Neto acredita que Bolsonaro pode sofrer impeachment caso não mude postura, diz jornal

/ Política

ACM acredita em golpe contra Jair. Fernandes/ObritoNews

De acordo com informações divulgadas pela coluna de Lauto Jardim, do jornal O Globo, o prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, acredita que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) pode sofrer impeachment ou um golpe caso não mude a sua postura com o congresso. O prefeito entenderia que é preciso “arrefecer a troca de chumbos entre o governo e o Parlamento”. Onyx Lorenzoni, ministro da Casa Civil e integrante do DEM, “promete que vai dobrar Jair Bolsonaro e convencê-lo a parar de maltratar a classe política”. Ao jornal, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), demonstrou que não tem mais esperanças a depositar em Bolsonaro.

Frequência escolar do primeiro bimestre de beneficiários do Bolsa Família chega a 90,31%

/ Educação

A frequência escolar no primeiro bimestre dos estudantes beneficiados pelo Programa Bolsa Família teve o melhor índice desde 2007. A taxa de alunos dentro da sala de aula em fevereiro e março deste ano, que corresponde ao primeiro bimestre escolar, chegou a 90,31%, enquanto há doze anos registrou 66,22%. Entre os motivos apresentados pelos 10% restantes dos estudantes que não mantém a frequência escolar estão doenças, problemas físicos, falta de transporte, gravidez e desastres naturais.

Os dados do Ministério da Educação mostram que dos mais de 13,8 milhões de estudantes beneficiários que entraram para o acompanhamento, 12,4 milhões tiveram a frequência escolar informada e 95,16% cumpriram o percentual mínimo de presença exigida pelo programa. O Ministério da Educação monitora a frequência escolar dos alunos com idade entre seis e 17 anos cujas famílias recebem o benefício do Bolsa Família.

O pagamento está condicionado à presença mínima mensal de 85% nas aulas dos alunos de seis a 15 anos e de 75% dos adolescentes entre 16 e 17 anos. Para assegurar a participação no programa, os pais também precisam garantir que os filhos recebam cuidados básicos de saúde, como a aplicação de vacinas. nOs dados sobre a frequência são essenciais para o direcionamento de diversas políticas públicas.

Estado da Bahia adere a campanha da ONU durante a Semana Nacional do Meio Ambiente

/ Bahia

A abertura oficial da Semana do Meio Ambiente na Bahia foi realizada na manhã desta segunda-feira (3), no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador. Promovido pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema), o evento é composto por uma série de debates, envolvendo convidados reconhecidos nacional e internacionalmente pela atuação na área ambiental. Durante a Semana do Meio Ambiente, que segue até a próxima sexta (7), o Governo da Bahia assina dois termos de adesão, sendo um deles à campanha ‘Respire Vida’, lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A outra adesão é ao desafio ‘Campeões do Oceano’, que envolve as escolas da rede estadual de ensino. No evento, o secretário estadual do Meio do Ambiente, João Carlos da Silva, destacou a relevância da adesão aos dois termos. “Essas ações irão somar a um eixo estratégico que estamos desenvolvendo na secretaria, que é a educação ambiental. A abertura da Semana do Meio Ambiente faz parte do trabalho que estamos construindo de transformar o meio ambiente em uma pauta positiva no estado”, afirmou.

A Bahia é o primeiro estado brasileiro a aderir à campanha da ONU, que integra uma ação global e faz um apelo por um ar mais limpo. “É uma campanha que pensa todas as variáveis da poluição do ar e como elas podem ser combatidas. Além disso, estamos lançando uma publicação chamada ’16 medidas pela qualidade do ar’, com indicações de quais ações podem ser adotadas por gestores de municípios para aderir a um plano de ação que atue nesse combate. Estamos abordando questões referentes a resíduos, agricultura, entre outros temas”, explicou a coordenadora de Comunicação e Educação da ONU Meio Ambiente, Flora Pereira. Já o projeto ‘Campeões do Oceano: Desafio do Plástico’ estimula a discussão sobre o lixo nos ambientes costeiro e marinho. A iniciativa será levada para todas as escolas da rede estadual. Nas unidades de ensino que ficam distantes do litoral, será trabalhada a temática ‘Escolas da Bahia: cuidando das águas’, com foco de atenção para os rios e nascentes.

Receita Federal cobra R$ 1 bi de mais de 5.000 empresas por irregularidades no IR

/ Economia

A Receita Federal autuou entre março e maio deste ano 5.241 empresas devido a irregularidades no IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica) e na CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido) referentes ao ano-calendário de 2014, informou o órgão nesta segunda-feira (3).

O crédito a ser recebido pelo órgão chega a R$ 1 bilhão -já calculados no valor juros e multas. Aproveitando da data, o órgão orienta empresas a regularizarem informações inconsistentes. Neste ano, a Receita inicia ações relativas ao ano-calendário de 2015. Em junho devem ser enviadas a 14 mil empresas cartas indicando inconsistências de aproximadamente R$ 1,5 bilhão no recolhimento e declarações de IRPJ e CSLL referentes a 2015.