Jaguaquara: Após fechamento de academias, prefeito visita Conselho Regional de Educação Física

/ Jaguaquara

Giuliano com representantes do CREF13

O prefeito de Jaguaquara resolveu se manifestar publicamente, nesta terça-feira (1º), após operação que resultou no fechamento de academias de musculação da cidade, cuja ação foi realizada na quarta-feira (25/09), pelo Conselho Regional de Educação Física da Bahia (CREF13/BA), com apoio da  Vigilância Sanitária Municipal.

Conforme informou o Conselho, a fiscalização teria flagrado quatro pessoas em exercício ilegal da profissão e os principais problemas identificados pelos agentes foram a ausência de supervisão de um Profissional de Educação Física nos estabelecimentos esportivos, a falta de registro das academias no CREF, além de estagiários sem contrato e profissionais em desvio de área.

Em nota pública, emitida nesta terça através de sua assessoria o chefe do Executivo de Jaguaquara, Giuliano de Andrade Martinelli (PP), disse ter ido a sede do CREF13, em Salvador, onde o mandatário se reuniu com o superintendente da entidade, Anselmo Barcelona e com o técnico e Educador Físico, Paulo,  discutindo a falta de profissionais com bacharelado e  também de  Educadores Físicos para abertura de empresas especializadas em trabalhar com a saúde física dos jaguaquarenses.

”Tendo reconhecido a  obrigatoriedade de se ter um profissional com as  especialidades exigidas pelos órgãos fiscalizadores, Giuliano  disse  estar empenhado em continuar as discussões e agendou para a próxima semana um encontro com o Presidente do Conselho Regional de Educação Física na Bahia”, diz a nota que foi endereçada ao Blog Marcos Frahm pela sua assessoria.

Mesmo conscientes de que é exigido o cumprimento da legislação, os representantes de academias se posicionaram surpresos com a ação e buscavam clareza e bom senso por parte da Prefeitura, que teria colaborado com o CREF13 por meio da Vigilância Sanitária. Vale ressaltar que a operação também foi realizada em Maracás e Planaltino, municípios vizinhos. Muitas das academias já retomaram suas atividades.

Jaguaquara, Maracás e Planaltino tiveram 12 academias fechadas após fiscalização, diz site

/ Jaguaquara

Academias de Jaguaquara, Maracás e Planaltino foram fechadas após operação de fiscalização feita em conjunto entre o Conselho Regional de Educação Física da Bahia (CREF13/BA), a Vigilância Sanitária e o Núcleo Regional de Saúde, no período de 23 a 27 de setembro. A  fiscalização ainda flagrou quatro pessoas em exercício ilegal da profissão.

De acordo com o CREF13 os principais problemas identificados pelos agentes foram a ausência de supervisão de um Profissional de Educação Física nos estabelecimentos esportivos, a falta de registro das academias no CREF, além de estagiários sem contrato e profissionais em desvio de área.

Jaguaquara foi a cidade com o maior número de estabelecimentos fechados com um total de seis academias e um estabelecimento de Cross Training. Foram alvo da operação a Universitária Gold, Star Fitness,  Sport Fitness, Strondow, Cross Movie, Top Fitness e Sol Fit. Ainda em Jaguaquara, quatro profissionais foram flagrados em desvio de área.

Em Planaltino duas academias foram interditadas, a Espaço Fitness e outra que o nome não foi divulgado, e uma pessoa foi flagrada no exercício ilegal da profissão.

Na cidade de Maracás os estabelecimentos fechados foram três: Menina Mulher, Saúde Fitness e Academia de musculação MM. Na cidade três pessoas foram identificadas no exercício ilegal da profissão.

O Conselho Regional de Educação Física da Bahia informou ao Bahia Notícias que as academias devem ter ao menos um profissional formado em Educação Física e apto para a função.

*Matéria publicada nesta terça, pela jornalista Jade Coelho, no site Bahia Notícias

Em Jequié, vereadora defende construção de passarela ligando o Joaquim Romão ao Centro Industrial

/ Jequié

Laninha quer construção de passarela. Foto: Emanuel Jr.

