Caminhoneiros: Ministro do Supremo Tribunal Federal confirma validade da tabela de frete rodoviário

/ Trânsito

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux decidiu ontem (7) suspender os processos que estão em andamento em todo o país que tratam do tabelamento de frete rodoviário. Com a decisão, prevalece a decisão anterior do ministro, que confirmou a validade da tabela e liberou a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para aplicar multas contra o descumprimento da norma. Fux atendeu a um pedido de suspensão feito pela Advocacia-Geral da União (AGU) diante da quantidade de ações que proibiram a cobrança das multas nas instâncias inferiores e contrariaram a decisão do ministro. A decisão foi tomada após a decisão da Justiça Federal em Brasília que suspendeu a aplicação da tabela para as entidades filiadas à Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp). A tabela de preços mínimos de frete foi instituída pela Medida Provisória 832/2018, convertida na Lei 13.703/2018, e pela Resolução 5.820/2018, da ANTT, que regulamentou a medida, após a greve dos caminhoneiros deflagrada em maio do ano passado. Fux é o relator de três ações diretas de inconstitucionalidade (ADI) contra a medida. Os empresários do setor alegam que a tabela fere os princípios constitucionais da livre concorrência e da livre iniciativa, sendo uma interferência indevida do governo na atividade econômica. Eles querem que seja concedida uma liminar (decisão provisória) suspendendo de imediato a vigência da tabela. Já os caminhoneiros argumentam que há uma distorção no mercado e que, sem a tabela, não têm condições de cobrir os custos do serviço que prestam e ainda extrair renda suficiente para o próprio sustento. Da Agência Brasil

De olho na Prefeitura, Cacá Leão vai transferir título para Salvador: ”Candidatura está posta”

/ Política

Cacá é cotado para Prefeitura da capital baiana. Foto: Divulgação

Filho do vice-governador João Leão, o deputado federal Cacá Leão (PP-BA) já se coloca como pré-candidato para as eleições municipais de 2020 em Salvador. Ele pretende já nos próximos dias transferir o domicílio eleitoral para a capital baiana. ”Vou transferir meu domicílio eleitoral nos próximos dias para me credenciar a fazer discussões com partidos da base aliada. Já tive conversa com governador Rui Costa e vamos montar nosso time”, disse Cacá nesta quinta-feira, segundo o site bahia.ba, na cerimônia de posse do novo secretariado do governo, no Centro Administrativo da Bahia. O progressista afirmou que o espaço conquistado pelo partido no governo é fruto do resultado das urnas. ”Elegemos sete deputados estaduais e somos dez hoje. Temos o presidente da Assembleia Legislativa (Nelson Leal), o vice-governador (João Leão), quatro deputados federais…”. Cacá desconversou sobre um possível convite para Geraldo Júnior (SD) integrar o partido, após reunião do presidente da Câmara de Salvador com João Leão. ”Geraldo é nosso amigo, temos relação antiga de amizade. O PP tem um pré-candidato à prefeitura de Salvador que é o deputado Cacá Leão. Podemos discutir lá para frente uma aliança, mas a nossa candidatura está posta”.

Presidente Jair Bolsonaro tem febre e tomografia revela pneumonia, diz boletim médico

/ Saúde

Jair está internado no Hospital Albert Einstein. Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) teve episódio isolado de febre nesta quarta-feira (6) e foi submetido à tomografia de tórax e abdome que evidenciou ”boa evolução do quadro intestinal e imagem compatível com pneumonia”, segundo boletim médico divulgado na tarde desta quinta-feira (7) pelo Hospital Albert Einstein. De acordo com o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, exames detectaram que a pneumonia tem causa bacteriana. Um novo antibiótico foi incluído no tratamento de Bolsonaro para ser administrado por sete dias. Ainda segundo o boletim, ”foi realizado um ajuste na antibióticoterapia e mantidos os demais tratamentos. Continua sem dor, com sonda nasogástrica, dreno no abdome e recebendo líquidos por via oral em associação à nutrição parenteral”. Bolsonaro realizou exercícios respiratórios e caminhou no corredor. ”Por ordem médica, as visitas permanecem restritas”. Segundo o porta-voz Rêgo Barros, ”o estado de saúde do presidente é o esperado dentro desse pico térmico que ele acometeu na noite de ontem. Por precaução os médicos fizeram exame de imagem, incluso tomografia por contraste. O pulmão tinha uma imagem que era compatível com pneumonia”. ”O presidente vem recebendo administração de antibiótico de amplo espectro. Médicos optaram por acrescentar uma nova medicação. Esta ação vai debelar essa pneumonia que foi encontrada em seu pulmão.” Segundo Rêgo Barros, a temperatura febril do presidente chegou a “cerca de 38°C”. Bolsonaro segue internado na unidade semi-intensiva do hospital. ”Fizeram exames viral e bacteriano e descartaram o viral. Trata-se de uma causa bacteriana”, afirmou o porta-voz. ”Algumas causas podem ser geradoras dessa pneumonia, mas ficar na suposição não me parece adequado.”

