Copa América: Em Salvador, Colômbia vence Argentina por 2 a 0 na Arena Fonte Nova

/ Esporte

Duván Zapata marcou o segundo gol da Colômbia. Foto: Correio

Na primeira partida da Copa América disputada em Salvador, a seleção da Colômbia não enfrentou muitas dificuldades e venceu com tranquilidade a Argentina por 2 a 0 na noite de hoje (15), na Arena Fonte Nova.

O primeiro tempo foi marcado por uma larga superioridade da equipe colombiana, que segurou bem os ataques dos argentinos, inclusive Messi, que esteve o tempo inteiro bem marcado. Com isso, ficou mais fácil incomodar a meta do goleiro Armani. Várias situações de perigo foram criadas, mas nenhuma convertida em gol.

No início da segunda etapa, o cenário se inverteu momentaneamente. A Argentina, antes apática e com quase nenhuma ameaça ao time adversário, partiu para cima e teve boas chances de abrir o placar com sua maior estrela em vários momentos. Mas não passou disso. Aos 25 minutos, a Colômbia chegou ao primeiro gol. James Rodríguez fez grande lançamento para Roger Martínez na esquerda. O atacante passou tranquilamente por Saravia e soltou uma bomba no canto direito, sem nenhuma chance de defesa para Armani.

Fazendo jus à superioridade que teve durante toda a partida, a equipe colombiana ampliou 15 minutos depois. O mesmo Roger Martínez, autor do primeiro gol, tocou para Tesillo na linha de fundo. O lateral cruzou forte na pequena área e, entre os dois zagueiros da Argentina, Duván Zapata apareceu para escorar no fundo das redes.

Colômbia e Argentina voltam a campo pelo Grupo B da Copa América na próxima quarta-feira (19). Os colombianos enfrentam o Catar, às 18h30, no Morumbi, em São Paulo. Já os argentinos tentarão alcançar seus primeiros três pontos contra o Paraguai, às 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Copa América: Venezuela e Peru empatam na Arena do Grêmio pelo Grupo da competição

/ Esporte

Jogo terminou sem gols. Foto: Donaldo Hadlich / Folhapress

Venezuela e Peru ficaram no empate sem gols na tarde deste sábado (15), na Arena do Grêmio. A partida encerrou a primeira rodada do Grupo A do torneio. O técnico da Venezuela, Rafael Dudamel, colocou em campo: Fariñez; Rosales, Chancellor, Villanueva e Mago; Moreno (Hernández), Rincón, Herrera e Savarino (Machís); Rondón e Murillo (Soteldo).

Já Ricardo Gareca, treinador do Peru, montou sua equipe com: Gallese; Advíncula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia, Yotún (Polo), Cueva (Flores) e Christofer Gonzáles (Carrillo); Farfán e Paolo Guerrero. No segundo tempo, os venezuelanos tiveram um gol anulado pelo árbitro de vídeo e também ficaram com um jogador a menos com a expulsão do lateral-esquerdo Mago, que recebeu dois cartões amarelos.

Com o resultado, Venezuela e Peru estão com um ponto. O Brasil é o líder isolado do grupo com três pontos. A Bolívia é a lanterna sem nenhum ponto. Na próxima rodada, a Venezuela encara o Brasil na terça-feira (18), às 21h30, na Arena Fonte Nova. No mesmo dia, mas um pouco mais cedo, às 18h30, o Peru enfrenta a Bolívia, no Maracanã.

Saúde: Estados e municípios brasileiros desenham programas para substituir Mais Médicos

/ Saúde

Na falta de definição do governo de Jair Bolsonaro (PSL) de qual programa substituirá o Mais Médicos, estados e municípios estão criando seus próprios planos para preencher as vagas ociosas deixadas pela saída dos médicos cubanos em novembro do ano passado. Os modelos regionais se baseiam na oferta de bolsas de estudo, sem vínculo empregatício. Os médicos selecionados farão residência ou especialização em medicina de família e, ao mesmo tempo, atender em postos de saúde.

