Temer achava que era imune a qualquer investigação, diz Janot após delação de Joesley

/ Justiça

Ex-procurador-geral, Rodrigo Janot. Foto: Geraldo Magela

Um ano depois de assinar o mais impactante acordo da Lava Jato —o da J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista—, o ex-procurador-geral Rodrigo Janot afirma que essa foi uma das colaborações premiadas que mais auxiliaram o combate à corrupção no Brasil. ”Esse da J&F foi o acordo em que nós chegamos à cabeça da organização criminosa, por isso foi muito importante. Atingiu um presidente da República em exercício que, depois de três anos e meio da Lava-jato, continuava praticando atos que queria. [O presidentente Michel Temer] achava que era imune a qualquer investigação do Ministério Público. E nenhum cidadão é. Chegamos ao virtual futuro presidente da República (senadorAécio Neves), que também continuava praticando atos e se acreditava imune. Esse é o quadro que eu desenho de um ano depois dessa colaboração da J&F”, disse Janot em entrevista ao jornal O Globo. Questionado sobre o fato de tanto Temer quanto Aécio se manterem em seus respectivos cargos mesmo diante das acusações que peseam sobre ambos, o ex-procurador diz ser necessário avaliar cada contexto. ”A gente precisa entender as duas situações. A situação do presidente Michel Temer, em razão da relevância do cargo que ocupa, para que seja processado criminalmente necessita autorização da Câmara. E a Câmara, fazendo um juízo político, não permitiu o prosseguimento do processo penal, que já existe. Então ele vai responder depois que deixar o seu mandato. Quanto ao senador Aécio Neves, virtual futuro presidente da República, é réu em um processo penal. E réu num processo admitido pelo Supremo Tribunal Federal em razão da colaboração premiada feita pelos executivos da J & F”, declarou Janot ao jornal carioca.

Pré-candidato a presidente, Bolsonaro sofre derrota no TSE em processo contra pesquisa Datafolha

/ Justiça

Bolsonaro tentou impedir divulgação de pesquisa. Foto: Reprodução

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou hoje (17), por unanimidade (sete votos), uma reclamação do deputado e pré-candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL-RJ) contra a empresa de pesquisa Datafolha, a quem acusava de difamá-lo. Em janeiro, o deputado havia tentado impedir a divulgação da pesquisa, que questionava aos entrevistados se tinham conhecimento ”sobre denúncias envolvendo o aumento do patrimônio da família do deputado Jair Bolsonaro desde o início da sua carreira política.” Na ocasião, o relator do caso, ministro Sérgio Banhos, negou o pedido de liminar (decisão provisória) e permitiu a divulgação da pesquisa. Nesta quinta-feira, o plenário do TSE deu suporte ao relator, mantendo a legitimidade do levantamento. A defesa de Bolsonaro alegava que o uso da palavra ”denúncias” despertava no entrevistado um estado emocional contrário ao deputado e era difamatória, uma vez que o político nunca foi alvo de denúncia devido a seu aumento patrimonial. Para o advogado, o uso da palavra ”faz incluir no subjetivo dos consultados a ideia de que esse acréscimo teria sido imoral, ilícito, e não fruto do trabalho honesto”. Banhos rejeitou os argumentos. Para o relator, a palavra ”denúncias” não foi usada em sentido estritamente jurídico, mas em sentido ”coloquial e genérico”. Em razão disso, ele concluiu que ”o conteúdo da pesquisa não foi suficiente para atribuir à pecha de enriquecimento ilícito ao recorrente Jair Messias Bolsonaro. Da mesma forma, não restou comprovado real prejuízo a imagem política”. Na pesquisa, 66% por cento dos entrevistados responderam desconhecer “denúncias” sobre o aumento de patrimônio de Bolsonaro e sua família. Outros 18% disseram ter conhecimento e estar mais ou menos informado, enquanto 9% responderam ter conhecimento e estar muito bem informado e 7% disseram ter conhecimento e estar mal informado. Durante o julgamento, o procurador-geral Eleitoral, Humberto Jacques, destacou que o caso serve como importante precedente, sendo a primeira vez que o TSE estabelece um entendimento sobre pesquisas eleitorais para as eleições deste ano. Ao refutar a reclamação, Jacques defendeu a liberdade de informação, expressão e diálogo. ”Uma pesquisa eleitoral nada mais é do que uma entrevista feita a muito mais pessoas do que a uma só pessoa”, disse. ”E que problema há em se perguntar a milhares de pessoas algo?”, indagou. As informações são da Agência Brasil

