Euclides faz carreata com apoiadores em Jaguaquara e diz que o período exige decência dos políticos

/ Eleições 2018

Euclides visita seu comitê, no Centro da cidade. Fotos: Divulgação

O deputado estadual Euclides Fernandes (PDT) chegou na reta final da sua campanha à reeleição depois de percorrer mais de 50 municípios, visitando Jaguaquara nesta sexta-feira (5), quando saiu às ruas da cidade em carreada ladeado por apoiadores. Euclides percorreu ruas e bairros com o vereador Nei Cabeludo, ex-vereador Bode da Saúde, ex-vereador Mancha, ex-candidato a vereador Júnior Melo e contou também com o apoio do contador e empresário Moacir Bernardino. Os apoiadores do deputado reuniram amigos no ato em prol da campanha de Fernandes, que disse ter saído de Jaguaquara emocionado com a receptividade calorosa das pessoas.

Apoiadores com o deputado Euclides após carreata na ruas da cidade

”É um município importante, onde temos amigos, e colocamos o nosso mandato a disposição das autoridades locais para que possamos colaborar com o desenvolvimento socioeconômico desta terra. Inclusive, fui o único candidato a abrir um comitê para a minha equipe ouvir as pessoas e hoje fiz questão de que esse evento tivesse apenas a presença de pessoas da cidade, porque a nossa linha é séria e o político inteligente não pode se auto-enganar ao fazer campanha política em um município levando ônibus lotados de pessoas de outras cidades para fazer volume. Estamos num período em que o eleitor brasileiro exige muito mais transparência e decência dos políticos”, disse Euclides, que antes da carreada teria visitado moradores do Assentamento Wilson Furtado, localidade que teria sido beneficiada neste ano através de seu mandato com a destinação de um trator agrícola para servir aos produtores rurais. De Jaguaquara, o candidato seguiu para reunião em Itiruçu, onde conta com apoio da prefeita Lorena Di Gregório.

Batida entre carro e ônibus em cruzamento na BR-116 deixa feridos no Entroncamento de Jaguaquara

/ Trânsito

ônibus bateu com uma Mitsubishi na BR. Foto: Blog Marcos Frahm

Uma colisão transversal ente uma caminhonete Mitsubishi L200 e um ônibus da Viação Itapemirin deixou três pessoas feridas e provocou lentidão na BR-116, na tarde desta sexta-feira (5). O acidente aconteceu por volta das 16h na altura do KM 633, no trecho do Entroncamento de Jaguaquara, quando a condutora da caminhonete tentava atravessar a pista num cruzamento da rodovia com a BA-250 e provocou a atida com o ônibus. Com o impacto da colisão, a mulher e dois filhos, que ocupavam o veículo Mitsubishi, que teria saído de Brasília, com placa NXQ-3628 ficaram feridos e foram socorridos ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV. A mulher chegou a ficar presa no veículo e foi retirada com apoio de propostos da Via Bahia.

Caminhonete Mitsubishi era conduzida por uma mulher, diz PRF

O motorista do ônibus de placa DTA-6714, que fazia a linha Salvador Rio de Janeiro disse ao Blog Marcos Frahm que não houve tempo de frear e que o susto foi grande Os passageiros não ficaram feridos. A Polícia Rodoviária Federal – PRF esteve no local para o registro da ocorrência. O cruzamento onde ocorreu o acidente é considerado palco de desastres e várias pessoas já morreram no trecho.

Eleições 2018: PRF prende três homens com R$ 13 mil, suspeitos de crimes eleitorais

/ Eleições 2018

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam em flagrante, na noite desta quinta-feira (4), em Alagoas, três homens suspeitos de crimes eleitorais. Com os homens foram apreendidos material de campanha de candidatos, uma lista com os dados pessoais de diversos eleitores e pouco mais de R$ 13 mil. Segundo a PRF, o carro em que os três estavam foi abordado próximo à Unidade Operacional de Polícia de Carié, na zona rural do município de Canapi, no nordeste alagoano. Desconfiados de que, ao avistar a barreira policial, o condutor do veículo tentou desviar para evitar passar pelo posto de vigilância, os policiais decidiram seguir o carro e abordá-lo. Ainda de acordo com a PRF, a lista contendo informações pessoais de diversas pessoas, como número do título de eleitor, foi encontrada em um caderno que também continha anotações que os policiais concluíram ser a programação de transporte dos eleitores para votar no próximo domingo (7). Inicialmente, o motorista afirmou que havia sacado o dinheiro pouco tempo antes, mas quando os policiais exigiram que ele comprovasse o saque, mudou sua versão e informou que só falaria na presença de seu advogado. Todo material apreendido e os três homens foram encaminhados para a delegacia da Polícia Federal.

