Vale do Jiquiriçá: Acidente envolvendo caminhonete deixa um morto entre Itaquara e Santa Inês

Veículo Ranger passou direto em curva. Foto: Litor do BMFrahm

Um acidente envolvendo uma caminhonete Chevrolet Ranger, no fim da tarde desta terça-feira (16), deixou uma pessoa morta na Rodovia BR-420, no Vale do Jiquiriçá. As informações preliminares obtidas pelo Blog Marcos Frahm dão conta de que o motorista teria perdido o controle do veículo ao passar por uma curva, na localidade de Lagoa Queimada, entre Itaquara e Santa Inês.

A vítima recebeu socorro até o Hospital Municipal de Jaguaquara (HMJ), onde teria ido a óbito. Uma equipe do IML esteve na unidade hospitalar e encaminhou o corpo para Jequié, mas a vítima ainda não foi identificada. Outras pessoas ocupavam a caminhonete de placa LCQ-7406, com licença de Laje. A redação do BMFrahm não obteve informações sobre o estado de saúde dos sobreviventes. Aguardem detalhes.

Educação: INEP divulgará nesta quarta-feira (17) resultado da isenção do ENEM 2019

/ Educação

Nesta quarta-feira (17), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) divulgará o resultado da concessão da isenção válida para o Exame Nacional do Ensino Médio. (ENEM) 2019. A lista de beneficiados estará disponível na Página do Participante e poderá ser acessada inserindo os dados de CPF e senha cadastrada no período de solicitação, que encerrou em 10 de abril.

Segundo informações do Inep, cerca de 3,6 milhões de pessoas pediram para ser isentos da taxa de inscrição no ENEM. Quem não foi contemplado, ainda terá uma nova chance: entre 22 e 26 de abril, o sistema estará disponível para a apresentação de recursos. É possível recorrer tanto em relação à solicitação quanto à justificativa de ausência nos dois dias de prova do exame nacional realizado no ano passado.

Como interpor recursos

A apresentação de recursos deve ser feita na Página do Participante do ENEM. Caso o objetivo seja recorrer em relação à negativa, é preciso anexar os documentos que comprovem a situação de renda para poder ser isento. Caso o objetivo seja comprovar a justificativa de ausência, é preciso apresentar os documentos específicos para este caso.

Deputado Zé Cocá emite nota sobre operação da Polícia Federal em Lafaiete Coutinho

/ Política

Zé Cocá diz estar a disposição da Justiça. Foto: Blog Marcos Frahm

O deputado estadual Zé Cocá (PP), emitiu nota pública, através de sua assessoria de imprensa para explicar a operação da Polícia Federal, denominada Three Hills, desencadeada na manhã desta terça-feira (16) para apurar, conforme a PF, um esquema de fraude em licitações e desvios de verbas públicas em Lafaiete Coutinho. Segundo a PF, as investigações começaram em 2016, quando Cocá exercia o segundo mandato de prefeito do município. Em nota, o parlamentar diz ter conduta ilibada e que nunca participou de esquema fraudulento e nega a prática de ato ilícito, como teria informado à imprensa que também se baseou em nota, da PF.

”Foi veiculada notícia na imprensa informando de uma Operação da Polícia Federal, que cumpriu mandato de busca e apreensão em Lafaiete Coutinho e Salvador, visando apurar suposta fraude em licitações e desvio de verbas públicas, com a participação de terceiros. Quanto a tais fatos, o deputado Zé Cocá  ressalta que em mais de 10 anos na vida publica, sempre teve uma conduta ilibada, nunca participou de qualquer esquema fraudulento e também não praticou ato ilícito de desvio de recurso público. Informa ainda que confia na Justiça, e está à disposição para quaisquer esclarecimentos”, diz a nota do deputado.

A Polícia Federal ainda não informou o desfecho da operação, que teria cumprido mandados de busca e apreensão em Lafaiete. O nome da Operação remete à tradução para o idioma inglês do antigo nome de Lafaiete Coutinho (Três Morros).

Pré-vestibular do programa Universidade para Todos divulga edital com mais de 11 mil vagas

/ Educação

O pré-vestibular do programa estadual Universidade para Todos divulgou, nesta terça-feira (16), edital com 11.505 vagas. As inscrições começam no dia 23 de abril e vão até 2 de maio, exclusivamente pela internet, no portal da Secretaria de Educação do Estado. O edital está disponível no site do Diário Oficial do Estado.

O cursinho pré-vestibular é feito em parceria com as Universidades Estaduais da Bahia (Uneb), da Santa Cruz (Uesc), de Feira de Santana (Uefs) e dos Sudoeste da Bahia (UESB). O programa é voltado a estudantes matriculados, em 2019, no 3º ano do Ensino Médio Regular estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes; matriculados, em 2019, no 4º ano da Educação Profissional integrada ao Ensino Médio da rede estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes e egressos do Ensino Médio estadual ou municipal do Estado da Bahia.

