Mulher é condenada a 13 anos de prisão por matar suposta amante do marido em Feira de Santana

/ Justiça

Girlande Venancia estava presa desde 2016. Foto: TV Subaé

Uma mulher de 40 anos foi condenada, nesta quinta-feira (7), a 13 anos e seis meses de prisão por ter matado a facadas a amante do marido na cidade de Feira de Santana. Conforme o G1, Girlande Venancia Leite, que já estava presa desde junho de 2016, quando ocorreu o crime, terá de cumprir a pena em regime fechado. O julgamento dela ocorreu no Fórum Filinto Bastos. De acordo com a investigação, Girlande descobriu que seu companheiro, com quem convivia há oito anos, estaria tendo um relacionamento com a vítima, Gleith de Almeida Gaudêncio Silva Araújo. Dois dias antes do crime, ela teria flagrado os dois juntos em um bar, se beijando. Depois, seguiu os dois até o endereço onde ficava a residência da vítima, localizada no bairro Feira IX. No dia 25 de junho de 2016, retornou ao endereço, segundo a investigação, já com intenção de matar a amante do companheiro. Girlande, segundo a polícia, levou três facas dentro de uma bolsa e usou uma delas para matar a mulher. Para entrar na casa de Gleith, Girlande disse que era irmã do companheiro e que estaria no local, a pedido dele, para entregar algumas peças de roupa. Na ocasião, segundo a polícia, entregou uma camisa, uma bermuda e uma cueca. Gleith estava em casa com uma filha, mas, segundo a investigação, para facilitar a empreitada, Girlande pediu que a menina fosse até uma padaria comprar pão para elas. Depois, quando a menina já tinha saído, Girlande aproveitou que Gleith estava de costas, fazendo um café para que pudessem tomar, para desferir uma facada no pescoço da vítima. Em seguida, segundo a polícia, Gleith saiu correndo e pedindo socorro. Um vizinho a socorreu e ainda conseguiu segurar a suspeita até a chegada da Polícia Militar. Girlande foi presa em flagrante. A vítima não resistiu aos ferimenos e morreu ainda no local.

Caetité: Pastor é preso por pedofilia e diz que estava sendo ”possuído pelo demônio”

/ Polícia

Gilmar Silva Porto foi preso nesta quinta. Foto: Reprodução

Um pastor evangélico foi preso na manhã desta quinta-feira (7) no município de Caetité, acusado de pedofilia. De acordo com informações da polícia, as vítimas dos abusos são garotos com idades entre 13 e 17 anos, de diversas cidades do país. O pastor, identificado como Gilmar Silva Porto, tem 35 anos e utilizava um perfil nas redes sociais e aplicativos de mensagem pelos quais trocava fotos com os adolescentes. A investigação, realizada pelo Serviço de Inteligência das policias Civil e Militar, durou cerca de 40 dias e foi iniciada após o tio de uma das vitimas, o menino de 13 anos que mora no Rio Grande do Sul, denunciar o caso ao Conselho Tutelar.  O pastor foi detido na residência dele, após um mandado de busca e apreensão. Na ação foram apreendidos um veículo Fiat Palio, computadores, pendrives e cartões de memória com fotos e vídeos de meninos nus. Em depoimento à polícia, Gilmar disse que ”estava possuído pelo demônio”. Ele foi indiciado e deve cumprir pena prevista para 3 a 6 anos de prisão. De acordo com o site Sudoeste Bahia, o caso segue sendo investigado e a polícia acredita que novas vítimas possam aparecer depois que a prisão do suspeito foi divulgada. Com informações do site Bahia Notícias

 

Vereador Careca tem nome lançado como pré-candidato a deputado estadual em Jequié

/ Jequié

Vereador Admilson Careca quer ser deputado. Foto: Divulgação

O vereador Admilson Careca, vice-presidente da Câmara Municipal de Jequié, teve o nome dele lançado na condição de pré-candidato a deputado estadual, durante o Encontro Regional do Partido Social Cristão (PSC) realizado nesta cidade na última segunda-feira (4). Também foi escolhido para presidir o partido no município. o encontro foi bastante representativo, contando com a participação de lideranças locais, regionais e estaduais além de numerosa participação popular. Estiveram presentes o secretário-geral do partido, Jorge Mendes; suplente de vereador Sidney Magal; presidente do PSC Mulher de Jequié, senhora Rita; pastor Clodoaldo Brito, presidente do Presbitério das Igrejas Presbiteranas Renovada da Bahia e o pastor Walter Freitas, presidente do Presbitério das Igrejas Presbiteriana Renovada do Sul da Bahia, presidente do PSC de Ipiaú, além do deputado estadual Heber Santana.

