Jequié: Polícia registra 13 homicídios e um auto de resistência à prisão em 31 dias de janeiro

/ Jequié

Vítimas levadas ao HGPV não resistem. Foto: Blog Marcos Frahm

De acordo levantamento feito nos registros da Delegacia Territorial de Polícia-DTP da 9ª Coorpin/Jequié, um total de 13 pessoas tiveram mortes violentas na cidade (homicídios), todos com a utilização de armas de fogo, entre os dias 02 a 24 de janeiro de 2018, segundo publicação do site Jequié Repórter.  O último registro feito, nesta quarta-feira, dia 31, consta de um ato de resistência à prisão, ocorrido na Urbis IV. Relacionamos abaixo as datas, identificação das pessoas mortas, idades e locais onde ocorreram os incidentes.

Dia 02/01 – Evandro Silva Santos, 31 anos, bairro Cansanção

Dia 02/01 –  Kelly Ferreira Barreto, 17 anos, bairro Cansanção

Dia 08/01 –  Jorge Rocha Silva, 34 anos, bairro Cidade Nova

Dia 14/01 –  Aderlan Santos Passos, 35 anos, povoado Campo Largo

Dia 16/01 –  Rosângela Silva de Assunção, 43 anos, Rua Albertino Pereira (Banca)

Dia 17/01 –  Jhonatan Muniz dos Santos, 18 anos, Residencial Mandacaru II

Dia 18/01 –  Jessemias Santos Ribeiro, 29 anos, Jequiezinho

Dia 20/01 –  Cleidenice Reis Oliveira. 35 anos, Avenida Senhor do Bomfim

Dia 21/01 –   Adriano Carvalho Assunção, 31 anos, Loteamento Mirassol, Pau Ferro

Dia 23/01 –   Paulo Henrique Silva Oliveira, 43 anos, Loteamento Pompílio Sampaio

Dia 23/01 –   Cleonice Borges de Brito, 49 anos, Km 3

Dia 23/01 –   Jeferson Silva de Oliveira, 18 anos, Km 3

Dia 24/01 –   Lázaro Duarte Santos, 18 anos, bairro MandacaruD

Dia 31/01 –   Leandro Nascimento Machado, Urbis IV (Auto de Resistência)

Uma semana após chuva, Prefeitura de Jaguaquara inicia limpeza nas ruas do Centro

/ Jaguaquara

Equipe usa carro-pipa para lavar ruas. Fotos: Blog Marcos Frahm

Depois da forte chuva que atingiu Jaguaquara no último final de semana, a Prefeitura decidiu, nesta quinta-feira (1) realizar a limpeza de vias centrais, que acumulam muita terra e sujeira. A equipe da administração iniciou o faxinaço à tarde, na entrada da cidade, com a utilização de um carro-pipa para lavar as vias, que revelam um cenário de sujeira.

A chuva do último domingo causou transtornos maiores no distrito Stela Dubois, provocando o desabamento de duas casas e destruindo pavimentações. Na sede do município, não houve registro de desabamento de imóveis.

Vias esburacadas em Jaguaquara exigem cuidado dos motoristas e atenção da administração

/ Jaguaquara

Entrada da cidade vira buracolândia. Fotos: Blog Marcos Frahm

Quem trafega pelas vias públicas de Jaguaquara sabe: uma buraqueira só, algo comum em períodos chuvosos e, apesar de estarmos na estação mais quente do ano, o verão, o município tem registrado chuvas, inclusive com intensidade, como a que caiu no último domingo (28). Mas o que gera contestação por parte dos munícipes, sobretudo dos que possuem veículos, é que, mesmo após as chuvas, a buraqueira continua. Sinais perceptíveis estão logo na entrada da cidade. Num pequeno trecho de asfalto, que liga a BR-420 ao bairro Muritiba a trafegabilidade está comprometida, porque os buracos já se transformam em crateras.

Na outra via de acesso a cidade, aliás, a principal, o trevo no perímetro urbano que liga a Rua Avelar a BR-420 também apresenta problemas, diante das péssimas condições do pavimento. E o pior é que os buracos estão em caminhos conhecidos, em ruas e bairros. A situação é muito mais difícil para quem vive na zona rural, de onde vem muitas reclamações contra a Prefeitura. Na cidade conhecida como polo agrícola, os produtores não param de reclamar e apontam a buracolândia em trechos de várias regiões. A presença da Secretaria de Infraesttrutura é cobrada por todo o município.