No ato da inscrição, o candidato deve fazer opção para um único município, local de funcionamento e turno que deseja cursar, bem como preencher integralmente o formulário de inscrição. O candidato informará, obrigatoriamente, o número do seu Cadastro de Pessoa Física (CPF) e criará uma senha de seis a oito dígitos, o que dará origem a um nome de usuário para acesso ao endereço de inscrição. Além de poder fazer alterações sobre a inscrição pelo sistema, o candidato também poderá tirar dúvidas sobre o processo pelo telefone 0800 285 8000, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h ou pelo email: [email protected] A seleção dos candidatos será feita a partir das notas de português e matemática informadas no ato da inscrição. A lista dos contemplados será divulgada no dia 10 de maio no site da Secretaria de Educação. A matrícula está prevista para o período de 21 a 24 de maio, no turno e local para o qual o estudante optou para cursar, com a apresentação dos documentos expressos no edital, entre os quais os documentos pessoais e os históricos escolares do Fundamental II e do Ensino Médio.

As aulas estão previstas para começar no dia 27 de maio e seguem até o mês de dezembro. Além das aulas, os estudantes têm acesso aos projetos complementares, como seminários, oficinas, simulados, revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e orientação vocacional. Para os cursistas da UNEB e UESB, que obtiverem frequência superior a 75% nas aulas, está garantida a isenção da taxa de inscrição no vestibular.

Jequié: 9ª Coorpin deflagra Operação Rochedo e prende grupo envolvido em tráfico de drogas

/ Jequié

Operação Rochedo manda suspeitos para cadeia. Foto: Polícia Civil

A equipe da 9ª Coorpin de Jequié deflagrou, na manhã desta terça-feira (16), a Operação Rochedo, objetivando combater grupo criminoso especializado no tráfico de entorpecente. Durante investigações logrou êxito a identificação dos operadores do esquema, os quais participavam ativamente no comércio de drogas ilícitas, a maioria na modalidade delivery (pedido de pequenas porções de drogas via telefone). Foram presos Cláudio Tourinho, Júlio César Oliveira Santos, Adailton Gonçalves dos Reis, Carlúcio dos Santos ”Boneco”, este último também envolvido com roubo a bancos.

A Polícia Civil descobriu também esquema de fraude no seguro de veículos automotores, cumprindo mandados de busca e apreensão relacionados a referido crime, localizando na casa do investigado Marcos Mendonça Ribeiro, um revólver, calibre .38, com numeração suprimida, conduzido à Delegacia para auto de prisão em flagrante delito. A operação coordenada pelo diretor regional, delegado Fabiano Aurich teve desdobramento com apoio de equipes da 10ª e 21ª Coorpins, circunscrições onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão, bem como de prisão, capturando Udson Oliveira Ferreira, ”Moreno” na cidade Itapetinga.

Foram apreendidos documentos, comprovantes de depósitos, celulares, anotações sobre a comercialização dos entorpecentes, certa quantidade de cocaína e tabletes de maconha, além de quatro armas de fogo e munição. A Polícia Civil utilizou 12 equipes compostas por 48 servidores. Também participaram da operação os coordenadores Cleber e Roberto Jr e os delegados Irineu e Arilano  apoiaram as diligências. Informações da 9ª Coorpin/PC

Governo anuncia R$ 500 milhões do BNDES e abrirá linha de crédito para caminhoneiros autônomos

/ Economia

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) disponibilizará R$ 500 milhões e abrirá uma linha de crédito especial para caminhoneiros autônomos. Os recursos deverão ser usados para aquisição de pneus e manutenção dos veículos.

O crédito faz parte de um pacote de medidas anunciadas hoje (16) pelo governo federal para atender o setor de transporte de cargas do país. ”Nós temos que lidar com uma realidade que é a escolha que o Brasil fez há cinco décadas, do modal rodoviário, e que precisa ser enfrentada para garantir respeito e valorização do trabalhador e o abastecimento da população brasileira”, disse o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

De acordo com ele, a falta de manutenção de veículos é um dos principais problemas, identificados em blitz da Polícia Rodoviária Federal, que impacta na segurança das rodovias brasileiras. Manter as condições dos caminhões em ordem também tem um custo alto para os profissionais autônomos, segundo o ministro.

Para atingir especificamente os caminhoneiros autônomos, o credito será limitado àqueles que possuem no máximo dois caminhões registrados em seu nome. A linha de crédito deverá ser ofertada, inicialmente pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Cada caminhoneiro terá direito a R$ 30 mil para comprar pneus e fazer a manutenção dos seus veículos.

A política de preço de combustíveis e as medidas para atender o setor de transporte de cargas, como o tabelamento do frete, foram tema de reunião ontem (16), no Palácio do Planalto, entre ministros de Estado, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco e o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Décio Oddone. O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, participou por meio de videoconferência.

