Neste sábado, Voluntárias Sociais da Bahia inauguram ”Centro de Equoterapia” em Jequié

/ Jequié

O Centro de Equoterapia de Jequié, será inaugurado neste sábado (1º), às 11h, pelas Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA). Parte dos recursos utilizados na construção do centro foi arrecadada no Jequié Fest, evento beneficente realizado pelas VSBA em maio de 2018. O restante partiu de recursos próprios das Voluntárias.

O centro, idealizado pela primeira-dama do Estado e madrinha da instituição, Aline Peixoto, atenderá crianças a partir de dois anos, com casos de paralisia cerebral, autismo ou deficiência motora, beneficiando 27 municípios da região.

Deputado Euclides Fernandes sugere cessão de área do trevo rodoviário em Jequié ao DNIT

/ Jequié

Indicação de Euclides foi protocolada na AL-BA. Foto: Divulgação

O deputado Euclides Fernandes sugeriu ao governador Rui Costa que transfira para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) a área que envolve o Trevo do Poliduto, entrada de Jequié e que liga às BRs 116 e 330, a fim de que órgão possa realizar as obras necessárias à requalificação do trecho. O parlamentar explica que a lei só permite que somente o departamento federal realize obras em áreas de domínio da União.

Na indicação protocolada na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Fernandes pede que o Executivo formule a proposição e envie ao Legislativo para que a transferência seja concretizada. O deputado argumenta que, à medida que o tempo passa, ”aumenta consideravelmente o número de veículos que utilizam o trevo, gerando a necessidade da realização de obras de requalificação e ampliação das suas faixas de rolamento”.

O deputado conta que esteve recentemente com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte, Antônio Leite dos Santos Filho, e foi informado da necessidade de transferência de posse para que as obras possam ser realizadas.

 

Só mudo se for cassado, diz o presidente Bolsonaro sobre o seu estilo de governar o país

/ Brasília

Bolsonaro diz que não muda seu estilo. Foto: Isac Nóbrega

Durante almoço com caminhoneiros em Anápolis -a 50 km de Goiânia- o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta sexta-feira (31) estar ”comendo o pão que o diabo amassou” no governo, mas que só muda se cassarem seu mandato. ”Meu cabra, eu estou comendo o pão que o diabo amassou, tá? Não loteamos ministérios, bancos oficiais, estatais. Só muda se alguém cassar meu mandato”, disse em tom de desabafo quando um dos participantes falou que estava faltando ”boa vontade em Brasília”.

Depois de cumprir uma agenda em Goiânia, onde participou de um encontro da igreja evangélica Assembleia de Deus, Bolsonaro parou em uma churrascaria que fica em Anápolis, na estrada que liga Goiânia a Brasília. Ele chegou ao local acompanhado do ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) – escalado para responder as dúvidas dos caminhoneiros – do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, do líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO) e do porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros.

Ao falar sobre as dificuldades em governar, Bolsonaro ouviu palavras de incentivos dos caminhoneiros. ”Estamos com o senhor”, disse um deles. O local escolhido para o encontro se chama ”Presidente posto e churrascaria – um amigo na estrada”, onde Bolsonaro chegou por volta de 12h30 e permaneceu por 45 minutos. Embora tenha dito que a escolha do restaurante foi ”aleatória”, ao deixar o local, ele disse que sua equipe fez um levantamento sobre a presença de caminhoneiros na região. ”Foi aleatória [a ida para o restaurante]. Foi feito levantamento de ontem para hoje de onde teria mais caminhões neste horário, eu estava vindo de Goiânia e paramos aqui para conversar com os caminhoneiros”, disse. O almoço com os caminhoneiros não estava previsto na agenda do presidente. Segundo sua assessoria de imprensa, ele decidiu de última hora e os caminhoneiros não pertencem a nenhuma associação ou grupo organizado.

O deslocamento foi feito por Bolsonaro e sua equipe de helicóptero e exigiu um reforço na segurança. O presidente passou a maior parte do tempo em silêncio, enquanto comia churrasco e bebia coca-cola. Coube a Tarcísio esclarecer as principais dúvidas sobre preço dos combustíveis, frete e outras dificuldades enfrentadas pela categoria. Nas poucas intervenções que fez, Bolsonaro incentivou os caminhoneiros a darem entrada no pedido para porte de arma de fogo, se comprometeu a acabar com radares móveis e repetiu que vai prorrogar o tempo de validade da carteira de motorista de 5 para 10 anos, além de dobrar o limite de pontos de 20 para 40. Questionado sobre se existia alguma iniciativa do governo para baixar o preço do diesel, Bolsonaro disse que isso dependia de um imposto estadual. ”O que mais pesa no combustível é o ICMS, que é do estado. Não é a gente. Por isso que eu trabalho para privatizar o refino. Quanto mais tiver concorrência, melhor. Tá ok?”. O grupo de cerca de 30 caminhoneiros dirigiu uma série de dúvidas ao presidente e ao ministro. Quando um deles falou sobre dificuldades em rodovias não privatizadas, com pouca manutenção e segurança, o presidente citou como solução um decreto assinado por ele. ”No decreto, eu acabei com comprovar a efetiva necessidade. Por enquanto está um pouco caro ai, mas a gente vai diminuir isso ai, mas já abriu as portas, dá entrada. Tem um tempo de dois ou três meses que eu botei no decreto para conceder o porte”, disse.