Programa oferece 25 mil bolsas para cursos de graduação e pós-graduação na Bahia

/ Educação

Estudar tem se tornado, cada vez mais, a meta de muitos brasileiros. De acordo com os últimos dados divulgados pelo Censo da Educação Superior, a procura por um curso de graduação tem aumentado, atingindo a marca de quase 3 milhões de alunos matriculados. A pós-graduação segue o mesmo ritmo já que os profissionais percebem a importância de investir constantemente em qualificação. Segundo esta linha, o Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país, está ofertando, somente na Bahia, mais de 25 mil bolsas de estudo – entre graduação e pós-graduação – para a Educação Superior. Muitos investem em cursos de especialização como meio de manter-se ou recolocar-se no mercado de trabalho. A administradora soteropolitana, Núbia Cristina Santos encontrou na pós-graduação uma oportunidade de qualificação para gerir seu próprio negócio. ”Com a crise econômica foi preciso me reinventar. Sempre sonhei em abrir o meu próprio negócio, então investi em uma loja. Senti que precisava de novos conhecimentos para me adaptar a essa nova fase”, declara. Atualmente, a empreendedora cursa um MBA em Finanças Auditoria e Controladoria na Faculdade UNIME, em Lauro de Freitas, com o apoio do programa de bolsa de estudo do Educa Mais Brasil. “Já consigo perceber a importância de me especializar. Por ter uma pós no currículo consegui um novo emprego, que concilio com o meu negócio. Sem o auxílio de uma bolsa de estudo, sei que não seria possível essa realização”, pontua.

Cursos de pós-graduação são boa opção

Investir em um curso de pós-graduação é uma boa escolha para voltar ao mercado de trabalho mais qualificado ou mesmo se manter atualizado em tempos de alta competitividade. No entanto, apesar de propício, o investimento nos estudos pode ser alto, o que torna a realização distante da realidade de muitos que não têm condição de pagar o valor integral das mensalidades. Veja também: Pós-graduação: vale a pena investir em uma especialização?

Bolsa de estudo é alternativa

Quem deseja uma qualificação, mas não pode arcar com as mensalidades pode optar por uma bolsa de estudo. O Educa Mais Brasil possui parcerias com diversas faculdades, centros universitários e universidades do país. As bolsas podem chegar até a 70% de desconto. A inscrição é gratuita e pode ser feita aqui. Há opções para cursos presenciais e à distância.

Jequié: Jovem com arma e droga morre ao confrontar com policiais da Cipe Central na Urbis IV

/ Jequié

Polícia diz que material estava com o suspeito. Foto: Divulgação

Um jovem identificado como Leandro Nascimento Machado, apelidado de Leozinho, morreu em ação da Companhia Independente de Policiamento Especializado – Cipe Central, em Jequié, na noite desta quarta-feira (31). De acordo com informações policiais, durante operação de combate ao tráfico de drogas no bairro Urbis IV, duas guarnições da Cipe ao fazerem a abordarem transeuntes,  um indivíduo ao ser interpelado tentou evadir adentrando em um imóvel efetuando disparos de arma de fogo contra policiais, os quais reagiram imediatamente. Após esse primeiro confronto as guarnições procederam com o cerco no perímetro com o intuito de efetuar a prisão do agressor. Após o cessar fogo, foi feita uma varredura no local, sendo constatado que Leandro Nascimento Machado havia sido atingido, sendo o mesmo socorrido e levado ao Hospital Geral Prado Valadares-HGPV, onde foi socorrido pelo médico de plantão. Leozinho não resistiu à gravidade do ferimento e foi a óbito. Registrado como auto de resistência, foram apreendidos em poder do indivíduo,  um  revolver calibre 32 marca e numeração suprimidos, contendo 05 munições, sendo 03 deflagradas e 02 intactas; uma balança de balança de precisão; duas celulares LG; um celular marca Samsung; 32 Trouxas de substância análoga à maconha, pesando cerca de 96 gr; 02 porções de substância análoga à maconha, contendo aproximadamente 500gr, é o que foi registrado  no BO nº 018\575, plantão da delegada Alessandra Pimentel.

