Mobilização de juízes pela manutenção do auxílio-moradia afeta parte dos tribunais do País

/ Justiça

Juízes realizam mobilização por auxílio-moradia. Foto: Estadão

A mobilização convocada para esta quinta-feira (15/3) por magistrados federais e do trabalho pela manutenção do auxílio-moradia da categoria teve baixa adesão no País. Além de não contar com a participação de juízes de tribunais estaduais, a paralisação não afetou nenhum dos cinco Tribunais Regionais Federais (TRFs) – órgãos de segunda instância da Justiça Federal. Segundo a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), aderiram 800 de 1.796 juízes federais. Foram registrados atos em pelo menos 12 Estados e no Distrito Federal. No Brasil, de 1.577 varas trabalhistas, 699 participaram da mobilização, de acordo com a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). Segundo os representantes das associações, juízes e membros do Ministério Público foram às únicas categorias a não conseguir o reajuste do setor público. Isso seria uma retaliação em função do combate à corrupção promovido por eles, afirmam. ”Nós somos a carreira que traz insatisfação para algumas pessoas. Isso acaba por trazer situações de retaliação, querem trazer intimidação”, disse Ângelo Fabiano da Costa, da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT). Com informações do Estadão

Em evento com Lula, em Salvador, Rui Costa fala sobre ”luta para superar herança escravocrata”

/ Política

Lula em Salvador, durante Fórum Social Mundial. Foto: Manu Dias

Parte da programação do Fórum Social Mundial (FSM), o Encontro Internacional Parlamentar contou com a participação do governador Rui Costa, na abertura do evento, que ocorreu nesta quinta-feira (15). Realizado no auditório Jornalista Jorge Calmon, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o evento discutiu o tema central ”Estado de Exceção e Lawfare” com um público formado por cerca de 300 pessoas. Na mesa de abertura, acompanhado do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, e do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, o governador Rui Costa afirmou que hoje é um dia de afirmação da democracia e direitos humanos. ”Um dos desafios centrais do Brasil é a luta para superar a herança escravocrata que alguns ainda carregam, fazendo com que haja incômodo quando negros da favela e periferia começam a trilhar os degraus da ascensão social, da faculdade e até do parlamento, como fez a vereadora Marielle Franco, executada na última noite, no Rio de Janeiro”, destacou. Aberto pelo presidente da casa anfitriã, o presidente da Alba, Ângelo Coronel, o evento contou com as palestras do advogado Pedro Estevam Serrano, especialista em Direito Administrativo e Constitucional, e de Fernando Hideo Iochida Lacerda, doutor em Direito Processual Penal. ”Temos que abrir o Parlamento não só para as questões locais, mas também para as nacionais e internacionais. Discutir temas de grande valia, na casa, permite estender as ramificações da discussão dos problemas que afligem a população brasileira”, afirmou Ângelo Coronel. Cerca de 30 parlamentares de esquerda de diversos países também estiveram presentes. Organismos políticos como o Izquierda Unida, da Espanha, e o Parti Comunista Francês foram representados no encontro. Já o Brasil marcou presença através de figuras como Lídice da Matta, Otto Alencar, Jandira Feghali e Jean Wyllys.

Neilton brilha, Vitória vence o Bragantino por 3×0 no Barradão e avança na Copa do Brasil

/ Esporte

Leão goleia o Bragantino. Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória

Teve emoção, lambança, noite do menino Nei e muita, muita festa. Nesta quinta-feira (15), o Vitória venceu o Bragantino por 3×0 e garantiu vaga na quarta fase da Copa do Brasil. O próximo adversário será definido através de sorteio. Com a classificação, o rubro-negro recebeu premiação de R$ 1,8 milhão – o time já tinha recebido R$ 3,23 milhões pelas fases anteriores. *Correio

Sob aplausos e protestos, corpo da vereadora Marielle é sepultado no Rio de Janeiro

