Jequié: Danilo Santana, assessor da Prefeitura, é condenado por acusações a jornalista

/ Justiça

O assessor da prefeitura de Jequié, Danilo Santana, foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal, a pagar quantia de  R$ 1 mil ao jornalista Garcez Almeida, por danos causados à sua honra e imagem. A sentença é do dia 13 de dezembro passado, mas em função do recesso do Judiciário, só se tornou pública no último dia 26. Tido como integrante da tropa de choque da campanha do atual prefeito, nas redes sociais, Danilo usou grupos de WhatsApp para acusar o jornalista de ”jabazeiro”, ”vagabundo”, ”trambiqueiro” e ”canalha”, dentre outros adjetivos considerados ofensivos pela justiça do Distrito Federal. À época, o jornalista atuava como correspondente da rádio 93 FM, em Brasília. Na sentença, a juíza Keila Cristina de Lima Alencar Ribeiro, afirma que as ofensas de Danilo provocaram “afronta a dignidade e ao íntimo do jornalista gerando danos a sua honra e imagem” e que a condenação de faz necessário para que atos desta natureza não sejam banalizados. A condenação se deu à revelia pois mesmo citado o acusado não compareceu a nenhuma das audiências de conciliação. Antes da sentença, Danilo tentou evitar a condenação registrando em cartório um pedido de desculpas ao jornalista e informando não dispor de condições financeiras para se deslocar à capital federal, onde deveria prestar depoimento. Até o fechamento desta matéria não havia informações de recursos contra a decisão por parte de nenhum dos envolvidos. Tanto Garcez quanto Danilo podem recorrer se discordarem da decisão. Texto divulgado por [email protected]

Jaguaquara: Polícia Militar faz ronda, sente cheiro de maconha e prende jovem no São Jorge

/ Jaguaquara

Trouxas de maconha foram apreendidas com jovem. Foto: PM

A Gavião 29 da 3ª Cia da Polícia Militar ao realizar rondas na noite desta terça-feira (6) pela Rua Neri, no bairro São Jorge, em Jaguaquara, percebeu um indivíduo em atitude suspeita e, ao efetuar a abordagem, notou um odor característico de maconha. Segundo a PM, o suspeito ao ser questionado informou que tinha comprado aproximadamente 500 gramas da droga, porém, já tinha vendido uma grande quantidade e o restante encontrava-se guardado em sua residência. Atendendo ao pedido do policial, o abordado levou a guarnição até o local onde escondia o material ilícito e lá foram encontradas algumas porções de substância análoga a maconha. O jovem, que é menor de idade foi conduzido a Delegacia juntamente com o material, 14 porções de maconha e embalagens para comercialização da droga e o mesmo acabou ficando a disposição da autoridade competente.

Santa Inês: Ex-presidiário é alvejado com 4 tiros e polícia realiza operação na cidade

Polícia realiza operação em Santa Inês. Foto: Blog Marcos Frahm

Um jovem de 21 anos foi baleado durante tentativa de homicídio, nesta terça-feira (6), na cidade de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá. Erick Paixão Costa deu entrada no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, por volta das 17h41 depois de alvejado por disparos de arma de fogo e socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Erick relatou para a polícia que estava na calçada próxima a sua residência, na Rua Presidente Castelo Branco, Centro de Santa Inês, quando dois indivíduos a bordo de uma moto se aproximaram e o carona desceu do veículo deflagrando quatro tiros em sua direção. A vítima não soube identificar os agressores nem características físicas dos criminosos, que fugiram. O Blog Marcos Frahm foi informado de que dos projéteis perfurou o tórax superficialmente, outro o braço esquerdo na região da tíbia e os outros dois disparos foram constatados na perna esquerda. Em outra ocasião, Erick já teria sido detido por tráfico de entorpecente e ficou à disposição da Justiça, no Conjunto Penal de Jequié, onde ganhou liberdade há poucos meses atrás.  A Polícia informou que já sabe a suposta autoria do crime e logo após o fato deflagrou operação na cidade, a fim de localizar e efetuar a prisão dos autores, onde foram empregadas 4 viaturas e 14 policiais. No encalço dos suspeitos, as guarnições chegaram bem próximas de prendê-los, inclusive tendo contato visual durante o cerco realizado, porém, sem sucesso.