Estudantes que querem fazer a prova do Enem 2018 têm até amanhã para fazer a inscrição

/ Educação

Os estudantes que querem fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 têm até as 23h59 de amanhã (18), no horário de Brasília, para fazer a inscrição, pela internet, na página do participante do Enem. Até as 18h de quarta-feira (16) foram registrados 5 milhões de inscritos. Mesmo os candidatos que pediram isenção da taxa do Enem devem fazer a inscrição para a prova. O pagamento da taxa para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, deve ser feito até o dia 23 de maio nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios. Os concluintes do ensino médio da rede pública têm direito à isenção no ato da inscrição, mesmo aqueles que não tiverem solicitado a isenção. Para se inscrever, o participante deverá apresentar o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e do documento de identidade e criar uma senha. O candidato precisa também informar um endereço de e-mail válido e um número de telefone fixo ou celular, que serão usados para enviar informações sobre o exame. Com o fim do prazo de inscrição nesta sexta-feira (18) também se encerra a possibilidade de alterar dados cadastrais, a opção do município onde o estudante quer fazer a prova e a opção de língua estrangeira. Os candidatos que precisarem de atendimento especializado têm que fazer o pedido no ato da inscrição. Para o uso do nome social na prova do Enem, o pedido poderá ser feito entre os dias 28 de maio e 3 de junho. As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro.

Jequié: Usuário de drogas é morto a facadas e adolescente é conduzida suspeita do crime

/ Jequié

DPT contabiliza mais um crime em Jequié. Foto: Blog Marcos Frahm

Um homem usuário de entorpecente foi morto a golpes de faca na madrugada desta quinta-feira (17), na cidade de Jequié. De acordo com a polícia, Jeferson Carlos Rodrigues foi assassinado por volta das 02h no entorno da Rodoviária de Jequié, no bairro Joaquim Romão, quando tombou numa via pública em frente a um hotel. Uma equipe do DPT foi acionada e encaminhou o corpo ao IML. O homem era apelidado de Biro Biro e, no local, a polícia foi informada de que o crime teria sido cometido por uma garota. De posse das informações, a polícia uma menor de 16 anos, na Vela Cultural da Rodoviária. Apesar das acusações, a adolescente nega ter agredido o homem, mas confessou, conforme informações policiais, mas revelou que estava na companhia da vítima e foi encaminhada para a Delegacia Territorial de Jequié. Ainda segundo apurou a polícia, populares disseram que a menor comercializava drogas no bairro e que Jeferson fazia uso constante dos produtos por ela comercializados. O delegado Ivan Lessa está a frente das investigações e afirma que a menor se contradiz em depoimento.

Chega a 10 número de presos na Bahia em operação nacional contra a pornografia infantil