No Ceará, segundo estado mais afetado pela saída dos médicos cubanos e de brasileiros, o recém-criado programa Médicos da Família prevê bolsas mensais no valor de R$ 11,8 mil. Fortaleza foi o primeiro município a aderir à iniciativa e, a partir de julho, contará com 140 novos médicos. O Espirito Santo desenha projeto semelhante e, no próximo mês, deve abrir edital para a seleção. O Tocantins segue o mesmo caminho. Campinas (SP) aprovou lei criando o programa Mais Médicos Campineiro, que prevê 120 vagas de residência ou especialização em medicina de família.

Só a saída dos médicos cubanos causou a desassistência de 28 milhões de usuários do SUS, segundo a Confederação Nacional dos Municípios. Na quinta (13), o secretário de Atenção Primária à Saúde, Erno Harzheim, disse em audiência pública na Câmara dos Deputados que o ministro Luiz Henrique Mandetta apresentará aos parlamentares um esboço do programa que substituirá o Mais Médicos a partir da próxima semana –anteriormente, Mandetta havia prometido o envio do projeto entre abril e maio.

A ideia, segundo ele, é colher opiniões, críticas e sugestões para, então, elaborar o texto final. Uma das propostas do novo projeto, que envolverá entre 13 mil e 14 mil vagas, é oferecer valores diferentes de remuneração nas cidades mais distantes, como forma de atrair os médicos. Em Fortaleza, os 140 selecionados no programa estadual serão supervisionados por 25 tutores. A especialização em medicina de família e comunidade, com duração de um ano, será dado pela Escola de Saúde Pública do Ceará.

”O treinamento ocorrerá no próprio serviço. É uma forma de cobrir as vagas do Mais Médicos que ainda não conseguimos preencher e também de atrair mais profissionais interessados em atenção primária”, afirma a secretária municipal da saúde, Joana Maciel. Segundo ela, a iniciativa foi reforçada pela decisão do governo de não mais repor as vagas ociosas em municípios maiores. ‘Mesmo em uma capital de estado, temos áreas de grande vulnerabilidade em que é muito difícil preencher as vagas. Com a vinculação acadêmica, a reposição será permanente.” O investimento será de R$ 20 milhões anuais.

Em levantamento de abril último, o Ceará figurava como segundo estado com mais vagas ociosas no Mais Médicos (370), atrás de São Paulo (478). No Espírito Santo, a estimativa é de que 120 equipes de saúde da família estejam sem médicos. Das 640 existentes no Estado, 509 eram ocupadas por profissionais do Mais Médicos. Segundo o secretário estadual da saúde, Nésio Fernandes, a meta é que os municípios consigam preencher suas vagas ociosas e criem outras de modo a aumentar a cobertura de saúde da família. As bolsas serão bancadas pelas prefeituras.

Os médicos selecionados passarão por curso de três anos para que obtenham o título de especialista em medicina de família e comunidade. ”Está provado que esse é o melhor caminho para aumentar a resolutividade do sistema. Hoje, com apenas generalistas na atenção básica, de cada 17 consultas, 12 são encaminhadas a especialistas. Precisamos ter médicos mais resolutivos”, diz Fernandes. Eles também serão supervisionados por tutores nos locais de trabalho. ‘No Mais Médicos [federal] havia uma supervisão mensal, à distância. Essa não é a melhor forma de orientação”, diz.

O Mais Médicos Campineiro deve substituir gradativamente os profissionais do programa federal, cujos contratos terminam entre 2020 e 2021, segundo o secretário municipal de saúde, Cármino Antonio de Souza. O programa prevê a abertura de 120 vagas de residência em medicina de família e comunidade, com bolsas de R$ 11 mil, e atuação desses médicos nos postos de saúde. ”Não vamos conseguir preencher as vagas se não houver estímulo. Um médico de família bem formado é capaz de resolver de 85% a 90% das demandas de saúde”, diz Souza.

O programa tem como parceiros as faculdades de medicina da Unicamp, São Leopoldo Mandic, PUC-Campinas e a Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar. Daniel Knupp, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, diz que é muito positiva a iniciativa de estados e municípios de reposição das vagas de médicos por meio da residência ou especialização.