Construção de uma Passarela ligando o bairro Joaquim Romão ao Centro Industrial de Jequié, nas imediações do IBAMETRO.  Este é o objetivo do Requerimento (1832019) de autoria da vereadora Laninha, aprovado por unanimidade na Câmara Municipa durante sessão desta terça-feira (1º).

Trata-se de uma reivindicação de muitos anos de toda a população jequieense, principalmente da população dos bairros Joaquim Romão e Cidade Nova.

”É grande o número de transeuntes que se deslocam dos bairros Km 4, Km 3, Agenor de Aragão, Itaigara e do bairro Mandacaru para o bairro Joaquim Romão usando a Ponte Teodoro Sampaio (Ponte do Mandacaru), causando engarrafamento e transtorno para os pedestres”, argumenta.

Câmara dos Deputados aprova MP que facilita venda de bens apreendidos com o tráfico

/ Brasília

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (1º) a Medida Provisória 885/19, que facilita a venda de bens apreendidos em ações de combate ao tráfico de drogas. O texto segue para análise do Senado.

Proposta pelo governo federal em junho, a medida agiliza o repasse, a estados e ao Distrito Federal, de recursos decorrentes da venda de bens apreendidos relacionados ao tráfico de drogas. A MP dá à Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) o poder de leiloar esses bens antes do término do processo criminal.

A expectativa do governo é que a MP facilite a transformação dos produtos apreendidos em recursos financeiros para custear ações de repressão policial, compra de equipamento, campanhas contra o uso de drogas, atendimento a dependentes químicos, entre outras ações.

Entre as mudanças propostas pelo relator do texto de conversão, deputado Capitão Wagner (Pros-CE), o juiz ordenará às secretarias de Fazenda e aos órgãos de registro e controle de aeronaves, embarcações e veículos a realização de averbações necessárias para livrar o bem a ser leiloado de qualquer gravame.

”Com a aprovação dessa MP, iremos garantir que os recursos apreendidos dos traficantes, recursos materiais ou recursos financeiros, sejam destinados, não só ao combate às facções que praticam crime e narcotráfico, às casas que cuidam e recuperam usuários de drogas, às polícias estaduais, à Polícia Federal e à Polícia Rodoviária Federal”, argumentou o deputado Capitão Wagner.

Segundo o Ministério da Justiça, existem atualmente no país 30 mil bens que estão à disposição da União aguardando destinação depois de terem sido apreendidos em operações de combate ao tráfico de drogas. Há ainda um número ainda maior de bens que foram aprendidos e aguardam o término do processo criminal para serem destinados aos leilões. A pasta estima que este número chegue a 50 mil. Da Agência Brasil

Governador parabeniza secretário que acorda às 5h: ”espero que os outros sigam o exemplo”

/ Política

Rui Costa durante o Papo Correria. Foto: Mateus Pereira

Em tom de brincadeira, o governador Rui Costa (PT) demonstrou sua empolgação ao descobrir que ao menos um de seus secretários acorda às 5h. A revelação foi feita durante a transmissão do Papo Correria, transmissão ao vivo que ele faz nas redes sociais toda terça-feira (1º).

”Não sei se foi hoje ou se foi ontem que eu passei uma mensagem às 5h30 da manhã e, pela primeira vez, um secretário me respondeu. (…) Tinha uma reclamação que eu recebi e encaminhei sem expectativa nenhuma de receber resposta de imediato. Quando eu vejo meu telefone tocando, o secretário me liga pra explicar sobre a mensagem que eu tinha passado”, contou Rui, animado.

O responsável pela alegria do governador é o titular da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), Nestor Duarte. Aos risos, Rui disse ainda que espera que o hábito dele, de levantar cedo, sirva de exemplo para os demais.

