Jequié: Em assembleia, professores da rede municipal decidem continuar com movimento de greve

/ Jequié

Professores fizeram protesto em frente à Câmara. Foto: Divulgação

Professores da rede municipal de ensino de Jequié deliberaram, em assembleia realizada nesta quarta-feira (21/08), em dar continuidade ao movimento grevista, iniciado na última quinta-feira, (15). Em nota a APLB/Sindicato informou que ”a decisão foi unânime por parte da categoria em defender a manutenção do direito conquistado por mais de duas décadas (valorização/ regência)”.

Durante a assembleia, ”a diretoria mostrou que o movimento dos professores vem recebendo apoio de entidades sindicais e sociedade civil organizada”. O Sindicato revelou ainda que está preparado para tomar as medidas jurídicas cabíveis diante da decisão emitida pelo Tribunal de Justiça da Bahia – TJBA, que teria determinado o retorno dos professores às salas de aula.

Os professores presentes na assembleia deixaram claro que não vão abrir mão do que é de direito da categoria: ”temos que resistir, pois não podemos abrir precedentes para que novos direitos sejam retirados”, afirmou a diretora da APLB, Caroline Moraes.

Após a assembleia, a categoria seguiu em caminhada pelas ruas da cidade até a Câmara de Vereadores, na área central de Jequié, para cobrar apoio do Poder Legislativo, porém, não houve sessão por conta de LUTO oficial decretado devido ao falecimento da ex vice-prefeita Cinara Abreu. A atividade se encerrou com um ato de resistência dos professores. A próxima atividade da greve está marcada para esta quinta-feira (22), quando haverá a doação de sangue no HEMOBA/HPV pela valorização da carreira dos professores. Na sexta-feira haverá uma caminhada no Bairro do Mandacaru, às 7h30, com concentração no Posto Sebastião Azevedo.

A entidade disse ainda em nota que, ”sem a abertura para o diálogo e com os direitos desrespeitados, a categoria demonstra indignação, uma vez que o argumento do executivo apresentados no Decreto 20.091 não convence”.

Vanádio de Maracás, do grupo Largo Resources, vai investir R$ 83 milhões na exploração do minério

/ Economia

Representantes da Largo e do Governo se reúnem. Foto: Divulgação

A Bahia vai receber investimentos na ordem de R$ 608 milhões, com a implantação de quatro novos empreendimentos e gerar 364 empregos diretos em Camaçari, Maracás e Sento Sé. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (21/08) durante a assinatura de protocolos de intenções na Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), por empresas do ramo de mineração, eletricidade e gás, petroquímico e de plástico.

”Um dos procedimentos que passamos a executar foi a assinatura de protocolos com empresas de setores diferentes, para modernizar e dar mais celeridade ao atendimento. Acreditamos que isso ajuda a fomentar novos negócios e aumentar o network entre os empresários que investem no nosso estado”, afirma Luiz Gugé, chefe de Gabinete e secretário em exercício da SDE, João Leão.

Mineração em Maracás

No segmento de Mineração, a Vanádio de Maracás, do grupo Largo Resources, que produz 7% da demanda mundial de pentóxido de vanádio e exporta 100% do seu produto, vai investir R$ 83 milhões na ampliação e modernização da planta mineiro-industrial no município de Maracás, no Vale do Jiquiriçá. De acordo com o diretor da empresa, Nilson Chaves, os equipamentos já chegaram e estão sendo instalados e testados. ”Em setembro, já sentiremos melhora na produção e, no início de 2020, devemos atingir o aumento de 37% previstos. Vamos manter os 373 empregos existentes e promover a geração de 25 novos empregos diretos”, diz.

Jequié: Câmara aprova requerimento de vereador para convocar secretário de Saúde para esclarecimentos

/ Jequié

Vereador Reges Silva questiona a pasta da Saúde. Foto: Emanul Jr.

A Câmara Municipal de Jequié aprovou requerimento (141/19) de autoria do vereador Reges Pereira da Silva em que convoca o secretário de Saúde, Vitor Lavinsky, para prestar esclarecimentos sobre a Pasta, partindo do princípio de que ”foi identificada pelo IPREJ a ausência de repasses e depósitos vencidos e que tais fatos afetam as metas de rentabilidade do Regime Próprio de Previdência Social do município de Jequié, mas, principalmente, afeta a credibilidade do município e também do Instituto de Previdência, que tem a função de zelar pelo patrimônio do Regime Próprio de Previdência Social do Município e para que fatos dessa natureza não aconteçam”.