”Isso melhora o compromisso do médico com o serviço e fortalece a atenção primária.” Para ele, as residências médicas têm mais chances de fixar o profissional nos locais de trabalho do que apenas a graduação em medicina. Ligia Giovanella, professora e pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública, da Fiocruz, também considera importante a ampliação das residências em medicina da família, mas diz que essas experiências não fixam os médicos.

Como os contratos de trabalho são temporários, há grande rotatividade. ”Uma das características de uma atenção primária forte é o acompanhamento das pessoas ao longo do tempo”, afirma. Segundo ela, a contratação por meio de bolsas e a consequente falta de segurança trabalhista foi uma das principais críticas do Mais Médicos. ”As pessoas não são atraídas porque não sabem se o trabalho terá ou não continuidade. Se a residência fosse acompanhada de concurso público, poderia facilitar a fixação.”

Parecer da polêmica reforma da Previdência é bem recebido pelo mercado financeiro

/ Brasília

Reforma tramita no Congresso. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O parecer da reforma da Previdência apresentado na quinta-feira (13) foi bem recebido por analistas do mercado financeiro, mas a avaliação é de que ainda é preciso incluir estados e municípios nas mudanças. Governadores que defenderam participação na reforma se dizem frustrados.

Além da retirada das mudanças para servidores estaduais e municipais, também saíram da reforma itens como aumento da idade mínima para aposentadoria rural, alterações no Benefício de Prestação Continuada (BPC) para idosos e pessoas com deficiência de baixa renda, o sistema de capitalização (poupança individual de cada trabalhador) e a desconstitucionalização (permitiria mudanças na Previdência por meio de lei, sem necessidade de Proposta de Emenda à Constituição).

Com as alterações, a economia estimada é R$ 1,13 trilhão, próximo da previsão de R$ 1,23 trilhão do governo. Para chegar a esse número, o relator da reforma, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), propões aumento de receitas por meio da transferência de 40% de recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para a Previdência Social e de tributo (Contribuição Social sobre Lucro Líquido) sobre os bancos.

Para o cientista político Rafael Cortez, sócio da Tendências Consultoria Integrada, ”a economia gerada com o projeto é bastante significativa e deve gerar um choque positivo para a economia brasileira”, disse. No entanto, ele considera que incertezas com a votação do texto que ainda precisam ser reduzidas e a retirada de estados e municípios é ”o ponto mais negativo”. “Os demais itens estavam no radar que seriam passíveis de mudança. Num certo sentido, o relatório trouxe viabilidade política e mantém esforço fiscal”, disse Cortez.

O professor de macroeconomia do Ibmec-RJ e economista da Órama Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Alexandre Espírito Santo considera importante a volta de estados e municípios para a reforma. Para ele, seria melhor votar a proposta no plenário no segundo semestre, após o recesso parlamentar, se for necessário haver tempo maior de negociação para inclusão dos estados e municípios. ”Existem estados piores que a União [com relação às contas públicas]”, disse Espírito Santo.

Espírito Santo afirmou ainda que o mercado já tinha avaliado como positiva a proposta do presidente Michel Temer, com economia estimada de R$ 600 bilhões. ”De tudo que a gente tem visto nesses últimos anos é a melhor coisa que aconteceu. O mercado já tinha gostado da reforma do Temer. Agora a gente conseguiu através de um conjunto de medidas fazer uma economia em 10 anos perto de R$ 1 trilhão que é um número que não resolve, mas ajuda muito”, afirmou.

Sobre a retirada da capitalização, Espírito Santo avalia que tinha ”chance baixa” de passar pela Comissão Especial da Câmara. Cortez também avalia que já era esperada a retirada da capitalização, o que é considerada uma ”derrota do governo”, mas ”não era fundamental do ponto de vista fiscal”. ‘Diante da forte oposição política, foi uma retirada pragmática”, disse.

Para Espírito Santo, houve um protagonismo da Câmara na análise da proposta de reforma. ”Não foi a reforma do [ministro da Economia] Paulo Guedes. Houve uma atuação importante do relator e evidentemente atendeu a pedidos variados. Há um protagonismo indiscutível do Congresso porque facilita a aprovação e não passa aquela ideia de coisas impostas de cima para baixo. Acho que tem uma chance boa de ser aprovada pelo plenário”, destacou.

