Em Barra do Rocha, populares travaram a BR-330 e foi preciso intervenção da PRF e Cipe Central

/ Trânsito

Pista foi fechada por manifestantes. Foto: Blog Marcos Frahm

A quinta-feira foi de transtorno para quem tentava trafegar pela Rodovia BR-330, no trecho entre os municípios de Ipiaú e Barra do Rocha, no Médio Rio de Contas. Populares decidiram aderir à paralisação nacional dos caminhoneiros e bloquearam a estrada, ateando fogo em pedaços de madeira e pneus velhos, travando por completo o trânsito. Os manifestantes, que protestavam contra a alta nos preços dos combustíveis estavam com os ânimos exaltados e só liberaram a passagem de veículos de passeio com a chegada da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Companhia Independente de Policiamento Especializado – Cipe Central de Jequié.

Sobe para 19 número de liminares concedidas pela justiça para desbloquear rodovias

/ Justiça

A Advocacia-Geral da União (AGU) atualizou há pouco o número de liminares concedidas pela Justiça que proíbem a obstrução de rodovias federais pelo movimento nacional de paralisação de caminhoneiros. Até o momento, foram proferidas 19 decisões judiciais em todo país para garantir o trânsito livre nas estradas. As decisões foram tomadas pela Justiça Federal de 13 estados e do Distrito Federal. São eles: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe. Mais cedo, a ministra da Advocacia-Geral da União (AGU), Grace Mendonça, disse que cerca de 100 advogados públicos estão atuando em todo país para garantir o trânsito livre nas estradas. A ministra também informou que a AGU se colocou à disposição do Ministério da Segurança Pública para garantir o cumprimento das decisões judiciais. No entendimento da ministra, os caminhoneiros têm garantido o direito constitucional de livre manifestação, mas não podem bloquear as rodovias. ”A liberdade de manifestação e de expressão não pode inviabilizar o direito da toda população brasileira de acesso a outros direitos fundamentais. A liberdade de locomoção, a liberdade de ir e vir também merece ser respeitada”, disse a ministra. Os caminhoneiros protestam há quatro dias contra os seguidos aumentos no preço dos combustíveis, especialmente o diesel. O movimento tem feito bloqueios em estradas, o que já impacta o abastecimento de combustível e alimentos em algumas regiões do país. As principais reivindicações da categoria são: redução de impostos sobre o preço do óleo diesel, como PIS/Cofins e ICMS, e o fim da cobrança de pedágios dos caminhões que trafegam vazios nas rodovias federais concedidas à iniciativa privada.

Divididos, representantes de caminhoneiros não chegam a acordo com o Governo Federal

/ Brasília

Abcam e Governo não entram em acordo. Foto: Agência Brasil

Na segunda reunião com representantes de onze categorias de caminhoneiros, o governo buscou um acordo, mas nem todos os presentes aceitaram a proposta. O representante da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, negou o acordo proposto pelo governo de suspender a paralisação por um período entre 15 dias a um mês enquanto o governo continua trabalhando para reduzir o preço do diesel. Lopes disse que outros líderes da categoria se mostraram receptivos à proposta de suspender a paralisação, mas ele se recusou e deixou o local antes do fim da reunião. A Abcam representa 700 mil caminhoneiros, com 600 sindicatos espalhados pelo Brasil. ”Todo mundo acatou a posição que pediram, mas eu não. Eu coloquei que respeito o que meus colegas pediram e estão sendo atendidos, que acho ser coisa secundária, e disse que vim resolver o problema do PIS, do Cofins e da Cide, que tá embutido no preço do combustível”, disse Lopes. Ele disse ainda que não fala em suspender a paralisação enquanto o Senado não aprovar a isenção do PIS/Cofins, projeto aprovado ontem pela Câmara. As informações são da Agência Brasil