O vereador lembra que ”o Sr. Emanuel Silva Almeida, Diretor/Presidente do IPREJ, vem notificando constantemente o Fundo Municipal de Saúde pela não regularização do débito previdenciário, onde deverá incidir a devida atualização dos valores e juros aplicáveis aos tributos municipais, nos termos da Lei municipal n° 1083/89 – CTM e 1.800/2008 até a data do efetivo pagamento, evitando assim uma cobrança judicial e as consequências dela inerentes”.

”Diante do exposto, o presidente da Comissão de Saúde desta Casa de Leis pede a Presença do Secretário Municipal de Saúde para que possa esclarecer esta situação que vem atormentando os previdenciários de Jequié”, destaca Reges Silva.

Na justificativa de seu Requerimento, o vereador cita o seguinte: ”Que a situação do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Jequié – IPREJ – criado com a finalidade de proteger e amparar o servidor público municipal e seus dependentes, garantindo aos mesmos, os meios de subsistência nos eventos de invalidez, doença, acidente em serviço, velhice, inatividade, falecimento e reclusão, compreendendo aposentadorias, pensões e auxílios” e que que a Secretaria de Saúde mensalmente desconta dos servidores a importância de 11% (onze por cento) sobre os salários de contribuição, e igualmente deve contribuir com a importância de 32,26% (trinta e dois vírgula vinte e seis por cento), visando compor as reservas financeiras do Regime Próprio de Previdência Social do Município de Jequié.

Em reunião, Consórcio do Nordeste define compras coletivas na área da saúde como prioridade

/ Política

Governadores nordestinos voltaram a se reunir. Foto: Roberta Aline

Reunidos em Teresina, nesta quarta-feira (21), os governadores do Nordeste discutiram assuntos de interesse dos estados para alavancar o crescimento da região. Entre eles, as compras em conjunto, o projeto Nordeste Conectado e a missão internacional prevista para a segunda quinzena de novembro. O encontro faz parte das ações do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste.

Em ação inédita e histórica no país, os estados da região estão definindo uma série de compras conjuntas para otimizar a gestão e reduzir os custos de insumos. A primeira delas será na área de saúde, incluindo equipamentos e remédios. O primeiro lote de registro de preço deve ser divulgado nas próximas semanas.

”Estamos dando passos para consolidar essa importante ferramenta de gestão, que é o consórcio. Com as compras coletivas, vamos conseguir fazer mais com menos recursos. As equipes de cada estado devem deixar a vaidade de lado e trabalhar em conjunto. Definimos como prioridade a área de saúde, mas também teremos reflexos na educação e na segurança”, explicou o governador da Bahia e presidente do consórcio, Rui Costa.

Outro assunto discutido foi o projeto Nordeste Conectado. ”Haverá um chamamento público na área de tecnologia para o desenvolvimento do projeto, na modalidade de PPP [parceria público-privada]. Ele será de caráter internacional, para que tenhamos em breve um Nordeste conectado e integrado na comunicação. Uma reunião com técnicos vai ocorrer no dia 28, em Fortaleza, para afunilar os termos do edital”, acrescentou Rui.

Prefeito de Santo Amaro é punido pelo TCM por irregularidades em contratação de bandas

/ Bahia

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) multou o prefeito de Santo Amaro, Flaviano Rohrs da Silva Bonfim (DEM), em R$ 10 mil por irregularidades em processos de inexigibilidade para contratação de bandas e músicos para a festa de Nossa Senhora da Purificação de 2017. A parecer foi tomado na sessão desta quarta-feira (21) pelo conselheiro José Alfredo Rocha Dias.

De acordo com análise feita por técnicos do TCM, diversos artistas foram contratados através de representantes não-exclusivos ou sem contrato de representação. Além disso, não foi apresentada a comprovação da inviabilidade de competição e de justificativa das escolhas. O relator do parecer apontou que houve inobservância de normas legais.

O gestor, por sua vez, ressaltou em sua defesa que a festa de Nossa Senhora da Purificação  tem uma relevância histórica para o município. Ele ainda fez um retrospecto das contratações de artistas e bandas dos últimos seis anos, além de destacar o impacto da festividade na economia local e disse que as normas legais teriam sido observadas.

Flaviano apresentou documentação que, segundo o mesmo, seria prova da exclusividade dos representantes e empresários. Mas os documentos anexados se resumem a publicações de internet sobre a festa e relação de ”artistas consagrados” que teriam participado do evento.

