Prefeitura de Jequié entrega novos veículos adaptados e com acessibilidade para a Saúde e Educação

/ Jequié, NOTÍCIAS

Prefeito, deputado e secretários em entrega. Foto: Divulgação

Devido a precariedade em que se encontravam muitos dos veículos da Prefeitura de Jequié, o prefeito, Sérgio da Gameleira, deu início, ainda em 2017, a mudanças do setor de transportes do município, com a ampliação e modernização da frota municipal, com o objetivo de melhorar o atendimento prestado à população. Nesta quinta-feira (11/07), aconteceu a solenidade de entrega de mais outros três veículos, adquiridos com recursos próprios, e destinados à Secretaria de Saúde e à Secretaria de Educação.

Na ocasião de entrega dos veículos, que aconteceu na Praça Rui Barbosa, estiveram presentes o prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira; o deputado estadual, Euclides Fernandes; o secretário de Saúde, Vitor Lavinsky; o secretário de Educação, Paulo Andrade; o vereador e líder da maioria, Roque Silva; os vereadores, José Augusto de Aguiar, o Gutinha; José Simões de Carvalho; Jackson Roberto, Beto de Lalá; demais secretários municipais, lideranças comunitárias e população em geral.

Desta vez, foram adquiridos dois micro-ônibus e uma van, que tem capacidade para transportar 16 passageiros. Os micro-ônibus atenderão aos alunos das escolas dos distritos e van, aos usuários do Tratamento Fora do Domicílio, o TFD. Para garantir o acesso das pessoas com deficiência ou com dificuldade de locomoção, os novos veículos possuem elevador para cadeira de rodas e acessórios de acessibilidade.

 

Governo confirma rompimento de barragem em Pedro Alexandre; 300 pessoas ficaram desalojadas

/ Bahia

A água de uma barragem que fica no povoado de Quati, em Pedro Alexandre, a cerca de 435 km de Salvador, invadiu, na manhã desta quinta-feira (11), a cidade vizinha de Coronel João Sá e deixou cerca de 300 pessoas desalojadas. Não há informações de desalojados em Pedro Alexandre. Conforme a Defesa Civil da cidade, as fortes chuvas que caem na região do Rio do Peixe contribuíram para o transbordamento da água. Não houve feridos. A Prefeitura de Pedro Alexandre – que fica no nordeste baiano, perto da divisa com Sergipe – decretou estado de calamidade e emergência após o município ter sido tomado pela água.

Coronel João Sá fica a 45 km de Pedro Alexandre. Os desalojados fazem parte de cerca de 120 famílias que moram às margens do Rio do Peixe, que corta a região. A água que vazou da barragem seguiu o curso do rio e, por volta das 15h30, chegou a João de Sá. O percurso do rio entre as duas cidades é de cerca de 80 km. Não há informações da velocidade que a água chegou ao local, e nem da extensão dos prejuízos. Os desalojados foram levados para ginásios de esportes e escolas de João Sá. Desde o início da manhã, a administração de Coronel João Sá, que fica em um nível abaixo da barragem e é cortado pelo Rio do Peixe, pediu para que as famílias que moravam às margens do rio deixassem o local. Coronel João Sá já tinha áreas alagadas, mas por conta da chuva A preocupação adicional era justamente com a enxurrada provocada pelo transbordamento da barragem do Quati.

Segundo a Defesa Civil de Pedro Alexandre e a Secretaria de Comunicação de Coronel João Sá, a barragem de Quati transbordou por volta das 6h desta quinta, e se rompeu às 11h. Já o Governo do Estado disse que não houve rompimento. O site G1 informou que questionou se técnicos do estado estiveram no local para constatar que não houve rompimento. No entanto, o governo respondeu que a posição oficial é que não houve colapso na estrutura, mas não detalhou o que de fato aconteceu, e nem como se chegou a essa conclusão.

O Estado ainda disse que a barragem foi construída pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car) e entregue em novembro de 2000 à Associação de Moradores da Comunidade de Quati. O governador Rui Costa vai visitar as duas cidades atingidas na sexta-feira (12). Segundo o Estado, foram enviados para a região equipes do Corpo de Bombeiros, técnicos da Defesa Civil Estadual e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). O governador Rui Costa disse, também, que serão enviados mantimentos e água mineral para a cidade de Coronel João Sá, a mais afetada pela situação. Em nota, o Ministério do Desenvolvimento Regional falou em rompimento da barragem e disse que equipes da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) estão acompanhando a situação do rompimento da barragem Quati.