”Nestor, parabéns! Você é um secretário que acorda cedo, disposto para o trabalho. Parabéns! Espero que os outros sigam o exemplo e às 5h, 4h30, já possam responder as mensagens”, ressaltou. Nota do Bahia Notícias

Promotor de Justiça diz que declaração de Janot sobre matar Gilmar prejudicou muito o MPF

/ Justiça

Promotor de Justiça Edmundo Reis. Foto: Reprodução/ Youtube

O caso do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, que contou ter entrado armado no prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) com o objetivo de matar o ministro Gilmar Mendes quando ainda estava no cargo, foi classificado pelo promotor do Ministério Público da Bahia, Edmundo Reis como um desatino. Reis foi o convidado do apresentador José Eduardo, na noite desta terça-feira (1º), na Rádio Metrópole FM de Salvador.

O promotor acredita que Janot, naquele momento, estava perturbado emocionalmente, talvez com depressão, crise de ansiedade ou de stress. ”Foi demasiadamente prejudicial para a instituição [MPF] e para o Brasil ele fazer, dois anos depois, uma declaração dessa natureza em um contexto em que nós estamos”, analisou Reis.

A Corregedoria Nacional do Ministério Público analisará o caso. O grupo recebeu, nesta terça-feira (1), pedidos para que Janot seja punido.

O subprocurador-geral Moacir Guimarães Filho solicitou, em dois ofícios encaminhados ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), que Janot perca a aposentadoria e seu livro seja censurado. As informações são do BNews

Relator da ação penal sobre o ”bunker” vota pela condenação de Geddel e Lúcio Vieira Lima

/ Justiça

Irmãos Vieira Lima são acusados de corrupção e lavagem. Foto: Uol

O ministro Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, relator da ação penal sobre o bunker dos R$ 51 milhões em Salvador, votou pela condenação do ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) e seu irmão, o ex-deputado Lúcio Vieira Lima (MDB), em sessão de julgamento do caso na Segunda Turma da Corte.

Em sua manifestação, o ministro também quer a absolvição do delator Job Ribeiro Brandão, ex-homem de confiança da família de emedebistas, e do empresário Luiz Fernando Machado da Costa Filho, que era acusado de ajudar os políticos na ocultação do dinheiro. Para Fachin, ‘os elementos de prova produzidos nos autos retratam de forma fidedigna a hipótese acusatória descrita na incoativa no que diz respeito aos denunciados Geddel Quadros Vieira Lima e Lúcio Quadros Vieira Lima, os quais se associaram de forma estável e permanente a terceira pessoa para a prática de delitos de lavagem de dinheiro’. ”Com efeito, a adição de um propósito ilícito nas relações familiares travadas entre os denunciados Geddel Quadros Vieira Lima e Lúcio Quadros Vieira Lima com a sua genitora encontra-se muito bem esclarecida nas declarações prestadas pelo codenunciado Job Ribeiro Brandão, vinculado de longa data à família Vieira Lima que, como visto, prestou auxílio, ainda que de forma inconsciente, no armazenamento das quantias provenientes dos crimes antecedentes, bem como na operacionalização dos investimentos no mercado imobiliário”, anotou.

O ministro pede a condenação de Geddel por oito crimes de lavagem. Já a Lúcio, ele imputa dois crimes de lavagem. Sobre Job Brandão, ele afirma que ‘a adição de um propósito ilícito nas relações familiares travadas entre os denunciados Geddel Quadros Vieira Lima e Lúcio Quadros Vieira Lima com a sua genitora encontra-se muito bem esclarecida nas declarações prestadas’cpelo delator, ‘vinculado de longa data à família Vieira Lima que, como visto, prestou auxílio, ainda que de forma inconsciente, no armazenamento das quantias provenientes dos crimes antecedentes, bem como na operacionalização dos investimentos no mercado imobiliário’. ”Com efeito, o conjunto probatório produzido sob o crivo do contraditório revela que o denunciado Job Ribeiro Brandão, pelo período de aproximadamente 30 (trinta) anos, agiu como mero executor de ordens emanadas dos membros da família Vieira Lima, no seio da qual exercia a função de auxiliar para assuntos gerais, muito mais voltados aos interesses particulares dos seus empregadores do que ao interesse público da fonte pagadora dos vencimentos auferidos”, anota.