Após perder de goleada para o Vitória, Jequié anuncia reforços emprestados pela dupla Ba-Vi

/ Esporte

O zagueiro Léo Xavier e o lateral-direito Léo Maranhão. Foto: ADJ

Após perder para o Vitória de goleada, 4 a 0 na noite de ontem (6), o time do Jequié anunciou a contratação de mais dois reforços para a disputa do Campeonato Baiano 2019. Os atletas, que irão reforçar o setor defensivo da equipe são: Léo Xavier, que veio por empréstimo pelo Vitória, e o lateral-direito Maranhão, que pertence ao Bahia e também chega por empréstimo. Os dois são jogadores jovens e revelados pelas divisões de base de Bahia e Vitória. Léo Xavier tem 21 anos, 1,82 de altura e é um zagueiro com experiência de seleção Sub-20. O lateral-direito Léo Maranhão tem 1,78 de altura, 20 anos de idade e tem como características a velocidade e um bom passe. Os dois jogadores vão se apresentar na tarde desta quinta-feira (7) ao ADJ. O próximo compromisso do time jequieense será no próximo domingo, fora de casa, contra o Vitória da Conquista.

Governador Rui Costa entrega trecho de 17,5 quilômetros recuperados da BA-084, em Irará

/ Bahia

Governador Rui Costa durante discurso em Irará. Foto: Paula Fróes

Um trecho de 17,5 quilômetros da BA-084 foi entregue completamente recuperado pelo governador Rui Costa, na manhã desta quinta-feira (7), em visita a Irará e Água Fria, cidades que são ligadas pela rodovia. A obra, que contou com um investimento de R$ 4,6 milhões, beneficia sete sedes municipais da região de Feira de Santana. Os dois municípios visitados também receberam sistemas integrados de água, entre outras ações. ”A recuperação de estradas garante mais segurança e qualidade de vida para a população e também o desenvolvimento local e regional. Além da estrada, hoje entregamos obras de abastecimento de água para as duas cidades, além de ações na área da agricultura familiar e também na educação”, declarou o governador, que visitou o Colégio Estadual Joaquim Inácio de Carvalho, para conhecer as instalações e a quadra esportiva construída recentemente na instituição. De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, as obras que requalificam e recuperam as rodovias refletem na redução de acidentes e ajudam a movimentar a economia. ”Quando as estradas não estão em boas condições, as cidades ficam comercialmente isoladas. A pavimentação desse trecho da BA-084, por exemplo, beneficia e facilita o acesso de pessoas de outros locais para os centros comerciais dos municípios dessa região”, explicou Cavalcanti. Durante o evento de entrega, realizado na cidade de Irará, o governador entregou 119 Títulos de Terra do Projeto Bahia mais Forte Terra Legal, beneficiando 12 municípios do Território Portal do Sertão: Água Fria (quatro), Antônio Cardoso (nove), Conceição da Feira (cinco), Coração de Maria (18), Feira de Santana (um), Ipecaetá (12), Irará (16), Santa Bárbara (23), Santanópolis (três), Santo Estevão (quatro), Tanquinho (um) e Teodoro Sampaio (23).

