Adolescente sequestrado dentro de ônibus em Salvador é encontrado morto em porta-malas

/ Bahia

Jonas Ribeiro dos Santos Neto foi encontrado morto. Foto: BNews

Foi encontrado morto, dentro do porta-malas de um carro, nas proximidades da localidade Planeta dos Macacos, em Salvador, o adolescente Jonas Ribeiro dos Santos Neto, de 17 anos. Ele estava desaparecido desde o dia 15 de dezembro, quando foi retirado de dentro de um ônibus por dois homens armados, no fim de linha do Parque das Bromélias. Na tarde deste sábado (5), a polícia foi acionada para verificar uma denúncia de um carro suspeito na região. Policias militares da 49ª CIPM estiveram no local e encontraram um veículo estacionado em uma rua transversal, e nele estava o corpo do jovem. O automóvel, modelo Fiat Pálio, cor branca, e placa OUI 4715, foi roubado no bairro da Boca do Rio, no dia 18 de dezembro. A área foi isolada pela polícia e equipes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foram acionadas para fazer a remoção do corpo. Segundo moradores, familiares estiveram no local e reconheceram o corpo. Segundo o BNews, ainda não há informações sobre autoria e motivação do crime, que será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Na época, segundo os familiares, Jonas Ribeiro pegou um ônibus na Estação Mussurunga, quando voltava para casa onde mora, no bairro de São Cristóvão. O adolescente teria perdido o ponto e quando voltava para casa, foi abordado pelos homens. Parentes da vítima chegaram a fazer um protesto na Avenida Paralela e criaram uma campanha nas redes sociais em busca de informações do jovem.

”Ele me enforcou, disse que ia me matar”, narra advogada que acusa DJ de agressão na Bahia

/ Bahia

Juliana levou pontos na cabeça após agressões. Fotos: Acervo Pessoal

”Eu estava pensando em pular da janela do primeiro andar, para fugir dele. Só não fiz porque ele me deu um murro e eu caí de novo”, narra a bacharel em direito Juliana Galdino, 26 anos, sobre a agressão que sofreu do ex-namorado, João René Espinheira Moreira, 33, conhecido como DJ John Oliver. A vítima contou que os dois moravam juntos há mais de dois anos, mas o relacionamento acabou há um mês e ele não aceitou o término. Já João contou ao Correio que foi ele quem terminou e Juliana, por não aceitar, o agrediu. ”Eu revidei, apenas, e fiz o que qualquer pessoa faria”, disse. Segundo Juliana, a agressão aconteceu depois que John Oliver entrou em contato com ela, na madrugada de sexta (4) para sábado (5), querendo conversar para ”não ficar esse clima ruim”. A jovem, que estava na casa da mãe, aceitou, porque havia uma pendência financeira de TV a cabo e internet a ser resolvida. ”Ele disse: ‘vou pagar o que devo a você e pronto, cada um segue sua vida. Ele queria que eu fosse pra casa dele, mas não fui. Então recebi ele no hall do meu prédio”, lembrou Juliana. A vítima contou que o DJ chegou com um copo de whisky na mão e, depois de uma conversa inicial ”tranquila”, ele pediu para ir ao banheiro.”Ele disse que estava apertado e no meu prédio não tem banheiro, nem porteiro, porque é um prédio antigo. Ele insistiu muito e a gente subiu. Quando ele viu que eu estava sozinha em casa, porque todo mundo viajou para Guarajuba, já saiu do banheiro dizendo, ‘vou te matar, desgraça”, disse. Juliana afirmou que demorou para entender o que estava acontecendo, quando recebeu a primeira ‘pisada”. ”Ele me chutou, me deu murro na cabeça, tirou meu ar e eu gritando ‘socorro’, ‘socorro’, mas os vizinhos não fizeram nada”, disse Juliana, que ficou sem enxergar temporariamente por causa do sangue no rosto e perdeu o equilíbrio. O DJ John Oliver disse ao CORREIO que, na verdade, após ser agredido e se defender, Juliana caiu e bateu a cabeça. ”Eu ainda prestei socorro a ela, com a ajuda de minha mãe, que é enfermeira”, afirmou. Leia mais

Por uma boa causa, campanha pede que mulheres não se depilem neste mês de janeiro