/ Brasil

Amigos e familiares da vereadora Marielle Franco. Foto: Estadão

O corpo de Marielle Franco foi sepultado no fim da tarde desta quinta-feira (15), sob aplausos, protestos e homenagens de parentes, amigos e líderes políticos, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, zona portuária do Rio de Janeiro. Previsto inicialmente para as 16h, o enterro só foi realizado por volta das 18h. Na cerimônia religiosa que antecedeu o sepultamento, o celebrante manifestou indignação. ”É matança de pobre, é matança de negro, matança de quem luta”, disse o padre, segundo publicação da Agência Brasil.  Repetidas vezes, o nome de Marielle era gritado por um, e todos respondiam: ”presente”. Como o velório tinha sido à tarde, na Câmara Municipal, a cerimônia no cemitério foi rápida, e a imprensa não teve acesso à parte final. Marielle foi assassinada com quatro tiros na cabeça, quando ia para casa no bairro da Tijuca, zona norte do Rio, retornando de um evento ligado ao movimento negro, na Lapa. A parlamentar estava no banco de trás do carro, quando o veículo dos criminosos emparelhou com o dela. Eles atiraram nove vezes. Anderson Gomes, que trabalhava como motorista para o aplicativo Uber e prestava serviços eventuais para Marielle, também morreu no ataque. Uma assessora que estava no carro sobreviveu ao ataque. A vereadora era moradora do Complexo da Maré e defensora dos direitos humanos, autora de frequentes denúncias de violações de direitos de negros, moradores de favela, mulheres e pessoas LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros).

Casal é atingido a tiros em banco de praça em Jequié; homem morre e mulher fica ferida

/ Jequié

Crime ocorreu em praça pública. Fotos: Leitor do Blog Marcos Frahm

Um jovem de 24 anos foi morto a tiro e a sua companheira baleada durante atentado registrado em Jequié, na manhã desta quinta-feira (15). De acordo com informações apuradas pelo Blog Marcos Frahm junto à polícia, o crime aconteceu por volta das 09h na Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, quando Reinaldo Oliveira Silva e Edivana Silva Santos estavam sentados num banco da praça e foram alvejados, sendo o homem atingido com um disparo de pistola.40, indo a óbito no local e a mulher atingida no ombro direito e socorrida ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV. Ainda conforme apurou o BMFrahm, quando a Polícia Civil chegou ao local do crime, foram colhidas informações revelando que os autores estavam a pé,  e fugiram após o cometimento do crime, tomando rumo ignorado.

Mulher Edivana Silva Santo foi socorrida ao Hospital Prado Valadares

A polícia informou também que populares disseram ter visto o casal chegando ao local a bordo de uma motocicleta de cor preta, mas que a moto não se encontrava mais na cena do crime, sendo apreendida na residência da vítima, onde os policiais civis e peritos do Departamento de Polícia Técnica coletaram o aparelho celular de Reinaldo. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Jequié e as investigações sobre o atentado estão em curso.

Professora morre em acidente com moto atingida por carro dirigido por médica na Pituba, em Salvador

/ Bahia

Moto atravessou canteiro após o choque. Foto: Fernanda Varela

A professora de balé Geovanna Alves Lemos, 41 anos, que estava em uma moto, morreu depois de ser atingida por um carro na tarde desta quinta-feira (15) na Avenida ACM, na Pituba, em Salvador. Um Kia Sportage que era conduzido no sentido Orla acabou atingindo a moto, que ia pegar o retorno para o Itaigara. Geovanna não resistiu e morreu no local. Ela e o mototaxista estavam de capacete no momento da batida. De acordo com a Superintedência de Trânsito de Salvador (Transalvador), o acidente aconteceu por volta das 12h20. Com o impacto do acidente, os dois veículos atravessaram o canteiro da pista e foram parar no outro retorno. ”O condutor de outra motocicleta que estava aqui no local também… Falaram que viram que ela (condutora do carro) possivelmente estaria no celular”, afirmou o coordenador de trânsito José Hage. No local do acidente, a mãe de Geovanna chorava bastante sentada em uma viatura da Transalvador. Amigos e colegas da professora também foram ao local.

