Jequié: Operação da Polícia Civil prende suspeitos de matar a jovem Valdinéia no dia 13 de março

/ Jequié

Crime ocorreu na Tote Lomanto. Foto: Arquivo/Blog Marcos Frahm

A Polícia Civil de Jequié informou ter elucidado o crime de homicídio ocorrido em 13 de março deste ano, praticado contra a jovem Valdinéia Santos Silva, de 26 anos, cujo caso foi registrado na Avenida Tote Lomanto, quando a vítima conduzia uma motocicleta Honda Biz e teria sido surpreendida por indivíduos que a alvejaram pelas costas e fugiram em seguida.

[relembre aqui].

Valdinéia conseguiu percorrer cerca de 20 metros, deixando a moto, quando foi perseguida pelos assassinos que alcançaram a mesma e fizeram outros disparos à queima roupa. Ela era bastante conhecida na cidade e teria feito curso preparatório para o concurso da Polícia Militar.

Nesta terça-feira (28), uma operação contra homicídios em Jequié resultou na prisão de três pessoas, duas delas acusadas de serem autores da morte de Valdinéia. Foram encaminhados a Delegacia Territorial, Anderson de Jesus Oliveira, vulgo Bidom e Adonai Gonçalves Souza, que segundo a polícia são os autores do homicídio. Ainda foram cumpridos 07 mandatos de busca e apreensão no Bairro Joaquim Romão, Alto da Bela Vista, sendo encontrada uma arma de fogo na casa de Marcos Souza, o Kiko Branco, que foi preso em flagrante por porte ilegal.

Itaquara: Homem acusado de homicídio e menor suspeito de tráfico são detidos pela PM

/ Itaquara

Um homem que segundo informações da Polícia Militar responde por crime de homicídio foi preso na cidade de Itaquara por porte ilegal de arma de fogo. De acordo com a PM, através da 3ª Cia, a ação ocorreu na localidade de Cascalho, após denúncia dando conta de que o suspeito, conhecido pela alcunha Sariguê, envolvido com drogas, estaria em liberdade condicional e portando arma de fogo.

Os militares deram voz de prisão ao mesmo, que foi encaminhado a Delegacia com um revólver calibre 32, com munições intactas, além de três facas, celulares e a quantia de R$ 180,00 em dinheiro.

Ainda em Itaquara, no Vale do Jiquiriçá, a PM apreendeu um adolescente suspeito de chefiar o tráfico de drogas na Rua Baitinga de Cima. O jovem foi denunciado após movimentação intensa na área revelando a comercialização de entorpecente. Ao perceber a chegada da guarnição, o mesmo teria apresentado atitude suspeita, sendo abordado e com ele foram encontrados 10 porções de material análogo à maconha, embaladas e prontas para comercialização.

Indagado, o jovem ainda informou que em sua residência  existiam mais entorpecentes, o que foi confirmado pela guarnição, que localizou mais 18 porções da mesma droga e pinos utilizadod para comercialização de cocaína. O menor, juntamente com todo material foram apresentados na Delegacia para adoção das medidas cabíveis.

Operação contra homicídio e feminicídio prende 63 suspeitos e apreende 3 adolescentes na Bahia

/ Polícia

Três adolescentes foram apreendidos e 63 suspeitos foram presos na Bahia, durante a Operação Cronos II, nesta terça-feira (28). A informação foi divulgada pela Polícia Civil do estado. Segundo a polícia, entre as prisões, 40 foram por homicídios, 4 por feminicídio e 19 por outros crimes, como tráfico de drogas e roubo. Já os adolescente foram apreendidos por infração análoga ao crime de homicídio.

A polícia não detalhou em quais cidades baianas a operação foi deflagrada. No total, 222 mandados deveriam ser cumpridos na Bahia. Os suspeitos que não foram encontrados nesta terça são considerados foragidos. Os Departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Polícia Metropolitana (Depom), de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), de Polícia do Interior (Depin), de Inteligência Policial (DIP) e a Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter) estiveram envolvidos na operação no estado. Além da Bahia, a ação foi realizada em outros 20 estados e no Distrito Federal, sob coordenação do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC).

Operação Cronos

Na primeira fase da operação, desencadeada em agosto do ano passado, mais de mil pessoas foram presas em todo o país e 75 adolescentes foram apreendidos. A ação contou com aproximadamente 6,6 mil policiais civis.