O ministro ainda afirma que embora ‘o denunciado Luiz Fernando Machado da Costa Filho tenha atuado ao menos de forma imprudente nos negócios celebrados com integrantes da família Vieira Lima, é certo que empreendia há mais de 25 (vinte e cinco) anos no ramo imobiliário, tendo concretizado cerca de 30 (trinta) empreendimentos dos quais apenas 7 (sete) foram implicados nos fatos sob julgamento’. ”Em relação aos aludidos coacusados, apesar das estreitas ligações com os referidos membros da família Vieira Lima, não é possível extrair dos autos qualquer elemento de prova que assegure, com a certeza que se exige à procedência da pretensão acusatória, suas adesões aos propósitos delitivos para os quais, conforme se passa a explicitar, efetivamente se reuniram os demais denunciados”, escreve.

Geddel, preso desde 8 de setembro de 2017, Lúcio, ainda o Luiz Fernando, e a mãe dos emedebistas, Marluce Vieira Lima, foram denunciados em dezembro de 2017, três meses após a deflagração da Operação Tesouro Perdido, que apreendeu, em 5 de setembro daquele ano, os R$ 51 milhões em dinheiro vivo – R$ 42,6 milhões e US$ 2,6 milhões – em um apartamento em Salvador, que fica a pouco mais de um quilômetro da casa da matriarca. No dinheiro, foram encontradas digitais de Geddel. Para Marluce Vieira Lima, o processo foi desmembrado à primeira instância. As informações são do Estadão

Caminhões de etanol são apreendidos na BR-242 com evidências de sonegação e outros crimes

/ Trânsito

Dois caminhões que transportavam 84 mil litros de etanol com evidências de sonegação e outros crimes foram apreendidos no fim de semana, na BR-242, no município de Cristópolis, próximo à divisa com Goiás, por fiscais da Secretaria da Fazenda (Sefaz-BA), com apoio da Polícia Militar, cuja informação foi divulgada nesta terça-feira (1º). Um dos caminhões levava 42 mil litros de etanol para destinatário inexistente em Salvador. O outro, ao entrar em território baiano com igual quantidade do produto, havia desviado 800 quilômetros da rota original com destino a Tutoia, no Maranhão.

Em cada caso, a Sefaz-BA emitiu auto de infração em nome da empresa transportadora e encaminhou os caminhões para a delegacia de Luís Eduardo Magalhães. Os motoristas foram ouvidos e foi aberto inquérito para apuração no âmbito criminal. O etanol apreendido ficará sob a guarda de fiel depositário até a conclusão das investigações.

O encaminhamento desse tipo de infração para a polícia e, em seguida, para o Ministério Público é um procedimento instituído pelo Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), que reúne a Sefaz-BA, o Ministério Público (MPBA), o Tribunal de Justiça (TJBA), a Polícia Civil e a Procuradoria Geral do Estado (PGE).

 

Posto Legal

As apreensões são consequência do cerco das autoridades às irregularidades no segmento, que resultou em outro caso ainda mais emblemático em setembro. O posto 2S, localizado em Conceição do Jacuípe, foi flagrado pela Operação Posto Legal por armazenar gasolina comum e aditivada com teores de álcool anidro de respectivamente 77% e 79%, muito acima do limite de 27% previsto em lei.

Responsável por apenas 12,24% da produção nordestina e 0,74% da brasileira, a Bahia é um grande importador do etanol proveniente de outros estados do Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste. O território baiano faz divisas com oito estados, o que estimula tentativas de burlar a legislação com práticas irregulares que sabotam a concorrência leal no mercado e lesam os consumidores.

No âmbito do transporte de cargas, essas práticas incluem o transporte do álcool sem nota fiscal ou com destinatário inexistente, com destinatário existente mas que não reconhece a compra dos produtos, com desvio de rota e com carga diferente daquela descrita nas notas fiscais.