Ciro Gomes é hostilizado durante evento da UNE em Salvador e reage: ”Lula tá preso, babaca”

/ Política

Ciro Gomes discursa em Salvador. Foto: Reprodução / Facebook

O ex-candidato a presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes, repetiu o que seu irmão, o senador Cid Gomes, disse em um evento no Ceará durante o segundo turno das eleições, e chamou um militante de ”babaca”, nesta quinta-feira (7), durante a Bienal da UNE, em Salvador. ”O jovem no bar é obrigado a defender corrupção, aparelhamento do Estado, formação de quadrilha. Isso não é para vocês. Vocês não têm nada a ver com isso”, disse. Logo em seguida alguém da plateia gritou: ”corrupto”. ”Não sou, não. Eu estou solto. Eu sou limpo. eu sou limpo. Lula está preso, babaca”, bradou. Parte da plateia vaiou e pediu: ”Fora Ciro”. ”Ele aceitou os recursos. Desculpa, não sou eu que condenei o Lula. Não está na minha mão liberar Lula. Eu avisei se a direita ganhasse as eleições, o Lula ia ficar encarcerado por muito mais tempo. Avisei na campanha. Todo mundo pode vomitar paixão que quiser, mas enquanto a gente ficar assim, acreditando em minorias ínfimas, esmagadoramente derrotados que fomos… Companheiros, nós fomos humilhantemente derrotados por essa estratégia. Insistir nela afunda o Brasil”, discursou. Com informações do Bahia Notícias

Mutuípe: Prefeito nega ”intriga” com o Legislativo e disse que os poderes precisam caminhar juntos

/ Entrevista

Rodrigo fala da relação com o Legislativo. Foto: Blog Marcos Frahm

Presente na sessão de reabertura da Câmara Municipal de Mutuípe, o prefeito Rodrigo Maicon (MDB) rechaçou as informações de intriga entre o Executivo e o Legislativo do município e negou que irá agir como conspirador – torcendo pelo insucesso da nova Mesa-Diretora, composta por vereadores que venceram o processo de escolha se o seu apoio. Em entrevista ao Blog Marcos Frahm, o gestor afirmou que nunca houve a intriga propagada nos meios políticos. ”Na verdade, nunca houve essa intriga e a gente precisa dos poderes andando juntos, pelo povo e para o povo. Nós temos que pensar é na melhoria da qualidade de vida das pessoas de Mutuípe”, disse. O prefeito ao ser indagado sobre as prioridades da gestão neste ano de 2019, falou em resgatar a Cultura, com investimentos nas tradicionais festas culturais do município, reforço na saúde, educação e segurança pública. ”Mutuípe vem de um descaso da antiga gestão, que acabou com o esporte e, na saúde em algumas localidades, médicos atendiam uma vez por semana e hoje a gente prioriza o funcionamento do que não funcionou na antiga gestão. Vamos priorizar a saúde, educação e segurança”, assegurou. O gestor enfatizou ainda atenção da sua administração na área da infraestrutura, tendo destacado a ordem de serviço recém assinada por ele para obras de pavimentação no povoado de Riachão do Vinhático e disse que mais 11 localidades serão beneficiadas.

Mutuípe: Novo presidente da Câmara nega que usará a Casa para perseguição política ao prefeito

/ Entrevista

Josapht foi eleito sem o apoio do prefeito. Foto: Blog Marcos Frahm

O agente da Polícia Civil da Bahia e agora novo presidente da Câmara de Vereadores de Mutuípe, Josapht Lemos (PDT), afirmou em entrevista ao Blog Marcos Frahm que não existe a menor chance de uso da Casa ou do cargo de presidente para perseguição política ao prefeito Rodrigo Maicon (MDB). Ele firmou ainda que sua decisão de ter disputado à presidência ”não tem nada a ver com perseguição”. ”O nosso objetivo é colaborar com a gestão, aprovando projetos que beneficiem a população, e não criar embaraços para o governo municipal. Porém, deixamos claro que o nosso papel de fiscalizador e as cobranças pela correta aplicação dos recursos públicos vai ser exercido de forma intensificada. Vamos realizar as sessões itinerantes, ir ao encontro das pessoas nas comunidades, ouvir o povo e cobrar do Executivo a resolução dos problemas existentes em Mutuípe. Será esse o nosso objetivo, o do desenvolvimento que a cidade precisa, e não um álibi falso de perseguição política”. Índio foi eleito presidente com o apoio do chamado G7, criado entre os parlamentares, a contragosto do prefeito.