Em áudio vazado, ministros do Supremo Tribunal greve de caminhoneiros no país

/ Brasil

Vazaram críticas de Gilmar e Celso de Mello. Foto: DivulGação/STF

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e Celso de Mello fizeram críticas à paralisação nacional dos caminhoneiros durante a a sessão desta tarde (24). Eles não perceberam que o microfone estava ligado enquanto conversavam. O vazamento do diálogo ocorreu durante uma votação na qual a Corte decidiu sobre a recondução da ministra Rosa Weber para o cargo de ministra efetiva do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Enquanto os demais ministros votaram sobre a questão, Mendes iniciou a conversa com Celso, mas não percebeu que o microfone estava ligado. ”Que crise, hein! Guiomar [mulher de Gilmar] está na rua agora, está impossível”, disse. Em seguida. Celso respondeu:” Um absurdo, faz-nos reféns. Tudo bem que eles até possam ter razão aqui, mas isto é um absurdo. Minha filha está vindo de São Paulo…”. A partir desse trecho, a conversa continuou, mas o áudio foi cortado na transmissão ao vivo. Os caminhoneiros protestam há quatro dias contra os seguidos aumentos do preço do diesel. O movimento tem feito bloqueios em estradas, o que já impacta no abastecimento de combustível e alimentos em algumas regiões do país. As principais reivindicações da categoria são: redução de impostos sobre o preço do óleo diesel, como PIS/Cofins e ICMS, e o fim da cobrança de pedágios dos caminhões que trafegam vazios nas rodovias federais concedidas à iniciativa privada.

A capital baiana não terá combustível nos postos nesta sexta-feira, afirma sindicato

/ Bahia

A cidade de Salvador vai ficar sem combustível nos postos de gasolina nesta sexta-feira (24), caso a greve dos caminhoneiros continue. A informação é do Sindicato do Comércio de Combustíveis, Energias Alternativas e Lojas de Conveniência do Estado (Sindicombustíveis-BA). O desabastecimento nos postos já chega a 50% dos estabelecimentos na capital baiana, nesta quinta-feira (24). Na Bahia, o número chega a 70%. Segundo a instituição, a estimativa é que esse percentual chegue a 80% em todo o estado na sexta (25). Diante da gravidade do problema, o sindicato está orientando os postos a fazerem reserva e atenderem apenas serviços de urgência e emergência, como abastecimento de ambulâncias e carros do Corpo de Bombeiros. As informações do site Bahia Notícias