 

Quando o combustível adquirido de forma irregular chega aos postos, a prática mais comum é a mistura do álcool à gasolina em proporções muito acima da permitida por lei, o que significa prejuízo certo para os consumidores. Se o carro for flex, o cliente paga por gasolina e leva um produto mais barato, mas a situação piora se o carro for movido exclusivamente a gasolina, já que a mistura irregular pode danificar o motor.

 

Jaguaquara: Prefeitura aciona Guarda e PM para apreender frutas de ambulantes no centro

/ Jaguaquara

Operação apreendeu uva e morango no comércio. Foto: Elton Almeida

A Guarda Municipal de Jaguaquara, com apoio da Polícia Militar, realizou, na manhã desta terça-feira (1º), uma operação no Centro da cidade para fiscalizar os vendedores ambulantes de frutas. A ação ocorreu por volta das 10h.

Segundo informações, quatro jovens, oriundos da cidade de Jequié, tiveram mercadorias como uva e morango apreendidas. Apesar de revoltados com a apreensão, os vendedores não reagiram, mas reclamaram da Prefeitura. ”A gente não tem outro lugar para trabalhar, não tem outro meio de sobrevivência. Em Jequié, a concorrência é grande e, desde 2014 vendemos frutas aqui em Jaguaquara”, lamentou um dos jovens.

O Comandante da Guarda, José de Souza, informou que o poder público  teria acatado denúncia de comerciantes, alegando que os jovens não pagam impostos para tal comercialização nas vias públicas.

Mercadoria apreendida foi levada à sede da Secretaria de Infraestrutura

Os produtos apreendidos foram encaminhados para a sede da Secretaria de Infraestutura, ficando a disposição do órgão, conforme relatou José em entrevista à Rádio Jaguar FM. O responsável pela GM disse ainda que os vendedores já haviam sido notificados verbalmente sobre o problema. O assunto gerou divergência de opinião entre moradores de Jaguaquara nas redes sociais, muitos dos quais se solidarizaram com os vendedores.

Trabalhadores já podem optar pelo saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

/ Economia

Os trabalhadores já podem optar pelo saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A opção pode ser registrada no aplicativo do FGTS ou na página .

Essa modalidade de saque foi criada pela Medida Provisória nº 889/2019. Ao confirmar esta opção em um dos canais divulgados pelo banco, o trabalhador deixará de efetuar o saque em caso de rescisão de contrato de trabalho.

O primeiro saque será feito de acordo com um calendário:

Mês de Nascimento                Período de saque

Janeiro e fevereiro                    Abril a junho de 2020

Março e abril                             Maio a julho de 2020

Maio e Junho                            Junho a agosto de 2020

Julho                                         Julho a setembro de 2020

Agosto                                      Agosto a outubro de 2020

Setembro                                  Setembro a novembro de 2020

Outubro                                     Outubro a dezembro de 2020

Novembro                                 Novembro de 2020 a janeiro de 2021

Dezembro                                 Dezembro de 2020 a fevereiro de 2021

 

Segundo o vice-presidente de Fundos de governo e Loterias, Paulo Ângelo, o primeiro calendário de liberação do saque-aniversário foi feito para não coincidir com a liberação da outra modalidade ”Estamos no calendário do pagamento do saque imediato com previsão de atendimento a 96 milhões de pessoas. Fizemos uma organização do atendimento de tal maneira a não confundir o saque imediato e o saque-aniversário”, disse. Da Agência Brasil

Educação: Com 2.838 vagas, terceiro edital do programa Partiu Estágio inscreve até sexta-feira

/ Educação

Programa já contratou 10.032 estudantes. Foto: Divulgação

Um universitário com experiência profissional na área de graduação tem mais chances de ingressar no mercado de trabalho após a formatura. Tendo em vista esse cenário, o Governo do Estado criou o Partiu Estágio, que já está no terceiro edital. Quem quiser preencher uma das 2.838 vagas do programa tem até a próxima sexta-feira (4) para fazer o cadastro.