Ao falar sobre o tema, o presidente perguntou se a questão de armas tinha o apoio do grupo. Três presentes levantaram os braços. ”Quanto mais arma, mais segurança. Se tiver arma de fogo é para usar”, disse Bolsonaro. Um dos participantes perguntou sobre a idade de aposentadoria para caminhoneiros, se a categoria entrará na idade mínima de 65 anos, como prevê a proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo ao Congresso. Bolsonaro brincou com o fato de Caiado, que estava ao seu lado, ter 70 anos. Ele pediu que o líder do governo respondesse à pergunta. Major Vitor Hugo disse que não havia categoria especial para caminhoneiros, mas disse que a reforma da Previdência prevê um período de transição. O presidente não quis responder a questionamentos sobre protestos realizados na quinta (30) contra o bloqueio de verbas para Educação. ”Ah, vamos falar sobre caminhoneiros, vai…”, disse, demonstrando irritação e interrompendo sua fala.

Ainda abalado com morte do colega Gabriel Diniz, Wesley Safadão cancela mais dois shows

/ Entretenimento

Safadão segue abalado com a morte do amigo. Foto: Divulgação

O cantor Wesley Safadão segue abalado com a morte do amigo Gabriel Diniz. O cantor faleceu na última segunda-feira (27) em um acidente aéreo e desde então o forrozeiro vem cancelando sua agenda de compromissos.  Com isso, foram adiados os shows desta sexta-feira (31) em Barra do Garças (MT) e o de sábado (1º) Tangarã da Serra (MT).

”Pedimos desculpas aos fãs e admiradores do cantor, porém o mesmo não se encontra em condições emocionais para realizar sua apresentação diante os fatos ocorridos com Gabriel Diniz nesta semana”, diz o comunicado assinado pela Luan Produções e Eventos.

Safadão já havia cancelado o lançamento da música ”Desencana”, gravada em parceria com MC Kekel, que estava marcado para esta quinta-feira (30). Na data, além de disponibilizar o single nas plataformas digitais, ele faria um evento de lançamento da canção em São Paulo.

Igor Kannário é o deputado baiano com mais acusações criminais; processos estão no TJ-BA

/ Justiça

Igor annário foi eleito deputado federal. Foto: Divulgação

Conhecido como ”Príncipe do Gueto”, o deputado federal Igor Kannário (DEM) é o parlamentar que mais tem acusações criminais, de acordo com um levantamento feito pelo portal Congresso em Foco.

O cantor tem acusações de  injúria, calúnia, desacato, roubo majorado e constrangimento ilegal. Todos os processos estão no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA). O segundo parlamentar que mais tem acusações é Charles Fernandes (PSD). O deputado é acusado de ter cometido abuso de autoridade no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). Além disso, ele é suspeito de ter cometido três vezes crime de responsabilidade no (TJ-BA).

O deputado João Carlos Bacelar (PR) é o terceiro que mais tem processos. Jonga, como é conhecido, é acusado de ter cometido crime de peculato duas vezes e de falsidade ideológica. Além disso, o parlamentar também é citado em um processo que foi enviado pelo Supremo Tribunal Federal para o TRE.

Quem mais tem?

Conforme o levantamento, o deputado Cacá Leão (PP-BA) é suspeito de ter cometido falsidade ideológica. À reportagem, ele disse que ”o inquérito foi remetido à justiça eleitoral do estado da Bahia e que  aguarda ansiosamente o andamento do mesmo pois tem certeza do seu arquivamento.” O  parlamentar  Ronaldo Carletto, do PP, é acusado de ter cometido crime contra o sistema financeiro. Já o deputado Mário Negromonte Jr., que está no mesmo partido, é citado em um processo. A reportagem, no entanto, não informa qual a motivação da ação. O inquérito dele foi do STF para o (TJ-BA).