O relator disse reconhecer a importância dos festejos. ”Todavia, tal fato não pode servir de tapume para atropelo no cumprimento das normas legais de regência, muito menos para a sonegação de processos ao exame da Corte”, alertou.

OUTRO PREFEITO MULTADO
Na mesma sessão, um ex-prefeito cidade foi multado. Ricardo Machado (PT) terá que pagar R$ 3,5 mil por nter fieto estornos de liquidação sem que apresentasse documentos probatórios. *BN

Canor Nego do Borel é condenado a indenizar motorista de aplicativo em R$ 20 mil

/ Justiça

Borel foi processado por motorista de aplicativo. Foto: Divulgação

O cantor Nego do Borel tem mais uma dívida com a Justiça. Após ser pego em uma Lei Seca e ter que pagar uma multa de R$ 2.934,70 por recusar fazer o teste do bafômetro, o funkeiro agora terá que pagar uma indenização de R$ 20 mil a um motorista de aplicativo.

De acordo com Blog do Leo Dias, o cantor teria feito um vídeo zombando do profissional em janeiro de 2018. O rapaz pede a indenização por danos morais por ter considerado a situação ‘vexatória e humilhante’. Os vídeos onde o artista brinca com o motorista foram retirados da internet e apenas o réu tem acesso as gravações.

A assessoria do cantor afirma que Nego não irá se pronunciar sobre o caso. ”O processo ainda está em curso e o cantor Nego do Borel não se pronunciará em respeito às partes e ao judiciário. Ele não se lembra do episódio e os vídeos que o cantor publica em suas redes sociais sempre buscam descontrair os envolvidos e os seus seguidores. Jamais com a intenção de submeter quem quer que seja a qualquer constrangimento”.

Noiva de Gabriel Diniz revela que cantor teve joias roubadas após acidente de avião

/ Entretenimento

Karol que peças foram desenhadas por Diniz. Foto: Instagram

Quase quatro meses após a morte de Gabriel Diniz, a noiva do cantor, Karoline Calheiros, veio a público responder algumas perguntas feitas por fãs em um vídeo disponível no Youtube. Durante o bate-papo Karol se emocionou ao lembrar que o artista teve suas joias roubadas no acidente de avião que tirou a vida dele.

”Tinha um compartimento na mochila dele onde ele guardava todas as peças de ouro. Infelizmente, tudo foi embora. Espero que abençoe de alguma forma as pessoas que agora estão com esses objetos. Eram muito significativos para a gente”, contou a jovem.

Segundo Karol, todas as peças foram desenhadas por Diniz e feitas por um ourives de João Pessoa. Dentre os pertences de Gabriel Diniz que foram encontrados no local do acidente restaram a mala e uma agenda do artista, que estava dentro da mochila.

”Do acidente todo, o que ficou intacto foi a agenda preta dele, com todos seus planos, projetos e agradecimentos. Deus deixou essa agenda intacta justamente para que nós levássemos para a frente todos os projetos dele”.

Ex-vice-prefeita de Jequié, Cinara Abreu, comete suicídio; Câmara de Vereadores suspende sessão

/ Jequié

Cinara dos Santos Abreu, 51 anos

A Câmara Municipal de Jequié suspendeu as atividades, inclusive a sessão ordinária marcada para esta quarta-feira (21/08) após a informação sobre o cometimento de suicídio pela ex-vice-prefeita do município, a enfermeira Cinara dos Santos Abreu, cujo corpo foi encontrado em sua residência, na Rua Professor Antonio Félix de Brito, nas proximidades da Caixa D’Água. Cinara tinha 51 anos e foi encontrada sem sinais vitais dentro da própria casa, por volta das 18h30 de ontem, quando policiais militares foram acionados para irem ao imóvel.

