e a prefeitura. Nessa ação, R$ 406 mil foram investidos.