 

Jequié (ADJ) estreará no Baiano de Futebol Feminino em Vitória da Conquista, dia 13

/ Esporte

Jequié está treinando visando o Baiano. Foto: Emanuel Jr.

O Jequié (ADJ) vai fazer a sua estreia no Campeonato Baiano de Futebol Feminino fora de casa. Será contra o Conquista, sábado (13out18). A partida acontecerá no Estádio Edvaldo Flores. Na outra semana (dia 20), voltará a campo, desta vez jogando contra Maracás, às 15 horas, no Waldomirão. A equipe folgará nas duas rodadas seguintes. Já no dia 10 de novembro, enfrentará Maracás, no campo da adversária, e no dia 15, receberá Conquista, às 15 horas, no Waldomiro Borges. A fase de classificação será disputada no sistema de jogos de ida e volta dentro dos respectivos grupos, classificam-se para a 2ª fase as duas melhores colocadas de cada grupo. A 2ª fase, de quartas de final, será disputada pelas oito equipes classificadas, divididas em quatro grupos de duas, com jogos no sistema apenas de ida dentro de cada grupo. A vencedora de cada grupo avançará à Semifinal (3ª fase), que será disputada em jogos apenas de ida dentro de dois novos grupos. As duas vencedoras da semifinal fazem a Final (4ª fase) do estadual em dois jogos, de ida e volta. O campeão sendo conhecido no dia 9 de dezembro. Com informações do site Jequié e Região

Eleições 2018: TSE libera eleitor para votar com camiseta de candidato no local de votação

/ Eleições 2018

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (5) orientar a Justiça Eleitoral a liberar o uso de camisetas de candidatos pelos eleitores nos locais de votação neste domingo (7), primeiro turno das eleições. Conforme a decisão, o eleitor poderá usar camiseta com nome de seu candidato preferido, mas como forma de manifestação individual, sem fazer propaganda eleitoral a favor dele. De acordo com a lei eleitoral, está proibida a aglomeração de pessoas com vestuário padronizado, além de manifestações coletivas e ruidosas e qualquer tipo de abordagem, aliciamento ou persuasão de eleitores. A camiseta não pode ser distribuída pelo candidato. A questão foi decidida a partir de um questionamento do Ministério Público Eleitoral (MPE) diante de divergências criadas na atuação de promotores eleitorais em todo país, responsáveis pela fiscalização de propaganda eleitoral irregular. Em todo o país, ambulantes aproveitaram o engajamento dos eleitores no pleito para comercializar camisetas de candidatos. De acordo com o MPE, a lei eleitoral proíbe a distribuição de material de campanha no dia da eleição, como adesivos, broches, adesivos, mas a norma é omissa sobre o vestuário do eleitor. Neste domingo (7), os eleitores votam, em primeiro turno, para presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual. O segundo turno será no dia 28 deste mês,

Ex-aliado de ACM Neto, prefeito de Euclides da Cunha declara apoio a Rui Costa para governador

/ Eleições 2018

Prefeito Luciano Pinheiro declara apoio a Rui. Foto: Ulisses Dumas

O governador Rui Costa (PT) e candidato à reeleição percorreu, nesta sexta-feira (5), as cidades de Tucano, Monte Santo e Euclides da Cunha. Em campanha, Rui foi recepcionando em Euclides da Cunha por um ex-adversário político, o prefeito Luciano Pinheiro (PDT), que teria se aliado ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), quando disputou, em 2016, o cargo de presidente da União dos Municípios da Bahia – UPB e foi derrotado pelo candidato apoiado por Rui, o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD). Luciano, no entanto, não apoiou a candidatura de Zé Ronaldo (DEM), tendo declarado apoio a Rui Costa, que percorreu a cidade ao lado do alcaide.