Lafaiete Coutinho: Operação da Polícia Federal desbarata esquema em que ex-prefeito é citado

/ Polícia

Operação Three Hills cumpre mandados na cidade. Foto: Divulgação

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (16) sete mandados de busca e apreensão em Lafaiete Coutinho, no sudoeste, e Salvador. A Operação Three Hills visa desbaratar um esquema de fraude em licitações e desvios de verbas públicas em Lafaiete Coutinho. Segundo a PF, as investigações começaram em 2016. Uma denúncia apontava que uma empresa havia vencido todas as licitações para fornecimento de combustível para o município de Lafaiete Coutinho, no período de 2010 a 2016. Essa empresa seria de propriedade do então prefeito Zé Coca, atual deputado estadual, mas estaria em nome de ”laranjas”.

Ainda segundo a PF, no curso das investigações comprovou-se que o posto de combustíveis na verdade era administrado por um servidor da prefeitura de Lafaiete Coutinho. Este servidor chegou a ser responsável pela conferência do recebimento do material (combustíveis) em relação a dois procedimentos licitatórios, além de presidente da Comissão Permanente de Licitação em um certame e pregoeiro designado pelo então prefeito em outro certame.

Da documentação relativa às licitações citadas, foi atestado que até 2013, os editais dos certames eram publicados apenas no Diário Oficial do Município de Lafaiete Coutinho e, consequentemente, somente comparecia aos Pregões Presenciais a empresa investigada. Ainda segundo a PF, os acusados serão indiciados pela prática dos crimes previstos no art. 1º, inciso I do Decreto-Lei nº 201/67, no art. 288 do Código Penal e nos arts. 90 e 96, inciso I da Lei nº 8.666/93. O nome da Operação remete à tradução para o idioma inglês do antigo nome de Lafaiete Coutinho (Três Morros). Com informações do Bahia Notícias

Furto de cabeamento eletrônico de cobre deixa SineBahia de Jequié sem funcionar

/ Jequié

Na manhã desta segunda-feira (15), servidores do SineBahia em Jequié, órgão vinculado a Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE) e que funciona em parceria com a Prefeitura do município em um prédio localizado no Centro da cidade, ao chegarem para trabalhar encontraram o equipamento violado e sem energia elétrica. Ao que parece, alguém teve acesso ao prédio, desligou a energia elétrica do local e arrancou todo o cabeamento elétrico existente, que era feito em cobre, causando sérios danos ao funcionamento do edifício. A direção do órgão informou que já prestou queixa na Delegacia de Polícia Civil, 9ª Coorpin.

O furto desse material prejudicou todo o trabalho que é desenvolvido pelas equipes técnicas do órgão. Em função disso, e enquanto este problema estiver sendo resolvido, o SineBahia não abrirá para atendimento ao público. A direção informa, ainda, que, assim que tudo estiver sido sanado, voltará a atender normalmente.

As pessoas que procuram os serviços que são disponibilizados na unidade, como dar entrada ao Seguro Desemprego ou o Cadastro na Intermediação de Mão de Obra, terão que se dirigir até o SAC, localizado no bairro Mandacaru; onde existe uma unidade de atendimento do SineBahia, funcionando normalmente e pronta para atender a todos.

Estudante de educação física, de 21 anos, é eleita Rainha da Micareta de Feira de Santana

/ Bahia

Rainha Larissa Karolina, ao lado do Rei Momo. Foto: Washington Nery

A estudante de educação física Larissa Karolina Azevedo, de 21 anos, foi eleita Rainha da Micareta de Feira de Santana. A final do concurso foi realizada no último final de semana, no Teatro Margarida Ribeiro. Dez candidatas participaram da última etapa. Andressa Souza Gonçalves e Érica Rodrigues Lima Santos, que ficaram em segundo e terceiro lugar, foram eleitas as princesas da festa. O Rei Momo será Roberto Nery dos Santos, eleito por aclamação, já que não teve concorrentes este ano.

A Rainha Larissa completou 21 anos no dia em que foi eleita majestade da festa. Ela é estudante da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e foi a primeira vez que participou de um concurso de beleza. Larissa e o Rei Momo receberam premiação no valor de R$ 2 mil, cada um. Já as princesas, receberam R$ 1.500, cada.

Governo não garante quórum em comissão e sofre derrota na Assembleia da Bahia

/ Bahia

Votação era pra autorizar empréstimo à Embasa. Foto: Paulo Mocofaya

O governo do Estado sofreu uma derrota nesta segunda-feira (15) na Assembleia Legislativa, ao não conseguir reunir quórum suficiente sequer no âmbito das comissões para aprovar projeto do Executivo. A votação foi suspensa na Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo. Eram necessários cinco governistas para garantir o quórum no colegiado, mas somente quatro estavam presentes.

Da base do governo, não compareceram os deputados Eduardo Salles (PP) e Niltinho (PP), além dos suplentes Jânio Natal (Podemos) e Robinson Almeida (PT). O projeto que era apreciado autoriza o Estado a prestar contragarantia à União em empréstimo a ser firmado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A (Embasa) com o banco alemão KFW Entwicklungsbank. Aliados do governo ouvidos pelo site bahia.ba acreditam que as ausências podem ser uma espécie de “recado” ao Executivo em função de insatisfações, mas descartam uma ”ação coordenada”.