Jaguaquara: Homem morre após ser encontrado caído ao lado de motocicleta na Rodovia BR-420

/ Jaguaquara

Moto precipitou-se numa curva. Foto: Leitor do BMFrahm

Um homem e 28 anos morreu na madrugada deste sábado (6), no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, depois de dar entrada da unidade vítima de um acidente com a motocicleta que ele pilotava na Rodovia BR-420, no trecho do município de Jaguaquara.

Mário conduzia uma moto Honda CG 125 e teria sido encontrado por volta das 22h30, caído ao lado do veículo às margens da estrada, na noite de sexta-feira (5). Conforme populares, o rapaz apresentava ferimentos e o acidente teria ocorrido em uma curva, próximo ao Aterro Sanitário de Jaguaquara.

Ainda segundo relatos de populares que avistaram o motociclista, o socorro a vítima foi demorado e o mesmo teria sido socorrido por uma ambulância do SAMU do município de Lafaiete Coutinho. No HGPV, Mário faleceu às 02h40 de hoje. Ele era morador num assentamento, no Entroncamento de Jaguaquara, onde será sepultado neste domingo. Ainda não há informações sobre as circunstâncias do acidente.

Consumir bebida alcoólica em pequenas doses pode aumentar chances de AVC, diz estudo

/ Saúde

Um estudo publicado na última quinta-feira (3) na revista científica The Lancet, revelou que o consumo de álcool mesmo em pequenas doses pode aumentar o risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC). De acordo com o portal Viva Bem do UOL, a possibilidade de ocorrer um derrame aumenta de 10% a 15%. O levantamento foi feito em 10 anos com cerca de 500 mil chineses. A conclusão do estudo derruba a tese de que exista benefícios no consumo moderado diário de álcool.

Antônio Brito diz que votaria contra texto da reforma da Previdência e fala sobre 2020 em Jequié

/ Política

”Meu título eleitoral continua em Jequié”. Foto: Reprodução

O deputado federal Antônio Brito (PSD) disse neste sábado (6) que votaria contra o texto da reforma da Previdência que tramita atualmente na Câmara dos Deputados. Segundo publicação do site Bahia Notícias, o parlamentar pede mudanças em pontos como a capitalização e a aposentadoria rural. ”Com esse texto eu voto contra”, declarou.

Sobre as eleições municipais do próximo ano e a possibilidade de ser candidato a prefeito de Jequié, o deputado desconversou e disse que as articulações só devem acontecer em 2020. ”Meu título eleitoral continua em Jequié, mas eu sempre converso que a construção do partido tem que acontecer a partir de um entendimento”, disse Brito.

Polícia Civil diz ter identificado autores de postagens ameaçadoras que causaram pânico em Jequié

/ Jequié

A Polícia Civil de Jequié anunciou nesta sexta-feira (19) ter identificado os autores das postagens ameaçadoras que causaram pânico a alunos, professores e funcionários de escolas nesta cidade. De acordo com a Delegacia Territorial, dois adolescentes de Jequié, com 16 e 17 anos, junto com uma adolescente de Brasília, de 15 anos, teriam feito as postagens ameaçadoras, nas quais diziam que iriam causar um massacre em alguns estabelecimentos educacionais, criando terror, via áudio, por aplicativo de WhatsApp.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, outros autores também já foram identificados, os quais serão conduzidos a prestarem esclarecimentos na Delegacia de Jequié. ”As investigações seguem a todo vapor nesse sentido até que todos sejam devidamente identificados e responsabilizados pelos atos praticados” informa, em nota enviada a imprensa local, o delegado Moabe Macedo. Preliminarmente as mensagens são classificadas como mera ameaça, ou seja, ”Fake News”. Com informações do site Jequié e Região

Plenária Territorial promovida pelo deputado Zé Cocá atrai grande público em Jequié

/ Política

Deputado Zé Cocá realiza a 1ª Plenária Territorial. Foto: Divulgação

Com a proposta de construir um mandato parlamentar participativo, o deputado estadual Zé Cocá promoveu a 1ª Plenária Territorial com a finalidade de fazer uma abordagem sobre a situação dos Territórios de Identidade do Médio Rio das Contas e do Vale do Jiquiriçá.