Voluntárias Sociais arrecadam donativos para cidades de Pedro Alexandre e Coronel João Sá

/ Bahia

Arrecadação é feitarealizada na capital baiana. Foto: Raul Golinelli

As Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA) deram início, nesta sexta-feira (12), a uma campanha de arrecadação de donativos para a população dos municípios de Pedro Alexandre e Coronel João Sá, que foram atingidos pelo transbordamento da barragem localizada no povoado de Quati, em Pedro Alexandre, na tarde de quinta-feira (11).

A ação, chamada de ”Bahia Solidária”, está recebendo doações de produtos de limpeza e higiene pessoal, além de alimentos não perecíveis, água potável e roupas. A entrega pode ser feita na sede das VSBA, na Rua Baronesa de Sauipe, Largo do Campo Grande, nº 382, em Salvador. Todos os produtos arrecadados serão entregues às pessoas desalojadas em função do ocorrido.

Educação: Termina nesta sexta-feira o prazo para complementar inscrição no Fies

/ Educação

Termina hoje (12) o prazo para que os candidatos pré-selecionados no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) complementem a inscrição no site do programa na internet. Para garantir a vaga, o candidato deve prestar informações como nome do fiador, caso seja necessário, e o percentual de financiamento.

A relação com os pré-selecionados já está disponível no site do Fies desde a última terça-feira (9). Caso o candidato perca o prazo, as vagas ficarão disponíveis na lista de espera para todos os candidatos não contemplados na primeira fase.

A lista serve para que esses estudantes tenham a oportunidade de preencher vagas que não forem ocupadas. Essa etapa ocorre de 15 de julho a 23 de agosto. Para a segunda edição do ano, 46,6 mil vagas foram ofertadas em 1.756 instituições de ensino privadas de todo o país.

Com financiamento a juro zero, o Fies é voltado para estudantes com renda familiar mensal bruta por pessoa de até três salários mínimos. Para concorrer ao financiamento, o candidato precisa ter feito qualquer uma das últimas dez edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ter alcançado média igual ou superior a 450 pontos nas questões e não ter zerado a redação.

P-Fies

O resultado para o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) foi divulgado no último dia 9. Diferentemente do Fies, no P-Fies os juros são variáveis e as condições são definidas pela instituição de ensino e pelo banco.

Para participar, o estudante precisa ter renda familiar mensal bruta por pessoa de até cinco salários mínimos. Os aprovados no P-Fies devem comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição com a qual fecharão o contrato para validar suas informações. O P-Fies é por chamada única, sem lista de espera.

Prefeito da cidade de Coronel João Sá rebate Inema: ”A barragem transbordou e rompeu”

/ Entrevista

Prefeito Carlos Sobral, de Coronel João Sá. Foto: TV Bahia

O prefeito Carlos Sobral, de Coronel João Sá, cidade atingida pela falha da barragem Riacho Lagoa Grande, rebateu o Inema, afirmando que a construção rompeu.

”A barragem rompeu, sim. Primeiro transbordou água e depois rompeu. Agora, a água já baixou, mas estamos com 150 famílias desabrigadas e muito prejuízo com a perda de casas e com os comércios”, disse o gestor, na manhã desta sexta-feira (12), segundo informações do site bahia.ba

O que disse o Inema?

O diretor do órgão ambiental, Eduardo Topazio, declarou que a barragem havia apenas transbordado. Para ele, a construção inundou por causa da água da chuva.

Segundo Topazio, a presença da Riacho Lagoa Grande foi benéfica para a cidade, já que a barragem reteve o aguaceiro.

”A barragem contribuiu para a inundação não ser maior. A cidade ficou inundada por causa da chuva. Existe um certo alarmismo por causa da mineração, mas não existiu rompimento ali. O que aconteceu foi que choveu e aquela região é bem quente, isso é um fenômeno da natureza”, afirmou o diretor do Inema.

Diretor do Inema nega rompimento de barragem em Pedro Alexandre: ”Fenômeno da natureza”

/ Bahia

Diretor de águas do Inema, Eduardo Topazio. Foto: Elói Corrêa

O diretor de águas do Inema, Eduardo Topazio, negou que a barragem Riacho Lagoa Grande, no distrito de Quati, na cidade de Pedro Alexandre, no interior do estado, tenha rompido, na quinta-feira (11). Uma falha na construção deixou ruas inundadas e 350 famílias desabrigadas.

