”Ciro não é um homem irritado, é indignado. Irritado é Bolsonaro”, diz Kátia Abreu em Salvador

/ Eleições 2018

Kátia é vice na chapa de Ciro. Foto: Vagner Souza/Bocão News

Durante passagem por Salvador, nesta quinta-feira (27), a senadora Kátia Abreu (PDT), comparou o temperamento do candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) com o do também presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Em entrevista coletiva na sede do PDT, no bairro da Mouraria, em Salvador, ela afirmou que ”Ciro não é um homem irritado, é indignado. Irritado é Bolsonaro que xinga todo mundo e briga com todo mundo”. Ainda segundo a candidata a vice na chapa de Ciro Gomes, ”as brigas de Ciro têm conteúdo”. ”Enquanto esteve no Executivo, com caneta na mão, vocês não conhecem nenhuma ação de agressão por parte dele. A não ser na tribuna da Câmara, chamando Geddel, Eduardo Cunha, Moreira Franco e Padilha de bandidos. E por isso recebeu processos contra ele”, disse. Ainda na sede do PDT, Kátia Abreu participou do evento Mulheres e a ocupação de espaços de poder.

Prefeito de Madre de Deus é alvo de denúncias por licitação para videomonitoramento

/ Bahia

Vereadores da bancada de oposição na Câmara Municipal de Madre de Deus denunciaram ao Ministério Público Estadual (MPE) supostas irregularidades nas licitações para a contratação de empresa especializada por parte da Prefeitura de Madre de Deus para a implantação da infovia municipal, sistema de vídeomonitoramento e de wifi na cidade. Os vereadores suspeitam de fraude, após analisar licitações similares em outros municípios. Os valores das licitações, segundo os denunciantes, chegam a R$ 6 milhões. ”Acho muito difícil o prefeito Jeferson Andrade concluir o seu mandato devido às inúmeras denúncias e investigações das irregularidades que ele está cometendo”, afirmou o vereador Kikito Tourinho (PPS). Também são coautores da denúncia os vereadores Val Peças (PSL) e Juscelino Silva (PPS). Segundo Juscelino Silva, ”os três vereadores ligados ao vice-prefeito Jaílton Polícia deviam se unir à bancada de oposição nesta ”cruzada pela moralização da política em Madre de Deus”. Ele refere-se aos vereadores Paulinho de Nalva, Joyce e Jodiane de Jajai, todos filiados ao PRB.

Preta Gil desabafa e responde a desafio: ”não preciso ser desafiada, #souelenãohá7anos”

/ Eleições 2018

Preta Gil diz que foi agredida por Bolsonaro. Foto: Divulgação

A cantora Preta Gil respondeu ao desafio da cantora Anitta de participar do movimento ”#elenão”, contra a candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), por meio do Instagram, nesta quinta-feira (27). Ela relatou que usuários cobraram posicionamento dela, outros xingaram e ameaçaram. ”Vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam!!! #meuambienteélindo”, postou Preta, junto com um vídeo com declarações do presidenciável que criticam o ”ambiente” em que vive a cantora,  filha de Gilberto Gil. ”Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve. Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros”, publicou a artista. ”Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém. Não me sinto no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada. #souelenãohá7anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas”, continuou Preta. Por fim, ela sugeriu aos seguidores que votem ”em quem quiser”, mas que não agridam ninguém, e não ameacem as pessoas. ”Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas”, concluiu.

”DEM não vai passar disso”, diz especialista sobre desempenho de Zé Ronaldo em campanha

/ Eleições 2018

Especialista diz que Zé Ronaldo não vence Rui. Foto: Divulgação

O professor e pesquisador no Centro de Estudos e Pesquisas em Humanidades (CRH) da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Carlos Zacarias, faz uma previsão não muito animadora para o DEM quando o assunto é o possível resultado das eleições 2018 para governador na Bahia. Em entrevista ao apresentador José Eduardo, na Metrópole FM de Salvador, na manhã desta quinta-feira (27), ele diz que o crescimento alcançado por Zé Ronaldo na última pesquisa divulgada, cerca de 3%, segundo o Ibope, não deve representar um crescente na campanha do democrata. ”O DEM tem que comemorar mesmo, porque não vai passar disso. A frente estabelecida pelo governador Rui Costa é muito forte. É praticamente impossível que ele não leve no primeiro turno, tendo, a 10 dias da eleição, 60% das intenções de voto. Nas outras eleições, os candidatos do PT não lideravam as pesquisas e ganharam no primeiro turno, imagine agora, que lideram”, frisou.

