Jequié aplica ”gude preso” no Vitória da Conquista e traz três pontos do Lomantão

/ Esporte

Torcida do Jequié ao lado do seu time. Foto: Jequié Repórter

O gol marcado pelo atacante Peixoto, aos 6min do primeiro tempo de Vitória da Conquista x Jequié, foi decisivo para que o time jequieense recuperasse os dois pontos que deixou escapar dentro de casa no empate com o Bahia de Feira somando um total de sete na fase de classificação do Campeonato Baiano 2018. Após a marcação do gol, o time comandado por Eduardo Bahia demonstrou muita aplicação e conseguiu segurar a pressão do adversário e ainda desfrutou de chances reais de ampliar o marcador. O goleiro Gustavo, que substituiu Maciel, fez defesas decisivas impedindo que o Conquista igualasse ou passasse à frente do placar. Com o resultado conquistado fora de casa, a ADJ se manteve temporariamente na vice liderança, com a mesma pontuação da Juazeirense que ganhou da Jacuipense por 2 a 0, tem os mesmos 7 pontos, mas supera o time de Jequié, no saldo de gols. O Vitória, no caso de vencer o Atlântico, no domingo (28) no Barradão, assumirá a liderança com nove pontos e o Jequié cairá para a terceira colocação. O Bahia de Feira, que enfrentará o Jacobina, também no domingo, poderá somar 7 pontos e a depender do placar do jogo poderá alterar a ordem de classificação. Ainda neste sábado, o Bahia empatou sem gols com o Fluminense de Feira, em Pituaçu. O Fluminense será o próximo adversário do Jequié, domingo (4), às 16h, no Estádio Alberto Oliveira, em Feira de Santana. Por Wilson Novaes

Bahia joga mal mais uma vez e apenas empata em Pituaçu com o Fluminense de Feira

/ Esporte

Nem estreia de Allione ajudou o Bahia. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O Bahia mais uma vez surpreendeu a sua torcida neste início de temporada – só que negativamente, é claro. Jogando em Pituaçu neste sábado (27), o tricolor empatou em 0x0 com o Fluminense de Feira, pela 3ª rodada do Campeonato Baiano. Com isso, a equipe de Guto Ferreira continua com apenas um triunfo nos quatro primeiros jogos de 2018. Foi contra o Jacuipense, na última quarta-feira (24), por 2×1, num jogo em que também não convenceu a torcida. Fora aquele triunfo, foram duas derrotas e o empate com o Touro do Sertão. O efeito do início ruim já foi sentido em Pituaçu neste sábado: a torcida vaiou o tricolor e gritou ”fora Guto”’ durante boa parte da etapa final. A chance de reverter o cenário será na terça-feira (30), pela Copa do Nordeste. O tricolor visita o Altos-PI, às 21h45, pela segunda rodada da fase de grupos do regional.

Atenção sobre os cuidados aos riscos de efeitos em vacina contra a febre amarela

/ Saúde

Os pais, cuidadores e pediatras devem estar preparados para a vacinação de crianças e adolescentes em áreas de risco para a febre amarela. É preciso estar atento aos riscos de efeitos adversos, aos critérios para receber o insumo e aos cuidados a serem observados no recebimento de doses fracionada. Esses e outros alertas constam de documento preparado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), por meio de seus Departamentos Científicos de Infectologia e de Imunizações, que está sendo divulgado na última sexta-feira (26).

O texto ressalta, por exemplo, que o uso de doses fracionadas da vacina de febre amarela pode ser feito em crianças a partir de 2 anos de idade, desde que não apresentem condições clínicas especiais. Naquelas com idades inferiores a essa, aSBP defende que seja aplicada a dose padrão. O mesmo vale para o caso de crianças que forem fazer uma viagem internacional, cujo destino seja um país que exija o Certificado Internacional de Vacinação para ingresso.