O corpo dela foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), que revelará a causa da morte, mas a polícia trabalha com a suspeita de suicídio. Em nota, o presidente da Câmara, Emanuel Campos – Tinho, em nome dos demais vereadores lamentou a morte e suspendeu a sessão. O prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira, também emitiu nota de pesar pelo falecimento da ex-vice-prefeita. Ela atuou no cargo de vice no período de 2001 a 2004, quando foi eleita na chapa do ex-prefeito Roberto Britto. Na ocasião, Brito teria sido reconduzido pela população para o segundo mandato.  Cinara era funcionária aposentada da Secretaria de Saúde do Estado-Sesab e dirigiu a 13ª Diretoria Regional de Saúde-Dires, sediada na Cidade Sol.  Ela também foi uma das 27 pessoas acidentadas em (08) de março de 2001, quando um palanque em que eram abrigados prefeitos da região num evento que homenageava o então senador Antonio Carlos Magalhães desabou em praça pública em Jequié. A partir dessa data, Cinara passou a conviver com problemas físicos, psicológicos e era submetida a ingestão de medicamentos. Concluiu o curso de Artes Cênicas na Universidade estadual do Sudoeste da Bahia – Uesb.

Segundo suicídio registrado em Jequié

Também em Jequié, por volta das 20h, a Polícia Militar foi acionada e confirmou a morte por enforcamento do servidor público estadual aposentado, João Francisco de Souza, 67 anos, que teve o corpo encontrado pendurado por uma corda amarrada ao pescoço e cumeeira da casa, no Loteamento Água Branca, no bairro Jequiezinho. O ancião era apelidado de Joaozinho e trabalhou no Ginásio de Esportes Anibal Brito e no Centro Social Urbano-CSU. Ele era separado e deixou duas filhas, que atualmente residem no estado de SP.

Sessão é interrompida após rato invadir plenário da Câmara de Vereadores em Barreiras

/ Bahia

Uma sessão que ocorria na Câmara de Vereadores de Barreiras, no oeste da Bahia, precisou ser interrompida depois que um rato invadiu o plenário. No momento, houve muita gritaria e aplausos, depois que um homem retirou o animal do local com a mão.

O caso ocorreu na noite de terça-feira (20). Nas imagens, é possível ver o animal invadindo o plenário. Um vereador, que aparece de terno preto, tenta tirar o rato com um ”chute”, mas ele sai correndo pela tribuna.

O animal só foi “capturado” depois que um outro homem consegue alcançar o rato e pegar ele com a mão. No vídeo, o público aplaude o rapaz em seguida.

Por meio de nota, a Câmara de Vereadores informou que o animal saiu de uma fresta do ar condicionado, provavelmente vindo da caixa externa de esgoto. E, que, passado o alvoroço, a sessão foi retomada, com debate de todos os assuntos previstos para a noite. Com informações do G1

Gilmar Mendes manda investigar o presidente do PP por receber doação via caixa dois da JBS

/ Justiça

Ciro Nogueira, líder do PP. Foto: Pedro França/Agência Senado

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes determinou a instauração de uma investigação contra o senador Ciro Nogueira (PP-PI), por suposto crime de falsidade ideológica eleitoral. A decisão se deu no âmbito da petição 7992, enviada ao STF pela Procuradoria Geral da República, que terá 60 dias para solicitar as diligências em face do senador. Segundo a decisão, o nome do senador consta em planilhas apresentadas pelos irmãos Joesley e Wesley Batista, do Grupo J&F, relacionadas a ”contribuições realizadas para campanhas políticas via caixa dois”.

O documento indica que Ciro Nogueira teria recebido valores em espécie nas eleições realizadas em 2014. Segundo Gilmar, colaboradores indicaram que algumas doações foram feitas para ‘evitar retaliações ou dificuldades para as empresas e, em outros casos, para ‘garantir a boa vontade e facilidade de contatos para futuros pleitos empresariais’.

Além do depoimento dos irmãos Batista, o pedido feito pela PGR tem como base as colaborações de Ricardo Saud, Francisco de Assis e Silva, Florisvaldo Caetano de Oliveira, Valdir Aparecido Boni e Demilton Antônio de Castro, outros executivos do grupo.

Após vaias em Salvador, ministro diz que foi convencido por ACM a participar de evento

/ Política

ACM teria convidado ministro para evento. Foto: Vagner Souza

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles admitiu que foi ”convencido” por ACM Neto a realizar a Semana do Clima em Salvador. Ele havia cancelado o evento promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), mas teve resistência da prefeitura e o governo federal recuou, decidindo apoiar o evento. Ao ser anunciado, Salles foi vaiado diversas vezes. Em meio aos protestos, ele discursou afirmando que os ”protestos têm eco no Governo”.