Rui entrega contenção de encosta de R$ 1 milhão no bairro da Liberdade, onde nasceu

/ Bahia

Governador entrega obra na capital. Foto: Mateus Pereira

O governador Rui Costa retornou mais uma vez ao bairro da Liberdade, neste sábado (15), para realizar a entrega da obra de contenção de encosta da rua onde viveu parte da infância e adolescência. O serviço realizado na rua Major Cunha Matos e Travessa São Domingos teve investimento de mais de R$ 1 milhão. Na ocasião, também foi assinada ordem de serviço para a recuperação de 26 ruas no bairro.

”Essa entrega representa um ato de consertar injustiças e devolver direitos. Os investimentos aplicados aqui são para salvar inúmeras vidas, portanto é uma emoção especial poder devolver dignidade para essa comunidade que trabalha e que tanto luta para sobreviver”, afirmou o governador. Ainda na ocasião, Rui lembrou da época em que morou no bairro com os pais. ”Por muitas vezes, na idade desses jovens que estão aqui hoje, eu ajudei, junto com meu pai e minha mãe, a tirar pessoas debaixo da terra. Voltar, como governador, e poder fazer essa entrega é muito gratificante’, ressaltou. No local foi instalada uma encosta com a técnica de solo grampeado em uma extensão de aproximadamente 1.500 metros quadrados. A obra beneficia, diretamente, 78 famílias que conviviam com o medo de um possível deslizamento de terra no período de chuvas. As intervenções das obras executadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), também incluíram serviço de urbanização e instalação de um parque infantil, onde antes ficavam as casas que foram levadas no deslizamento da encosta.

 Ainda durante a agenda na Liberdade, Rui visitou as obras da encosta na rua São José. Esta é a maior obra de contenção em andamento em Salvador. A intervenção tem investimento de R$ 20 milhões e, ao ser concluída, beneficiará cerca de duas mil pessoas. A obra já atingiu o percentual de 75% de realização dos serviços de estabilização em uma área de 7,5 mil metros quadrados (maior que um campo de futebol oficial), com as técnicas de solo grampeado, cortina atirantada e alvenaria de pedra.

Ordem de Serviço 

As 26 ruas que serão requalificadas no bairro da Liberdade fazem parte do lote 3 do projeto Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador. A iniciativa irá requalificar 313 vias da capital baiana e conta com recurso de R$ 124 milhões. O serviço já foi concluído em 215 ruas.

 

”Guerra cibernética ‘atinge em cheio nosso governo”, afirma o vice-presidente, General Mourão

/ Brasília

Mourão comenta ataques ao Governo. Foto: Carolina Antunes

O vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB), afirmou que há uma ”guerra cibernética” no Brasil. Mourão falava sobre o cenário internacional envolvendo países como a Rússia e a sua suposta interferência em outros governos durante palestra para empresários em evento do Lide-RS (Grupo de Líderes Empresariais) na noite desta sexta-feira (14), em Porto Alegre.  ”Estamos vendo aí a guerra cibernética atingindo em cheio nosso governo”, disse Mourão, sem entrar em detalhes, mas afirmando que ela afeta a gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Desde que conversas atribuídas ao ministro da Justiça, o ex-juiz Sergio Moro, e o procurador federal Deltan Dallagnol foram vazadas pelo site The Intercept Brasil, figuras ligadas à operação Lava Jato e ao governo falam em um suposto ”ataque hacker” como fonte dos vazamentos.

Integrantes do Intercept, entretanto, têm dito que nunca afirmaram ser um ”ataque hacker” a origem das conversas reveladas. Dizem que a fonte é anônima. Os diálogos mostram que os dois trocavam informações sobre ações da Lava Jato e sugerem que Moro pode ter interferido na atuação da Procuradoria. ‘[A Rússia] hackeia, interfere nas comunicações, interfere na internet, ela entra dentro da CIA para apoiar o Assad [presidente da Síria] , entra na Venezuela para apoiar o regime do Maduro. Ou seja, age como hooligan no cenário internacional. Temos ameaças que perpassam todos os países do mundo”, disse Mourão antes de citar o caso do Brasil.

