Polícia Militar desarticula quadrilha de roubo de celulares do KM 100, em Brejões

/ Polícia

Suspeitos foram presos em operação policial. Foto: Divulgação/PM

Sete suspeitos foram presos neste sábado no Distrito Serrana, localidade conhecida como KM 100, na margem da BR-116, no município de Brejões, em uma operação desencadeada pela Polícia Militar. De acordo com informações policiais repassadas ao Blog Marcos Frahm, inicialmente, a PM prendeu Misael Pereira dos Santos, de 20 anos, que segundo a polícia é suspeito pela prática de diversos roubos de celulares e, em ato contínuo, seis comparsas foram presos, identificados como: Fábio Moreira dos Santos, ”Dinho”, 21 anos, Ruan Santos de Jesus, 18, Josafá Santos da Cruz, ”Tinho”, 18, Aparício dos Santos, 20, Tiago Silva dos Santos, 18e Leandro Oliveira de Jesus, ”Leo Playboy”, 19 anos.  Com eles a PM apreendeu 03 (três) celulares de marca Samsung, 01 (um) celular de marca Alcatel, 01 (um) celular de marca Alcatel e armas de fogo. Vale salientar que até o presente momento, três  vítimas já reconheceram os seus pertences e já irão fazer a retirada dos bens, nos próximos dias. Os suspeitos foram apresentados na Delegacia Territorial de Jaguaquara, durante o plantão regional da Polícia Civil.

Jaguaquara: Homem sobrevive após ser atingido por descarga elétrica de um raio, em fazenda

/ Jaguaquara

Homem foi socorrido ao hospital. Foto: Blog Marcos Frahm

Um homem de 32 anos foi atingido por uma descarga elétrica de um raio em uma fazenda, em Jaguaquara, na tarde de sexta-feira (9). Luciano Fontes dos Santos foi socorrido ao Hospital Municipal de Jaguaquara (HMJ), onde deu entrada desacordado na unidade hospitalar e teve de ser transferido para o Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), em Jequié, mas não corre risco de morrer, conforme informações apuradas pelo Blog Marcos Frahm. O caso ocorreu na Fazenda Olhos D’água, na localidade de Baixa da Fartura, na margem da Rodovia BR-420.

Ipiaú: Homem em caminhonete atira em motociclista na Rodovia BA-650 e vítima caiu da moto

Crime aconteceu no perímetro de Ipiaú. Foto: Giro em Ipiaú

Um motociclista, morador de Ibirataia, sofreu um acidente na tarde dessa sexta-feira (09), por volta das 15h30, após ser baleado e perder o controle da direção do veículo na Rodovia BA-650, no trecho de Ipiaú. Conforme o site Giro em Ipiaú, o condutor da moto saiu de Ibirataia e seguia sentido Ipiaú quando foi atingido por um tiro. Ele sofreu escoriações provocadas pela queda e um ferimento no braço causado pelo tiro. Lúcido, mas reclamando de muitas dores, Erisvan dos Santos Viana, de 20 anos, informou à polícia que quatro homens em uma caminhonete modelo Ranger, de cor branca, se aproximaram dele, e em seguida um dos passageiros sacou a arma e disparou o tiro. O grupo seguiu viagem e fugiu sentido Ipiaú. Ele disse à Policia Militar que desconhece qualquer motivação para o atentado.

Pesquisa diz que notícias falsas circulam 70% mais do que as verdadeiras na internet

/ Imprensa

Notícias consideradas falsas se espalham mais facilmente na internet do que textos verdadeiros. A conclusão foi de um estudo realizado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), instituição de ensino reconhecida mundialmente pela qualidade de cursos de ciências exatas e de áreas vinculadas à tecnologia. Os pesquisadores Soroush Vosoughi, Deb Roy e Sinan Aral analisaram 126 mil mensagens (não apenas notícias jornalísticas) divulgadas na rede social Twitter entre 2006 e 2017. No total, 3 milhões de pessoas publicaram ou compartilharam essas histórias 4,5 milhões de vezes. O caráter verdadeiro ou falso dos conteúdos foi definido a partir de análises realizadas por seis instituições profissionais de checagem de fatos. Os autores estimaram que uma mensagem falsa tem 70% mais chances de ser retransmitida (retuitada, no jargão da rede social) do que uma verdadeira. As principais mensagens falsas analisadas chegaram a ser disseminadas com profundidade oito vezes maior do que as verdadeiras. O conceito de profundidade foi usado pelos autores para medir a difusão por meio dos retuítes (quando um usuário compartilha aquela publicação em sua rede). O alcance também é maior. Enquanto os conteúdos verdadeiros em geral chegam a 1.000 pessoas, as principais mensagens falsas são lidas por até 100.000 pessoas. Esse aspecto faz com que a própria dinâmica de ”viralização” seja mais potente, uma vez que a difusão é “pessoa a pessoa”, e não por meio de menos fontes com mais seguidores (como matérias verdadeiras de contas de grandes veículos na Internet). Da Agência Brasil