Mutuípe: Câmara de Vereadores reabre os trabalhos legislativos com nova Mesa-Diretora

Josapht assume presidência da Câmara. Fotos: Blog Marcos Frahm

A Câmara Municipal de Mutuípe, no Vale do Jiquiriçá, retomou os trabalhos legislativos na noite de segunda-feira (4) após o recesso parlamentar. A sessão de retomada das atividades foi marcada pelo ingresso da nova Mesa-Diretora da Casa, eleita durante processo de votação entre os pares em dezembro de 2018. O novo presidente, Josapht Lemos (PDT), o Índio, conduziu a primeira sessão com os demais membros da Mesa: Gilvan Souza (PT) – vice-presidente, Idalício Andrade (PRB) – 1º secretário e Jesulino Júnior (DEM) 2º segundo secretário.

Público compareceu em grande número ao plenário da Casa

A sessão de abertura dos trabalhos na Câmara de Mutuípe foi solene, marcada pelo clima harmonioso entre os parlamentares, governistas e oposicionistas, contou com a presença do prefeito Rodrigo Maicon (MDB), de secretários municipais, representantes de entidades locais e não teve tramitação de matéria no primeiro encontro que abriu o primeiro período legislativo de 2019. Contudo, a presença do chefe do Executivo empolgou os seus aliados, que aplaudiam o gestor durante a mensagem do Executivo.  Os vereadores governistas, integrantes da minoria na Casa, também recebiam aplausos dos correligionários do prefeito, que foram ao plenário acompanhar os seus líderes. O público ficava em silêncio durante pronunciamento dos parlamentares que compõem a nova mesa – talvez, pela derrota sofrida pelo grupo de Rodrigo Maicon na disputa pela presidência da Câmara.

OAB-BA cobra do MP acompanhamento para o caso da advogada agredida por policiais

/ Bahia

Representantes da OAB foram ao Ministério Público. Foto: Divulgação

A Ordem dos Advogados do Brasil seccional da Bahia (OAB-BA) solicitou ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) que acompanhe o caso da advogada Thalita Coelho, agredida por agentes das polícias Civil e Militar, na 23ª Delegacia, em Lauro de Freitas, no último sábado (02). A entidade pediu anda que o MP-BA intensifique o controle externo de fiscalização das polícias. Participaram da reunião o presidente da OAB-BA, Fabrício Castro, o tesoureiro da instituição, Hermes Hilarião e a promotora chefe, Ediene Lousado. Para Fabrício as entidades podem unir forças para promover a fiscalização do trabalho das polícias com a finalidade de evitar violações como a sofrida pela advogada. ”A gente não pode viver sem polícia e eu considero que o estado da Bahia tem uma boa polícia, mas precisamos ser firmes com os agentes que fazem coisas desse tipo”, disse. Ediene Lousado pontuou que já conta com promotores encarregados da fiscalização externa do trabalho das corporações policiais e que o MP-BA está com a OAB-BA nessa luta. ”Nós já temos colegas acompanhando este caso de Lauro de Freitas e, assim que eu soube do ocorrido, dei encaminhamento para que as providências começassem a ser tomadas”, informou. Durante a reunião também foram abordadas questões relacionadas à melhoria do Poder Judiciário. Fabrício Castro reafirmou que o foco da atual gestão é combater à ineficiência do Judiciário e que conta com o apoio do MP-BA nesse trabalho. Para Ediene Lousado, existe a necessidade de realizar novos concursos, cumprir as metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e priorizar a melhoria do primeiro-grau. O presidente da OAB-BA, também encontrou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, para tratar do caso. O comandante afirmou que a cúpula da polícia baiana está imbuída do melhor propósito, mas é muito importante contar com a atuação do MP-BA.