/ Bahia

Operação nacional cumpre mandados na Bahia. Foto: Caroline Araújo

Subiu para 10 o número de presos em flagrante na Bahia durante a operação nacional Luz na Infância 2, que combate a pornografia infantil, deflagrada na manhã desta quinta-feira (17), em 24 estados e no Distrito Federal. Do total de flagrantes na Bahia, sete foram realizados pela Polícia Civil da Bahia (PC-BA), sendo quatro em Salvador, um na Ilha de Itaparica e dois em Camaçari, na região metropolitana, conforme publicação do G1. Os outros três foram presos pela Polícia Federal, que não informou onde foram feitos. No total, 31 mandados de busca e apreensão foram expedidos na Bahia, sendo cinco cumpridos pela Polícia Federal, em Salvador e Alagoinhas; e 26 pela PC-BA, em Salvador, Camaçari, Feira de Santana, Poções, Camacã, Ilhéus, Itagimirim e Ilha de Itaparica. A Polícia Civil ainda realizou ao menos 20 conduções de pessoas até as delegacias baianas. Essas pessoas, segundo a PC-BA, não são consideradas presas. Elas ainda prestarão depoimento. Os envolvidos devem responder pelo crime do artigo 241-A da Lei 8069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente), que prevê penas de 3 a 6 anos de reclusão e multa. O material apreendido pela Polícia Civil está sendo ecaminhado para a Delegacia Especializada de Repressão a Crime contra Criança Adolescente (Dercca). A operação Luz na Infância 2 é considerada a maior ação do país de combate à pornografia infantil, e é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública. As equipes procuram arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Dint/Senasp/MESP), com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais, que apresentavam indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva. A investigação durante quatro meses foi repassada às polícias civis, em especial delegacias de proteção à criança e ao adolescente e repressão a crimes informáticos, que instauraram inquéritos e solicitaram aos juízes locais a expedição dos mandados. Na primeira edição da Operação Luz na Infância, realizada em 20 de outubro de 2017, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. Durante a apreensão desses materiais nos 24 estados e DF, foram identificadas e presas 112 pessoas que utilizavam esses equipamentos para produzir, guardar ou compartilhar conteúdos de pedofilia na internet. De acordo com a Polícia Civil, o nome da operação foi escolhido em referência à ação metafórica de jogar luz sobre a infância. ”Os acusados deste tipo de delito agem às sombras da internet e devem ter suas condutas elucidadas e julgadas.”

Ex-prefeito de Eunápolis suspeito de envolvimento em morte de radialista absolvido em júri popular

/ Justiça

Ex-prefeito foi acusado de ser mandante do crime. Foto: Divulgação

O ex-prefeito de Eunápolis Paulo Dapé foi absolvido no júri popular pelo assassinato do radialista Ronaldo Santana. O julgamento começou na segunda-feira, 14, e foi encerrado nesta quarta (16). O júri aconteceu mais de 20 anos após o crime. O Ministério Público atribuiu o atraso a pedidos de adiamento concedidos pela justiça. O radialista foi morto a tiros no dia 9 de outubro de 1997, quando seguia para trabalhar na rádio Jornal de Eunápolis. O ex-policial militar Paulo Sérgio Mendes Lima foi condenado em 2002 pelo crime. Ele e outros suspeitos apontaram o ex-prefeito como um dos mandantes do crime. A motivação do crime seria as críticas feitas pelo radialista à administração do ex-prefeito.

Resultado da 1ª etapa do concurso público da Polícia Civil será divulgado no dia 25

/ Bahia

Os candidatos que fizeram as provas do concurso da Polícia Civil poderão conferir o resultado das provas objetivas (1ª etapa) no próximo dia 25. Dos 48.120 inscritos no certame, 37.676 realizaram as provas, contabilizando 10.444 ausentes – o que representa um percentual de 21,78% de abstenções. Conforme previsto em edital, os candidatos terão dois dias para apresentar recursos, 28 e 29 de maio. Já o resultado final da 1ª etapa e o resultado provisório das provas discursivas (2ª etapa) será divulgado no dia 15 de junho. Os candidatos concorrem a mil vagas: 880 para investigador, 82 para delegado e 38 para escrivão. O maior número de inscritos foi para o cargo de investigador, com 35.036 candidatos, seguido dos de delegado (10.658) e de escrivão (2.426). As próximas etapas do concurso, previstas em edital, compreendem a realização de exames biomédicos, teste de aptidão física, exame psicotécnico, prova de títulos e investigação social. Os aprovados no certame, quando nomeados, terão remuneração inicial para os delegados de polícia, regime de trabalho de 40 horas semanais, no valor de R$ 11.389,96. Já os investigadores e escrivães de polícia terão remuneração inicial de R$ 3.915,85, no regime de 40 horas semanais. Promovido pela Secretaria da Administração (Saeb) e pela Polícia Civil, o certame foi organizado pela Fundação para o Vestibular da Universidade Júlio de Mesquita Filho – Fundação Vunesp. E, após ampla e cuidadosa apuração realizada pela Vunesp, com o acompanhamento da Saeb, se confirmou que o concurso transcorreu dentro da normalidade esperada e sem intercorrências que comprometessem a sua lisura.