Corpos de mãe e filhos vítimas de acidente que deixou carro partido ao meio seguem no DPT

/ Trânsito

Automóvel ficou destruído após acidente. Foto: Edivaldo Braga

Os corpos da família vítima de um acidente que deixou um carro partido ao meio, na BR-020, entre as cidades de São Desidério e São Domingos, no Oeste da Bahia, seguem no Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade de Barreiras, na mesma região do estado, nesta quarta-feira (31). Os corpos da mulher de 28 anos e os filhos dela, de 7 e 11 anos, foram levados para o local para realização perícia, após a colisão. Depois do exame, eles devem ser encaminhados para o Distrito Federal, onde a família morava. As informações foram divulgadas ao site G1 pela Polícia Civil. O acidente ocorreu na tarde da terça-feira (30). O marido da mulher e pai das crianças, de 52 anos, ficou ferido na situação. Ele foi encaminhado para um hosital na cidade de Posse, em Goiás. Inicialmente, a polícia havia informado que a família voltava do litoral da Bahia, no entanto, o delegado responsável pelo caso, Carlos Ferro, disse nesta quarta-feira (31) que as vítimas estavam na Paraíba. A família viajava em caravana com outros familiares em direção ao DF. Conforme informou a polícia, ainda não há detalhes sobre o acidente, mas a suspeita é de que a situação tenha sido provocada por excesso de velocidade durante uma ultrapassagem. O pai das crianças, que dirigia o carro, perdeu o controle do veículo e o carro bateu em um pé de pequi. O veículo ficou destruído.

Educação: Ministra interina da Educação afirma que o Enem pode ser reformulado até 2020

/ Educação

O Brasil poderá ter um novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em dois anos. A intenção é que, acompanhando o novo ensino médio, o Enem seja reformulado até 2020, disse a ministra interina da Educação, Maria Helena Guimarães. ”Isso vai precisar ser muito discutido. Parte da avaliação abordará aquilo que compõe a base comum do ensino médio, e parte do exame, a parte flexível, abordando tanto itinerário técnico quanto o itinerário formativo”, afirmou a ministra. Pelo novo ensino médio, sancionado no ano passado, parte do currículo da etapa de ensino, o equivalente a 1,8 mil horas deverá ser destinado ao conteúdo da Base Nacional Comum Curricular [BNCC], ainda em discussão. Segundo Maria Helena, uma nova versão da BNCC será encaminhada para análise do Conselho Nacional de Educação (CNE) em março. O restante do tempo, que varia de acordo com a rede de ensino, será destinado à formação específica. Os estudantes poderão escolher entre o aprofundamento em linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas ou ensino técnico. De acordo com a ministra, a intenção é que a formação dos estudantes seja mais fluida e as disciplinas, cada vez mais integradas. O desafio do Ministério da Educação (MEC) será avaliar esse estudante. ”É possível ter itinerário formativo que aborde conhecimento de história, arte e matemática. Por que não?”. O novo Enem deverá ser discutido em um seminário que o MEC realizará neste mês com entidades privadas e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). Além do Enem, o seminário debaterá a proposta de base nacional para o ensino médio. A ministra interina da Educação adianta que a formação geral do aluno na área de linguagens, de matemática, de ciências da natureza e humanas “será muito importante no novo Enem”. O exame é usado atualmente como uma das principais formas de acesso ao ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas e financiamento no ensino privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Segundo a ministra , mesmo sem ter ainda uma base nacional aprovada para o ensino médio, algumas redes de ensino já começaram a implementar as mudanças. Uma das ênfases é na formação técnica. Para Lucchesi, esse é um dos pontos centrais da reforma, que vai qualificar a formação dos estudantes. ”Hoje 82% dos jovens não vão para universidade. Seguramente, uma educação mais flexível vai ser melhor para o jovem e para o país. Isso melhora a produtividade e impacta na possibilidade de gerar emprego”, afirmou. Lucchesi ressaltou que, enquanto em países desenvolvidos cerca de 50% dos jovens têm formação técnica no ensino médio regular, esse percentual é inferior a 10% no Brasil.

Presidente do TRE-BA não descarta reabrir cadastro biométrico após o período de carnaval

/ Entrevista

José, presidente do Tribunal Regional Eleitoral. Foto: TV Bahia

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), José Edivaldo Rotondano, não descartou a possibilidade de que ocorra uma reabertura do prazo para a realização do processo biométrico após o período de carnaval. Em entrevista ao site bahia.ba, na manhã desta quinta-feira (1º), o desembargador lamentou que grande parte dos eleitores do estado tiveram seus títulos cancelados e garantiu que ”tudo se resolverá a partir do dia 21 de fevereiro”. ”Depois do carnaval, logo na primeira sessão, é que vamos deliberar sobre os eleitores que tiveram seus títulos cancelados e que não compareceram para a revisão biométrica. […] Gostaria que a Bahia toda tivesse biometrizada, mas não é o caso. O que eu digo é que o eleitor tem o direito de votar e ser votado. Nós não podemos abster esse direito. A Corte vai deliberar sobre essa situação e eu acredito que tudo se resolverá a partir do dia 21 de fevereiro”, disse Rotondano.