Processo contra o vice-governador João Leão sobre caixa 2 em campanha é arquivado

/ Justiça

Juiz arquivou processo contra Leão. Foto: Blog Marcos Frahm

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), determinou o arquivamento do processo contra o vice-governador da Bahia, João Leão (PP) , denunciado por caixa dois, após delação no caso Odebrecht. De acordo com o TRE, o arquivamento ocorreu na terça-feira (5) e a previsão é de que a decisão seja publicada no Diário da Justiça Eleitoral (DJE) ainda esta semana. Leão foi acusado de ter recebido R$ 100 mil e não ter declarado a quantia, durante campanha para deputado federal, em 2010. O arquivamento foi por conta da prescrição do crime, porque João Leão tem 72 anos. A assessoria do vice-governador disse que ele está em viagem e não conseguiu contato pra comentar a decisão.

O caso

A denúncia contra João Leão foi feita pelos delatores da Odebrecht José de Carvalho Filho e Luiz Eduardo da Rocha. Na época, os depoimentos foram encaminhados à Justiça Federal na Bahia e à Procuradoria da República na Bahia pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin. Conforme a denúncia, nos anos de 2006 e 2014 também houve solicitação por parte de João Leão, mas em 2006 o pagamento foi recusado e, em 2014, os delatores não souberam dizer se o pagamento ocorreu. José de Carvalho Filho mencionou que, em 2007, quando João Leão foi relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), ofereceu possibilidade de ajudar a interesses da companhia. Uma planilha apresentada pelo delator Luiz Eduardo indicaria a efetiva realização de pagamentos em favor de Leão, com indicação de vinculação à Usina Eldorado. Desde quando foi apontado pelos delatores, a defesa de João Leão disse que o vice-governador tem consciência de que não praticou nenhuma irregularidade.

Em apenas um dia no ar, vaquinha virtual do PT por Lula presidente arrecada R$ 44 mil

/ Política

Preso, Lula tem apoio de simpatizantes. Foto: Ricardo Stuckert

Com o slogan ”Lula: o Brasil feliz de novo”, o PT lançou ontem (6) uma vaquinha virtual para que simpatizantes do partido e eleitores doem dinheiro para a pré-candidatura à Presidência de Luiz Inácio da Silva. Até as 21h de ontem, R$ 44.891 já haviam sido arrecadados, em um total de 556 doadores. De acordo com a Lei da Ficha Limpa, o petista está inelegível, mas ainda assim pode solicitar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o registro da candidatura. Caso uma pré-candidatura não seja confirmada em agosto, no prazo final da homologação, a legislação eleitoral prevê que todo o dinheiro arrecadado deverá ser devolvido aos doadores.

Antonio Brito é eleito presidente da Subcomissão de Assistência Social da Câmara dos Deputados

/ Brasília

Antônio Brito segue galgando espaço na Câmara. Foto: Divulgação

O deputado federal Antonio Brito (PSD-BA) foi eleito, por unanimidade, presidente da Subcomissão Permanente de Assistência Social da Câmara Federal. O colegiado, que pertence a Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), uma das maiores do Congresso Nacional, é destinado a acompanhar e fiscalizar as ações e políticas do Poder Executivo, além de contribuir com as funções legislativas, com a proposição de projetos de lei que tratem da assistência social. De acordo com o parlamentar, ”o foco da subcomissão, neste ano, será para a ampliação dos recursos para os programas sociais no Orçamento da União de 2019”. Antonio Brito também foi escolhido, conjuntamente com o deputado Odorico Monteiro (PSB-CE), relator da PEC 383/2017, que propõe que a União aplique, anualmente, ao menos de um por cento da receita corrente líquida do respectivo exercício financeiro no financiamento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Vereadora de Salvador não consegue autorização da Justiça para sair do PV; ”eu fui discriminada”