A operação surgiu após uma reunião do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil, em julho do ano passado. Ela foi batizada com o nome do deus grego Cronos, que comanda o tempo. Segundo as autoridades, a escolha faz referência à supressão do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime. Com informações do G1

Wesley Safadão tem crise de choro e Xand Avião passa mal em velório de Gabriel Diniz

/ Entretenimento

Safadão se emociona ao lado do caixão do GD. Foto: Reprodução

Uma multidão se reuniu no Ginásio Poliesportivo Ronaldo Cunha Lima, o Ronaldão, em João Pessoa, nesta terça-feira (28), para se despedir do cantor Gabriel Diniz, morto na última segunda-feira (27) vítima de um acidente aéreo.

O velório contou com a presença dos familiares do artista, fãs e amigos próximos de GD, como os cantores Wesley Safadão, Xand Avião, a dupla Matheus e Kauan, Aldair Playboy, a influencer GKAY, Leo Santana e Mano Walter, que emocionaram os presentes com homenagens ao forrozeiro.

Padrinho e sócio de Gabriel, Safadão teve uma crise de choro ao se deparar com o corpo do artista no caixão e foi consolado pela mãe e pela esposa, Thyane Dantas. Emocionado, o cantor homenageou Diniz com algumas palavras e em seguida cantou um trecho da canção ‘Paraquedas’, um dos hits dele antes de ‘Jenifer’ estourar pelo Brasil.

”Gabriel vai fazer muita falta para todos nós. Você vai ser sempre lembrado pela sua alegria e tudo o que você fez por nós. Vai deixar uma grande mensagem pra nós. Que a gente possa viver nossa vida intensamente, como ele viveu”, disse.

Casamento sologâmico: empresária de Belo Horizonte se casará com ela mesma, aos 38 anos

/ Entretenimento

Jussara Dutra Couto vai realizar um sonho. Foto: Rede social

Um casamento incomum será realizado no próximo domingo (2), em Belo Horizonte (MG). Aos 38 anos, a empresária Jussara Dutra Couto vai realizar o sonho de entrar na igreja vestida de branco, mas não haverá na cerimônia outro cônjuge. Isso porque Jussara vai se casar com ela mesma, celebrando o “amor próprio”, o chamado casamento sologâmico, que já é realizado há algum tempo em diversos países do mundo.

Segundo a empresária, no Brasil, será a primeira vez que um evento como esse acontece. ”Trabalho com cerimonial de casamento há 20 anos, mas a vontade é genuína. Estou tão feliz e tão bem comigo que quis fazer festa para mim e casar comigo”, disse ela, que criou o ‘Eu comigo evento’, empresa especializada em realizar casamentos solos.

A cerimônia é bem semelhante ao casamento monogâmico. Jussara estará de branco, com vestido assinado pela estilista Tetê Rezende. Entrará sozinha, mas será recebida pela filha Maria Laura, de 21 anos, no que ela denomina de ”entrada invertida”. ”Minha filha vai sair do altar e seguir até a rampa, de onde sairei do carro. Ela vai me entregar o buquê e entro sozinha”, revela.
O casamento sologâmico não tem previsão legal. O momento será conduzido por uma amiga de Jussara. Não há troca de alianças, mas para demarcar o compromisso consigo mesma, Jussara fez uma tatuagem de uma mulher com asa de borboleta. ”Borboleta tem significado de luta e renascimento”. Com informações do Correio Braziliense.

Torcedor do tricolor baiano, Rui Costa retorna à Bahia em voo com o time do São Paulo

/ Bahia

Rui Costa com o técnico do São Paulo, Cuca. Foto: Instagram

Torcedor do Bahia, o governador Rui Costa retorna à Bahia, na noite desta terça-feira (28), no mesmo voo do time do São Paulo, que enfrenta o tricolor baiano nesta quarta-feira (29) em jogo decisivo pela Copa do Brasil, na Arena Fonte Nova.

No aeroporto de Congonhas, Rui conversou com o técnico Cuca e registrou o momento nas redes sociais. ”Depois da Correria em São Paulo, encontrei Cuca, técnico do tricolor paulista, em Congonhas. Cumprimentei, desejei bom voo, mas não desejei boa sorte no jogo pela Copa do Brasil contra o meu Bahia”, escreveu o governador em nas redes sociais.

Justiça bloqueia R$ 20 milhões do ex-deputado Benito Gama, investigado por supostas propinas

/ Justiça

O juiz titular da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, João Batista Gonçalves, determinou o bloqueio de R$ 20 milhões do ex-deputado federal Benito Gama (PTB), no âmbito de investigações em torno de supostas propinas do Grupo J&F. Segundo a decisão do magistrado, na condição de presidente do PTB durante a campanha de 2014, Benito da Gama ‘teria recebido R$ 20.000.000,00, decorrentes de supostos créditos ajustados entre o Grupo J&F e o senador Aécio Neves’.