ESTUDOS – O cuidado recomendado pelos pediatras decorre do fato de que não há estudos do uso dessa dosagem para crianças menores de dois anos, gestantes e pessoas imunocomprometidas, que, portanto, deverão receber a dose padrão. ”É importante reconhecer que ainda existem lacunas importantes em relação ao uso de doses fracionadas da vacina de febre amarela, como por exemplo, duração da proteção oferecida; imunogenicidade em populações específicas – crianças menores de 2 anos, gestantes e indivíduos que vivem com HIV; incidência de eventos adversos; e experiência com aplicação subcutânea de doses fracionadas com outras vacinas além da vacina 17DD de Biomanguinhos”, cita o documento.

A campanha de vacinação com utilização da dose fracionada será realizada entre o fim de janeiro e o início de março em determinados municípios dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia, conforme pactuação com as equipes responsáveis pelas vigilâncias epidemiológicas locais e avaliação de risco realizada conjuntamente com o Ministério da Saúde. Para aumentar ainda mais a segurança de pacientes e familiares, a Sociedade Brasileira de Pediatra destaca alguns pontos que devem ser observados na hora de receber a dose no posto de saúde.
INTERFERENCIA – Um dos itens que merecem atenção é o recebimento de diferentes vacinas ao mesmo tempo ou um no curto período. De acordo com os pediatras, para evitar interferência na proteção conferida pelas vacinas, a vacina para febre amarela não deve ser administrada simultaneamente com a tríplice viral (contra sarampo, rubéola e caxumba) ou tetra viral (contra sarampo, rubéola, caxumba e varicela) em crianças menores de 2 anos de idade.

”Para crianças que não receberam a vacina para febre amarela nem a tríplice viral ou tetra viral, a orientação é que recebam a dose da vacina febre amarela e agendem a vacina tríplice viral ou tetra viral para pelo menos 30 dias depois. As demais vacinas do calendário podem ser administradas no mesmo dia que a vacina febre amarela”, explica o presidente do Departamento Científico de Imunizações, dr Renato Kfouri.

MEDICAÇÕES – Dentre outros grupos que não devem ser imunizados contra a febre amarela estão os das crianças com menos de seis meses de idade; e o das pessoas que fazem uso de medicações anti-metabólicas ou medicamentos modificadores do curso da doença (Infliximabe, Etanercepte, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacept, Belimumabe, Ustequinumabe, Natalizumabe, Canaquinumabe, Tocilizumabe, Ritoximabe e outros terminados com MOMAB, XIMAB, ZUMAB ou UMAB). A regra também se aplica para os transplantados de órgãos sólidos e indivíduos com doença oncológica em quimioterapia e ou radioterapia.

No caso de mulheres moradoras de área com transmissão ativa da febre amarela e que estiverem amamentando criança menor de 6 meses de idade, pode ser administrada uma dose fracionada. No entanto, o aleitamento materno deve ser suspenso por 10 dias após a vacinação. Não se recomenda a vacinação de mulheres nessas condições, residentes em áreas sem transmissão ativa da febre amarela.

REAÇÕES – A SBP lembra ainda que crianças e adolescentes, bem como adultos, com história de reação alérgica grave ao ovo e a gelatina, podem receber a vacina após avaliação médica e em ambiente com condições de atendimento de urgência/emergência. Mulheres em idade fértil vacinadas devem evitar a gravidez até 30 dias após a vacinação. Em textos com uma síntese sobre o tema, distribuídos aos pediatras (material disponível no site da entidade), é possível ver todas as recomendações dos especialistas sobre o tema.

No documento, a SBP informa ainda que a vacina febre amarela é, de maneira geral, bem tolerada. Segundo os especialistas, a partir do terceiro ou quarto dia da vacinação, observa-se em aproximadamente 2% a 5% dos vacinados sinais como febre, dor de cabeça, dores musculares, entre outros sintomas.

“Eventos adversos graves (reações anafiláticas, doença viscerotrópica e doença neurológica) foram raramente associados à vacina. No Brasil, entre 2007 e 2012, foram relatados aproximadamente um evento adverso grave em cada 250 mil doses administradas. Nos Estados Unidos, entre 2000 e 2006, o sistema de vigilância de eventos adversos após vacinas (VAERS) identificou uma taxa de 4,7 eventos adversos graves para cada 100 mil doses de vacina distribuídas”, traz a síntese.