O vice-presidente não atendeu à imprensa. Mourão também disse que o Brasil precisa ser pragmático em relação à China.O conteúdo das conversas de Moro e Deltan, segundo especialistas, pode abrir margem para a anulação de condenações no âmbito da operação. No domingo (9), reportagens do site The Intercept Brasil revelaram mensagens atribuídas ao ex-juiz federal Sergio Moro e ao coordenador da força-tarefa de Curitiba, Deltan Dallagnol. Os diálogos mostram que os dois trocavam informações sobre ações da Lava Jato e sugerem que Moro pode ter interferido na atuação da Procuradoria. No espaço para perguntas, Mourão foi questionado sobre a questão ideológica do governo. ”Não gosto de criticar meu chefe. Faz parte do bojo dele e atende parcela do eleitorado que votou nele”, disse. Ele defendeu privatizações, desburocratização, investimento na educação básica e a reforma da Previdência. Antes da palestra, Mourão recebeu o título de Cidadão Emérito de Porto Alegre da Câmara de Vereadores. No sábado, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) cumpre agenda em Santa Maria em uma comemoração do Exército.

Programa SBT Notícias chega ao fim com demissões das apresentadoras Analice e Karyn

/ Imprensa

Analice Nicolau e Karyn Bravo foram demitidas. Foto: Reprodução

O jornalismo do SBT perdeu as apresentadoras Analice Nicolau e Karyn Bravo. Elas foram demitidas, na última quinta-feira (13), pois a emissora decidiu acabar com o ”SBT Notícias”. Os desligamentos teriam sido autorizados pelo próprio Silvio Santos, que não estava contente com o faturamento no horário.

Segundo o colunista Flávio Ricco, além das jornalistas, toda a equipe do programa foi desligada do canal. Semana que vem o ”SBT Brasil” será reprisado nas madrugadas. Outra mudança será no ”Primeiro Impacto”, que começará às 4h.

Educação: Governo assina termo de acordo com Fórum das universidades estaduais

/ Educação

O Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), com participação das secretarias da Educação (SEC) e da Administração (Saeb), e o Fórum das Associações Docentes (ADs) das quatro universidades estaduais – Uneb, Uefs, Uesc e Uesb – assinaram termo de acordo no encontro que marca a primeira reunião da mesa permanente de interlocução e diálogo, na última sexta-feira (14).

Assinado pela titular da Serin, Cibele Carvalho, do titular da SEC, Jerônimo Rodrigues, e pelo Fórum, o termo consolida os pontos acordados nos encontros realizados anteriormente. Entre eles, a garantia de implementação das 900 promoções de carreira de professor do Magistério Superior; Garantia de disponibilidade de 36 milhões de reais no orçamento das universidades para investimento; pagamento dos salários suspensos durante o movimento grevista, mediante a reposição de aulas; e o encaminhamento de um Projeto de Lei, validado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

A reunião contou ainda com a participação do secretário estadual da Administração, Edelvino Góes. Também já foram agendadas as próximas reuniões entre o Governo e o Fórum das ADs para mês de julho.

Jaguaquara: Jovem é preso pela Militar na Vila Junina com simulacro de arma de fogo

/ Jaguaquara

Simulacro de pistola foi apreendido com jovem de 22 anos. Foto: PM

Um jovem de 22 anos foi preso com simulacro de arma de fogo, na noite desta sexta-feira (14), na área da Vila Junina de Jaguaquara, na Praça JJ – Seabra, Centro da cidade. De acordo com a Polícia Militar, Lucas Alves Moraes dos Santos, que segundo a PM já possuía passagem por envolvimento com o tráfico de entorpecente foi conduzido a Delegacia depois de ser flagrado com o simulacro, tipo pistola 9mm, por volta das 23h, durante abordagem de rotina na festa junina.

Acidente entre carro e caminhonete deixa feridos na BR-116, no trecho de Vitória da Conquista

/ Trânsito

Veículo Cadete ficou destruído com a batida. Foto: Divulgação/PRF

Um acidente envolvendo um carro e uma caminhonete deixou pelo menos seis pessoas feridas, na noite de sexta-feira (14), na BR-116, no trecho de Vitória da Conquista. O veículo pequeno ficou destruído.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caso ocorreu no perímetro urbano da rodovia, perto do bairro Ibirapuera. Conforme a PRF, o motorista de um carro de passeio seguia em direção a Salvador, quando virou à esquerda, sem observar as normas de segurança, e bateu numa caminhonete que seguia no sentido Cândido Sales.