“A referida quantia teria sido paga em troca de apoio político do PTB para a campanha presidencial de 2014, expondo a autoridade policial que o investigado teria participado de reunião na sede do Grupo J&F para tratar das contribuições para o partido”, escreveu o juiz. A propósito da acusação, recebemos do ex-deputado federal Benito Gama a seguinte resposta neste momento (21h16):

“Benito Gama, ex-Deputado Federal ao longo de 35 anos, pelo Estado da Bahia, vem a público esclarecer que os fatos delatados, ora sob apuração, são inverídicos e lamenta a credibilidade dada ao criminoso confesso que busca, a todo custo, benesses indevidas. ‬ O bloqueio de ativos é absolutamente ilegal, pois confunde a pessoa jurídica Partido Trabalhista Brasileiro, da pessoa física Benito Gama. ‬Em razão da plena confiança na aplicação da Justiça, Benito Gama continua à disposição para prestar todos os esclarecimentos que se façam necessários, de modo a demonstrar a total lisura no exercício das funções públicas desempenhadas, notadamente as desenvolvidas junto ao Poder Legislativo”.

”Unidade é o cacete, eu conheço vocês”, diz Ciro a deputada petista Maria do Rosário

/ Política

O ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT) se envolveu em um debate com a deputada federal do PT, Maria do Rosário, em Pernambuco, nesta segunda-feira (27). Ele foi acusado pela parlamentar de criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo ele, ”se não fizer uma defesa patológica do Lula, vai ser chamado de traidor”. Em seguida, a deputada citou a necessidade de unidade da esquerda e Ciro respondeu. ”Quem não vê a realidade é louco, quem não vê a realidade é pirado. Eu conheço vocês. Unidade é o cacete”, falou.

Senado aprova MP do governo que reduz número de ministérios; Sérgio Moro perde Coaf

/ Brasília

Senadores em votação. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O governo conseguiu nesta terça-feira, 28, uma vitória no Senado e aprovou sem alterações a medida provisória que reduziu de 29 para 22 o número de ministérios. Senadores atenderam a um pedido do presidente Jair Bolsonaro, que, em carta, pediu que mantivessem o texto da forma como foi aprovado na Câmara e deixassem o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sob a alçada do Ministério da Economia.

Parlamentares da base aliada passaram boa parte da sessão justificando o voto que tirou o Coaf do ministro Sergio Moro. A defesa de que o órgão ficasse no Ministério da Justiça foi uma das pautas levadas às ruas por manifestantes nos atos a favor do governo no domingo passado. Em carta, assinada em conjunto com Moro, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente pediu que os parlamentares não tentassem alterar a MP, sob risco de ter que retornar a estrutura anterior da Esplanada dos Ministérios, com 29 pastas – atualmente são 22.

O documento foi entregue pelo chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni – também signatário –, ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), durante café da manhã no Palácio da Alvorada. O pedido colocou em lados opostos o desejo inicial de Moro, de ficar com o comando do Coaf, e o interesse do governo em manter a estrutura com 22 pastas, independentemente em qual ministério estará o órgão de controle financeiro. Antes de colocar o texto em votação, Alcolumbre tentou um acordo com líderes de partidos. Por mais de duas horas, a portas fechadas, apelou aos colegas para que não houvesse pedidos para que a questão do Coaf fosse votada nominalmente. Encontrou resistências.

Piadas de Jair Bolsonaro são alvo de revolta, risos e medo de bullying entre japoneses

/ Brasília

Declarações de Bolsonaro geram revolta. Foto: Carolina Antunes

As declarações do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que compararam o Japão e os japoneses a coisas pequenas geraram revolta e risadas entre descendentes do país que vivem em São Paulo. No dia 15 de maio, Bolsonaro foi abordado por um rapaz estrangeiro de feição asiática no aeroporto de Manaus. Ao posar para fotos, Bolsonaro fez um gesto com a mão e disse “tudo pequenininho aí?”

Nove dias depois, na sexta-feira (24), o presidente voltou a repetir a comparação, ao falar sobre a reforma da Previdência. “Se for uma reforma de japonês, ele vai embora. Lá [no Japão], tudo é miniatura”, declarou o presidente, em Petrolina, Pernambuco.