Tito, do Avante, é investigado por ter cometido por crime contra o patrimônio. Em sua defesa, o  parlamentar alega inocência e afirma que a investigação decorre de uma interpretação equivocada da Lei de Licitações. O parlamentar  Arthur Oliveira Maia, deputado federal do DEM, ´é suspeito de ter cometido os crimes de calúnia, injúria e difamação.

O petista Nelson Pelegrino  tem um processo que foi enviado do STF para o TJ-BA. As informações sobre a ação, no entanto, não foram divulgadas. Daniel Almeida  (PCdoB) também responde a um processo, mas não há informações sobre a ação. A deputada Lídice da Mata (PSB) também é citada no levantamento. A parlamentar tem um processo que foi do STF para o TJ-BA. Em nota, ela disse:

”A Assessoria Parlamentar da Deputada Federal Lídice da Mata (PSB-BA) informa que em 4 de agosto de 2017, o Ministro Edson Fachin, relator no Supremo Tribunal Federal (STF) dos inquéritos e ações penais originadas a partir da Operação denominada Lava Jato, em concordância com manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR), acatou pedido de redistribuição do Inquérito 4396. À época, o despacho do Ministério Público, assinado pelo então Procurador Geral da República Rodrigo Janot, informava: “OS FATOS AQUI APURADOS NÃO GUARDAM, EM PRINCÍPIO, NENHUMA RELAÇÃO DE CONEXÃO COM OS CASOS DE CORRUPÇÃO, PECULATO E LAVAGEM DE DINHEIRO INVESTIGADOS NO ÂMBITO DA CHAMADA OPERAÇÃO LAVA JATO” (fls. 54/57). Assim, em função de haver cessada a competência penal originária do Supremo Tribunal Federal (STF) no caso, o processo foi redistribuído para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Bahia em junho de 2018. Desta forma, o processo não está mais no âmbito do STF. A ex-senadora e hoje deputada federal Lídice da Mata continua no aguardo dos desdobramentos, agora via TRE, e reitera que todos os recursos de campanhas foram devidamente declarados para a Justiça Eleitoral e que ela tem a consciência tranquila e confiança de que tudo será devidamente esclarecido.”

Noiva do cantor Gabriel Diniz desabafa pela 1ª vez após tragédia: ”Deus está nos confortando”

/ Entretenimento

Karoline voltou às redes sociais para desabafar. Foto: Reprodução

A noiva do cantor Gabriel Diniz, Karoline Calheiros, voltou às redes sociais para falar pela primeira vez sobre o ocorrido. O artista morreu na última segunda-feira (27) em um acidente aéreo. Nos stories do Instagram, ela desabafou:

”Passando para dizer que está tudo bem, estou, aos poucos, conseguindo assimilar o que aconteceu para prosseguir a vida. Nossa família está reunida em um momento só nosso, estamos bem na medida do possível, pois Gabriel não gosta de tristeza. Estamos sempre em oração e sabendo que Deus está nos confortando nesse momento, ao lado do nosso anjo, que agora nos olha lá de cima”, escreveu.

Para quem não sabe, Gabriel estava viajando para comemorar o aniversário de Karoline quando o acidente aconteceu. Desde a data trágica, ela decidiu se afastar das redes sociais. *BN

Conselho de odontologia denuncia estudante por atuação irregular e jovem rebate: ”Fico mais rico”

/ Saúde

Henrico Almeida rebateu o Conselho na Web. Foto: Rede social

O Conselho Regional de Odontologia (CRO) denunciou um estudante da área que estaria atuando como dentista de forma irregular, em uma clínica em Vitória da Conquista. Segundo o G1,  o CRO informou que o estudante – identificado como Henrico Almeida – não poderia exercer a profissão, mas tem postado várias fotos em redes sociais, onde aparece atuando como dentista. O conselho informou ainda que várias pessoas procuraram o órgão para denunciar o rapaz.

Em um vídeo, o conselheiro do CRO, José Mário Gomes de Melo, falou que tomou conhecimento de várias irregularidades cometidas pelo estudante e que está tomando as medidas cabíveis contra o exercício ilegal da profissão.

”O Conselho Regional de Odontologia está ciente de algumas irregularidades que estão acontecendo no interior da Bahia. Estamos tomando várias medidas contra o exercício ilegal da profissão. Estamos agora adotando, em Vitória da Conquista especialmente, contra um estudante de odontologia, o acadêmico Paulo Henrico Almeida, que está exercendo ilegalmente [a profissão]. Ele não é cirurgião dentista, ele não é registrado no conselho, ele não pode exercer e não pode realizar procedimentos. Já demos entrada no Ministério Público e estamos aguardando as medidas possíveis, judiciais e cíveis, contra esse estudante que está exercendo ilegalmente a profissão”, disse José Mário.