”Se Alckmin tiver dois votos, vai ser um dele e um meu”, diz ACM Neto que coordena campanha

/ Eleições 2018

Neto nega abandono à campanha de Zé. Foto: Divulgação

Mesmo com a debandada de candidatos do seu grupo político para o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), reafirmou, a dois dias do primeiro turno, o seu apoio ao tucano Geraldo Alckmin (PSDB). ”Se Alckmin tiver dois votos, vai ser o dele e o meu. Ninguém joga a toalha de véspera. Não vamos antecipar o reconhecimento de vitória ou derrota de ninguém”, declarou o democrata, em entrevista à Rádio Itapoan. Neto reconheceu que ficou “chateado” com o anúncio de apoio do candidato ao governo Zé Ronaldo (DEM) a Bolsonaro, mas afirmou que o assunto ”está encerrado”. ”Não escondi que fiquei chateado, mas sou um cara democrata. Ele quis tomar essa posição. Eu discordo, mas tenho que respeitar”, disse. Embora tenha negado novamente um abandono à campanha do correligionário, o prefeito não foi a Feira de Santana nesta sexta-feira (5), onde Zé Ronaldo participou de caminhada. ”O que nos une é muito mais forte do que essa diferença em relação ao apoio expressado por ele a Jair Bolsonaro. Estamos unidos pelo propósito maior de enfrentar o PT. Isso não seria abalado em função desse dissenso. Agora há pouco, acabei de vir do Lobato. Estava fazendo caminhada, levando o nome de Zé Ronaldo”, declarou.

”Não é hora de brincar de ditadura”, diz Angelo Coronel ao encerrar campanha no interior

/ Eleições 2018

Coronel alfineta Alckmin, 4º nas pesquisas. Foto: Divulgação

O candidato ao Senado Ângelo Coronel (PSD) percorreu as cidades de Tucano, Monte Santo e Euclides da Cunha neste penúltimo dia de campanha. ”Neste penúltimo ato oficial da campanha, aqui em Tucano, desejo que o domingo das eleições seja um dia de paz e que a democracia brasileira seja mantida, acima de tudo. Muita gente morreu, muita gente foi torturada, muita gente sofreu para que voltássemos a ter um regime democrático e não é hora de brincar de ditadura”, declarou o presidente da Assembleia Legislativa. Ao defender o voto em Fernando Haddad (PT) para presidente da República, Coronel destacou o período no qual o petista administrou São Paulo. ”Governar a cidade de São Paulo é comparável a governar a alguns Estados brasileiros, seja pelo tamanho da população ou do orçamento. A crítica que fazem a ele é que perdeu a reeleição. E daí? Alckmin foi governador de São Paulo por oito anos e agora está em quarto nas pesquisas”, comparou.

Filho do candidato Jar Bolsonaro nega ter usado camisa com ofensas aos nordestinos

/ Eleições 2018

Flávio usa o Instagram e explica polêmica. Foto: Reprodução

O filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), o candidato a senador pelo Rio de Janeiro Flávio Bolsonaro (PSL), desmentiu, através do Instagram, uma imagem que é compartilhada nas redes sociais em que ele veste uma camisa com ofensas aos nordestinos. ”Movimento nordestinos voltem para casa: O Rio não é lugar para jegue”, diz a frase estampada na camiseta. Na publicação, ele chama a montagem de “mais uma fake news”. ”Me ajudem a divulgar, por favor!”, escreveu o candidato, no Instagram. Na imagem original, Flávio aparece ao lado do pai, em um evento de campanha para prefeito em 2016.