Procurados pela reportagem, representantes da comunidade japonesa em São Paulo se dividiram sobre as declarações: alguns se mostraram revoltados, enquanto outros preferiram reagir com bom humor. “Não sei se ele disse isso em relação à estatura ou a outra coisa. Se foi por relação a órgão sexual, foi infeliz essa colocação. É muito revoltante. Vindo de um presidente, é muito condenável. A gente não deve ficar inerte a esse tipo de comentário”, disse Raul Takaki, diretor do jornal Nikkei Shibum, publicado em japonês e distribuído em São Paulo.

“Minha resposta é uma sonora risada. O presidente pode falar o que ele quiser. Não tem que dar muito valor, tem que relevar, que rir”, diz Renato Ishikawa, presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa). “Isso de miniatura tem dois lados, um positivo e um negativo. É um país pequeno, mas que conseguiu se projetar ao mundo, criar tecnologia, tem uma arte milenar. Fazer miniatura é uma arte”, ponderou Ishikawa.

O analista de sistemas Hugo Tanaka, 30, ficou revoltado com as falas de Bolsonaro e teme que elas possam aumentar as piadas e o bullying contra japoneses. “Já passei por isso em todos os ambientes, especialmente ao estudar, mas relevo. Essa nova polêmica pode gerar mais brincadeiras, que vão afetar principalmente os jovens, o que pode criar finais desastrosos se atingir pessoas com depressão”, analisa.

O Consulado do Japão em São Paulo não quis se pronunciar. “Estamos cientes da fala do presidente, mas não sabemos sobre detalhes a respeito da relação dos fatos e da intenção do pronunciamento. Por isso, preferimos não comentar nada em relação a isso”, disse o vice-cônsul Yasuhisa Ikeda. As falas de Bolsonaro foram noticiadas em ao menos dois sites de notícias do Japão no fim de semana, o Sankei Shimbun e o Jiji News, que consideraram as piadas como preconceituosas. O presidente irá ao país no fim de junho, para participar da cúpula do G20, em Osaka.

Bolsonaro visitou o Japão em fevereiro de 2018, como pré-candidato à Presidência. Em Hamamatsu, a 260 km de Tóquio, ele fez uma palestra a brasileiros que viviam lá e prestou continência à bandeira japonesa. Em janeiro, ele se reuniu com o premiê japonês Shinzo Abe, durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. O Japão é formado por um conjunto de ilhas que soma quase 378 mil km² de área, tamanho próximo ao do estado de Goiás (340 mil km²). O país asiático possui 126 milhões de habitantes e é a terceira maior economia do mundo. Seu PIB atingiu US$ 4,8 tri em 2017. O do Brasil (8ª maior economia) foi de US$ 2 trilhões naquele ano.

Advocacia-Geral da União defende cortes de 30% pelo MEC nas universidades federais

/ Educação

A Advocacia-Geral da União defendeu a constitucionalidade do bloqueio temporário de 30% dos recursos repassados pelo Ministério da Educação às universidades federais. Em parecer ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, o órgão pede que seja julgada improcedente ação movida pelo PDT contra a medida do governo Jair Bolsonaro. Segundo ação do PDT, o decreto do contingenciamento teria violado os princípios da ‘vedação ao retrocesso’, da ‘razoabilidade’, e ainda promoveu o aviltamento da Constituição Federal em seu artigo 211, que rege: “A União organizará o sistema federal de ensino e o dos Territórios, financiará as instituições de ensino públicas federais e exercerá, em matéria educacional, função redistributiva e supletiva, de forma a garantir equalização de oportunidades educacionais e padrão mínimo de qualidade do ensino mediante assistência técnica e financeira aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios (…) “.

Para a AGU, no entanto, ‘pode-se concluir que nem o contingenciamento de recursos operado pelo Decreto n° 9.741/2019 em relação ao diversos Ministérios do Governo Federal, nem o bloqueio temporário de 30% dos recursos repassados pelo Ministério da Educação às universidades federais violaram qualquer direito constitucional, tendo sido instituídos em régia observância às normas legais financeiras e orçamentárias do direito pátrio’. A Advocacia-Geral da União argumenta que ‘após a divulgação do primeiro relatório bimestral de avaliação de receitas e despesas primárias, constatou-se uma redução nas previsões de arrecadação ao longo do exercício de 2019’.