Violência: Dupla invade case e atira contra jovem de 14 anos no Entroncamento de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Adolescente foi atingida no sofá da casa. Foto: Leitor do BMF

Uma adolescente de 14 anos foi atingida por disparos de arma de fogo durante uma tentativa de homicídio por volta das 20h10 desta quarta-feira (16), em uma via pública do distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara. O crime ocorreu dentro de um imóvel, onde a jovem se encontrava no sofá da sala, quando dois elementos invadiram a casa e efetuaram os disparos. A jovem foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192, sendo encaminhada ao Hospital Municipal de Jaguaquara (HMJ), onde a equipe do Blog Marcos Frahm esteve e constatou que, a vítima, atingida na cabeça, tórax e braço esquerdo é oriunda de Jequié,  com endereço da Rua Brasil, no bairro KM 3, mas que estava residindo no Entroncamento de Jaguaquara. A menor C.S.A foi transferida para o Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), em Jequié, tendo sido submetida a um procedimento cirúrgico e permanece na unidade hospitalar. Ainda segundo informações, os autores estavam a bordo de uma motocicleta e evadiram. Policiais militares da 3ª Cia da PM e da Companhia Independente de Policiamento Especializado – Cipe Central realizaram rondas, mas não conseguiram localizar os suspeitos. A polícia apura agora as circunstâncias e motivação do crime.

 

 

Filho de prefeito que espancou ex assumiu agressões e disse que pensou que tinha sido traído

/ Polícia

Clara denunciou ter sido ter sido torturada pelo ex. Foto: Instagram

O filho do prefeito da cidade de Salinas da Margarida, Filipe Pedreira, suspeito de espancar, cortar os cabelos e torturar a ex-mulher, Clara Emanuele Santos Vieira, de 20 anos, confessou em depoimento à polícia, que agrediu a ex-mulher. Conforme publicação do site G1, a delegada responsável pelo caso, Patrícia Jackes, informou, nesta quarta-feira (16), que Filipe se apresentou no dia 9 de maio, um dia após o espancamento e registro do caso na delegacia. Acompanhado de um advogado, o homem foi na unidade de polícia em Santo Antônio de Jesus, cidade onde ele morava com Clara. ”Ele assume as agressões e diz que foi motivado por ciúmes. Disse que Clara Emanuele havia traído ele e, por isso, ele se descontrolou. No entanto, ele conta também que Clara haveria atentado contra ele com uma faca”, detalhou a delegada. Clara Emanuele está sob uma medida protetiva que estabelece que Filipe tem que permanecer a uma distância de, no mínimo, 100 metros da vítima e do filho deles. Pelo período de três meses, ele não poderá ver o filho, conforme determinação da Justiça. O advogado de Filipe, Eldo Lago, informou que foi orientado pela Justiça a não comentar o caso, mas disse que o cliente está cumprindo toda e qualquer determinação judicial. Disse ainda que Filipe é acompanhado por um psicólogo. Oito dias após o caso, nesta quarta-feira (16), Clara ainda possui hematomas pelo corpo e diz que está com medo do ex-marido. Ela teve um derrame no olho e disse que sente os dentes moles por conta dos murros que recebeu de Filipe. Apesar de tantas marcas, a lesão corporal de Clara é apontada como leve, conforme o laudo pericial do Departamento de Polícia Técnica (DPT) entregue nesta quarta-feira pelo órgão à polícia. ”Verificamos as lesões para que fosse tipificado o crime e pedida a prisão preventiva, mas o laudo aponta lesões corporais leves e o crime leve tem uma pena de três anos de detenção. Nós só podemos requererer prisão preventiva com penas a partir de quatro anos. No entanto, no decorrer das investigações, analisando a possibilidade de outros crimes, com base nas novas investigações, pode haver a possibilidade de pedir a prisão preventiva dele”, explicou a delegada Patrícia Jackes. A delegada destacou, ainda, que Clara e os familiares estão sendo monitorados e, caso Filipe descumpra a medida protetiva, ele será preso. ”Ele mora em Salinas da Margarida e ela mora em Muniz Ferreira com pai ela. Ela está sendo monitorada e está orientada sobre como agir caso ele descumpra a medida”, disse a delegada.