Temporal causa danos e mortes no Rio de Janeiro e deixa a cidade em estágio de crise

/ Brasil

A forte chuva, a maior desde o início do verão – um dos mais quentes dos últimos anos -, trouxe caos à cidade do Rio de Janeiro desde a noite de ontem (6), quando o Centro de Operações da prefeitura decretou, às 22h15, estágio de crise – o terceiro nível em uma escala de três. Os moradores se depararam, por toda a cidade, com muitos danos causados pelo temporal, principalmente nas zonas sul e oeste: árvores caídas e atravessadas em algumas das principais vias em razão dos fortes ventos que, em Copacabana, chegaram a 110 quilômetros por horas; sinais de trânsito funcionando precariamente; postes caídos e bolsões d’água nas principais ruas e avenidas. Pelo menos cinco pessoas morreram em consequência da chuva, entre elas duas em Guaratiba, na zona oeste, e uma na favela da Rocinha, na zona sul. Em Guaratiba, as mortes foram provocadas pelo desabamento de uma casa, onde moravam quatro pessoas. Mais duas ficaram feridas no mesmo acidente e levadas para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na zona oeste. Até o início da manhã, ainda não havia informações sobre o estado de saúde delas. Outra morte confirmada ocorreu após um deslizamento na Favela da Rocinha, uma das áreas mais atingidas pela chuva. Também foram notificados diversos deslizamentos de terra na Avenida Niemeyer, que liga os bairros do Leblon e São Conrado, na zona sul, e que deverá ficar interditada por todo o dia. Em outro trecho da Niemeyer, um deslizamento provocou o desabamento de parte da Ciclovia Tim Maia, que caiu no mar. O local é próximo da parte da ciclovia que foi derrubada pelas ondas durante uma ressaca em abril de 2016, matando duas pessoas. Na mesma avenida, outro deslizamento atingiu um ônibus, que acabou tombando sobre a ciclovia na encosta da pista. De acordo com o motorista, dois passageiros que estavam no coletivo ficaram presos nas ferragens. Os bombeiros trabalham no local para tentar resgatar as vítimas.

Bolsonaro volta a nomear ministro do Turismo, denunciado por esquema de candidaturas

/ Brasília

Marcelo Álvaro reassume ministério. Foto: Gustavo Messina

O presidente Jair Bolsonaro voltou a nomear Marcelo Álvaro Antônio para o cargo de Ministro do Turismo. A decisão foi divulgada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (7), em ato assinado em conjunto com o ministro Sergio Moro (Justiça). Álvaro Antônio foi exonerado nesta quarta (6) da função para tomar posse como deputado federal, cargo para o qual foi eleito em outubro pelo PSL de Minas Gerais. Inicialmente sem explicações, sua saída gerou desconfianças sobre se teria relação com o esquema de candidaturas laranjas em Minas, que direcionou verbas públicas de campanha para empresas ligadas ao gabinete de Álvaro Antônio Câmara, conforme revelou reportagem da Folha desta última segunda-feira (4)

Em seu primeiro discurso, Zé Coca diz que Jequié estaria em colapso sem os investimentos do Estado

/ Jequié

Zé Cocá enaltece o Governo Rui Costa. Foto: Renaque Barbosa

Em seu primeiro discurso na tribuna livre da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado Zé Cocá (PP) agradeceu ao eleitorado baiano pelos 59.380 votos que lhes foram confiados nas eleições de 2018 e reafirmou seu compromisso de trabalhar por toda a Bahia, destacando que lutará pelo fortalecimento dos territórios de identidade Vale do Jiquiriçá e Médio Rio de Contas, regiões próximas, no Sudoeste baiano, onde o progressista foi majoritário em muitos municípios, a exemplos de Jequié (19.821 votos), Jaguaquara (8.427) e Maracás (4.798). ”É com imenso prazer que assumo o papel de fiscalizar e legislar para o povo baiano. Gostaria também de reiterar que meu mandato será incansável na luta por mais progresso e fortalecimento para os territórios do Vale do Jiquiriçá e Médio Rio das Contas”, frisou Cocá, durante sessão ordinária desta quarta-feira (6). Integrante da base governista, o deputado enalteceu a gestão do governador Rui Costa (PT), fazendo agradecimentos ao chefe do Executivo baiano pelos investimentos do Governo nos últimos anos na cidade de Jequié. ”O governador Rui Costa tem feito nesses últimos quatro anos uma transformação no nosso estado. Falo com propriedade, pois participei da gestão e pude ver a Bahia criar uma estrutura forte e sustentável. Se não fosse os investimentos do governador, o município de Jequié estava em colapso. Eu fico triste ao andar pelas ruas da cidade e ver a depredação que a mesma vem sofrendo nos últimos dois anos”, alfinetou. Zé Cocá não poupou críticas à gestão do prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), que apesar de não ter sido mencionado no discurso teve o se governo colocado em cheque. ”Precisamos debater Jequié, para que ela não continue como está. Eu tenho conversado com a primeira-dama do estado, que é jequieense, e disse a ela que o município precisa de um prefeito que conheça e resolva os problemas. Uma cidade que tem uma receita de quase trinta milhões/mês, além de uma receita extra, conseguindo uma receita de mais de quarenta milhões era pra ser uma modelo na educação e na infrestrutura da Bahia, mas virou cabide de emprego”, disparou. O deputado ainda questionou os gastos da Prefeitura com uma empresa responsável pelo serviço de coleta de lixo, com contrato de cerca de R$ 2 milhões/mês. Zé Cocá lembrou que no período em que foi prefeito do município vizinho, Lafaiete Coutinho, conseguiu alavancar os índices da educação e alcançar o patamar de melhor educação da Bahia em 2016.