Também teria sido identificada, ao mesmo tempo, ‘uma pequena elevação nas despesas primárias de execução obrigatória, de modo que estas circunstâncias impeliram o Governo Federal ao contingenciamento de uma parte dos gastos discricionários contidos na LOA, em atendimento ao preceito do supracitado artigo 9.º da Lei de Responsabilidade Fiscal’. “Em termos gerais, o Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do Io Bimestre de 2019’=’ indicou a necessidade de contingenciar no âmbito do Poder Executivo em torno de R$ 29,6 bilhões no âmbito das despesas primárias discricionárias, cabendo especificamente no caso do Ministério da Educação o contingenciamento de R$ 5,8 bilhões, motivo pelo qual foi editado o Decreto n.° 9.741, de 29 de março de 2019 – norma objeto da presente ação direta de inconstitucionalidade”, sustenta.

De acordo com a Advocacia-Geral, o decreto, ‘ao instituir contingenciamento orçamentário que busca o alcance do equilíbrio das contas públicas, na realidade, atua no sentido de que não haja retrocesso social em momento posterior’. “Ademais, não há nenhum óbice ao exercício da autonomia de tais entidades na gestão do seu orçamento disponível, pois continuam a deter a prerrogativa de definir suas prioridades no uso dos recursos não contingenciados no âmbito das dotações disponíveis para cada programa ou ação, bem como escolherem quais as medidas que serão implementadas no presente momento e que serão postergadas para o futuro”, argumenta a AGU. As universidades federais do País tiveram R$ 2,2 bilhões bloqueados para uso, o que corresponde a 25,3% do que elas tinham de recursos para investimento e custeio de suas instalações e cursos no ano – fora o salário de servidores. Já ao menos R$ 2,4 bilhões para investimentos em programas do ensino infantil ao médio foram bloqueados pelo Ministério da Educação (MEC), segundo dados da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições de Ensino Superior (Andifes). Do Estadão Conteúdo

Estado de saúde do cantor Agnaldo Timóteo se agrava; artista respira com aparelhos

/ Saúde

Cantor Agnaldo Timóteo segue internado na Bahia. Foto: TV Bahia

O Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) comunica que o estado de saúde do cantor Agnaldo Timóteo se agravou nas ultimas seis horas. Por meio de nota, o hospital informa que ”no presente momento, o mesmo está respirando sob ajuda de aparelhos e encontra-se instável. A qualquer instante, a diretoria médica da instituição poderá liberar atualizações do quadro clínico do paciente. Familiares solicitam que todos os fãs mantenham vibrações positivas”.

Ainda conforme o comunicado, Agnaldo Timóteo já foi admitido na unidade com perfil, naturalmente, de alto risco, tendo em vista sua idade – 82 anos – e as doenças associadas. Na tarde de segunda-feira (27), a família e fãs tiveram que lidar com boatos da morte do cantor. 

O cantor foi internado, primeiro, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Barreiras, cidade no oeste da no dia 20 de maio. Ele foi levado para a UPA pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ainda na UPA, o artista gravou um vídeo falando que não ia mais se apresentar em uma festa na cidade de Santa Rita de Cássia, no oeste baiano. O show estava previsto para o mesmo dia em que ele passou mal. Após o artista ser atendido em Salvador, ficou confirmado que ele sofreu um AVC.

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado estimado em R$ 48 milhões

/ Esporte

A Mega-Sena está acumulada e tem prêmio estimado em R$ 48 milhões. O sorteio do concurso 2.155 será realizado nesta quarta-feira (29), a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias da Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo; e é aberto ao público.

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio, caso aplicado na poupança, poderia render mais de R$ 178 mil por mês. Também é suficiente para comprar 16 apartamentos de luxo. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer loja lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. O bilhete simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

Em São Paulo, Rui cobra do Governo Federal apoio para PPPs e concessões nos Estados

/ Política

Rui Costa participa de fórum em SP. Foto: Divulgação/GOVBA

O governador Rui Costa participou, na manhã desta terça-feira (28), em São Paulo, de um fórum sobre Parceria Público-Privada (PPP) e concessões, promovido pela revista Exame, com a participação de 11 governadores do Brasil. Rui salientou que a Bahia é exemplo de PPPs bem sucedidas, citando o metrô, hospitais do Subúrbio e Couto Maia, diagnóstico por imagem, Fonte Nova, entre outros.

O governador deixou claro que o Estado da Bahia continuará neste caminho, buscando novos investimentos privados. Ainda na mesa de debate, Rui voltou a citar o VLT do subúrbio e a ponte Salvador/Itaparica como projetos que despertam a atenção da iniciativa privada. ”É importante destacar, no entanto, que os desafios enfrentados pelos Estados para alcançar esses resultados passam, principalmente, por ofertar fundos garantidores para atrair mais investimentos. Penso que o Governo Federal deve apoiar os Estados nesses projetos”, ressaltou.