O conselheiro destacou ainda que cirurgiões-dentistas que acobertam o exercício ilegal da profissão também cometem infração. ”O Conselho Regional alerta que comete infração ética, o cirurgião dentista habilitado, registrado no conselho, que acoberta o exercício ilegal da profissão por parte de qualquer pessoa, seja ela estudante de odontologia ou não. Se não estiver registrado no conselho, não pode realizar procedimentos”, explicou.

O CRO registrou um boletim de ocorrência contra Henrico na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Itabuna, no sul do estado, depois que uma senhora denunciou o estudante. Além disso, um Termo de Apresentação de Queixa também foi registrado na mesma cidade, depois que outra pessoa declarou ao conselho ter sido prejudicada pelos procedimentos realizados por Henrico.

À TV Sudoeste, afiliada da TV Bahia em Vitória da Conquista, Henrico disse, por telefone, que não atua como dentista, e que é estudante e dono da clínica. No seu perfil em rede social, no entanto, ele se autointitula doutor e oferece serviços de implantes dentários, lentes de contato dentárias, bem como aplicação de botox e ácido na biografia da rede.

No mesmo perfil, Henrico compartilha fotos de procedimentos sendo realizados. Depois da denúncia do CRO, ele compartilhou mensagem nas redes sociais em que diz que está sendo apedrejado porque está entre os melhores. ”Toda vez que vocês falam de mim, eu fico mais rico”, diz um trecho do post. Ele diz ainda que gosta da fama e da ascensão e que, enquanto as pessoas denunciam, ele está comprando vários apartamentos em Miami, nos Estados Unidos.

Educação: Prazo para novos convocados do programa Partiu Estágio termina na próxima semana

/ Educação

ermina na próxima semana o prazo para que os 1.410 universitários convocados pelo Programa Partiu Estágio realizem a entrega da documentação. Os selecionados do primeiro edital, com vagas para toda a administração pública, têm até a próxima terça-feira (4). Os convocados do segundo edital, específico para atuação na rede estadual de ensino, devem se apresentar até o dia 6 de junho. As convocações podem ser consultadas no site da Secretaria da Administração (Saeb).

Do total de convocados, 645 estão inscritos no primeiro edital do programa e poderão atuar em 62 órgãos de 49 municípios. Já a convocação para o segundo edital – destinada a alunos de cursos presenciais e EAD de Letras, Matemática e Educação Física – vai encaminhar 765 universitários à Secretaria da Educação (SEC), para reforço escolar em todo o estado.

É importante ressaltar que a vaga de estágio é garantida apenas com a entrega de toda documentação exigida, dentro do prazo regulamentar. A lista de todos os documentos requisitados (abaixo) pode ser conferida no e-mail de convocação ou nos dois editais do programa. Quem não entregar toda a documentação, ou não se apresentar dentro do período estipulado, perderá a vaga.

Sobre o programa

O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições estaduais, federais e privadas com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Desde seu lançamento, em abril de 2017, já foram contratados 8,7 mil universitários para atuar no serviço público baiano.

Incêndio atinge fábrica de reciclagem de pneus na cidade de São Sebastião do Passé

/ Bahia

Incêndio começou na madrugada. Foto: Reprodução/TV Bahia

Um incêndio atinge uma fábrica de reciclagem de pneus localizada em São Sebastião do Passé, cidade a cerca de 67 km de Salvador, na região metropolitana. Não há registro de feridos. Segundo o G1, as chamas começaram na madrugada desta sexta-feira (31).

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 4h50 e se deslocou até o local. A fumaça que se formou na fábrica por conta da queima do material foi densa e se espalhou rapidamente. Outras fábricas ficam próximas ao local do incêndio.

Funcionários ainda tentaram retirar alguns objetos da fábrica. ”A gente está conseguindo controlar a situação. Temos aqui mais de 30 homens trabalhando. Pedimos que os funcionários tirem alguns materiais combustíveis que não foram atingidos pelas chamas, porque se o fogo chegar lá pode ser que eles [os materiais] inflamem”, disse um capitão do Corpo de Bombeiros que participa do combate as chamas. Além dos bombeiros, ao menos cinco carros-pipa foram encaminhados ao local, para auxiliar no combate ao incêndio. Não há informações sobre as causas do fogo.