Sindicato dos Médicos da Bahia decide suspender atendimentos aos segurados do Planserv

/ Saúde

O Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed) decidiu suspender todos os atendimentos aos segurados do Planserv, mantendo apenas os de urgência e emergência. Segundo informações do Sindimed, a medida entra em vigor a partir da tarde desta quarta-feira (6) e vai impactar até nas consultas que já estavam agendadas. Ainda de acordo com o Sindimed, a medida foi adotada após inúmeras tentativas de negociação dos valores das tabelas que regem consultas e procedimentos médicos e que estão desatualizadas.  Eles alegam ainda que, embora as discussões com os representantes do Planserv estejam sendo pautadas, desde dezembro de 2018, nenhum avanço foi obtido. ”Os cortes realizados em relação ao repasse do Poder Executivo Estadual atingem o valor aproximado de R$200 milhões repercutindo diretamente sobre os 500 mil usuários do plano, os quais tiveram – em paralelo – a sua contribuição previdenciária aumentada de 12% para 14%”, informa o Sindimed, em nota. Em comunicado, o Planserv informa que mantém relação contratual apenas com as entidades de saúde – clínicas, hospitais e laboratórios-, não havendo nenhum vínculo, portanto, com profissionais de saúde, enquanto profissionais liberais, registrados como pessoa física. O Planserv informa ainda que ”adotará todas as medidas cabíveis para que sejam cumpridos os contratos com as entidades de saúde, garantindo o atendimento aos beneficiários, sem nenhum custo extra”

O Planserv atende hoje a 520 mil pessoas e, somente no ano passado foram realizadas 1,6 milhão de consultas eletivas; 14 milhões de exames e 550 mil atendimentos de emergência. O plano conta com uma rede de 1,4 mil prestadores em todo o Estado. ”Infelizmente a situação se arrasta desde o ano passado e a retenção do teto para as unidades hospitalares acaba prejudicando os médicos. Profissionais de diversas especialidades têm trazido queixas para o sindicato, em função do congelamento progressivo da tabela. O valor pago por alguns procedimentos, inclusive, já se aproximam ao da tabela do SUS (Sistema Único de Saúde)”, explica a presidente do Sindimed, Ana Rita de Luna Freire Peixoto. Ela ressalta ainda ainda que a inflação cresceu ao longo dos anos, impactando nos custos operacionais da categoria e fazendo com que a conta não feche. ”Tivemos aumento do custo de luz, de água, do salário mínimo que pagamos aos funcionários, mas sem o reajuste da tabela essa conta não se paga”, explica. A decisão do Sindimed ocorre um mês depois dos anestesistas anunciarem a suspensão a todos os beneficiários do Planserv. Na ocasião, em nota divulgada pela Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas da Bahia (Coopanest-BA), a entidade  afirma que a decisão é consequência da falta de negociação de reajuste junto ao plano dos servidores estaduais, que se arrasta desde o ano de 2017.  Ainda de acordo com a cooperativa, desde 2010 não houve qualquer tipo de reajuste dos honorários médicos. Foram mantidos apenas os procedimentos de urgência e emergência, que serão realizados independente de qualquer depósito prévio. A cobrança ao paciente deve ser feita posteriormente. Com informações do Correio