Tendo como foco o fortalecimento dos territórios, o evento, realizado em Jequié, nesta sexta-feira (5), foi bastante representativo, com a presença do secretário de desenvolvimento econômico do Estado, vice-governador João Leão; deputados federais Cacá Leão e Antônio Brito; prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, além de outras representações políticos, de órgãos públicos, entidades empresariais, sociais e comunitárias.

”Estamos gratos por ouvir vocês e poder ser o porta-voz dos anseios e carências dessa nossa região, embora muito rica, enfrenta sérias dificuldades. Vamos encarar esses desafios e buscar incansavelmente a solução. Dias melhores virão!”, comentou o deputado, que ratificou seu desejo e vontade política de manter esse contato permanecente com as bases municipais com vistas a encontrar alternativas para resolver os problemas que mais afligem a população.

Capital baiana: Governador Rui Costa inaugura Avenida 29 de Março, que liga Orla à BR-324

/ Bahia

Novo trecho da Avenida 29 de Março é entregue. Foto: Manu Dias

O c em Salvador, foi entregue na manhã deste sábado (6) pelo governador Rui Costa. A via garante ligação direta entre a Orla Atlântica, a partir da Avenida Orlando Gomes, à BR-324, na altura do bairro de Águas Claras. O trecho inaugurado tem mais de três quilômetros e liga a Estrada Velha do Aeroporto à Via Regional. A via estará liberada para tráfego na manhã desta segunda-feira (8).

De acordo com o governador, a 29 de Março faz parte do planejamento de mobilidade executado pelo Governo do Estado, que inclui o metrô, o Veículo Leve de Transporte (VLT) e os corredores transversais. ”Essas avenidas e corredores vão modernizar a cidade e encurtar caminhos. Salvador não tinha esse tipo de via de ligação, o que provocava um fluxo negativo no trânsito, com muitos engarrafamentos. Considerando o metrô, o VLT e essas avenidas estruturantes, são R$ 10 bilhões de investimento. A capital baiana nunca registrou, em toda a sua história, um total de investimentos dessa magnitude. Após a conclusão de todas as outras etapas desse grande planejamento, Salvador será a capital com a melhor mobilidade urbana do país”, ressaltou Rui.

O desenvolvimento da região, a partir da nova via, também foi destacado por Rui Costa. ”A Avenida é um novo vetor de desenvolvimento para a cidade. Podemos perceber, assim como aconteceu na Orlando Gomes, o surgimento de novos colégios, supermercados e lojas no entorno. Com esses novos empreendimentos comerciais e residenciais no local, vamos ativando a economia e gerando mais emprego”, afirmou o governador, que também visitou a Feira Cidadã que está sendo realizada no local, pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), com oferta de serviços gratuitos para a população.

Governo Bolsonaro quer reduzir tempo de abertura e fechamento de empresas no Brasil

/ Economia

Quanto tempo demora para abrir ou fechar uma empresa no Brasil? Quantos impostos o empresário vai ter que recolher e qual o peso da carga tributária sobre os custos do negócio? Qual o tamanho da burocracia para obter licenças de construção e instalação de energia elétrica dos empreendimentos?

Essas e outras perguntas fazem parte de uma avaliação anual do Banco Mundial para medir o ambiente de negócios de 190 países. O levantamento, chamado Doing Business, analisa 10 indicadores e classifica os países com nota de 0 a 100. Quanto mais próximo da pontuação máxima, melhor o ambiente de negócios. O Brasil ocupa uma posição tímida no ranking, apenas o 109º lugar,com 60,01 pontos, atrás de países como o México, a Colômbia e Costa Rica. O presidente Jair Bolsonaro já anunciou a meta de levar o país para a lista dos 50 mais bem classificados até o fim do seu mandato, em 2022. Para definir estratégias de como chegar lá, representantes do banco se reuniram nesta semana com integrantes do governo no Palácio do Planalto.

”Não há como a gente entender a lógica de um país que é a oitava economia do mundo e ocupar a 109ª posição para ambiente de negócios”, afirmou o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Floriano Peixoto, em entrevista à Agência Brasil. Para o ministro, as pessoas que desejam empreender ainda são muito penalizadas pela burocracia do país.