Para Topazio, a barragem transbordou por causa da água da chuva. Segundo o diretor do órgão ambiental, a presença da construção foi benéfica para a cidade, já que a barragem reteve o aguaceiro.

”“A barragem contribuiu para a inundação não ser maior. A cidade ficou inundada por causa da chuva. Existe um certo alarmismo por causa da mineração, mas não existiu rompimento ali. O que aconteceu foi que choveu e aquela região é bem quente, isso é um fenômeno da natureza”, afirmou o diretor do Inema.

‘Não se enquadrava como barragem’

De acordo com Agência Nacional de Águas (ANA), o Inema é responsável por fiscalizar a barragem.

Segundo o diretor do órgão ambiental, a barragem, que foi construída pelo governo em 2000 e que pertence a Associação de Moradores da Comunidade de Quati, está em um rio estadual e, por isso, é de responsabilidade do Estado.

No entanto, Topázio diz que a construção não tinha fiscalização rotineira porque não “se enquadrava como barragem”.

”Não quesito segurança, ela não é cadastrada como barragem. Nós fizemos um levantamento vimos que ela não estava como barragem, até porque ela é muito antiga e pequena”, informou o diretor.

Ministério da Cidadania para fraude via ”WhatsApp” sobre 13º do Bolsa Família

/ Brasil

Um novo golpe, veiculado por meio de mensagens no aplicativo WhatsApp, promete a liberação instantânea do 13º salário do Bolsa Família para beneficiários do programa, segundo informações divulgadas na quinta-feira (11) pelo Ministério da Cidadania.

De acordo com o alerta, a mensagem fraudulenta contém um link que redireciona o usuário para uma página em que são solicitados os dados pessoais como nome completo, CPF e endereço. A mensagem exige ainda que a vítima compartilhe o link com todos os seus contatos para que o pagamento seja efetuado.

O Ministério da Cidadania informou que não solicita dados pessoais via WhatsApp ou o compartilhamento de links como condição para concessão de benefícios do Programa Bolsa Família. De acordo com a diretora do Departamento de Benefícios, Caroline Paranayba, para o recebimento do repasse não é necessário fornecer qualquer informação adicional das famílias.

O ministério esclarece ainda que o governo federal não faz nenhum tipo de coleta de dados por meio das redes sociais e que a atualização de informações de famílias beneficiarias de programas sociais deve ser feita exclusivamente no órgão responsável no município.

Feira de saúde do Hospital Prado Valadares Jequié deve atender dez mil pessoas até segunda

/ NOTÍCIAS

Feira de Saúde acontece no Mandacaru. Foto: Alberto Coutinho
A população de Jequié e região recebe a terceira edição do projeto Hospital Geral Prado Valadares (HGPV) na Comunidade, iniciada na manhã desta quinta-feira (11), no bairro Mandacaru. A ação se estende até segunda-feira (15), com uma série de serviços de saúde e expectativa de superar dez mil atendimentos. Promovida pelo HGPV, em parceria com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), a feira de saúde, nas outras duas edições já realizadas em 2019, alcançou 17 mil pessoas beneficiadas.
”Jequié é uma cidade bastante populosa e a demanda reprimida por serviços de atenção básica é imensa. Após um mapeamento, o município foi dividido em quatro núcleos, de forma a dar vazão às carências da população jequieense e também de cidades vizinhas”, detalhou o coordenador da ação pelas VSBA, Edvaldo Gomes.
De acordo com a diretora geral do HGPV, Polliana Leandro, embora o hospital seja uma unidade de urgência e emergência, frequentemente, é procurado para serviços de atenção básica. “Por isso a realização dessas feiras é extremamente relevante”, pontuou.
 
Serviços
Quem chega ao evento tem acesso à triagem de cirurgias (histerectomia total, vesícula e hérnia umbilical, inguinal e epigástrica), preventivo e mamografia, bem como ecocardiograma, raio-x e ultrassonografia, sendo esses dois últimos realizados no próprio Prado Valadares.