Tribunal de Justiça da Bahia empossa membros da Mesa Diretora para biênio 2018-2020

/ Justiça

Mesa Diretora do Tribunal de Justiça da Bahia. Foto: Nei Pinto

Na manhã desta quinta-feira (1), UMA sessão solene, no Salão Nobre do Fórum Ruy Barbosa, em Salvador, marcou a posse da Mesa Diretora do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) para o biênio 2018/2020. A presidente, desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, transmitiu o cargo para o desembargador Gesivaldo Nascimento Britto. Também foram empossados o desembargador Augusto Lima Bispo, na 1ª vice-presidência; a desembargadora Maria da Graça Osório Pimentel Leal, na 2ª vice-presidência; a desembargadora Lisbete Maria Teixeira Almeida Cézar Santos, na Corregedoria Geral da Justiça; e o desembargador Emílio Salomão Pinto Resedá, na Corregedoria das Comarcas do Interior. A solenidade teve início às 9 horas, com a chegada da presidente Maria do Socorro Barreto Santiago para revista à tropa da Polícia Militar, em frente ao Fórum Ruy Barbosa. Em seguida, acompanhada do governador Rui Costa, a desembargadora visitou a Cripta de Ruy Barbosa, de onde ambos seguiram para o Salão Nobre. Após o discurso da presidente Maria do Socorro Barreto Santiago, o presidente eleito, desembargador Gesivaldo Nascimento Britto foi conduzido à Mesa de Honra para a posse. Em seguida, o novo presidente empossou os demais integrantes da Mesa Diretora do Tribunal de Justiça da Bahia.

Gesivaldo Nascimento Britto, presidente

Natural de Salvador, Gesivaldo Nascimento Britto graduou-se em Direito, em 1978, pela Universidade Católica do Salvador. Em 1980 foi aprovado no concurso público para o cargo de promotor de Justiça do Ministério Público do Estado da Bahia, passando a atuar nas comarcas de Palmeiras, Lençóis, Seabra e Andaraí. Dois anos depois ingressou na magistratura (concurso de 1982), atuando nas comarcas de São Felipe (1982), Monte Santo (1985) e Irará (1985). Em Salvador, atuou no Juizado de Pequenas Causas da Liberdade (1990), e, por 19 anos, na 2ª Vara de Fazenda Pública. Em 2008 foi promovido ao cargo de desembargador pelo critério de antiguidade, quando foi designado para a 2ª Câmara Cível. O magistrado também foi suplente no Conselho da Magistratura e fez parte da Comissão de Reforma Judiciária, Administrativa e Regimento Interno. Na gestão 2016-2018, ocupou a presidência da Comissão Permanente de Segurança do TJBA. Gesivaldo Nascimento Britto tem especialização em Direito Tributário; pós-graduação em Direito Processual Civil e em Direito do Estado.

Desempenho do Judiciário depende de melhoria na arrecadação, diz Rui em posse do TJ-BA

/ Justiça

Rui comenta desempenho do Judiciário. Foto: Gilberto Júnior

O desempenho do poder Judiciário baiano depende dos avanços da arrecadação per capita do estado, na avaliação do governador Rui Costa. Presente no ato de posse da Mesa Diretora do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) para o biênio 2018-2020, Rui comentou que a Bahia é a 7ª economia do país, mas apenas a 20ª em arrecadação. ”Isso impacta, inclusive, no funcionamento da Justiça, no menor número de juiz e servidores. É preciso melhorar o perfil de arrecadação do Estado, para que possamos dar melhor funcionamento ao Ministério Público, ao Tribunal de Justiça”, observou Rui. Com informações do Bahia Notícias

Para ACM Neto, candidatura de Lula está inviabilizada após condenação; vão ter que buscar outro nome

/ Política

ACM Neto aposta que Lula não será candidato. Foto: Gilberto Júnior

O prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que, embora seja cedo para fazer prognósticos em relação ao pleito de outubro, a candidatura do ex-presidente Lula ficou inviabilizada após o petista ter sido condenado em segunda instância no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). ”Me parece que vai se formando um consenso de que o ex-presidente Lula não poderá de fato ser candidato e o PT vai ter que buscar um caminho para substituí-lo”, disse o democrata na manhã desta quinta-feira (1º), em entrevista ao BNews. ”Acho que o jogo está apenas comentando. É muito cedo para você fazer um prognóstico definitivo sobre como vai ficar o quadro eleitoral”, ponderou Neto. As declarações foram dadas durante cerimônia de posse da nova Mesa Diretora do TJ-BA (biênio 2018-2020), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. As informações são do Bocão News