Greve de caminhoneiros afeta abastecimento de oxigênio em hospitais na Bahia

/ Bahia

Greve dos caminhoneiros dura 4 dias. Foto: Blog Marcos Frahm

A greve nacional dos caminhoneiros, em seu quarto dia nesta quinta-feira (24), afeta o abastecimento de oxigênio em hospitais da Bahia. Em dois deles, só há oxigênio para esta sexta-feira (25). Devido aos bloqueios, caminhões carregados com 180 e 200 cilindros ou tiveram de retornar para as empresas distribuidoras do produto ou estão parados nas rodovias estaduais e federais. A situação mais grave é em Juazeiro, cidade de 221 mil habitantes no norte baiano, e onde os dois principais hospitais da cidade só têm oxigênio para até esta sexta-feira. No Hospital Materno-infantil (gestão municipal) há apenas um tubo de 1.500 metros cúbicos de oxigênio e 120 cilindros de 8 a 25 metros cúbicos, segundo a Prefeitura. A direção do Hospital Regional (gerido pelo Estado), que aguarda a chegada de 4 mil metros cúbicos de oxigênio, não informou a quantidade atual, mas garantiu que só dá para ficar até o meio dia de amanhã. A empresa que abastece os hospitais de Juazeiro, a Diox Distribuidora de Oxigênio, informou que o caminhão com 10 mil metros cúbicos de oxigênio saiu nesta quinta de Simões Filho (Região Metropolitana de Salvador), a 509 km de Juazeiro. O trajeto mais rápido entre Simões Filho e Juazeiro é pelas BRs 324 e 407. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-324 há bloqueios parciais ou totais nos quilômetros 542, 600, 613 e 617, na Região Metropolitana de Salvador. Na BR-407, os bloqueios ocorrem nos quilômetros 131 (próximo a Senhor do Bonfim) e 230 (imediações de Capim Grosso). Nos bloqueios das duas rodovias os caminhões de carga estão proibidos de passar. ”Estamos tentando ver com a PRF um apoio para que o caminhão possa passar por essas barreiras. Apoiamos a manifestação, mas os caminhoneiros têm de entender que os hospitais precisam ser atendidos”, declarou o administrador do segmento medicinal da Diox Jorge Henrique Santos. Em nota, a Prefeitura de Juazeiro comunicou que ”espera que essa situação seja resolvida o mais rápido possível e não interfira o atendimento à saúde da população”. No total, a empresa precisa fazer entregas em 30 hospitais públicos e particulares de 15 cidades da Bahia. Em Brumado, no sudoeste, há outro caminhão da empresa que está parado num bloqueio. Nas outras cidades, o oxigênio que tem dá para ficar até o final de semana”, informou Santos, que solicitou ainda apoio do Ministério Público Federal para tentar fazer com que a passagem dos caminhões da empresa seja possível. Em Vitória da Conquista, no sudoeste do estado e a terceira maior cidade baiana, com 348 mil habitantes, o Hospital Geral (gestão estadual) está com dois caminhões de oxigênio presos nos bloqueios desde esta quarta-feira. Segundo a direção da unidade hospitalar, a maior do município, os caminhões da empresa White Martins estão nos bloqueios de Brumado e Santo Estevão. A quantidade de oxigênio do hospital dá para ficar até o final de semana. A White Martins ficou de enviar nota sobre o assunto, mas isso não ocorreu. Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia, ”não existe desabastecimento em nenhuma unidade estadual” e ”os fornecedores estão comprometidos com o fornecimento regular”. ”Se necessário, serão escoltados pela Polícia Militar a fim de garantir o suprimento das unidades”, diz a nota do governo. A Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo enviou um e-mail aos presidentes da República, da Câmara e do Senado ”alertando para o iminente desabastecimento dos hospitais e serviços de saúde, caso persista a greve dos caminhoneiros”. Segundo o presidente, Yussif Ali Mere Junior, os hospitais podem ficar sem o abastecimento de oxigênio, materiais, medicamentos e insumos em geral, como suprimentos para diálise. ”Precisamos garantir com urgência o abastecimentos das redes de saúde para manter o atendimento à população. Trabalhamos com estoques reduzidos e necessitamos de abastecimentos regulares, como por exemplo, de 2 em 2 dias, 3 em 3 dias, no caso de reposição de oxigênio”, afirmou. A Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) também se pronunciou sobre os protestos. Em nota, afirmou que farmácias e drogarias de todo o País já sofrem com o desabastecimento de produtos essenciais. ”Um dos principais problemas referem-se aos medicamentos termolábeis, que devem ser mantidos refrigerados e necessitam de temperatura estável até o seu destino final – algo impossível de ser garantido com um veículo travado nas estradas”, diz Sergio Mena Barreto, presidente executivo da associação. Segundo ele, na manhã desta quarta-feira, dia 23, veículos que transportavam medicamentos dos distribuidores e centros de distribuição até os pontos de venda chegaram a ser apedrejados, e seus motoristas agredidos fisicamente. As informações são do Bahia Notícias

Detran-BA defende placa Mercosul em dezembro no 61° Encontro Nacional dos Detrans

/ Trânsito

A garantia de mais segurança na implantação da placa veicular Mercosul foi o tema discutido pelo Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), nesta quinta-feira (24), em Brasília, na reunião técnica que antecede o 61° Encontro Nacional dos Detrans. Enquanto alguns estados pedem a prorrogação do prazo para a entrada em vigor da nova placa, determinado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para 1° de dezembro, a Bahia quer que a data seja mantida. O diretor-geral do Detran-BA, Lúcio Gomes, foi enfático. ”Não dá mais pra mudar o prazo, em prejuízo da segurança no controle do registro de veículos. A Bahia se preparou para adotar o padrão Mercosul no emplacamento, com o objetivo de evitar fraudes e ampliar a fiscalização. Esperamos que o Denatran não volte atrás”.

Há 330 pontos de rodovias interditados em 23 Estados, diz Associação de Caminhoneiros

/ Trânsito

Caminhoneiros param em trechos da BR 116. Foto: Blog Marcos Frahm

A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) divulgou nesta quinta-feira (24) um balanço da paralisação, movimento realizado em todo o Brasil. De acordo com o Estadão, a entidade divulgou que são 330 pontos de rodovias interditadas pelo movimento de paralisação dos caminhoneiros em 23 Estados. Apenas Amazonas, Acre, Amapá e Rio Grande do Sul não têm estradas interrompidas nesta quinta. Os estados com mais trechos interrompidos são os de grandes produtores agrícolas. São eles: Paraná (45 pontos), Minas Gerais (42 pontos), Santa Catarina (37), Mato Grosso do Sul (31), Goiás (25) e Mato Grosso (23).