Governo Bolsonaro só divulgará ”impacto” da reforma da Previdência após 2° turno

/ Brasília

O Ministério da Economia só divulgará a economia final da reforma da Previdência após a aprovação do texto final em segundo turno na Câmara dos Deputados. Em nota enviada na noite desta quinta-feira (11), a pasta informou que o processo de votação dos destaques torna impossível a divulgação precisa de qualquer estimativa.

“Como uma medida pode influenciar no impacto de outras, estimativas sem o texto final não são fidedignas”, explicou a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

O texto-base do relator aprovado pela comissão especial da Câmara dos Deputados previa economia de R$ 987,5 bilhões em dez anos. A economia seria de R$ 1,072 trilhão, mas foi desidratada depois que os deputados derrubaram, na comissão especial, o fim da isenção de contribuições previdenciárias para os exportadores rurais. Da Agência Brasil

Cerca de 100 famílias ribeirinhas estão desalojadas após água de barragem invadir cidades

/ Bahia

Imagem aérea de Coronel João de Sá. Foto: Studio Júnior Nascimento

Cerca de 100 famílias ribeirinhas da cidade de Coronel João Sá ficaram desalojadas depois que o município foi invadido por águas de uma barragem que fica no distrito de Quati, na cidade de Pedro Alexandre, na manhã desta quinta-feira (11). Não há registro de feridos ou desaparecidos.

Em Pedro Alexandre, também não há registro de desaparecidos, feridos, desalojados ou desabrigados. Moradores dos dois municípios falaram sobre a situação da região depois da inundação.

A barragem do Quati foi construída pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e entregue em novembro de 2000 à Associação de Moradores da Comunidade do distrito. Ela represa água do Rio do Peixe para o período de estiagem, mas transbordou após as fortes chuvas que caem na região.

A cidade de Coronel João Sá foi a mais atingida pela inundação, porque fica em uma altitude mais baixa que Pedro Alexandre. Antes da enxurrada chegar em Coronel João Sá, o prefeito Carlinhos Sobral se pronunciou nas redes sociais e pediu que os moradores saíssem das casas.

A Defesa Civil de Pedro Alexandre informou ao site G1 que houve o rompimento da barragem. O rompimento também foi confirmado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), pela Agência Nacional de Águas (ANA) e pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

No entanto, na noite desta quinta, o Governo do Estado informou que não houve rompimento da barragem, mas sim um transbordamento. O G1 questionou se técnicos do estado estiveram no local para constatar que não houve rompimento. No entanto, o governo respondeu que a posição oficial é que não houve colapso no equipamento, mas não detalhou o que de fato aconteceu, e nem como se chegou a essa conclusão.

Rui visita cidades de Coronel João Sá e Pedro Alexandre nesta sexta; barragem transbordou

/ Bahia

Governador Rui vai a cidades alagadas. Foto: Blog Marcos Frahm

O governador Rui Costa anunciou que irá visitar na manhã desta sexta-feira (12) as cidades de Coronel João Sá e Pedro Alexandre que foram afetadas pelas fortes chuvas que caem na região. A assessoria do governador informou que, devido ao temporal, a Barragem do Quati transbordou nesta quinta (11), mas não chegou a romper, e até o momento, não há registro de vítimas. Após a visita, Rui segue para Paulo Afonso, onde inaugura a Policlínica Regional de Saúde, agenda previamente marcada.

Tão logo tomou conhecimento da notícia, o governador manifestou solidariedade aos moradores da região e entrou em contato com os prefeitos das duas cidades para colocar a estrutura do Estado à disposição. Já foram enviados para a região efetivos do Corpo de Bombeiros, técnicos da Defesa Civil Estadual, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Rui informou também que serão enviados mantimentos e água mineral para a cidade de Coronel João Sá.

Rui Costa ainda entrou em contato com o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, a quem relatou os fatos, chamando atenção para possíveis consequências já que as cidades daquele estado fazem fronteira com a Bahia. Também em conversa com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, Rui disse que o órgão federal se colocou à disposição da Bahia.

A barragem foi construída pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car) e entregue em novembro de 2000 à Associação de Moradores da Comunidade de Quati.