Apostador de Brasília leva prêmio previsto em R$ 60 milhões no sorteio da Mega-Sena

/ Esporte

O Concurso 2.041 da Mega-Sena, com prêmio previsto de R$ 60 milhões, foi sorteado na noite desta quarta-feira (16) em Campos Novos (SC). Um apostador de Brasília acertou os seis números. As dezenas sorteadas são: 10 – 12 – 22 – 25 – 42 – 54. Cento e vinte ganhadores acertaram a quina e cada um levará um prêmio de R$ 34.570,08. Mais de 9,3 mil bilhetes acertaram quatro dezenas e levam um prêmio de R$ 636,55 cada. O próximo concurso, que será sorteado no sábado (19), tem um prêmio acumulado estimado em R$ 3 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas lojas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o País.

Sampaio Corrêa joga bem e vence Vitória pelas quartas de final da Copa do Nordeste

/ Esporte

Atletas do Sampaio passearam no jogo. Foto: Paulo Soares/O Estado

Em um mata-mata, vencer em casa é fundamental e o o Sampaio aproveitou bem essa oportunidade. A Bolívia Querida passou pelo Vitória, na noite desta quarta-feira (16), no Castelão, por 3 a 0, pelo primeiro jogo das quartas de final da Copa do Nordeste. O primeiro gol foi de Bruninho, aos 36 do primeiro tempo. Maracás fez o segundo, aos sete minutos do segundo tempo, e Alyson fechou o placar aos 30 minutos. Com o resultado, o Sampaio pode perder por até dois gols de diferença na próxima quinta-feira (24), no Barradão, que ainda assim estará garantido na semifinal do Nordestão. O jogo está marcado para as 21h15. Nesta fase, o gol fora de casa é critério de desempate. O único placar que força a decisão por pênaltis é 3 a 0 para o Vitória.

 

Jequié: Conselho Municipal do São João debate planejamento de ações para a festa junina

/ Jequié

Encontro foi realizado no auditório da ACIJ. Foto: Secom

A festa junina 2018 de Jequié foi tema de uma reunião do Conselho Municipal do São João, que é composto por 42 conselheiros que representam a sociedade civil, o Poder Executivo e os órgãos de segurança pública do município. O encontro realizado na terça-feira (15) ocorreu no auditório da Associação Comercial e Industrial de Jequié (ACIJ), para discutir o planejamento de ações que serão executadas no São João, pela Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Cultura e Turismo e em conjunto com os órgãos de segurança que atuam no âmbito do município. Estiveram presentes membros do Conselho do São João; o secretário de Cultura e Turismo, Alysson Andrade; o tenente-coronel, Itamar Gondim, comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar; o comandante da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Central), o major Fábio Rodrigo; o sub comandante do 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros, o major Alex Ricardo Santana Fonseca; o delegado titular da Delegacia de Polícia Territorial do Município de Jequié/9ª COORPIN, Moabe Macedo;  Luiz Cruz, superintendente da SUMTRAN; o guarda municipal, Evandro dos Santos, representando a Guarda Municipal; representantes da Associação dos Artesões; da Associação dos Barraqueiros, que ocuparão áreas no sítio dos festejos; da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (COELBA); representantes das Secretaria de Saúde e da Secretaria de Desenvolvimento Social; do comércio local; produtores artísticos, além de músicos e artistas. Durante o encontro, foi debatido por todos os presentes o planejamento que cada órgão colocará em ação. O 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros apresentou números de ocorrências do São João passado e explanou sobre a operacionalidade a ser executada durante a festa deste ano, como as vistorias técnicas e prevenção a incêndios, que serão feitas nas barracas de fogos de artifício, nos quiosques e nos estabelecimentos no entorno do sítio da festa.