Greve dos caminhoneiros: Prefeitura de Ilhéus reduz 30% da frota de ônibus por falta de combustível

/ Bahia

Por causa da greve dos caminhoneiros em todo país, o abastecimento de diversos produtos tem sido afetado, inclusive a distribuição de combustíveis. Com isso, o transporte público do município de Ilhéus, região sul da Bahia, precisou ser reduzido. A prefeitura, através da Superintendência de Trânsito (Sutran), anunciou nesta quarta-feira (24), a redução de 30% da frota para a sede urbana e para a zona rural. ”A greve dos caminhoneiros, que protestam contra os sucessivos aumentos no preço dos combustíveis e paralisam estradas em várias regiões do País, já produziu reflexos em diversos estados. Com o desabastecimento dos postos de combustíveis, o município de Ilhéus, através Superintendência de Trânsito (Sutran), reuniu-se com representantes das empresas de transportes públicos e foi definido o contingenciamento em 30 por cento da frota, válido para a sede urbana e para a zona rural, a partir de hoje, 24”, informou em nota.

Juazeiro: Aderem as manifestações e bloqueiam trânsito na ponte Presidente Dutra

/ Bahia

Ponte Presidente Dutra está fechada. Foto: Blog do Geraldo José

O protesto nacional dos caminhoneiros recebeu a adesão dos mototaxistas de Juazeiro, no interior da Bahia, e Petrolina, em Pernambuco. A manifestação, que também conta com apoio de taxistas e motoristas de transporte por aplicativo, reivindica a redução no valor dos combustíveis. Segundo o blogueiro Geraldo José, as categorias paralisaram os serviços e bloquearam a ponte Presidente Dutra, pouco antes das 10h desta quinta-feira (24). A ponte é a principal via de ligação entre as duas cidades.

Italiano morre após cair de altura de 30 metros enquanto praticava kitesurf em Porto Seguro

/ Bahia

Italiano não resistiu ao impacto da queda. Foto: Redes Sociais

Um italiano de 37 anos morreu enquanto praticava kitesurf em uma praia de Porto Seguro, no sul da Bahia, na tarde de quarta-feira (23). Segundo a polícia, ele foi levantado pelo vento a uma altura de aproximadamente 30 metros e depois despencou na água. Christian Pesavento morava em Porto Seguro há sete anos. Conforme a polícia, quatro amigos que estavam com ele chegaram a resgatá-lo para prestar socorro, mas ele não resistiu ao impacto da queda e morreu na hora. A polícia informou que a vítima e os amigos pretendiam ir da praia do Centro de Porto Seguro até Santa Cruz de Cabrália, que ficam a cerca de 25 km uma da outra. O corpo de Christian foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Porto Seguro e deve ser enviado para a Itália, após a perícia. Christian era natural de Thiene, que fica na província de Vicenza. Com informações do G1