Ainda de acordo com a Polícia Rodoviária, sete pessoas estavam no carro de passeio, seis delas tiveram ferimentos leves e foram levadas para um hospital da região. A PRF informou, ainda, que o motorista do carro pequeno não tem carteira de habilitação e o veículo não estava licenciado. O carro dele foi recolhido pela polícia. O motorista da caminhonete não se feriu.

CGU identifica fraude e superfaturamento no uso de verbas federais na cidade de Camamu

/ Bahia

Após denúncia do Ministério Público Federal (MPF), a Controladoria Geral da União (CGU) encontrou, durante fiscalização, diversas irregularidades no uso de verbas federais destinadas à Saúde e Educação pela prefeitura de Camamu, no sul da Bahia, na gestão do prefeito Emiliana de Zequinha da Mata (PP), entre 2013 e 2016.

Segundo a CGU, do montante fiscalizado de R$ 14.634.016,20, foi identificado um potencial prejuízo de R$ 522.446,65, dos quais já ocorreu o pagamento indevido de R$113.397,00 e desembolsos financeiros não comprovados que somam R$384.960,21. Além disso, a equipe de fiscalização também encontrou possíveis irregularidades na contratação de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) para atender necessidades básicas de saúde da população.

Educação
As possíveis irregularidades envolvem recursos do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE), do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e também do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

Segundo a CGU, foi constatada ilegal subcontratação integral de serviços de transporte escolar feito pela Cooperativa de Transportes (COOPVEL) e Cooperativa de Transportes do Vale do Rio Pardo ( TRANSCOOPARDO), uso de veículos inadequados para o transporte de alunos, e falhas no gerenciamento e na transparência de dados.

A equipe de fiscalização da União também encontrou superfaturamento de R$ 112.538,16 e desembolsos não comprovados de R$ 384.960,21, além do pagamento indevido por erro de soma em notas fiscais, no valor de R$1.377,00, na compra de gêneros alimentícios. Ficaram evidenciadas também irregularidades em processos de seleção e contratação de fornecedor, além do risco de contaminação de alimentos armazenados.

Ainda envolvendo verbas destinadas para educação, técnicos da CGU apontaram no relatório que servidores públicos acumularam cargos ilegalmente. “Identificaram-se irregularidades em processo de contratação, formalização e execução contratual junto a OSCIP para execução de ações complementares de fomento nas áreas da saúde, educação, administração, ação social e obras”, diz trecho do documento.

Saúde
A Controladoria destacou também que recursos federais para Saúde foram usados de forma fraudulenta em mão de obra, apropriação indébita previdenciária e inconsistências na carga horária da jornada de trabalho de profissionais da Saúde.

Outro lado
Segundo a CGU, o prefeito e toda equipe responsável pelo gerenciamento desses recursos foram informados sobre os fatos, mas não se manifestaram sobre o assunto. Agora, o caso será encaminhado para o MPF, que poderá acionar a Justiça.

Vaza Jato: diálogos mostram Moro instruindo procuradores e questionando defesa de Lula

/ Justiça

Sérgio Mora se torna alvo de revelações. Foto:Isaac Amorim

A sexta fase da divulgação de mensagens trocadas entre o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e procuradores da força-tarefa da Lava Jato mostraram o magistrado discutindo alternativas e instruindo os membros do Ministério Público Federal (MPF) para abordar os diversos pontos da audiência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Foi o primeiro encontro entre o petista e o então representante da Justiça Federal em Curitiba. Na conversa, divulgada de forma exclusiva pelo site Intercept Brasil, Moro aparece zombando Lula e de seus advogados enquanto fornecia instruções privadas para a Lava Jato sobre como se portar publicamente e controlar a narrativa dos veículos de comunicação.