Bahia desperdiça chances e perde para o Náutico, pela quarta rodada da Copa do Nordeste

/ Esporte

Tricolor foi ofensivo, mas pecou em finalizações. Foto: Marlon Costa

O torcedor que reuniu a galera com cervejas e uns petiscos, crente que o Bahia iria brocar, ficou frustrado. Jogaram água na gelada. Neste sábado (10), o tricolor perdeu para o Náutico por 1×0, pela quarta rodada da Copa do Nordeste, na Arena Pernambuco. O Esquadrão, com isso, adiou a classificação antecipada e viu o rival encostar na tabela. A diferença para o Timbu, agora, é de dois pontos.

Em Pilão Arcado, governador Rui Costa autoriza recuperação da Rodovia BA-335

/ Bahia

Governador autoriza obra em Pilão Arcado. Foto: Mateus Pereira

O governo estadual tem assegurado o direito de ir e vir com mais facilidade pelas rodovias baianas. Neste sábado (10), o governador Rui Costa esteve em Pilão Arcado, no  norte da Bahia, onde assinou ordem de serviço que autoriza o início das obras de recuperação da BA-335. As intervenções, que começam a ser executadas nos próximos dias, correspondem ao trecho de 56 quilômetros que liga Pilão Arcado à Lagoa do Padre, beneficiando 150 mil habitantes da região. Na via, na qual circulam 320 veículos por dia, serão aplicados mais de R$ 13 milhões. ”Esse é um investimento importante. Com a recuperação da estrada, promovemos segurança para a população da região. Além disso, assinamos apoio a projetos, associações e cooperativas de agricultura familiar. Ao todo, o investimento em água, estrada e agricultura chega a R$ 23 milhões. Portanto, é garantia de mais recursos e desenvolvimento para Pilão Arcado. O trabalho não para”, afirmou Rui. Morador de Pilão Arcado, o autônomo Alan Albuquerque trafega pela BA-335 diariamente e comenta que “o atual estado da via não é dos melhores. Já estava na hora de essa intervenção acontecer, pois é uma estrada importante que dá acesso a todo o interior do município e também ao Piauí”. O comerciante Genivaldo Gonçalves concorda com o conterrâneo. ”O acesso à Lagoa do Padre está difícil e estamos todos muito felizes e ansiosos pela conclusão da pavimentação”, comemora. Além de infraestrutura viária, levar água tratada para baianos que residem em localidades mais distantes tem sido outra prioridade de governo. Agora, os moradores do distrito de Ataim passarão a ter água em condições adequadas para o consumo. Com investimento de R$ 200 mil, a comunidade recebeu um sistema simplificado de abastecimento neste sábado (10). Já a população dos distritos de Brejo da Serra, Canto Grande, Junco, Jatobá e Lagoa será beneficiada com a construção de um sistema integrado.

Ministro Henrique Meirelles vê ”mal entendido” no debate sobre mudança com gasolina

/ Economia

Ministro da Fazenda, Henrique Meireles. Fotos: Gustavo Raniere

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirma que houve um ”mal entendido” no debate sobre a mudança na tributação da gasolina. A intenção do governo, segundo ele, não é baixar imposto ou o preço dos combustíveis. A intenção é mudar o cálculo do ICMS – que responde por cerca de 30% do preço cobrado nos postos – para que a arrecadação desse imposto estadual seja menos volátil. Pré-candidato ao Palácio do Planalto, Meirelles rechaçou qualquer influência eleitoral sobre o tema. Na quarta-feira (7), Meirelles disse que o governo discute com a Petrobras uma política de combustíveis ”de maneira que um aumento de preços (do petróleo) no mercado internacional não venha a prejudicar o consumidor em última análise, e, por outro lado, uma queda muito grande também não venha prejudicar, no caso, a própria Petrobras”. Ao tentar se explicar, o ministro disse que o atual sistema de cobrança do ICMS gera situações que podem, no limite, resultar em problemas fiscais para os Estados. ”O ICMS é um porcentual do preço da gasolina. Quando esse preço sobe, aumenta a receita. O problema grave ocorre quando Estados tratam essa receita como sendo permanente”, disse Meirelles. O ministro argumenta que o atual sistema pode incentivar o aumento de gastos estaduais quando governadores passam a tratar receitas temporárias como sendo permanentes. ”E quando o preço do petróleo cai há crise fiscal”.

