Bolsonaro nega saída de Marcos Cintra e diz que secretário ”por enquanto está muito bem”

/ Brasília

Crise institucional da Receita mexe com Cintra. Foto: Divulgação

Em meio a estudos para reformulação da Receita Federal, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta quinta-feira (15) que o titular da secretaria, Marcos Cintra, ”por enquanto está muito bem” e que ele permanece no cargo. ”Não, o Cintra por enquanto está muito bem. Ele só não está em Brasília essa semana porque fez uma cirurgia não sei do que em São Paulo”, disse Bolsonaro ao deixar o Palácio da Alvorada pela manhã. Questionado sobre o motivo de dizer ”por enquanto” ao se referir à permanência do secretário, desconversou. ”Porque, sem problema, igual você comigo [em referência ao repórter]. Por enquanto eu estou te atendendo, a partir de amanhã pode ser que eu não te atenda mais.”

Como mostrou nesta quinta o Painel, da Folha de S.Paulo, a crise institucional envolvendo a Receita colocou em xeque a permanência de Cintra na chefia do órgão. Depois que até Bolsonaro reclamou de uma suposta atuação política de auditores, o apoio a Cintra encolheu rapidamente. Integrantes do governo dizem que ”falta comando” ao fisco e apostam que mudança de comando.

Diante do ataque de representantes dos três poderes à Receita, o órgão deverá ganhar uma blindagem institucional e pode ter suas atribuições fatiadas. O tema está sob estudo no Ministério da Economia, que pode transformar a secretaria em uma autarquia e separar a arrecadação da elaboração de políticas tributárias. O ministério vive hoje um bombardeio direcionado a dois de seus órgãos: a Receita e o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras).

Incomodou a classe política e integrantes do Judiciário o fechamento de cerco feito recentemente a autoridades pelos dois órgãos. Soma-se a isso o plano de Cintra de criar um imposto semelhante à CPMF, medida impopular e que sofre resistência no Congresso. As ações de Cintra têm desagradado em especial Bolsonaro, com quem já teve ao menos quatro desavenças desde o início do ano. Caso mais latente é a discussão sobre a criação do imposto sobre pagamentos, uma espécie de CPMF. Enquanto Cintra fala abertamente sobre o tributo, o presidente diz que seu governo não recriará a contribuição. Nos bastidores, aliados de Bolsonaro dizem que as reclamações em torno da CMPF são apenas a cereja do bolo de uma série de queixas. Ele tem reclamado de ações da Receita e do Coaf que tiveram sua família como alvo.

Seu primogênito, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), é alvo de apuração que teve como base relatórios do Coaf e dados fiscais. Na visão do presidente, as investigações têm como objetivo atingi-lo indiretamente. Cintra e Bolsonaro já se desentenderam também sobre a tributação de impostos a igrejas e aumento do IOF logo nos primeiros dias do governo. *Folhapress

Ministério da Educação anuncia que vai prorrogar prazos de inscrição para ProUni e Fies

/ Educação

O Ministério da Educação (MEC) vai prorrogar o prazo para estudantes e instituições se inscreverem no Programa Universidade para Todos (ProUni) e no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Uma instabilidade nos portais entre 5 e 7 de agosto provocou a extensão dos prazos.

No caso do Prouni, os estudantes não matriculados nas instituições de educação superior (IES) terão até 19 de agosto para concorrer a uma das bolsas remanescentes. O prazo anterior terminava na sexta-feira (16). Para os matriculados, a data final continua a ser 30 de setembro.

No Fies, o prazo para as Comissões Permanentes de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) das IES validar as informações prestadas por estudantes pré-selecionados na lista de espera que venceria de 5 a 9 passou para 16 de agosto.

Segundo o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, na semana passada, o MEC acionou a Polícia Federal para investigar indícios de sabotagem aos portais e opção por prorrogar os prazos visam a não prejudicar os estudantes.

O Sistema Presença, utilizado para pagamento do benefício do Bolsa Família, também passou por instabilidade, mas o MEC não identificou necessidade de prorrogar o prazo para envio de informações, que continua a ser 23 de agosto.

Arthur anuncia show de Djavan em Jequié, para o dia 12 de setembro; ”para quem gosta da boa música”

/ Entretenimento

Arthur aposta em grande público para o show. Foto: Marcos Frahm

O cantor Djavan, um dos grandes nomes da Música Popular Brasileira ser apresentará em Jequié. A apresentação será no dia (12) de setembro, partir das 20h30, na área de eventos da AABB.

Para o promotor de eventos Arthur Pires, que promove a festa em jequié diz que a expectativa cresce a cada dia diante da acentuada procura por ingressos. ”Uma boa oportunidade para quem gosta da boa música ir ver de perto o grande artista que é o Djavan. Ele que fará apenas dois shows na Bahia, um em Jequié e o outro  em Lauro de Freitas. Esperamos contar com a presença de todos os seus fãs, não apenas de Jequié, mas de toda a região para este fantástico show”, disse Arthur ao Blog Marcos Frahm.

Os ingressos variam entre R$ 100,00 a R$ 110,00 e já estão à venda em vários pontos de Jequié e região. Casadinha R$ 18,00 em espécie e R$ 198,00 no cartão; mesa R$ 250,00 em espécie e R$ 275,00 no cartão [ por pessoa] com parcelamento em até seis vezes.

Pela semifinal da Copa do Brasil, Grêmio vence o Athletico-PR e abre vantagem para ir à final

/ Esporte

Cebolinha deu passe para gol. Digue Cardoso/ Estadão Conteúdo

Grêmio e Athletico-PR iniciaram na noite desta quarta-feira (14/08) a disputa por uma vaga na final da Copa do Brasil de 2019. Enquanto o tricolor busca o sexto título na competição, os rubro-negros vão atrás da primeira taça do torneio nacional.

Em Porto Alegre, a equipe do técnico Renato Gaúcho mediu forças com o time de Tiago Nunes e se deu bem ao vencer por 2×0. Com o resultado, o tricolor pode até perder por um gol de diferença no segundo encontro. O jogo de volta está marcado para acontecer só no dia 4 de setembro, na Arena da Baixada, em Curitiba. Os gaúchos entraram em campo apostando no bom futebol de Everton Cebolinha. No ataque, André foi mantido e Diego Tardelli começou no banco de reservas.

E a aposta deu resultado logo aos 23 minutos da etapa inicial. Everton recebeu pelo lado esquerdo e, na entrada da área, mandou com perfeição na cabeça de André. O camisa 90 não perdoou e balançou a rede adversária. A equipe paranaense, por sua vez, apostava as fichas no centroavante Marco Ruben, um dos destaques da temporada pelo Furacão.

E foi dele a única chance do rubro-negro nos primeiros 45 minutos. Depois de receber passe de Marcelo Cirino, Marco Ruben invadiu a área e chutou cruzado, rasteiro, só que a bola passou ao lado do gol de Paulo Victor. Na volta do intervalo, o Athletico melhorou e conseguiu incomodar um pouco mais. Nikão entrou na vaga de Marco Ruben, enquanto Tardelli substituiu André.

Só que quem brilhou mesmo foi o gremista Jean Pyerre em falta sofrida por Everton. Na cobrança, o meia bateu com maestria para ampliar o marcador, sem chance para o goleiro Santos.  O Grêmio ainda criou outras oportunidades e o Athletico também tentou diminuiu o placar, mas a partida terminou mesmo em 2×0. Agora, o Furacão terá tarefa complicada no duelo de volta.