”Talvez vocês devessem amanhã editar uma nota esclarecendo as contradições do depoimento com o resto das provas ou com o depoimento anterior dele. Por que a Defesa já fez o showzinho dela”, escreveu o ministro aos procuradores. O episódio ocorreu em 10 de maio de 2017, quando Moro já presidia um processo criminal contra o ex-presidente no caso do “apartamento triplex do Guarujá”.

O ex-juiz conversa com o então procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, que discutiu com outros procuradores a melhor forma de apontar as contradições de Lula no depoimento. Deltan Dallagnol, que também faz parte da força-tarefa da Lava Jato, também é envolvido na troca de mensagens.

”Caros, mantenham avaliando a repercussão de hora em hora, sempre que possível, em especial verificando se está sendo positiva ou negativa e se a mídia está explorando as contradições e evasivas. As razões para eventual manifestação são: a) contrabalancear as manifestações da defesa. Vejo com normalidade fazer isso. Nos outros casos não houve isso. b) tirar um pouco o foco do juiz que foi capa das revistas de modo inadequado”, escreve Deltan.

 

 

Começou com o pé direito: Brasil bate a Bolívia e vence por 3 a 0 na estreia da Copa América

/ Esporte

Brasileiros comemoram triunfo. Foto: Luis Moura/Wpp / Gazeta Press

A seleção brasileira começou a Copa América com o pé direito após bater o time da Bolívia por 3 a 0, em confronto realizado no estádio Morumbi, em São Paulo. Anfitrião do torneio, o Brasil somou três pontos no Grupo A na vitória construída com gols de Philippe Coutinho e Everton no segundo tempo.

Depois de começar de forma nervosa e apática, o time brasileiro pouco fez para alterar o placar na etapa inicial, chegando a terminar o primeiro tempo vaiado. Mais ofensivo no segundo, o time comandado pelo técnico Tite arriscou mais jogadas e teve o auxílio da tecnologia para tirar o zero do marcador.

O árbitro de vídeo flagrou um toque de mão de Jusino dentro da área. Na cobrança, Coutinho bateu no canto direito do goleiro e fez o primeiro do jogo. Cerca de quatro minutos depois, uma boa triangulação fez o Brasil chegar ao segundo. Firmino recebeu livre na direita, cruzou na pequena área e Coutinho tocou de cabeça para marcar o segundo.

Com a vantagem no placar, o Brasil só administrou o resultado até o fim. Foi no toque de bola que o time chegou ao terceiro. Depois de sair do banco de reservas, Everton arrancou pela esquerda, passou pela defesa e chutou no canto de Lampe, que só olhou a bola entrar. Próximo jogo da seleção brasileira é diante da Venezuela, na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 21h30, na terça-feira (18).

 

 

São Pedro 2019: Prefeitura de Itiruçu resolve anunciar primeira da festa; Márcia Fellipe é confirmada

/ Itiruçu

A cantora Márcia Fellipe se apresenta no dia 30. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Itiruçu, que vinha recebendo críticas por postergar o anúncio da realização ou não da tradicional festa de São Pedro resolveu divulgar a primeira atração contratada para o evento.

A cantora Márcia Fellipe, um dos principais nomes do forró eletrônico na atualidade tem show confirmado para o dia (30), na Praça Gilberto Scaldaferre, área utilizada como circuito oficial da festa pública. Por enquanto, apenas Márcia Fellipe, que fará sua primeira apresentação na região do Vale do Jiquiriçá está confirmada, além de bandas locais. O São Pedro 2019 ocorrerá de 28 a 30 de junho.

O evento, com cunho cultural e econômico é esperado anualmente pelo público local e de outras regiões, inclusive da capital baiana, que visitam Itiruçu para participar do São Pedro. O aspecto econômico é levado em consideração pelos comerciantes da cidade com a realização da festa, que ajuda a aquecer a economia.

Itiruçu também é sede de um dos mais badalados eventos privados do período junino no interior, que é o Forró Coffee, sediado há 18 anos na Fazenda Nova Itália. Para este ano, a direção do Coffee, que acontece no dia (29) de junho anunciou as seguintes atrações: Safadão, Harmonia, Saia Rodada, Dorgival Dantas e a dupla Guto e Flavinho.