/ Entretenimento

Objetivo é fazer mulheres se sentirem mais confortáveis. Foto: Uol

Neste mês de janeiro, um grupo de mulheres criou a campanha Januhairy (que pode ser traduzido como “Janeiro Peludo”) nas redes sociais. A ideia é não depilar nenhuma parte do corpo feminino, incluindo as axilas e as pernas, e postar fotos com a hashtag #januhairy. Campanha surgiu na Inglaterra e se espalhou rapidamente pelos EUA, Canadá, Alemanha, Espanha e Rússia, com o objetivo promover a aceitação do corpo feminino com pelos. Laura Jackson, fundadora do grupo no Facebook, disse à BBC que recebeu respostas positivas de mulheres do mundo todo. Ela considera que é uma “grande responsabilidade” liderar a campanha. ”Eu só quero que as mulheres se sintam mais confortáveis ​​em seus corpos maravilhosamente únicos”, diz a estudante universitária de 21 anos, moradora de Kineton, em Warwickshire. ”Algumas de nós não gostamos de estar depiladas, outras gostam. Mas continuamos femininas, higiênicas e bonitas, não importa se estamos peludas ou depiladas”, avalia Laura. Outro objetivo da campanha é arrecadar dinheiro para o ”Body Gossip”, um programa educativo que ensina imagem corporal aos jovens. Laura espera chegar ao valor de 1 mil libras. ”Esta não é uma campanha raivosa para pessoas que não veem como normais os pelos do corpo. É um projeto de capacitação para que todos entendam mais sobre si mesmos e sobre os outros”, explica Laura.

Onda desenfreada de ”violência” afeta rotina de moradores em Fortaleza

/ Brasil

Quem precisa se deslocar na região metropolitana de Fortaleza, seja para trabalhar, visitar familiares ou outro compromisso, enfrenta muitas dificuldades com a redução da frota de ônibus, após a série de ataques contra veículos, órgãos públicos, agência bancárias, estabelecimentos comerciais e equipamentos de segurança do Ceará. Os atentados, organizados por facções criminosas, seriam uma represália ao anúncio do governo estadual de medidas para endurecer as regras no sistema penitenciário do Ceará. O governador do Ceará, Camilo Santana, avisou que não vai recuar no combate ao crime e à violência que se agravaram nos últimos dias no estado. Pelas ruas da capital cearense, o que se percebe é a baixa circulação de ônibus. Os poucos veículos vistos pelas ruas estão sendo escoltados por três policiais militares cada um. Eles viajam dentro dos próprios veículos para evitar qualquer tipo de ataque. Desde a última quarta-feira (2), já foram incendiados 22 ônibus em Fortaleza, região metropolitana e cidades do interior.

Jiboia é achada no quintal de casa em condomínio de Jacuípe, no Litoral Norte da Bahia

/ Bahia

Agentes da Coppa fizeram resgate da cobra. Foto: Divulgação/Coppa

Uma jiboia com cerca de 1,20 foi encontrada na manhã deste domingo (6), por volta das 8h, no quintal de uma casa de um condomínio em Barra do Jacuípe, no Litoral Norte da Bahia. Barra do Jacuípe é uma praia que pertence ao município de Camaçari, região metropolitana de Salvador, e que durante o verão costuma estar cheia por conta da grande procura pelas praias da região. De acordo com a Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (COPPA), a guarnição foi acionada, por volta das 8h, para atender uma ocorrência de resgate de uma cobra no condomínio. No local, a guarnição encontrou a jiboia na árvore que fica no quintal da casa. Ninguém foi ferido pela cobra. O animal foi resgatado e solto em uma área de mata não habitada. A Coppa informou que como foi verificado que o animal estava saudável, sem sinais aparentes de lesões ou ferimentos, foi realizada a soltura da cobra em área de mata não habitada, na mesma região onde ela foi capturada.

Ninguém acertou: Mega-Sena acumula e próximo prêmio deve ser de R$ 8 milhões

/ Esporte

Ninguém acertou os seis números da Mega-Sena sorteada na noite deste sábado (5). Os números sorteados foram 17 – 39 – 43 – 46 – 52 – 53. O próximo concurso, com o sorteio na quarta-feira, 9, tem uma estimativa de um prêmio de R$ 8 milhões. O sorteio do concurso 2.112, realizado em Caibi (SC), teve 34 apostas ganhadoras na quina, cada uma levando um prêmio de R$ 48,9 mil, e 2.547 apostas ganhadoras na quadra, com prêmios de R$ 933 cada. As apostas para o próximo podem ser feitas em qualquer lotérica até as 19h de quarta-feira ou pelo próprio site da Caixa.

Surge uma nova opção para compra de pneus para o seu veículo, no Entroncamento de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Loja CD Pneus fica situada às margens da BR-116. Foto: Divulgação

Para quem trafega pela Rodovia Santos Dumont – BR-116, no trecho do Entroncamento de Jaguaquara agora tem uma boa opção na hora de comprar pneus de veículos de passeio e de caminhões. A loja CD Pneus, situada às margens da BR-116, na Avenida Presidente Médice, trabalha com venda de pneus novos e semi-novos, com preços acessíveis. O telefone pra contato é ((73) 3530-1302 cel/99118-3235.