Ministério Público Federal recomenda que 31 municípios regularizem transporte escolar

/ Trânsito

O Ministério Público Federal (MPF) em Guanambi emitiu recomendações aos 31 municípios da sua área de abrangência, no centro-sul baiano, para que regularizem as licitações, contratações e execuções do serviço de transporte escolar. Os documentos foram expedidos nesta sexta-feira (5). Cada prefeito tem 20 dias, a contar da data de recebimento, para se manifestar sobre o acatamento ou não da recomendação do MPF. No documento, os procuradores da República Adnilson Gonçalves da Silva e Carlos Vítor de Oliveira Pires apontaram a má aplicação de verbas do Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate) ou do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) relacionada à contratação e execução do serviço. Dentre as irregularidades, pode-se destacar: ausência de adequada pesquisa de preços; escolha de critério de julgamento por preço global; contratação de prestador de serviço sem capacidade operacional; sobrepreço e superfaturamento de rotas; subcontratação de praticamente todo o objeto; e utilização de veículos e motoristas em desconformidade com a legislação de trânsito. Os prefeitos têm até 31 de janeiro do próximo ano para adotar uma série de medidas, a fim de regularizar a contratação, a fiscalização e o uso apropriado dos veículos de transporte escolar, anulando os contratos que não possam ser ajustados ao que foi proposto. O MPF recomendou, ainda, que cada prefeitura publique, mensalmente, nos portais de transparência, tabela resumida com indicação de todos os veículos, e cópia dos respectivos processos de pagamento dos serviços de transporte escolar. Além disso, deverão publicar e manter atualizadas as rotas de transporte escolar, com indicação dos pontos de saída e chegada, paradas e escolas abrangidas. Ainda de acordo com os procuradores, estima-se que, caso as medidas recomendadas sejam adotadas, a economia anual para cada Município será entre 200 mil e 1 milhão de reais; a empresa intermediária que não possui veículos ou motoristas próprios e, consequentemente, não oferece contrapartida ao Município, deixará de receber parcela significativa das verbas – entre 20 e 30%. Além disso, as mudanças poderão proporcionar melhorias na qualidade e segurança do serviço. A partir de agora, o MPF aguardará o envio, pelas prefeituras, das respostas indicando o acatamento ou não das medidas. A partir daí, o procurador analisará as providências adotadas e poderá seguir acompanhando a situação por meio dos inquéritos civis públicos ou, se for o caso, mover ações requerendo judicialmente a regularização dos problemas apontados.

MUNICÍPIOS NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA

Abaíra, Botuporã, Caculé, Caetité, Candiba, Carinhanha, Caturama, Érico Cardoso, Guanambi, Ibiassucê, Ibitiara, Iuiú, Jacaraci, Jussiape, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Malhada, Matina, Mortugaba, Novo Horizonte, Palmas de Monte Alto, Paramirim, Pindaí, Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Santana, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo, Urandi.

Eleições 2018: Lei seca será aplicada em 12 estados neste domingo; Bahia está de fora

/ Eleições 2018

Neste domingo (7), primeiro turno das eleições, 12 dos 26 estados adotarão a lei seca. A maioria deles restringe tanto a venda quanto o consumo de bebida alcoólica, em períodos que variam. No Distrito federal a medida não será aplicada, assim como no sul do país, em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. No norte e nordeste, a restrição é mais comum. No Pará, a portaria que regulamentou a medida, além de proibir a venda e consumo das 0h às 18h, também proibiu a realização de festas dançantes em clubes, casas de show, boates, bares e similares. No Amazonas, apenas o consumo foi proibido e em Minas Gerais, apenas a distribuição e venda. Quem descumprir a lei estará sujeito à pena de detenção de 3 meses a 1 ano e pagamento de multa por crime de desobediência previsto no art. 347 do Código Eleitoral. Já as blitzes da lei seca no trânsito seguirão normalmente em todo o país. O motorista que for flagrado dirigindo alcoolizado (até 0,33 miligrama de álcool por litro de ar expelido) será autuado, multado e responderá a processo. A partir de 0,34 miligrama, é configurado crime de trânsito. O motorista é detido e levado para a Polícia Civil, e responderá processo criminal. Ele também é multado e pode perder a CNH por 12 meses.