Segundo o docente, a escolha de Zé Ronaldo como cabeça de chapa e a participação do partido no governo Temer são fatores preponderantes para a derrota da legenda. ”O DEM não tem muitas margens para crescer, pela escolha de Zé Ronaldo como candidato e pelo partido ter se envolvido com o governo Temer, um governo totalmente reprovado, está claro nessas eleições, tanto a nível estadual quanto nacional, que candidaturas que ficaram muito maculadas pela participação no governo Temer vão ter um prejuízo grande”. A derrota estadual deve representar um problema ainda maior para o prefeito ACM Neto e sua intenção de manter a sucessão da prefeitura municipal com o Democratas. Segundo Carlos Zacarias, a vitória de Rui fortalece o PT no pleito de 2020 e traz uma incógnita a ser respondida pelo partido do prefeito: quem poderia vir a ter o tamanho político de Neto, para sucedê-lo nas próximas eleições para o comando do Executivo municipal? De acordo com Zacarias, Neto vai amargar ainda em 2020 a decisão de não concorrer ao governo estadual.  ”O PT entra de novo na cena política municipal [Salvador], depois de ter perdido duas eleições municipais. Essas eleições colocam o partido de novo no páreo para disputar uma eleição para a prefeitura em 2020. Essa derrota do DEM vai certamente impactar, até porque o ACM Neto não pode mais ser candidato a prefeitura e não há nenhuma liderança que concorra com ele em termos de popularidade. Ninguém representa o tamanho político que Neto alcançou. Ele que colhe essa aposta, foi ele que recuou de concorrer ao governo do estado porque certamente percebeu que corria um risco muito grande, porque se tivesse concorrendo e sofresse derrota ia ser muito marcante. Ele traçou essa aposta e com certeza vai colher isso em 2020 e certamente em 2022 quando ele pleiteia concorrer ao governo do estado”, explicou.

A possibilidade de ver sua base aliada debandar para o lado de Rui, após o resultado do pleito desse ano, também é algo que deve pesar no futuro do democrata, segundo o especialista. ”As maiorias no Brasil sempre foram circunstanciais. Todos os governos fizeram maioria no Congresso após as eleições, não que tenham eleito a maioria, mas viram os partidos migrarem para o governo porque há uma política fisiológica estabelecida, lamentavelmente, e isso termina determinando a constituição de maioria significativa no parlamento, que se transforma em maiorias efetivas no plano do estado, ou no âmbito nacional”. Com informações do Bocão News

Filho do candidato Jair Bolsonaro será denunciado por apologia a tortura e homofobia

/ Eleições 2018

Vereador Carlos Bolsonaro será denunciado. Foto: Reprodução

O vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSC), filho do candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, vai ser denunciado pelo colega de Câmara David Miranda (PSOL) na Comissão de Ética da Câmara Municipal do Rio por apologia à tortura e LGBTfobia. A representação acontecerá um dia após a postagem do filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que republicou uma foto que simula a tortura de um homem com um saco na cabeça, associando a imagem a pais que sentem vergonha de seus filhos por serem homossexuais, através da frase ”Sobre pais que choram no chuveiro”. Miranda, que é candidato a deputado federal, disse por meio de sua página em uma rede social que a bancada do Psol vai assinar o pedido e solicitar apoio de outros parlamentares, além de anexar uma petição online, que tinha quase 5.500 assinaturas às 10h23 de hoje. A intenção é pressionar a presidência da Casa para abrir o processo que vai pedir a cassação do mandato de Carlos Bolsonaro. Após a campanha contra a postagem, o site de David Miranda foi derrubado, assim como o link da petição. A equipe do parlamentar trabalhou durante a madrugada e conseguiu colocar as páginas novamente no ar. O deputado federal Jean Wyllys, também do Psol, entrou com uma ação no Ministério Público do Rio (MPRJ) ainda nesta quarta-feira contra Carlos Bolsonaro. O documento pede a investigação de apologia à tortura, suspeita de incitação ao crime e suspeita de crime de ameaça.

Atenção: Cotistas com menos de 60 anos têm até esta sexta-feira para sacar PIS/Pasep

/ Economia

Cotistas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) têm até amanhã (28) para sacar o benefício fora dos critérios previstos em lei. É o caso dos trabalhadores com menos de 60 anos. De acordo com o último balanço do Ministério do Planejamento, há 4,5 milhões de pessoas nessa faixa etária que ainda não retiraram os recursos. Mais de 11 milhões de beneficiários com menos de 60 anos já fizeram o saque. Aqueles que optarem por não retirar os recursos até amanhã não perdem o direito ao dinheiro. Poderão fazer o saque futuramente, quando passarem a cumprir um dos critérios habituais, conforme determina a Lei 13.677/2018.