Carro era conduzido pela médica Rute Nunes Oliveira Queiroz

Diretora do Sartre, onde a professora dava aulas, Maria Auxiliadora Andrade também foi até lá e chorou bastante ao se deparar com a cena. ”Uma menina alegre, linda. Como pode uma brutalidade dessas? A mãe perdeu a filha única”, diz. ”Eu ainda não estou acreditando. Ela era filha única, batalhadora, só vivia sorrindo”, acrescenta. A professora estava indo justamente para o colégio Sartre no momento do acidente – ela trabalhava lá como professora assistente há dois anos. Ela também dava aulas na Ebateca, em Brotas. O carro era conduzido por uma mulher que foi levada para a 16ª Delegacia (Pituba). O mototaxista também foi conduzido para a unidade policial. A motorista do carro foi identificada como a médica Rute Nunes Oliveira Queiroz, ex-diretora médica e assessora técnica do Hospital Roberto Santos. O marido dela, Mário Queiroz, a acompanhou na delegacia. Ele afirmou que Rita estava indo buscar a filha na escola, sua rotina diária. ”Fatalidade. Acidentes acontecem. Ela é mãe de família, pessoa de caráter”, diz. ”Estava escrito. Era eu que ia buscar (a filha). Mas ela disse deixa que eu vou, deixa que eu vou. Depois quando ela me ligou tava aquela gritaria. Sinto muito pela família da jovem”, continua, acrescentando que a família nunca vai esquecer desse dia. Um motociclista que testemunhou o acidente também foi para a delegacia. Ele afirmou que viu a batida e diz que a motorista do carro tentou fugir arrastando a moto, mas acabou batendo em um bloco de concreto. As informações são do Correio da Bahia

Trabalhadores nascidos em maio e junho podem sacar abono do PIS/PASEP a partir de hoje

/ Economia

A partir desta quinta (15), os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em maio e junho com direito ao abono salarial do PIS 2017-2018 (ano base 2016) poderão receber o dinheiro na Caixa Econômica. No caso do Pasep, pago a servidores públicos pelo Banco do Brasil, o pagamento começa para quem tem finais da inscrição 8 e 9. Para o exercício 2017/2018 serão destinados R$ 16,9 bilhões para pagamento do abono salarial a 24,3 milhões de trabalhadores. Só dentro do PIS são R$ 15,7 bilhões para 22,1 milhões de beneficiários, segundo a Caixa Econômica Federal. O recurso ficará à disposição do trabalhador até 29 de junho de 2018, prazo final para o recebimento. Nascidos em outros meses e que ainda não receberam o abono também podem sacar o dinheiro até este data.

Jaguaquara: Quatro jovens são presos pela Polícia Militar suspeitos de tráfico de drogas

/ Jaguaquara

Adolescente está entre os suspeitos conduzidos. Foto: Divulgação

Quatro jovens, entre eles um adolescente, foram presos nesta quinta-feira (15) pela Polícia Militar de Jaguaquara sob suspeita de comercialização de tráfico de drogas. De acordo com nota do 19º Batalhão de Polícia Militar, após denúncia, a Gavião 29 foi até o local denunciado, uma quitinete no Loteamento Novo Horizonte, no bairro Palmeira, tendo encontrado o morador do imóvel que, segundo a polícia, indicou Judson Ramos dos Santos Anjos, vulgo Paulista, de 19 anos como sendo o distribuidor do material ilícito que teria sido encontrado pelos policiais. A guarnição realizou ronda nos bares da cidade, encontrando Paulista, que ao ser indagado sobre a existência de mais drogas informou o endereço de um terceiro comparsa, Ivan Oliveira da Silva, de 18 anos, que estaria com a maior quantidade da droga, maconha prensada. Além de Paulista e Ivan, também foram parar na Delegacia Rodrigo Souza de Jesus, de 20 anos e um menor de 17. Na operação a PM apreendeu um revólver Taurus, com munições intactas, 420 gramas de substância análoga a maconha, papelotes de substância análoga a cocaína, 01 pedra grande pesando 126 gramas de substância análoga ao crack, 01 balança de precisão e 02 aparelhos celulares. Todos os suspeitos ficaram na unidade policial de Jaguaquara, a disposição da Justiça.

”Não passa de boato”, diz Leur Jr sobre hipótese de renunciar da presidência do Jequié

/ Jequié

Leur nega que deixará presidência do ADJ. Foto: Blog Marcos Frahm

O presidente da Associação Desportiva Jequié-ADJ, Leur Lomanto Jr., disse em conversa com o radialista Toni Silva (Rádio Sociedade da Bahia e correspondente esportivo do programa Bahia Ponto a Ponto-Rádio Povo de Jequié), que não vão ”além de boatos” os  comentários que circulam na cidade dando conta de que ele estaria renunciando do cargo de comando da equipe de futebol, que retornou este ano à Série A do Campeonato Baiano.  Leur disse que o cargo ”dá um trabalho grande mas não passa por minha cabeça renunciar”. Ele disse que está gostando de exercer esta missão que afirma ter ganho experiência para colocar em prática na temporada  de 2019”. Com informações do Jequié Repórter