DataPoder360: Ciro Gomes venceria todos os candidatos no segundo turno das eleições

/ Eleições 2018

Venceria em todos os cenários no 2º turno. Foto: Reprodução

O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, venceria em todos os cenários do segundo turno, aponta pesquisa DataPoder360 divulgada nesta sexta-feira (5). Já o candidato Jair Bolsonaro (PSL) venceria Fernando Haddad (PT), mas empataria com Geraldo Alckmin (PSDB). Veja os resultados completos abaixo:

 

Jair Bolsonaro (PSL): 45%
Fernando Haddad (PT): 42%

Ciro Gomes (PDT): 46%
Jair Bolsonaro (PSL): 41%

Jair Bolsonaro (PSL): 42%
Geraldo Alckmin (PSDB): 42%

Ciro Gomes (PDT): 41%
Fernando Haddad (PT): 28%

A pesquisa DataPoder360 ouviu 4 mil pessoas em 375 cidades de todos os estados, entre os dias 3 e 4 de outubro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O registro na Justiça Eleitoral é BR-07142/2018.

DataPoder360: Bolsonaro tem 33% dos votos válidos e Haddad chega a 27% dos votos

/ Eleições 2018

Bolsonaro e Haddad devem disputar 2º turno. Foto: Divulgação

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) atinge 33% dos votos válidos, que excluem brancos, nulos e indecisos, na nova pesquisa DataPoder360 divulgada nesta sexta-feira (5). Para vencer a eleição no primeiro turno, que acontece neste domingo (7), é necessário ter, pelo menos, 50% mais 1 dos votos válidos. Ainda segundo a pesquisa, Fernando Haddad (PT) tem 27% dos votos válidos. Com esse resultado, o levantamento indica um provável segundo turno entre o petista e o capitão da reserva. Segundo o site Poder360, que realizou a pesquisa, nunca em eleições presidenciais brasileiras um candidato com menos de 45% em pesquisas nos dias próximos à votação conseguiu vencer no 1º turno. Veja os números abaixo:

 

VOTOS VÁLIDOS
Jair Bolsonaro (PSL): 33%
Fernando Haddad (PT): 27%
Ciro Gomes (PDT): 16%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Marina Silva (Rede): 3%
Cabo Daciolo (Patriota): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 3%
Guilherme Boulos (PSOL): 2%
João Amoêdo (Novo): 2%

Os candidatos José Maria Eymael (DC), João Goulart Filho (PPL) e Vera Lúcia (PSTU) não pontuaram na pesquisa. O DataPoder360 também trouxe as intenções de voto totais para os candidatos, ou seja, incluindo votos brancos, nulos e indecisos. Aqui, Bolsonaro e Haddad permanecem líder e vice, respectivamente, indicando também um segundo turno entre os dois.

Jair Bolsonaro (PSL): 30%
Fernando Haddad (PT): 25%
Ciro Gomes (PDT): 15%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Cabo Daciolo (Patriota): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 3%
Guilherme Boulos (PSOL): 2%

Marina Silva (Rede): 2%
João Amoêdo (Novo): 2%

A pesquisa DataPoder360 ouviu 4 mil pessoas em 375 cidades de todos os estados, entre os dias 3 e 4 de outubro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O registro na Justiça Eleitoral é BR-07142/2018.

Cunha, Geddel e mais 16 são denunciados por supostas fraudes na Caixa Econômica

/ Justiça

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou esta quinta-feira (4) à 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília quatro denúncias relacionadas às investigações da Operação Cui Bono, que apura irregularidades em operações da Caixa Econômica Federal em troca de pagamento de propina. Entre os denunciados estão o ex-ministro Geddel Vieira Lima, os ex-deputados e presidentes da Câmara Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, o operador Lúcio Funaro e o ex-vice presidente da Caixa Fábio Cleto. Eles são acusados dos crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. Os procuradores pedem multa e reparação de danos que ultrapassam R$ 3 bilhões. De acordo com o MPF, foram identificados repasses que somam R$ 89,5 milhões a Eduardo Cunha de 2011 a 2015, além de R$ 17,9 milhões a Geddel Vieira Lima de 2012 a 2015 e R$ 6,7 milhões a Henrique Alves de 2012 a 2014. As denúncias estão relacionadas a operações de créditos para os grupos Marfrig, Bertin, J&F Grupo BR Vias e Oeste Sul Empreendimentos Imobiliários. Parte das acusações refere-se ainda a duas operações com recursos do FI-FGTS. Segundo as investigações, a estrutura que dava suporte à prática das irregularidades no banco era sustentada por três frentes: o grupo empresarial, o de empregados públicos que operavam na Caixa e no FGTS e o grupo político e de operadores financeiros.