/ Bahia

Marcelle Moraes teve pedido de liminar negado. Foto: CMS

A vereadora de Salvador, Marcelle Moraes teve o pedido de liminar para deixar o PV negado pela Justiça, nesta quarta-feira (6). Em entrevista ao site  BNews, ela comentou a motivação de deixar o partido. A vereadora aguarda a decisão para mudar de partido e se candidatar a deputada federal. Marcelle vai recorrer da decisão. ”É apenas a primeira liminar e muito difícil que um juiz conceda. Agora vamos ser ouvidos e as testemunhas também”. A edil ainda fez críticas aos dirigentes da legenda e explicou por que não continua no PV. ”Eu fui discriminada dentro do partido. Eles agiram pelas minhas costas, acabei não tendo voz. O PV é um partido sem lei. Eu cheguei a ouvir do presidente que ele me daria uma carta de expulsão”, contou. A traição a qual Marcelle se refere é a destituição da vice-liderança do PV na Câmara. Contudo, o relator do caso, juiz Freddy Carvalho Pitta Lima informou na decisão não ter encontrado provas de que Marcelle é perseguida por membros do partido. A legislação eleitoral prevê que os atuais vereadores somente poderão deixar os partidos pelos quais foi eleito, no último ano do mandato, ou seja, em 2020.

Jaguaquara: Vereadores derrubam Emenda à Lei Orgânica que permitia reeleição do presidente

/ Jaguaquara

Decisão impede Élio de ir à reeleição. Foto: Blog Marcos Frahm

Em votação por 9 votos a 6, vereadores governistas e oposicionistas se uniram e derrubaram a proposta de Emenda à Lei Orgânica que permitia a reeleição da Mesa Diretora do Legislativo de Jaguaquara. A proposta apresentada pelo atual presidente da Casa, Élio Boa Sorte, que pretendia disputar à reeleição, visa adequar o Regimento Interno da Casa à Lei Orgânica do Município (LOM) e foi rejeitda por 6 dos 15 parlamentares. Boa Sorte teria dado entrada na Emenda na sessão do último dia (30) [relembre aqui]. No primeiro momento, o vereador Lindoval Muniz (PP) pediu vista do projeto apresentado. Nesta quarta (6), Muniz manteve seu posicionamento contrário a reeleição do atual presidente, unindo-se a outros dois parlamentares da base do prefeito Giuliano Martinelli (PP), o ex-presidente Raimundo Louzado (PR), que não esconde sua pretensão de candidatar-se à presidência novamente e Cristiane Pinheiro (PP), que apesar de ser prima de Martinelli, também reagiu de forma contrária à reeleição, mesmo consciente da boa relação do primo prefeito com o líder do Poder Legislativo e justificou revelando ser favorável a alternância na presidência. Os três governistas se somaram aos votos da oposição: Sara Helem (DEM), Valdir Souza (PHS) e Roque Machado (PSL). Votaram a favor, acompanhando Boa Sorte, os edis: Nildo Pirôpo (PSB), Francisnei Santos (PSL), Edenilson Brustolin (SD), Jocemar Oliveira (PR), Uelson Pereira (PRB), Edmilson Barbosa (PTB), Alex Amorin (PRB) e Sandoval Matias (PSB). A decisão desta quarta veda o direito de reeleição a presidência da Casa e, como Élio já exerce o cargo pelo segundo mandato, não poderá se candidatar na próxima eleição para nova Mesa Diretora, que deve ocorrer no dia (20) de dezembro. Ele precisava de 10 votos para aprovar a alteração e buscar a governabilidade em outras duas votações. Nos bastidores, as informações são de que faltou em Boa Sorte a capacidade de articulação. Em determinado momento, chegou a se especular que a oposição estaria dialogando para aprovar a emenda e manter Élio na presidência, mas foi um mero engano. Quando o fator ”união dos poderes” era levado em consideração pelos governistas, tudo era favorável, pela estreita relação do prefeito, que detém a liderança do grupo, com o presidente, mas o clima entre Élio e três membros da mesma bancada: Lindoval, Raimundo e Cristiane estava pra lá de ruim. Reclamavam da falta de diálogo durante a condução dos trabalhos e as arestas não foram aparadas até o momento da votação. Élio segue no comando da Casa até o dia 31 de dezembro, quando passará o bastão. Apesar de ter saído derrotado do processo, recebeu elogios dos vereadores que os classificaram de político correto, profissional [médico] bem conceituado na cidade, destacado no cargo de presidente pelo grande esforço no sentido de afagar Giuliano, com ações como a devolução de verbas aos cofres municipais, que beneficiaram a população com construção de praça e pavimentação de ruas. ”Sou vereador até 2020 e continuar presidente era também um desejo do prefeito, mas é a vida e a gente tem que continuar. Vou continuar seguindo a orientação do prefeito e, em dezembro, teremos uma nova eleição. Vamos conversar com o prefeito, escolher um nome dentro do grupo e vamos saber quem o prefeito e os vereadores acham que deve ser o candidato. Vou continuar minha luta na saúde, concluir as reformas estruturantes dessa casa, porque a vida continua. Permanecer por mais dois anos era pra levar mais obras a população, pois aqui a gente sempre fez as coisas com transparência”, disse Boa Sorte em seu discurso.