Prefeitura de Jequié interdita temporariamente Rua João Mangabeira e trecho da Praça Rui Barbosa

/ Jequié

Prédio comercial será demolido na Praça Rui Barbosa. Foto: Secom

A Prefeitura de Jequié, através da Superintendência Municipal de Trânsito (SUMTRAN), informa que, em função da demolição do prédio comercial onde funcionava a Loteria Cristal da Sorte, situado na Praça Rui Barbosa, números 21 e 22, no Centro da cidade, conforme Alvará de Demolição emitido pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, a Rua João Mangabeira e a via que desce para a Praça Rui Barbosa, pela Rua da Itália, serão interditadas, no sábado, dia (13), a partir das 14h até as 20h.

No domingo, dia (14), o bloqueio será a partir das 7h e a liberação das vias deverá acontecer por volta das 19h ou antes, se o trabalho tiver sido concluído.

Por se tratar de um local de grande fluxo de pedestres e de veículos, a SUMTRAN estará acompanhando a ação e redirecionando o trânsito para vias alternativas, recomendando aos motoristas e condutores que tenham atenção redobrada para garantir mais segurança e fluidez ao trânsito.

PRF escolhe Feira de Santana para usar novo equipamento que detecta álcool e drogas

/ Polícia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) escolheu a cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, para usar o ”drogômetro”, para testes. O aparelho aponta se os motoristas usaram drogas através da saliva. De acordo com informações da PRF, na quarta-feira (10), primeiro dia de operação, metade dos testes feitos acusaram a presença de drogas ilícitas no organismo dos motoristas.

”O etilômetro é mais simples que o drogômetro. O etilômetro só detecta uma substância que é o álcool. O drogômetro detecta a anfetamina, cocaína, maconha, então por ter uma gama maior de detecções de substâncias, ele vai funcionar um pouco mais lento que o etilômetro, que é mais dinâmico”, disse um dos agentes da PRF.

Um motorista, que preferiu não revelar a identidade, confessou que usou uma droga ilícita para conseguir dirigir durante a madrugada. ”Usei o Rebite ontem, devido a carga de horário, precisamos chegar com dois, três dias no local, são cargas agendadas. Precisamos usar [as drogas]”, disse o motorista. Segundo o órgão, Feira de santana foi escolhida estrategicamente para a realização dos testes, por ser o maior entroncamento rodoviário do nordeste e um dos principais do Brasil.

O “drogômetro” já existe em vários países, há mais de 10 anos. O Ministério da Justiça e Segurança Pública pretende implementar no Brasil com o objetivo de aumentar a segurança nas estradas. Em 2015, foi aprovada a lei do descanso, que limita a carga horária exaustiva do caminhoneiro. Os caminhoneiros precisam fazer um exame tecnológico para exercer a profissão. Segundo o órgão, Feira de santana foi escolhida estrategicamente para a realização dos testes, por ser o maior entroncamento rodoviário do nordeste e um dos principais do Brasil. O ”drogômetro” já existe em vários países, há mais de 10 anos. O Ministério da Justiça e Segurança Pública pretende implementar no Brasil com o objetivo de aumentar a segurança nas estradas. Em 2015, foi aprovada a lei do descanso, que limita a carga horária exaustiva do caminhoneiro. Os caminhoneiros precisam fazer um exame tecnológico para exercer a profissão.

Wesley Safadão tem show interrompido pela polícia no Maranhão e desabafa em rede social

/ Entretenimento

Safadão deixou o palco antes de encerrar o show. Foto: Divulgação

Wesley Safadão precisou deixar o palco da Exposição Agropecuária de Imperatriz, no Maranhão, antes da hora de encerramento do seu show. De acordo com o Blog do Leo Dias, o forrozeiro foi pego de surpresa pela organização do evento, tudo porque policiais alegaram que o espaço não tinha alvará de funcionamento para apresentações até a madrugada.

Por meio das redes sociais o artista lamentou o fato, sem comentar o motivo que o fez deixar o palco. ”Me perdoem, eu gostaria de encerrar o show de forma correta”, disse. Em contato com Lo Dias, a assessoria do cantor informou que os policiais agiram sem o conhecimento do documento, já que o local tinha a autorização para que a apresentação continuasse até às 4h.

Wesley subiu ao palco por volta da 1h e o show foi interrompido por volta das 2h40 da manhã. Os policiais que estavam presentes entenderam que o evento não tinha alvará para funcionar até tarde, mas eles tinham sim autorização para tocar som até às 4h. Faltava pouco para o show do Wesley acabar, não teria problema. Os policiais agiram sem o conhecimento do documento, segundo a organização do evento