Jaguaquara: Jovem é agredida em assalto, tem moto roubada e Polícia Militar recupera veículo

/ Jaguaquara

Moto Honda Biz foi roubada no bairro Casca. Foto: Divulgação/PM

A Polícia Militar de Jaguaquara recuperou, em tempo record, uma motocicleta tomada de assalto na noite desta quarta-feira (26). A moto Honda Biz de placa OZC-7646 foi roubada por volta das 21h, na Rua Prefeito João Andrade, no bairro Casca, quando uma jovem pilotava a moto na companhia do filho e foi interceptada pelo criminoso, que a agrediu fisicamente e levou o veículo. Momentos depois a PM foi informada, tendo realizado rondas e a guarnição encontrou a moto nas imediações do bairro Lagoa, mas o autor do crime fugiu e ainda não foi capturado. A moto de propriedade de Cinaila Lunair Souza Santos, de 26 anos, foi apresentada na Delegacia da Polícia Civil e já devolvida. A vítima passa bem.

Mulheres são presas em ônibus na BR-116 pela PRF com mais de 50 kg de drogas em Jequié

/ Trânsito

Duas mulheres foram presas em ações realizadas em dois ônibus na BR116, no trecho de Jequié. As fiscalizações ocorreram na madrugada desta quinta-feira (27), e ao todo foram apreendidos 51 kg de maconha e 3,3 kg de cocaína. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA), o primeiro caso ocorreu por volta de 01h30. Os agentes fizeram abordagem a um coletivo que seguiu de São Paulo (SP) em direção a Maceió (AL). Os policiais verificaram o bagageiro externo e localizaram 54 tabletes de maconha, que totalizavam 51 kg, dentro de duas malas. A proprietária, uma mulher de 26 anos, informou que um homem a contratou para levar a droga da capital paulista até Maceió, local onde receberia o dinheiro por transitar o entorpecente.

Mulheres e homem foram levados para Delegacia de Jequié. Foto: PRF

A segunda ação, também em um ônibus, aconteceu por volta de 2h15. Os policiais abordaram o coletivo que saiu de Campinas (SP) em direção a Salvador (BA). No automóvel foram encontrados 3,3 kg de cocaína na bolsa de uma passageira. A mulher foi questionada e alegou que foi paga transportar o entorpecente de São Paulo até a capital baiana. As duas suspeitas foram encaminhadas para a Delegacia da Polícia Civil de Jequié, e ainda segundo a PRF-BA, elas podem responder por tráfico de drogas com pena de até 15 anos de prisão.

BR-116: Ações da PRF em Jequié prendem homens com documentação falsa e veículo roubado

/ Trânsito

Caminhonete roubada em 2016 foi recuperada. Foto: Divulgação/PRF

Duas ações realizadas na BR-116 em Jequié resultaram na prisão de dois homens. As fiscalizações ocorreram na noite desta quarta-feira e na madrugada. O primeiro ato ocorreu por volta das 18h desta quarta, quando agentes da Polícia Rodoviária Federal da Bahia (PRF-BA) abordaram um condutor que dirigia o caminhão com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. Os policiais consultaram o sistema e verificaram que o documento apresentado pelo suspeito não estava no Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach). Após análise, a equipe constatou que o motorista, que possui 54 anos, já foi preso pela PRF duas vezes. A primeira foi realizada em 2015, por usar documento falso no Pará e a segunda em 2017, por crime de receptação na Paraíba. A segunda fiscalização ocorreu na madrugada,quando os policiais rodoviários federais abordaram uma caminhonete Mitsubishi/L200 e durante a ação, foi percebido que os elementos indicadores do automóvel estavam adulterados. A caminhonete transitava com placas clonadas de um veículo semelhante. Segundo a PRF-BA, esta fraude foi adotada para burlar a fiscalização. As placas originais possuem um registro de roubo em abril de 2016, na cidade de Petrolina, em Pernambuco. Os homens presos nas duas ocorrências foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil em Jequié e responderão por uso de documento falso e receptação, respectivamente.

Educação: Número de beneficiários do Fies em situação irregular bate recorde

/ Educação

Mais da metade dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) em fase de amortização em junho está com pagamento atrasado. Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), de um total de 727.522 contratos, 416.137 (57,1%) estão irregulares. As dívidas já totalizam cerca de R$ 20 bilhões. Na avaliação do diretor de gestão do Fies, Pedro Pedrosa, o déficit pode triplicar nos próximos anos, caso o nível de inadimplência não seja controlado. Um dos argumentos do governo federal para justificar a reestruturação do programa foi, justamente, a quantidade de estudantes que não conseguiam manter suas parcelas em dia. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), já no ano passado eram constatados aumentos consecutivos no percentual de inadimplência. No início de 2018 o Fies foi reformulado e passou a contar com três linhas de financiamento. Na primeira, para estudande com renda familiar mensal até três salários mínimos, o aluno paga as prestações sem juros. Já as outras modalidades de financiamento, reunidas sob a classificação P-Fies, são destinadas a estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. Nesses casos, uma taxa de juros incide sobre a prestação, com um valor determinado pela instituição bancária na qual foi fechado o contrato. Em todas as modalidades do programa, o universitário começa a quitar seu débito somente após sua formatura em seu curso. Inicialmente, o governo decidiu destinar 100 mil das 310 mil vagas à modalidade de prestações com juros zero. Para as modalidades P-Fies, foram abertas 150 mil vagas para estudantes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e 60 mil vagas distribuídas em todo o Brasil.