Jaguaquara: Carro e caminhonete colidem em via pública do bairro São Jorge

/ Jaguaquara

Carro e caminhonete colidiram lateralmente. Fotomontagem BMF

Um veículo VW/Gol e uma caminhonete Chevrolet D-20 colidiram na manhã desta terça-feira (6) na Rua Albérico Marques, no bairro São Jorge, mas provocou apenas danos materiais. O acidente aconteceu em uma das vias mais movimentadas, aliás, a principal, que liga a sede do município a área rural, e que registra diariamente um grande fluxo de veículos e pedestres. No trecho, motoristas param carros na margem da via pública, que já é estreita e não há acostamento para os pedestres, que transitam em meio aos carros, correndo sério risco de atropelamento.

Vereador e caminhoneiro são mortos durante ataque a comboio de carros-fortes na BR-376, no Paraná

/ Brasil

Carro-forte tombou durante ataque. Foto: Site Tribuna do Paraná

”Foi tiro para todos os lados, nunca ouvi tanto disparo assim na vida”, definiu um dos caminhoneiros, que presenciou o ataque fracassado de bandidos a cinco carros-fortes no quilômetro 335 da BR-376, em Palmeira, nos Campos Gerais, no Paraná. A ação, que aconteceu por volta das 9h desta terça-feira (6), deixou pelo três pessoas mortas, entre elas um vereador da cidade de Barra do Jacaré, no Norte paranaense, um caminhoneiro e um suspeito de participar da tentativa de assalto. O ataque foi bem planejado, conforme avaliaram os policiais que estiveram no local. Além disso, para a polícia, os bandidos sabiam o trajeto dos carros-fortes e tinham conhecimento até mesmo do horário em que os veículos carregados passariam pelo trecho da rodovia. Os assaltantes bloquearam a estrada e fizeram com que os veículos parassem. Testemunhas contaram que, como os bandidos simularam ser funcionários da empresa, no momento do ataque os criminosos fizeram com que o trânsito parasse. O grupo abordou os veículos blindados e, fortemente armados, trocou tiros com os vigilantes, que abriram fogo contra os bandidos. No confronto, algumas pessoas, que passavam pelo trecho no momento da abordagem dos bandidos, acabaram atingidas. Um dos carros-fortes tentou fugir da ação dos bandidos e acabou tombando, enquanto outro veículo bateu na lateral de um caminhão e o tiroteio continuou. Dentro de um caminhão, que ficou preso ao carro-forte, o motorista, que tinha 41 anos, não conseguiu escapar e morreu baleado na cabine do veículo. Já em outro carro, seguiam os vereadores Elton Alexandre Aguiar Matta (PV), Miguel Calixto (PSD) e Edival do Nascimento (PR). O carro foi atingido pelos disparos no confronto e Elton não resistiu ao ser atingido. Miguel foi socorrido em estado grave e encaminhado ao hospital, já Edival não se feriu. Além disso, outro caminhoneiro também teria se ferido e foi socorrido em estado grave. Segundo informações divulgadas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública do Estado do Paraná (Sesp) no fim da tarde desta terça-feira, um suspeito também morreu após entrar em confronto com a polícia, poucos quilômetros de distância do local onde aconteceu a tentativa de roubo. Na ação, dois bandidos foram presos. Com um deles, os policiais rodoviários federais conseguiram apreender uma pistola calibre 9 milímetros. Outros dois assaltantes baleados conseguiram escapar.

Curso de medicina baiano é o 10º mais caro do país entre faculdades com bolsas do Prouni