Contas das prefeituras de Brejões e Ipiaú são rejeitadas pelo Tribunal de Contas

/ Bahia

Na sessão desta quarta-feira (23), o Tribunal de Contas dos Municípios rejeitou as contas das prefeituras dos municípios de Brejões e Ipiaú, da responsabilidade de Alan Andrade Santos e Deraldino Alves de Araújo, respectivamente, ambas relativas ao exercício de 2016. Em Brejões, o relator do parecer, conselheiro Plínio Carneiro Filho, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o ex-prefeito para que seja apurada a prática de ato ilícito ou de improbidade administrativa. O gestor realizou despesas sem apresentação dos processos de pagamento, não deixou em caixa recursos para pagamento de despesas com restos a pagar, violando o artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal, e não apresentou processos licitatórios no montante de R$1.324.338,12. Também foram identificadas irregularidades em diversos procedimentos licitatórios. A relatoria determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$457.563,27, com recursos pessoais do gestor, referente ao não envio dos processos de pagamento, e imputou uma multa no valor de R$30 mil pelas irregularidades identificadas durante a análise das contas. As contas relativas ao exercício de 2016 foram objeto de ”tomada especial” por técnicos do TCM, já que não foram prestadas voluntariamente pelo ex-prefeito, prejudicando, inclusive, a transparência da gestão fiscal e o exercício do controle externo por parte da sociedade civil. Além de descumprir o artigo 42 da LRF, o gestor aplicou apenas 24,74% dos recursos na manutenção e desenvolvimento da educação municipal, quando o mínimo exigido é 25%, e utilizou 75% da receita corrente líquida do município para cobrir despesas com pessoal, sendo 54% o máximo permitido. Já em Ipiaú, o ex-prefeito Deraldino Alves Araújo extrapolou o limite máximo de 54% para gastos com pessoal, aplicando 55,58% da receita corrente líquida neste tipo de despesa, e não comprovou o pagamento de três multas que lhes foram imputadas em processos anteriores, no valor total de R$16.500,00, o que provocou a rejeição das suas contas. O relator do parecer, conselheiro Paolo Marconi, multou o gestor em R$3.500,00 por irregularidades nas contas e determinou a devolução aos cofres municipais da quantia de R$271.031,66, com recursos pessoais, pela não apresentação de quatro processos de pagamento (R$269.561,01) e despesa indevida com juros e multas (R$1.470,65). O conselheiro José Alfredo Rocha Dias, que pediu vistas das contas, divergiu da relatoria na dosimetria da multa aplicada, defendendo a aplicação de sanção equivalente a 12% dos subsídios anuais pela não redução da despesa com pessoal. Por três votos a dois foi alterada a multa para 12%. Cabe recurso das decisões.

Bahia goleia o Blooming por 4 a 0 na Arena Fonte Nova e avança na Copa Sul-Americana

/ Esporte

Zé Rafael, Júnior Brumado e Elton marcaram. Foto: Felipe Oliveira

O Bahia recebeu na noite de hoje o time do Blooming-BOL, em duelo válido pela primeira fase da Copa Sul-Americana. A partida, disputada na Arena Fonte Nova, marcou o segundo encontro entre as duas equipes, já que o primeiro terminou com vitória do time boliviano por 1 a 0. Jogando ao lado do torcedor, o Esquadrão de Aço não encontrou dificuldades e bateu o adversário por 4 a 0. Os gols do time tricolor foram marcados por Zé Rafael (duas vezes), Brumado e Elton. Classificado, o Bahia aguarda o sorteio dos duelos da segunda fase para saber quem será o próximo compromisso. O time comandado pelo técnico Guto Ferreira volta a campo no domingo (27), mais uma vez na Fonte Nova. Agora o Esquadrão terá pela frente o Vasco, pela sétima rodada da Série A do Brasileirão. A bola rola às 16h.

Safadão e Xand são convidados pela SKOL e lançam música em parceria para a Copa do Mundo

/ Entretenimento

Dupla grava a canção ”Eu e a Torcida do Brasil”. Foto: Divulgação

Em 2018 o que não vai faltar é música para comemorar a Copa do Mundo. Chegou a vez do forró ter o seu hino para a competição com Wesley Safadão e Xand Avião. A dupla foi convidada pela SKOL para dar voz a canção ”Eu e a Torcida do Brasil”, música da marca que irá unir duas paixões nordestinas: Futebol e São João. Com clipe gravado em Fortaleza e no Rio de Janeiro, a parceria irá contar  história de um homem que não esconde a paixão pela mulher amada e torce por uma reconciliação com ela. ”A música ficou incrível e trabalhamos para que o clipe seja tão legal quanto. Trabalhar com o Safadão é muito bom. Quando nos encontramos, a festa está garantida”, disse Xand. O clipe ainda não tem data para ser lançado. Além da parceria de Safadão e Xand, o Brasil tem outras músicas para cantar na hora do gol. Entre as canções lançadas em homenagem a seleção brasileira na Copa do Mundo estão uma parceria misteriosa entre Daniela Mercury e Iza com a regravação de um hino do futebol. Rincon Sapiência, Rael e Carol Konká com a música ”Resenha de Futebol”.