Desemprego

Pedrosa diz que foi por estar ciente do possível impacto da crise econômica que o governo federal buscou incorporar ao Novo Fies a prévia do valor das prestações a serem pagas. Com isso, haveria, em tese, uma tendência de o aluno reservar a quantia necessária para quitá-las dentro do prazo de vencimento. ”Antes, ele não sabia o total da dívida, ia descobrindo quando ia fazendo os aditamentos. O que trouxemos para o novo modelo foi uma maior transparência. [Atualmente] Quando for fazer o cálculo, vai saber qual a taxa percentual de correção que a mantenedora pode cobrar.”. O diretor informou, ainda, que o governo deve definir, até o mês que vem, medidas capazes de reduzir o alto índice de inadimplência entre os beneficiários do programa. Dados do Censo da Educação Superior, apresentado pelo Ministério da Educação na semana passada, demonstram que, desde 2015, tanto o Fies como o ProUni têm sido trocados por outras formas de financiamentos e bolsas estudantis, como aqueles oferecidos pelas próprias instituições de ensino e governos municipais e estaduais. Conforme o levantamento, em 2015, o Fies foi a porta de acesso para quase metade (49,5%) dos alunos matriculados na rede privada mediante bolsa ou financiamento. Em 2017, a porção caiu para 37,1%, ficando em uma faixa intermediária na preferência de universitários com esse perfil, entre ProUni (21,1%) e demais formas de aportes (41,8%).

Tribunal Superior Eleitoral barra candidatura de Anthony Garotinho ao governo do Rio

/ Eleições 2018

Anthony Garotinho tem candidatura barrada. Foto: Reprodução

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou a candidatura do candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo Partido Republicano Progressista (PRP), Anthony Garotinho, nesta quinta-feira (27). Quatro dos sete membros da Corte já haviam se posicionado contra recurso da defesa que tentava derrubar decisão Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) que já havia barrado Garotinho. Votaram contra a candidatura de Garotinho no TSE o relator do caso, Og Fernandes, e os ministros Admar Gonzaga, Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, Admar Gonzaga e Edson Fachin.

Presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira é alvo de operação da Polícia Federal

/ Polícia

Ciro está na mira da PF. Foto: Ailton de Freitas/Agência O Globo

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (27) uma operação que tem como alvo o senador Ciro Nogueira (PP-PI). A PF cumpriu dois mandados de busca e apreensão em Teresina, no Piauí, segundo o G1. O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou os mandados em um inquérito que investiga crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa supostamente praticados por empresários, políticos e doleiros. Ainda de acordo com a publicação, as apurações foram baseadas em acordos de delação premiada feitos por executivos da Odebrecht com a Procuradoria-Geral da República (PGR), que quebraram o silêncio sobre desvios de recursos de obras públicas concedidas à empresa.

Prazo para solicitar emissão de 2ª via do título eleitoral termina nesta quinta-feira

/ Eleições 2018

Termina nesta quinta-feira (27) o prazo para tirar a 2ª via do título eleitoral. A solicitação deve ser aberta no cartório da zona em que o eleitor está cadastrado. O documento só é emitido se o eleitor estiver quite com a Justiça Eleitoral, sem débitos relativos a multas por ausência às urnas ou por ter violado o Código Eleitoral. A situação deve ser regularizada antes do pedido. Quem tiver multas em aberto precisa quitá-las por uma Guia de Recolhimento da União (GRU), emitida pelo cartório eleitoral. O valor vai de R$ 1,05 a R$ 35,14.

Ibope vem sem surpresas

/ Artigos

A terceira pesquisa Ibope-TV Bahia, ontem divulgada, não trouxe maiores surpresas. Confirma Rui Costa favorito, sempre pontuando para cima, e levando a reboque Angelo Coronel para o Senado.

Se a tendência se mantiver, teremos Rui reeleito com folga, com mais do triplo dos votos de todos os seis demais concorrentes somados (hoje está dando, no Ibope, 61% a 15%), e levando de lambuja Angelo Coronel.

Zé Ronaldo subiu para 10%, mas ainda longe de atingir pelo menos os 25% de petistas e carlistas históricos.

Na banda presidencial, Fernando Haddad (PT) liderando com folga, e Bolsonaro (PSL) atrás. O candidato de ACM Neto, Geraldo Alckmin (PSDB), empacou lá nos 6%.

No cenário baiano, a disputa é insossa.

Por Levi Vasconcelos, jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.