Presidente do STF, Cármen Lúcia deixa habeas corpus do ex-presidente Lula fora da pauta

/ Justiça

Cármen Lúcia deixa habeas corpus de fora. Foto: Beto Barata

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, não incluiu na pauta das sessões da Corte para o mês de abril o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de recorrer em liberdade mesmo após a manutenção da sua condenação em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4). Cármen também não inclui outras ações que poderiam levar a revisão da regra que determina o início do cumprimento da pena após decisão colegiada. A divulgação do calendário de votações do mês seguinte tão cedo não é usual na Corte. A antecipação foi recebida internamente no Supremo como um recado, diante da pressão para que o caso do ex-presidente seja pautado no plenário. O pedido da defesa de Lula ao STF, liderada pelo ex-ministro do Supremo Sepúlveda Pertence, é para que a Corte autorize o ex-presidente da República a recorrer em liberdade até que as Cortes superiores analisem os recursos. Esse pedido vai no sentido contrário à atual jurisprudência do tribunal. O STF permitiu, em julgamento em 2016, que juízes determinem a execução da pena de prisão após a condenação em segunda instância. No Supremo correm duas ações declaratórias de constitucionalidade (ADC) que poderiam levar a discussão sobre a prisão após a segunda instância. No entanto, nenhuma delas foi pautada. Elas foram apresentadas pela OAB e pelo Partido Ecológico Nacional (PEN), que pretendiam que o Supremo afirmasse a presunção da inocência e só autorizasse a prisão após o esgotamento de recursos em todas as instâncias. O relator, Marco Aurélio Mello, pediu inclusão em pauta no fim do ano passado. Ainda há uma possibilidade de o tema ser discutido no plenário sem necessidade de aprovação de Cármen Lúcia, mas no momento os ministros não estão dispostos a lançar mão dela, conforme mostrou o Estado ontem. Seria colocar “em mesa” um habeas corpus de condenado em segunda instância. Esse termo jurídico significaria levar diretamente à discussão no meio de uma sessão do plenário sem aval prévio da presidente. Interlocutores de Cármen Lúcia têm dito que qualquer ministro pode levar um habeas corpus diretamente à mesa do plenário. A reportagem apurou que o ministro Edson Fachin, relator do Habeas Corpus de Lula, não fará isso. Uma decisão como essa, de acordo com o regimento do tribunal, provocaria a rediscussão da jurisprudência estabelecida em 2016. Na época, a decisão sobre o tema foi apertada, por 6 a 5, e nem todos os ministros a têm seguido. Entre os petistas, a decisão tomada pelo presidente da Corte foi vista como “previsível”. A pressão para que o Supremo firme um entendimento único sobre a possibilidade de prisão em segunda instância aumentou com a proximidade do no TRF-4 do recurso do ex-presidente Lula. O tribunal em Porto Alegre tem sessões de julgamento marcadas para os dias 14, 21 e 26 de março. Ainda não há previsão se os embargos de declarações entregues em fevereiro pelo advogado do petista entrarão na pauta. Após a análise, aumenta a possibilidade de Lula ser preso. Com informações do Estadão

Lore Improta confirma fim de namoro com Léo: ”Muita coisa que vocês não sabem”

/ Entretenimento

Léo Santana e Lorena Improta de novo separados. Foto: Divulgação

”Tem muita coisa que acontece por trás que vocês não sabem”. Foi com essas palavras que a dançarina Lorena Improta confirmou, na manhã deste sábado (10), o fim do relacionamento com o cantor Léo Santana. Os rumores de separação ficaram mais fortes na sexta-feira, quando o agora ex-casal esteve na festa de 40 anos do empresário Marcelo Brito, mas não foi visto junto em nenhum momento. Lore, inclusive, não segue mais o ex-namorado nas redes sociais. ”Não estamos mais juntos. Nós tentamos. Queríamos que vocês entendessem que somos um casal normal, apesar de estarmos na mídia. Isso faz com que as pessoas achem que a gente está fazendo marketing, mas, não, a gente se gosta”, afirmou Lore, em seguidas postagens nos Stories de seu perfil no Instagram. Aos seguidores, ela pediu ‘compreensão’ pelo momento em que os dois estão vivendo. Reforçou, mais de uma vez, que o casal ‘tentou’, mas que, como muitos, o relacionamento não deu certo. Antes disso, ela tinha explicado que fez a revelação porque muitos fãs estavam fazendo perguntas. ”Me vejo no direito de vir aqui conversar com vocês sobre o relacionamento meu e do Léo”. Ela disse, ainda, que agora seria o momento de deixar ‘Deus no comando’ de sua vida. ”Só Deus sabe de tudo. Ele faz tudo, manda em tudo. Então, vou aqui fazer meu trabalho, falando com vocês bastante, sendo essa menina moleca mesmo e espero que continuem aqui comigo me acompanhando”, completou. O anúncio do término vem pouco depois de o casal ter feito uma viagem pelos Estados Unidos.