”O cidadão que deseja construir uma empresa, fisicamente, demora muito para obter um alvará, para obter uma [ligação de] energia, para tratar questões de crédito e insolvência e mesmo para fechar um negócio. São áreas em que estamos constituindo grupos de trabalho específicos para propor e levar recomendações de melhoria”, acrescenta.

Se Deus achar que devo ser prefeito, governarei para o pobre, diz Bocão sobre Salvador

/ Política

Apresentador analisa candidatura a prefeito. Foto: Record/Bahia

Analisando lançar candidatura a prefeito de Salvador, o apresentador do ”Balanço Geral”, José Eduardo, comentou nesta sexta-feira (05) como seria sua gestão à frente da máquina municipal. ”[Iria] governar para o povo pobre, a camada mais pobre, a periferia. Pegar o dinheiro todo da infraestrutura e colocar no subúrbio, na zona periférica. Na orla não precisa, na Vitória não precisa, na Barra não precisa. Vamos colocar na periferia. Onde está a massa, favela, o gueto”, disse durante o seu programa.

”No final da minha gestão, sobrando uma merreca, eu vou pra Barra, Graça, Vitória. No dia que Deus achar que eu deva ser prefeito desta cidade, eu vou fazer isso. Governarei para o pobre. Só. Depois, 5% vai para o rico dessa terra que poderia ajudar a gente muito mais”, completou. Segundo o site bahia.ba, o apresentador está fazendo pesquisa interna a fim de avaliar o seu potencial com o eleitorado soteropolitano. Em seu contrato com a Record, não há mais qualquer cláusula proibindo uma candidatura a cargo público.

Em depoimento, Sérgio Cabral diz que Aécio para agradecer dinheiro de repasses ilegais

/ Justiça

Aécio Neves é citado por Sérgio Cabral. Foto: Reprodução

Condenado a 198 anos e seis meses de prisão decorrentes de processos da Operação Lava Jato, Sérgio Cabral (MDB), ex-governador do Rio de Janeiro, depôs nesta sexta-feira (5) sobre esquema de corrupção com empresa de transporte público. Cabral se desculpou perante o juiz Marcelo Bretas, e admitiu que mandou o dinheiro para a campanha de seis políticos em 2014, entre eles o então concorrente à presidência Aécio Neves (PSDB). Segundo o mdbista, o mineiro não participou da reunião, feita com o responsável pela campanha, mas depois ”ligou para agradecer”.

”Tenho uma relação afetiva muito grande com Aécio Neves […] Eu chamei o Lavouras e mandei procurar o Osvaldo que é o homem que cuidava do dinheiro dele. O Aécio não participou da reunião, essa reunião foi entre mim e o Lavouras. Depois, ele me ligou pra agradecer”, revelou Cabral, que afirmou ainda que R$1,5 milhão foi do dinheiro de repasses ilegais da Fetranspor, e outros R$ 1,5 milhão advindos de propinas da OAS.

A lista dos beneficiados com o esquema inclui, além de Aécio, o também ex-governador do Rio, Antonhy Garotinho (PRP), Eduardo Paes (PRP), o prefeito Marcelo Crivella (PRB), – que corre o risco de sofrer impeachment – o ex- ministro Moreira Franco (MDB) e Luiz Fernando Pezão (MDB), que concorreu às eleições e se tornou o sucessor de Cabral no Palácio da Guanabara. Sérgio Cabral contou que um dos seus erros foi querer Pezão como o seu sucessor “a todo custo” e mandou um recado para a classe política: ”Não tentem fazer os seus sucessores a todo custo. Eu quis fazer o Pezão a todo custo e, para isto, reuni os meus treze principais colaboradores”.

Ele acrescentou que a ”corrupção é uma praga”, que deveria ter repelido a tentação do ”poder”, mas ”é irresistível”. Arrependido, o ex-governador garante que sempre se desculpa com os filhos e com a sua esposa, Adriana Ancelmo. Cabral é acusado de receber R$ 144,7 milhões do esquema da Fetranspor, entre 2010 e 2016, ano em que foi preso. Perguntado por Bretas se o valor ”girava em torno disso”, o político concordou, diferente da primeira vez em que foi convocado a depôr, no ano passado.