”Fomos convencidos pelo prefeito a fazermos o evento o que permite que os senhores, as senhoras estejam aqui manifestando as suas posições, seus pontos de vista. Estou vendo aqui os cartazes e as manifestações de cada um, tem sim eco nas iniciativas que nós temos considerados. Importante dizer que muitas questões que estão em Brasília de proteção ao Meio Ambiente são questões em evolução, apresentação de lei”, disse, na manhã desta quarta-feira (21).

O prefeito de Salvador, ACM Neto, também comentou o caso. ”Temos condições de colocar nas atitudes do dia a dia o nosso coração, esse é o jeito de ser do povo baiano, essa é a forma de viver dos soteropolitanos. Por isso eu proponho que, acima das questões políticas e ideológicas, todos estejamos unidos na luta pela preservação do nosso meio ambiente e na construção do futuro do planeta que hoje viram seus olhos para a primeira capital do Brasil”, afirmou.

A Semana Latino-Americana e Caribenha sobre Mudança do Clima acontece no Salvador Hall (Paralela) até esta sexta-feira (23).

 

”Farsa, lobista e empresarial”, diz ativista ambiental sobre evento com ministro em Salvador

/ Entrevista

Thaís brada contra ministro em Salvador. Foto: Matheus Morais

O segundo dia da Semana do Clima, evento organizado pela Prefeitura de Salvador e a Organização das Nações Unidas (ONU), foi palco de protestos de diversas organizações em prol do meio ambiente.

Membro da Fundação Terra Mirim, que tem como base a sustentabilidade e a emancipação cidadã, a ativista Thaís Vinhas afirmou, nesta quarta-feira (21), que o evento é uma ”farsa” e ”não tem a representatividade do povo brasileiro”.

”É lobista, empresarial, não tem a presença de povos de comunidades tradicionais e da população da Região Metropolitana de Salvador”, criticou. ”A Amazônia está em chamas e eles estão falando sobre financiamento climático”, complementou.

Membro do Observatório de Saneamento Básico da Bahia, Gabriela Toledo também reprovou a Semana do Clima e ressaltou a necessidade de discutir as ”emergências climáticas”.

”Hoje nós vamos discutir como as pessoas têm sentido isso e como as desigualdades que têm sido estabelecidas nesse país estão sendo acirradas a cada momento”, falou, segundo o site bahia.ba.

Município de Itagi é acionado pelo Ministério Público por ausência de política municipal de meio ambiente

O Ministério Público estadual ajuizou, na segunda-feira (19/08), ação civil pública contra o Município de Itagi, no Médio Rio de Contas. Segundo o promotor de Justiça Maurício Foltz Cavalcanti, o Município não tem cumprido as obrigações relacionadas às questões ambientais, já que não conta com Lei de Política Municipal de Meio Ambiente (LPMMA) e, consequentemente, é desprovido de Sistema Municipal de Meio Ambiente (Sismuma).

Conforme a ação, relatório elaborado por equipe técnica do MP apontou que Itagi não possui capacidade técnica e administrativa para exercer atividades de licenciamento e fiscalização ambientais.

Diante do cenário de ”probabilidade de que lesões ambientais estejam sendo praticadas em função da omissão ilícita do Poder Municipal”, Maurício Foltz solicita à Justiça que determine, em decisão liminar, que o Município comunique imediatamente ao Estado da Bahia sobre sua inaptidão ambiental, para que o órgão estadual competente assuma as atribuições ambientais, de forma supletiva, como licenciamento e fiscalização.

É também solicitado à Justiça que determine a Itagi a promoção, em 90 dias, de estudos para elaborar e criar a LPMMA e inicie a implantação do Sismuma.

Motociclista morreu após colidir moto com carreta na BR-116, em Jequié, na noite desta terça-feira

/ Trânsito

Corpo da vítima foi levado ao IML. Foto: Blog Marcos Frahm

Um motociclista morreu na noite desta terça-feira (20/08) após colidir a moto que pilotava contra uma carreta que tragava pela mesma rodovia, no perímetro urbano da cidade de Jequié.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 22h, em uma ponte, no trecho do bairro Cidade Nova, quando o condutor da motocicleta, identificado como Wanderlei de Jesus Fernandes tentava uma ultrapassagem e colidiu lateralmente com a carreta.

Ainda conforme a PRF, Wanderlei, que era funcionário da empresa Fortaleza Transportes ficou gravemente ferido, chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ao Hospital Geral Prado Valadares (HGPV),  mas não resistiu e foi a óbito ao dar entrada na unidade hospitalar, de onde foi encaminhado o corpo por uma equipe do DPT ao IML de Jequié.