Desde que foi lançado, em 2017, o Partiu Estágio já contratou 10.032 estudantes. A Secretaria da Administração do Estado (Saeb) é o órgão responsável pelo processo de seleção e encaminhamento dos estagiários para os respectivos postos de trabalho. No terceiro edital, são 61 órgãos e entidades da administração pública estadual, instalados em Salvador e em 40 municípios do interior baiano, como explica o titular da pasta, Edelvino Góes.

”Esse número expressivo de vagas é resultado da centralização da contratação de estagiários para atuarem no Estado, de modo a assegurar um caráter uniforme à seleção. Realmente, um estágio no setor público traz uma experiência diferenciada, muito rica e que acrescenta à formação desses novos profissionais”, avalia o secretário. A inscrição deve ser feita por meio do site do programa (www.programaestagio.saeb.ba.gov.br).

Considerada maior traficante de drogas da Bahia, Dona Maria recorre ao STF para reduzir pena

/ Justiça

Dona Maria está presa em Salvador. Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

Presa na semana passada, em São Paulo, Jasiane Silva Teixeira, conhecida como Dona Maria, ingressou com um pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar reduzir a pena de 5 anos de reclusão e 850 dias-multa que foi condenada a cumprir pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), inicialmente em regime semiaberto, por crime de associação ao tráfico.

Dama de Copas do Baralho do Crime da SSP, Jasiane, considerada a maior traficante da Bahia, recorreu ao STF após o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) negar seu pedido. A solicitação foi indeferida primeiro pelo ministro Rogério Schietti Cruz, do STJ, em decisão monocrática de agosto deste ano. Dona Maria recorreu da sentença à Sexta Turma da Corte, que também negou o recurso, em setembro.

Em petição ao STJ, ela pediu que a pena fosse cumprida em regime domiciliar, alegando ser responsável por uma criança de menos de 12 anos, ”portadora de doença grave”. Ao negar o habeas corpus, o STJ disse não ver ilegalidade no tamanho da pena determinada pelo TJ-BA.

“Na hipótese, não constato ilegalidade na valoração negativa da culpabilidade da ré e das consequências do delito, porquanto foram indicados elementos concretos dos autos para demonstrar a relevância da participação da acusada na associação criminosa – mentora intelectual do grupo, além de executora de atividades vinculadas aos ilícitos perpetrados – e a abrangência territorial das ações delitivas – atingiam diversos bairros da cidade de Vitória da Conquista”, diz a Sexta Turma.

CRIMES A criminosa foi apresentada na manhã de segunda-feira (30), na sede da Polícia Civil. Envolvida com dezenas de homicídios, roubos, corrupção de menores, falsidade ideológica, entre outros delitos, conforme informado pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Dona Maria atuava junto com o marido Bruno de Jesus Camilo, o ‘Pezão’, desde 2008 quando foram presos por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo.

Beneficiada com medida judicial que lhe garantiu liberdade provisória em 2009, Jasiane participou da execução de um agente penitenciário do Presídio de Jequié a pedido do seu marido. No ano seguinte, Pezão também ganhou liberdade provisória e foi morar na cidade de Santa Cruz Cabrália com Dona Maria.

Zé Cocá deixará Assembleia para ser candidato a prefeito de Jequié nas eleições de 2020