Três suspeitos invadem barbearia, mata homem e deixa seis feridos na cidade de Eunápolis

/ Polícia

Crime ocorreu em barbearia. Reprodução/Gustavo Moreira/Radar64

Três homens armados invadiram uma barbearia, na sexta-feira (26), e atiraram contra sete pessoas que estavam no local, no município de Eunápolis, no extremo sul da Bahia. Segundo o site Radar 64, entre os feridos está um adolescente de 14 anos. O crime ocorreu na Rua Belmonte no bairro Pequi. As vítimas foram socorridas por populares e pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Eunápolis. De acordo com a publicação, um homem não resistiu aos ferimentos e veio a óbito e outro está em internado estado grave. Em contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), a reportagem foi informada que o dono da barbearia, que também ficou ferido, é um ex-presidiário. A polícia investiga se o atentado tem relação com a morte de um detento, no presídio de Eunápolis, no dia anterior.

Jovem de 22 anos capota carro ao tentar desviar de caminhão na contramão e morre , na BR-101

/ Trânsito

Jovem tentou desviar de caminhão na contramão. Foto: Rafael Vedra

Um jovem de 22 anos morreu após o carro que dirigia capotar em um trecho da BR-101 no município de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Civil, ele perdeu o controle do veículo ao tentar desviar de um caminhão que trafegava na contramão após fazer uma ultrapassagem irregular. O motorista do caminhão tentou fugir após o acidente, mas acabou sendo preso. O caso ocorreu na noite de sexta-feira, por volta das 21h15, no km-891 da rodovia. O jovem que morreu foi identificado como Tiago Nascimento de Souza. Uma mulher que estava com ele no veículo ficou em estado grave e foi encaminhada para o hospital municipal de Teixeira de Freitas. Não há informações atualizadas sobre o estado de saúde da vítima e nem se ela é parente de Tiago. Conforme a Polícia Civil, o carro em que os dois estavam seguia pela rodovia no sentido ao centro de Teixeira de Freitas. Já o motorista do caminhão viajava no sentido oposto e teria tentado ultrapassar uma carreta em local proibido. Ao percebeu que o caminhão iria bater de frente com o carro que dirigia, Tiago jogou o veículo para o acostamento e capotou. A Polícia Civil informou que o motorista do caminhão saiu correndo do local após o acidente, sem prestar socorro às vítimas, mas foi parado e preso por agentes da PRF. O condutor, que não teve identidade divulgada, deverá responder pelo crime de homicídio e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. A polícia informou que ele vai continuar preso até uma decisão judicial, já que não foi arbitrada fiança para soltura.

Mundo: Ataque com ”ambulância-bomba” deixa mais de 60 mortos e 150 feridos em Cabul

/ Mundo

Pelo menos 63 pessoas morreram no ataque. Foto: Reprodução

Pelo menos 63 pessoas morreram e outras 151 ficaram feridas durante a explosão de uma ”ambulância-bomba” em Cabul, no Afeganistão, na manhã deste sábado (27). As informações são do Ministério da Saúde afegão. O Talibã reivindicou a autorida do atentado. No bairro onde aconteceu a explosão estão prédios governamentais, além de embaixadas estrangeiras. Por se tratar de um dia útil no Afeganistão, a região estava bastante movimentada no momento do atentado. ”O suicida usou uma ambulância para passar pelos postos de controle. No 1º controle disse que transportava um paciente para o hospital Jamuriat. No segundo posto de controle, foi identificado e detonou os explosivos”, explicou à AFP Nasrat Rahimi, porta-voz do ministério do Interior. A explosão foi tão potente que abalou a capital afegã e deixou vários estabelecimentos com as janelas quebradas em bairros próximos. O atentado foi reivindicado pelo porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, no WhatsApp: ”Um mártir explodiu seu carro-bomba perto do ministério do Interior, onde estavam muitas forças policiais”, segundo a France Presse. O ataque acontece uma semana após o cerco do grupo terrorista Talibã ao Hotel Intercontinental da capital afegã, que terminou com 25 mortos (13 estrangeiros), de acordo com a última estimativa divulgada pelo governo do Afeganistão. No cerco que durou mais de 12 horas, cinco terroristas morreram no confronto com as forças de segurança.