Plenário da Câmara dos Deputados aprova projeto que proíbe casamento antes dos 16 anos de idade

/ Brasília

Deputada Laura Carneiro é autora do projeto. Foto: Luis Macedo

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 7119/17, da deputada Laura Carneiro (DEM-RJ), que proíbe o casamento de menores de 16 anos. A matéria será enviada ao Senado. Atualmente, o Código Civil (Lei 10.406/02), mudado pelo projeto, permite o casamento de menores de 16 anos para evitar imposição ou cumprimento de pena criminal ou em caso de gravidez. Ainda assim, é necessária autorização de ambos os pais da adolescente. O casamento para evitar pena criminal decorre do fato de que o Código Penal (Decreto-Lei 2.848/41) prevê pena de reclusão de 8 a 15 anos para quem tiver relações sexuais ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos. A pena somente pode ser aplicada a maiores de 18 anos, pois os menores dessa idade são inimputáveis. A autora destacou que, no Brasil, cerca de 877 mil meninas se casaram com menos de 16 anos. ”Elas são quase vendidas a seus abusadores na forma de casamento. A aprovação do projeto é um avanço extraordinário, aplaudido por todos os organismos envolvidos nos direitos da criança e do adolescente”, afirmou Laura Carneiro. Já o deputado Helder Salomão (PT-ES) disse que a proposta ”preenche lacunas na legislação para proteger adolescentes que sofrem abusos”. Ele é autor de projeto semelhante que tramitou apensado (PL 7774/17). Segundo a relatora da matéria pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), deputada Maria do Rosário (PT-RS), 30% da evasão escolar feminina estão ligados ao casamento infantil de meninas. ”Isso as sujeita a menores salários e a menos oportunidades de trabalho”, lembrou.

 

Esporte: Vitória bate a Chapecoense no Barradão, volta a vencer após três jogos e alivia crise

/ Esporte

Neilton chegou ao quarto gol no Brasileiro. Foto: A Tarde

Foi apertado, foi sofrido, foi com pouco futebol, mas foi. Novamente com destaque para Neilton, autor do único gol do jogo, o Vitória venceu a Chapecoense por 1 a 0, nesta quarta-feira (6), no Barradão, e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O triunfo, válido pela 10ª rodada, também fica marcado por ser a primeira vez que o Leão termina uma partida sem sofrer gols na competição nacional. A importante vitória, no entanto, não poderá ser comemorada por muito tempo. No sábado o time volta a campo, dessa vez para encarar o Corinthians, fora de casa também pelo Campeonato Brasileiro.