/ Jequié

Zé Cocá disputará à Prefeitura de Jequié. Foto: Blog Marcos Frahm

O encontro estadual do PP, realizado nesta segunda-feira (30/09), em Salvador, serviu para confirmar o que já vinha sendo ventilado nos meios políticos de Jequié. No evento, promovido pela sigla partidária na capital baiana, o presidente do PP e  vice-governador do Estado, João Leão, anunciou a filiação de 35 prefeitos. Com isso, o PP passa a contar com 91 prefeitos e esse número pode aumentar, já que o partido está conversando com outros seis gestores municipais. Entre eles está Wilker Torres (PSB), prefeito de Casa Nova, irmão do deputado estadual Tum, que teve a entrada no partido anunciada pelo vice-governador. Como o partido se movimenta, visando as eleições municipais de 2020, lideranças pepistas, como o deputado estadual Eduardo Salles apostam no crescimento do PP, com candidaturas de pelo menos cinco deputados que disputarão prefeituras Bahia afora. Conforme Eduardo, entre os parlamentares está Zé Cocá, que deverá deixar a Assembleia Legislativa para empunhar candidatura à Prefeitura de Jequié, cuja relação com a cidade começou a ficar estreita nas eleições de 2018, quando foi eleito deputado com 59.380 votos, obtendo a maior votação individual de Jequié para estadual – 19.821 votos.

Cocá já manifestava, nas entrelinhas, ainda quando prefeito do município vizinho, Lafaiete Coutinho, onde conseguiu ser candidato único à reeleição, em 2012, o desejo de ser candidato Jequié. Em entrevistas, sempre fez questão de afirmar que estudou na Cidade Sol e que sua relação com o município é existente desde a sua infância.

Contudo, Zé deverá está ciente de que haverá uma pulverização de candidaturas, tendo que enfrentar, inclusive, um ex-aliado e agora adversário declarado, que é o deputado federal Antônio Brito, que deverá lançar, pelo PSD, o cunhado e diretor da Santa Casa de Saúde, Alexandre Youssef, como candidato a prefeito. Brito goza de considerável credibilidade junto ao eleitorado local, onde obteve, pela segunda vez consecutiva, expressiva votação para federal, com mais de 29 mil votos. E a dobradinha no ano passado foi feita com Cocá. No entanto, a relação entre ambos azedou de lá pra cá. Hoje, os deputados caminham em campos opostos, apesar de serem aliados do governador Rui Costa (PT), que não deverá se intrometer e nem se manifestar publicamente sobre o racha. Rui até já descartou a hipótese alimentada na cidade, de que a sua esposa, a jequieense Aline Fernanda Peixoto seria incluída na disputa sucessória, na condição de candidata. Correndo por fora, está o atual prefeito, Sérgio da Gameleira (PSB), que não poderá ser candidato por ter assumido o cargo interinamente quando vice da então prefeita Tânia Brito e poderá  lançar um nome para sua sucessão. Segundo apurou o Blog Marcos Frahm, Gameleira não comunga com os projetos de Brito e Cocá e pretende aproveitar a intriga dois dois para tentar consolidar um nome e já começar a se articular.

Há, entretanto, quem enxergue nas movimentações de Sérgio somente um balão de ensaio para, mais tarde, se não conseguir viabilizar uma candidatura para o comando da Prefeitura, ao menos, se tornar decisivo com apoio. Porém, a decisão de apoiar alguém teria que passar pelo crivo dos deputados aliados, Euclides Fernandes e Paulo Magalhães, conforme o próprio prefeito declarou em entrevista recente.

Jequié: Gestão Sérgio da Gameleira prevê orçamento de 596 milhões de reais para 2020

/ Jequié

Gameleira encaminhou à Câmara. Foto: Blog Marcos Frahm

O prefeito Sérgio da Gameleira encaminhou à Câmara de Vereadores o Projeto de Lei 19/2019 em que estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Jequié para o exercício financeiro de 2020, para ser apreciado e aprovado. No seu Artigo 1° a Lei estima a receita e fixa a despesa no montante de R$ 595.689.000,00 (quinhentos e noventa e cinco milhões e seiscentos e oitenta e nove mil reais) e fixa a despesa em igual valor.

Justifica que o parâmetro utilizado para a definição da atualização da receita foi a análise da variação do comportamento da arrecadação individual das receitas correspondente aos exercícios 2016, 2017, 2018 e janeiro a junho de 2019, bem como a previsão de recursos a título de receitas de Convênios e Operações de Créditos conforme Leis Autorizativas n°2072 e 2073 de 14 de dezembro de 2018. As informações são do Blog Jequié e Região