Lula soma cinco eleições para se declarar o político mais votado na história da humanidade

/ Política

Votação de Lula em 5 eleições é somada. Foto: Ricardo Stuckert

O Instituto Lula somou a votação obtida em cinco eleições disputadas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para afirmar que o petista é mais votado da história da humanidade. O site lula.com.br divulgou, nesta quinta-feira (1º), um levantamento para mostrar que Lula foi mais votado que o ex-presidente americano Barack Obama. A iniciativa foi inspirada em um discurso feito por Lula durante ato em defesa de sua candidatura, no qual o petista afirmou talvez ter sido mais votado da história. Para chegar ao cálculo de 136,4 milhões de votos, o instituto levou em conta a votação obtida nos primeiros turnos, de 1989 a 2006. O site apresenta um quadro com uma ilustração na qual mãos seguram uma medalha e as fotos dos políticos e suas respectivas votações. No ranking, Vladimir Putin é o terceiro colocado, seguido de Franklin Roosevelt.O metalúrgico de São Bernardo também entrou para a história do Brasil e das urnas em 1986, quando foi eleito o deputado constituinte mais votado do país, com mais de 651 mil votos, exalta o texto.

É inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça, sem Justiça não há paz, diz Cármen Lúcia

/ Justiça

Presidente do Supremo Tribunal, Cármen Lúcia. Foto: Divulgação

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF. A fala de Cármen foi feita uma semana depois de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmar que ”não tem nenhuma razão para respeitar a decisão” da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que aumentou a pena do petista de 9 anos e 6 meses para 12 anos e 1 mês, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A presidente do Supremo, no entanto, não fez menção direta a nomes em sua fala. A solenidade de abertura do Ano Judiciário, que começou com 35 minutos de atraso, reuniu a cúpula dos três poderes, contando com as presenças do presidente Michel Temer e dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). Durante o recesso do Judiciário, a presidente do STF tomou decisões que desagradaram ao Palácio do Planalto, como a suspensão de parte do indulto de Natal (perdão da pena) assinado por Temer e o veto à posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do Trabalho. Em tom de conciliação, Cármen disse esperar que 2018 “seja tempo de superação em nossa dificultosa história, para que fases mais tristes sejam apenas memórias de dias de tormenta passada”. “Que não tenhamos de ser lembrados pelo que não fizemos, ou pior, pelo que desfizemos do conquistado social e constitucionalmente. Que se recordem de nós pelo que conseguimos contribuir para garantir, que as conquistas histórias não foram esquecidas, que a Constituição não foi descumprida, que a República não se perdeu em nossas mãos, nem a democracia em nossos ideais e práticas”, ressaltou a ministra, ao discursar diante de Temer, Maia e Eunício – os chefes do Planalto, da Câmara e do Senado são investigados em inquéritos que tramitam no STF.

Presidente Temer diz que é preciso dar tempo ao tempo, sobre baixa popularidade

/ Brasília

Michel Temer comenta sua impopularidade. Foto: Alan Santos

O presidente Michel Temer comentou rapidamente nesta quinta-feira o resultado das pesquisas recentes, que mostram sua baixa popularidade. Ao ser questionado sobre o impacto das avaliações negativas no seu governo e na agenda de reformas, Temer respondeu: “Vamos dar tempo ao tempo”. A declaração aconteceu na chegada do presidente ao Supremo Tribunal Federal (STF) para participar da sessão solene de abertura do ano Judiciário. De acordo com a pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira,31 , 70% dos brasileiros avaliam o governo de Michel Temer como ruim ou péssimo. Apenas 6% dos entrevistados consideram que o peemedebista faz um governo bom ou ótimo. Além de Temer, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia convidou e dará espaço para discursos aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), além da procuradora-geral da República, Raquel Dodge. A cerimônia acontece em meio a uma crise institucional causada por decisões judiciais que desagradaram o Executivo, como o veto à posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do Trabalho. Auxiliares do presidente Temer dizem que, apesar do desgaste em torno da nomeação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), o governo não vai voltar atrás na batalha para manter a prerrogativa constitucional do presidente em nomear ministros. A avaliação no Planalto é que o Judiciário está politizando uma situação e que o governo não pode voltar atrás para não abrir um precedente ainda maior na crise institucional. Segundo o Broadcast apurou, o discurso de Cármen buscará uma conciliação entre os três poderes na sessão solene. Temer também deve pregar a harmonia entre os poderes.