Lula diz que Rui está sendo surpresa agradabilíssima: ”Motivo de orgulho para PT”

/ Política

Lula se reúne com Rui e Wagner. Foto: Twitter de Jaques Wagner

Um dia após o governador Rui Costa sinalizar a necessidade do PT debater uma alternativa para o eventual impedimento da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República em 2018, o próprio Lula afastou qualquer tensionamento na relação entre eles. ”Eu queria aproveitar para parabenizar o companheiro Rui Costa. O Rui é um cara que veio mais ou menos da mesma origem que eu vim, que o [Jaques] Wagner veio. Sofreu muito pra estudar, chegou ao governo e está sendo uma surpresa agradabilíssima”, afirmou Lula em entrevista à Rádio Metrópole na manhã desta quinta-feira (15). Na avaliação do ex-presidente, Rui ”tem sido motivo de orgulho para o PT”, diante dos trabalhos desenvolvidos na Bahia. Na conversa com Mário Kertész, Lula ainda citou o tom crítico, mas ponderado, de Rui ao falar sobre o Judiciário na posse da procuradora-geral de Justiça, Ediene Lousado, na última semana. Segundo o ex-presidente, Rui fez ”uma defesa do povo e do estado”. Nota do Bahia Notícias

”Tem um grupo que não aceita que o pobre suba um degrau”, diz Lula durante visita a Salvador

/ Política

Ex-presidente Lula visita a capital baiana. Foto: Ricardo Stuckert

Em conversa com Mário Kertész na manhã de hoje, na Rádio Metrópole de Salvador o ex-presidente Lula criticou os que ”se incomodam” com a ascensão das classes mais baixas. Segundo o petista, foi no seu governo que as classes C e D tiveram um aumento no poder aquisitivo. ”O sistema financeiro ganhou muito dinheiro no meu governo. Todo mundo ganhou. O trabalhador teve 74% de aumento de salário em 11 anos. Não entendo o motivo desse mercado ter tanta bronca de mim. Essa gente deveria está me afagando, foi o melhor momento que o Brasil viveu. A classe média ganhou dinheiro, o trabalhador ganhou. A única explicação é a ascensão dos mais pobres. Tem um grupo que não aceita que o pobre suba um degrau”, disse, conforme publicação do Metro1. Lula comparou a gestão dele com a do ex-presidente Juscelino Kubitschek, que comandou o país de 1956 e 1961. ”Quando JK foi presidente, a economia cresceu, mas não tinha distribuição de renda. Foi a economia que mais cresceu [no governo Lula]. Nós colocamos o pobre no orçamento da União. Passamos a distribuir na Bahia, o Nordeste teve uma ascensão, cresceu mais que a China. Tenho um processo por causa da Fiat, o promotor acha que dar subsídios para essas empresas é beneficiar demais. Não vê o avanço. É contra essa ignorância que me posicionando. Não vou pedir voto para o mercado, vou pedir para o povo brasileiro”, completou.

ACM Neto e Bolsonaro se reuniram a portas fechadas, na noite de ontem, em Brasília

/ Política

Neto se reúne com Bolsonaro. Foto: Alexandre Galvão/Bahia.ba

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), continua com a agenda cheia de reuniões. Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal o Globo, Neto esteve em Brasília nesta quarta-feira (15) à noite para se reunir com o deputado federal e pré-candidato à Presidência, Jair Bolsonaro. Ainda de acordo com a publicação, Bolsonaro foi levado ao encontro deputado gaúcho Onyx Lorenzoni que, embora do DEM, apoia o parlamentar na corrida presidencial. Neto se reuniu com Bolsonaro a portas fechadas.

Em nota, prefeito de Itatim acusa vereadores de tentar pôr laxante em merenda de escola