Wagner Mancini é suspenso pelo Pleno do TJD; zagueiro Kanu leva gancho pesado após Ba-Vi

/ Esporte

Mancini acompanha julgamento no JD. Foto: Betto Jr/Correio

O Pleno do TJD, na noite desta sexta-feira (9), manteve a multa de R$ 100 mil para o Vitória, considerando o clube culpado do fim precoce do Ba-Vi disputado no dia 18 de fevereiro. Na ocasião, o clássico terminou aos 34 minutos do segundo tempo após o Leão ter cinco jogadores expulsos. A pena é a mesma dada pela primeira instância, o TJD, no julgamento do dia 27 de fevereiro. No entanto, o técnico Vagner Mancini, absolvido em primeira instância, acabou sendo condenado a cinco jogos de suspensão por atitude antidesportiva, a serem contados somente no Campeonato Baiano. O Pleno entendeu que o treinador mandou o zagueiro Bruno Bispo forçar a expulsão pelo segundo cartão amarelo. O defensor, assim como o também zagueiro Ramon, acusados de atitude antidesportiva, foram absolvidos. O técnico rubro-negro terá que cumprir, ao menos, duas partidas de suspensão, antes que um possível efeito suspensivo o beneficie. Mancini deixou o auditório do TJD antes do julgamento acabar e não quis falar com a imprensa. Já o zagueiro Kanu, que havia sido absolvido da acusação de ameaça no primeiro julgamento, acabou sendo suspenso por 90 dias e terá que pagar uma multa de R$ 75 mil. A pena máxima era de 120 dias e R$ 100 mil. Além disso, a pena pela agressão subiu de 10 para 11 jogos. A suspensão em dias vale para quaisquer competições e começa imediatamente, já que o Vitória estava presente no julgamento. Assim, o defensor está fora da partida de domingo (11), contra o ABC, pela Copa do Nordeste. Os jogadores Denilson, Rhayner e Yago, do Vitória, e Edson e Rodrigo Becão, do Bahia, tiveram suas penas de oito jogos de suspensão mantidas, assim como o meia Vinicius, que pegou dois jogos de gancho (pena já cumprida). Já o zagueiro Lucas Fonseca, do tricolor, que havia sido absolvido no primeiro julgamento, acabou recebendo uma pena de um jogo de suspensão por ato desleal e hostil. Como já cumpriu a suspensão automática, está livre para jogar. Antes de julgar as penas, os auditores aceitaram incluir o Bahia como terceiro interessado no julgamento, algo que havia sido negado pelo TJD no dia 27. O julgamento contou com a presença de oito dos nove auditores do Pleno. O auditor Luiz Gabriel Neves alegou impedimento, por conta de sua relação com o procurador Hermes Hilarião, substituído pelo Procurador-Geral Ruy João no caso, por motivo de viagem.  Todas as partes envolvidas – Vitória, Bahia e Procuradoria – podem recorrer das penas ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio. Informações do Correio

Fusão entre operadoras de telefonia Oi e TIM já entra no radar de analistas do setor

/ Tecnologia

Analistas financeiros do setor de telecomunicações voltaram a fazer contas sobre os prós e contras de uma potencial fusão entre a Oi e a TIM, ou até mesmo a compra de uma empresa pela outra. O assunto entrou no radar com a aprovação do plano de recuperação judicial da Oi e a sinalização do governo federal de que promoverá mudanças no marco regulatório do setor, flexibilizando as obrigações das prestadores de telefonia fixa. ”As chances de fusão ou aquisição envolvendo TIM e Oi nos próximos 12 meses aumentaram para 50%”, afirmaram os analistas do Bradesco BBI Fred Mendes e Tales Freire, em um extenso relatório destinado a investidores. O negócio anima investidores, que enxergam chances de criar uma corporação maior, com menor competição no mercado e ganho de sinergias por meio da redução de custos e maior eficiência nos investimentos. A Oi tem a maior cobertura de telefonia fixa do País, o que serve de catalisador para ofertar aos clientes outros serviços fixos, como banda larga e TV paga. Já a TIM tem foco na telefonia móvel e busca aumentar seu portfólio. As negociações entre as duas operadoras ganharam corpo anos atrás, mas acabaram interrompidas. Os analistas do Bradesco BBI relembraram que as negociações não foram adiante devido a uma série de obstáculos, como o endividamento alto da Oi, o desconhecimento sobre o total de dívidas da empresa, bem como a falta de clareza sobre a quantidade de investimentos necessários para a companhia ampliar sua rede e alcançar as concorrentes. Agora, entretanto, o plano de recuperação judicial da Oi homologado na Justiça em janeiro removeu parte desses obstáculos, aumentando as chances de que uma fusão volte a ser discutida, avaliaram Mendes e Freire.