Microempreendedor tem até esta sexta-feira para entregar declaração do Simples

/ Economia

Os microempreendedores individuais (MEI), profissionais autônomos com até um empregado contratado formalmente, têm até hoje (31) para entregar a Declaração Anual do Simples Nacional relativa ao exercício do ano passado. Quem perder o prazo pagará multa de R$ 50 ou 2% dos tributos devidos, prevalecendo o maior valor.

Mesmo os microempreendedores que encerraram o negócio em 2018 precisam entregar a declaração. A declaração é feita pela internet, na página do Portal do Empreendedor. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) também fornece orientações.

Na Declaração Anual do Simples Nacional, o microempreendedor precisa enviar à Receita Federal o total do faturamento do ano anterior, discriminando apenas as vendas realizadas com ou sem emissão de documento fiscal. O MEI deve fazer um relatório
das receitas obtidas a cada mês, com base em um modelo no Portal do Empreendedor, e conferir se o valor das notas fiscais emitidas foi anotado corretamente no relatório.

Em Jequié, deputado Zé Cocá ouve demandas do Distrito de Irrigação da Fazenda Velha

/ Jequié

Deputado se reuniu com lideranças da Fazenda Velha. Foto: Divulgação

O deputado estadual Zé Cocá (PP) se reuniu, nesta quinta-feira (30), com a liderança Antônio Queiroz e alguns moradores do povoado da Fazenda Velha, em Jequié, para discutir as demandas do Distrito de Irrigação (Dirfav). ”Ouvimos atentamente todas as reivindicações e reafirmamos o nosso compromisso de trabalhar na Assembleia Legislativa da Bahia por melhorias significativas para essa localidade, sobretudo para as questões do DIRFAV que merece toda a nossa atenção”, destacou o deputado.

Contra bloqueio de verbas na Educação, estudantes do IF Baiano voltam às ruas em Santa Inês

chuva não impediu ato de protesto em Santa Inês. Foto: Divulgação

Estudantes e representantes do IF Baiano, Campus de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá, saíram às ruas da cidade em forma de protesto nesta quinta-feira (30) contra o contingenciamento de verbas públicas anunciado pelo Governo Federal para  universidades e institutos federais. O ato público liderado pelo SINAZEFE ganhou as ruas centrais de Santa Inês. Nem mesmo a chuva que atingiu a região impediu que os manifestantes promovessem o protesto.

Além de estudantes, professores também aderiram ao protesto

Foi a segunda vez este mês em que os manifestantes foram às ruas de Santa Inês defesa de manutenção de recursos para o IF Baiano, uma das importantes instituições federais de ensino, que atende alunos de várias regiões do Estado. O MEC anunciou corte 30% do orçamento de universidades e institutos federais – o que tem gerado manifestações em todo o país.

Ministério da Educação diz que ainda há muito o que debater sobre educação domiciliar

/ Educação

O Ministério da Educação (MEC) quer ampliar os debates acerca da educação domiciliar antes de definir um marco regulatório. Segundo a coordenadora-geral do Ensino Fundamental da Secretaria de Educação Básica do MEC, Aricélia do Nascimento, esta é uma pauta que não deverá sair do papel no curto prazo. ”Estamos nos organizando para que possamos ampliar em grupos de trabalho essa discussão para aí sim elaborar um planejamento para o médio e longo prazo. Não estamos colocando essa pauta em curtíssimo prazo” diz.

A preocupação da pasta é que as crianças e adolescentes tenham assegurado o direito à aprendizagem e que o ensino siga o que está estabelecido na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que estipula o mínimo a ser ensinado na educação básica, que vai do ensino infantil ao ensino médio. A BNCC ainda está em fase de implementação no país.

Segundo Aricélia, apesar de discutir o ensino domiciliar, o MEC não deixa de lado a pauta de acesso à uma educação de qualidade. ”Em nenhum momento a educação domiciliar substitui a instituição escola. Entendemos que o Brasil pode e tem ambições de neste momento ampliar o debate para que a sociedade possa ter possibilidade a mais para aqueles que entendam que essa possibilidade possa assegurar o direito subjetivo das crianças, adolescentes e jovens de terem garantido o direito ao ensino”.

O Brasil ainda não cumpriu a meta de universalizar a educação básica. Por lei, pelo Plano Nacional de Educação (PNE), até 2016, o país teria que universalizar a pré-escola e o ensino médio. Aindacerca de 1,9 milhão de crianças e jovens fora da escola. A coordenadora-geral participou ontem (30) de seminário de educação domiciliar na Câmara dos Deputados. Na casa, tramita o Projeto de Lei 2401/19 regulamenta a educação domiciliar no país. Pelo projeto cabe ao MEC registrar as famílias e aplicar uma avaliação aos estudantes cujos responsáveis optarem por essa opção. Da Agência Brasil