/ Política

Prefeito Tingão rebate acusação de vereadores. Foto: Criativa Online

Acusado de puxar uma arma para dois vereadores, o prefeito de Itatim, no Piemonte do Paraguaçu, Gilmar Pereira Nogueira, o ”Tingão” (PSD), declarou que dois vereadores tramavam colocar laxantes na merenda de uma escola. Em nota enviada ao site Bahia Notícias nesta quinta-feira (15), o gestor disse que a atitude dos vereadores Nadson Andrade (PTB) e José Machado (PMDB) foi ”covarde e criminosa”. O fato teria ocorrido na Escola Municipal Geraldo Pereira Nogueira, onde os edis tinham ido para apurar uma denúncia feita por estudantes. Conforme Tingão, que é ex-delegado, os edis iriam colocar 20 comprimidos de Lactopurga na refeição da escola. ”Ainda bem que fui avisado a tempo, através de um telefonema anônimo, dos planos nefastos desses indivíduos que se dizem Vereadores, mas que não são dignos de serem, sequer, porteiros da Câmara Municipal de Vereadores, uma Casa que merece todo meu respeito e apreço”. O gestor, que não respondeu se estava armado, disse que irá entregar à Polícia Civil os comprimidos que teriam sido tomados dos edis. Por fim, chegou a pedir desculpas pelo ato. Tingão não respondeu se estava armado no momento do incidente.

Ameaçado na cadeia, Jobson aguarda julgamento por estupro após transferência de prisão

/ Justiça

Jobson aguarda julgamento por estupro. Foto: Reprodução

Acostumado a atuar em alguns dos principais estádios do Brasil, Jobson ruiu na mesma velocidade com que explodiu para o futebol pelo Botafogo, há quase dez anos. Primeiro, foram os casos de doping que interromperam sua trajetória. Agora, a prisão sob acusação de estupro de vulnerável (menor de idade), com ameaça de morte. Há duas semanas, o atacante precisou ser transferido de cadeia para evitar as ameaças e a extorsão de outros detentos. Preso provisoriamente na cidade de Colmeia, a 266 quilômetros de Palmas, capital do Tocantins, Jobson viveu o fundo do poço. Enquanto aguarda o julgamento, foi colocado ao lado de criminosos condenados e teve de lidar com uma lei não escrita dos detentos contra acusados de estupro. Ele precisou, então, pagar para sobreviver e para que o terror ficasse só nas ameaças. ”Os presos em todo o mundo não aceitam o crime pelo qual ele foi acusado, porém não condenado. Todo cidadão conhece essa regra das cadeias. Sempre que alguém é preso por estupro, fica separado. Mas a cadeia não tem estrutura. O Jobson estava em cela com os presos do semiaberto, depois o colocaram com os outros e começaram as ameaças. Pediam R$ 300 por semana para deixá-lo vivo”, revelou à reportagem o advogado Josenildo Ferreira da Silva.

Informada sobre os acontecimentos, a Secretaria de Cidadania e Justiça do Tocantins (Seciju) tratou como ”supostas ameaças” e fez questão de salientar que ”o preso não sofreu agressão física dos demais detentos”. Mesmo assim, em parceria com o Poder Judiciário do Estado, atendeu ao pedido do advogado da defesa e transferiu Jobson, que desde o fim de fevereiro está detido na cidade de Paranã, a 350 km de Palmas. ‘A situação está melhor agora, mais próxima do que se espera”, afirma o advogado. A reportagem entrou em contato com a diretoria da cadeia de Paranã, que disse não poder comentar o caso devido ao segredo de Justiça, mas garantiu que o jogador encontra-se ”bem e tranquilo’ em sua cela na nova cadeia.

Como os outros presos, alguns também esperando julgamento, Jobson acorda cedo, toma café com leite e come pão e manteiga e vai para o banho de sol. Entre o almoço e o lanche da tarde, faz o possível para manter-se em forma com a estrutura que a cadeia oferece e, mesmo não muito afeito à leitura, lê alguns livros. Aguarda ansiosamente pelas visitas de sua mãe, Lourdes, que eram semanais em Colmeia, mas se tornaram mais escassas em Paranã. Aos 30 anos, Jobson sonha diariamente com seu retorno ao futebol Mas, para isso, terá de provar sua inocência. Não há data para o julgamento. Ao lado de dois amigos, ele teria aproveitado uma festa na cidade de Couto de Magalhães, no Tocantins, para aliciar quatro garotas menores e levá-las para sua chácara, onde teriam sido embriagadas. E uma delas, abusada. O processo corre em segredo de Justiça justamente para a proteção das adolescentes. Como elas são menores, trata-se de uma ação incondicionada, ou seja, sem a necessidade de acusação da vítima e com representação do próprio Ministério Público. A reportagem tentou contato com algum advogado que pudesse responder por elas, mas não obteve sucesso. Josenildo garante a inocência de seu cliente, mas lamenta o fracasso de sua carreira. ”Estava acostumado a outra coisa, grandes clubes, realidade diferente. É um choque. Ele sabe que é o único responsável.”