/ Educação

Estão abertas, até a próxima sexta-feira (9), as inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni). Os alunos poderão ingressar em cursos com mensalidades que variam de menos de R$ 150 a quase R$ 10 mil. Neste semestre, entre os 10 cursos mais caros, oito são de Medicina. E o 10º mais caro fica em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. A posição, de acordo com o levantamento disponibilizado pelo programador Álvaro Justen, do coletivo Escola de Dados, é ocupada pela Faculdade de Ciências Agrárias e da Saúde (Unime), que cobra R$ 9.048 na formação de médicos. A área de Medicina concentra as mensalidades mais altas do país e, na Bahia, segue a mesma tendência. A Unifacs, em Salvador, ocupa a 28º posição entre as mais caras do país, com valores mensais de R$ 8.107,41, seguida pela Faculdade Ages de Medicina, em Jacobina, com mensalidade de R$ 8.100. A lista de cursos de Medicina na Bahia com bolsas do Prouni é completada pela Faculdade São Francisco de Barreiras (Fab), que cobra R$ 7.480 por mês; pela Faculdade de Saúde Santo Agostinho de Vitória da Conquista (R$ 7.214); pela Faculdade de Guanambi (R$ 6.923); e pela FTC em Salvador (R$ 5.930,41). No total, são oferecidas 52 bolsas de estudo integrais e sete bolsas parciais para formação de médicos no estado. Apenas em bolsas integrais, o valor investido por mês em cursos de Medicina na Bahia será de aproximadamente R$ 260 mil. O Ministério da Educação (MEC) oferece, neste semestre, um total 242.987 vagas em 2.976 instituições de ensino particulares de todo o país: 113.863 bolsas de estudo integrais e 129.124 bolsas de estudo parciais. As inscrições devem ser realizadas por meio do site do Prouni

Mulher tem parto apressado de 6º filho em corredor de hospital nos EUA e fotos viralizam

/ Mundo

Parto foi feito com a ajuda do marido. Fotos: Tammy Karin

A fotógrafa Tammy Karin divulgou as imagens de um parto emocionante nos Estados Unidos, e as fotos viralizam na internet: a mãe e o pai correram, mas não conseguiram chegar a tempo para ter o bebê no quarto de hospital. O filho nasceu no corredor da emergência. O pequeno Maxwell realmente estava ansioso para chegar ao mundo. O parto ocorreu em 24 de julho do ano passado. Jesica Wright Hogan, até então mãe de cinco meninas, conta que ”desde o início, a gravidez de Max foi no mínimo imprevisível”. Ela disse que ficou surpresa por ter tido poucas dificuldades até as 37 semanas. ”Não era totalmente tranquila, mas muito mais que as minhas gravidezes anteriores”, disse. As contrações começaram no dia 19 de julho. Jesica relata, em post no blog da fotógrafa, que foi ao hospital por volta das 5h da manhã. As contrações ocorriam a cada 3 minutos, quando surgiram três centímetros de dilatação. ”Achamos que estávamos nos estágios iniciais de receber o último bebê da nossa família”, escreveu. Depois de quatro horas de trabalho na banheira e caminhada pelos salões da emergência, ela e o marido decidiram manter o plano de um nascimento natural e livre de intervenção. Eles escolheram deixar o hospital, já que estavam sem progresso e as contrações ficaram mais espaçadas. Os dias seguintes foram de estimulação. A mãe disse que chegou a avisar o marido que estava tendo novas contrações mais tarde, mas que elas não significavam muita coisa.

Pequeno Max nasceu no corredor do hospital, nos Estados Unidos

Jesica ficou acordada até as 2h. Ela disse que chegou a escrever para um grupo de outras grávidas, se queixando das contrações e do medo de não chegar ao hospital a tempo. ”Ah, essa intuição é real. Se eu tivesse dado crédito para essa voz que estava na minha cabeça naquela noite! No lugar disso, decidi finalmente que iria dormir um pouco, certa de que saberia quando era a hora. Afinal, era meu 6º bebê”, escreveu Jesica. Ela acordou cerca de 1 hora depois, com uma longa contração. Disse ao marido: “Travis, acho que é isso”. Pediu ajuda para sair da cama, quando a bolsa rompeu. Jesica relatou que as contrações passaram de ”desconfortáveis” para ‘dolorosas em um piscar de olhos”. Ela disse que o marido garantiu que conseguiriam chegar ao hospital. Ele desapareceu por poucos minutos, ”que pareceram uma eternidade”, quando voltou com a mala do bebê e o necessário para sair de casa. O pai dirigiu rapidamente até o hospital e a mãe mandou uma mensagem para a fotógrafa, Tammy. Entre sair de casa após a bolsa romper e chegar ao hospital foram menos de 25 minutos. Quando chegou ao local, Jesica disse que pensou: ”Deus, ele já está aqui”.